Você está na página 1de 4

Introdução

Pêndulo Simples é o sistema que é composto por um corpo que realiza oscilações
preso à extremidade de um fio ideal. As dimensões do corpo são desprezadas quando
comparadas ao comprimento do fio. Se levarmos o pêndulo até uma posição fora do
equilíbrio, e o soltamos, ele irá oscilar por ação de uma força restauradora.

O período de um pêndulo simples independe da amplitude. O período de um


pêndulo simples é independe de sua massa ou da substância que a constitui. A amplitude
do seu movimento é igual ao ângulo formado com a vertical quando o pêndulo está
numa posição extrema.
Conhecidas as forças que atuam sobre um sistema oscilante, podemos calcular o
período (T) do movimento através da seguinte equação:

Sendo L o comprimento do fio, e g a aceleração da gravidade, desde que o ângulo


θ seja no máximo 15º, podemos dizer que o período não depende da amplitude e nem da
massa do corpo preso à extremidade do fio.

Caso consideremos os valores de θ pequenos, podemos considerar que o movimento


desse corpo é retilíneo e a altura h é praticamente igual ao comprimento L.

O pêndulo físico, ou pêndulo composto, é qualquer sistema suspenso por um


ponto O, que pode girar em torno de um eixo horizontal que passa por este ponto. Ele
compreende uma vasta gama de situações reais, e não se sujeita às condições quase
ideais definidas para o pêndulo simples. É claro que o pêndulo simples restrito a
oscilações em um plano é um caso especial do pêndulo físico.
Para um Pêndulo Físico, o período (T) de oscilação para pequenas amplitudes
angulares pode ser satisfatoriamente calculado pela expressão a seguir :

Onde I é o momento de inércia do pêndulo em torno do eixo, m é sua massa, g a


aceleração gravitacional local e R é a distância entre o eixo de rotação e o centro de
gravidade do pêndulo. Para amplitudes angulares inferiores a 7,5º expressão acima
fornece o período de oscilação de um pêndulo simples com erro inferior a 0,5 %.
Naturalmente a expressão para o Pêndulo Físico se iguala à do Pêndulo Simples fazendo
I = mL2 e R = L.
Conclusão

Enquanto que no pêndulo simples o período é influenciado pelo comprimento do


fio, no pêndulo físico a distância entre o eixo de oscilação e o centro de massa é que
interfere significativamente no tempo necessário para o pêndulo completar uma
oscilação, assim o pêndulo físico é um sistema mais complexo,

Nos cálculos a porcentagem de erro encontrada foi variada. Este erro deve-se a
fatores que podem ter comprometido o resultado da experiência como:

A percepção visual na hora de definir o valor do comprimento do fio do pêndulo.

A habilidade psicomotora de cada integrante do grupo para soltar o bloco metálico


da mesma altura.

Pôde-se determinar a relação entre o período e a distância do ponto de suspensão


ao centro de massa de um pêndulo físico e constatamos que o seu período é
inversamente proporcional a distancia entre centro de massa e o centro de suspensão,
quanto maior for a distância do centro de massa, menor o período do sistema. E
comprovamos de maneira visual que se o centro de suspensão coincide com o centro de
massa o sistema não se comporta como um pêndulo.
HALLIDAY, David; RESNICK, Robert; WALKER, Jearl – Fundamentos de
Física – Ed. Livros Técnicos e Científicos, 4ª edição SERWAY, Raymond A.; JEWETT,
Jr.; JOHN, W. – Princípios de Física 1 – Ed. Thonsom

] Young, H. D.; Freedman, R. A., “Física II Termodinâmica e Ondas”, pp. 52-55,


Addison Wesley,2008.