Você está na página 1de 4

Desinências

As desinências são morfemas que se juntam à parte final das palavras variáveis com o intuito
de assinalar as suas flexões, por isso são também chamadas de morfemas flexionais. As
desinências podem ser nominais ou verbais.

Desinências Nominais

As desinências nominais indicam gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural)


dos substantivos, dos adjetivos e de alguns pronomes.

Gênero Número

Masculino Feminino Singular Plural

-o -a - -s

Exemplos:

O aluno atencioso prestou atenção na aula.

Os alunos atenciosos prestaram atenção nas aulas.

A aluna atenciosa prestou atenção na aula.

As alunas atenciosas prestaram atenção nas aulas.

O plural geralmente é indicado pela desinência -s. Algumas palavras terminadas com s,
todavia, formam plural com o acréscimo de -es.

Exemplos: meses, países, portugueses.

Assim, muitas vezes, a ausência do -s indica o singular; é o que chamamos de desinência zero.

Desinências Verbais

As desinências verbais indicam flexões do verbo: número e pessoa, modo e tempo. Desta
forma se dividem em:

Desinências modo-temporais (DMT)


Quando indicam os modos (indicativo, subjuntivo e imperativo) e os tempos (presente,
passado e futuro).

Desinências número-pessoais (DNP)

Quando indicam o número (singular e plural) e as pessoas (eu, tu, ele/ela, nós, vós, eles/elas).

Exemplos:

Viajo todas as férias. (1.ª pessoa do singular do presente do indicativo)

Se viajassem. (3.ª pessoa do plural do pretérito imperfeito do subjuntivo)

Viajemos para Miami! (1.ª pessoa do plural do imperativo)

Confira o quadro das desinências dos tempos verbais que dão origem a outros tempos e
modos verbais.

Presente Pretérito Perfeito

Infinitivo Pessoal

Futuro do Subjuntivo

Pessoa Singular Plural Singular Plural Singular Plural

1.ª -o -mos -i -mos - -mos

2.ª -s -is (-des) -ste -stes -es -des

3.ª - -m -u -ram - -em

Saiba mais sobre esse tema em Formação dos Tempos Simples.

Não confunda!

Desinência e vogal temática são diferentes. Enquanto a desinência indica o gênero, a vogal
temática indica a que conjugação o verbo pertence, ao mesmo tempo que o prepara para
receber as desinências que tornam possível a sua conjugação.

Exemplos:
estuda (a - 3.ª pessoa do singular do presente do indicativo)

estudava (a - vogal temática, va - 1.ª ou 3.ª pessoa do singular do pretérito imperfeito do


indicativo)

Leia também:

Morfemas

Formação das Palavras

Estrutura das Palavras

Exercícios

Classifique as desinências nominais e verbais das palavras abaixo:

Prefeito

Bebíamos

Falarei

Cantoras

Vendêreis

Ingleses

Partisse

Respostas:

Prefeito (o - desinência nominal de gênero masculino e número singular, em decorrência da


ausência de s - desinência-zero)

Bebíamos (ía - desinência verbal modo-temporal: Pretérito imperfeito do indicativo; mos -


desinência verbal número-pessoal: 1.ª pessoal do plural)

Falarei (ei - desinências verbais: modo-temporal - Futuro do presente do indicativo e número-


pessoal - 1.ª pessoal do singular)

Cantoras (a - desinência nominal de gênero: feminino e s - desinência nominal de número:


plural)
Vendêreis (re - desinência verbal modo-temporal: Pretérito Mais-que-perfeito do Indicativo; is
- desinência verbal número-pessoal: 2.ª pessoal do plural)

Ingleses (es - desinências nominais - gênero: masculino e número: plural)

Partisse (sse - desinências verbais: modo-temporal - Pretérito imperfeito do Subjuntivo e


número-pessoal - 1.ª ou 3.ª pessoal do singular)