Você está na página 1de 6

Hexagramas de banimento e invocação planetários

Hexagramas

Hexagrama é um símbolo poderoso que representa as operações dos sete planetas sob a
presidência das Sephirot e do nome ARARITA. O hexagrama é o símbolo do macrocosmo, assim
como o pentagrama é o símbolo do microcosmo. ARARITA é um nome divino de 7 letras que
formam as letras iniciais da sentença em hebraico: ‘Um é o seu começo, uma é sua
individualidade, sua permutação é uma.’

O hexagrama não é traçado em um único traço como o pentagrama, mas traçado por cada
triângulo separadamente. A exceção é o hexagrama dos thelemitas que é traçado
continuamente, veremos mais à frente.

Os hexagramas planetários são traçados em dois triângulos, o primeiro partindo do ângulo do


planeta e o segundo partindo do ângulo oposto ao planeta. O símbolo do planeta é traçado no
centro do hexagrama. Vibre ARARITA enquanto se traça o hexagrama e o nome divino do planeta
enquanto se traça seu símbolo.

Exemplo com o hexagrama de Saturno:

Vamos desmembrar o hexagrama e o traçado para exemplificar:

Quando traçar o símbolo do planeta Saturno diga o nome de poder: YHVH ELOHIM, pronuncia-se
‘iavé elorím’ ou "Yod He Vau He elorím". Caso vc não consiga enxergar as coisas além do literal, e
não queira pronunciar esse nome, então não diga. Assim, em um rito pagão não se dirá o nome
de YHVH. Faça como quiser. A mesma observação serve para todos os outros planetas.

Hexagrama da Lua:

Quando traçar o símbolo da Lua diga o nome de poder: SHADDAI EL CHAI, pronuncia-se ‘xadái el
xái’

Hexagrama de Mercúrio:

Quando traçar o símbolo de Mercúrio diga o nome de poder: ELOHIM TZABAOTH, pronuncia-se
‘elorím zabaoti’

Hexagrama de Júpiter:

Quando traçar o símbolo de Júpiter diga o nome de poder: ALEPH LAMED EL, pronuncia-se ‘aléfi
lamédi el’

Hexagrama de Marte:
Quando traçar o símbolo de Marte diga o nome de poder: ELOHIM GIBOR, pronuncia-se ‘elorím
guibor’

Hexagrama de Vênus:

Quando traçar o símbolo de Vênus diga o nome de poder: YHVH TZABAOTH, pronuncia-se ‘iavé
zabaóti’ ou "Yod He Vau He zabaóti".

Agora chegamos no Sol, ele é mais complicado. Como o hexagrama possui 6 vértices e são setes
planetas do ponto de vista clássico. O sol não se localiza em nenhum vértice, ele se localiza no
centro. Mais pra frente vocês entenderão o porquê. Mas já adianto que isso é devido à
localização dos planetas na árvore da vida. Vocês verão também que o hexagrama do thelemitas
resolve muito melhor o nosso problema.

Hexagrama do Sol banindo. Siga a sequência, você traçará todos os hexagramas de banimento
de cada planeta sobrepostos e na sequência aqui: saturno – júpiter – marte – vênus – mercúrio –
lua. Quando terminar trace o símbolo do sol no meio:

Quando traçar o símbolo do sol diga o nome de poder: YHVH ELOAH VE - DAATH, pronuncia-se
‘iavé eloá vê daati’ ou "Yod He Vau He eloá vê daati" Você poderá substituir esse nome grande
por IAO, diga i,a,o!

Hexagrama do Sol invocando: Siga a sequência, você traçará todos os hexagramas de invocação
de cada planeta sobrepostos e na sequência aqui: saturno – júpiter – marte – vênus – mercúrio –
lua. Quando terminar trace o símbolo do sol no meio:
Quando traçar o símbolo do sol diga o nome de poder: YHVH ELOAH VE - DAATH, pronuncia-se
‘iavé eloá vê daati’ ou "Yod He Vau He eloá vê daati"Você poderá substituir esse nome grande
por IAO, diga i,a,o!

Você também poderá traçar os hexagramas na sequência normal que utilizamos no texto, para
traçar o hexagrama do sol, aí é só colocar o símbolo do sol no centro. Então ficaria, saturno - lua
– mercúrio- júpiter – marte – vênus.

Obs 1: Você deverá traçar o símbolo do planeta da esquerda para direita, assim como se faz nos
traçados de invocação dos hexagramas.

Obs 2: Para desenhar o símbolo da lua, você deverá levar em conta a fase do lua. O símbolo que
usamos foi crescente, para a minguante faça o símbolo invertido. No caso da lua cheia trace um
círculo cheio; na lua nova ou negra, um ponto.

Obs 3:Você não deverá traçar um círculo em volta do hexagrama como fazemos com o
pentagrama, a não ser que seja para fixar a força planetária em um feitiço ou talismã.

Agora, vamos ver a praticidade do hexagrama de Crowley que nos permite traçar os hexagramas
em um único traçado:

Note que esse hexagrama passa pelo centro, ou seja, passa pelo sol!

Vamos aos exemplos:


Obs 1: Se você for usar esses hexagramas no trato com anjos e demônios, você usará os nomes
de poder hebraicos.

Obs 2: Se na prática pagã, esses hexagramas são muito úteis também. Porém, não se usará
nomes de poder hebraicos.

Exemplos úteis de utilização 1: Precisa-se realizar um rito ou feitiço com urgência, porém a lua
não está favorável. Como para crescer algo ou iniciar algo e a lua está minguante. Abra-se o
círculo e bane-se a lua com o hexagrama da lua de banimento. Não aconselho apontar para a lua
o hexagrama de banimento. Aponte para as quatro direções, norte, sul, leste, oeste. E caso
queira, chame uma força planetária que condiz com seu intento.

2: Quero fazer um rito com a influência de Mercúrio, porém estou no sábado. Faço o banimento
de Saturno com o hexagrama de banimento de Saturno nas quatro direções e faço o hexagrama
de invocação de Mercúrio nas quatro direções. Seria interessante manter pelo menos a hora
planetária de Mercúrio.

3: Lembre de banir no final toda força evocada ou invocada.

Aqui você verá de onde vem a lógica da posição dos planetas no hexagrama e verá porque o
hexagrama de Crowley passa pelo sol:

(Esse texto foi elaborado, traduzido, ordenado e editado com base no livro “The Complete
Golden Dawn System Of Magic” do autor Israel Regardie. Se for reproduzir, cite a fonte, minha e
do livro que tirei como base. Obrigado!)
Fonte: http://bruxariasemdogmas.blogspot.com.br/2015/08/hexagramas-de-banimento-e-
invocacao.html