Você está na página 1de 8

7ª EDIÇÃO

ANO VII - Janeiro/2016


EDIÇÃO DE COLECIONADOR

Patrocínio

Jornal de Aromatologia
Publicação Científica e Cultural
I Congresso Internacional de

II Congresso Internacional MEDICINA COMPLEMENTAR


de AROMATOLOGIA INTEGRATIVA

A cidade de Belo Horizonte (MG) receberá em Março


o II Congresso Internacional de Aromatologia e o I Con-
gresso Internacional de Medicina Complementar Inte-
grativa. Dois congressos unidos para um grande evento!
Confira todos os detalhes e programação na contracapa.

EDIÇÃO ESPECIAL
MATÉRIAS EXCLUSIVAS DE PALESTRANTES DO CIA:
O MAIOR EVENTO SOBRE ÓLEOS ESSENCIAIS DA AMÉRICA LATINA!

Pág. 3
Pág. 4
Correspondências
Óleos Essenciais
incríveis dos OEs com
no aumento da
o ser humano .
resistência de
Pág. 5
plantas contra
O poder calmante pragas
do óleo de Lavanda

WWW.LASZLO.COM.BR
Óleos Essenciais e Óleos essenciais como
CURSO Frutos da AMAZÔNIA agentes de controle do
INÉDITO Aprenda com o maior especialista no Brasil com
mais de 30 anos de pesquisa em plantas aromáticas biofilme dental
da Amazônia, Dr. José Guilherme Maia.
Regina S. Manzochi
Cirurgiã-dentista especialista em prótese dental, habili-
19 a 21/02 de 2016 - Belo Horizonte/MG tada em práticas integrativas e complementares. Estará
no II Congresso Internacional de Aromatologia com a
www.ibraromatologia.com.br
WWW.IBRAROMATOLOGIA.COM.BR palestra: ‘‘Aplicação dos óleos essenciais e terapêu-
ticas complementares na odontologia’’. biofilme subgengival e doenças periodontais
(Takarada et al., 2004; Castilho et al, 2007).

Adulteração de óleos essenciais A microbiota oral desempenha um papel Portanto, o emprego dos óleos essen-
importante no aparecimento de doenças bucais ciais na Odontologia pode ser considerado um
como a cárie dental e doenças periodontais, per- instrumento de apoio e complemento na terapia
mitindo a colonização na superfície dentária de de diversas patologias bucais, estimulando o
Mayra Corrêa e Castro desenvolvimento de novos produtos comerciais
vários microorganismos, que se estruturam, de-
Graduada em Linguística pela UNICAMP/SP, pós-graduada em Gestão de vido a uma sequência de eventos, resultando em com maior atividade farmacológica, menor
Negócios pela FAE/PR, Professora de yoga e Aromaterapêuta - Estará no uma comunidade microbiológia organizada, toxicidade, biocompatíveis, e possivelmente com
II Congresso Internacional de Aromatologia com a palestra online: custos mais acessíveis à população.
‘‘Aromaterapia em Livros - Bibliografia comentada’’.
chamada de biofilme dental (Wolf et al., 2015;
Freires et al., 2015). A cavidade bucal representa
Referências:
a mais complexa e diversa concentração mi-
TAKARADA, K; et al. A comparison of the antibacterial efficacies of essential oil against oral
Você está familiarizado com os métodos alteram o odor do OE. Alguns métodos disponíveis crobiana do corpo humano em contato com o pathogens. Departamento of Microbiology, Tokyo Dental College. Oral Microbiology and
Immunology, 2004: 19: 61-64, 2004. / DAGLI, N.; et al. Essencial oils, their therapeutic
para verificar a pureza dos óleos essenciais (OEs): para identificá-las são TIC (Total Ion Current), tes- ambiente externo. A cárie dentária ainda é properties and implication in dentistry: a review. Journal of International Society of Preventive

avaliações sensoriais e avaliações físico-químicas. tes de solubilidade alcoólica/aquosa e alterações na considerada um problema epidemiológico na & C o m m u n i t D e n t i s t r y. S e p – O c t , 2 0 1 5 . D i s p o n í v e l e m :
<http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4606594/>Acessadoem 06/11/2015. /
No primeiro grupo, serão observados o odor, a cor, a operação da coluna do cromatógrafo; saúde oral, possui caráter multifatorial e compor- CARRANZA, F. Periodontia Clínica. 9 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. /
WOLFF, M.S; LARSON, C. The cariogenic dental biofilm: good, bad or just something to
limpidez e a viscosidade de uma amostra. Aqui, se B) Adição de OEs baratos a OEs caros; tamental complexos (Cangussu et al., 2012). O control? Brasilian Oral Research, vol.23, supl.1, Jun, 2009. Disponível
em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S180683242009000500006>
você não for um perfumista com nariz treinado, é C) Adição de isolados naturais. Exemplo: linalol na- biofilme dental constitui um fator etiológico Acessado em 06/11/2015. / ZANATTA, F.B; RÖSING, C. K. Clorexidina: mecanismos de ação
e evidências atuais de sua eficácia no contexto do biofilme supragengival. Revista Scientific-
possível identificar apenas adulterações grosseiras, tural para converter o OE de manjericão-exótico em importante e específico para a formação da lesão A, 1(2):35-43, 2007. / KOUIDHI, B; AL QURASHI, Y. M; CHAIEB, K. Drug resistance of
bacterial dental biofilm and the potential use of natural compounds as alternative for
como aquelas em que se vende uma lavanda de cor OE de manjericão-lavanda; cárie, embora não determinante (Carranza, 2004; prevention and treatment. Microbial Pathogenesis, vol.80, p. 39-49, march, 2015. /
CASTILHO, A. R.; et al. Produtos naturais em odontologia. Revista Saúde- UNG, p. 11-19,
roxa, ou uma camomila-romana com cheiro ranci- D) Adição de isolados naturais idênticos. São molé- Oliveira, 2007). A doença periodontal é o re- 2007 / OLIVEIRA, J. E, Cárie dentária: um novo conceito. Revista Dental Press Ortodontia e
Ortopedia Facial, v.12, n.6, p. 119-130, nov/dez 2007. / DAGLI, N.; DAGLI R. Possible use of
ficado, ou um benjoim que escorre do frasco como culas sintetizadas quimicamente, a partir de maté- sultado da interação entre o biofilme dental e os essencial oils in dentistry. Journal of International Oral Health 6(3): i-ii - International Society
se fosse OE de pinheiro. Não se espera que a lavanda ria-prima animal, vegetal ou microbiana, e que têm tecidos periodontais, com consequente perda do of Preventive and Community Dentistry , junho 2014. / BOTELHO, M.A, et al. Antimicrobial
activity of the essential oil from Lippia sidoides, carvacrol and thymol agains oral pathogens.
seja roxa (ela é transparente), não se espera que a estrutura idêntica à natural. Exemplo: o mentol obti- tecido de suporte do dente. Ambas, cárie e doença Brasilian Journal of Medical and Biological Research, vol.40, no. 3. Ribeirão Preto, Mar. 2007
/ OLIVEIRA, M. A. C. Investigação das propriedades anticariogênicas de óleos essenciais:
camomila-romana cheire a ranço (foi diluída em do do timol por hidrogenação. A discriminação des- periodontal, consistem em uma interação com- atividade antimicrobiana e caracterização química, 95 f. Dissertação (mestrado) –
Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Odontologia de São José dos Campos, 2012.
óleo graxo), nem que o benjoim escorra facilmente ses isolados frequentemente depende da disponibi- plexa influenciada por fatores genéticos, am- Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/95050>. Acesso em: 06/11/2015. / LINDHE, J.
Tratado de Periodontia Clínica e Implantologia Oral. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan,
(foi diluído talvez em álcool). lidade de bibliotecas caras, que são bancos de dados
bientais, imunológicos, comportamentais entre 1999. / CANGUSSU, M. C. T; LOPES, L. S. Epidemiologia da cárie dentária no estado da
Mas aqueles que comercializam OEs a- acoplados ao equipamento GC/MS. Muitas vezes, Bahia de 1968 a 2012. Revista Bahiana de Saúde Pública, v. 36, p. 640-650, jul/set 2012.

dulterados se valem de falsificações mais sofisti- esses isolados deixam traços de sua síntese, como é
outros (Lindhe, J., 1999). Acessado em 07/11/2015. Disponível em: <http://files.bvs.br/upload/S/0100-
0233/2012/v36n3/a3455.pdf> / FREIRES, I.A; et al. Antibacterial Activity of essencial oils

cadas, e identificá-las depende de avaliações a que o o caso de compostos nitrogenados na l-carvona sin- Em algumas situações temporárias e/ou and their isolated constituints against cariogenic bacteria: a sistematic review. Brazilian
Journal of Medical and Biological Research. April, 2015. Disponível em:

consumidor final não tem acesso. No meio da perfu- tética; permanentes, o controle mecânico do biofilme <http://www.mdpi.com/1420-3049/20/4/7329/htm> Acesso em: 07/11/2015. / FILOGÔNIO,
C.F.B, Estudo comparativo do efeito de óleos vegetal e mineral contidos em dentifrício no
maria, é consenso que o melhor instrumento para di- E) Adição de isolados naturais idênticos de origem pode estar comprometido, por isso, meios de controle do biofilme dentário. 60 f.:il. Dissertação (Mestrado): Pontifícia Universidade
C a t ó l i c a d e M i n a s G e r a i s . 2 0 0 9 . D i s p o n í v e l e m :
zer se um óleo essencial é puro ou não é o nariz. petroquímica. Para identificá-los, é necessário con- controle químico são indicados. A clorexidina foi <http://livros01.livrosgratis.com.br/cp103759.pdf> Acesso em: 10/11/2015. /SATO, L. Y. M,
Higiene bucal com clorexidina na prevenção da pneumonia associada a ventilação mecânica.
Habilitado a detectar substâncias em quantidades duzir teste de quiralidade no GC/MS, isto porque a introduzida como um antisséptico de larga ação Monografia de conclusão do curso de odontologia, 12f. Universidade Federal do Amazonas,
2 0 0 9 . A c e s s o e m : 0 6 / 1 1 / 2 0 1 5 . D i s p o n í v e l e m :
ínfimas e a discriminá-las, o olfato humano – treina- síntese desses isolados produz mistura racêmica antimicrobiana contra bactérias Gram-positivas, http://www.fao.ufam.edu.br/attachments/075_Monografia%20Lissa%20Sato%20pdf.pdf

do – pode dar o veredito na avaliação de um odoran- (enantiômeros na mesma proporção), que não é Gram-negativas e fungos. Possui característica
te. Infelizmente, esse super olfato não é o da maioria observável em OEs puros. Quando o isolado adicio- bactericida e bacteriostática prolongada podendo
das pessoas que compra aromaterapia. Então, o que nado é um composto sem enantiômero, como se ob- agir durante 12 horas, propriedade esta deno-
resta aos consumidores é confiar na empresa da qual serva com o timol, o teste de quiralidade já não pode minada de substantividade (Zanata et al., 2007;
compram, pois se supõe que ela teve acesso a – e fez! ser usado. Nesse caso, deve-se aplicar teste de car- Sato, 2009). Efeitos adversos foram encon-
– avaliações físico-químicas com o lote de OE que bono-14, um teste de difícil acesso a muitas empre- trados com o uso da clorexidina como: mancha-
irá fracionar. sas, mesmo estrangeiras; mento de coloração marrom-amarelada nas
Teste de solubilidade, densidade relativa F) Adição de essências sintéticas. regiões cervicais e proximais dos dentes, de res-
(gravidade específica), rotação óptica, índice de re- EXPEDIENTE
taurações, da placa bacteriana e superfície
fração e o perfil cromatográfico (GC/MS, sigla em Além desses seis tipos de substâncias Publicação etnobotânica, científica e cultural sobre óleos
lingual (removidas com profilaxia profissional e essenciais e aromatologia com edição gratuita quadrimestral.
inglês para cromatografia gasosa e espectrometria de adulterantes, é preciso lembrar que a qualidade dos
massa) são os testes que se espera serem feitos para OEs pode ficar comprometida devido à presença de
escovação com dentifrícios), além de alterações Editor Responsável: Fábián László
cada lote de OE que uma empresa adquire. Todas as contaminantes, como pesticidas e metais pesados, e no paladar (Carranza, 2004). Por isso, há ne- Revisão: Janice Brito Mansur (copidesque.janice@gmail.com)
cessidade de se buscar novas substâncias que Financeiro: Alexandra Bispo
empresas fazem isso? Não. As que fazem, fazem também por sua deterioração em virtude do arma- Capa: Camilla Koscky
para cada lote que chega em seu galpão? Não. Consi- zenamento inadequado. sejam eficazes no controle da microbiota bucal, Produção: KOSCKY Produção e Arte Ltda. - ME
mas com menos efeitos indesejáveis, e que CNPJ: 23.727.171/0001-12
derando que os testes tenham sido feitos para cada A adulteração sempre pode ser acidental Autoria dos artigos não assinados ou com LZ: Fábián László (LZ)
lote que chega no galpão, isso é garantia de que o OE ou intencional. Quando for intencional, ela pode se complementem a remoção mecânica do biofilme Dúvidas, críticas, sugestões, envio de matérias e relatos:
que está no frasco de 10 ml é puro? Também não. converter numa prática comercial válida, contanto dentário. marketing@laszlo.ind.br / Tel: +55 (31) 3486.2765
Circulação: Todo território nacional
A adulteração de um OE pode ser feita em que o consumidor final esteja alertado sobre ela. O Nos últimos anos, houve um aumento Primeira impressão desta edição na gráfica
vários momentos da cadeia produtiva: 1) na co- fabricante pode diluir um OE caro e alertar no rótulo no interesse pela aplicação dos óleos essenciais Fumarc em BH/MG: 50.000 exemplares
lheita: por exemplo, recolher Litsea enosma e L. de que aquele OE está diluído. Nesse caso, o OE está na odontologia, devido às suas propriedades Este jornal é uma publicação científico-cultural amparada
pelos artigos 5º (IV,V,IX,XIII,XIV,XXVII), 216º (III), 218º (1,3,4) e
mollifolia como se fosse L. cubeba; 2) na destilação: adulterado? Sim. Mas, então, o consumidor está antimicrobianas no biofilme supra e sub- 220º (1,2,6) da Constituição da República Federativa do
por exemplo, misturar casca de limão à verbena- sendo lesionado? Não, uma vez que ele sabe que o gengival, sem os efeitos adversos, como, por Brasil/1988 e pelas Leis Nº 5.250/1967 e Nº 12.527/2011
limão; ou 3) no envase, adicionando-se substâncias OE está diluído e comprará o produto se quiser. exemplo, da clorexidina (Dagli et al., 2013). (art. 3,4,5), assim como pelo artigo 19 da Declaração
Universal dos Direitos Humanos/1948 para livre publicação e
de diversas naturezas ao lote de OE. Se fosse para Quando se trata da relação entre fornecedor e Estudos comprovaram atividade bactericida, distribuição gratuita nos meios acadêmicos, sociais e culturais
classificar o pior momento para se fazer adultera- consumidor, laudos cromatográficos são indispen- bacteriostática e antifúngicas dos óleos de todo o território nacional.
ção, seria com certeza o do envase para o varejo (fra- sáveis, mas, no final das contas, o que mais importa Possui o objetivo de informar pesquisas científicas e a cultura
essenciais no biofilme dental (Kouidhi et al., etnobotânica popular acerca do emprego de óleos essenciais
cionamento), porque, nessa etapa, o laudo cromato- é a reputação da empresa e uma política de marke- em diversos segmentos dentro da ciência chamada
2015; Takarada et al., 2004; Dagli et al., 2015;
gráfico já está emitido, validado e publicado. Seria ting aberta e clara. Pode-se enganar um consumidor Aromatologia, visando, assim, contribuir no desenvolvimento
um tipo de falsificação no qual a empresa paga para por muito tempo, mas não muitos por muito tempo.
Botelho et al., 2007; Oliveira, 2015; Freires et al, de novos estudos em Universidades para o avanço científico.
2015; Filogônio, 2015; Oliveira, 2007) como a As informações científico-culturais contidas neste material e
confirmar que comprou um lote puro e ela mesma o os relatos populares não devem ser entendidos como
adultera depois. Difícil acontecer? Um pouco. Bibliografia: manuka e o tea tree (Castilho et al., 2007). O óleo orientações ou sugestões particulares para uso de óleos es-
Impossível? De forma alguma. de manuka mostrou ser efetivo quanto a inibição senciais, ou seja, sua utilização deve ser feita sob a orientação
Burfield, Tony. The Adulteration of Essential Oils - and the de um profissional qualificado na área específica do estudo
Entre as substâncias com as quais se Consequences to Aromatherapy & Natural Perfumery Practice.
do crescimento de bactérias relacionadas com a mencionado. A editora e o editor não se responsabilizam pelo
adulteram os OE estão: Cropwatch.org, 2003-2008. cárie e periodontopatias. Os óleos de tea tree e uso indevido por leigos das informações aqui citadas, que são
Castro, Mayra Correa e. Adulteração de Óleos Essenciais. Palestra meramente ilustrativas.
manuka inibiram a adesão de dois grupos de Os artigos deste jornal podem ser divulgados desde que
proferida no Congresso Online de Aromaterapia, Abr/15.
A) Diluentes visíveis ou não visíveis à cromatogra- Gava. Altanir Jaime. Tecnologia de alimentos: princípios e bactérias: o Streptococus mutans, relacionado sejam mantidos intactos os direitos autorais com citação dos
nomes dos autores e deste jornal como fonte de publicação.
fia gasosa. São substâncias que normalmente não aplicações. São Paulo: Nobel, 2008. com o biofilme supragengival e a cárie, e
Porphyromonas gingivalis relacionada com o
2 Laszlo - Rua Itaúna, 66 - Floresta/Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - Tel: (31) 3486.2765 - Email: contato@laszlo.ind.br - Website: www.laszlo.com.br
Correspondências incríveis dos
óleos essenciais com o ser humano
Dietrich Gümbel
Doutor em zoologia, biólogo e geógrafo
Gunsbach/Alsácia
Seres humanos
Dr. Gümbel estará palestrando no II Congresso de Aromatologia e conseguem discriminar
ministrará dois dias de curso pós-congresso. Ele fará também o Esses níveis vibracionais são baseados
lançamento durante esse evento de seu livro ‘‘Fundamentos da nos nossos órgãos do sentido. Cada órgão do
até 1 trilhão de cheiros
terapia holística com óleos essenciais das plantas’’ traduzido para o sentido é responsável por um desses níveis André Ferraz da Costa
português pela editora Laszlo com momento de autógrafos. que nós definimos como "Níveis de
Sentido". Minha investigação no significado Uma recente pesquisa publicada na revista
do "sentido" dos nossos órgãos, levou-me ao Science e conduzida no Laboratório de Neurogené-
tica e Comportamento da Universidade Rockefeller

C omo biólogo trabalhando em Ciên- Baseado em experiências de tratamento e resultado de que os Seres Humanos possuem
descobriu que os seres humanos são capazes de
cias Ambientais, perguntava-me resultados de investigação, criei uma chave não apenas cinco (tato, paladar, olfato, 1
discriminar até 1 trilhão de cheiros diferentes .
sobre o fato das moléculas químicas universal para a aplicação de qualquer óleo audição e visão) mas sete sentidos. Defini o Para determinar quantos estímulos podem ser
dos óleos essenciais das plantas poderem essencial existente, baseado em qual órgão sexto sentido como o "Terceiro/ Olho Divi- discriminados, é necessário saber o alcance do sen-
curar doenças e dar suporte ao estado de da planta ele foi extraído. Nomeei este no", entre nossas sobrancelhas, na frente do tido estudado. Cores, por exemplo, variam em
sistema de "Terapia da Essência Herbal". nosso sentido de autoconsciência. E eu defini comprimentos de onda e intensidade. Sons variam
saúde do homem, pois as plantas parecem ser em frequência e sonoridade. Seres humanos conse-
organismos tão diferentes quando compara- o coração como o sétimo sentido, porque guem determinar as cores entre 390 e 700 nm e sons
das ao Ser Humano. RAIZ e MADEIRA: ajudam qualquer órgão de percepção sensorial é entre 20 e 20,000 Hz. Aplicando essa metodologia,
Então, comecei a comparar as plantas com principalmente nos órgãos-funções das totalmente baseado no suprimento ininter- cientistas realizaram pesquisas que estimaram que
seres humanos, biologicamente, encontran- regiões inferiores do corpo humano. rupto de sangue proveniente do coração, de os humanos podem distinguir entre 2.3 e 7.5 milhões
de cores2,3 e aproximadamente 340.000 tons3.
do as funções dos órgãos das plantas como outra maneira não haveria tato, visão, audi- Em relação ao sentido do olfato, um estudo
raiz, folhas, flores, frutos e sementes, e obser- FOLHAS e BROTOS: ajudam ção, paladar, olfato ou qualquer tipo de cons- influente de 1927 estipulou que os seres humanos
vando a correspondência das funções dos ór- principalmente nos órgãos-funções das ciência. Isso me levou ao insight: "Apenas o poderiam discriminar entre até 10 mil cheiros dife-
gãos humanos. regiões superiores do corpo humano. coração faz sentido". rentes4. Esse estudo ficou famoso e é citado até hoje.
Outra relação interessante é que, o Sabemos que os óleos essenciais podem ter até
O resultado da minha investigação no centenas de componentes químicos diferentes , em-
FLORES, FRUTOS e SEMENTES: desenvolvimento original da pituitária ou
início dos anos 80 foi uma correspondência bora apenas alguns poucos estejam em maior quan-
ajudam principalmente nos órgãos-funções hipófise – glândula hormonal mestra
incrível entre os dois seres. Posso afirmar tidade. O que essa equipe de cientistas fez foi redu-
da cabeça e todos os tecidos nervosos do situada na base do cérebro e condutora de zir a complexidade investigando 128 moléculas
que as raízes das plantas correspondem ao
corpo humano. todas as glândulas hormonais – provém da combinadas em sinergias de 10, 20 e 30, e que
intestino humano, que as folhas cuidam de
cobriam grande parte das notas olfativas.
todas as funções circulatórias como membrana da mucosa olfativa, na Vinte e seis voluntários completaram os 264
Estas conexões levaram-me à aplicação formação do feto e, dessa forma, encon-
coração, fígado, baço, pulmões e rins. E as testes de discriminação entre as misturas, que va-
de óleos essenciais altamente diluídos com- tram-se células olfativas na pituitária que
flores como a parte menos imitável das riaram de teste para teste. Nos experimentos duplo-
postos em sinergias para aplicação em plan- checam a consistência do sangue circu- cego, foram apresentados aos sujeitos três estí-
plantas, com o seu fruto especial e dispo-
tas e solo para jardinagem e agricultura. lante, causando regulações hormonais re- mulos olfativos diferentes, sendo os dois primeiros
sição genética única nas sementes, são cor-
Praticamos isso com sucesso há 30 anos. Esta levantes para equilibrar o metabolismo do
muito parecidos e o terceiro diferente.
respondentes à forma individual de um Pares de misturas são mais difíceis de discri-
aplicação é chamada de "Cuidado Aromático corpo e da mente.
rosto humano como expressão da sua minar, mas ainda assim metade dos voluntários
Vegetal", que nós usamos para tonificar a
própria personalidade divina. conseguiu distinguir entre misturas que se sobre-
força vital das plantas e organismos no solo punham em até 75%. Alguns conseguiram distin-
Óleos essenciais são conhecidos como os
através do auxílio aos seus sistemas imuno- guir misturas que se sobrepunham entre 75% e 90%
portadores da "Essência" (no sentido do e ninguém conseguiu discriminar entre aquelas em
lógicos para todos os tipos de pragas. Essa é
"Ser") de uma planta, pois são os portadores mais de 90%.
uma contribuição ambiental para equilibrar o
do espírito delas. E "espírito" corresponde As misturas que se sobrepunham em até 51,17%
ecossistema. foram discriminadas pela maioria dos voluntários, o
também ao "espírito" dos Seres Humanos.
Outra descoberta incrível dos nossos que significa que o ser humano pode, em média,
Óleos essenciais carregam o cheiro e a carac-
estudos e experiências durante as nossas discriminar mais de 1 trilhão de misturas com 30
terística original do órgão da planta de onde componentes. E salientam que este número pode ser
investigações de longo prazo é o fato de
foram extraídos. ainda maior. Primeiro porque não se sabe quantas
que o nosso nariz e a sua preferência para
Por exemplo: o OE Vetiver é extraído moléculas aromáticas existem, segundo porque es-
um determinado cheiro é a expressão sas moléculas podem se combinar em grupos de mais
das suas raízes e tem um cheiro de terra Desenvolvimento da hipófise de embrião humano
individual e momentânea da demanda de mostrando células olfatórias da mucosa pituitária. de 30. Além disso, eles descobriram que embora haja
muito profundo. E ao redor da raiz desta misturas com os mesmos componentes, mas em por-
uma vibração olfativa especial. Isso
planta estão milhões de micro-organismos centagens diferentes, elas podem ser discriminadas.
da "flora edáfica" (do solo) que também
significa: o déficit de um cliente para uma Nossa Cosmoterapia é uma integração
são encontrados no nosso intestino
certa vibração é expressa por sua própria coerente e científica de: Aromaterapia, Cro- Referências: 1. Bushdid, C. et al. (2014) Humans can discriminate
more than one trillion olfactory stimuli. Science. 2014 March 21;
compondo nossa "flora intestinal". Esse
escolha pelo aroma. E isso significaria moterapia e Terapia de Som, com a Terapia 343(6177): 1370–1372. / 2. Pointer MR, Attridge GG. The number of

óleo essencial e especialmente seu


uma maneira fácil para trazer equilíbrio à de Cristais. discernible colours. Color Res Appl. 1998; 23:52–54. / 3. Nickerson D,
Newhall SM. A psychological color solid. J Opt Soc Am. 1943;
hidrolato estimulam as funções dos
saúde e à mente. E por último, mas não menos importante, 33:419–422. / 4. Stevens, SS.; Davis, H. Hearing, its psychology and
physiology. John Wiley; New York: 1938. p. 152-154 / 5. Crocker EC,
Então, na nossa "Terapia da Essência baseado na nossa Musicoterapia, criamos
intestinos e dos órgãos reprodutivos. Henderson LF. Analysis and classification of odors: an effort to
Herbal" e "Cosmoterapia" (incluindo cor, uma música-cósmica relacionada a cores e develop a workable method. Am Perfum Essent Oil Rev. 1927; 22:325

som e cristais, todos em ressonância), nós tonalidades do espectro do arco-íris. Conse-


não recomendamos nenhum óleo essencial gui encontrar novas escalas com sete tons Você sabia que HIPOSMIA (o termo mé-
para o tratamento, mas deixamos a decisão que você pode facilmente tocar sem causar dico para um olfato danificado) está fre-
para o próprio cliente seguindo o ditado nenhuma dissonância. Então, você está livre quentemente associado com uma possível
inglês: "seu nariz sabe". E o aromaterapeuta para tocar a partir do seu coração sem ler deficiência de vitaminas B6, B12 ou A, assim
pode, então, sentir o que isso significa dentro nenhuma nota em nosso recém- projetado como dos minerais, de zinco ou de cobre?
da situação de saúde do cliente relativo ao "Harpa-Cósmica" para fazer música na Em muitos casos, a reposição dessas vitami-
nas e minerais, em especial zinco e B12, nor-
óleo essencial selecionado por ele. terapia. malizam a perda do olfato. Vegetarianos de-
Mais tarde, investigamos a relação entre as Em Cosmoterapia temos para qualquer vem ter atenção redobrada na suplementa-
cores e os óleos essenciais incluindo o nível órgão do sentido uma terapia estimulante ção de B12 se sentirem perda de olfato.
vibracional e os órgãos internos humanos. convergente em um único conceito.

Laszlo - Rua Itaúna, 66 - Floresta/Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - Tel: (31) 3486.2765 - Email: contato@laszlo.ind.br - Website: www.laszlo.com.br 3
Óleo essencial de Óleos essenciais no
alecrim-pimenta controle de doenças de
plantas
Prof. Afranio Aragão Craveiro
Mestre em Química Orgânica - Parque de Desen- Eduardo Alves
volvimento Tecnológico – UFC – Fortaleza-CE Agrônomo e Professor Associado do Departamento de
Fitopatologia da UFLA
Estará no II Congresso Internacional de
Aromatologia com a palestra: ‘‘Princípios voláteis Estará no II Congresso Internacional de
ativos de plantas medicinais brasileiras’’. Aromatologia com a palestra: ‘‘Aplicações dos óleos
essenciais no controle de doenças de plantas’’.

O alecrim-pimenta (Lippia sidoides), da


família Verbenacea, é uma planta me-
dicinal nativa da caatinga do Nordeste
do Brasil. Ocorre no sertão nordestino,
sobretudo nos estados do Ceará e Rio Grande
Óleos essenciais (OEs) produzidos pelo
metabolismo secundário de plantas têm sido
vistos como fontes de substâncias químicas de
atividades biológicas intensas. Estudos
realizados têm indicado o potencial dos mesmos
OE de citronela aumenta a
resistência do cafeeiro contra pragas.

do Norte. no controle de fitopatógenos, tanto por sua ação


O gênero Lippia possui cerca de 200 espé- elevado valor comercial despertando, na fungitóxica direta, como pela capacidade de guns exemplos de estudos de Pereira et al. (2011)
cies de ervas, arbustos e pequenas árvores, que década de 2000, o interesse de pesquisadores indução de resposta de defesa da planta (Schwan- utilizando OEs das espécies C. zeylanicum e C.
são naturais da América do Sul e Central. As da UFC em cultivar a planta e produzir o óleo Estrada, 2003). Assim sendo, a exploração da nardus, foram observadas a inibição do desenvol-
espécies deste gênero se destacam pelo aroma em escala industrial. Dessa forma, foi criada a atividade biológica de compostos presentes em vimento e elongação da hifa do patógeno Cercos-
forte e agradável e seu aspecto atrativo no empresa Pronat, incubada no Parque de OEs de plantas tem constituído em mais uma pora coffeicola em folhas de cafeeiro (Coffea
forma potencial de controle de doenças em arabica L.) inoculadas aos dois dias após a
período de floração. Desenvolvimento Tecnológico (PADETEC),
plantas. aplicação, sugerindo a ativação de respostas de
Os primeiros relatos sobre o óleo essencial que montou plantio agrícola e unidade de Vários trabalhos são encontrados na defesa da planta e a atividade preventiva desses
desta planta foram feitos pelo grupo de extração do óleo no Município de Horizonte- literatura sobre o uso de OEs no controle de fito- OEs. Cien-tes desses dados, Pereira et al. (2012)
pesquisas do Departamento de Química CE. Com apenas 11 hectares plantados, a patógenos. A maioria absoluta trata de seus efei- estudaram o efeito do OE de citronela (C. nardus)
Orgânica e Inorgânica da Universidade empresa conseguiu atender ao mercado tos diretos sobre os fitopatógenos principalmente no controle e na ativação de respostas de defesa
Federal do Ceará, em agosto de 1977, em Cearense e a exportar para os Estados Unidos, in vitro, mas é também observada sua ação como do cafeeiro contra a ferrugem e a cercosporiose do
exemplar coletado na região de Jucuri-RN. onde a empresa AVEDA, principal compra- indutores de resistência, levando as plantas a ele- cafeeiro. Dessa forma, esses autores demons-
O alto rendimento do óleo essencial nesta dora do óleo, lançou com sucesso uma loção varem a produção de fitoalexinas, PR-proteínas e traram que o OE de citronela controlou a ferru-
planta, chegando em alguns casos a 4%, e a sua anti-acne naquele País. outros compostos de defesa, indicando a presença gem e a cercosporiose com eficácias de 47,2% e
peculiar composição química, despertou o in- Hoje, em 2015, outra empresa localizada nestes compostos de substâncias com carac- 29,7%, respectivamente e aumentou as atividades
teresse em estudos mais aprofundados sobre a em Jaguaruana no Ceará, está iniciando a terísticas eliciadoras, que podem ter baixo impac- das enzimas peroxidase e quitinase em mudas de
mesma. plantação e produção em escala industrial do to ao ambiente. cafeeiro após 336 e, 24 e 336 horas após pul-
Face à presença majoritária no óleo essen- óleo de alecrim-pimenta e espera, até início de Como exemplo da efetividade de OEs no verização, respectivamente.
cial de Timol e Carvacrol, o mesmo se presta a 2016, colocar o produto no mercado. As controle direto sobre fitopatógenos pode-se citar Além de doenças fúngicas, as doenças
usos medicinais variados, principalmente pe- análises e controle de qualidade deste óleo o trabalho desenvolvido por Pereira et al. (2011) bacterianas apresentam desafios para o controle,
que evidenciaram uma atividade direta na ini- principalmente no que concerne à agricultura
las suas atividades antissépticas, antimicro- estão sendo realizados pelos laboratórios do
bição do crescimento micelial de Cercospora orgânica, na qual o uso de produtos químicos é
biana, antifúngica, antioxidante, anti-inflama- Padetec, garantindo um padrão de excelente coffeicola por parte de OEs árvore de chá (Mela- proibido. Nesse contexto, Lucas et al. (2012)
tória e larvicida. Estudos também realizados qualidade. leuca alternifolia Cheel), canela (Cinnamomum estudaram o potencial do OE de cravo-da-índia
na UFC demonstraram que este óleo essencial Este é mais um bom exemplo de pesquisa zeylanicum Breym), capim-limão (Cymbopogon (S. aromaticum) na redução da mancha bacteriana
pode ser usado com sucesso no controle das básica que, pelo processo de incubação de em- citratus Staph), citronela (Cymbopogon nardus do tomateiro, e a ativação de respostas bioquí-
larvas do Aedes aegypti. presas, se transforma em um produto de su- L.), cravo-da-índia (Sizygium aromaticum L.), micas de defesa de plantas. Com isso os autores
O óleo essencial das folhas do alecrim- cesso no mercado. eucalipto (Corymbia citriodora Hook), nim obtiveram um controle da mancha bacteriana do
pimenta também é atualmente usado por (Azadirachta indica A. Juss) e tomilho (Thymus tomateiro de 53,0% por parte do OE de cravo-da-
indústrias farmacêuticas, de perfumaria e cos- vulgaris L.), além do efeito direto atuando na índia. As resistências induzidas em plantas, pelos
méticos por suas propriedades antimicrobia- Composição: inibição do crescimento micelial. Esses autores OEs de cravo-da-índia, foram evidenciadas pelo
nas e aromáticas. O chá e a tintura diluída desta demonstraram também que os OEs de canela e aumento da atividade das enzimas β-1,3-
espécie são também usados no tratamento de Esta planta apresenta vários quimiotipos em citronela reduziram a incidência e a severidade da glucanases, quitinases, peroxidases iniciada logo
relação à composição química de seu OE, sendo cercosporiose em cafeeiro. A atividade direta de nas primeiras horas após a pulverização até 12
problemas de pele (acne).
relatados quimiotipos ricos em carvacrol, p- OEs sobre fitopatógenos também foi documen- dias após e do aumento do teor de lignina aos 12
A Lippia sidoides, após os estudos da UFC, -cimeno, 1,8-cineol e quimiotipos ricos em
foi incluída no programa Farmácias-Vivas, tada por Roswalka et al. (2008), que relataram um dias após as pulverizações. Esses resultados le-
trans-β-cariofileno e em timol. Entre todos os efeito fungitóxico por parte do OE de cravo-da- varam os autores a sugerir o uso de OE de cravo-
criado no Laboratório de Produtos Naturais da estudos, pode-se constatar que o principal índia, com uma inibição registrada de 100% no da-índia como um potencial indutor de resistência
UFC pelo Prof. Francisco José de Abreu constituinte na maioria das extrações foi o
crescimento micelial de Glomerella cingulata e em tomateiro.
Matos, que fez parte da equipe de pesquisas do timol, sendo que sua concentração nos OEs
estudados variou de 34 a 95%, seguido do C. gloeosporioides. Analogamente, tal atividade As doses de óleos essenciais com efei-
Programa Botânica-Química e Farmacologia, também foi relatada em pesquisas mais recentes, tos no controle de doenças em plantas têm
carvacrol, que quando majoritário no OE,
liderado pelo Prof. Afranio Aragão Craveiro. realizadas por Perina et al.(2013) os quais obser- variado de 0,1 a 1 %, dependendo da espécie da
mostrou variação de teor de 31,68 a 51,8%.
Referido programa, por mais de 20 anos, varam que OEs de citronela (C. nardus) capim- planta do qual o OE foi obtido e da doença a ser
estudou a flora nordestina, coletando, Outras propriedades: limão (C. citratus) e eucalipto (C. citriodora) controlada. Também tem sido observado que
classificando e analisando plantas da caatinga associados ao leite em pó como solvente, apresen- doses maiores podem causar fitotoxidez em
nos seus aspectos botânicos, químicos e O timol presente no óleo de alecrim-pimenta, taram um controle da ordem de 67 a 74% na plantas.
farmacológicos. é uma substância de alto poder antimicrobial, severidade do oídio da soja. De forma seme-
A inclusão desta planta no programa agindo eficazmente contra um grande número lhante, Teixeira et al. (2013) relataram uma Referências:
de bactérias, fungos, parasitas e vírus. Ele redução na incidência de Stenocarpella maydis
Farmácia-Viva, despertou o interesse de pes- Lucas GC, et al (2012) Indian clove essential oil in the control of tomato
igualmente possui propriedades hepatopro- em sementes de 39,0% e 28% alcançadas com os bacterial spot. Journal of Plant Pathology, v. 94, p. 45-51. / Pereira RB,
quisadores de todo o Brasil que realizaram e tetoras4, anticancerígenas1 e imunoestimulantes et al. Potential of essential oils for the control of brown eye spot in
realizam trabalhos sobre a mesma, incluindo OEs de cravo-da-índia e canela respectivamente. coffee plants. Ciência e Agrotecnologia, v.35, p.115-123, 2011. /
poderosas, agindo como recrutador de linfócitos No controle de doenças pós-colheita, os OEs Pereira RB, et al. Citronella essential oil in the control and activation of
diversos usos e patentes, fazendo com que hoje 3
para o combate de infecções . Age protegendo o coffee plants defense response against rust and brown eye spot. Ciência
também têm mostrado ser efetivos em goiaba,
a planta faça parte da Relação Nacional de corpo contra os efeitos nocivos de radiações e e Agrotecnologia, v.36, p. 383-390, 2012. / Perina FJ, et al. Essential
2
radicais livres , além de ser anti-inflamatório
3 manga, mamão e banana, contra antracnose, tanto oils and whole milk in the control of soybean powdery mildew. Ciência
Plantas Medicinais de Interesse ao SUS diluídos em leite em pó 1% quanto associados a Ruralv. 43, p. 1938-1944, 2013. / Rozwalka LC, et al. Extratos,
(RENISUS), relação esta que é constituída de com uso benéfico no reumatismo e na artrite. decoctos e óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas na
películas de amido a 2% em revestimento de inibição de Glomerella cingulata e Colletotrichum gloeosporioides de
espécies vegetais com potencial de avançar Referências: 1. Kang SH, et al. J Microbiol Biotechnol. 2015 frutos. frutos de goiaba. Ciência Rural v.38, p. 301-307, 2008. / Schwan-
nas etapas da cadeia produtiva e de gerar Oct 6./ 2. Archana PR, et al. Integr Cancer Ther. 2011 A indução de resistência em plantas contra Estrada, K R F Potencial de extrato e óleos essenciais de vegetais como
Dec;10(4):374-83. / 3. Fachini-Queiroz FC, et al. Evid Based indutores de resistência: plantas medicinais. In: II Reunião brasileira
produtos de interesse do Ministério da Saúde Complement Alternat Med. 2012;2012:657026. / 4. Alam K, et al. patógenos também tem sido bastante pesquisada sobre indução de resistência em plantas contra fitopatógenos, São
do Brasil. Pharmacol Res. 1999 Aug;40(2):159-63. Pedro. Anais. São Pedro: USP 2003. p. 147. 2003. / Teixeira GA, et
nos últimos anos, tanto na indução de fitoalexinas al.Essential oils on the control of stem and ear rot in maize. Ciência
O óleo essencial de alecrim-pimenta possui como de PR-proteínas sendo, sendo que em al- Rural v.43, p.1945-1951, 2013.

4 Laszlo - Rua Itaúna, 66 - Floresta/Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - Tel: (31) 3486.2765 - Email: contato@laszlo.ind.br - Website: www.laszlo.com.br
Ingestão de óleo Conheça mais sobre
as variedades do
essencial de lavanda LZ óleo da LAVANDA
como medicamento LZ
As lavandas (popularmente conhecidas
Adriana Nunes Wolffenbüttel como alfazemas) são pequenas ervas, comumente
Doutora em Ciências Farmacêuticas. empregadas em ornamentação.
Estará no II Congresso Internacional de Aromatologia
com a palestra: ‘‘Os óleos essenciais de laranja doce e
Da lavanda se obtém um dos óleos mais
amarga e os marcadores biológicos melatonina (bem- populares no mundo dentro da aromaterapia. O
estar) e Cortisol (estresse)’’. termo lavanda vem do latim lavare, "lavar", por-
que a planta era utilizada pelos romanos para lavar
roupa, tomar banho, aromatizar ambientes e como

A ssim como o desenvolvimento da ho-


meopatia e sua medicação por Hahne-
mann em 1779, novamente a Alemanha é
pioneira por lançar oficialmente no mercado um
medicamento exclusivamente a base de óleo es-
produto curativo.
Na França, a colheita da lavanda ocorre
entre julho e agosto, tendo variações em outros
países conforme as estações do ano. As plantas são
colhidas por máquinas quando estão com botões
sencial (OE) de lavanda (Lavandula angustifolia). floridos. O processo de destilação é feito a vapor
Em 2010, um laboratório da Alemanha observada no decurso de uma isquemia cerebral e da planta fresca ou seca.
registrou e lançou no mercado o medicamento dor. Estes autores associam esses efeitos aos Dentre os diferentes tipos de óleos e
Silexan®, cuja composição de cada cápsula varia componentes do OE, entre eles o linalol e o classificações existentes temos: são óleos de lavanda naturais remarcados sob essas
de 80 mg ou 160 mg de OE de lavanda (L. angus- acetato de linalila. Lavandula angustifolia é o nome em classificações. As porcentagens indicadas indicam
tifolia), contendo como principais constituintes o Desse modo, a ingestão pura do óleo latim para a lavanda tradicional e clonada. São os teores de ésteres no óleo. Geralmente os clientes
linalol e o acetato de linalila (Silexan®, register essencial de lavanda Lavandula angustifolia na sinônimos em latim Lavandula officialis e Lavan- procuram óleos com alto teor de ésteres. A concen-
2009). Os resultados das investigações eviden- quantidade de 80 a 160 mg por dia está regula- dula vera. tração deles pode ser aumentada através de uma
ciaram a ação ansiolítica deste medicamento, ao mentada na Alemanha para o tratamento da an- A lavanda tradicional é multiplicada por destilação fracionada (retificação), ou mistura de
ser ingerida 1 (uma) cápsula diariamente por siedade, com uma resposta terapêutica superior a sementes e produz o óleo de LAVANDA FINA, óleos com diferentes teores de ésteres. Des-
período de 14 dias consecutivos (Kasper, 2013; medicação alopática, sem os transtornos dos que pode ser cultivada ou nascer de forma espon- tiladores mal-intencionados podem também adi-
2015), demonstrando que OE de lavanda é tão efeitos colaterais. tânea em regiões com altitude superiores a 1.000 m cionar acetato de linalila sintético com o objetivo
eficaz quanto o benzodiazepínico lorazepam, em ao longo dos alpes da alta Provence, de Vaucluse e de aumentar a concentração de ésteres nesses ó-
adultos com desordem de ansiedade generalizada Referências: Drôme. É o produto de mais alta qualidade e o mais leos. É comum dar o nome das regiões de cultivo às
(Woelk e Schläfke, 2010; Kasper, 2013; 2015). ativo terapêuticamente. A cor das flores da lavanda lavandas com teores de ésteres padronizados como
Deste modo eles indicam seu uso clínico por via 1. APROTOSOAIE, A. C., et al. Linalool: a review on a key odorant tradicional varia do branco ao azul escuro, sendo a LAVANDA MONT BLANC (cultivada na regi-
molecule with valuable biological properties. Flavour and Fragrance
oral para tratar ansiedade. Podemos calcular em Journal, 29(4), 193-219, 2014. / 2. BAGETTA, G.; et al. Review, que os campos de lavanda clonada possuem uma ão de Mont blanc) que é um tipo de lavanda 40/42.
gotas, a quantidade de óleo essencial de cada Neuropharmacology of the essential oil of bergamot. Fitoterapia, v. 81, p. única cor uniforme (geralmente azul). LAVANDA francesa, lavanda kashimir,
453–461, 2010. / 3. CARRASCO, J.L.; et al. Análisis comparativo de
cápsula, ser em torno de uma gota (para a cápsula costes del inicio de terapia con pregabalina o ISRS/ISRN en pacientes LAVANDA AOC (Appelation Origine lavanda búlgara, lavanda inglesa, lavanda
de 80 mg) e de 3 gotas (para a cápsula de 160 resistentes a las benzodiazepinas con trastorno de ansiedad generalizada Controllé) é uma lavanda tradicional. Com a aju- russa, entre outras, são terminologias utilizadas
en España. Actas Españolas de Psiquiatría, v. 41, p. 164-74, 2013. / 4.
mg); o que coincide com a medida padrão que CASTRO, R.J.A.; et al. Tratamento da dor em queimados. Revista da de um laboratório e a análise de amostras obti- para se definir o país ou região de cultivo e destila-
utiliza-se dentro da aromatologia francesa via Brasileira de Anestesiologia, v. 63, p. 149-158, 2013. / 5. EFFATI- das de cada colheita, um comitê de especialistas ção desses óleos e costumam ser todos obtidos da
DARYANI, F., et al. Effect of Lavender Cream with or without Foot-bath
oral há mais de 50 anos para tratamento de on Anxiety, Stress and Depression in Pregnancy: a Randomized Placebo- avalia determinados fatores no óleo e outras pro- Lavanda angustifolia, tendo leves variações em
insônia e ansiedade, conforme vemos em livros Controlled Trial. Journal of Caring Sciences, 4(1), 63–73, 2015. / 6. priedades. Através de uma criteriosa avaliação é seu aroma e composição, mas os mesmos usos.
KASPER, S. An orally administered lavandula oil preparation (Silexan)
como Aromathérapie, Traitement des maladies for anxiety disorder and related conditions: an evidence based review. determinada a qualidade de cada colheita e as Lavandula X intermedia e Lavandula
par les essences des plantes do Dr. Jean Valnet, International Journal of Psychiatry in Clinical Practice, v. 17, p. 15-22, melhores amostras são classificadas pelo rótulo de hybrida (sinônimo) são os nomes em latim para hí-
2013. / 7. KASPER, et al. Efficacy of orally administered Silexan in
publicado em 1964 patients with an-xiety-related restlessness and disturbed sleep–a
"AOC". bridos de diferentes espécies de lavandas. São cha-
A ação ansiolítica do OE de lavanda randomized, placebo-controlled trial. European A.O.C. estabelece que o produto possui mados de LAVANDIM. Geralmente são obtidos
Neuropsychopharmacology, august, 2015. / 8. NAVARRA, M., et al. o "rótulo de origem controlada". Este controle é pelo cruzamento de variedades da Lavanda angus-
não se caracteriza como a ação de um benzodia- Citrus bergamia essential oil: from basic research to clinical application.
zepínico, o que pode explicar a ausência de tole- Frontiers in pharmacology, 6, 2015. / 9. SCHUWALD, A.M.; et al. feito pelo governo francês com o objetivo de tifolia com a Lavanda latifolia.
Lavender Oil-Potent Anxiolytic Proper-ties via Modulating Voltage proteger a qualidade e integridade de produtos. O LAVANDIM GROSSO é o mais co-
rância, dependência e síndrome de abstinência Dependent Calcium Channels. PLoS ONE, v. 8, p. e59998, 2013. / 10.
(Silenieks et al., 2013). Uehleke (2012), em seus SILENIEKS, L.B.; et al. Silexan, an essential oil from flowers of Para obter esta certificação, cultivadores e mum e das espécies o que fornece o melhor
resultados, constatou a ação do OE de lavanda
Lavandula angustifolia, is not recognized as benzodiazepine-like in rats processadores precisam aderir a um sistema de rendimento. Possui alto teor de linalol no óleo. O
trained to discriminate a diazepam cue. Phytomedicine, v.20, p.172-177,
também em situações de estresse pós-traumático, 2013. / 11. SILEXAN®, register 2009: International Standard padronização e regulamentação do governo para LAVANDIM ABRIALIS é uma das variedades
vindo ao encontro das investigações de Toda e
Randomised Controlled Trial Number ISRCTN74386009. Disponível agricultura, colheita e destilação. O certificado mais antigas e possui alto teor de cânfora e cineol
em: <http://www.controlled-trials.com/ISRCTN74386009>. Acessado
Moritomo (2008), relativas à redução do estresse em 11/10/2015. / 12. SIMONNET, G. Pre-emptive antihyperalgesia to AOC é conhecido em todo o mundo como um no óleo. O LAVANDIM SUPER é o mais similar
improve pre-emptive analgesia. Anesthesiology, v. 108, p. 352-354, 2008. símbolo de alta qualidade para produtos de origem em composição, cheiro e propriedades com a La-
em voluntários humanos quando submetidos à / 13. TODA, M.; MORIMOTO, K. Effect of lavender aroma on salivary
endocrinological stress markers. Archives of Oral Biology, v. 53, p. 964- francesa e utilizado também em produtos como vandula angustifolia. Substitui a lavanda pela sua
inalação do óleo essencial de lavanda (Lavandula 968, 2008. / 14. UEHLEKE, B.; et al. Phase II trial on the effects of Silexan vinho, vegetais, e outros produtos agrícolas. A similaridade, sendo muitas vezes uma opção mais
angustifolia), e de Aprotosoaie (2014) e de Effati- in patients with neurasthenia, post-traumatic stress disorder or
somatization disorder. Phytomedicine, v. 19, p. 665-671, 2012. / 15. certificação AOC é muito difícil de ser obtida e, no barata devido seu melhor rendimento. O LAVAN-
Daryani (2015). Uma das hipóteses do mecanis- VADIVELU, N.,et al. Preventive analgesia for postoperative pain control: caso da lavanda, precisa ser de espécies nascidas DIM SUMIAM é raramente cultivado na atuali-
mo da ação ansiolítica do OE de Lavandula an- a broader concept. Local and Regional Anesthesia, 7, 17–22, 2014. / 16.
de sementes (lavanda tradicional), em altitudes dade e é similar ao abrialis.
gustifolia sustenta que este OE, através de seus WOELK, H.; SCHLÄFKE, S. A multi-center, double-blind, randomised
study of the lavender oil preparation silexan in comparison to lorazepam elevadas acima de 1.000m e de plantas orgânicas. A Lavandula latifolia dá origem ao óleo de
componentes, é uma potente droga ansiolítica, for generalized anxiety disorder. Phytomedicine, v. 17, p. 94–99, 2010. Lavanda clonada (ou clonal) é cultivada LAVANDA SPIKE. Este óleo possui duas ra-ças
semelhante ao fármaco pregabalina, que reduz o a partir de clones de mudas e suporta baixas químicas, uma rica em cânfora, normalmente
influxo de cálcio nos terminais pré-sinápticos em altitudes. As mudas são selecionadas a partir de in- produzida na Espanha, e outra rica em linalol, de
neurônios hiperexcitados pré-sinapticos do hipo- divíduos da lavanda tradicional pela sua qualidade origem francesa ou americana. O quimiotipo can-
campo, reduzindo dessa forma a liberação de olfativa, analítica, de resistência a doenças ou de forado possui um aroma gelado, tipo eucalipto, é
neurotransmissores excitatórios, como o glu- rendimento. Geralmente são utilizadas variedades altamente estimulante e muito útil nas rinites.
tamato (Simonnet, 2008; Carrasco et al., 2013; que se destacam pelo bom rendimento, algumas A Lavandula stoechas dá origem ao óleo de
Castro et al., 2013; Schuwald et al., 2013; das variedades comumente clonadas são a lavanda LAVANDA ESTOECA, também chamada de
Vadivelu et al., 2014). Bagetta (2010) e Navarra MAILLETE e a MATHERONE (comuns na lavanda grega ou turca. Esta era a planta utilizada
(2015) estudaram neuro-farmacologicamente a França) e a BUENA VISTA (comum nos EUA), pelos antigos romanos em seus banhos. O óleo é
ação, nos sintomas de ansiedade induzida por es- todos multiplicados por estacas e adaptados para rico em cânfora, cineol e o componente fenchona
tresse, transtornos leves de humor e dor do cân- desenvolverem-se em baixas altitudes. A lavanda que lhe dá um aroma um pouco desagradável. Ou-
cer, de outro óleo essencial cuja composição maillette possui flores de cor azul homogênea. tra espécie, a Lavandula dentata, LAVANDA
inclui percentuais elevados dos componentes A lavanda orgânica ou BIO pode ser DENTATA, muito comum no Brasil e de fácil
linalol e acetato de linalila. Eles constataram a obtida da lavanda tradicional fina, da lavanda adaptação, possuindo um óleo de composição
capacidade do óleo essencial em interferir no clonada ou outros tipos (como lavandins) por um similar à estoeca, rico também em cineol, cânfora e
hipocampo dos mamíferos, na plasticidade sináp- cultivo orgânico certificado. fenchona. Ambos os óleos não possuem as pro-
tica normal e patológica. A neuroproteção foi As LAVANDAS 38/40, 40/42, 48/50, 50/52 priedades calmantes típicas dos óleos de lavanda.

Laszlo - Rua Itaúna, 66 - Floresta/Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - Tel: (31) 3486.2765 - Email: contato@laszlo.ind.br - Website: www.laszlo.com.br 5
Óleos Essenciais de
CEDROS
André Ferraz da Costa
Formando em psicologia com enfoque em psicologia
transpessoal pela UFMG e aromaterapeuta. Estará no II
Congresso Internacional de Aromatologia com a
palestra: ‘‘Óleos essenciais na gestação, parto e pós Qual a diferença entre
parto’’.
Cedro do Atlas (Cedrus atlantica) sob o inverno das AROMATOLOGIA e
montanhas da cordilheira dos atlas no Marrocos. Foto
Chipre (Cedrus brevifolia). De forma muito de Leander khil (www.khil.net) AROMATERAPIA?
interessante, eles têm uma composição química LZ
bem distinta de todas as outras plantas da família perifericamente, sendo útil para dores sistê- AROMATERAPIA é um termo que
Pinaceae. Há presença de até 85% de sesqui- micas e locais (via oral ou diluído de 3-5%)11. surgiu na França, na década de 30, para repre-
terpenos em sua composição, sendo o himaca- Demonstrou-se ainda que o OE cedro do sentar o uso terapêutico dos óleos essenciais.
leno o marcador principal. Possivelmente esta Himalaia significativamente inibiu a adesão de Quando a aromaterapia foi levada para a Ingla-
composição é o que tornou sua madeira tão apre- neutrófilos. Isso indica que no local da inflama- terra, ela passou a ser empregada com um
ciada por reis e faraós de todo o mundo antigo3. ção este OE pode reduzir o número de neutró- maior enfoque no bem-estar e com uma con-
O cedro é citado na Epopeia de Gilgamesh, filos, diminuindo a ação da fagocitose e também cepção mais holística em sua prática e menos
considerada a mais antiga obra literária da huma- a liberação de enzimas e mediadores que tornam médica. Isso fez, com o passar do tempo, que
Matusalém (Pinus longaeva) nidade, e entre os faraós do Egito Antigo ocupava a inflamação pior, comprovando também sua ati- surgisse uma divisão deste conceito. Assim, te-
Considerada a 2a árvore viva mais velha
do mundo tendo 4.846 anos
uma posição privilegiada. Descobriu-se recente- vidade imunomodulatória10,11. mos atualmente uma ‘‘escola inglesa’’, voltada
mente através de análises em laboratório que O OE cedro do Atlas, por ter composição mais ao bem-estar e focada apenas no uso ex-
muitos faraós foram embalsamados com uma química muito semelhante do cedro do Himalaia, terno e uma ‘‘escola francesa’’, mais voltada ao

A s gimnospermas surgiram no período


Devoniano, há cerca de 360 m.a. e são as
plantas aromáticas mais antigas encon-
tradas até hoje na natureza. Compreendendo a di-
visão Pinophyta, temos grandes famílias de plan-
mistura contendo óleo essencial de cedro, e que
isso determinou o fato dessas múmias estarem
praticamente intactas mesmo após milhares de
anos lacradas4.
Em um estudo científico realizado com o OE
pode ser utilizado com as mesmas indicações.
Além disso ele é indicado como um dos mais po-
tentes para celulite e para retenções hidrolípidi-
cas, tendo propriedades lipolíticas e linfotônicas,
sendo portanto um bom OE a ser usado em mas-
tratamento de saúde e que abrange, além do uso
externo, também o uso interno dos OEs.
O termo AROMATOLOGIA
surgiu então nesse cenário na década de 70,
também na França, e tinha a intenção de desig-
tas aromáticas como a família Pinaceae e extraído da madeira do cedro do Líbano desco- sagem e como regenerador e tonificante arterial1. nar uma prática mais científica que a aromate-
Cupressaceae. Na família Pinaceae, estão todas briu-se que ele inibiu significativamente a ação Estes óleos essenciais tem baixa toxicidade (>5 rapia tinha nesse país com o estudo mais téc-
as espécies de pinheiros (Pinus sp.), espruce da enzima α-amilase, responsável por quebrar g/kg)12. nico e farmacológico dos óleos essenciais.
negro e espruce da Noruega (Picea sp.), abetos moléculas de amido e glicogênio em açúcares Com o tempo, este conceito ampliou-se e ad-
(Abies sp.), espruce branco (Tsuga canadensis), e mais simples5. Extensos esforços têm sido feitos Referências: 1. Faucon, M. (2012) Traité D'aromathérapie scientifique et médicale.
Sang de La Terre. / 2. https://pt.wikipedia.org/wiki/Pinus_longaeva, acesso em
quiriu a concepção de ‘‘ciência’’, uma vez que
os cedros verdadeiros (Cedrus sp.). nas últimas décadas para encontrar um inibidor 23/10/2015 às 13:01. / 3. Laszlo, F. (2014) As múmias contam os segredos dos ossos
fortes dos faraós. Jornal IBRA 07/2014 / 4. Koller, T. et al. (2003) Effective mumification
o uso dos óleos essenciais vai muito além de
Na família Cupressaceae encontramos as efetivo da α-amilase com o objetivo de controlar compounds used in Pharaonic Egypt: Reactivity on Bone Alkaline Phosphatase. apenas sua prática terapêutica.
Naturforsch. / 5. Loizzo, M.R. et al. (2007) Composition and α-amilase inhibitory effect
espécies dos cedros falsos: cedro da China o diabetes. Por terem composição química muito of essential oils from Cedrus libani. / 6. Loizzo, M.R. et al. (2008) Phytochemical Consideramos assim que a ARO-
analysis and in vitro evaluation of the biological activity against herpes simples virus
(Cupressus funebris), cedro da Virgínia (Junipe- semelhante, pode se usar o cedro do Atlas e do type 1 (HSV-1) of Cedrus libani. Phytomedicine 15:79-83. / 7. Saab , A. et al. (2005) MATOLOGIA é o ramo da ciência que estu-
rus virginiana), cedro do Texas (Juniperus Mexi- Himalaia também. Essential oil components in heart wood of Cedrus libani and Cedrus atlantica from
Lebanon. Minerva Biot.,2005;17;159-161). 8. / Singh, P. et al (2014) Devadaru (Cedrus
da os óleos essenciais e matérias aromáticas
cana), cedro vermelho (Thuja plicata), cedro Um outro estudo conduzido pela mesma deodara): a critical review on the medicinal plant. Int. J. Ayur. Pharma Research. 2(1):1-
10. / 9. Chaudary A.K. et al. (2012) Cedrus deodara (Roxb.) Loud.: A Review on its
dentro de suas mais variadas práticas, en-
maçã (Thuja occidentalis), cedro japonês (Cryp- equipe descobriu uma potente atividade do OE de Ethnobotany, Phytochemical and Pharmacological Profile. Phcog J. 3(23). / 10. Shinde et globando não só seu uso terapêutico por
al (1999) Preliminary studies on the immunomodulatory activity of Cedrus deodara
tomeria japonica), cedro Port Oxford (Chama- cedro do Líbano frente ao herpes simplex tipo 1 wood oil. Fitoterapia 70 333-339 / 11. Shinde et al. (1999) Studies on the anti- meio da aromaterapia, como também seu
ecyparis lawsoniana), e alguns outros que são (HSV-1)6. Além disso, este óleo essencial é uti- inflammatory and analgesic activity of Cedrus deodara (Roxb.) Loud. wood oil. Journal
of Ethnopharmacology. 65 21-27 / 12. Tisserand. R. & Young, R. (2014) Essential Oil uso na gastronomia, psicologia, cosmética,
chamados de cedros dependendo da região. lizado há milênios para tratamento de hanseníase Safety. Churchill Livingstone. / 13. Shinde et al. (1999) Membrane Stabilizing Activity -
a possible mechanism of action for the anti-inflammatory activity of Cedrus deodara
perfumaria, veterinária, agronomia, no
Uma característica evolutiva interessante das e úlceras pelo seu poder antisséptico e anti-infla- wood oil. Fitoterapia 70:251-257 marketing e outros segmentos.
famílias Pinaceae e Cupressaceae é a quase matório7. Entendido isso, vemos que a aroma-
totalidade de monoterpenos hidrocarbonetos, Em sânscrito, o cedro do Himalaia é chamado terapia é apenas um dos ramos da aromatologia
principalmente o alfa-pineno (<50%) e um éster de Devadaru, que significa literalmente "madeira Aspectos emocionais trabalhados e, por essa razão, quando fomentamos a ocor-
muito especial, o acetato de bornila (<35%)1. Isso dos deuses". Nativo da região montanhosa dos pelos óleos de cedros: rência do primeiro Congresso de Aromatologia
confere a todos esses óleos propriedades Himalaias, é uma árvore linda e majestosa, no país, nossa intenção foi fazer com que esta
relaxantes (cortisona-like), tônicas e estimulan- crescendo até 80 m de altura, tendo a espécie Cedro do Atlas e do Himalaia nova ciência ganhasse credibilidade e adqui-
São os mais sedativos e possuem aroma
tes gerais, antissépticos atmosféricos, desconges- mais antiga encontrada cerca de 747 anos. adocicado. Indicados para pessoas rígidas e an- risse consistência e reconhecimento pelos mei-
tionantes respiratórios, expectorantes balsâ- Na medicina Ayurvédica é utilizado para siosas, com pouca iniciativa e/ou com baixa os acadêmicos e públicos. E, para fazer isso, em
micos, linfotônicos e imunoestimulantes1. É in- tratamento de dispepsia, insônia, febre, bron- autoestima. Traz uma profunda sensação de bem- cada congresso são convidados palestrantes
teressante notar que essas árvores são capazes de quite, tosse, problemas urinários, coceira, glân- estar. das mais diversas áreas, e com os mais dife-
viver centenas ou até milhares de anos, como é o dulas tuberculosas, oftalmia, transtorno mental, rentes conceitos, para ilustrar a amplitude que
caso da árvore Matusalém (Pinus longaeva), que reumatismo, epilepsia e problemas de pele em Cedro do Texas e Virgínia esta ciência possui. Temos, de um lado, cientis-
cresce na Califórnia e tem 4.846 anos2. geral8. É empregado entre a tradição indiana São cedros de aroma mais seco. Úteis tas e pesquisadores com uma base muito sólida
Os cedros verdadeiros compreendem apenas como antisséptico, analgésico, diaforético, em para pessoas dependentes e de baixa autoestima, participando sempre dos congressos e, do ou-
quatro espécies: cedro do Atlas (Cedrus úlceras, queimaduras, contusões, lepra, câncer, que têm dificuldade em enfrentar situações difíceis tro, aromaterapeutas e profissionais da saúde
ou de pressão.
atlantica), cedro do Himalaia (Cedrus deodara), osteoartrite, diarreia, enxaqueca, flatulência, com visões que permeiam desde aspectos cien-
cedro do Líbano (Cedrus libani) e o cedro do congestão e hemorroidas9. Cedro vermelho tíficos, holísticos e alguns até místicos. A inten-
Mostrou em ensaios ser um potente anti- De aroma exótico, tem apresentado ção com isso é mostrar que esse conhecimento
-inflamatório inibindo a liberação de histaminas bons resultados no alívio da síndrome do pânico, possui várias formas de ser entendido, absor-
por mastócitos, sendo portanto recomendado pa- traz segurança e diminui a ansiedade. vido e praticado na vida das pessoas.
ra tratamento de alergias. O possível mecanismo Não devemos confundir o termo
levantado pelos autores foi o efeito estabilizador Receitas cosméticas com óleo de cedro AROMACOLOGIA® com AROMATOLO-
de membranas e inibição da produção de pros- GIA, pois a aromacologia com letra ‘‘C’’ é uma
taglandinas inflamatórias13. Celulite (base: óleo de coco, gel ou creme): 2% palavra criada e patenteada em 1989, em Nova
Descobriu-se ainda que o OE de cedro do Cedro do Atlas + 1% Lima da Pérsia + 1% Capim Iorque, pelo Sense of Smell Institute, formal-
Himalaia teve potente efeito anti-inflamatório Limão / Estrias (base: óleo de coco, gel ou creme): mente conhecido como Fundação para Pesquisa
com efeito comparável ao diclofenaco de sódio 2% Cedro do Atlas + 1% Gerânio + 1% Katrafay / do Olfato, sendo um termo criado para descrever
Varizes (base: óleo de coco, gel ou creme): 1%
(DFS)11. Demonstrou ainda ser duas vezes mais Cedro do Atlas + 1% Alecrim da Horta + 1% o conceito desenvolvido para o estudo das inter-
potente do que o DFS (10 mg/kg) para artrite Patchouli / Calvície (base: 20ml Semente de Uva + relações entre psicologia e tecnologia de fra-
reumatoide na dosagem de 100 mg/kg. Além dis- 5ml Jojoba): 3 gotas Cedro do Himalaia + 3 gotas grâncias. Podemos considerar também que a
Floresta de cedro do Himalania (Cedrus deodara) no norte da so, demonstrou potente atividade analgésica com Lavanda Francesa + 2 gotas Tomilho QT Timol + 3 AromaCologia seja um ramo da ciência mais
Índia (Cordilheira do Himalaia). efeito comparado à morfina, agindo central e abrangente denominada AromaTologia.

6 Laszlo - Rua Itaúna, 66 - Floresta/Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - Tel: (31) 3486.2765 - Email: contato@laszlo.ind.br - Website: www.laszlo.com.br
Ficha de Alguns Óleos Essenciais Raros
LZ

Conhaque verde (Saccharomyces cerevisiae)

O óleo de conhaque é também conhecido


como ‘‘óleo de borra de vinho’’. É um subproduto da
destilação do conhaque (brandy) e está presente nele na
quantidade de 2 mg por litro.
As substâncias aromáticas contidas no
conhaque são derivadas da atividade de certos fungos
utilizados e do tipo de uva fermentada.
O óleo é obtido por destilação a vapor do
resíduo precipitado das uvas e dos fungos após a fer-
mentação (e destilação) da bebida alcoólica. Seus prin-
cípios aromáticos são ésteres de temperatura alta de
ebulição e decanoatos de etila.
Este óleo possui um aroma muito forte e
peculiar. É muito marcante para perfumes, e a indústria Ageratum conyzoides em floração
alimentícia o utiliza muito na intensificação do sabor de
bebidas (o próprio conhaque e vinho branco), assim Mentraste (Ageratum conyzoides)
Sempre viva, o óleo como em sorvetes, bolos, tortas e outros alimentos.
O seu cheiro lembra o de um espumante
brut seco de ótima qualidade, pois o sabor dos cham-
O mentraste é uma erva que nasce esponta-
neamente em campos e jardins em todo o Brasil. É co-
da flor ‘‘Imortal’’ panhes é dado pelas mesmas moléculas presentes neste
óleo essencial e gerado pelas leveduras da fermentação.
Não há ainda estudos da ação de seus álco-
nhecida na fitoterapia popular também com os nomes
de catinga-de-bode ou erva-de-São-João (não é o hipé-
rico). Esta planta tem tido seu consumo aumentado, a
(Helichrysum sp.) ois, mas possivelmente são moléculas de ação bacteri- partir de sua inclusão na lista da Central de Medi-
LZ cida forte, pois são liberadas pelas próprias leveduras camentos da Anvisa (Resolução RDC nº. 10/2010 –
para impedir o desenvolvimento de bactérias em seu Anexo I) e subsequente comprovação de sua eficácia
Os Helichrysuns são plantas arbustivas nas dores articulares’’. meio ambiente de crescimento. como analgésico e anti-inflamatório.
perenes da família Asteraceae conhecidas pelos nomes O óleo de sempre-viva‘‘Immortelle’’ pode Dicas: use 1 gota de OE de conhaque verde É um óleo essencial raro que está chegando
de sempre-viva (Everlasting Flower) e flor imortal ser empregado puro na pele (2 a 3 gotas) em queima- dentro de uma garrafa de espumante ou vinho branco. recentemente ao mercado de aromaterapia nacional. Os
(Immortelle). O nome botânico destas plantas deriva duras para o alívio imediato da dor, em queloides e Intensificará muito o sabor, enobrecendo-o (não compostos predominantes deste óleo essencial são o b-
das palavras gregas Helios que significa sol e Chrysos cicatrizes. E para um uso prolongado, é diluído em cre- combina com vinho tinto). Outro uso é em chutneys e cariofileno (12 a 16%) e os cromenos, principalmente
que significa ouro. me ou gel na proporção de 0,1 a 2%. tortas, na dose de 1 gota para cada 200 a 300 gramas. precoceno I (60 a 75%) e precoceno II (<1 a 2%), que
A colheita das sempre-vivas é feita durante Enquanto a sempre-viva ‘‘Immortelle’’ vem Em perfumes é nota de fundo e combina muito bem causam metamorfose prematura em diversas espécies
a fase de floração, nas primeiras horas da manhã, quan- da Europa (Córsega, Balkans, Croácia e França), com flores, cítricos e madeiras. de insetos, levando à formação de adultos estéreis. Des-
do a concentração de óleos essenciais nas flores é mais existem outras espécies que vêm de países quentes, sa forma, é um óleo muito útil à agricultura orgânica,
elevada. As flores escolhidas são então destiladas usan- principalmente Madagascar. e permitem usos total- Davana (Artemisia pallens) pois impede a proliferação de pragas, além de ter de-
do vapor ao longo de um período de 24 horas. mente diferentes da ‘‘Immortelle’’. Deste país temos: monstrado capacidade de reduzir o número de baratas e
Existem diferentes tipos de sempre-vivas Você já imaginou um óleo essencial com cheiro de de carrapatos em bovinos e outros animais.
disseminadas em inúmeros países do mundo. Muitas Sempre-viva fêmea (Helichrysum gymnocephalum) jenipapo? Então, se você conhece o cheiro da fruta do Os precocenos são também os princípios
delas são aromáticas e possuem óleo essencial total- A sempre-viva fêmea surpreende por sua jenipapo, é exatamente isso que você terá em mãos com ativos responsáveis pela ação terapêutica da planta, que
mente distinto umas das outras, não podendo, portanto, ação de melhora da respiração. Este óleo essencial, rico o óleo de davana, uma espécie de artemísia indiana com no caso do OE estão em concentração algumas de vezes
ter usos similares. em 1,8-cineol (70-75%) limpa os seios nasais, dilui o um dos aromas mais exóticos conhecidos no mundo. mais alta que no chá. Pesquisas com ratos mostraram
Em geral, o teor de óleo essencial da flor das muco e penetra nos brônquios sem qualquer agressi- O óleo de davana possui um aroma adocicado e que esta planta possui significativa atividade anal-
sempre vivas é muito baixo. Por exemplo, a variedade vidade reconectando-nos a nosso aparelho respiratório muito estimulante, que trabalha a alegria, dissolvendo gésica, anti-inflamatória e antipirética (abaixa febre),
H. italicum tem menos de 0,05% , indicativo de que a de forma gentil e harmônica. Este caráter particular é as tristezas e a apatia. A cetona davanona presente no não sendo observada toxicidade gástrica.
produção de um quilo deste óleo essencial exige que diferenciado de propriedades expectorantes e óleo possui potencial antibacteriano e antifúngico Os precocenos foram hepatotóxicos e ne-
mais de uma tonelada de flores sejam colhidas. mucolíticas simples no tratamento de bronquites, (super útil em micoses), além de ser repelente de in- frotóxicos em animais quando empregados via oral
A variedade mais famosa de sempre-viva, sinusites e alergias respiratórias. setos. Também é muito útil no tratamento de pele, agin- apenas em doses extremamente altas (300mg/kg - apro-
denominada popularmente de ‘‘Immortelle’’ provém da do como rejuvenescedor e tratando de peles ressecadas. ximadamente 21 mL em um homem com 70 kg). Esses
espécie Helichrysum italicum. Esta espécie possui, em Sempre-viva macho (Helichrysum bracteiferum) Vale destacar que extratos da planta mostraram compostos também são poderosos antifúngicos.
seu óleo essencial e absoluto, italidionas, que são di- A sempre-viva macho atua eficazmente no potencial terapêutico no tratamento do diabetes1 e efeito Seu OE pode ser empregado em massagens
cetonas exclusivas dessa variedade e não encontradas sistema respiratório como expectorante e anti-inflama- hepatoprotetor contra intoxicação por paracetamol 2. com outros óleos essenciais benéficos para o alívio de
em nenhuma outra espécie de erva conhecida. tória. Calmante e relaxante, é particularmente adequa- dores e desinflamação.
Fenomenais propriedades terapêuticas são do para a massagem no peito para indivíduos com infla- Referências: 1. Subramoniam A, et al. Effects of Artemisia pallens Wall.
atribuídas a este óleo essencial. Suas italidionas são po- mação e irritação das vias respiratórias. As proprieda- on blood glucose levels in normal and alloxan-induced diabetic rats. J Referência: de Castro, Henrique Guilhon et al. Teor e composição do óleo
Ethnopharmacol. 1996 Jan;50(1):13-7. / 2. Honmore V. Artemisia pallens essencial de cinco acessos de mentrasto. Quim. Nova, Vol. 27, N. 1, 55-57,
tentes estimulantes da regeneração da matriz extrace- des anti-inflamatórias da sempre-viva macho também alleviates acetaminophen induced toxicity via modulation of endogenous 2004.
lular, pois aumentam drasticamente a produção de colá- são aproveitadas para a massagem dos músculos e arti- biomarkers. Pharm Biol. 2015 Apr;53(4):571-81.
geno na pele, reduzindo rugas e cicatrizes, tratando culações, bem como para gengivas inflamadas. Este
queimaduras e auxiliando no fechamento de escaras e óleo se destaca pela união de 29% de cineol (expec-
feridas. Em cosméticos, é um importante elemento que torante) com 9% de alfa-humuleno, o componente ativo ATENÇÃO:
traz beleza e jovialidade à pele, pois as italidionas anti-inflamatório da erva-baleeira, que neste óleo Coquetel de lançamento de
também agem reduzindo visivelmente a intensidade da
cor de manchas escuras na pele, clareando inclusive
essencial é 3 vezes mais alto. O alfa-humuleno tem
ação anti-asmática, reduz cólicas, dores e é um pode-
livros da Editora Laszlo nos
Congressos anunciados
EDITORA
olheiras, além de ser muito útil em hematomas. roso anti-inflamatório sistêmico. É um dos compo-
neste jornal.
A sempre-viva ‘‘Immortelle’’ contém altos nentes ativos também do óleo de sucupira.
níveis de acetato de nerila, outro composto responsável
pelo suporte inigualável deste OE na reconstrução de Sempre-viva faradifani (Helichrysum faradifani)
tecidos. Esse componente também possui efeitos rela- Suas ações são precisamente orientadas so- Saúde - Espiritualidade - Ciências avançadas e revolucionárias - Autoajuda
xantes que reduzem a tensão nos tecidos contribuindo bre o sistema urinário e genital. Possui potencial de uso
para redução da formação de rugas. Também age na contra infecções do trato urinário, como cistites, agindo
esfera emocional trabalhando a ansiedade e depressão. rapidamente em homens e em mulheres. É indicado Uma nova editora com livros que vão
Os curcumenos são moléculas encontradas
nos óleos de gengibre e turmérico e também estão pre-
quando se deseja estimular e reequilibrar o funciona-
mento dos rins. Duas a três gotas podem ser aplicadas à
reolucionar o conhecimento no Brasil
sentes na ‘‘Immortelle’’. Possuem poderosa ação anti- parte inferior das costas todos os dias. Este óleo se
-inflamatória e analgésica que permite a este OE ter destaca pela combinação única das moléculas a- Lançamentos em breve:
qualidades interessantes no tratamento de reumatismo, fencheno, g-curcumeno e b-cariofileno que juntas dão - Fundamentos da terapia holística com OEs das plantas - D. Gümbel
artrite, dores, dermatites e psoríase. qualidades anti-inflamatórias potentes a este óleo - Sobremesas vivas essenciais com OEs - Sheila Waligora
Segundo Battaglia, em seu livro The essencial, torando-o útil a problemas articulares como
Complete Guide to Aromatherapy, este óleo seria um
- Aromaterapia de Gattefossé (tradução comentada) - Fábián László
artrite e reumatismo. - Cura Vibracional (com óleos essenciais) - Débora Eidson
dos mais poderosos agentes quelantes para remoção de
metais pesados e toxinas do corpo. E Kurt Schnaubelt Bibliografia: Simon Lemesle. Huiles essentielle et eaux florales de - Glossário da Aromaterapia - Neide Munhoz
em seu livro Advanced Aromatherapy, cita: ‘‘O efeito Madagascar, guide pratique d'une aromathérapie innovante / - Terapia do Magnésio Transdermal - Mark Sircus
analgésico de redução de dores e efeitos regenerativos Franchomme, P e Penoel, D. L'aromathérapie exactement. Roger
Jollois / Battaglia. The Complete Guide to Aromatherapy. Perfect
EDITORA
- Base da química da aromaterapia e dos OEs - Adriana Wolffenbüttel
da sempre-viva ‘‘Immortelle’’ é único. Se aplicado em Potion / Kurt Schnaubelt.Advanced Aromatherapy. Healing Arts Press - Os resultados de doses extremamente altas de vitamina D3 - Jeff Bowles
tempo, este óleo previne hemorragias. É muito eficiente

Laszlo - Rua Itaúna, 66 - Floresta/Colégio Batista - Belo Horizonte - MG - Tel: (31) 3486.2765 - Email: contato@laszlo.ind.br - Website: www.laszlo.com.br 7
18 a 20 de Março de 2016
Belo Horizonte - Minas Gerais

2 CONGRESSOS UNIDOS PARA UM 1 GRANDE EVENTO!

I Congresso Internacional de

II Congresso Internacional MEDICINA COMPLEMENTAR


de AROMATOLOGIA INTEGRATIVA

VERSÃO PRESENCIAL + VERSÃO ONLINE


Mais de 60 palestras. Comparecendo presencialmente ou apenas online, você não perde nada!

PALESTRAS (CIA) - 18 e 19 de Março: PALESTRANTE EM DESTAQUE:


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO
Dietrich Gümbel (Alemanha): ESPECIAL DO DIA 20/03:
O EFEITO DA RELAÇÃO ENTRE HOMEM E PLANTA ATRAVÉS DOS ÓLEOS DR. DIETRICH GÜMBEL
ESSENCIAIS.

Damião Pergentino de Souza: Doutor em Zoologia, biólogo e geógrafo. Escritor de inú-


ASPECTOS QUÍMICOS E FARMACOLÓGICOS DA BIOATIVIDADE DOS ÓLEOS meras e ilustres obras como ‘‘Fundamentos da terapia ho- LANÇAMENTO DE
lística com óleos essenciais das plantas’’, livro que será

LIVROS
ESSENCIAIS.
lançado no evento em edição traduzida para o português.
Dra. Regina Manzochi: Momento inédito e especial!
APLICAÇÃO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS E TERAPÊUTICAS COMPLEMENTARES
NA ODONTOLOGIA. Participe dos Cursos Pós-Congressos
O evento
Eduardo Alves: que serão ministrados por Gümbel:
oferecerá
APLICAÇÃO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS NO CONTROLE DE DOENÇAS DE PLANTAS. um coquetel
Dia 22/03: Uma chave universal para aplicação de óleos essenciais. Curso baseado comemorativo
Dr. Jair Guilherme dos Santos Jr. na inter-relação homem-planta.
AROMATERAPIA PARA TRANSTORNOS DE COMPORTAMENTO EM CÃES. aos participantes
Dia 23/03: A correspondência entre óleos essenciais, cores e tons, dentro do no momento dos
Guilherme Peniche: conceito da Cosmoterapia. autógrafos.
O EFEITO DA AROMATERAPIA NA DOR DO ATLETA.
Dr. Afrânio Aragão Craveiro
PRINCÍPIOS VOLÁTEIS ATIVOS DE PLANTAS MEDICINAIS BRASILEIRAS.
Marcela Machado:
PALESTRAS (CIMI) - 20 de Março:
UMA VISÃO SOBRE A SEGURANÇA E EFICÁCIA DOS ÓLEOS VOLÁTEIS. CONCERTO
Dr. Mark Sircus (EUA) :
André Ferraz:
AROMATERAPIA NA GESTAÇÃO, PARTO E PÓS PARTO.
MAGNÉSIO E BICARBONATO DE SÓDIO: MEDICAMENTOS CASEIROS DE
EMERGÊNCIA.
MUSICAL
Luciane Vishwa: Dr. Renato Meneguelo: Celebraremos
PARCERIA MOLECULAR - A INTELIGÊNCIA DOS ÓLEOS ESSENCIAIS. FOSFOETANOLAMINA E SEU POTENCIAL TERAPÊUTICO CONTRA O CÂNCER. os Congressos
Dra. Adriana Nunes Wolffenbüttel: Dr. José Eduardo Faria: com um mágico
OS ÓLEOS DE LARANJA DOCE E AMARGA, E OS MARCADORES BIOLÓGICOS OS PERIGOS DA CONTAMINAÇÃO BIOLÓGICA E A AÇÃO REDENTORA DO DETOX. concer to do
MELATONINA (BEM ESTAR) E CORTISOL (ESTRESSE). Grupo Cântaro
Dr. Emerson Godoi:
Ozélia Carvalho: tocando raros e
A FORMA QUE NASCEMOS INFLUENCIA O QUE SEREMOS.
ALÉM DOS AROMAS - TERAPIAS PARA O CORPO E ALMA (EXPERIÊNCIAS encantadores
COM AROMATERAPIA EM SPAS). Dr. Elisaldo Carlini : instrumentos,
O USO MEDICINAL DA CANNABIS. Liras, Kânteles
Sâmia Maluf :
SÍNDROME GERAL DE ADAPTAÇÃO - AS CONSEQUÊNCIAS DO ESTRESSE Ailla Pacheco : e tambores.
DIÁRIO E A EFICÁCIA DA AROMATERAPIA. PRÁTICAS INTEGRATIVAS DA SAÚDE - DA ESPIRITUALIDADE À CIÊNCIA.

SAIBA MAIS E INSCREVA-SE: PATROCINADOR OFICIAL ORGANIZAÇÃO APOIO

www.congressoaromatologia.com.br contato@congressoaromatologia.com.br

facebook.com/congressodearomatologia (31) 3486 2765 / (31) 9 8461 5134