Você está na página 1de 9

Passos para abrir uma empresa em Moçambique

O Governo moçambicano promove a atração de investimento e está


simplificando o processo de criação de empresas e ingresso de capitais.

É a região norte de Moçambique aquela que o Governo acredita ter maior


potencial para atrair investimento estrangeiro. Por isso, foi nessa região que o
Ministério da Planificação e Desenvolvimento criou o Gabinete das Zonas
Económicas de Desenvolvimento Acelerado, que tem por missão promover e
coordenar todas as acções relacionadas com a criação, desenvolvimento e
gestão das Zonas Económicas Especiais. Além disso, o Ministério da Indústria e
Comércio simplificou os processos para registar e abrir uma empresa, bem
como para obter licenças.

Quem quiser investir no país tem também a vida facilitada ao nível de impostos,
uma vez que o Ministério das Finanças simplificou o seu pagamento. Já o
Ministério do Trabalho implementou uma nova lei de trabalho que dá quota
automática para contratar mão-de-obra estrangeira e melhorar o sistema da
compensação quando se procede à demissão de um trabalhador.

Quais os setores em que pode investir?

Moçambique dispõe de vários atrativos, mas atualmente, aquele que regista


maior investimento é o agrícola, seguido do turismo e do setor de recursos
minerais e energia. Com menos investidores, mas com margem de crescimento
está o setor dos Transportes e Comunicações. Estão a ser introduzidas novas
regras para a contratação de mão de obra através da Lei de Trabalho, estão em
criação centros de arbitragem de conflitos laborais, e estão a ser reabilitadas
Infraestruturas como linhas férreas, portos, estradas, escolas, hospitais e
sistemas de abastecimento de água, ao mesmo tempo que se regista um
aumento significativo na oferta de consumíveis como combustíveis, materiais de
construção, equipamentos, etc. Moçambique vem atraindo investimentos para a
implantação de Mega Projetos, pois tem instituições que incentivem e que
amparam o setor privado.

Oportunidades de Negócios

Transportes - É uma área em franco desenvolvimento. A inovação neste ramo


será a introdução de melhorias na qualidade do serviço prestado,
nomeadamente o estabelecimento e cumprimento de horários, assistência de
bordo durante as viagens e exploração nas carreiras de longo curso. Uma vez
que o turismo está a crescer, podem ser feitas ofertas de pacotes para itinerários
turísticos como forma de dinamizar o turismo interno e rural.

Vmogne – 10-01-2013 Page 1


Turismo - Moçambique tem uma combinação rara de mar e floresta.
Determinadas regiões do país já colhem boas receitas provenientes da atividade
turística, e cada vez menos da Agricultura. A abolição de vistos com o grosso
dos países com que Moçambique faz fronteira, facilita a movimentação das
pessoas. Mais turismo implica ambiente favorável para outros negócios como as
casas de câmbio, agências renta-car, agências de viagem, Serviços de
Recursos Humano, Recrutamento e Treino para serviços de turismo entre
outros.

Construção Civil - Moçambique possui as cidades mais bem projetadas ao


nível do continente africano. Portanto, instalar uma empresa ligada à área de
construção civil é um ótimo negócio. Existem técnicos especializados e mão de
obra disponível. Existe, na Universidade Eduardo Mondlane, uma Faculdade de
Arquitetura e Planeamento Físico com elevada qualidade e um percurso
histórico invejável de formação de técnicos superiores para o ramo. Há
indústrias de cimento no sul, centro e norte do país. A madeira é abundante.

Agro Processamento - A base de alimentação em Moçambique é o arroz e a


farinha de milho. Tendo em conta que estes produtos são, regra geral, de
importação, vislumbra-se que o agro-processamento é um potencial negócio. Há
outros produtos como a mandioca, a mapira e muitos mais que podem
igualmente ser processados.

Horto fruticultura - Abrange variantes como Horticultura, Fruticultura,


Floricultura e Olivicultura que, de acordo com opiniões de especialistas, rendem
mais do que a produção de arroz. Moçambique tem um clima abençoado para a
prática desta atividade e, se o interesse for a exportação, a rede de estradas,
portos e caminhos de ferro garantem o resto.

Medicina Verde - À prática do turismo pode se associar esta atividade que tem
o seu potencial no campo e não na cidade.

Serviços - Há demanda de serviços de manutenção, consultoria, reparação de


carros, telefones celulares, eletrodomésticos, etc. Na área de ensino requer-se
uma maior especialização, por exemplo em Altos Estudos Políticos ou um ensino
guiado por currículos estrangeiros. Também há demanda de serviços de
certificação dos padrões de qualidade.

Vmogne – 10-01-2013 Page 2


Passos a ter em conta antes de investir.

1. Contactar um advogado e consultar o Governo Moçambicano e o CPI

Uma empresa que queira entrar em Moçambique, deve, em primeiro lugar,


contactar o Governo Moçambicano, através do Centro de Promoção de
Investimento (CPI), que dará sugestões das melhores zonas e setores a investir,
apoiando também em termos legais.

2. Torna-se também importante consultar um advogado e trabalhar com uma


empresa nacional para se assegurar que está a cumprir corretamente com as
leis. Neste âmbito, é de frisar que o Novo Código Comercial, aprovado pelo
Decreto - Lei Nº 2/2005, de 27 de Dezembro, simplificou os procedimentos para
registo de empresas em Moçambique.

Contatos do CPI

Rua da Imprensa 332 R/C – Telefone: +258 21313310; 21313295; 21313375


Fax: 258 21313325
Email: cpi@cpi.co.mz * Site: www.cpi.co.mz
Maputo - Moçambique

O processo de inscrição compreende as seguintes etapas:

1. Reservar nome na Conservatório do Registo de Pessoas Jurídicas


ou Balcão de Atendimento Único)

O primeiro passo a dar é deslocar-se à Conservatória do Registo de Pessoas


Jurídicas (Registo Notariado – Balcão de Atendimento Único – Av. Josina
Machel/Esq. Karl Marx – Telefone:258 21326268) apresentar a empresa, a sua
atividade e o setor onde irá atuar, e informar do valor do investimento, para que
possa ser feita a reserva do nome. De salientar que o valor mínimo de
investimento para acesso a garantia e benefícios fiscais é de 50 mil dólares para
investimento estrangeiro direto e 5 mil dólares para investimento direto nacional.
Deve-se solicitar uma certidão negativa.

A Certidão Negativa é um documento que se obtem nas Conservatórias do


Registo Comercial mediante requerimento, comprovativo de que não existe
nenhuma sociedade comercial/empresa com o mesmo nome ou com um nome
que se assemelha ao que se pretende registar;

Conservatórias do Registo Comercial / Conservatória do Registo de Pessoas


Jurídicas

Vmogne – 10-01-2013 Page 3


Av. Samora Machel, 11 – 2º andar – Prédio Fonte Azul * Telefone: 258
21426632 * celular 258 843899606; 823030583 * Fax: 258 21426635 :
Email: relgelmac@mionjust.gov.mz Maputo - Moçambique

2. Abertura de conta bancária

Fase determinante em todo o processo é a abertura de uma conta bancária para


fins de depósito do capital social. Para tal, é preciso apresentar cópia
autenticada do certificado de reservas do nome da empresa, o projeto de
estatutos da empresa e cópia autenticada dos documentos de identificação dos
accionistas.

Abertura de uma conta bancária numa das instituições financeiras existentes na


praça em nome da futura empresa (é importante definir o número das
assinaturas dos cheques que podem obrigar a empresa - se forem 3 sócios, 2
podem ser suficiente. Se forem 2 sócios, assinam os 2). Alguns bancos não
permitem que a conta seja movimentada antes da apresentação da escritura
pública (constituição da empresa).

3. Formalizar inscrição no Conservatório de Pessoas Jurídicas

Depois de aberta a conta, é preciso formalizar a inscrição no Conservatório,


sendo para tal obrigatório apresentar a cópia do certificado de reservas do nome
da empresa, o projeto de estatutos da empresa, o comprovativo do depósito
bancário e cópia autenticada dos documentos de identificação dos accionistas.

Apresentar o projeto dos estatutos da sociedade, considerando os seguintes


particulares:
3.1. TIPO DE SOCIEDADES COMERCIAIS - Na redação dos estatutos há
que considerar quatro tipos de sociedades comerciais existentes em
Moçambique, as sociedades anónimas de responsabilidade limitada
("SARL"), as sociedades em comandita, as sociedades em nome
coletivo e as sociedades por quotas ("Limitada"). As "SARL" e as
"Limitadas" são as mais usadas na constituição das sociedades
comerciais.
3.2. NÚMERO MÍNIMO DE ACIONISTAS/SÓCIOS E CAPITAL SOCIAL -
As sociedades anónimas de responsabilidade limitada (SARL)
constituem-se com um mínimo de 10 accionistas e não existe
determinação de capital mínimo. Se o Estado for accionista pode-se
constituir com apenas 2 sócios. Nas Limitadas, o número de sócios
mínimo é de 2 e o capital social mínimo é de 1.500.000 (um milhão e
quinhentos mil meticais).
3.3. FINALIDADE E AÇÕES/QUOTAS - As SARL são tipos de sociedades
comerciais usadas para grandes investimentos, enquanto que as
Limitadas são usadas para pequenos e médios negócios e os sócios
funcionam na base do conhecimento e da confiança mútuas. Nas

Vmogne – 10-01-2013 Page 4


SARL as participações no capital são representadas por acções que
podem ser ao portador ou nominativas. São sempre nominativas
enquanto o seu valor nominal subscrito não estiver totalmente pago.
Enquanto que nas Limitadas, a sociedade não é constituída enquanto
um dos sócios não houver entrado com pelo menos 50% do capital
que deve realizar em dinheiro e, bem assim, com os 50% do capital
que deve realizar com outros bens, se estes forem divisíveis, ou com a
totalidade dos mesmos bens, no caso contrário.
3.4. ÓRGÃOS SOCIAIS - Na SARL temos como órgãos sociais
obrigatórios, o Conselho de Administração, a Mesa da Assembleia-
geral e o Conselho Fiscal. A direção executiva é confiada a uma
administração e a fiscalização a um conselho fiscal, ambos eleitos
pela Assembleia-geral. A Assembleia-geral é o órgão supremo, pois
nela têm assento a universalidade dos accionistas. Nas SARL, podem
ser eleitos ou nomeados como membros dos órgãos sociais pessoas
que não sejam accionistas da respetiva sociedade. Na Limitada temos
como órgãos sociais obrigatórios, a gerência e Assembleia-geral. A
gerência, que administra a sociedade, é representada por um ou mais
gerentes que podem ser escolhidos de entre os sócios ou pessoas
estranhas à sociedade. A Assembleia Geral é constituída pelos sócios.
Os sócios podem decidir pela inclusão ou não de um conselho fiscal
na sociedade.

Escritura Pública:
Documentos necessários:
a) Certidão negativa;
b) Cópias dos documentos de identificação dos sócios (passaporte ou
documento de identificação de estrangeiros - DIRE);
c) Prova do depósito do capital social inicial (talão de depósito bancário na
conta aberta em nome da futura empresa);
d) Estatutos.

Escritura
1. Submeter os documentos ao cartório para avaliação do valor da escritura
(normalmente 10% do capital social);
2. Marcar data para a celebração da escritura e fazer o pagamento da
mesma;

Registo Provisório:

Vmogne – 10-01-2013 Page 5


Celebrada a escritura pública e emitida a certidão e o extracto, faz-se o
registo provisório da sociedade na Conservatória do Registo Comercial (com
indicação dos nomes dos gerentes ou administradores).

Publicação dos Estatutos no BR (Imprensa Nacional):

Com o extrato da certidão da escritura pública manda-se publicar os


estatutos da sociedade comercial constituída.

Registo Definitivo:

O registo definitivo da sociedade comercial é feito após a publicação dos


estatutos da sociedade no Boletim da República ("BR"). O registo definitivo é
feito na Conservatória do Registo Comercial mediante submissão de um
requerimento (minuta disponível no local) e apresentação da cópia do BR
com os estatutos publicados.

4. Proceder ao registo fiscal e obter NUIT

Estando a empresa legalmente registada e a publicação dos estatutos no Diário


Oficial, feita pelo Conservatório, a empresa deve ter um registo fiscal e obter o
respetivo número de registo de impostos Número de Identificação Tributária
(NUIT), bem como as licenças de funcionamento das entidades responsáveis
pela área das atividades de negócio.

Outros procedimentos exigidos depois de registada a sociedade e antes do


início da atividade:
4.1. OBTENÇÃO DO NÚMERO DE IDENTIFICAÇÃO TRIBUTÁRIA (NUIT):
uma vez constituída a sociedade comercial (com a celebração da
escritura pública) a sociedade pode obter o NUIT na Sede do Bairro
Fiscal onde se localiza a sede da sociedade. Obtém-se o NUIT
mediante o preenchimento de um modelo próprio e apresentação da
cópia da certidão da escritura pública.
4.2. VISITORIA: Antes da emissão das licenças/alvarás as sedes
escritório/estaleiros/fábricas ou o local da atividade são vistoriados
pela entidade de tutela competente (turismo, indústria, agricultura,
etc.) e demais entidades complementares (bombeiros, saúde,
ambiente, etc.);

4.3. COMUNICAÇÃO ÁS DIREÇÕES DO TRABALHO: Após a obtenção


do NUIT e das licenças/alvarás, a sociedade deve indicar o início da
actividade. Esse acto é feito por escrito junto das Direções Municipais
e provinciais de Trabalho;

Vmogne – 10-01-2013 Page 6


4.4. REGISTO NA SEGURANÇA SOCIAL: A sociedade é obrigada a
registar os seus trabalhadores na Segurança Social. São permitidos
esquemas complementares da segurança social, mas não o
alheamento ao sistema nacional. As entidades empregadoras são as
que retêm o valor da contribuição mensal e remetem-no mensalmente
(até ao dia 10 de cada mês) ao Instituto Nacional de Segurança Social
(INSS).
4.5. PRAZOS DE REGISTO PARA SUCURSAIS OU REPRESENTAÇÕES
ESTRANGEIRAS: Tratando-se de sucursal ou representação social de
sociedades constituídas no estrangeiro, o registo efetua-se 30 dias
após o seu licenciamento e mediante apresentação de certificado
passado pelo competente agente consular de Moçambique,
comprovativo de que se acham constituídas e funcionam de acordo
com a Lei do País em que se constituíram.

Obs: A prática tem mostrado divergências na exigência de documentos


pelos Bancos. Em algumas províncias, alguns Bancos exigem o alvará e
por vezes também o NUIT. É de notar que tem se verificado variações
regionais na taxa exigida.

O NUIT trata-se no seguinte endereço:

Autoridade Tributária – Serviços de Informação ao Contribuinte – Rua da


Imprensa – Prédio 33 andares – telefone/ Fax: 258 21312973

Outras Informações

Recursos Naturais: Energia hidroeléctrica, gás, carvão, minerais, madeiras, terra


agrícola. Comunicações: Moçambique tem cinco portos principais: Maputo,
Beira, Quelimane, Nacala e Pemba atualmente geridos por grupos estrangeiros.

Telecomunicações: a rede cabo usa tecnologia de ponta. Os preços das


comunicações telefónicas fixa e celular são dos mais baixos de África. Há
cobertura para o país inteiro nas duas redes e roaming extenso na rede móvel.

Linhas Férreas que saem de vários pontos de Moçambique para a África do Sul,
Zimbabwe, Zâmbia e Malawi, através das linhas de Limpopo, Ressano Garcia,
Goba, Sena, Machipanda, Nacala.

Exportações principais: Camarão, algodão, caju, açúcar, chá, copra.


Mediação, Conciliação e Arbitragem: Moçambique tem uma lei de arbitragem de
conflitos que se inspira na “Lei Modelo da UNICITRAL (ONU)” e ainda subscreve

Vmogne – 10-01-2013 Page 7


a “Convenção de Nova Iorque sobre Reconhecimento e Execução de Sentenças
Arbitrais Estrangeiras de 1958”. Assim, são dirimidos conflitos comerciais, em
média, cinco vezes mais rápido que o do setor da Justiça. Os acórdãos destes
centros de mediação e conciliação têm valor igual aos dos tribunais. Com a
decorrente revisão da Lei de Trabalho, este serviço se estenderá aos conflitos
laborais e dar-se-á ênfase à prevenção.

5. Quais as zonas de desenvolvimento eleitas?

A província com mais investimento estrangeiro aprovado pelo CPI é Maputo,


logo seguida da província de Tete e da província de Sofala. Também a província
de Manica tem ganho interessente para potenciais investidores.
Importante referir a Lei nº3/93, de 24 de Junho (Lei de Investimento), e o
respectivo Regulamento, aprovado pelo Decreto nº14/93 de 21 de Julho e
alterado pelo Decreto nº36/95 de 8 de Agosto, que define o quadro regulamentar
do processo de realização, em Moçambique, de investimentos nacionais e
estrangeiros elegíveis às garantias e incentivos fiscais previstos. De referir
ainda o Código de Benefícios Fiscais, aprovado pelo Decreto nº16/2002, de 27
de Junho, que estabelece o quadro de incentivos fiscais aplicáveis aos
investimentos elegíveis para esse efeito.

Taxas e Valores a Pagar

Pelos actos praticados nos serviços do registo comercial, são cobrados


emolumentos e taxas, salvo os casos em que a Lei expressamente isenta do
seu pagamento.
 Certidão Negativa: 76,00 MTn.
 Para os atos de notariado e registo das sociedades até ao valor de 5
milhões de MTn, serão cobrados emolumentos de dois por mil, por cada
matrícula e inscrição. Sobre o valor excedente incidirá a taxa de 0.1 por
mil.
 Para os atos de notariado e registro das sociedades acima do valor de 5
milhões de MTn, 0.1 por mil.

Tendo a inscrição por objeto a constituição de uma sociedade, o valor do fato


inscrito será o do capital social da sociedade em causa.
Quando o valor for determinado e representado em moeda estrangeira, será
calculado pelo câmbio da véspera do dia da apresentação.

Prazos Legais
 Certidão Negativa: 2 à 3 dias;
 Obtenção da certidão da escritura notarial: 4 à 5 dias;
 Publicação no Boletim da República: 90 dias;

Vmogne – 10-01-2013 Page 8


 Registro final: 7 dias.

OBS: Todos estes documentos podem ser tratados no Balcão de


Atendimento Único (BAU) – na Av. Josina Machel / Esq. Karl
Marx – Telefone: 258 21326268.

Vmogne – 10-01-2013 Page 9