Você está na página 1de 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL E SUDESTE DO PARÁ

INSTITUTO DE ESTUDOS DO TROPICO UMIDO

PLANO DE ENSINO

1) DADOS DE IDENTIFICAÇÃO
DISCIPLINA: CULTURA E NATUREZA NA AMAZONIA C Ó D I G O :
H I S X 0 1 0 3 6
CARGA HORÁRIA TOTAL: 34 TEÓRICA: 34 PRÁTICA: 0 EXTENSÃO: 0
HORÁRIO: 2M23456 (30/10/2017 - 30/10/2017), 6M12345 (03/11/2017 - 03/11/2017), 2M12345 (13/11/2017
- 13/11/2017), 6M12345 (17/11/2017 - 17/11/2017), 2M12345 (27/11/2017 - 27/11/2017), 6M12345
(01/12/2017 - 01/12/2017), 2M12345 (11/12/2017 - 11/12/2017), 6M12345 (15/12/2017 - 15/12/2017)
TURMA: 2017.4 - CULTURA E NATUREZA NA AMAZONIA - Turma 2014
PERÍODO: 4
ANO LETIVO: 2017
PROFESSOR(A): ANNA CAROLINA DE ABREU COELHO

2) EMENTA: Transformações no ambiente e ecossistemas ecológicos. Natureza, arte e literatura da Amazônia.


Representações, trocas culturais e simbolismos. A Coroa o Império e o espaços amazônicos. Fronteiras e
territorialidades. Belle Époque. Cultura e mundos do trabalho. Rituais, simbolismo e identidade: história,
literatura e memória. Religião e religiosidades amazônicas: pajelança cabocla, afro-amazônia caribenha e saberes
populares. Cultura oral, escrita: erudito e popular.

3) OBJETIVOS
GERAL:
. Analisar a produção recente a respeito de temas que envolvam a natureza e a cultura na Amazônia, com
abordagens referentes a arte (música, artesanato, cinema e literatura), a história dos intelectuais, religiosidade,
história da alimentação e história ambiental.

ESPECÍFICOS:
. Perceber as diversas escolhas de fontes e de abordagens na pesquisa da História da Amazônia.

. Entender as conexões entre cultura e natureza na região Amazônica (XIX-XX) através dos estudos de caso.

4) CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
Algumas reflexões sobre a História dos intelectuais na Amazônia (séc. XIX e XX)

História social da cultura na Amazônia (seminário)


História e Natureza na Amazônia (seminário)

5) METODOLOGIA:
. Aula expositiva, dialogada, produção escrita e seminário.

6) RECURSOS E MATERIAIS DIDÁTICOS:


datashow, textos, quadro, pincel, computador e caixa de som.

7) AVALIAÇÃO:
Seminário e produção de uma resenha que será a respeito de uma das seguintes obras:

.DURÃES, Francisco. A “pata do boi” e os impactos ambientais na região do Araguaia paraense. Jundiaí: Paco
Editorial, 2016. (para os alunos que apresentarem o seminário sobre cultura)

. COSTA, Antonio Maurício. Cidade dos sonoros e dos cantores – Estudos sobre a Era do Rádio a partir da
capital paraense. Belém: Imprensa Oficial do Estado, 2015. (para os alunos que apresentarem seminário sobre
natureza)

DATA HORA DESCRIÇÃO


15/12/2017 8 1ª Avaliação

8) BIBLIOGRAFIA BÁSICA:
Artesanías em palha de tucumã e memória: tecendo territorialidade e relações socioculturais. Somanlu, ano 12, n.
2,
Impactos socioculturais no modus vivendi ribeirinho após a implementação da floresta estadual de Maués/AM.
Somanlu, ano 12, n. 2
Religiosidade afroindígena e natureza na Amazônia. Horizonte, Belo Horizonte, v. 11, n. 30,
Os Espectadores: notas de um cineclube na Amazônia. Revista Estudos Amazônicos, vol. VIII, nº 2
O Canto das Águas?: Fafá de Belém e a política cultural da SECULT/PA. Revista Estudos Amazônicos, vol. X,
nº 2
COSTA, Antonio Maurício. Cidade dos sonoros e dos cantores ? Estudos sobre a Era do Rádio a partir da
capital paraense.. 1. Imprensa Oficial do Estado. 2015
DERGAN, João Marcelo. História, memória e natureza: as comunidades da ilha do Cumbu Belém-PA.
Dissertação de Mestrado em História Social da Amazônia. Universidade Federal do Pará, 2006.
CHAVES, Túlio Pinho de Vasconcelos. Plano de urbanização de Belém: cidade e urbanismo na década de 1940.
Tese de Doutorado em História Social da Amazônia. Universidade Federal do Pará, 2016. (Parte 2)
MACEDO, Sidiana da Consolação Ferreira de. A cozinha mestiça uma história da alimentação em Belém (fins
do século XIX e meados do século XX). Tese de Doutorado em História Social da Amazônia. Universidade
Federal do Pará, 2016. (Capítulo 3)
Do Folclorismo à História da Cultura na Amazônia: o percurso construído por Vicente Salles. Bol. Mus. Para.
Emílio Goeldi. Cienc. Hum. , Belém, v. 12, n. 1,
RIBEIRO, Odenei de Souza. Tradição e modernidade no pensamento de Leandro Tocantins. 1. Valer. 2015
Medo, honra e marginalidade: imagens de Jacob Patacho na história e literatura do século XIX. Topoi (Rio J.),
Rio de Janeiro, v. 17, n. 32
Letrados da Amazônia Imperial e saberes das populações analfabetas durante a Revolução Cabana (1835-1840).
Revista Brasileira de Educação, v. 20 n. 63,
DURÃES, Francisco. A pata do boi e os impactos ambientais na região do Araguaia paraense. Jundiaí: Paco
Editorial, c2016. 225 p. ISBN: 9788546206650.

9) BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR:
PORRO, Antônio. As Crônicas do Rio Amazonas: tradução, introdução e notas etno-históricas sobre as antigas
populações indígenas da Amazônia. Petrópolis, RJ: Vozes, 1993. (Publicações CID História, 14) ISBN:
8532608779.

10) CRONOGRAMA DE AULA:


DIA/MÊS/ANO TEMA/ATIVIDADE PROCEDIMENTOS
30/10/2017 Aula 1 - Apresentação da disciplina. Texto
1 . Letrados e analfabetos no império
1. RICCI, Magda; LIMA, Luciano Demétrius
Barbosa. Letrados da Amazônia Imperial e
saberes das populações analfabetas durante a
Revolução Cabana (1835-1840). Revista
Brasileira de Educação, v. 20 n. 63, 2015.
03/11/2017 Aula 2 Texto 2 e 3 . Literatura no século 2. FIGUEIREDO, Aldrin Moura de. Medo,
XIX/ o pensamento do intelectual Leandro
Tocantins honra e marginalidade: imagens de Jacob
Patacho na história e literatura do século XIX.
Topoi (Rio J.), Rio de Janeiro, v. 17, n. 32, p.
176-195, jan./jun. 2016.

3. RIBEIRO, Odenei de Souza. Tradição e


modernidade no pensamento de Leandro
Tocantins. Manaus: Valer, 2015.
13/11/2017 Aula 3 Texto 4. Vicente Salles: folclore e 4. RICCI, Magda; MAFRA, Alessandra. Do
história da cultura
Folclorismo à História da Cultura na Amazônia:
o percurso construído por Vicente Salles. Bol.
Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Hum. , Belém,
v. 12, n. 1, p. 221-240, jan.-abr. 2017.
17/11/2017 Aula 4 Textos 5 e 6 (27/11) entrega da 5 MACEDO, Sidiana da Consolação Ferreira
r e s e n h a . H i s t ó r i a d a
Alimentação/Urbanismo em Belém na de. A cozinha mestiça uma história da
década de 1940 alimentação em Belém (fins do século XIX e
meados do século XX). Tese de Doutorado em
História Social da Amazônia. Universidade
Federal do Pará, 2016. (Capítulo 3)

6. CHAVES, Túlio Pinho de Vasconcelos.


Plano de urbanização de Belém: cidade e
urbanismo na década de 1940. Tese de
Doutorado em História Social da Amazônia.
Universidade Federal do Pará, 2016. (Parte 2)
27/11/2017 Aula 5 Textos 7 e 8. Cinema e
espectadores/ politica cultural da SECULT 7. CARNEIRO, Eva Dayna Felix. Os
nos anos 90 e Fafá de Belém Espectadores: notas de um cineclube na
Amazônia. Revista Estudos Amazônicos, vol.
VIII, nº 2 (2012), pp. 211-243.

8. GOMES, Fernando Henrique da Silva;


SILVA, Edilson Mateus Costa da Silva. “O
Canto das Águas”: Fafá de Belém e a política
cultural da SECULT/PA. Revista Estudos
Amazônicos, vol. X, nº 2 (2013), pp. 167-193.
01/12/2017 Aula 6- Textos 9 e 10. Religiosidade 9. PACHECO, Agenor Sarraf. Religiosidade
afroindigena e natureza/ comunidades
insulares (Cumbu) afroindígena e natureza na Amazônia. Horizonte,
Belo Horizonte, v. 11, n. 30, p. 476-508, abr./jun.
2013.

10. DERGAN, João Marcelo. História,


memória e natureza: as comunidades da ilha do
Cumbu Belém-PA. Dissertação de Mestrado em
História Social da Amazônia. Universidade
Federal do Pará, 2006.
11/12/2017 Aula 7 Textos 11 e 12. Ribeirinhos no 11. LIRA. Talita de Melo; CHAVES. Maria
Amazonas/Artesanato em palha de tucumã
do Perpétuo Socorro Rodrigues. Impactos
socioculturais no modus vivendi ribeirinho após a
implementação da floresta estadual de
Maués/AM. Somanlu, ano 12, n. 2, jul./dez. 2012

12. MEDEIROS, Thais Helena. Artesanías


em palha de tucumã e memória: tecendo
territorialidade e relações socioculturais.
Somanlu, ano 12, n. 2, jul./dez. 2012.

15/12/2017 Aula 8 Resultado final. Entrega das null


avaliações

____________________________________________________
Assinatura do Professor da disciplina

Marabá, 27 de Janeiro de 2018.