Você está na página 1de 2

Teste Formativo  3   Energia, fenómenos térmicos e radiação

Escola  Data – –

Nome  N.º  Ano  Turma

Avaliação  Professor(a)

1 Considere as seguintes situações, relativas a uma esfera de chumbo.


A – A esfera cai de uma altura de 1,2 m, dentro de um tubo onde se fez vácuo.
B – A esfera é aquecida sofrendo uma elevação de temperatura de 50 °C, até atingir 353 K.
1.1. Justifique em qual das situações a esfera se deve considerar um sistema termodinâmico.
1.2. Como variou a energia cinética das partículas da esfera durante o aquecimento descrito em B?
1.3. Qual é a temperatura inicial da esfera, em unidades SI, no final do aquecimento referido em B?
(A) 303 K (B) 30 K (C) 50 K (D) 273 K

2 Enquanto espera que o seu chá arrefeça, uma senhora mexe-o com uma colher inicialmente à tempera-
tura ambiente.
2.1. Indique qual das afirmações seguintes está de acordo com a situação descrita.
(A) A colher transfere energia para o chá como calor e como trabalho.
(B) O chá transfere energia para a colher como calor e como trabalho.
(C) O chá transfere energia para a colher como calor e esta transfere energia para o chá como
trabalho.
(D) O chá transfere energia para a colher como trabalho e esta transfere energia para o chá
como calor.
2.2. Na situação descrita anteriormente, o chá transfere para a chávena e para as suas vizinhanças
6 kJ, sofrendo uma diminuição de energia interna de 5900 J. Calcule a energia transferida como
trabalho entre a colher e o chá e interprete o sinal algébrico do valor obtido.

3 Explique como é possível medir a temperatura de um corpo através de um termómetro de infraverme-


lhos e que tal é possível mesmo que este não esteja em contacto com o corpo.

4 Duas latas do mesmo material, com as mesmas dimensões, à mesma temperatura, são colocadas ao sol
ao mesmo tempo. A temperatura do ar no interior das duas latas aumenta, mas numa delas atinge valo-
res mais elevados.
4.1. A que se deve o aumento da temperatura do ar no interior das latas?
4.2. Identifique uma razão que explique o facto de a temperatura do ar dentro das latas subir até
valores diferentes.
4.3. Quando a temperatura do ar no interior de uma das latas estabiliza, ela irradia 40 J s- 1. Calcule
a irradiância desta lata de forma cilíndrica, com 8,0 cm de diâmetro e 30 cm de altura.

5 Para manter em funcionamento uma ventoinha de 100 W ligada a um painel fotovoltaico, num local
onde a irradiância solar é de 450 W m- 2, é necessário que o painel tenha dimensões de 90 cm * 85 cm.
Calcule o rendimento deste painel.

6 Os coletores solares são dispositivos constituídos por uma placa coletora onde existem tubos de cobre
HFEN10GP © Porto Editora

dentro dos quais circula um fluido de aquecimento. A radiação é absorvida pela placa, a sua temperatura
Testes

aumenta fazendo subir, também, a temperatura dos tubos de cobre e, consequentemente, a do fluido no
seu interior. O fluido circula dentro dos tubos em circuito fechado, passando pelo depósito da água que
se pretende aquecer. A energia transfere-se do fluido de aquecimento para a água do depósito através

63
dos tubos de cobre e o aquecimento desta é facilitado pela diferença de densidades que resulta do facto

HFEN10GP © Porto Editora


de a água mais próxima dos tubos ficar mais quente do que aquela que está mais afastada.
6.1. No funcionamento do coletor solar descrito anteriormente é possível identificar transferências
de energia por radiação, condução e convecção.
6.1.1. O que distingue cada uma destas formas de transferir energia?
6.1.2. Identifique, na descrição anterior, as frases que exemplificam as três formas de transferir
energia.
6.2. A placa coletora está normalmente inserida numa caixa. Identifique qual das seguintes afirma-
ções caracteriza melhor essa caixa.
(A) É revestida por um material de elevada condutividade térmica, para impedir as transfe-
rências de energia por condução.
(B) É revestida por um material de baixa condutividade térmica, para impedir as transferên-
cias de energia por condução.
(C) É revestida por um material de elevada condutividade térmica, para impedir as transfe-
rências de energia por convecção.
(D) É revestida por um material de baixa capacidade térmica mássica, para impedir as transfe-
rências de energia por condução.
6.3. A água é o material mais usado nos coletores como fluido de aquecimento, pois tem uma ele-
vada capacidade térmica mássica. Explique de que modo é que esta propriedade da água con-
tribui para o melhor desempenho do coletor solar.

7 Mergulhou-se uma chapa de alumínio (100 g), à temperatura de 100 oC, numa caixa com 200 g de gelo
picado, a - 5,0 oC. Quando a temperatura da peça estabilizou, havia na caixa uma mistura de gelo e água.
7.1. A que temperatura se verificou o equilíbrio térmico entre estes materiais?
(Dados: cgelo = 2100 J kg- 1 K- 1; calumínio = 900 J kg- 1 K- 1; ΔHfusão gelo = 3,34 * 105 J kg- 1)
7.2. Determine a variação de energia interna sofrida pela peça metálica e interprete o sinal algé-
brico dessa variação.
7.3. Supondo que ocorreram apenas trocas de energia entre a chapa e o gelo, determine a massa
de gelo que fundiu.

8 A variação de entalpia de vaporização da água é de 2,3 * 105 J kg- 1. Este valor significa que…
(A) … são necessários 2,3 * 105 kJ para elevar até 100 oC uma amostra de água com massa de
1,0 g.
(B) … são necessários 2,3 * 105 J para elevar de 1 oC uma amostra de água com massa de 1 kg.
(C) … são necessários 2,3 * 105 J para evaporar uma amostra de água a 100 oC.
(D) … são necessários 2,3 * 104 J para evaporar uma amostra de água, a 100 °C com massa de
100 g.
Porque não consegui…
Em que alíneas
senti mais Identificar os dados do enun- Identificar as leis ou relações Reconhecer a necessidade de Elaborar respostas
dificuldades? ciado relacionando-os com a matemáticas relacionadas converter unidades e fazer Realizar cálculos. usando linguagem
respetiva grandeza física. com a situação em estudo. essa conversão. científica correta.
Testes

64