Você está na página 1de 2

PENSANDO NA VIDA (1) – PEIXES

Um estudo dirigido para estudantes que querem entender o mundo!

1. A maioria dos peixes respira por


meio de brânquias. A água entra
pela boca, passa pelas brânquias
e sai pelas aberturas existentes
de cada lado da cabeça. No
entanto, quem já observou um
peixe de perto (em um aquário
ou durante uma pescaria) já
deve ter percebido a existência
de narinas nestes fascinantes
animais. Mas então, se a maioria
Fonte: dos peixes respira por
http://www.flickr.com/photos/lombrography/3974500840/
Acesso em 18/06/2010.
intermédio de brânquias
(também chamadas de guelras),
para que servem as suas
narinas?
2. O que se quer dizer com “a maioria dos peixes respira por meio de brânquias”? Existem
peixes que respiram de outra maneira?
3. Os peixes possuem olhos semelhantes aos dos outros vertebrados, permitindo a
formação de imagens. Aliás, você já viu algum peixe de olhos fechados? Será que eles
dormem?
4. No caso dos humanos, os olhos são órgãos que percebem os estímulos visuais que são
interpretados pelo encéfalo. Se os peixes conseguem formar imagens, então eles
também possuem encéfalo. Mas onde fica este encéfalo? Qual o seu tamanho? Peixe
pensa?

5. É muito fácil perceber que os


peixes possuem narinas e olhos
mas será que eles têm ouvidos?
O peixe foge quando um objeto
é jogado na água ou quando
alguém caminha nas margens de
um lago. Podemos dizer que eles
ouvem?

Fonte:
http://www.tpwd.state.tx.us/kids/wild_things/fish/howdofishsmell.phtml
Acesso em 18/06/2010.
6. A maioria dos peixes possui corpos alongados e achatados lateralmente. Tendo em
vista as oportunidades em que você precisou caminhar ou correr na água tente
descrever qual a vantagem adaptativa proporcionada por esta forma corporal.
7. Quase todos os peixes possuem o corpo coberto por escamas que por sua vez são
recobertas por um muco que protege os peixes contra parasitas (é por isto que os
peixes escorregam em nossas mãos). Imaginando a frenagem de um carro em pista
seca e a frenagem deste mesmo carro em uma pista coberta por óleo, pense em outra
vantagem proporcionada pelo muco que contribui para a adaptação dos peixes à vida
aquática.
8. O olfato nos peixes costuma ser bem desenvolvido. Nós humanos nos consideramos os
seres mais evoluídos do planeta. Neste sentido fica a pergunta: por que nós não
conseguimos utilizar o olfato no meio aquático?
9. Freqüentemente as pessoas que não estudaram Ciências Naturais no ensino
fundamental costumam confundir baleias e golfinhos com peixes. Por que golfinhos e
baleias, apesar de viverem na água, não são peixes?
10. Os cetáceos precisam subir à superfície constantemente para respirar. Como eles
fazem então para dormir?

11. Na foto ao lado está


registrado o momento em
que uma baleia franca austral
sobe à superfície para
respirar. Do seu espiráculo (o
que é isto?) parece estar
saindo dois jatos de água.
Você já viu imagens assim?
Onde? A esta altura você já
sabe que o animal ao lado é
Fonte:
http://www.hackelbury.co.uk/artists/salgado/genesis/genesis_pic10.html
um mamífero, logo, respira
Acesso em 18/06/2010. por pulmões. Mas como pode
sair água por uma estrutura
que está conectada com os
pulmões? Algo está errado?
Dê uma boa olhada na foto
que está abaixo da primeira.
Você já passou por situações
semelhantes? De que forma
as duas fotos estão
relacionadas? E aí, os
cetáceos ejetam água pelos
seus “buraquinhos na
cabeça”?

Fonte: http://vincepenman.com/blog/index.php?s=load&paged=10
Acesso em 19/06/2010.

12. A maioria dos peixes ósseos possui um órgão chamado bexiga natatória. Trata-se de
um saco que armazena gás e pode aumentar ou diminuir de volume. Ela ajuda o peixe
a flutuar, permitindo que ele mantenha o equilíbrio em diferentes profundidades sem
fazer muito esforço. Os peixes cartilaginosos não possuem esta estrutura. De que
forma estes últimos compensam a falta da bexiga natatória?