Você está na página 1de 3

O Programa 8S é uma extensão do Programa 5S, criada para aperfeiçoar e dar continuidade aos 5S's.

Trata-se de
uma forma simples de combate ao desperdício, de conservação de recursos e de aumento de capital, aplicável a
qualquer tipo de empresa ou instituição, independente do porte.
Os 8S's têm como objetivos a mudança de hábitos e comportamentos, a partir da educação, qualificação e
treinamento dos envolvidos no Programa. Sua principal característica é a não necessidade de investimentos
tecnológicos e financeiros para colocá-lo em prática, sendo fundamental o comprometimento de todos.
A partir da necessidade de aperfeiçoar o Programa 5S, este ganhou mais três S's (Shikari Yaro, Shido e Setsuyaku) e a
ordem se sua implantação foi alterada. O Programa ficou, então, assim estruturado:

 1º S - Shikari Yaro – Senso de determinação e união - São precisos determinação, comprometimento e união de
todos para que o Programa funcione continuamente. Nesse momento, a transparência na gestão da empresa
ganha destaque.
 2º S - Shido – Senso de educação e treinamento – Todos precisam ser qualificados e receber treinamentos,
sempre que necessário, para atingirem a competência adequada para realizar suas atividades.
 3º S - Seiri – Senso de Utilização - É preciso definir e separar o que é útil daquilo que é desnecessário.
 4º S - Seiton – Senso de Organização - Organizar e identificar os itens e espaços da empresa ou instituição.
 5º S - Seiso – Senso de Limpeza - É preciso limpar e preservar o ambiente.
 6º S - Seiketsu – Senso de Higiene ou saúde - É preciso manter a higiene, cuidar da saúde física, mental e
emocional.
 7º S - Shitsuke – Senso de autodisciplina - A autodisciplina é fundamental para manter o Programa. Cuidar dos
outros sensos e criar regras claras para que tudo continue da forma adequada.
 8º S - Setsuyaku – Senso de economia e combate ao desperdício – É o momento de conscientizar as pessoas da
importância de economizar e combater o desperdício.
Com a implantação do Programa 8S's, são esperados, entre outros, os seguintes benefícios:

 Bem estar das pessoas.


 Prevenção de acidentes.
 Redução de estoques sobressalentes.
 Redução de custos.
 Melhoria da qualidade de produtos e serviços.
 Aumento da produtividade da empresa.
APLICAÇÃO DO 5S E 8S NO PLANEJAMENTO ANUAL
O segundo semestre, geralmente, é a época do ano em que é feito o planejamento anual da empresa. É tempo de
avaliar os resultados do planejamento do ano que está se encerrando, de traçar novas estratégias e de pensar no
futuro do negócio a fim de manter bons resultados.
Também pode ser uma ótima oportunidade para incluir no planejamento da empresa a aplicação da metodologia 5s,
que é uma estratégia empresarial capaz de trazer resultados expressivos para o seu negócio.
Isso ocorre porque uma aplicação eficiente da metodologia 5s vai gerar mudanças de hábito capazes de reduzir
desperdícios que as empresas geralmente nem percebem. Além de reduzir custos, os 5s podem otimizar a estrutura
de trabalho e gerar um ambiente mais agradável e livre de riscos à saúde do trabalhador.
O que é a metodologia 5s?
A metodologia 5s foi desenvolvida pelos japoneses e se consolidou na década de 1950, chegando ao Brasil nos anos
1990. Basicamente, ela reúne uma série de iniciativas que vão educar a consciência dos colaboradores, promovendo
a cultura do uso responsável da estrutura da empresa.
Os profissionais são estimulados a perceber o uso correto de máquinas e de equipamentos, bem como da
otimização do espaço físico da empresa. O 5s também inclui dicas de cuidados individuais relacionados aos hábitos
do dia a dia no trabalho, que impactam na saúde do trabalhador.
Em síntese, o bom senso é a palavra norteadora do 5s. A denominação se baseia na origem japonesa das palavras
que acompanham a metodologia. Em outro post, detalhamos um pouco melhor do que se trata, mas para explicar
rapidamente, os 5s são:
 Seiri: senso de utilização
 Seiton: senso de organização
 Seiso: senso de limpeza
 Seiketsu: senso de saúde
 Shitsuke: senso de disciplina
Como é aplicada a metodologia do 5s?
Apesar de possuir conceitos bastante simples, a aplicação da metodologia dos 5s demanda planejamento. Alterar a
cultura dos colaboradores é um desafio, por isso, incluir o projeto no planejamento anual fará com que todos
encarem a implementação das mudanças mais a sério.
É importante ressaltar que a metodologia 5s não vai mudar os hábitos da noite para o dia na sua empresa. Esse é um
processo que requer planejamento, acompanhamento, avaliação de resultados e paciência, muita paciência! É
recomendado que a empresa eleja uma equipe para ficar responsável pela gestão da metodologia 5s em todas as
suas etapas.
Por que incluir os 5s no planejamento anual?
No planejamento anual, os empresários refletem sobre o que deu certo e o que precisa melhorar na empresa, a fim
de que ela cresça. Como a metodologia 5s apresenta uma série de mudanças de hábitos que visam otimizar
resultados, alinhá-la ao planejamento da empresa é o método ideal. Como já mostramos, o sucesso da aplicação dos
5s vai demandar tempo, portanto, planejamento é a chave do processo.
Ao aplicar a metodologia 5s, a empresa precisa analisar questões como:
 É possível reduzir custos?
 Nosso ambiente de trabalho pode se tornar mais agradável e melhorar o clima organizacional?
 Nosso espaço físico é corretamente utilizado e bem aproveitado?
 Como evitar desperdício de material e esforço humano?
 Conseguimos manter o ambiente limpo e livre de riscos à saúde do nosso pessoal?
Todas essas questões estão diretamente ligadas ao planejamento anual da sua empresa e as respostas servem para
melhorar os resultados do negócio.
Por que modernizar com o programa 8s?
Mais de 60 anos se passaram desde a criação do 5s, e esse tempo foi o suficiente para que a visão estratégica dentro
das empresas fosse repensada. Da mesma maneira, a rotina foi reformulada com a integração digital dos processos.
Sendo assim, de acordo com a cultura comportamental dos brasileiros, foram acrescentados 3s à metodologia. Isso
significa que o planejamento anual da empresa, com suas estratégias e resultados, pode ser redesenhado com o
programa 8s.
O interessante desse complemento à metodologia japonesa é o alinhamento com uma visão de negócios ocidental,
adequando o método à infraestrutura, ao dimensionamento de estratégias e às ações para o desenvolvimento das
empresas nacionais.
O que é o programa 8s?
Basicamente, o acréscimo dos 3s à metodologia dos 5s consiste nos seguintes elementos:
Shikari Yaro (senso de determinação e união)
A proximidade no contato diário entre a alta administração e os seus colaboradores deve ser o foco deste tópico.
Sendo assim, é desenvolvido um processo mais horizontal, levando em consideração a parceria entre todos os
envolvidos nos processos de trabalho.
Shido (senso de treinamento)
Adicionar um tópico de treinamento à metodologia original dos 5s, no mercado de trabalho brasileiro, evidencia
uma contínua necessidade de aperfeiçoamento individual e coletivo para o bem comum da empresa.
Além disso, o Brasil é campeão mundial em acidentes de trabalho. Com isso, aplicar o Shido na rotina profissional
explora tanto a qualificação do profissional quanto a educação do indivíduo, deixando o ambiente ainda mais seguro
para todos.
Setsuyaku (senso de economia e combate aos desperdícios)
Mais que utilizar os recursos à disposição da empresa, o combate ao desperdício prega a otimização desses
elementos para que processos sejam cumpridos com ainda mais precisão e economia nos resultados anuais.
O Brasil, inclusive, acumula dados estatísticos preocupantes nesse sentido. Em média, as empresas desperdiçam até
25% da energia elétrica e até 40% da água tratada em uso. Pela extensão e pela versatilidade comercial e industrial
do país, é compreensível que as atenções sejam dedicadas à redução desses valores.
Como aplicar o programa 8s?
Em complemento à metodologia original, os 3s são métodos práticos e fáceis de absorver no dia a dia corporativo, a
começar pelo senso de determinação e união. Da gerência aos gestores, deve-se criar o hábito de participar mais da
tomada de decisões e do planejamento de estratégias com os seus colaboradores.
Entre as práticas aplicáveis a esse senso, cabe implementar o treinamento e a capacitação dos funcionários, visando
a redução do número de acidentes. Também é necessário investir no contínuo aperfeiçoamento da equipe de
trabalho, individual e coletivamente.
Por fim, o combate aos desperdícios deve fazer parte da rotina de trabalho nas menores questões. Do consumo de
papéis à utilização de água, energia elétrica, e outros recursos, a tarefa deve se tornar um hábito e,
consequentemente, fazer parte da rotina junto aos outros processos já incorporados no ambiente empresarial.
Para trazer mais resultados positivos e ter ainda mais opções para pensar nas próximas estratégias, a metodologia 5s
e os 3s posteriores podem contribuir com a construção de um ambiente de trabalho mais qualitativo, gerando mais
organização e controle nos processos.
E você, já implementou a metodologia 5s na sua empresa? Então acrescente o programa 8s e compartilhe os
resultados obtidos por meio de um comentário neste post!
http://blog.qualidadesimples.com.br/2016/05/20/aplicacao-do-5s-e-8s-no-planejamento-anual/
Acesso: 08/02/2018