Você está na página 1de 12

UNIC – UNIVERSIDADE DE CUIABÁ

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO – CAMPUS PANTANAL

TÍTULO DO TRABALHO (INSERIR A DELIMITAÇÃO DO TEMA)


A SEMELHANÇA DOS SEMELHANTES

NOME DO ALUNO
MARIA DE FATIMA VIEIRA
CUIABÁ - MT
2010
NOME DO ALUNO
MARIA DE FATIMA VIEIRA

TÍTULO DO TRABALHO A SEMELHANÇA DOS SEMELHANTES


(INSERIR A DELIMITAÇÃO DO TEMA)

Projeto de pesquisa apresentado pelo


acadêmico Maria de Fátima vieira à
Universidade .............................................,
como critério para aceite no programa de
ensino de Mestrado no curso
de ............................ - ano 2010, para
desenvolvimento do Trabalho de
Conclusão de Especialização.
Nome do Professor(a)-orientador(a):...............................................

CUIABÁ - MT
2010
SUMÁRIO

1. TEMA - A SEMELHANÇA DOS SEMELHANTES

2. DELIMITAÇÃO DO TEMA - SEMELHANÇA

3. FORMULAÇÃO DO PROBLEMA - COMPORTAMENTO

4. HIPÓTESES - COMPORTAMENTOS EM PESSOAS

PARECIDAS

5. OBJETIVOS: APRESENTAR SITUAÇÕES

COMPORTAMENTAIS EM PESSOAS PARECIDAS

FISICAMENTE

5.1.Geral: DEFINIRAS SEMELHANÇAS

5.2.5.2. Específicos: MELHORAR AS RELAÇÕES SOCIAIS

6. JUSTIFICATIVA

7. METODOLOGIA

7.1. Métodos: de abordagem - Corpo a corpo

7.2. Métodos de procedimento - Pesquisa

7.3. Técnicas de documentação direta - Questionário

7.4. Técnicas de documentação indireta - Fotos


8. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA OU REFERENCIAL TEÓRICO –

Origens .... livros - Simon G. Brown A arte pratica da Leitura

Facial.

9.

10.

11. CRONOGRAMA .......................................................................

12. ORÇAMENTO ........................................................................

13. REFERÊNCIAS ......................................................................


4

1. TEMA
É o assunto escolhido sobre o qual versará o trabalho, normalmente o
tema é mais abrangente, geral mais amplo.
A semelhança dos semelhantes

2. DELIMITAÇÃO DO TEMA (TÍTULO: INSERIR NA CAPA E FOLHA DE


ROSTO)
É a definição de qual ou quais os enfoques do tema serão explicitados
no decorrer do trabalho, normalmente a delimitação é mais específica.
Especificar os limites da extensão tanto do sujeito quanto do objeto, o
tempo e o espaço. É preferível o aprofundamento à extensão do conteúdo.
O comportamento em pessoas parecidas fisicamente
3. FORMULAÇÃO DO PROBLEMA
Será explorado a partir da delimitação do tema, devendo ser formulados
algum problema, questionamentos, dúvidas que o trabalho se proporá a
resolver. Pode ser objeto de investigação sistemática, controlada e crítica.

4. HIPÓTESES
Estabelecer possíveis respostas que desejamos chegar para solucionar
o(s) problema(s). Podem ser subdivididas de acordo com a complexidade do
tema, soluções, afirmações.

5. OBJETIVOS
É a definição com precisão e clareza, das metas, propósitos e resultados
concretos a que se pretende chegar.
5.1. Geral
É o fim que se pretende alcançar. Está ligado a uma visão global e
abrangente do tema. Vincula-se diretamente a própria significação do trabalho
proposto.
5.2. Específicos
São instrumentais para o próprio tema podendo ser mais detalhados e
desmembrados, aplica-se a situações particulares.
5

6. JUSTIFICATIVA

Trata-se da apresentação dos motivos que levaram à decisão de se


abordar esse tema dentro do universo acadêmico. É preciso que se coloquem
as razões que levaram à escolha e que sustentam a realização do trabalho.
Consiste em uma exposição sucinta, porém completa, das razões de
ordem teórica e dos motivos de ordem prática que tornam importante a
realização da pesquisa. Devem enfatizar:
1. Contribuição teórica que a pesquisa pode trazer
2. Importância do tema do ponto de vista geral
3. Descoberta de soluções para casos gerais ou particulares.

O projeto de pesquisa: é uma das etapas componentes do processo de


elaboração, execução e apresentação da pesquisa, que necessita ser
planejada com extremo rigor. Do contrário, o pesquisador ficará perdido diante
da quantidade de dados levantados, dificultando a seleção dos mais
importantes.
Passos que devem ser dados antes de redigir o projeto:
1. Estudo preliminar sobre o assunto de ordem teórica e prática
2. Projeto provisório de pesquisa

7. METODOLOGIA

Definição dos procedimentos técnicos, das modalidades de atividades,


dos métodos que serão utilizados. Procura responder as questões: O que?
Onde? Como? Quando? Ou outras pertinentes ao conteúdo. Vai depender da
natureza do trabalho, do tipo de pesquisa e dos objetivos proposto.
O projeto responde as seguintes questões: o quê? Por quê? Para quê?
Para quem? Onde? Com quê? Quanto? Quando? Quem? Com quanto?
6

7.1. Métodos: de abordagem


Caracteriza-se por uma abordagem mais ampla, em nível de abstração
mais elevado.
Este método engloba:
1. Indutivo: indo das constatações mais particulares para o todo
2. Dedutivo: do todo para as partes
3. Hipotético-dedutivos: inicia-se pela percepção de uma lacuna nos
conhecimentos, acerca da qual formula hipóteses e, pelo processo de
inferência dedutiva, testa a predição da ocorrência de fenômenos
abrangidos pela hipótese.
4. Dialético: que penetra o mundo dos fenômenos por meio de sua ação
recíproca, da contradição, inerente ao fenômeno e da mudança dialética
que ocorre na natureza e na sociedade.
5. Fenomenológico: .....
6. Estruturalismo: .......
7. Hermenêutico. ......

7.2. Métodos de procedimentos – uso mais restrito, há uma combinação


de métodos. Podem ser:
1. Empírico: advém da observação e tratamento experimental dos fatos;
2. Histórico: consiste em investigar acontecimentos, processos, instituição
do passado para verificar sua influência na sociedade atual;
3. Comparativo: estuda as diferenças e semelhanças entre diferentes
fatos;
4. Monográfico: estuda, em profundidade, determinado fato sob todos os
seus aspectos;
5. Funcionalista: estudo de um fato do ponto de vista da função,
ressaltando a funcionalidade de cada unidade da sociedade;
6. Estruturalista: investigação de um fenômeno concreto para, a seguir,
elevá-lo ao nível abstrato, vendo a realidade do ponto de vista interno;
7. Estatístico: redução de fenômenos a termos quantitativos e
manipulação estatística;
8. Genealógico: estudo de parentesco em todas as suas implicações
sociais.
7

7.3. Técnicas de documentação direta

Observação direta intensiva, com as técnicas de observação e


entrevistas, e observação direta extensiva, apresentando várias técnicas, como
questionário, formulário, teste, análise de conteúdo, medidas de atitude.

7.4. Técnicas de documentação indireta


Pesquisa documental e bibliográfica, Revistas, Internet, Jornais, Mapas.

8. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
Trata-se da apresentação do embasamento teórico sobre o qual se
fundamentará o trabalho. São os pressupostos que darão suporte à abordagem
do trabalho.
Teoria de Base: correlacionar a pesquisa com o universo teórico,
optando por um modelo teórico que sirva de embasamento a interpretação do
significado dos dados e fatos obtidos.
Teórico sobre os quais o pesquisador fundamentará sua interpretação.
A teoria de base trata de explicara a relação entre os diferentes
fenômenos mediante conexões lógicas Componentes da teoria:
1. Estrutura lógica;
2. Regra de conotação empírica;
3. Universalidade;
4. Sistema de referência.
8

9. CRONOGRAMA

Define-se a distribuição das tarefas e etapas que permitirão um


aproveitamento racional e lógico da disponibilidade de tempo para a realização
do trabalho. Relato minucioso do tempo em que iniciou o projeto até a
apresentação da monografia. Estabelecem-se datas-limite para leitura,
redação, revisão, datilografia, entrega e outras atividades.

Exemplo de cronograma:

Quadro nº 01. Cronograma de Atividades


PERÍODO – 2010
ATIVIDADES MÊS/ANO MÊS/ANO MÊS/ANO MÊS/ANO
02/10 04/10 06/10 12/10
Levantamento Bibliográfico X
Elaboração do Projeto X
Pesquisa/Coleta de Dados X
Entrega do projeto escrito X
Interpretação do Resultado X
Redação Parcial Monografia X
Leituras dos Orientadores X
Digitação e Formatação X X
Redação Final X
Entrega Escrita da X
Monografia
Apresentação Oral da X
Monografia

10. ORÇAMENTO

É a previsão dos custos que envolvem a realização do trabalho. É a


dotação orçamentária necessária que requer uma justificativa de gastos
quando o projeto é feito sob encomenda de algum organismo. Para
determinados trabalhos acadêmicos torna-se dispensável
Exemplo de planilhas de orçamentos

Tabela nº 01. Relação de custos do projeto: produtos e serviços


9

PLANILHA DE CUSTOS DE MATERIAIS PERMANENTES


Qtde ITEM P. UNIT. VALOR
01 Computador R$1.500,00 R$ 1.500,00
01 Impressora R$ 350,00 R$ 350,00
01 Instalação Programas Computador R$ 350,00 R$ 350,00
01 Mesa para Computador R$ 260,00 R$ 260,00
01 Cadeira para Mesa R$ 125,00 R$ 125,00
01 Norma Técnicas – Pedro Augusto Furasté R$ 22,40 R$ 22,40
01 Doutrina de Honorato Cássio Mattos R$ 124,00 R$ 124,00
01 Código de Trânsito Brasileiro Comentado R$ 166,00 R$ 166,00

TOTAL PARCIAL 01 R$ 2.897,04

PLANILHA DE CUSTOS DE MATERIAIS DE CONSUMO

Qtde ITEM P. UNIT. VALOR


05 Cartucho para Impressora Preto (Recarga) R$ 20.00 R$ 100,00
02 Cartucho para Impressora Color. (Recarga) R$ 30,00 R$ 60,00
10 Resmas de Papel A – 4 R$ 18,00 R$ 180,00
03 Caixas de Disquetes R$ 7,00 R$ 21,00
01 Caixa de Clipper Pequena R$ 10,00 R$ 10,00
01 Digitação R$ 60,00 R$ 60,00
10 Canetas Bic Azul R$ 1,50 R$ 15,00
10 Encadernações R$ 3,00 R$ 30,00
04 Encadernações Capa Dura R$ 60,00 R$ 240,00
100 Litros de gasolina R$ 2,75 R$ 275,00
1500 Xerox R$ 0,15 R$ 150,00

TOTAL PARCIAL 02 R$ 1071,00

PLANILHA DE CUSTOS DE GASTO PESSOAL


Qtde ITEM P. UNIT. VALOR
10 Horas com Ajudante e coletor de amostras R$ 27,50 R$ 275,00
01 Correção Ortográfica do trabalho final R$ 200.00 R$ 200,00

TOTAL PARCIAL 02 R$ 475,00

TOTAL GERAL R$ 4.238,00

.
10

11. REFERÊNCIAS

São as obras que inicialmente serão utilizadas para a pesquisa. Outras


obras surgiram no decorrer do trabalho, mas lista-se aquelas que darão início à
pesquisa e que trazem a idéia básica dos objetivos propostos. Definição,
conceitos ou definição correta dos termos utilizados no projeto.