Você está na página 1de 3

Ministério da Educação

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ


Campus Ponta Grossa

PLANO DE ENSINO
CURSO Engenharia Eletrônica MATRIZ 66

Criação do curso dada pela Resolução 099/2006 do COEPP de 30/11/2006, com adequação
FUNDAMENTAÇÃO LEGAL
curricular dada pela Resolução 148/2009 do COEPP de 10/12/2009.

DISCIPLINA/UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO PERÍODO CARGA HORÁRIA (AULAS)


AT AP APS AD APCC Total
Cálculo Diferencial e Integral 3 ET33A 3
68 0 4 0 0 72

PRÉ-REQUISITO Cálculo Diferencial e Integral 2


EQUIVALÊNCIA MA63A, EM33A, EQ33B - Cálculo Diferencial e Integral 3

OBJETIVOS:
A disciplina tem por objetivos: Desenvolver o raciocínio matemático e possibilitar aos alunos o domínio das técnicas do Cálculo
Diferencial e Integral, visando sua aplicação na análise e resolução de problemas da área de Ciências e das Engenharias.

EMENTA:
Análise Vetorial; Séries Numéricas e Séries de Funções; Fórmula de Taylor e Maclaurin; Funções de Variável Complexa.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ITEM EMENTA CONTEÚDO
1 Análise Vetorial. - Funções Vetoriais.
- Definição de Campo Escalar e de Campo Vetorial.
- Limite e Continuidade de Funções Vetoriais.
- Derivadas e Diferenciais de Funções Vetoriais.
- Interpretação Física e Geométrica da Derivada de uma Função
Vetorial.
- Definição e Propriedades do Gradiente de um Campo Escalar.
- Definição do Operador Nabla.
- Funções Harmônicas e Operador Laplaciano.
- Definição e Propriedades do Divergente de uma Função Vetorial.
- Campo Vetorial Solenoidal e Campo Vetorial Incompressível.
- Definição e Propriedades do Rotacional de um Campo Vetorial.
- Campo Vetorial Irrotacional.
- Campo Vetorial Conservativo.
- Definição de Integral Curvilínea ou Integral de Linha.
- Métodos de Cálculo das Integrais de Linha.
- Cálculo de Trabalho e Área através de Integrais de Linha.
- Teorema de Green no Plano.
- Integrais de Linha Independentes do Caminho de Integração.
- Integrais de Superfície.
- Cálculo de Área através de Integrais de Superfície.
- Teorema de Stokes.
- Teorema da Divergência.
2 Séries Numéricas e Séries de Funções; -Definição de Séries Numéricas.
Fórmula de Taylor e MacLaurin. -Convergência e Critérios.
-Série de Funções. Série de Potências. Propriedades de Séries de
Potências.
- Séries de Taylor e Maclaurin.
3 Funções de Variável Complexa. - Definição de Números Complexos. Propriedades Operatórias dos
Números Complexos
- Representação Geométrica dos Números Complexos
- Conjugados Complexos, Valores absolutos. Forma Polar de um
Número Complexo.
- Produtos, Potências e Quocientes de Números Complexos.
Extração de Raízes Complexas.
- Regiões do Plano Complexo.
- Definição de Funções de uma Variável Complexa e Propriedades.
- Funções de Variáveis Complexas Elementares. Funções
Exponenciais.
.

PROFESSOR TURMA
Jussara Rodrigues Ciappina EE341

ANO/SEMESTRE CARGA HORÁRIA (AULAS)


AT AP APS AD APCC Total
2017/2
68 0 4 0 0 72

DIAS DAS AULAS PRESENCIAIS


Dia da semana Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado
Número de aulas no semestre 0 0 36 32 0 0

PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO)


Dia/Mês ou Número de
Conteúdo das Aulas
Semana Aulas
Semana Apresentação do Plano de Ensino.
1 Definição de Séries Numéricas.
4
Semana Critérios de Convergência.
2
4
Semana Série de Funções. Série de Potências.
3 Propriedades de Séries de Potências.
4
Semana Séries de Taylor e Maclaurin.
4 Funções Vetoriais. Limite e Continuidade de Funções Vetoriais.
4
Semana 1ª Avaliação (06/09)
5
2
Derivadas e Diferenciais de Funções Vetoriais.
Semana
6
Interpretação Física e Geométrica da Derivada de uma Função Vetorial. 4
Vista de Prova
Definição de Campo Escalar e Campo Vetorial.
Semana
7
Definição e Propriedades do Gradiente de um Campo Escalar. 4
Definição do Operador Nabla. Funções Harmônicas e Operador Laplaciano.
Semana SEA (Semana Acadêmica)
8
4
Definição e Propriedades do Divergente de uma Função Vetorial.
Semana Campo Vetorial Solenoidal e Incompressível.
9 Definição e Propriedades do Rotacional de um Campo Vetorial.
4
Campo Vetorial Irrotacional. Campo Vetorial Conservativo.
Semana Definição de Integral Curvilínea ou Integral de Linha. Métodos de Cálculo das Integrais de
10 Linha.
2
Semana Cálculo de Trabalho e Área através de Integrais de Linha.
11 2ª Avaliação (19/10)
4
Vista de Prova
Semana
12
Teorema de Green no Plano. 4
Integrais de Linha Independentes do Caminho de Integração.
Semana Integrais de Superfície.
13
2
Semana Cálculo de Área através de Integrais de Superfície.
14 Teorema de Stokes.
4
Semana Teorema da Divergência.
15
2
Definição de Números Complexos. Propriedades. Representação Geométrica dos
Semana
16
Números Complexos. Conjugados Complexos. Valores Absolutos. Forma Polar. Produtos, 4
Potências e Quocientes de Números Complexos.
Extração de Raízes Complexas. Regiões do Plano Complexo. Definição de Funções de
Semana
17
uma Variável Complexa. Propriedades. Funções de Variáveis Complexas Elementares. 4
3ª Avaliação (30/11)
Semana Vista de Prova.
18 Reavaliação (07/12)
4
Semana 2ª Chamada (13/12)
19 Vista de Prova
4

PROCEDIMENTOS DE ENSINO
AULAS TEÓRICAS
Aulas teóricas serão expositivas e dialogadas com resolução de exercícios. Os conteúdos abordados neste Plano de Ensino
serão desenvolvidos na forma de aulas expositivas, discussão dos conteúdos em sala de aula e resolução de exercícios.
AULAS PRÁTICAS
Não estão previstas no Projeto Pedagógico do Curso para esta disciplina.
ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS
As APS serão oferecidas através de listas de exercícios referentes aos conteúdos das aulas.
ATIVIDADES A DISTÂNCIA
Não estão previstas no Projeto Pedagógico do Curso para esta disciplina.
ATIVIDADES PRÁTICAS COMO COMPONENTE CURRICULAR
Não estão previstas no Projeto Pedagógico do Curso para esta disciplina.

PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO

Serão realizadas três avaliações. A nota final (NF) será obtida da seguinte forma:
NF  0,5 * P max  0,3 * P  0,2 * P min , sendo que Pmax é a maior nota das avaliações e Pmin é a menor.
Cada avaliação será executada de forma escrita com nota máxima igual a 10,0.
O aluno terá direito a reavaliação de cada avaliação. A reavaliação abrangerá o conteúdo referente à avaliação.

Considerar-se-á aprovado na disciplina o aluno que tiver frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) e
nota final igual ou superior a 6,0 (seis).
O procedimento para a realização de Segunda Chamada será de acordo com os padrões da UTFPR.

REFERÊNCIAS
Referências básicas:
1. ANTON, Howard; BIVENS, Irl; DAVIS, Stephen. Cálculo. 8.ed. Porto Alegre: Bookman, 2007. 2 v.
2. GUIDORIZZI, Hamilton Luiz. Um curso de cálculo. 5. ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2001-2002. 3 v. e 4 v.
3. STEWART, James. Cálculo. São Paulo: Cengage Learning, 2010. 2 v.
Referências complementares:
1. GONÇALVES, Mirian Buss; FLEMMING, Diva Marília. Cálculo B: funções de várias variáveis, integrais múltiplas,
integrais curvilíneas e de superfície. 2 ed. São Paulo, SP: Pearson Prentice Hall, 2007.
2. LEITHOLD, Louis. O Cálculo com Geometria Analítica. São Paulo: Harbra, 1994. 2 v
3. MUNEM, Mustafa A.; FOULIS, David J. Cálculo. Rio de Janeiro: Guanabara Dois, 1982. 2 v.
4. SIMMONS, George Finley. Cálculo com geometria analítica. São Paulo, SP: Makron, 1987-2008. 2 v.
5. SWOKOWSKI, Earl Willian. Cálculo com geometria analítica. 2. ed. São Paulo: Makron, 1994. 2 v.
6. THOMAS, George Brinton; WEIR, Maurice D.; HASS, Joel. Cálculo. 12. ed. São Paulo: Pearson, 2013. 2 v.

ORIENTAÇÕES GERAIS
e-mail do professor: jrciappina@utfpr.edu.br
página pessoal do professor: http://paginapessoal.utfpr.edu.br/jrciappina

Assinatura do Professor Assinatura do Coordenador do Curso