Você está na página 1de 17

Inclusão para a Vida História B

Exercícios de Sala #
BRASIL COLÔNIA E IMPÉRIO

Aula 1: As Navegações e a Administração Colonial


Aula 2: O Ciclo Açucareiro e o Domínio Espanhol 01) (Ufsc) "Pelo sertão nos pareceu, vista do mar, muito grande,
Aula 3: O Ciclo do Ouro e as Revoltas Coloniais porque, a estender olhos, não podíamos ver senão terra com
Aula 4: A Crise no Sistema Colonial e o Estado Português no Brasil arvoredos que nos parecia muito longa. Nela, até agora, não
Aula 5: A Independência e o I Reinado pudemos saber que haja ouro, nem prata, nem coisa alguma de
Aula 6: O Período Regencial metal ou ferro, nem lho vimos. Porém a terra em si é de muito bons
Aula 7: O II Reinado ares, assim frios e temperados, como os dentre Douro e Minho,
Aula 8: A Crise do Império Brasileiro porque neste tempo de agora assim os achávamos como os de lá. As
Aula 9: República Velha águas são muitas; infindas. E em tal maneira é graciosa que,
Aula 10: Populismo querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo, por bem das águas que
Aula 11: Ditadura Militar tem. Porém, o melhor fruto, que dela se pode tirar, me parece que
Aula 12: Redemocratização será salvar esta gente. E esta deve ser a principal semente que Vossa
Alteza nela deve lançar (...)." Pero Vaz de Caminha. Carta a el-rei
D. Manuel (1 de maio de 1500).
As informações do texto apresentado permitem afirmar que:

01. as terras avistadas despertaram o entusiasmo do cronista pela


extensão e pelas possibilidades que ofereciam da existência de
metais preciosos.
02. as referências ao clima, às águas, ao solo, à natureza e as
possibilidades de evangelização confirmam a certeza do cronista
que as terras eram habitadas.
04. a possibilidade de os nativos serem salvos apresentava-se para o
cronista como o principal investimento para os portugueses.
08. aos olhos do cronista de Cabral, as terras vislumbradas da
caravela ofereciam possibilidades promissoras ligadas à agricultura,
“Ai esta terra ainda vai cumprir seu ideal à pecuária e à mineração.
Ainda vai tornar-se um imenso Portugal.
Sabe no fundo eu sou um sentimental, 02) (Ufpr) Em 1776, o primeiro ministro do reino português,
Todos nós herdamos no sangue lusitano Marquês de Pombal, escrevia: "Para que prestem a utilidade
Uma boa dosagem de lirismo (além da sífilis, é claro) desejada, as colônias não podem ter o necessário para subsistir por
si sem dependência da metrópole".
Ai esta terra ainda vai cumprir seu ideal (LAPA, J.R.A. O ANTIGO SISTEMA
Ainda vai tornar-se um império colonial” COLONIAL. São Paulo, Brasiliense, 1982.)
Fado Tropical (Chico Buarque)
As palavras de Pombal denotam a "lógica colonialista" que
AULA 01 comandava as relações Brasil-Portugal. A respeito de tais relações, é
correto afirmar:
01. O comércio e a navegação da colônia independiam das
AS NAVEGAÇÕES E A ADMINISTRAÇÃO COLONIAL atividades comerciais da metrópole.
02. Cabia à colônia o papel de suprir a metrópole de matérias-
AS NAVEGAÇÕES: Portugal: país voltado para o mar, com uso primas necessárias ao seu enriquecimento.
das descobertas técnicas: bússola, astrolábio, caravela e a 04. A colônia deveria oferecer mercado consumidor às manufaturas
pólvora, busca outro caminho para as Índias como a Espanha, produzidas pela metrópole.
incentivada com a descoberta de Colombo (América em 1492).O 08. O sistema de monopólio comercial funcionava como um dos
Tratado de Tordesilhas (1494) eixos do mecanismo colonial.

Tarefa Mínima #
PERÍODO PRÉ-COLONIAL (1500-1530): pau-brasil, escambo
com indígenas. Construíram feitorias.

PERÍODO COLONIAL (1530-1808): 15 Capitanias 03) (Ufba) Sobre os fundamentos econômicos do Brasil colonial, é
Hereditárias. possível afirmar:

O Governo Geral (1549/1572) pode ser definido como primeiro 01. A produção colonial orientava-se para o consumo interno dos
esboço do poder público no Brasil. gêneros tropicais, para a dinamização do comércio entre as
capitanias e para a capitalização dos proprietários de terras.
-Tomé de Souza (1549/1553): vinda dos primeiros jesuítas, 02. A monocultura caracterizou a área de produção do açúcar,
Fundação de Salvador; agricultura e pecuária. enquanto a policultura vigorou em todas as outras áreas econômicas
-Duarte da Costa(1553/1558): Invasão francesa no Rio de Janeiro coloniais.
(1555), Fundação do Colégio de São Paulo de Piratininga (1554). 04. A pequena propriedade agrícola, característica da área de
-Mem de Sá (1558/1572): Confederação dos Tamoios, Fundação plantação do fumo, caracterizou também as regiões de plantação de
de São Sabastião do Rio de Janeiro por Estácio de Sá (1565) e algodão, café e cacau.
expulsão dos franceses (1567). Com a morte de Mem de Sá, o Brasil 08. A escravidão indígena, substituída desde cedo em toda a colônia
foi dividido em dois: O Governo do Norte e o Governo do Sul. No pela escravidão africana, foi condenada pela Igreja, pelo governo
século XVII, ocorre outra divisão: Estado do Maranhão e o português e pelos governos coloniais.
Estado do Brasil. 16. O comércio colonial era fator de transferência de lucros da
colônia para a metrópole, já que, detendo legalmente a

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 1
Inclusão para a Vida História B

exclusividade desse comércio, Portugal controlava os preços e as b) a conquista de terras para a obtenção de riquezas, através da
atividades de exportação e importação. renda sobre a terra, defendida pelos teóricos fisiocratas da época.
c) a obtenção de novos mercados de matéria-prima e a política do
04) (Mackenzie) A árvore de pau-brasil era frondosa, com folhas de
laissez faire para a ampliação do fornecimento de produtos
um verde acinzentado quase metálico e belas flores amarelas. Havia
manufaturados.
exemplares extraordinários, tão grossos que três homens não
d) o processo de crescimento econômico, através da conquista de
poderiam abraçá-los. O tronco vermelho ferruginoso chegava a ter,
novos mercados, a catequese e a conseqüente afirmação dos Estados
algumas vezes, 30 metros(...)
Nacionais.
Náufragos, Degredados e Traficantes (Eduardo Bueno)
e) a emigração do excedente populacional europeu, decorrente da
Em 1550, segundo o pastor francês Jean de Lery, em um único descentralização política e investimento de capitais na periferia do
depósito havia cem mil toras. sistema capitalista.
Sobre esta riqueza neste período da História do Brasil podemos
afirmar.
AULA 02
a) O extrativismo foi rigidamente controlado para evitar o
esgotamento da madeira.
b) Provocou intenso povoamento e colonização, já que demandava O CICLO AÇUCAREIRO E O DOMÍNIO ESPANHOL
muita mão-de-obra.
c) Explorado com mão-de-obra indígena, através do escambo, gerou
feitorias ao longo da costa; seu intenso extrativismo levou ao Latifúndio, monocultura e a escravidão indígena e escravidão
esgotamento da madeira. africana.
d) O litoral brasileiro não era ainda alvo de traficantes e corsários O DOMÍNIO ESPANHOL
franceses e de outras nacionalidades, já que a madeira não tinha A principal conseqüência da união ibérica, para o Brasil, foi o
valor comercial. incentivo à penetração pelo interior, pois o Tratado de
e) Os choques violentos com as tribos foram inevitáveis, já que os Tordesilhas, que dividia terras entre Portugal e Espanha, foi
portugueses arrendatários escravizaram as tribos litorâneas para a suspenso, favorecendo a expansão da pecuária, e as necessidades
exploração do pau-brasil. do bandeirismo. A união dinástica durou de 1580 a 1640, quando a
aristocracia lusa rumou a uma tirania, e com o apoio francês, tornou
Tarefa Complementar # Portugal independente, com a implantação da nova dinastia: a de
Bragança, sustentada até a proclamação da República em 1910.
05) (Mackenzie) Enquanto os portugueses escutavam a missa com As invasões holandesas foram ocasionadas pelo conflito entre o
muito "prazer e devoção", a praia encheu-se de nativos. Eles capitalismo comercial batavo em expansão, e a monarquia
sentavam-se lá surpresos com a complexidade do ritual que espanhola aristocrática e monopolista. Criou-se a Companhia do
observavam ao longe. Quando D. Henrique acabou a pregação, os Comércio (holandesa), que invadiu a zona canavieira no Brasil.
indígenas se ergueram e começaram a soprar conchas e buzinas, Tendo fracassado a invasão à Bahia, os holandeses rumaram à
saltando e dançando (...) Pernambuco. A invasão teve como maior responsável, Maurício
Náufragos Degredados e Traficantes de Nassau, hábil político de financiamentos e reconstrutor de
(Eduardo Bueno) engenhos, agradando aos latifundiários. O fim do governo Nassau, e
Este contato amistoso entre brancos e índios preservado: as cobranças aos latifundiários, foram o sinal para a ruptura. Os
senhores, ameaçados de perderem as terras arrendadas, expulsaram
a) pela Igreja, que sempre respeitou a cultura indígena no decurso da os holandeses, caracterizando a Insurreição Pernambucana, que
catequese. não passou de uma luta entre classes dominantes (latifundiários
b) até o início da colonização quando o índio, vitimado por doenças, devedores X comerciantes credores). Após a expulsão dos
escravidão e extermínio, passou a ser descrito como sendo holandeses, o açúcar entra em declínio, pela perda do
selvagem, indolente e canibal. monopólio. A segunda metade do século XVII foi tempo de crise.
c) pelos colonos que escravizaram somente o africano na atividade Passa-se a estimular o bandeirismo para a busca do ouro nas Minas
produtiva de exportação. Gerais, que marcaria a segunda fase da colonização.
d) em todos os períodos da História Colonial Brasileira, passando a
figura do índio para o imaginário social como "o bom selvagem e Exercícios de Sala #
forte colaborador da colonização".
e) sobretudo pelo governo colonial, que tomou várias medidas para
01) (Ufpr) No período compreendido entre os anos de 1624 e 1654,
impedir o genocídio e a escravidão.
o Brasil-colônia foi alvo de duas tentativas de conquista por parte da
Companhia das Índias Ocidentais, importante empresa mercantil dos
06) (Mackenzie) ...Esta terra, senhor, nela não podemos saber que
Países-Baixos (Holanda). Sobre a conjuntura do domínio holandês
aja ouro nem prata, nem coisa alguma de metal ou ferro, nem lho
no Brasil, é correto afirmar que:
vimos (...) o melhor fruto que dela se pode tirar me parece será
salvar esta gente. E esta deve ser a principal semente que Vossa
01. A ocupação holandesa se fez sem resistência de qualquer
Alteza em ela deve lançar. (...), pois o desejo que tinha de tudo vos
espécie.
dizer, mo fez por assim pelo miúdo.
02. A invasão foi decidida principalmente em função dos lucros que
Beijo as mãos de Vossa Alteza.
poderiam ser auferidos pela Companhia das Índias Ocidentais com a
Deste Porto Seguro, da Vossa Ilha de Vera Cruz, hoje, Sexta-feira,
exploração do açúcar, então a principal riqueza do Brasil.
primeiro dia de maio de 1500.
04. O ataque à colônia era uma tentativa dos Países Baixos de
Esses trechos da carta do escrivão Pero Vaz de Caminha apresentam
atingir a Espanha, país com a qual travou uma guerra prolongada,
elementos que nos indicam alguns objetivos das grandes
uma vez que, com a União Ibérica, o reino de Portugal e todas as
navegações. Dentre esses objetivos, podemos destacar:
suas colônias haviam passado ao domínio do Imperador espanhol
Filipe II.
a) acabar com a circulação de mercadorias baseada no bulionismo,
08. Com a saída dos holandeses do nordeste brasileiro, a economia
em decorrência da escassez de metais preciosos na Europa
açucareira atinge o apogeu no Brasil.
Ocidental.

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 2
Inclusão para a Vida História B

02) (Ufpr) Nos séculos XVI e XVII, o Brasil foi alvo de invasões e consolidada por tratados no século XVIII. Assinale a opção que
de empreendimentos por parte de diversas nações européias. A este relaciona corretamente os movimentos de expansão com um dos
respeito é correto afirmar que: Tratados de Limites.

01. Os franceses fundaram a França Antártica (1555) no Rio de a) A expansão da fronteira norte, impulsionada pela descoberta das
Janeiro e a França Equinocial (1612) no Maranhão. minas de ouro, foi consolidada nos Tratados de Utrecht.
02. Os ingleses fizeram incursões, saqueando portos e suas b) A região missioneira no sul constituiu um caso à parte, só
povoações, bem como apresando cargas de navios. resolvido a favor de Portugal com a extinção da Companhia de
04. Os holandeses se estabeleceram no nordeste brasileiro de 1630 a Jesus.
1654, empenhando-se principalmente na produção e exploração do c) O Tratado de Madri revogou o de Tordesilhas e deu ao território
açúcar. brasileiro conformação semelhante à atual.
08. As invasões holandesas estavam ligadas à Companhia das Índias d) O Tratado do Pardo garantiu a Portugal o controle da região das
Ocidentais, criada para a exploração mercantil das colônias na Missões e do rio da Prata.
América. e) Os Tratados de Santo Ildefonso e Badajós consolidaram o
domínio português no sul, passando a incluir a região platina.
Tarefa Mínima #

03) (Fuvest) Foram, respectivamente, fatores importantes na AULA 03


ocupação holandesa no Nordeste do Brasil e na sua posterior
expulsão O CICLO DO OURO E AS REVOLTAS COLONIAIS
a) o envolvimento da Holanda no tráfico de escravos e os AS BANDEIRAS: aprisionar índios e encontrar ouro.
desentendimentos entre Maurício de Nassau e a Companhia das Quando o açúcar deixou de dar lucros, a Coroa resolveu
Índias Ocidentais. encontrar metais preciosos.
b) a participação da Holanda na economia do açúcar e o Os resultados do Tratado de Methuen não foram positivos para os
endividamento dos senhores de engenho com a Companhia das lusos. Portugal se tornou colônia comercial da Inglaterra.
Índias Ocidentais.
c) o interesse da Holanda na economia do ouro e a resistência e não Principais mudanças trazidas pela mineração:
aceitação do domínio estrangeiro pela população.
d) a tentativa da Holanda em monopolizar o comércio colonial e o Política: Anulação do Tratado de Tordesilhas, capital vai para o Rio
fim da dominação espanhola em Portugal. de Janeiro.
e) a exclusão da Holanda da economia açucareira e a mudança de Tratados de Limites:
interesses da Companhia das Índias Ocidentais. -El Pardo (1761), com a Espanha. O oeste do Rio Grande do Sul
ficou para os Espanhóis.
04) A ocupação portuguesa do litoral Norte e Nordeste do Brasil, -Santo Ildefonso(1777), com a Espanha, que ficou com a Colônia
em fins do século XVI e início do século XVII, deu-se em virtude do Sacramento.
dos ataques ingleses, franceses e holandeses a esse território. Sobre -Badajós(1801), com a Espanha, fixou os limites atuais no sul.
estas invasões e ocupações, identifique as proposições verdadeiras e
falsas. Economia: deslocou-se do litoral para o sul, comércio interno de
escravos, mercado de bovinos, suínos e caprinos, manufatura de
01. Os franceses invadiram Sergipe d'El Rei, a Paraíba, o Rio tecidos.
Grande do Norte, o Ceará, o Maranhão e o Grão-Pará.
02. Os holandeses ocuparam, por longo tempo, os territórios da Sociedade: Crescimento populacional, povoamento de novas
Bahia, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. regiões, surgimento de centros urbanos, manifestações artísticas e
04. Os franceses, holandeses e ingleses conquistaram todo o Norte e culturais.
Nordeste, restando aos portugueses, no século XVI, o domínio do
território abaixo da Bahia. AS REVOLTAS DO PERÍODO COLONIAL
08. De todas as invasões do século XVII, a holandesa foi a mais
duradoura, no sentido da permanência da ocupação. Em Movimentos nativistas:
Pernambuco, o domínio holandês se estendeu de 1630 a 1654.
· Revolta no Maranhão (Manuel Beckmann) - Contra a oposição
Tarefa Complementar # jesuítica à escravização indígena, e contra o monopólio extorsivo
de uma Cia de Comércio (a Revolta de Beckmann).
· Guerra dos Emboabas (S. Paulo, início do séc XVIII (1707) -
05) (Cesgranrio) No século XVII, as invasões do nordeste brasileiro Paulistas x forasteiros (baianos e portugueses), devido à
pelos holandeses estavam relacionadas às mudanças do equilíbrio concorrência na procura do ouro.
comercial entre os países europeus porque: · Guerra dos Mascates (1710) - Latifundiários devedores de
Olinda x credores de Recife, de origem portuguesa.
a) a Holanda apoiava a união das monarquias ibéricas. · Revolta de Filipe dos Santos (Ouro Preto, ou vila Rica - 1720) -
b) a aproximação entre Portugal e Holanda era uma forma de os Organizado pelos mineradores contra a instituição do quinto e das
lusos se liberarem da dependência inglesa. casas de fundição para cobrá-lo, impedindo assim, a sonegação e o
c) as Companhias das Índias Orientais e Ocidentais monopolizavam contrabando.
o escambo do pau-brasil.
d) os holandeses tinham grandes interesses no comércio do açúcar. Movimentos Emancipacionistas :
e) Portugal era tradicionalmente rival dos holandeses nas guerras
européias. Inconfidência Mineira(1798): Devido a exploração exagerada de
Portugal, a influência das idéias iluministas e a independência das
06) (Cesgranrio) A formação do território brasileiro no período Treze Colônias (EUA). Movimento da elite, escritores, militares,
colonial resultou de vários movimentos expansionistas e foi que buscavam o regime republicano e universidades. Prisão dos

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 3
Inclusão para a Vida História B

Tarefa Mínima #
principais lideres e morte de Tiradentes (único membro popular do
movimento).
Conjuração baiana ou dos alfaiates(1798): Camadas populares,
defendiam a igualdade social e racial, participando diversos afro- 03) (Cesgranrio) No período colonial surgiram várias rebeliões e
descendentes e mulatos. movimentos de libertação que questionaram a dominação
A Revolução Pernanbucana (1817): Queria uma República portuguesa sobre o Brasil. A respeito dessas rebeliões, podemos
Federativa no Nordeste, com a adesão da Paraíba e do Rio Grande afirmar que:
do Norte.
I - Todos os Movimentos de contestação visavam à separação
definitiva do Brasil de Portugal.

Exercícios de Sala #
II - Até a 1° metade do século XVIII, os movimentos contestatórios
exigiam mudanças, mas não o rompimento do estatuto colonial.
III - Desde o final do século XVIII, os movimentos de libertação
01) (Ufsc) "...Que estava plenamente provado o crime de lesa-
sofreram a influência do Iluminismo e defendiam o fim do pacto
majestade [...] a que premeditadamente concorriam de se subtraírem
colonial.
da sujeição em que nasceram e que como vassalos deviam ter a dita
VI - A luta pela abolição da escravatura era uma das propostas
senhora (Dona Maria I), para constituírem uma República, por meio
presentes em basicamente todas as rebeliões.
de uma formal rebelião, pela qual assentaram de assassinar ou depor
V - Uma das razões de vários movimentos contestatórios era o
General e Ministros, a quem a mesma senhora tinha dado jurisdição
abuso tributário da Coroa Portuguesa em relação aos colonos:
e poder de reger e governar os povos da Capitania [...]
Estão corretas as afirmativas:
Portanto condenam o réu Joaquim José da Silva Xavier,
por alcunha Tiradentes, Alferes que foi da tropa paga da Capitania
a) somente I, II e III. b) somente I, III e V.
de Minas, a que com baraço e pregão seja conduzido pelas ruas
c) somente II, III e IV. d) somente II, III e V.
públicas ao lugar da forca e nela morra morte natural, para sempre.
e) somente III, IV e V.
E que depois de morto, lhe seja cortada a cabeça e levada a Vila
Rica, onde em lugar mais público dela, seja pregada em um poste
04) (Fatec) A Conjuração ou Inconfidência Mineira foi o primeiro
alto, até que o tempo a consuma e o seu corpo será dividido em
movimento a manifestar de forma clara a intenção de romper
quatro quartos e pregados em postes pelo caminho de Minas ..."
completamente com Portugal.
CASTRO, Therezinha de. "História documental do
Dentre os muitos planos desses revolucionários estava
Brasil". Rio de Janeiro, Record, 1968. p. 123-124.
Analisando o texto, o momento e as circunstâncias em que foi
a) fixar a capital em Sabará e implantar a República, sendo o
escrito, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S).
primeiro presidente Alvarenga Peixoto.
b) fixar a capital em Mariana e criar uma bandeira com um triângulo
01. Trata-se da condenação de Joaquim José da Silva Xavier,
vermelho com a divisa "Libertas Quae Sera Tamem".
conhecido como Tiradentes, que com outros não citados no trecho,
c) fixar a capital em São João Del Rei e acabar com a escravidão
foram julgados por terem participado de uma insurreição contra o
negra.
governo português.
d) fixar a capital em São João Del Rei e acabar com o exército; em
02. Segundo o texto, entre outros objetivos do movimento
seu lugar atuariam as milícias.
conspiratório, estava o de proclamar uma República.
e) fixar a capital em Sabará e premiar as mulheres brancas que
04. A conspiração pretendia ainda a abolição da escravatura,
tivessem muitos filhos.
independência das colônias americanas e a adoção dos princípios da
Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, proclamada na
França. Tarefa Complementar #
08. O movimento por cuja participação foi condenado Tiradentes é
conhecido, na História do Brasil, como "Revolta de Vila Rica"
05) (Fatec) Em 1798, surge na Bahia um movimento rebelde
02) (Cesgranrio) Durante as últimas décadas do século XVIII, a conhecido como Conjuração Baiana ou Revolta dos Alfaiates, que
colônia portuguesa na América foi palco de movimentos como a contou com a participação de pessoas das camadas sociais mais
Inconfidência Mineira (1789), a Conjuração do Rio de Janeiro humildes.
(1794) e a Conjuração Baiana (1798). A respeito desses movimentos Esse movimento
pode-se afirmar que:
a) pretendia fundar uma Universidade, instalar manufaturas de
01. demonstravam a intenção das classes proprietárias, adeptas das tecidos e aproveitar o ferro e o salitre da região.
idéias liberais de seguirem o exemplo da Revolução Americana b) protestava contra os impostos, defendia a abolição da escravatura
(1776) e proclamarem a independência, construindo uma sociedade e propunha aumento de soldo aos soldados.
democrática em que todos os homens seriam livres e iguais. c) defendia o fim do Pacto Colonial e o desenvolvimento de
02. expressavam a crise do Antigo Sistema Colonial através da manufaturas têxteis e siderúrgicas, além do estímulo à produção
tomada de consciência, por parte de diferentes setores da sociedade agrícola.
colonial, de que a exploração exercida pela Metrópole era contrária d) foi o primeiro movimento de rebeldia a questionar o Pacto
aos seus interesses e responsável pelo empobrecimento da Colônia. Colonial.
04. denunciavam a total adesão dos colonos às pressões da e) no plano político contava com elementos adeptos da república,
burguesia industrial britânica a favor da independência e da abolição enquanto outros pretendiam uma monarquia constitucional.
do tráfico negreiro para se constituir, no Brasil, um mercado de
consumo para os manufaturados. 06) (Fei) Foi conseqüência da crise da mineração em Minas Gerais
08. representavam uma forma de resistência dos colonos às no fim do século XVIII:
tentativas de recolonização empreendidas, depois da Revolução do
Porto, pelas Cortes de Lisboa, liberais em Portugal, que queriam a) uma maior intervenção metropolitana nos assuntos coloniais e o
reaver o monopólio do comércio com o Brasil. conseqüente aumento da extração aurífera
b) o aumento da população na região das Minas Gerais
c) a maior tomada de consciência por parte dos colonos da
exploração metropolitana, materializada na Inconfidência Mineira

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 4
Inclusão para a Vida História B

d) o deslocamento do interesse metropolitano para suas colônias navios portugueses que saíram de Lisboa trazendo a Família Real,
asiáticas membros da Corte e funcionários (aproximadamente 15.000
e) o fim da exploração portuguesa e o conseqüente enriquecimento pessoas, em 36 embarcações).
dos donos de minas coloniais (DARÓS, p. 10)
TEXTO II: Na realidade, "quase de súbito, e no maior atropelo,
tomaram-se providências para o embarque da Corte, quando as
AULA 04 notícias da aproximação das tropas de Junot traziam alarma a toda a
população. Foi um salve-se quem puder trágico, amargo,
A CRISE NO SISTEMA COLONIAL E O característico do nível de degradação a que chegara o Reino de
ESTADO PORTUGUÊS NO BRASIL Portugal sob o governo bragantino e de uma classe feudal inepta e
corrupta."
A DECADÊNCIA ECONÔMICA DE PORTUGAL: Portugal (MENDES JR., p. 98)
desenvolveu ao máximo a idéia de que a colônia só servia para Analisando os textos anteriores, pode-se concluir:
enriquecer a metrópole. Em 1785, a Rainha D. Maria I, assinou o
famoso alvará que leva o seu nome, proibindo as manufaturas no 01.O texto I sugere que a fuga da Corte Portuguesa aconteceu de
Brasil, afim de não desperdiçar os esforços que deveriam se forma organizada, endossando a versão tradicional de que esse era
concentrar na agricultura. O colonialismo mercantilista e um antigo plano da monarquia lusitana.
monopolista entrou em crise quando as sociedades coloniais 02.O texto II trata a questão da fuga da Família Real Portuguesa
amadureceram. Combateram impostos extorsivos e desejaram para o Brasil de forma alegórica, na medida em que utiliza
liberdade para comprar e vender, enquanto o capitalismo em elementos satíricos, ao analisar um fato histórico.
expansão no Velho Mundo reclamou a expansão dos mercados, 04.O texto I enfoca o tema do ponto de vista da historiografia
opondo-se aos mercados fechados vigentes em defesa de seus romântico-oficial, transformando um fato marcado até por
negócios. elementos tragicômicos num ato de racionalidade.
Em 1808, ocorreu a vinda da Família real portuguesa para o 08.O texto II aborda o fato histórico segundo uma linha crítico-
Brasil, fugindo de Napoleão Bonaparte e da exigência do Bloqueio interpretativa, ressaltando suas múltiplas implicações.
Continental decretado em 1806 contra a Inglaterra.
Medidas adotadas: abertura dos portos às nações amigas
Tarefa Mínima #
(Inglaterra); liberdade industrial; Tratado de 1810: taxas 03) A presença no Brasil da Corte e do Príncipe Regente, D. João,
preferenciais para a Inglaterra; Ilha de Santa Catarina: porto franco criou condições concretas para que a separação do Brasil em relação
aos ingleses; Criação do Banco do Brasil; Órgãos administrativos; a Portugal se tornasse definitiva. A respeito dessa conjuntura, é
Escola Real de Ciências, Artes e Ofícios e a Academia e Escola correto afirmar que:
Real de Artes; Imprensa Régia (primeiro jornal brasileiro, a Gazeta 01.D. João manteve a proibição de se instalarem indústria no Brasil.
do Rio de Janeiro e a primeira revista, Patriota). 02.A abertura dos portos brasileiros liquidou com o elemento
Política Externa de D. João VI: Invasão e ocupação da Guiana econômico essencial do sistema colonial ibérico: o monopólio
Francesa (1809); Conquista da Banda Oriental, Uruguai (1816); - comercial.
Brasil elevado a Reino Unido a Portugal e Algarve (1815) 04.A instalação da corte portuguesa no Rio de Janeiro significou a
transferência das decisões políticas do Nordeste para o Sudeste.
Exercícios de Sala # 08.Ao liberalismo comercial, que interessava aos ingleses e às elites
coloniais, corresponderia, no plano político, a instalação de um
Estado Nacional na antiga Colônia.
01) (Ufba) A Independência da América espanhola processou-se
entre 1810 e 1825. É, dessa forma, um acontecimento simultâneo ao 04) Sobre a crise do antigo sistema colonial, sabe-se:
processado na América portuguesa. A simultaneidade não é uma
coincidência fortuita. Ao contrário componentes históricos em toda 01.O desenvolvimento do capital industrial e a crise do Estado
a América Latina tem relação comum entre si. absolutista resultaram em contestações ao sistema colonial montado
(RIBEIRO JÚNIOR, p.61) segundo os princípios da política mercantilista.
Com base no texto anterior e no conhecimento sobre o processo de 02.De acordo com as teses livre-cambistas, defendidas a partir da
independência na América Latina, indique a proposição, ou Revolução Industrial, o sistema colonial era espoliativo das
proposições corretas. metrópoles, sempre obrigadas a manter despesas com suas colônias
e a comprar produtos inferiores por elas produzidos.
01.A "simultaneidade" referida no texto resultante da presença de 04.Os princípios do liberalismo econômico foram veementemente
idéias as iluministas, componentes do quadro geral de crise do defendidos pela burguesia e pelo Estado, em Portugal, porque
antigo sistema colonial. preconizavam os direitos naturais do homem, a abolição do trabalho
02.A independência da América Latina está diretamente relacionada escravo e a soberania das nações.
à dominação napoleônica na Península lbérica, a qual foi 08.A Guerra dos Mascates se caracterizou como um movimento
responsável pela de desorganização dos laços de dominação entre colonos e metrópole, enquanto a Inconfidência Mineira e a
metropolitana sobre as áreas coloniais. Conjuração dos Alfaiates se caracterizaram como movimentos
04.A independência do Brasil assume caráter singular em relação à anticoloniais.
da América espanhola, pelo fato de esse país ter se separado da
metrópole, adotando a monarquia como forma de governo e Tarefa Complementar #
mantendo a sua frente um representante legítimo da Casa de
Bragança. 05) Com referência à singularidade do movimento de emancipação
08.A unidade nacional brasileira, conseguida com a independência, política do Brasil, julgue os itens que se seguem.
era uma antiga reivindicação das camadas populares e foi efetivada
em decorrência das lutas travadas em todo o território nacional. 01. Ao contrário da América Espanhola, o Brasil teve um processo
de independência liderado por forças políticas renovadoras e
2. TEXTO I: A pressão dos exércitos de Napoleão e os interesses ansiosas por uma profunda transformação das estruturas coloniais.
ingleses em Portugal e suas colônias levaram o príncipe regente, D. 02. A sociedade política colonial que Portugal criou no Brasil
João, a transferir-se para o Rio de Janeiro (1808) com toda a sua permitiu uma independência tranqüila, sem movimentos de
família (inclusive a mãe, a rainha D. Maria I) e sua Corte (...) [em] contestação à transição da colônia à condição de país independente.

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 5
Inclusão para a Vida História B

04. A unidade territorial mantida no Brasil durante as negociações 08.A união de algumas províncias do Norte e Nordeste em torno
da independência foi resultado de vários fatores, tais como a da Republica do Equador foi decisiva para a vitória dos
presença da Corte portuguesa no Rio de Janeiro e a manutenção do revolucionários.
sistema escravista do norte ao sul do país.
08. A crise do sistema colonial no Brasil tem causas econômicas e 02) A abdicação de D. Pedro I traduziu-se na vitória das
políticas profundas e bastante diversas daquelas que conduziram a tendências liberais sobre as forças absolutistas representadas pelo
América Espanhola à independência. Imperador, completando também o processo de emancipação
política do Brasil em relação a metrópole portuguesa.
06) Quanto aos múltiplos aspectos do processo de independência do
O período regencial, que segue à abdicação do Imperador,
Brasil, que se inicia em 1808 e culmina em 1822, julgue os
preparou o caminho para a consolidação do Império. Sobre esse
seguintes itens.
processo é correto afirmar que:
01. A decisão portuguesa de transferência da Corte para o Brasil foi
01.A iniciativa mais importante do início do período regencial foi
um ato de soberania política.
desencadear vigoroso processo de industrialização
02. A permanência de D. Pedro de Alcântara no Brasil, coroado
02.Foi consolidada a unidade política e territorial do Brasil, apesar
como imperador, foi a garantia da continuidade dos interesses de
dos movimentos provinciais de autonomia.
Portugal com relação ao Brasil.
04.O latifúndio e a escravidão permaneceram como bases da
04. A Coroa britânica ocupou papel primordial nas negociações
sociedade brasileira naquele período.
diplomáticas que levaram, de forma gradativa, entre 1808 e 1822, à
08.A abdicação de D. Pedro I foi possível porque havia sido
emancipação política do Brasil.
instalado formalmente o regime de parlamentarismo.
08. A partilha do império português, prevista no tratado de
Fontainebleau, era parte do intento napoleônico de fazer frente aos
Tarefa Mínima #
objetivos políticos e econômicos da Grã-Bretanha na Europa
Continental.
03) Brasileiros! Salta aos olhos a negra perfídia, são patentes os
AULA 05 reiterados perjúrios do Imperador, e está conhecida nossa ilusão ou
engano em adotarmos um sistema de governo defeituoso em sua
origem, e mais defeituoso em suas partes componentes... O sistema
A INDEPENDÊNCIA E O I REINADO americano deve ser idêntico; desprezemos instituições oligárquicas,
só cabidas na encanecida Europa. Manifesto de Proclamação da
Confederação do Equador, em 12 de julho de 1824. (MENDES JR.,
v. 2, p. 169)
A Revolução do Porto e a Regência de D. Pedro no Brasil: Dia Com base no texto anterior e nos conhecimentos sobre o processo
do Fico. No dia 7 de setembro de 1822, numa viagem a São Paulo, de independência do Brasil, pode-se afirmar:
Dom Pedro recebe as exigências das Cortes. Irritado, reage
proclamando a Independência do Brasil. 01.A "negra perfídia" e os "perjúrios do Imperador" referidos no
Manifesto demonstram o desagrado dos brasileiros para com as
1º Reinado (1822-31): Regime político: Monarquia atitudes autoritárias tomadas por D. Pedro I, após a dissolução da
Constitucional Assembléia Constituinte.
02.O movimento revolucionário pernambucano que criticou o
A constituição de 1824: outorgada, monárquica, hereditária, centralismo político imposto pela primeira Constituição pretendia
executivo forte e centralizador, poder moderador, voto indireto e reunir as províncias do Nordeste num governo republicano e
censitário, catolicismo como religião oficial do Brasil, regime do federativo.
padroado. 04.O "sistema de governo defeituoso em sua origem" decorreu da
participação dos deputados brasileiros nas Cortes Constituintes de
Reação à constituição: Confederação do Equador (movimento Lisboa e conseqüente aprovação de uma única constituição para o
republicano e separatista liderado por frei Caneca no NE e que foi Reino Unido.
duramente reprimido) 08.O sistema de governo mencionado no texto foi considerado pelos
manifestantes "mais defeituoso em suas partes componentes",
Exercícios de Sala # porque estabelecia eleições baseadas no sufrágio universal e
igualdade entre os três poderes.

01) Finalmente, seguindo um plano já traçado de antemão, em 2 de


julho de 1823, Madeira de Melo e seus homens deixavam 04) (Cesgranrio) "Usando do direito que a Constituição me concede,
Salvador, pressionados também pela esquadra inglesa comandada declaro que hei de muito voluntariamente abdicado na pessoa de
pelo Almirante Cochrane, que veio oficialmente em auxilio a meu mui amado e prezado filho o Sr. D. Pedro de Alcântara. Boa
Labatut. Vista - 7 de abril de 1831, décimo da Independência e do Império -
(MENDES JR., p. 159)
Em relação ao processo histórico cujo desfecho está descrito no D. Pedro I."
texto anterior, pode-se dizer: Nesses termos, D. Pedro I abdicou ao trono brasileiro no culminar
de uma profunda crise, que NÃO se caracterizou por:
01.No Nordeste brasileiro, particularmente na Bahia, a disposição
do povo até pela luta armada foi decisiva para a consolidação da a) antagonismo entre o Imperador e parte da aristocracia rural
Independência. brasileira.
02.As guerras pela Independência configuram a luta dos b) empréstimos externos para cobrir o déficit público gerado, em
brasileiros contra os representantes do colonialismo lusitano, ainda grande parte, pelo aparelhamento das forças militares.
presentes em diversas províncias do Brasil. c) aumento do custo de vida, diminuição das exportações e aumento
04.A luta travada pelo povo baiano buscou resgatar o ideal da das importações.
Conjuração dos Alfaiates de fazer da Bahia uma república d) pressão das elites coloniais que queriam o fim do Império e a
independente e democrática. implantação de uma República nos moldes dos Estados Unidos.

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 6
Inclusão para a Vida História B

e) A introdução do sufrágio universal permitiu a participação Cabanagem - Pa entre 1836 e 37 - movimento popular contra o
política das camadas populares, provocando rebeliões em várias autoritarismo do governo central
partes do país. Revolta dos Malês - Ba em 1835- revolta de escravos muçulmanos
aproveitando-se de divergências nas elites
Tarefa Complementar # Balaiada - Ma e Pi em 1838-39 movimento popular contra as
arbitrariedades das elites. Aproveitam-se dos atritos entre
05) (Cesgranrio) A Constituição imperial brasileira, promulgada em conservadores e liberais.
1824, estabeleceu linhas básicas da estrutura e do funcionamento do
sistema político imperial tais como o(a): Exercícios de Sala #
a) equilíbrio dos poderes com o controle constitucional do 01) No período compreendido entre a Independência e 1849, o
Imperador e as ordens sociais privilegiadas. Brasil foi marcado por agitações sociais e políticas. Sobre essas
b) ampla participação política de todos os cidadãos, com exceção agitações, é correto afirmar que:
dos escravos.
c) laicização do Estado por influência das idéias liberais. 01.A "Cabanagem" no Pará (1835-1840) foi um movimento que
d) predominância do poder do imperador sobre todo o sistema teve forte participação das camadas populares.
através do Poder Moderador. 02.Também no Maranhão houve violência social na rebelião
e) autonomia das Províncias e, principalmente, dos Municípios, conhecida por "Balaiada" (1838 - 1841), com forte participação
reconhecendo-se a formação regionalizada do país. popular.
04.Apenas na Bahia não houve agitação social ou movimentos
06) (Cesgranrio) Assinale a opção que apresenta um fato que visando à emancipação regional.
caracterizou o processo de reconhecimento da Independência do 08.A revolta dos liberais em 1842, em São Paulo e em Minas
Brasil pelas principais potências mundiais. Gerais, contribuiu para que mais tarde fosse praticada a alternância
no poder dos partidos Liberal e Conservador.
a) Reconhecimento pioneiro dos Estados Unidos, impedindo a
intervenção da força da Santa Aliança no Brasil. 02) (Fatec) O Ato Adicional de 1834 foi de importância
b) Reconhecimento imediato da Inglaterra, interessada significativa para o Brasil porque
exclusivamente no promissor mercado brasileiro.
c) Desconfiança dos brasileiros, reforçada após o falecimento de D. 01. restaurou a paz no Império, tendo em vista o término das
João VI, de que o reconhecimento reunificaria os dois reinos. rebeliões no Nordeste do País.
d) Reação das potências européias às ligações privilegiadas com a 02. possibilitou a tomada do poder pelos conservadores que
Áustria, terra natal da Imperatriz. formavam a aristocracia rural.
e) Expectativa das potências européias, que aguardavam o 04. antecipou a maioridade de D. Pedro I, evitando, assim, um golpe
reconhecimento de Portugal, fiéis à política internacional traçada a de Estado dos conservadores.
partir do Congresso de Viena. 08. ampliou a autonomia das províncias, neutralizando a tendência
centralizadora do Primeiro Reinado.

AULA 06 Tarefa Mínima #


03) (Fgv) Associe os fatos político-militares do Primeiro Reinado e
da Regência brasileira a seguir, com suas localizações:
O PERÍODO REGENCIAL
Coluna A
Principais grupos políticos: liberais exaltados ou farroupilhas;
1 - Balaiada
restauradores ou caramurus; liberais moderados ou chimangos.
2 - Cabanagem
Com a morte de D. Pedro I acontece uma rearticulação partidária:
3 - Ato Adicional
parte dos moderados se une com os exaltados formando os
4 - Sabinada
LIBERAIS ou Luzias (Feijó) e outra parte se une com os
5 - Confederação do Equador
restauradores formando os CONSERVADORES ou Saquaremas
(Araújo Lima).
Coluna B
I - Pará
Regência Trina Provisória: para governar a nação, até que se ele-
II - Bahia
gesse a regência permanente.
III - Maranhão
IV - Pernambuco
A Regência Trina Permanente: composta pelos deputados João
V - Rio de Janeiro
Bráulio Muniz (político do nordeste) e José da Costa Carvalho
(político do sul) e pelo Brigadeiro Francisco de Lima e Silva.
Escolha a alternativa que tem a associação correta:
a) 1 - III; 2 - I; 3 - V; 4 - II; 5 - IV;
O ato adicional: reforma na constituição do império, Regência
b) 1 - II; 2 - V; 3 - II; 4 - I; 5 - V;
Una.
c) 1 - III; 2 - II; 3 - V; 4 - IV; 5 - I;
A regência do Padre Feijó: a explosão das rebeliões: ala
d) 1 - IV; 2 - I; 3 - V; 4 - III; 5 - II;
progressista dos moderados, renúncia.
e) 1 - V; 2 - III; 3 - IV; 4 - II; 5 - I;
A regência de Araújo Lima: ministério conservador, violência
04) (Faap) Luís Alves de Lima e Silva inicia-se na tradição de "O
contra as revoltas políticas populares que agitavam o país.
Pacificador" ao comandar as tropas que terminaram a:
a) revolta dos liberais paulistas e mineiros em 1842
Revoltas regenciais:
b) Balaiada, no Maranhão, 1838 - 1840
Guerra dos Farrapos - RS entre 1835 e 45 - luta dos produtores de
c) Revolução Farroupilha, no Rio Grande do Sul, 1835 - 1842
charque do sul por maior autonomia. Proclamação da República
d) Cabanada, no Pará
Riograndense e da República Juliana.
e) Sabinada, na Bahia, 1837
Sabinada - Ba em 1837 - movimento autonomista de classe média

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 7
Inclusão para a Vida História B

Tarefa Complementar #
01. O Brasil como nação independente optou pelo liberalismo
econômico.
05) Em Pernambuco as terras e o poder político, eram controlados 02. A partir da presença da família Real no Brasil e durante todo o
pela família Cavalcanti, enquanto o comércio era monopolizado século XIX a doutrina econômica que comandou a industrialização
pelos portugueses. Com esta situação, a população marginalizada foi o mercantilismo.
das terras e do trabalho, desencadeou a que seria a última revolta 04. Os interesses britânicos criaram obstáculos a realização de uma
popular no Segundo Reinado. política protecionista alfandegária.
08. A ideologia nacionalista encontrou grande ressonância no
A revolta popular a que se refere o texto foi: Império Brasileiro levando o Governo a praticar o liberalismo
econômico.
a) a Revolução Praieira; 02) TEXTO I:
b) a Sabinada; Eu não vejo salvação possível para o estado desolador desta
c) a Balaiada; província, senão quando variarmos de cultura e tratarmos de
d) a Guerra dos Farrapos; proteger direta e indiretamente a indústria manufatureira. Sem esta
e) a Cabanagem. indústria não pode manter-se a riqueza pública.
06) (Mackenzie) Em 1848, os ventos revolucionários europeus (Gordilho apud ALENCAR, p. 150)
chegavam a Pernambuco, onde a realidade social era marcada pelo TEXTO II:
latifúndio, opressão dos Cavalcanti, miséria e concentração de poder Não pertenço ao número dos que se incomodam por existir em
político. Mobilizadas as massas urbanas sob o comando de Pedro nossa Província um só gênero de cultura: em regra geral ninguém
Ivo, explodia o último grito liberal do império. vai explorar uma fonte de que lhe provenha receita menor, quando
O movimento descrito ficou conhecido como: pode ter outra mais abundante.
a) Sabinada. (Barão de Parnaíba apud TEIXEIRA, p. 205)
b) Cabanagem. Com base na análise dos textos e nos conhecimentos sobre a
c) Farroupilha. situação econômica do Brasil, durante o Segundo Reinado, pode-se
d) Balaiada. afirmar:
e) Praieira.
(01) Os autores dos dois textos discutem o mesmo tema, usando
AULA 07 argumentação diferente e concordando nas conclusões.
(02) Segundo se depreende dos dois textos, a economia brasileira,
na segunda metade do século XIX, se manteve como fornecedora de
O II REINADO gêneros alimentícios e matérias-primas para os países
industrializados.
(04) O autor do texto II defende a monocultura do café, porque os
O Golpe da Maioridade (1840). foram “pacificados” os dois grandes lucros dela decorrentes conseguiram reintegrar a economia
últimos movimentos liberais (descentralizadores): as revoltas de agrícola brasileira no mercado mundial.
MG e SP em 1842 (elite) e a Praieira de 1848 em PE (camadas (08) Na década de sessenta, a crescente produção de algodão, no
populares). “Parlamentarismo às avessas”: Ao contrário do Brasil, estava diretamente relacionada ao desenvolvimento da
sistema inglês. indústria têxtil, nas áreas produtoras.
Tarefa Mínima #
As disputas entre liberais e conservadores: Por volta de 1840, os
políticos regressistas criaram o Partido Conservador. E os
progressistas constituíram o Partido Liberal. No decorrer do século 03) Qual das alternativas a seguir contém as atividades produtivas
XIX, principalmente no período de 1850 a 1900, o Brasil viveu que mais utilizaram a mão de obra escrava nos períodos Colonial e
grande transformação: Imperial, no Brasil?
• O centro econômico do país deslocou-se das velhas áreas
agrícolas do nordeste para o centro-sul. a) Cultura de subsistência nas colônias de parceria, na região Sul, e
• O café tornou-se o principal produto agrícola do país. Superou criação de gado nas terras gaúchas.
todos os demais produtos como açúcar, tabaco, algodão e b) Extração de pau-brasil, culturas do fumo e do algodão.
cacau. c) Produção de açúcar, cultura do café e mineração.
• Nas fazendas de café de São Paulo o trabalho do escravo foi d) Pecuária e mineração.
sendo substituído pelo trabalho assalariado do imigrante e) Comércio, construção de estradas de ferro e produção de açúcar.
europeu (italianos, alemães etc.).
04) (Ufsc) Assinale a ÚNICA proposição CORRETA. Nos ciclos
• O dinheiro obtido com a venda do café foi aplicado na
seqüenciais da economia do Brasil, a ordem cronológica é:
industrialização do Brasil. Surgiram inicialmente indústrias
alimentares, de vestuário e de madeira.
01. pau-brasil, açúcar, ouro, café.
• As cidades se desenvolveram e surgiram importantes serviços
02. pau-brasil, ouro, açúcar, café.
urbanos (iluminação das ruas, bondes, ferrovias, bancos,
04. pau-brasil, café, ouro, açúcar.
teatros, etc.).
08. pau-brasil, açúcar, café, ouro.
O fim do tráfico negreiro: Em 1850, foi extinto o comércio de
escravos para o Brasil, pela lei Eusébio de Queiros. Tarefa Complementar #
Barão de Mauá: iniciativas como linhas férreas, iluminação a gás,
cabo submarino, investimento bancário... Mauá acabou falido pois 05) (Fuvest) A economia brasileira, durante o período monárquico,
não teve apoio para os seus projetos. O Brasil continuava a ser um caracterizou-se fundamentalmente
país latifundiário, conservador, aristocrático, escravista.
Exercícios de Sala #
a) pelo princípio da diversificação da produção agrária e pelo
incentivo ao setor de serviços.
01) O processo de desenvolvimento da indústria brasileira não foi b) pelo estímulo à imigração italiana e espanhola e pelo fomento à
acompanhado de uma efetiva política protecionista aduaneira. Quais incipiente indústria.
teriam sido as razões?

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 8
Inclusão para a Vida História B

c) pela regionalização econômica e pela revolução no sistema de Janeiro. Na noite do dia 15 constituiu-se o Governo Provisório
bancário nacional. da República dos Estados Unidos do Brasil.
d) pela produção destinada ao mercado externo e pela busca de
investimentos internacionais. Exercícios de Sala #
e) pela convivência das mãos-de-obra escrava e imigrante e pelo
controle do "déficit" público. 01) Entre os fatores que atuaram para a extinção do trabalho escravo
e o conseqüente avanço do capitalismo no Brasil, pode-se indicar:
06) (Cesgranrio) A expansão da agricultura cafeeira no oeste novo
paulista após 1880 introduziu uma série de mudanças na economia e (01) a redução do fluxo imigratório proveniente da Alemanha e da
nas relações sociais da Região Sudeste, entre as quais se destaca: Itália, em virtude dos movimentos de unificação política e da
estabilidade econômica dessas áreas.
a) o reforço das relações escravistas no interior das fazendas (02) o desinteresse da burguesia cafeeira de São Paulo em continuar
cafeicultoras, pois os escravos transferidos das fazendas açucareiras utilizando o trabalho escravo, uma vez que operava com o trabalho
do Nordeste eram a maioria absoluta da mão-de-obra nas plantações livre do imigrante europeu.
do oeste paulista. (04) o propósito do governo brasileiro de atender às solicitações da
b) o desenvolvimento de uma política governamental de distribuição aristocracia rural, no sentido de preservar a produtividade das
de pequenas propriedades às famílias imigrantes, que plantavam culturas tradicionais.
café a baixos custos e o vendiam a menores preços no mercado (08) a luta desenvolvida pela campanha abolicionista, o que
internacional. contribuiu para uma maior conscientização do problema.
c) a coexistência de grandes propriedades escravistas e
monocultoras de café para a exportação, e de pequenas propriedades 02) A Revolução Praieira, ocorrida em Pernambuco (1848-1850),
de famílias imigrantes, que produziam gêneros de subsistência para foi um dos principais levantes políticos durante o Império brasileiro.
os mercados urbanos.
d) o desenvolvimento de uma política governamental de subvenção Sobre este movimento político, podemos afirmar corretamente:
à imigração, cujo objetivo era estimular o investimento, por parte
dos imigrantes, de capitais na construção de estradas de ferro e nas 01. propiciou a união de liberais, republicanos e socialistas.
indústrias nascentes. 02. foi uma luta contra a oligarquia dos Cavalcanti-Albuquerque.
e) a substituição do trabalho escravo pelo trabalho livre de 04. manifestou os ideais políticos do Partido da Ordem.
imigrantes europeus no interior das fazendas cafeicultoras, o que 08. não contou com a participação das camadas populares.

Tarefa Mínima #
permitiu uma maior lucratividade do capital cafeeiro e seu
investimento em estradas de ferro, no comércio e em indústrias.
03) (Ufpr) A economia cafeeira foi o principal meio de acumulação
AULA 08 de capital no Brasil durante o século XIX. " É na região do café que
o desenvolvimento das relações capitalistas é mais acelerado e é aí
que se encontra a maior parte da industrialização nascente
brasileira."
A CRISE DO IMPÉRIO BRASILEIRO (SILVA, Sérgio. EXPANSÃO CAFEEIRA E ORIGENS
DA INDÚSTRIA NO BRASIL. São Paulo, Alfa-Omega, 1976.)
Conflitos internacionais: Com a Inglaterra (Questão Christie A respeito dessas questões, é correto afirmar que:
1863-1865).Intervenção contra Oribe e Rosas (1851-1852), 01) O incremento do consumo de café na Europa e nos Estados
presidentes do Uruguai e Argentina, respectivamente. Depois, a Unidos foi um dos fatores determinantes para a expansão da lavoura
Guerra contra Aguirre (1864-1865), presidente do Uruguai. cafeeira no Brasil.
Guerra do Paraguai (1865-1870). Brasil, Argentina e Uruguai 02) A lavoura cafeeira transformou a Região Sudeste na mais
(Tríplice Aliança) contra o Paraguai e deram início ao mais longo e importante, economicamente, do país.
sangrento conflito armado já ocorrido na América do Sul. 04) Ao se examinar o processo histórico brasileiro, nota-se que há
ligação entre expansão cafeeira, imigração, urbanização e
Questão abolicionista: Lei do Ventre Livre (1871); Lei dos industrialização.
Sexagenários (1885); 13 de maio de 1888: Lei Áurea promulgada 08) A burguesia agro-exportadora foi responsável pela
pela princesa Isabel: a escravidão foi extinta no Brasil. industrialização maciça que antecedeu o grande impulso da
economia cafeeira.
Questão republicana: Partido Republicano Paulista, fazendeiros
de café de São Paulo e contava com seguidores no Rio de Janeiro, 04) (Ufpr) Em 1850, o Segundo Império brasileiro atingiu seu
em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul. apogeu. E esse apogeu coincidiu, historicamente, com o do primeiro
ciclo do café, as questões platinas, o parlamentarismo e a arte
Questão religiosa: bispos de Olinda e de Belém contra maçons D. neoclássica e romântica. No que diz respeito ao sistema
Pedro II, influenciado pela maçonaria, decidiu intervir na questão, parlamentarista brasileiro do Império, é correto afirmar que:
solicitando aos bispos que suspendessem as punições. 01) O Imperador designava o presidente do Conselho de Ministros.
02) O Presidente do Conselho de Ministros escolhia os demais
Questão militar: Depois da Guerra do Paraguai, o Exército ministros.
brasileiro foi adquirindo maior importância na sociedade. Os ideais 04) Todos os ministros eram responsáveis perante a Câmara de
republicanos contagiaram os oficiais, divulgados por homens como Deputados.
o coronel Benjamin Constant, professor da Escola Militar do Rio 08) O parlamentarismo de então se pautava pelo modelo inglês.
Tarefa Complementar #
de Janeiro.

O fim do segundo império:A oposição de tantos setores da


05) (Cesgranrio) As Leis Abolicionistas, a partir de 1850, podem ser
sociedade à monarquia tornou possível o tranqüilo sucesso do golpe
consideradas como o nível político da crise geral da escravidão no
político que instaurou a república no Brasil. No dia 15 de
Brasil, porque:
novembro de 1889, o Marechal Deodoro da Fonseca assumiu o
comando das tropas revoltadas, ocupando o quartel-general do Rio
a) a Lei Euzébio de Queiroz (1850) proibiu o tráfico quando a
necessidade de escravos já era declinante, face à crise da lavoura.
PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 9
Inclusão para a Vida História B

b) o sucesso das experiências de parceria acelerou a emancipação FLORIANO PEIXOTO (1891 - 1894)
dos escravos, crescendo um mercado de mão-de-obra livre no país.
c) a Lei do Ventre Livre (1871) representou uma vitória expressiva Enfrentou a II Revolta da Armada no Rio de Janeiro e a Revolução
do movimento abolicionista, tornando irreversível o fim da Federalista no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e no Paraná.
escravidão. ·Repressão violenta aos revoltosos, chegando quase a ditadura;
d) as sucessivas leis emancipacionistas foram paralelas à ·Floriano foi chamado de "Marechal de Ferro" e "Consolidador da
progressiva substituição do trabalho escravo por homens livres. República".
e) a Lei Áurea, iniciativa da própria Coroa, visava a garantir a ·Massacre de Anhatomirim: Desterrenses que apoiaram a
estabilidade e o apoio dos setores rurais ao Império. Revolução Federalista foram executados na Ilha.
Recomendação do Professor Beto: Assistir ao curta-metragem
06) (Fuvest) A extinção do tráfico negreiro, em 1850 “Desterro” com a pessoa amada.

a) reativou a escravização do Índio. PRUDENTES DE MORAIS (1894 - 1898)


b) ocasionou a queda da produção cafeeira no Oeste Paulista.
c) acarretou uma crise na indústria naval. ·Foi o primeiro Presidente civil do Brasil. Com ele iniciou-se, na
d) acentuou a crise comercial da segunda metade do século XIX. república, o domínio político dos fazendeiros;
e) liberou capitais para outros setores da economia. ·Foi solucionada a "Questão de Palmas ou missões" com a
Argentina, graças a atuação do Barão do Rio Branco. Cleveland,
Presidente dos E.U.A, deu ganho de causa ao Brasil;
·Campanha de Canudos, nos sertões da Bahia, às margens do rio
AULA 09 Vaza Barris. O beato Antonio Conselheiro com sua pregação de
salvação para quem o seguisse, conseguiu milhares de seguidores
fanáticos ("jagunços") entre as populações miseráveis da Bahia,
REPÚBLICA VELHA reunindo-os no Arraial de Canudos. Nas palavras de Euclides da
Cunha, autor do livro "Os Sertões", que acompanhou o episódio
República das Espadas como enviado especial do jornal O Estado de São Paulo, "Canudos
não se rendeu... resistiu até o esmagamento completo, quando
Governo Provisório (1889 - 1891) caíram seus últimos defensores, quase todos morreram. Eram quatro
Após a Proclamação da República foi instituído um Governo apenas: um velho, dois homens feitos e uma criança".
Provisório sob a Presidência de Deodoro da Fonseca. Realizações
importantes do Governo Provisório Republicano: CAMPOS SALES (1898 - 1902)
·Expulsão da família imperial do Brasil;
·A liberdade de culto, a separação da Igreja Católica do Estado; a Inaugurou a política dos Governadores ou seja, uma troca de
instituição do casamento civil obrigatório; favores entre o Presidente e os Governadores dos Estados.
·A criação da Bandeira republicana (19 de novembro) com o lema - A Política do Café com Leite caracterizou-se pela liderança
"Ordem e Progresso"; política dos Estados de São Paulo e Minas Gerais através do PRP
·As Províncias tornaram-se Estados, formando o conjunto dos (Partido Republicano Paulista) e do PRM (Partido Republicano
"Estados Unidos do Brasil"; Mineiro).
·A crise econômica do "Encilhamento" , ocasionada pela política
financeira de Rui Barbosa (Ministro da Fazenda. RODRIGUES ALVES (1902 - 1906)
·A sede do governo passou a ser chamada de Distrito Federal;
·Rodrigues Alves teve a sorte de governar o Brasil na época do
surto da borracha.
A Constituição de 1891 Entre os principais atos do governo de Rodrigues Alves podemos
citar:
Promulgada pela primeira Constituinte republicana, foi baseada ·Modernização da cidade do Rio de Janeiro, graças ao Prefeito
na Constituição estadunidense. Extinguiu todas as formas e Pereira Passos
instituições monárquicas como o Poder Moderador e a união da ·Combate à febre amarela e varíola no Rio de Janeiro, através de
Igreja-Estado. Adotou a organização do Estado em três Poderes - campanhas de higiene a vacinação, pelo cientista Oswaldo Cruz,
Executivo, Legislativo e Judiciário - e o voto universal (não- Diretor de Saúde Pública;
obrigatório) para maiores de 21 anos, com exceção das ·Levante da Escola Militar (Rio de Janeiro) devido a instituição da
mulheres, analfabetos, soldados e cabos. O voto não era secreto lei de obrigatoriedade da vacina;
e tinha de ser declarado em público e assinalado em listas. Isto -"Questão do Acre": Brasil x Bolívia
permitiu que se desenvolvesse por todo país, então
predominantemente rural, uma das maiores forças políticas da
GOVERNO DE AFONSO PENA (1906 - 1909)
época: a dos coronéis. Assim, as oligarquias regionais conseguiam
impor seus interesses locais e descentralizadores.
A prática desse "voto de cabresto" marcou todo o período da ·Adotou como lema "Governar é povoar". Por isso,
República Velha. Eleição indireta de Deodoro e Floriano para incentivou a imigração, o que possibilitou a entrada
governar o Brasil até 1894. de um milhão de estrangeiros no Brasil durante o seu
MAL. DEODORO DA FONSECA (1891)
governo;
·Afonso Pena faleceu em 1909, sendo substituído pelo vice-
presidente Nilo Peçanha, que completou seu mandato.
·Fechamento do Congresso Nacional com o apoio do Exército e de
todos os Estados, com exceção do Pará, governado por Lauro Sodré;
NILO PEÇANHA (1909 - 1910)
·I Revolta da Armada, liderada pelo Almirante Custódio de Melo.
Para evitar uma guerra civil, Deodoro renuncia sendo substituído
·Criação do Serviço de Proteção aos Índios (SPI), graças à atuação
pelo vice-presidente Marechal Floriano Peixoto.
do Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon que desenvolveu
uma política de atração pacífica junto aos indígenas;

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 10
Inclusão para a Vida História B

CRISE DA REPÚBLICA OLIGÁRQUICA 2) (ITA-SP) As razões da violenta repressão ao movimento de


Canudos, no interior da Bahia, no início da República, deveram-se
HERMES DA FONSECA (1910 - 1914) principalmente:

·Gaúcho, foi o único Presidente da República Velha não 01. à preocupação da Igreja com relação ao crescimento de uma
escolhido pela "Política dos Governadores"; seita que lhe era hostil.
·Em seu governo ocorreu a "Política das Salvações", intervenções 02. às tendências esquerdistas manifestadas pelos seus integrantes.
do governo federal no Estados, patrocinadas pelo Senador Pinheiro 04. aos interesses prejudicados dos latifundiários, privados de mão-
Machado, para derrubar as oligarquias que apoiavam a "Política de-obra farta e barata.
dos Governadores"; Lutas armadas: Ceará, o Padre Cícero Romão 08. impossibilidade de controle fiscal do governo sobre uma grande
Batista ("Padim Ciço"), aliado a outros coronéis, liderou uma área produtora de minérios.
revolta de sertanejos (Revolta do Juazeiro) No Rio de Janeiro, o 16. recusa dos sertanejos em trabalhar nas terras dos latifundiários e
marinheiro negro João Cândido liderou a "Revolta da Chibata" terem invadido terras do governo.
(1910). Iniciada a Guerra do Contestado. O movimento foi
Tarefa Mínima #
liderado pelo beato José Maria.

VENCESLAU BRÁS (1914 - 1918)


3) “... Para que V. Excia. faça aos marinheiros brasileiros
·Promulgação do Código Civil (1916), elaborado por Clóvis possuirmos os direitos sagrados que as leis da República nos
Bevilácqua; facilitam (...), reformar o código imoral e vergonhoso que nos rege a
·Participação do Brasil na 1ª Guerra Mundial: declaração de fim de que desapareça a chibata, o bolo e outros castigos
guerra aos Impérios Centrais (Alemanha e seus aliados) e semelhantes; aumentar nosso soldo...” Ultimato dos Marinheiros
participação ao lado dos Estados Unidos, Inglaterra, França e revoltosos ao Presidente Hermes da Fonseca, em 1910.
Itália. O Brasil forneceu alimentos e matérias-primas, além de As reivindicações contidas no texto referem-se às expectativa de
enviar um grupo de médicos e aviadores para a Europa e alguns segmentos sociais quanto à República que almejavam. Das
colaborou no policiamento do oceano Atlântico, com os navios da alternativas abaixo, ilustrativas da realidade política sob a República
Marinha de Guerra. Velha, qual contém um sentido que se identifica com o ultimato
·Expressivo crescimento industrial e aumento da produção transcrito?
agrícola. Política de substituição das importações e aumento das
exportações. 01. “A questão operária é uma questão de polícia” (Washington
-Fim da Guerra do Contestado: 1916 - morte de milhares de Luís);
sertanejos e soldados. 02.“… de lá (dos Estados) que se governa a República, por cima das
multidões que tumultuam agitadas, as
EPITÁCIO PESSOA (1919 - 1922) ruas da capital da União” (Campos Salles);
04.“... por isso, os que não quiserem render-se às persuasões, terão
·Revolta dos Dezoito do Forte Copacabana (1922),·Semana de que render-se à força.” (Aurelino Leal,
Arte Moderna (1922) Chefe de Polícia);
08.“O povo ficou reduzido a uma verdadeira situação de
ARTUR BERNARDES (1922 - 1926) impotência, asfixiado em sua vontade pela ação
compressora dos que detêm as posições políticas e administrativas.”
Movimentos operários controlados pela polícia e a Lei da Imprensa (Manifesto dos Tenentes);
(censura); Coluna Prestes 16.“A 15 de novembro (de 1889) troca-se um trono vitalício pela
Washington Luís (1926 - 1930) cadeira quadrienal... O caboclo não dá pela coisa. Vem Floriano,
"Governar é abrir estradas". Rodovias Rio-São Paulo e a Rio- estouram as granadas de Custódio na Revolta da Armada... O
Petrópolis; caboclo continua de cócoras.” (Monteiro Lobato).
Queda nas exportações de café: Crise Econômica Mundial de 1929
("Grande Depressão"), Bolsa de NY. 04) Assinale a(s) alternativa(s) INCORRETA(S):
Eleição de 1930: a Aliança Liberal (Getúlio Vargas-Presidente e
João Pessoa-Vice-presidente) 01.A Revolta da Vacina ocorreu durante a presidência de Rodrigues
O movimento revolucionário: Assassinato de João Pessoa. No dia Alves.
03 de outubro, eclodiu a revolta no Rio Grande do Sul, seguindo-se 02.Podemos dizer que a eclosão da Revolta da Vacina refletiu a falta
a do Nordeste, sob a chefia de Juarez Távora. No dia seguinte, de democracia no país.
participavam principalmente tropas das milícias estaduais e forças 04.Os militares e a oposição aproveitaram o descontentamento
arregimentadas por coronéis, que derrubaram Washington Luís e popular para se contrapor ao governo.
depois entregaram o poder a Getúlio Vargas. 08.A Revolta da Vacina foi um fato inserido no processo de
Exercícios de Sala #
reurbanização feito pelo prefeito Pereira Passos.
16.A Revolta da Chibata foi feita por trabalhadores negros nas
fazendas de café, tratados como escravos.
1) Os movimentos sociais rurais que caracterizam a Primeira
República podem ser explicados por: Tarefa Complementar #

01.crise na estrutura agrária brasileira, sobretudo no Nordeste. 5) (UFRN) A “Política dos Governadores”, iniciada, na República
02.péssimas condições naturais da região nordestina. Velha, por Campos Sales, baseava-se no(a):
04.grande afluxo de imigrantes, sobretudo nas áreas de café.
08.tendência dos elementos mais pobres a sempre procurarem uma a)domínio das elites oligárquicas estaduais sobre as populações
solução através da religião. rurais, através da repressão violenta às constantes revoltas armadas.
16.disputa entre o governo federal e os posseiros nordestinos pela b)controle exercido pelas oligarquias sobre os oficiais da Guarda
terra. Nacional, os quais influenciavam fortemente a condução da política
nacional.

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 11
Inclusão para a Vida História B

c)elaboração de uma política de correção dos vícios do sistema -Criação do Ministério da Aeronáutica (Clóvis Salgado foi o
eleitoral, advinda de articulações entre as oligarquias e o governo primeiro titular desta pasta);
federal. -Reuniu-se na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) toda a
d)teia de relações políticas ligadas ao poder oligárquico, a qual legislação trabalhista (1943);
partia do presidente, passava pelos governadores e se estendia até os - Criação da Companhia Siderúrgica (1941) (Usina de Volta
eleitores nos municípios tutelados pelos coronéis. Redonda) e a Companhia Vale do Rio Doce (1942) para extrair
minérios; Surgimento de diversos territórios federais (Fernando de
6) Mackenzie-SP Noronha, Amapá, etc); Outorgou a Constituição de 1937, que
“Os vaqueiros e os peões do interior escutavam-no em silêncio, instituiu um federalismo centralizado; Enviou a FEB para os
intrigados, atemorizados, comovidos… Alguma vez, alguém o campos da Europa (Itália); Nomeou novos interventores para os
interrompia para tirar uma dúvida. Terminaria o século? Chegaria o Estados; Proibiu greves; Extinguiu todos os partidos políticos;
mundo a 1900? Ele respondia (…) Em 1896, mil rebanhos Regulamentou a pena de morte no Brasil; Criou o Departamento
correriam da praia para o sertão e o mar se tornaria sertão e o sertão de Imprensa e Propaganda (DIP). Institutos do Açúcar e do
mar (…).” Mario Vargas Llosa. Álcool (IAA), do Mate e do Pinho; Plano Qüinqüenal que
O carismático Antonio Conselheiro, de que fala o texto acima, apresentava os seguintes itens: usina de aço, fábrica de aviões, usina
liderou a Revolta de Canudos em 1897. hidrelétrica em Paulo Afonso, estradas-de-ferro e de rodagem;
Dentre as causas dessa revolta, apontamos: Participação do Brasil na Segunda Guerra. Em janeiro de 1942, o
governo rompeu relações diplomáticas com os países do "Eixo" e
a) o isolamento do sertanejo, o coronelismo e a luta pela posse da permitiu a instalação de bases navais e aéreas no Nordeste
terra. Brasileiro (Fernando de Noronha e Natal); a Marinha de
b) o apoio incondicional do sertanejo à Monarquia. Guerra cooperou no patrulhamento do Atlântico; DASP -
c) a impossibilidade de adaptação do sertanejo aos valores Departamento de Administração do Serviço Público;
republicanos. PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), PSD (Partido Social
d) o crescimento e a modernização da economia nordestina. Democrático) e UDN (União Democrática Nacional). Pela
e) a oposição contra a Igreja Católica aliada dos monarquistas. primeira vez o Brasil passou a ter partidos políticos de atuação
nacional.
·A reconstitucionalização do país (deposição de Getúlio Vargas
AULA 10 pelos chefes militares em 29/10/1945).
·As Forças Armadas entregaram o governo ao Ministro do Supremo
POPULISMO Tribunal Federal, José Linhares, que realizou as eleições (O General
Eurico Gaspar Dutra saiu vitorioso).
Getúlio Vargas (1930-1945)

GOVERNO PROVISÓRIO (1930 - 1934) EURICO GASPAR DUTRA (1946 - 1951)

-Revolução Constitucionalista de 1932; Os principais fatos do governo Dutra foram:


-a criação dos Ministérios da Educação e Saúde; Trabalho,
Indústria e Comércio; - Promulgação da Constituição de 18 de outubro de 1946.
A Constituição de 1934
Promulgada; abria o direito de voto às mulheres e aos maiores de
Constituição de 1946 (18/09/1946)
18 anos. Bases da legislação trabalhista: repouso remunerado,
previdência social e a proteção ao trabalho da mulher e do
Principais características: Federalismo,Eleições diretas;
menor. Estabeleceu a justiça eleitoral, a justiça do trabalho e a
Presidencialismo (5 anos); Autonomia e harmonia dos três
militar.
poderes; Câmara de Deputados e Senado Federal;
GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934 - 1937)
SEGUNDO GOVERNO DE GETÚLIO VARGAS (1951 - 1954)
Ação Integralista Brasileira (AIB) e Aliança Nacional
Criação da PETROBRÁS (Lei 2.004, de 03 de outubro de 1953),
Libertadora (ANL).
empresa que estabeleceu o monopólio estatal da pesquisa e
O movimento integralista de 1935, a descoberta do Plano Cohen
exploração de petróleo do Brasil;
(forjado pelos integralistas, que continha um plano comunista para a
Surgimento de sucessivas crises políticas devido as acirradas
tomada do poder), a Intentona Comunista e o apoio dos chefes
críticas movidas pela oposição. Em 24 de agosto de 1954 Getúlio
militares: Golpe de Estado de 1937 (Estado Novo). Getúlio decreta
Vargas suicidou-se, o vice-presidente Café Filho assume o
o "Estado de Guerra", fecha o Congresso Nacional e outorga, no
governo. Tendo convocado novas eleições, a chapa Juscelino
dia 10/11/1937, a nova Constituição ("Polaca").
Kubistchek e João Goulart é eleita.
Por motivo de doença, Café Filho se afasta da Presidência, sendo
ESTADO NOVO (1937 - 1945)
substituído por Carlos Luz (Presidente da Câmara dos Deputados),
que permaneceu no poder apenas 48 horas. Sob alegação da
CONSTITUIÇÃO DE 1937 (10/11/1937)
preparação de um golpe militar para impedir a posse dos eleitos, o
.Foi promulgada a CLT e criada a Previdência Social.
General Teixeira Lott (Ministro da Guerra) afasta Carlos Luz da
·Federalismo altamente centralizado, limitando-se a autonomia dos
Presidência. O Congresso Nacional declara impedido Carlos Luz e
Estados em favor do poder central. Amplos poderes eram
Nomeia Nereu Ramos (Presidente do Senado) como presidente,
concedidos ao Presidente da República.
que depois passará a faixa presidencial para Juscelino Kubistchek.
·Unificação do poder político, Extinção do cargo de Vice-
presidente da República;
JUSCELINO KUBISTCHEK (1956 - 1961)
·Restrições à Liberal Democracia, tão defendida na Constituição
O governo Juscelino foi marcado por um desenvolvimento
de 1891. Maior intervencionismo do Estado Novo, que passou a
acelerado. Esse surto econômico foi denominado nacionalismo
tomar medidas de diversificação da agricultura e incentivos à
desenvolvimentista. "Cinqüenta anos em cinco");- Construção
industrialização.

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 12
Inclusão para a Vida História B

Tarefa Mínima #
de Brasília, o que possibilitou a transferência da capital do Rio de
Janeiro para o Planalto Central (21 de abril de 1960);
Construção de Usinas Hidrelétricas de Furnas e Três Marias;
Implantação da indústria automobilística e construção naval; 3.UFPR A respeito das tensões políticas e sociais descritas na Carta
Execução do "Plano de Metas" (transporte, energia e alimentação); Testamento de Vargas (24/08/1954), assinale as alternativas
Construção da rodovia Belém-Brasília; Envio do Batalhão Suez, a verdadeiras:
pedido das Nações Unidas, para atuar no Oriente Médio (Faixa de
Gaza, entre Israel e Egito); Criação da SUDENE (Superintendência 01.Getúlio Vargas identificava a si próprio como defensor dos
para o Desenvolvimento do Nordeste); No governo Juscelino direitos dos trabalhadores brasileiros e arquiteto da soberania
Kubistchek as empresas multinacionais penetraram maciçamente nacional.
no Brasil e as grandes realizações no setor econômico significaram 02.Getúlio Vargas tentava minimizar a importância do
um agravamento da inflação, aumentando enormemente o custo desenvolvimento industrial, defendendo reiteradamente o
de vida. predomínio da cafeicultura.
04.Getúlio Vargas havia optado pelo investimento dos recursos do
JÂNIO QUADROS GOVERNOU APENAS 7 MESES (1961) Estado nas indústrias de base como forma de garantir a
independência econômica nacional.
- Procurou desenvolver uma política externa independente 08.Getúlio Vargas reconhecia a sua responsabilidade na instauração
(condecoração de Che Guevara); da ditadura do Estado Novo (1937-1945), fazendo uma autocrítica
- Eleito com grande número de votos, a maior votação de toda dos abusos perpetrados pela repressão policial naquele período.
história republicana até então, Jânio Quadros renunciou ao cargo 16.Getúlio Vargas criticava os setores empresariais que não
no dia 25 de agosto de 1961; concordavam com sua política trabalhista.
32.Getúlio Vargas defendia a privatização das empresas estatais,
JOÃO GOULART (1961 - 1964) como a Eletrobrás e a Petrobrás, tidas por ele como ineficientes e
atrasadas, principais responsáveis pelo déficit público e pela
João Goulart assumiu no dia 07 de setembro de 1961, com um inflação.
sistema Parlamentarista.
Foram escolhidos como Primeiro-Ministros, respectivamente: 4.U. E. Ponta Grossa-PR “Além da reativação das relações
Tancredo Neves, Brochado da Rocha e Hermes Lima. Contando bilaterais com os países socialistas, em base de respeito mútuo e
com o forte apoio popular, João Goulart convocou um Plebiscito visando ao incremento do comércio, o Brasil considera essencial à
para 6 de janeiro de 1963, para decidir sobre a manutenção ou não diminuição da tensão mundial uma política de fortalecimento das
do Sistema Parlamentar. O resultado foi a volta do Nações Unidas. Para o governo brasileiro, a ONU, sendo menos que
Presidencialismo, que lhe devolvia os poderes retirados em 1961. um superestado, é mais do que a soma de seus estados-membros e
A tensão que reinaria durante o período de governo de João Goulart não foi feita para ser utilizada por eles, isoladamente ou em grupo,
atingiu o seu ponto máximo quando o presidente criou uma lei como instrumento de sua política paroquial ou de seus interesses
implantando o 13º salário. O Congresso recusou-a e os mais imediatistas (…) Foram elas criadas (…) para salvaguardar a
trabalhadores entraram em greve. paz e a segurança de todos (…), permitir a justa aplicação do
princípio de autodeterminação dos povos, vitalizar a cooperação
internacional para o desenvolvimento econômico (…) O Brasil
apóia todos esses objetivos (…).” Afonso Arinos de Melo Franco,
Exercícios de Sala # ministro das Relações Exteriores, 1950. De acordo com o texto,
assinale o que for correto.
1) (Mackenzie-SP) São fatores que impulsionaram a indústria
durante o Estado Novo: (01) O Brasil se posiciona favoravelmente à organização de blocos
econômicos e políticos, para a manutenção da segurança mundial.
01.O governo democrático de Vargas, que contava com forte apoio (02) O Brasil defende o restabelecimento das relações diplomáticas
da sociedade civil. com os países socialistas, pois estas resultariam em
02.A regulamentação das relações capital e trabalho, marcadas pelo desenvolvimento comercial e alívio da tensão internacional.
liberalismo, e a ausência de intervenção do Estado Novo na área (04) A ONU não deve servir como instrumento de interesses
trabalhista. político-econômicos de países-membros, isolados ou em grupo.
04.A redução das importações, fruto da desvalorização da moeda e a (08) A ONU é um superestado que deve ser dotado de plenos
eclosão da II Guerra Mundial, fato que contribuiu para ampliar o poderes para a resolução de diferentes problemas internacionais.
mercado de exportações e reduzir a concorrência. (16) Os objetivos do Brasil e dos Estados Unidos em relação aos
08.A captação de capitais externos, base do modelo econômico países socialistas são coincidentes.
adotado por Vargas no período.
16.O crescimento do mercado externo em função da participação Tarefa Complementar #
brasileira na II Guerra Mundial ao lado das potências do Eixo.
5. UFPR “A nova democracia brasileira difere radicalmente do
2) O governo de Getúlio Vargas, durante o qual foi instituído o
modelo registrado na tradição. E a diferença mais notável está em
Estado Novo, terminou em outubro de 1945 por:
que, nesta democracia de massas, o Estado se apresenta de maneira
direta a todos os cidadãos. Com efeito, todas as organizações
01.fim de mandato.
importantes que se apresentam como mediação entre o Estado e o
02.renúncia.
indivíduo são, em verdade, antes anexos do próprio Estado que
04.morte natural.
órgãos efetivamente autônomos (...). O sistema partidário, por outro
08.deposição por golpe militar.
lado, tem base nos dois agrupamentos (PSD e PTB) criados por
16.suicídio.
Getúlio e, em larga medida, dependentes do seu prestígio pessoal
(...). Neste quadro político – em que o Estado, através dos líderes
populistas, se põe em contato direto com as massas – não há lugar
de destaque para as ideologias. Os aspectos decisivos da luta

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 13
Inclusão para a Vida História B

política – as formas de aquisição e preservação do poder estão Período de governo marcado por muitas agitações políticas e atos de
vinculados a uma luta entre personalidades”. terrorismo em diversos pontos do país;
WEFFORT, F. O populismo na política brasileira. Rio de Janeiro: Devido a enfermidade, foi substituído por uma Junta Militar
Paz e Terra, 1980. composta pelos Ministros do Exército, Marinha e Aeronáutica,
Considerando o período da história do Brasil situado entre 1946 e vindo logo a falecer.
1964, assinale as alternativas verdadeiras: A Junta transmitiu o poder a Garrastazu Médici, nome indicado pelo
Alto Comando das Forças Armadas e eleito indiretamente pelo
01.A democracia brasileira, no período em questão, foi sustentada "Colégio Eleitoral".
mais por lideranças carismáticas do que por partidos fortes, Com a posse de Médici entrou em vigor a Emenda Constitucional
amparados em ideologias claras. de 1967 que ampliou o mandato presidencial para cinco anos.
02.No período histórico mencionado, as oligarquias agrárias de São
Paulo e Minas Gerais organizaram um sistema partidário que GENERAL EMILIO GARRASTAZU MÉDICI (1969 - 1974)
buscava, acima de tudo, a inclusão da classe trabalhadora na vida
política. Governo marcado pela criação de "Projetos de Impacto" (Ponte Rio-
04.No populismo, a estrutura política brasileira afastou-se do Niterói), (Transamazônica), eliminação da guerrilha urbana e rural,
modelo tradicional de democracia, na medida em que o Estado bem como pelos poderes excepcionais que o Presidente dispunha. O
procurava manter as massas sob seu controle. "Milagre" Econômico brasileiro.
08.Nos anos 1950, teve destaque a participação da Ação Integralista
Brasileira como a principal organização política mediadora das GENERAL ERNESTO GEISEL (1974 - 1979)
relações entre Estado e trabalhadores.
16.A tentativa de domínio político das massas pelo governo, tornou- O governo do Presidente Geisel conheceu uma crise econômica
se manifesta em 1947, quando o Partido Comunista do Brasil foi marcada pelo fim do "milagre brasileiro" e pela crise energética
novamente colocado na ilegalidade. mundial, quando ocorreu a elevação dos preços do petróleo, que
32.A época mencionada no texto refere-se à complexa conjuntura repercutiu internamente, baixando a taxa de investimento público.
produzida pela crise do governo do General Dutra, líder de um Ministério da Previdência e Assistência Social (MPAS); Assinou
regime militar cujo fim proporcionou a um acordo de cooperação nuclear com a Alemanha, para o Brasil
reorganização partidária em torno de lideranças de esquerda. assimilar tecnologia avançada para fins pacíficos; O mandato
presidencial passou para seis (06) anos; Iniciou a abertura política
6. U. E. Ponta Grossa-PR Os anos que separam a queda de Vargas (revogação dos Atos Institucionais e Complementares); Construção
da ascensão militar de 64 constituem um período de grande da hidrelétrica de Itaipu; Criação do Pró-Álcool (programa Nacional
diversificação e criatividade cultural. Sobre esse período, assinale o do Álcool).
que for correto.
GENERAL JOÃO BATISTA FIGUEIREDO (1979 - 1985)
(01) As classes médias nesse período rejeitavam as novidades
culturais e de bens de consumo. "Fazer do Brasil uma Democracia" ou seja, dar continuidade ao
(02) Nele surgiu a bossa-nova, movimento de modernização e processo de abertura iniciado pelo governo Geisel.Continuou o
internacionalização da música popular brasileira. processo de "abertura política" e concedeu a anistia, visando a
(04) Jânio Quadros, eleito presidente pela coligação PTB/PSD, democratização do país; Estabeleceu uma reforma partidária, que
fortaleceu a hegemonia desses partidos em níveis regional e possibilitou o surgimento de novos partidos políticos: PMDB, PT,
nacional. PFL, PTB, etc; O restabelecimento das eleições diretas para
(08) Desenvolveu-se o Cinema Novo, iniciado com os filmes de governadores de Estados; Negociações econômicas com o Fundo
Gláuber Rocha, marcando a passagem do cinema de arte para uma Monetário Internacional (F.M.I.)
revolução de linguagem e de temas. Fim da República Militar
(16) Fundaram-se os Centros Populares de Cultura (CPCs), Vigoroso movimento em favor das "Diretas Já" eclodiu no país.
envolvendo estudantes, artistas e intelectuais, para levar arte e
cultura aos trabalhadores.
Exercícios de Sala #
AULA 11
1.UFMT No dia 28 de agosto de 1999, o Brasil comemorou os vinte
anos da aprovação da lei da anistia aos implicados em crimes
DITADURA MILITAR políticos durante o regime militar no país. Sobre o assunto, marque
os itens verdadeiros:
MARECHAL CASTELO BRANCO (1964 - 1967)
01 Durante a presidência de Ernesto Geisel, o primeiro presidente
Editou os Atos Institucionais números 1, 2, 3 e 4 que concedia civil brasileiro, foi concedida tal prerrogativa aos exilados políticos.
amplos poderes ao Presidente da República para cassar mandatos, 02 Desde 1974, entidades como a Ordem dos Advogados do Brasil
suspender direitos políticos, etc Extinguiu os antigos partidos – OAB vinham pressionando o governo brasileiro no sentido da
políticos (UDN, PSD, PTB, etc) através de uma reformulação aprovação da lei da anistia integrando um amplo movimento de luta
partidária, o que resultou no bipartidarismo (ARENA e MDB); contra a ditadura.
Promulgou a Constituição de 24 de janeiro de 1967; O regime 04 Além das pressões internas, como a manifestação pública que
militar instaurado e respaldado juridicamente por Atos reuniu mais de 20.000 pessoas em 1979 no Rio de Janeiro, pressões
Institucionais, dissolveu as organizações consideradas externas, como a política de direitos humanos dos Estados Unidos,
"subversivas" como a C.G.T. (Comando Geral dos contribuíram para a aprovação dessa lei.
Trabalhadores) e a U.N.E. (União Nacional dos Estudantes). 08 O projeto aprovado pela ampla maioria do Congresso Nacional
previu anistia ampla, geral e irrestrita, porém deixou de fora os
MARECHAL COSTA E SILVA (1967 - 1969) torturadores e autores de fraude eleitoral, exatamente como previa o
projeto das oposições.
Editou o AI-5 (Ato Institucional nº 5), concedendo ao Presidente da
República poderes totais, inclusive de fechar o Congresso Nacional;

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 14
Inclusão para a Vida História B

2. Unifor-CE O atentado ao Riocentro, em 30 de abril de 1981, em 6.UFRRJ


que explodiu uma bomba num carro, matou um sargento e feriu “Com 105 votos a mais do que os 336 necessários, a Câmara
gravemente um capitão do Exército, resultou da reação: aprovou ontem o pedido de Impeachment do Presidente Collor, (...)
mesmo após a conclusão da CPI sobre Paulo César Faria, o PC. (...)
01 das entidades estudantis, proibidas de comemorar o Dia do A votação foi acompanhada por multidões que ocuparam ruas e
Trabalho pelo presidente Médici. praças das principais cidades
02 da extrema direita civil e militar contra as medidas do país, festejando, voto a voto, o afastamento do Collor”..Jornal do
redemocratizantes do presidente Figueiredo. Brasil. Rio: 30/09/92. p. 1.
04 da esquerda radical operária e estudantil contra a política O afastamento de Fernando Collor se deu entre outros motivos pela:
antiinflacionária do presidente Castelo Branco
08.dos setores da esquerda contra as medidas tomadas pelo a) oposição externa à sua política econômica.
presidente Ernesto Geisel que resultou no Pacote de Abril. b) inexistência de composição com a oposição.
16.da guerrilha urbana contra as medidas ditatoriais do presidente c) denúncia de corrupção no interior de seu governo.
Costa e Silva que colocou o Congresso em recesso indefinido. d) alta inflação, apesar do confisco da poupança.
e) adoção pelo presidente de uma política neoliberal.
Tarefa Mínima #

3. PUC-SP O período militar brasileiro recente (1964-1985): AULA 12


a) destacou-se pelo forte crescimento econômico nacional, REDEMOCRATIZAÇÃO
associado à aplicação de vários projetos voltados à diminuição das
diferenças sociais e à superação das barreiras entre as classes.
b) ocorreu simultaneamente à presença de ditaduras militares em
NOVA REPÚBLICA (1985 - .....)
outros países latinoamericanos, como a Argentina, o Chile e o
Uruguai, o que caracteriza uma fase militarista na história latino- No final de junho de 1984, o PDMB lançou o nome de Tancredo
americana. Neves à disputa no Colégio Eleitoral. Em 15 de janeiro, o Colégio
c) caracterizou-se pela preservação da democracia, a despeito a Eleitoral deu 480 votos a Tancredo Neves e 180 a Paulo Maluf,
disposição autoritária de alguns grupos militares, que desejavam candidato governista. Entre fins de janeiro e princípios de fevereiro
suprimir direitos políticos de membros da oposição. de 1985, Tancredo visitou os Estados Unidos e vários países da
d) iniciou-se com o golpe militar que depôs o presidente João Europa. Com o seu regresso ao Brasil, tiveram início as negociações
Goulart e encerrou-se com as eleições presidenciais diretas e a visando à formação do ministério. Um dia antes da posse, marcada
convocação da Assembléia Constituinte ao final do governo Médici. para 15 de março de 1985, Tancredo Neves foi submetido à uma
e) contou com forte presença militar e política dos Estados Unidos, cirurgia de emergência. José Sarney tomou posse como presidente
que utilizaram o território brasileiro como base para a instalação de na manhã do dia 15. Tancredo Neves faleceu na noite de 21 de
mísseis anticubanos, dentro do cenário da Guerra Fria. abril, depois de ter sido submetido a sete cirurgias. Na manhã do 22,
Sarney foi confirmado na presidência. No dia 23 o corpo de
4. Univali-SC O filme “O que é isso Companheiro?” identifica uma Tancredo Neves chegou ao aeroporto de Belo Horizonte, para
fase da História do Brasil na qual se pode constatar muita receber as homenagens de cerca de 1,8 milhão de pessoas.
contradição entre o que o governo “pregava” e o que realmente Finalmente, no dia 24, na presença de 50 mil pessoas, foi enterrado
acontecia. O governo pregava um imbatível crescimento econômico, no cemitério de São João del Rei. [Fonte: Dicionário Histórico
glórias, ordem; nos bastidores: censura, repressão, perseguição aos Biográfico Brasileiro pós 1930. 2ª ed. Rio de Janeiro: Ed. FGV,
opositores da ordem. A partir da “leitura” do filme ou mesmo do 2001]
próprio enunciado, podemos constatar que se trata do período:
GOVERNO JOSÉ SARNEY (1985 - 1990)
a) da República do café-com-leite 1894-1930 período no qual os Sucessivas crises o país atravessou nesses cinco anos de governo:
coronéis mandavam em tudo e em todos. crise econômica, com altíssimas taxas de inflação; crises
b) da ditadura de Vargas (Estado Novo). ministeriais (tivemos quatro Ministros da Fazenda neste período);
c) especificamente do governo do General Costa e Silva. crise de credibilidade pois o país requereu a moratória da dívida
d) da vigência das regências, devido à pouca idade de D. Pedro II. externa (suspensão temporária do pagamento aos credores
e) que corresponde à ditadura militar de 1964-1985. estrangeiros).
Alguns planos econômicos foram postos em prática na tentativa de
Tarefa Complementar #
combater a inflação, através de congelamentos de preços e salários:
- Plano Cruzado (1986), quando foi instituída uma nova moeda
chamada de "Cruzado";
5. PUC-RS A vitória de Fernando Henrique Cardoso nas eleições - Plano Bresser (1987);
presidenciais de 1994 teve como fator decisivo a: - Plano Verão (1989) com a instituição do Cruzado Novo.
A Constituição de 1988, em vigor, estabeleceu: eleições diretas em
a) adoção de uma política eficaz de controle da natalidade, visando a todos os níveis (federal, estadual, municipal); legalização dos
conscientizar uma parcela da população menos favorecida. partidos de qualquer tendência, inclusive Comunista e Socialista;
b) redução da criminalidade no campo, devido ao programa de concessão do direito de voto aos analfabetos, em caráter optativo,
reforma agrária que prevê tolerância em relação à invasão de terras aos menores de 18 e maiores de 16 anos e também de 70 anos;
improdutivas no país. liberalização das atividades sindicais (direito de greve inclusive para
c) política externa de importação de produtos do Mercosul, com o os funcionários públicos civis); uso irrestrito dos meios de
objetivo de reduzir as taxas alfandegárias, resultando em preços comunicações nas campanhas eleitorais.
mais atrativos no mercado brasileiro.
d) implantação do Plano Real, que criou uma moeda estável no país GOVERNO FERNANDO COLLOR (1990 - 1992)
após décadas de inflação.
e) queda do desemprego devido à adoção do plano de estatização e Abertura do país às importações; privatização das empresas estatais;
intervenção reguladora do Estado na economia. deu continuidade ao combate à inflação ("Plano Cruzado II").

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 15
Inclusão para a Vida História B

"Esquema PC": afastamento da presidência pelo Congresso 02)processo de reformulação constitucional que modifica a
Nacional, em 25 de dezembro de 92. Foi substituído pelo Vice- organização político-partidária, privilegiando os pequenos partidos.
presidente Itamar Franco. Plano Collor 04)privatização de empresas estatais, provocando a redução da
influência e da ingerência do Estado, principalmente nos setores
GOVERNO ITAMAR FRANCO (1992 - 1994) produtivos da economia.
08) elevação da taxa de emprego, ocasionado pelo aumento da
Reforma monetária ("Plano Real") com a instituição de uma nova atividade econômica do setor privado, especialmente na área
moeda (Real); estabilização da economia com redução significativa industrial.
da inflação graças ao Ministro da Economia Fernando Henrique
Cardoso; continuidade do plano de privatização (Cia Siderúrgica
Nacional, Usiminas, etc). Tarefa Mínima #
No fundo, FHC e o plano Real foram apenas o "tempero" para que o
Brasil fosse servido para o mundo neoliberal. 3. U. F. Uberlândia-MG Sobre os anos 90 no Brasil, assinale a
alternativa correta.
GOVERNO FERNANDO HENRIQUE CARDOSO (1995-2002)
Adotou uma política neoliberal segundo a atual tendência da a) Enquanto a pressão do desemprego levou os sindicatos a
globalização da economia mundial; reduziram os gastos públicos e perderem força nas negociações salariais, o movimento dos
estatais; reforma constitucional (reeleição); promoveu o ajuste trabalhadores sem-terra (MST) foi se tornando um dos principais
fiscal; reformas (adm/judiciário/tributário); política de combate a movimentos sociais dos anos 90, lutando pela ampliação da reforma
corrupção. agrária.
b) A política de moralização da vida pública foi a tônica do primeiro
GOVERNO LULA (2003- ?) governo de Fernando Henrique Cardoso, levando-o a exigir que
todos os escândalos financeiros e as denúncias de corrupção fossem
O ex-metalúrgico Luis Inácio Lula da Silva foi eleito presidente da investigados pelo Congresso, por meio de CPIs, que conseguiram
república após ter sido derrotado 3 vezes na disputa eleitoral. julgar e prender todos os envolvidos.
Sofre crítica forte da antiga oligarquia e também de esquerdistas que c) A política de privatizações, marca do governo Fernando Henrique
desejam rupturas mais rápidas com o capital externo. Cardoso, permitiu que o Estado investisse os recursos obtidos em
Missão Centenário do astronauta Marcos Pontes. saúde e educação, contribuindo para diminuir significativamente as
Realização dos jogos Pan-americanos. desigualdades sociais, de acordo com os mais recentes indicadores
Denúncias de corrupção (escândalos como do “mensalão” e dos do Índice de Desenvolvimento Humano – IDH.
cartões corporativos). d) A orientação política predominante nos anos 90, de cunho
Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). neoliberal, foi responsável pela diminuição acentuada dos níveis de
pobreza, pelo aumento da participação dos salários de renda
Exercícios de Sala # nacional e pelo fortalecimento da capacidade do setor público em
atender as demandas sociais.

1. UFMT O Brasil atual tem vivido entre a expectativa da solução 4. Cefet-PR O governo de Fernando Henrique Cardoso segue linhas
definitiva dos problemas econômicos, o fantasma da crise social e a acordadas pelo Consenso de Washington, realizado em 1989. Tal
consolidação de sua democracia. consenso, de caráter neoliberal, adotou um conjunto de medidas
A respeito, marque os itens verdadeiros: para controlar a inflação e modernizar o Estado. Entre estas medidas
estão:
01 Nos últimos anos tem aumentado sensivelmente o número de
organizações que atuam nos mais diversos campos (sindical, a) ajuste fiscal, redução do tamanho do Estado e fortalecimento das
político partidário, ecológico, comunitário), fortalecendo a idéia da empresas estatais.
defesa coletiva dos interesses dos cidadãos. b) privatização, abertura financeira e investimentos em infra-
02 Muitos dos princípios constitucionais aprovados na Carta de estrutura básica.
1988 têm sido alterados pelo atual governo. Dentre as principais c) fortalecimento do sistema previdenciário atual com privatização e
alterações estão as relativas à aposentadoria dos trabalhadores e à investimento em infra-estrutura básica.
reeleição. d) ajuste fiscal, restrições econômicas às importações de gêneros
04 Graças às fortes pressões populares verificadas no movimento agrícolas e abertura financeira.
das “diretas já”, foi implantado, em 1996, o Plano Real que deu e) abertura comercial, abertura financeira e regulamentação do
início ao controle inflacionário e ao pagamento da dívida externa funcionamento da economia.
brasileira.
08 Um dos elementos necessários e fundamentais para a
consolidação da democracia é o respeito à opinião pública, elemento Tarefa Complementar #
capaz de mobilizar a sociedade civil contra ou a favor das mais
diversas causas. 5. UFSE Entre as características do modelo econômico que passou a
ser implementado no Brasil, especialmente a partir do início dos
2.UFRN Segundo Cláudio Vicentino, a globalização estimulou a anos 90, estão a:
formação de blocos econômicos regionais, com a diminuição dos
protecionismos e atração de investimentos internacionais. A isso, a) privatização e a abertura comercial.
somou-se a preocupação com o limite dos gastos governamentais, a b) abertura comercial e a criação da CLT.
prevalência da economia de mercado e a busca de um “Estado” c) estatização e a desregulamentação econômica.
mínimo. A crescente força privada e a crise do Estado d) intervenção acentuada do Estado na economia e o rígido controle
intervencionista deram impulso, por sua vez, às pregações de preços.
neoliberais. No Brasil, essa situação se manifesta concretamente e) privatização e a criação de regras que dificultam a importação.
através do(a)
01) Programa Nacional de Reforma Agrária, com o qual o governo 6. UFRRJ Desde o início dos anos 90 o Brasil vem experimentando
pretende assentar famílias de sem-terra em áreas consideradas os efeitos das políticas adotadas pelos Governos Collor, Itamar
improdutivas.

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 16
Inclusão para a Vida História B

Franco e Fernando Henrique Cardoso. As principais características Gabarito


deste modelo político, considerado por muitos como neoliberal, são: Aula 1 Aula 2
01- 06 01- 06
a) o pleno emprego e o desenvolvimento econômico, com base nos
02- 14 02- 15
investimentos estatais e nas parcerias com o setor financeiro.
03- 16 03- b
b) o controle da inflação e da dívida pública, a partir da redução dos
04- c 04- 09
impostos, da negociação da dívida externa e da elevação salarial.
05- b 05- d
c) a redução da interferência do Estado na economia (Estado-
06- d 06- c
mínimo) e a abertura ao capital externo e às privatizações, além da
redução de gastos do Estado, através de reformas constitucionais.
d) os investimentos exclusivos na política de bem-estar social,
expressos nos assentamentos dos Sem-Terra e na Ação da Cidadania Aula 3 Aula 4
Contra a Fome, privilegiando a redistribuição de renda e a 01- 03 01- 07
permanência do homem no campo. 02- 02 02- 03
e) a valorização das organizações dos trabalhadores, visando 03- d 03- 10
construir parcerias na luta contra o desemprego. 04- d 04- 09
05- b 05- 02
06- c 06- 14
BIBLIOGRAFIA:

·CAMPOS, RAYMUNDO. HISTÓRIA DO BRASIL - 2ª ED. SÃO Aula 5 Aula 6


PAULO. ATUAL, 1991. 01-03 01-11
·COSTA, LUIS CESAR AMAD/MELLO, LEONEL ITAUSSU. 02-04 02-08
HISTÓRIA DO BRASIL - 3ª ED. SÃO PAULO. SCIPIONE, 1993 03-03 03-a
·PEDRO, ANTONIO/ LIMA, LIZÂNIAS DE. HISTÓRIA DO 04-d 04-b
BRASIL - COMPACTO PARA O VESTIBULAR - SÃO PAULO - 05-d 05-a
FTD, 1996 06-e 06-e
·KOSHIBA, LUIZ/PEREIRA, DENISE MANZI FRAYZE.
HISTÓRIA DO BRASIL - 6ª ED. SÃO PAULO. ATUAL, 1993
·HERMIDA, ANTÔNIO JOSÉ BORGES. Compêndio de
Aula 7 Aula 8
HISTÖRIA DO BRASIL -
01-05 01-10
Companhia Editora Nacional. São Paulo 1970
02-02 02-03
- BRASIL 500 ANOS, Volumes I e II , EDITORA NOVA
03-c 03-07
CULTURAL – 1999
04-01 04-03
TEIXEIRA, Francisco M. P. Brasil: História e Sociedade. Ática:
05-d 05-d
São Paulo, 2000.
06-e 06-e

Aula 9: Aula 10:


1-01 1-04
2-04 2-08
3-16 3-21
4-16 4-06
5-d 5-21
6-a 6-26

Aula 11: Aula 12:


1-06 1-11
2-02 2-04
3-b 3-a
4-e 4-b
5-d 5-a
6-c 6-c

PRÉ-VESTIBULAR DA UFSC 17