Você está na página 1de 3

LUAN DE SOUZA RIBEIRO

JÉSSICA VASCONCELOS PASCO

TENDÊNCIAS EM COMUNICAÇÃO EM MARKETING –


COMUNICAÇÃO MOBILE

Londrina
2018
Atualmente com o crescimento do acesso mobile – seja para pesquisas,
redes sociais ou compartilhamento de informações, pensar em comunicação é
pensar em estratégia mobile. Por isso as organizações devem se atentar a isso
e apostar em sites responsivos e numa comunicação alinhada para facilitar a
navegação do usuário sendo fundamental para uma boa eficácia das estratégias
de comunicação e marketing.

Se a marca da empresa não estiver adaptada a tecnologia mobile,


provavelmente perderá a oportunidade de estabelecer uma comunicação direta
com esse tipo de público, já que seus serviços se restringem somente ao PC.
Uma recente pesquisa da agência de meios Zenith mostra que 75% dos acessos
a portais em 2017 foram realizados por meio do smartphone e que 9 entre 10
consumidores mantêm os smartphones ao alcance 24 horas, sendo que 37%
deles já preferem fazer compras através de aplicativos ao invés de sites, motivo
elo qual a projeção global do mobile commerce para 2020: pelo menos 250
bilhões de dólares. Assim é de vital importância na hora de definir as estratégias
de marketing pensar num consumidor cada vez mais mobile.

Segundo pesquisa do Yahoo os usuários de smartphone gastam cerca de


4,9 horas gastas em smartphones e tablets, desse tempo, apenas 8% da
experiência dos usuários é no navegador, pois todo o resto acontece em apps
específicos e hegemonicamente o Facebook é o mais utilizado sendo
responsável por cerca de 19% do tempo dos usuários em seus dispositivos
móveis. Dessa forma para se obter uma comunicação eficaz a empresa deve
focar na divulgação da marca nas redes sociais, como o Snapchat, Instagram,
Facebook e Linkedin.

Cada rede social tem um perfil de usuário e padrões de comportamento


diferentes. Por isso, diversificar o conteúdo nesses canais é fundamental para a
interação e o engajamento com os usuários. Um dos destaques de 2016 foi o
Stories do Instagram, que foi explorado por diversas marcas e tem tudo para
crescer em 2017 e continuar fortalecendo a comunicação entre marcas e
clientes.
As vendas no mobile tendem a crescer cada vez mais, onde atualmente
19% das compras feitas na internet são realizadas através de um telefone e por
isso o investimento em apps e layouts responsivos devem ser o foco das
organizações. A comodidade, praticidade e a popularização dos aplicativos de
e-commerce tornaram mais simples adquirir bens e serviços pelo celular. Sites
mobile first, prontos para receber esses clientes e com excelente usabilidade,
também têm papel importante nessa mudança de comportamento.