Você está na página 1de 11

Brasil by Night

Guia de Status da Camarilla

Status: Introdução
O status é o termo que define o nível de confiança ou de respeito de
um Membro dentro da sociedade da Camarilla. Determina o peso com que a
palavra de um Membro deve ser considerada, assim como sua posição dentro
da sociedade. É um resumo dos adjetivos que definem o caráter, o ranking, e a
respeitabilidade dentro da Camarilla. Posto que simplesmente, aqueles com
mais stati podem exigir o respeito de, ou mesmo ignorar, aqueles com menos.
Nos casos onde há uma disputa entre Membros e a evidência está faltando, o
status, e quem tem mais dele, é sempre o fator decisivo em quem é certo.
Dentro da Camarilla, há muitos traços que são usados para definir um
vampiro. Os seguintes adjetivos são uma amostra dos formulários os mais
comuns do status de Membros da Camarilla: Reconhecido, Admirado, Adorado,
Estimado, Exaltado, Famoso, Confiável, Temido, Honrado, Influente, Justo,
Respeitado, Reverenciado, Irrepreensível, Bem-Relacionado, Sábio, Renomado,
Famoso, Leal e Bem Quisto.
O status pertence somente a uma sociedade específica (Seita), ou
seja, os Stati ganhos na Camarilla não tem qualquer valor dentro do Sabá ou
dos Anarquistas, ao sair de uma Seita o Membro abre mão permanentemente
de todos os seus Stati.

Ganhando Reconhecimento
Até que um vampiro deixe as "sombras" e ganhe o reconhecimento
na Camarilla, não tem nenhum status. Se for considerado culpado de um
crime, por menor que seja, ele e seu Senhor podem enfrentar a destruição.
Um Príncipe pode decidir como administrar o reconhecimento em seu próprio
domínio de acordo com a necessidade. O seguinte texto nesta seção é uma
recomendação fornecida à para ajudar a entender este processo.
"Quando o Senhor está certo de que sua Cria sabe se portar dentro dos
trâmites sociais, ele o leva para apresentação ao soberano dos domínios, que
por sua vez tem o direito de após uma entrevista que prove a habilidade da
Criança da Noite nas tradições da Camarilla de Reconhecê-lo ou não.
Geralmente uma Criança da Noite pode ser destruída por seu mentor a
qualquer momento sem mais transtornos, mas, isto varia, naturalmente, de
acordo com as decisões do Príncipe de cada domínio. Se o Príncipe aprovar,
reconhece então o neófito, que passa, então, a possuir seu primeiro traço do
status. Uma vez que o Vampiro tem seu primeiro traço do status, é
responsável para suas próprias ações e é esperada e cobrada a manutenção
das tradições da Camarilla. O Reconhecimento é sempre o primeiro traço do
status dado a um membro do Camarilla. Um Membro é Reconhecido somente
uma vez."
A natureza pública dos Status
Conceder e remover de traços de status: Todos os anúncios de
concessão ou de perda do status devem ser feitos publicamente. Isto deve
sempre ser registrado com o Mestre das Harpias do domínio do indivíduo que
ganha ou perde status. Se pairar alguma duvida sobre os motivos da perda ou
ganho do status, o Mestre Harpia iniciara uma investigação, caso acredite que
o Status tenha sido dado de maneira incorreta, ou que a concessão possa
causar um escândalo; ele tem o poder de retirar o Status em questão.
Emprestar de traços de status: membros da Camarilla podem emprestar
Status para ajudar a seus aliados, para isso devem comunicar o empréstimo
publicamente.

Postando Status
Postar o status dentro do e-mail ou em mensagem deve seguir o
seguinte formato: (Pessoal + posicional +/- variado) (empréstimos,
méritos, falhas, etc.). Um Membro não é obrigado a postar publicamente seus
Traços de Status. É simplesmente uma opção, se quiserem que o peso de seu
Status seja compreendido por todos que lêem a mensagem. Se não, um outro
membro necessitará usar a Habilidade Política, como descrito no Leis da
Noite: Revisado, para determinar o Status de alguém.
O Status pode ser postado numericamente (4+1-2) ou descritiva,
como ilustrado nos exemplos abaixo.
As descrições nos suportes [ ] são para finalidades da definição somente, e não
necessitam ser incluídas em mensagens do Personagem.

Exemplo um vampiro da Camarilla com cargo, no formulário numérico:


João da Silva
Membro do Clã Toreador
Xerife de Itapipoca
(3+1) -1 emprestado

Exemplo do mesmo vampiro da Camarilla com cargo, no formulário


descritivo:
João da Silva
Membro do Clã Toreador
Xerife de Itapipoca
Reconhecido pelo príncipe Reconhecido por François Villon, Príncipe de Paris
[Reconhecimento]
Honrado por Marcus Vitel, Ex-Príncipe de Washington D.C. [Status Pessoal]
Respeitado por Victória Ash, Primogênita Toreador de Itapipoca (emprestado
para Zé Cueca) [Status Pessoal Emprestado]
Temido pelo cargo de Xerife de Itapipoca. [Status de Cargo]
Emprestando Status
Há duas maneiras de emprestar status a outro Membro. Na primeira,
um Membro pode emprestar um único traço de seu Status a outro Membro
para dar-lhe mais poder social (ou seja, Status), ou para pagar um favor, por
um período de tempo. Este traço do status está emprestado indefinidamente e
retornando ao proprietário original imediatamente quando este o quiser de
volta (ou se o Personagem que detém o status temporário morrer). A segunda
maneira de emprestar um traço do Status deve ser dando um traço provisório
para um outro Membro para que este desempenhe uma tarefa específica. Este
método requer também que o Traço retorne automaticamente ao cedente
quando ele quiser, mas neste caso, retorna também quando a tarefa for
terminada.
Exemplo de um empréstimo do status por um período de tempo:
João da Silva é Xerife de Itapipoca, ele empresta Status de "Respeitado" a Zé
Cueca para que este desempenhe a função de Delegado; Zé Cueca terá o Status
de "Respeitado" até que João da Silva o peça de volta, ou que Zé Cueca deixe
de desempenhar a função de Delegado.

Exemplo de um empréstimo do status para uma tarefa específica:


Órion deseja ter audiências com o Príncipe de seu Domínio. Faltam a ele dois
traços de Status para ter o mínimo requerido para ter audiências com o
Princípe. Peticiona a seus irmãos de Clã para emprestarem-lhe seus Status, a
fim falar com o Príncipe. Órion pode recolher bastante Status para ser recebido
pelo príncipe. Uma vez que Órion sai da audiência com o Príncipe e informa
seus irmãos de Clã que falou com o Príncipe, todo o Status emprestado
retornam aos proprietários.
Caso um Membro aja de uma maneira escandalosa, e esteja de
posse de Status emprestado, a visão negativa de suas ações reflete naqueles
que lhe emprestaram Status também. Se um Membro estiver com um traço de
Status emprestado como um favor de um Ancião, e o Membro mais novo
quebrar uma Tradição ou agir de maneira escandalosa, o Ancião está agora no
perigo de perder o traço do Status que tinha emprestado.
Nota: Um Membro pode emprestar somente um traço do status para outro
Membro, embora possa emprestar traços do Status a múltiplos Membros
enquanto tenha Status Pessoal para emprestar.

Status e Cargos
Um Membro que esteja exercendo uma função cujo cargo tem
características de Status soma estas características ao seu Status Pessoal.
Estes traços não podem ser permanentemente gastos enquanto estiver no
Cargo, embora possam ser gastos temporariamente. Apesar de ser possível
que um Membro desempenhe múltiplos cargos, ele só poderá se utilizar de
Status de um deles a sua escolha, geralmente o maior.
O Status do cargo é válido em todo domínio que o possuidor visitar,
embora sua autoridade relativa ao seu cargo seja confinada ao Domínio, onde
desempenha a determinada função e detém essa posição. O poder de um
Justicar é absoluto, é global. Conseqüentemente, podem conceder ou retirar
Status aonde virem necessidade.

Status relativos a cargos na Camarilla


Justicar: Irrepreensível, Justo e Temido.
Alastor: Sancionado e Temido.
Arconte: Encarregado e Temido
Principe: Exaltado, Famoso e Renomado
Senescal: Bem Quisto e Estimado
Primogênito: Reverenciado
Mestre das Harpias: Influente
Xerife: Temido
Guardião de Elísio: Honrado
Algoz: Temido

Chicotes têm o mesmo poder dos Primogênitos na ausência dos


mesmos. Todavia eles não ganham o traço de Status de Cargo (Ver Leis da
Noite: Revisado, para maiores informação).
Enquanto estiverem em seus Cargos, os Membros não podem perder
ou gastar permanentemente seus Status de Cargo, todavia eles podem gastá-
los ou usá-los temporariamente.

Status de Cargo para Mestre das Harpias


O Status de Cargo de um Mestre das Harpias deve ser aumentado pelo
Conselho de Primogênitos, um Mestre das Harpias é respaldado com um traço
emprestado de Status de cada um dos Primogênitos. O Primogênito, por sua
vez, alista este traço como emprestado enquanto apoiar este Mestre de
Harpias. Embora estes traços de Status sejam emprestados, não podem ser
usados pelo Mestre das Harpias ao apostar traços de status em um debate
regular (regular). O Mestre das Harpias pode utilizar os traços emprestados ao
executar o trabalho do Mestre das Harpias (isto é retirando Status, mediando
uma disputa, etc).
Se um Primogênito sentir que o Mestre das Harpias não está fazendo
corretamente seu trabalho, podem temporariamente, ou em casos extremos,
permanentemente, remover seu apoio dele. Nesta situação, o Mestre das
Harpias não poderia mais utilizar o Status desse Primogênito durante seu
trabalho. Um Mestre das Harpias deve ter especial cuidado ao se relacionar
com o Conselho de Primogênitos, porque da mesma forma que ele lhe deram
seu apoio, eles podem tirá-lo. Há uma linha fina entre um Mestre de Harpias
bom e um Mestre de Harpias com fome do poder. O Mestre das Harpias
fornece uma quantidade de poder considerável ao Primogênito, e vice versa.

Assistentes
É permitido ao Mestre das Harpias e ao Xerife criar algumas poucas
versões de suas posições. Estas posições são a Harpia-Menor e o Delegado ou
Tenente. Ao apontar um Membro para esta posição, para dar suporte ao
mesmo, o criador pode emprestar um traço dos seus Status Pessoais e
declarar a nomeação ao restante da sociedade (Seita).

Carniçais
Os carniçais não são nada mais do que servos e servem apenas para
desempenharem tarefas que os vampiros não podem ou não querem fazer.
Quando um Príncipe reconhece um Carniçal em seu Domínio, esse serviçal
carrega o status de Reconhecido (como descrito em MET: Liber dês Goules),
que é similar a um traço do Status dos Membros, mas somente com a
finalidade da confirmação da apresentação ao Príncipe. Esse Status não pode
ser usado de nenhuma outra maneira, como disputas de status e não faz do
carniçal um membro "Reconhecido" da Camarilla.

Clãs de fora da Camarilla e Status


Os vampiros que não são membros dos seis Clãs da Camarilla têm
uma tarefa significativamente mais difícil para adquirir a credibilidade e a força
política dentro da Camarilla. Estes membros devem ter uma tarefa dificílima
para angariarem Status. O que as Harpias poderiam perdoar de um Ventrue,
elas com certeza irão trabalhar para uma punição rápida e áspera no caso de
um Ravnos. Quem não é Reconhecido como membro da Camarilla e
declaradamente não a segue não pode receber Status da Camarilla, não se
pode assim dar Status á um vampiro do Sabá, Anarquista ou Independente.

Concedendo Status
Aqueles que podem retirar status pelo poder de seu cargo podem
somente fazer isso para os atos que ocorrem apenas dentro de seu próprio
domínio ou de um Membro que resida lá. O poder de um Justicar é absoluto,
global. Conseqüentemente, são isentos desta limitação. Arcontes e Alastores
podem retirar o Status de um Membro, se ele estiver impedindo suas
investigações, não importa qual seja o domínio que eles estejam dentro.
Nota: O "Reconhecido" é o último traço do status que pode ser retirado de um
Membro. Todo Status restante deve ser removido, permanentemente ou
temporariamente, a fim de remover, então, o "Reconhecido". Apenas um
Príncipe pode retirar o Status de Reconhecido.
Justicares: Podem remover Status de qualquer Membro tendo como custo um
traço temporário para cada traço permanente de Status removido.
Arcontes: Podem remover um Status Permanente de qualquer Membro que
esteja interferindo em sua investigação ou em uma sentença que ele venha
pronunciar. Isso não custa nada ao Arconte e somente um Justicar pode
revertê-la.
Alastores: Podem remover Status de qualquer membro que interfira em sua
missão oficial. Esta remoção não lhe custa nada.
Príncipes: Podem remover traços permanentes de Status de qualquer membro,
pelo custo de um traço temporário.
Senescais: Podem remover status de qualquer Membro, pelo custo de um traço
temporário por permanente que ele remover. Ele apenas tem que comunicar
ao Príncipe, que por sua vez pode revogar esta remoção sem nenhum custo,
basta que ele queira.
Primogênitos: Podem remover Status de um Membro de seu Clã pelo custo de
um traço temporário, por permanente removido.
Chicotes: Podem remover Status permanentes de membros de seu Clã pelo
custo de um temporário, bastando apenas que seu Primogênito esteja de
acordo.
O Conselho de Primigênitos: Podem remover Status Permanentes do Príncipe,
pelo gasto coletivo de Status Permanentes igual ao numero de Status
Permanentes do Príncipe.
Mestres das Harpias: Podem remover Status de um Membro que esteja
envolvido em um escândalo. Essa remoção não tem custo, mas ele tem que ter
a certeza do escândalo. O Mestre das Harpias deve produzir provas sobre o
que levou a remoção do Status do Membro.
Guardião de Elísio: Podem remover Status de um Membro que esteja
quebrando ou ameaçando quebrar a santidade de um Elísio. Esta remoção não
lhe custará nada.
Xerife: Podem remover um traço permanente de Status de qualquer um que se
recuse a acompanhá-lo, ou atrapalhar qualquer questionamento ou
investigação que ele deseje fazer na cidade. Esta remoção não lhe custara
nada.
Algozes: Podem remover Status Permanentes de Membros que sejam
descobertos dando abrigo ou ajudando Vampiros criados sem a permissão do
Príncipe, ou que não tenham sido apresentados formalmente ao Príncipe
daquele Domínio. Esta remoção não lhe custará nada. Todavia, o Príncipe
poderá devolver o Status, se ele não for convencido ou se faltaram provas para
a acusação do Algoz.
Qualquer Membro: de Status maior pode remover Status de um Membro de
Status Menor pelo custo de um Status Permanente por Característica
removida. Também podem ser removidos Status temporariamente da mesma
maneira, gastando uma traço temporária. Estas são as únicas maneiras de um
membro retirar Status de alguém de outro Domínio. Por isso se um Príncipe,
por exemplo, quiser remover Status de um Membro de outro domínio ele
devera declarar na lista da Camarilla Nacional, devera ter mais Status
Permanentes do que quem o que está perdendo e sacrificar um Traço a sua
escolha. Alguns Príncipes podem considerar isto uma quebra de Domínio, por
isso o Membro que quiser exercitar esta opção deverá ter muito cuidado.
O Clã: Pode remover Status de seu Primogênito, pelo gasto coletivo de
Características de Status Permanentes igual à quantidade de Status
Permanentes do Ancião em questão.

Modificadores de Status
Qualidades
As qualidades: Senhor de Prestígio e Boa Reputação agem como o
status "Fantasmas". Não contam para o Status Pessoal do Membro, nem
podem ser oferecidos ou gastos. Um Membro com qualquer uma destas
Qualidades é percebido simplesmente como tendo um status mais elevado do
que realmente tem, e ganha mais respeito em situações sociais. Este Status
"Fantasma" serve apenas para desempate nas disputas sociais envolvendo
Status. Nenhum Mestre das Harpias pode retirar a qualidade Senhor de
Prestígio; mas se o Senhor cair em desgraça Social, poderá deixar de ser um
senhor de prestígio. Um Membro pode perder sua Boa Reputação, dependendo
do escândalo em que se envolva. (Podendo este Membro que estiver envolvido
em muitos escândalos ou em um escândalo muito grande receber o defeito Má
Reputação).
Recomenda-se fortemente que a Qualidade: Boa Reputação não seja
comprada na criação do Personagem, mas seja ganha no decorrer do jogo de
acordo com o bom senso do Narrador (Deverá ser aprovado pela
Coordenadoria Nacional de Status).
A Coordenadoria de Status deverá aprovar a Listagem dos Senhores de
Prestígio, para manter a coerência no cenário do OWbN/BbN.
Um personagem com estas características deverá listá-las abaixo de seus
Status Pessoais:
Exemplo (Quantitativo):
Bode Io-Iô
Status: 3 (2 pessoais + cargo) +1 (Senhor de Prestígio: João da Silva) +1 (Boa
Reputação)

Exemplo (Descritivo):
"Reconhecido" por François Villon, Príncipe de Paris; (Pessoal)
"Admirado" pela ajuda na retomada de Itapipoca das mãos inimigas; (Pessoal)
"Reverenciado" pelo Cargo de Primogênito Gangrel de Itapipoca (Cargo)
"Cria de João da Silva", Temido ancião Gangrel de Itapipoca; (Senhor de
Prestígio)
(Boa Reputação)
Defeitos
Os defeitos Senhor Indigno e Má Reputação agem como o status
negativo "Fantasma". Nenhuma concessão de Status pode negar estas falhas,
mas podem ser ganhas durante o jogo, por atos falhos ou pela reputação de
seu Senhor.
Estes traços "Fantasmas" de status não diminuem o número real de
traços pessoais de Status do Membro. Mas um Vampiro com estas falhas será
tratado como se tivesse menos status do que realmente tem, e não se pode
esperar de outro Membro um respeito igual ao seu Status. Os Vampiros com
estes Defeitos listariam seu Status da mesma forma descrita acima para Boa
Reputação e Senhor de Prestígio.
Sugere-se aos Narradores que coloquem estes defeitos em todos os
Personagens sempre que achem que eles estão merecendo.

Assamitas são “Membros de Seita sob Observação”


Assamitas Cismáticos, "Família do Exílio", carregam o defeito
"Membro de Seita Sob Observação" quando eles se tornam Membros da
Camarilla. Qualquer membro deste Clã deverá sofrer os efeitos do defeito
descrito na pagina 119 no Leis da Noite: Revisado, até que provem o
contrário (Deverá ser aprovado pela Coordenadoria Nacional de Status).

Lasombra Antitribu Vantagem de Clã


Todo membro do Clã Lasombra-Antitribu que for Reconhecido na
Camarilla, ganha automaticamente o Status de Leal, como descrito no Leis da
Noite: Revisado, pagina 43.

Favores: Introdução
Prestações de favores é o sistema monetário dos Vampiros da
Camarilla. Os favores podem ser considerados uma forma de tornar oficiais os
acordos entre Membros, e são levados muito a sério por eles.
Sempre que alguém faz um favor para um Membro, que exceda a
expectativa pessoal ou da posição dos indivíduos, espera-se que o mesmo
cumpra uma obrigação para reembolsar o débito. É importante que o Membro
reembolse todos os débitos de Prestações de Favores, e é importante que seja
certo de que todos os débitos a ela sejam pagos. Caso um Membro sinta que
outro lhe deve um "Favor", por alguma razão, pode exigir um "Favor" dele;
todas as negociações devem ser estabelecidas entre os dois e o Mestre das
Harpias.
São oferecidos freqüentemente favores para outros Membros, e
quando isto ocorre pode haver um grande número de reações diferentes. É
perigoso oferecer a alguém um "Favor", especial àqueles de Status mais baixo,
porque você nunca sabe quando pode ser cobrado o débito. Além disso, uma
vez que o "Favor" é prestado, o "prestador" não tem nenhuma garantia que
será pago, e o "prestado" não tem nenhuma noção do que será pedido em
troca.
A habilidade de "Prestar" favores é uma demonstração clara de
poder. Assim, muitos irão procurar-lhe para que ajude seus aliados sempre
que se encontrarem em situações que lhes sejam desfavoráveis ou idênticas as
que lhes levaram a pedirem os favores anteriores.
A lista de exemplo deve ser usada como um guia geral, para
determinar o valor de um "Favor". Obviamente, estes não são os únicos atos
que poderiam constituir a existência de um "Favor".

Favor Trivial: Favores menores, informações não solicitadas, vigiar alguém por
uma noite, ajudar alguém em uma Disciplina, dar suporte a alguém em um
movimento Político, ajudar com um plano, etc.
Favor Menor: A tarefa executada pode durar mais de uma Noite e requer
geralmente alguma inconveniência da sorte. Fornecendo informação de valor
crucial, a instrução em uma habilidade rara, usar influências ou recursos para
ajudar a outros, fazer uma manobra política menor, agir como um Guarda-
Costas por uma quantidade de tempo prolongada, facilitar a passagem através
de um território hostil, livrar de uma ameaça, ajudar a realizar um plano, um
conselho importante, etc.
Favor Maior: Grande dispêndio de tempo ou de Recursos. Instruir alguém em
uma Disciplina, abrir mão de um Domínio seu para se tornar um Refúgio de
alguém, esclarecer uma informação controversa, fazer uma movimentação
política maior, ajudar alguém a se livrar de um problema, etc.
Favor de Sangue: Ajudando por vontade própria a alguém que está sofrendo,
estando disposto até a derramar seu sangue, pelo Membro ou por alguém que
lhe é caro a pedido do Membro, instruir em Disciplina exclusiva de Clã, etc.
Favor de Vida: Salvar um outro Membro da morte final certa, ou de um perigo
eminente da mesma.

Os valores listados dos "Favores" podem ser ajustados, baseado nos


níveis de Status dos Membros envolvidos. Obviamente, nenhum Mestre
Harpias de respeito permitiria que um Ancião de Status Seis devesse a um
Neófito apenas Reconhecido, um favor de Vida. Não obstante os fatos no caso,
um Neófito salvar um Ancião é quase impossível, porque o Ancião realmente
não estava provavelmente em tanto perigo quanto o Neófito acreditava estar.
No outro lado da moeda, um Ancião poderoso pode salvar um Neófito da morte
certa com pouco esforço de sua parte, reduzindo nisso o valor literal de um
"Favor". Estas intrincadas relações fazem o trabalho do Mestre das Harpias
mais complicado.
Dois Membros que entram em acordo com relação a um "Favor" têm
a opção de registrá-la com o Mestre das Harpias. Se assim o fizerem terão a
garantia de que o Mestre das Harpias estará ao seu lado para que a dívida seja
cobrada, entretanto se não o fizerem, não terão a garantia de que o Mestre
das Harpias irá se expor em seu favor.

Transferindo Favores
Os "Favores" podem ser transferidos entre Membros. A transferência
precisa apenas ser registrada com o Mestre das Harpias ou ser dado o
conhecimento do feito ao mesmo, todavia o motivo da transferência não
precisa ser exposto, nem registrado.

Favores e Posições
Um membro que faz o que sua função determina, não configura um
"Favor"; exemplo: se o Guardião de Elísio cobre uma falha na Mascara dentro
do Elísio, não é nada mais do que se podia esperar dele enquanto guardião, ou
seja, não configurará um "Favor". A responsabilidade de embasar os "Favores"
questionáveis é do Mestre das Harpias.

Prestação de Favor ou “Pague o preço”


Em termos de disputas de Status, um prestador de um “Favor” deve
ser considerado com um número de Status maior que o que realmente possui,
de acordo com o quanto o “Favor” prestado vale (os "Favores" triviais valem
um traço; os "Favores" menores valem dois; um "Favor" maior vale três; um
"Favor" de sangue vale quatro; e um "Favor" de vida custaria cinco traços).
Estes traços somente podem ser aplicados ao comparar o status entre o
devedor e o prestador, é um “Status Virtual” para disputas entre os dois; e
seriam uma maneira do Mestre das Harpias monetarizar os Favores em Status.

Membros não Camarilla e seu sistema de Prestação de


Favores
Membros que não fazem parte da Camarilla, não tem nenhum ônus
para reembolsar os "Favores" que possam dever, e não têm nenhuma voz ou
posição na Camarilla para cobrar que alguém lhe deva. Quem poderá lhe
certificar que um Giovanni pagará pela ajuda que você deu a ele? O Mestre das
Harpias não se importa com os independentes. Conseqüentemente, negócios
feitos com Não-Camarilla serão por conta e risco do Membro.

Lexicon:
"Favor": Uma dívida entre dois Membros.
Status Permanentes: Total de Traços de Status de um Membro (Pessoal +
Cargo)
Prestação: A relação entre débito e pagamento de "Favores"
Membro: Indivíduo pertencente a Camarilla, pelo menos Reconhecido.

Regras oficiais do Owbn


Regras Reguladoras dos Personagens
Seção 8: Regulando Status
Um Personagem deve ter no Máximo 6 de Status, sem contar com os
Status de Cargo, os casos que sejam exceções, devem ser votados pelos
Council do OWbN, para um Membro que seja excepcionalmente importante.
Todos os personagens com mais de 6 de Status Pessoal deverão ser
classificados como Raros e Únicos, e devem ser aprovados pelos Council do
OWbN, após sua devida aprovação junto a Coordenadoria Nacional de Status.

Materiais de Referência
Teatro da Mente: Leis da Noite – Revisado
Minds Eye Theatre: Laws of the Night – Camarilla Guide
OWbN Camarilla Status Guide

Tradução
Fernando Henrique Carvalho/ Coordenador de Status 2005/2006

Contribuições
Bruno Benitz/Council Centro Oeste do Brasil
Iratan Bezerra de Sabóia/Player
Leonardo Fedalto/Coordenador de Status 2005/2006