Você está na página 1de 3

Ministério da Educação

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ


Campus Pato Branco

PLANO DE ENSINO

CURSO 204 – Engenharia Mecânica MATRIZ 509

Resolução n° 154/09- COEPP. Resolução n° 33/11- COEPP .


FUNDAMENTAÇÃO LEGAL Autorização: Portaria n°398 de 20 de abril de 2010.
Reconhecimento: Portaria n° 23 de 12 de Março de 2012.

DISCIPLINA/UNIDADE CURRICULAR CÓDIGO PERÍODO CARGA HORÁRIA (aulas)


AT AP APS AD APCC Total
Cálculo Diferencial e Integral 3 CD23NB 3º
68 00 04 00 00 72
AT: Atividades Teóricas, AP: Atividades Práticas, APS: Atividades Práticas Supervisionadas, AD: Atividades a Distância, APCC: Atividades
Práticas como Componente Curricular.

PRÉ-REQUISITO Cálculo Diferencial e Integral 2 - CD22NB.


EQUIVALÊNCIA CD33NB.

OBJETIVOS
Ao final da disciplina o aluno deverá ser capaz de:
- Calcular centro de gravidade de figuras planas.
- Calcular integrais de linha e superfície, assim como utilizar os teoremas de Green, Gauss e Stokes.
- Representar funções por séries de potência (séries de Taylor).
- Operar com números complexos e reconhecer as funções complexas.

EMENTA
Análise vetorial; séries numéricas e séries de funções; fórmula de Taylor e de Maclaurin; funções de variável complexa.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ITEM EMENTA CONTEÚDO
Campos Vetoriais.
Integrais de Linha.
Integrais de Linha no Plano e no Espaço.
Integrais de Linha de Campos Vetoriais.
Teorema Fundamental para as Integrais de Linha.
Independência do Caminho.
1 Análise Vetorial
Campo Vetorial Conservativo.
Teorema de Green.
Rotacional e Divergência.
Integrais de Superfície de Campos Vetoriais.
O Teorema de Stokes.
O Teorema da Divergência
Séries Infinitas.
Definição de Série Convergente e Série Divergente.
Propriedades das Séries Infinitas.
Série Geométrica.
Série Harmônica.
Teste da Divergência.
Critérios de Convergência e Divergência
2 Séries Numéricas e Séries de Funções. Teste da Comparação e Teste da Comparação no Limite.
Teste da Série Alternada.
Série Condicionalmente Convergente.
O Teste da Integral e Estimativas de Soma.
Convergência Absoluta e os Testes da Razão e da Raiz.
Séries de Potências, Raio e Intervalo de Convergência.
Representação de Funções em Séries de Potências.
Diferenciação e Integração de Séries de Potências.
Série de Taylor e de Maclaurin.
3 Fórmula de Taylor e de MacLaurin. Aplicações de Polinômios de Taylor.
A Série Binomial.
Números complexos.
4 Funções de Variável Complexa.
Funções Complexas Elementares.
PROFESSOR TURMA
Vanderlei Martins 3MC

ANO/SEMESTRE CARGA HORÁRIA (aulas)


AT AP APS AD APCC Total
2017/2
68 00 04 00 00 72
AT: Atividades Teóricas, AP: Atividades Práticas, APS: Atividades Práticas Supervisionadas, AD: Atividades a Distância, APCC: Atividades
Práticas como Componente Curricular.

DIAS DAS AULAS PRESENCIAIS


Dia da semana Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado
Número de aulas no
38 30
semestre

PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDOS DAS AULAS (PREVISÃO)


Número de
Dia/Mês Conteúdo das Aulas
Aulas
08/08 Apresentação do Plano de Ensino; funções vetoriais 02
10/08 Curvas; comprimento de arco 02
15/08 Campos vetoriais 02
17/08 Integrais de linha 02
22/08 Campos conservativos; teorema fundamental para as integrais de linha 02
24/08 Teorema de Green 02
29/08 Divergente e rotacional 02
31/08 Superfícies: plano; cilindro; esfera 02
05/09 Área de superfície parametrizada 02
12/09 Integrais de superfície; fluxo 02
14/09 Teorema de Gauss 02
19/09 Teorema de Stokes 02
21/09 Sequências 02
26/09 Primeira avaliação 02
28/09 Limite de sequências 02
03/10 Séries 02
05/10 Teste da integral 02
10/10 Estimativas para séries 02
17/10 Testes de comparação 02
19/10 Séries alternadas 02
24/10 Convergência absoluta; testes da razão e da raiz 02
26/10 Série de potências 02
31/10 Representação de funções por série de potências 02
07/11 Série de Taylor 02
09/11 Série binomial; polinômios de Taylor 02
14/11 Aproximação de funções por polinômios 02
16/11 Segunda avaliação 02
21/11 Números complexos 02
23/11 Números complexos 02
28/11 Funções de uma variável complexa 02
30/11 Funções de uma variável complexa 02
05/12 Terceira avaliação 02
07/12 Funções de uma variável complexa 02
12/12 Reavaliação 02
PROCEDIMENTOS DE ENSINO
AULAS TEÓRICAS
O conteúdo será trabalhado com uma breve exposição do assunto, seguida de resolução de exercícios pelos alunos. A
resolução de exercícios é uma excelente e indispensável forma de assimilação de conceitos e ideias, sendo parte essencial do
trabalho a ser desenvolvido pelo estudante para a efetivação da aprendizagem.

AULAS PRÁTICAS
Não há na disciplina.
ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS
Resolução de exercícios pertinentes aos conteúdos da ementa.
A atividade consistirá na resolução de exercícios selecionados pelo professor, em grupos de 4 estudantes, definidos pelo
professor. Esta atividade será entregue ao final de cada aula, de forma manuscrita, e avaliada, sendo metade da nota pelo
desempenho individual e metade pelo desempenho do grupo.

PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO
O processo avaliativo, como meio de reflexão sobre o crescimento e desenvolvimento acadêmico em geral, será
desenvolvido através de avaliação escrita, normalmente em forma de prova dissertativa.
Serão realizadas três avaliações escritas individuais durante o semestre. Cada avaliação escrita terá peso 8 e a resolução dos
exercícios referentes ao conteúdo desta avaliação (APS) peso 2. A nota final será a média ponderada destas notas. O aluno
com frequência igual ou superior a 75% nas aulas ministradas e nota final inferior a 6 (seis) poderá fazer uma reavaliação ao
final do semestre, com o conteúdo referente a avaliação escrita na qual obteve menor nota; neste caso, a nota da avaliação
correspondente será substituída e a nota final recalculada. O aluno com frequência igual ou superior a 75% nas aulas
ministradas e nota final igual ou superior a 6 (seis) estará aprovado na disciplina. O aluno com nota final inferior a 6 (seis) e/ou
frequência inferior a 75% nas aulas ministradas estará reprovado na disciplina.
Nos casos em que o discente não comparecer a alguma das avaliações, terá direito a segunda chamada, mediante
deferimento do requerimento, protocolado no Departamento de Registros Acadêmicos dentro do prazo estabelecido pelo
Regulamento da Organização Didático-Pedagógica dos Cursos de Graduação da UTFPR.

REFERÊNCIAS
Referencias Básicas:
STEWART, James. Cálculo. Vol. 2. 7ª ed. São Paulo, SP: Cengage Learning, c2014.
ANTON, Howard; BIVENS, Irl; DAVIS, Stephen. Cálculo. Vol. 2. 8ª ed. Porto Alegre, RS: Bookman, 2007.
ÁVILA, Geraldo. Variáveis Complexas e aplicações. 3ª ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2000.
Referências Complementares:
ÁVILA, Geraldo. Cálculo. 7ª ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, c2003-2006.
CHURCHILL, Ruel V. Variáveis complexas e suas aplicações. São Paulo, SP: McGraw-Hill do Brasil, 1975.
GUIDORIZZI, Hamilton L. Um curso de cálculo. Vol. 3 e 4. 5ª ed. Rio de Janeiro, RJ: LTC, 2001-2002.
LEITHOLD, Louis. O cálculo com geometria analítica. Vol. 2. 3ª ed. São Paulo, SP: Harbra, 1994.
SWOKOWSKI, Earl W. Cálculo com geometria analítica. Vol. 2. 2ª ed. São Paulo, SP: Makron Books do Brasil, 1994.

ORIENTAÇÕES GERAIS
O cronograma de atividades e das avaliações poderá sofrer alterações conforme necessidades e/ou eventualidades surgidas
durante o desenvolvimento da disciplina.

Assinatura do Professor Assinatura do Coordenador do Curso