Você está na página 1de 25

GERÊNCIA ESTRATÉGICA DA

PRODUÇÃO E DE OPERAÇÕES

Prof. Henrique Monte Mor Silva

hmontemor@uni9.pro.br

Nível de emprego produto
Nível de emprego
produto
Nível de emprego produto Geração de emprego/poluição Retorno financeiro -Geração de emprego -impostos Toda empresa tem

Geração de emprego/poluição

Retorno financeiro

-Geração de emprego -impostos

Toda empresa tem um processo que transforma insumos básicos em algo de valor agregado

Podemos pensar na empresa como um:

Podemos pensar na empresa como um:
Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)
Fonte: BOAVENTURA, E (2016)
Fonte: BOAVENTURA, E (2016)
Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)
Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Cadeia de Suprimentos (supply chain)

Cadeia de Suprimentos ( supply chain ) Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Competição de cadeias de Suprimentos

Competição de cadeias de Suprimentos Fonte: BOAVENTURA, E (2016) Qual terá a preferência?

Fonte: BOAVENTURA, E (2016)

Qual terá a preferência?

Não necessariamente a produção precisa fazer parte das atividades da empresa

Não necessariamente a produção precisa fazer parte das atividades da empresa

Administração Estratégica e Competitividade Estratégica

Estratégia, do grego, strategia, significa plano, método ou manobras para alcançar um objetivo.

= $ 160 Fonte: AVA
= $ 160
Fonte: AVA

Conceitos importantes

Risco

é a incerteza do investidor em relação às perdas ou os ganhos financeiros que resultarão de

um determinado investimento;

Retorno acima da média

São retornos maiores do que os retornos que o investidor espera ganhar quando comparados

com investimentos com o mesmo risco;

Retornos médios

são retornos iguais aos que os investidores esperam ganhar quando comparados com investimentos com risco semelhante;

Cenário competitivo atual

As fontes tradicionais de vantagem competitiva como economias de escala, grandes verbas publicitarias já não são mais tão eficazes como eram. Os gestores devem adotar uma mentalidade que valoriza a flexibilidade, velocidade e inovação que surgem como resultado das constantes

mudanças.

Cenário competitivo atual

Preço qualidade Novo know- how First mover (o que chega primeiro) Concorrência para proteger ou invadir mercados de produtos ou mercados geográficos já estabelecidos

Influência da Globalização

A globalização

força as empresas

a

níveis

mais

elevados

de

padrões

de

desempenho

em

relação

a

qualidade,

custos,

produtividade, tempo

para

a

introdução

de

eficiência.

novos

produtos

e

Algumas empresas globalizadas optam por entrar em mercados

internacionais quando tiverem as vantagens competitivas

necessárias.

Tempo de difusão

Tempo de difusão

Tecnologia

Tecnologia

Mudanças tecnológicas x Tempo

Tempo de difusão das tecnologias em 25% dos lares nos EUA

Tempo de difusão Tempo de difusão Tecnologia Tecnologia Mudanças tecnológicas x Tempo Tempo de difusão das

Tempo para obtenção de informações sobre os novos produtos de concorrentes: 12 meses

Flexibilidade estratégica

Flexibilidade estratégica é a capacidade de respostas aos vários tipos de

demanda e às oportunidades geradas em ambientes de concorrência dinâmica e incerta;

Ou seja, é a capacidade de se auto corrigir, ajustando-se às mudanças do

ambiente externo;

Para atingir a flexibilidade estratégica as empresas necessitam ter uma folga organizacional de forma a reorientar as estratégias e ainda uma grande capacidade de aprendizagem.

Folga organizacional

Segundo Dimick e Murray (1978), trata-se de recursos que podem ser utilizados de

maneira discricionária.

Para Burgeois organizacionais

(1981), a uso

e

no

folga organizacional diz respeito ao gap

de

recursos;

corresponde

a

um

nas metas

para

o

colchão

comportamento estratégico.

Ozcan (2005) define folga organizacional como aqueles recursos que uma

organização arrecada durante certo período e que não estão associados a uma

despesa.

Fonte: AVA

Fonte: AVA

Missão, Visão e Valores

A visão é um retrato do que a empresa pretende ser e, em termos amplos, do que pretende realizar.

Nossa visão é ser o melhor restaurante de atendimento rápido

(McDonald´s).

Ser a empresa líder mundial na avaliação do consumidor em

produtos e serviços automotivos (Ford).

Missão, Visão e Valores

A missão

é

a

razão de

ser da empresa. Nela, tem-se sua

previsão

de

conquistas

futuras

e

como

espera

ser

reconhecida

pelos

clientes

e

demais stakeholders.

Ser o melhor empregador para nossos funcionários em todas as comunidades do mundo e oferecer excelência operacional aos nossos clientes em todos os nossos restaurantes (McDonald´s).

Somos uma família global e diversificada, com um legado histórico do qual nos orgulhamos e estamos verdadeiramente comprometidos em oferecer produtos e serviços excepcionais, que melhorem a vida das pessoas (Ford).

Missão, Visão e Valores

“Valores são princípios que guiam a vida da organização”. (Tamayo e Mendes).

Satisfação do cliente

Ele é a razão da existência de qualquer negócio.

Valorização e respeito às pessoas

São as pessoas o grande diferencial que torna tudo possível.

Atuar como parte integrante do Grupo Fiat

Juntos nossa marca fica muito mais forte.

Responsabilidade social

É a única forma de crescer em uma sociedade mais justa.

Respeito ao Meio Ambiente

É isso que nos dá a perspectiva do amanhã.

Missão, Visão e Valores “Valores são p rincípios que guiam a vida da organização ”. (