Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ

FACULDADE DE EDUCAÇÃO DO CAMPO

Disciplina: Histórias descoloniais e integração latino- americana EC 07031


Período: 01/08 a 09/08/2016

Professora: Paola Giraldo Herrera email: paola@unifesspa.edu.br

OBJETIVO GERAL

Problematizar a história e a perspectiva sobre a América Latina mediante a introdução de


outras leituras e outros atores envolvidos na construção e no entendimento do continente
americano e da sua relação com o mundo, desde uma perspectiva crítica.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

(1) Revisitar alguns dos momentos chaves da história do continente americano com foco
nas histórias de resistência e nas intervenções de diversos e pouco trabalhados atores
dessa história.
(2) Introduzir brevemente diversas iniciativas de integração latino-americana,
problematizando-as e questionando a relação do Brasil com o restante do continente.

METODOLOGIA E ACORDOS

A dinâmica de trabalho nesta disciplina estará determinada pela disposição e compromisso


dos seus participantes. O primeiro passo para garantir uma aula participativa e democrática
é a comunicação orientada para acordos conjuntamente negociados. A autonomia será o
valor fundamental que procuraremos fortalecer desde o metodológico, para o qual
levaremos em conta as seguintes estratégias:

• Lembrar que onde terminam meus direitos, começam os de outrem,


• Na hora do debate ser como o detergente: suave com a pessoa, forte com o
problema,
• O aprendizado é um processo único, individual e voluntário,
• A dúvida, a pergunta e o debate acadêmico informado serão nossa ferramenta
principal.

Esta disciplina supõe a toma de notas durante a aula, assim como a leitura de textos, a
análise de conceitos e a discussão ativa e participativa sobre os diversos tópicos a serem
desenvolvidos. A professora, pela sua parte, está comprometida na realização de
introduções, explicações, sínteses e acompanhamento em todo momento da aula.

Os estudantes trabalharão em conjunto com a professora os textos indicados na


bibliografia, em oficinas individuais ou grupais a serem desenvolvidas dentro da sala de
aula. A realização das oficinas inclui, entre outras atividades, a leitura, síntese e discussão
dos textos fornecidos, assim como sua apresentação (escrita ou oral, seja individual ou em
UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ
FACULDADE DE EDUCAÇÃO DO CAMPO
coletivo) para o conjunto da classe. Além do anterior poderão ser desenvolvidas aulas
magistrais, aulas baseadas em filmografia ou outro tipo de atividades pedagógicas.

AVALIAÇÃO

Como exercícios de aprendizagem, será solicitado aos estudantes realizar as seguintes


atividades, cujo desenvolvimento seguindo regras de qualidade acadêmica será
reconhecido na avaliação da disciplina da seguinte forma:

(1) Realização de todas as leituras e fichamentos correspondentes a cada um dos


textos principais a serem trabalhados em sala de aula. Estes fichamentos, escritos
à mão, serão desenvolvidos em forma de tabela, sendo a primeira coluna a das
citações diretas do texto que foram escolhidas pel@ estudante, e a segunda coluna
preenchida coma explicação de porquê foi escolhido tal parágrafo e a respectiva
explicação do seu significado usando as palavras mais simples possíveis e
exemplos da vida cotidiana.
(2) Apresentação oral e/o escrita, apoiada na criação e apresentação de modelos,
cartazes, slides ou outras formas criativas, dos temas, conceitos ou atividades
requeridos no desenvolvimento da disciplina.
(3) Escrita e apresentação de textos reflexivos e problematizadores (ensaios) sobre os
temas e questões levantados na aula.

Programação detalhada da disciplina

Segunda 1 de Apresentação da disciplina e o plano de trabalho. Leituras: SADER


agosto e JINKINGS, verbetes: Questão agrária, Água, Amazônia, Questão
ambiental, Economia, Estado, Movimentos Sociais e Questão social
Terça 2 de Repasso à história descolonial de América Latina desde a
agosto perspectiva descolonial e de resistências. Aula magistral e pesquisas
dos estudantes para apresentação e ensaio
Quarta 3 de Repasso à história descolonial de América Latina desde a
agosto perspectiva descolonial e de resistências. Leituras: MIGNOLO
Quinta 4 de Repasso à história descolonial de América Latina desde a
agosto perspectiva descolonial e de resistências. Leituras: FARRET E
PINTO
Sexta 5 de Histórias descoloniais e integração latino-americana: trabalho de
agosto pesquisa e apresentação dos resultados. Elaboração de ensaio
sobre resistência em América Latina
Segunda 8 de Integração latino-americana. Leituras: SADER e JINKINGS,
agosto verbetes: Geopolítica, Relações Internacionais. Elaboração de
ensaio sobre América Latina
Terça 9 de Integração latino-americana. Leituras: BETHELL
agosto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ
FACULDADE DE EDUCAÇÃO DO CAMPO

BIBLIOGRAFIA OBRIGATÓRIA

BETHELL, L O Brasil e América Latina em perspectiva histórica, em: revista Estudos


Históricos, v 22, N 44, 2009
FARRET e PINTO, América Latina: da construção do nome à consolidação da ideia, revista
Topoi, UFRJ, v. 12, n. 23, jul.-dez. 2011
MIGNOLO, W., Novas reflexões sobre a “ideia da américa latina”: a direita, a esquerda e a
opção descolonial, em: Caderno CRH, Universidade Federal da Bahia, vol 21, No. 53, 2008
SADER, E., e JINKINGS, I., et al (eds), Latino-americana - Enciclopédia Contemporânea
da América Latina e do Caribe, Boitempo, São Paulo, 2007
SOUZA, América Latina: as ondas de integração, em: revista OIKOS, Volume 11, n. 1, Rio
de Janeiro 2012

Você também pode gostar