Você está na página 1de 4

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIA EXATAS E TECNOLÓGICAS


ENGENHARIA ELÉTRICA
CET1230 - ACIONAMENTOS ELÉTRICOS (P05)

Partida estrela-triângulo e Partida usando a chave compensadora

Aluno: André Silva Santos – 201120185


Professor: Fábio Cruz

ILHÉUS – BAHIA
2018
Questões para relatório de Partida estrela-triangulo.

1 – Qual o motivo de existir intertravamento para impedir que os contatores K2 e


K3 operem ao mesmo tempo? Explicar detalhadamente utilizando os conhecimentos
sobre fechamento de motor.

O fechamento dos dois contatores ao mesmo tempo ocasionaria um curto-circuito,


o intertravamento faz com que incialmente quando o motor está fechado em triangulo
pelo contator K3 só possa ser fechado em estrela depois do fechamento do contator K3 e
abertura do contator K2.

2 – Explicar o funcionamento do relé de tempo estrela-triângulo.

Inicialmente seleciona-se o intervalo de tempo de operação para a partida do


motor que é em Estrela. Ao ser energizado, o relé temporizador fecha os contatos 15 e 18
da saída Estrela e inicia a contagem do tempo definido na seleção anterior. Decorrido esse
tempo, o relé abre os contatos 15-18, e após o intervalo de 100ms e aciona os contatos
25-28 da saída em delta. Esse intervalo de tempo garante que o contator responsável pela
ligação em triângulo só feche quando o contator responsável pela ligação em estrela
estiver aberto.

3 – Quais as condições necessárias para adoção deste método de partida?

Um motor com pelo menos 6 terminais disponíveis, para que se possa mudar o
fechamento após a partida. E uma tensão de linha correspondente a menor tensão do
motor, para que no fechamento em triângulo, a tensão de fase seja a nominal do motor.
4 – Explicar utilizando suas palavras a sequência operacional deste método de
partida.

Quando pressionado o botão S2 é acionado o relé temporizador KT1. O mesmo


alimenta a bobina do contator K1,3. Ao alimentar K3, fecha-se os contatos 13-14 do
mesmo, energizando K1,1. Temos um contato de selo energinzando o circuito após o
botão ser solto. Quando os contatos K1,3 e K1,1 são energizados, ocorre o fechamento
do motor em estrela. Após decorrido o tempo selecionado no relé temporizador, os
contatos 15-18 são abertos e então após 100ms, tempo definido pelo temporizador, o relé
é fechado e os contatos 21-22 de K1,3 voltam para o seu estado normalmente fechada
acionando então o contator K1,2. Quando os contatos 15-18 de KT1 são abertos ocorre a
desenergização do contator K1,3. Quando acionados K1,1 e K1,2 ocorre o fechamento
do motor em estrela. Ao ser pressionado o botão S7 todo o circuito é desenergizado.

Questões para relatório de Partida usando a chave compensadora.

1 – Qual seria o efeito da não utilização do contator K1,3 (pontos 0R, 0S e 0T


isolados) para o funcionamento do motor?

Fechamento do motor em triângulo e inserção de parte da bobina da chave compensadora


em série com a bobina do motor. Que aumentaria a corrente devido a redução do fator de
potência do circuito.

2 – Qual efeito da interligação permanente dos pontos 0R, 0S e 0T para a eficiência


do acionamento?

No que tange o acionamento do motor, a presença do contator não tem influência.


Contudo, com o autotransformador constantemente fechado, mesmo com o circuito de
acionamento ligado em triângulo, ele continuaria recebendo corrente e fornecendo 100%
de tensão. Tornando assim o consumo de energia maior e aumentando custos também.
3 – As tensões fornecidas pelo autotransformador foram corretas?

As tensões fornecidas pelo autotransformador foram corretas, as tensões de 65 e 80 % da


tensão nominal a depender de como foi feita a ligação no autotransformador foi
observada. A tensão nominal que supre o motor é de 220 V, as tensões de partida na
primeira parte da prática, medidas a partir de um voltímetro, foi aproximadamente 177
volts, que equivalem a 80 % da tensão nominal. Em segudia foi feito o experimento com
as bobinas do autotransformador ligadas a 65% da tensão nominal, aproximando-se dos
143 V. Após decorrido um determinado tempo, as tensões se normalizaram no regime
permanente em 220 V.

4 – Quais os cuidados necessários para adoção deste método de partida e seleção do


tap do transformador?

Essa partida é um eficiente método para redução da corrente de partida de grandes


motores (pela norma motores a partir de 15cv devem ser ligados pela partida
compensadora e não mais partida direta ou estrela-triangulo), sobretudo os que partem
com carga. Contudo há consequentemente a redução do conjugado de partida do motor.
Tem-se que o conjugado resistente de partida da carga tem que ser inferior à metade do
conjugado de partida do motor. A redução da tensão aplicada ao motor reduz
quadraticamente o seu conjugado. Por isso o tap utilizado deve ser escolhido de forma a
garantir que a carga aplicada ao motor e o conjugado necessário para partida sejam
suficientes para o correto funcionamento do sistema.

5 – Explicar utilizando suas palavras a sequência operacional deste método de


partida.

A chave de partida compensadora alimenta o motor com tensão reduzida em suas bobinas
na partida. Essa redução é feita através da ligação de um autotransformador em série com
as bobinas do motor, decorrido o tempo selecionado no relé temporizador, este atua no
circuito de comando, fazendo com que as contatoras do autotransformador sejam
desenergizadas, ao passo que fecha a contatora responsável por conectar o motor
diretamente à rede elétrica após o motor ter acelerado e elas passam a receber tensão
nominal.