Você está na página 1de 6

RITOS INICIAIS

Marcha Nupcial

Cântico de entrada:

Padre: Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.


Todos: Ámen

Padre: A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a


comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Todos: Bendito seja Deus,
que nos reuniu no amor de Cristo.

Senhor Tende Piedade de Nós

Oração Colecta

Padre: Oremos

Deus nosso Pai, que desde o principio do mundo abençoais a


descendência humana, atendei com bondade as nossas súplicas e derramai
abundantes bênçãos sobre os vossos servos Susana e Pedro, para que na
sua aliança matrimonial, vivam sempre unidos pelo amor recíproco,
unânimes nos sentimentos e solícitos na mútua santificação. Por nosso
Jesus Cristo, Vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito
Santo. Todos: Ámen

Liturgia da Palavra

Primeira Leitura:

Leitura do Livro de Génesis (Gén. 2, 18-24)

«E serão os dois, uma só carne»

E disse o Senhor Deus: «Não é bom que o homem esteja só: vou dar-lhe
um auxiliar que lhe seja igual». E o senhor Deus, tendo formado da
terra todos os animais do campo e todas as aves do céu, levou-os ao
homem para ver como eles os chamaria. E o nome que o homem pôs a todos
os seres vivos é o nome que eles têm. O homem deu, pois, nome a todos
os animais domésticos, às aves do céu e a todos os animais do campo,
mas para si não encontrava um auxiliar que lhe fosse igual.

Então O Senhor Deus dez descer sobre o homem um sono profundo e ele
adormeceu; tirou-lhe uma das costelas e pôs carne em seu lugar. E da
costela que tirou do homem o Senhor Deus formou a mulher, que
apresentou ao homem.
E Adão exclamou: «Desta vez, é osso dos meus ossos e carne da minha
carne. Esta chamar-se-á mulher porque foi tirada do homem».

Por isso, o homem deixará pai e mãe e unir-se-á a sua esposa, e serão
uma só carne.

Palavra do Senhor
Todos: Graças a Deus

Salmo Responsarial:

Segunda Leitura:

Leitura da Epístola do apóstolo S. Paulo aos Efésios


Irmãos: Caminhai na caridade, a exemplo de Cristo, que nos amou e Se
entregou por nós.
Maridos, amai as vossas esposas como Cristo amou a Igreja e Se
entregou por ela, a fim de a santificar, purificando-a no Baptismo da
água pela palavra da vida, para a apresentar a Si mesmo, como Igreja
cheia de glória, sem mancha nem ruga, mas santa e imaculada.
Assim os maridos devem amar as suas esposas como a seus corpos. Quem
ama a sua esposa ama-se a si mesmo. Ninguém de facto odiou jamais o
seu corpo, antes o alimenta e lhe presta cuidados, como Cristo à
Igreja; pois nós somos membros do seu Corpo.
"Por isso, o homem deixará pai e mãe, para se unir à sua esposa, e
serão os dois, uma só carne". E grande este mistério, digo-o em
relação a Cristo e à Igreja

Palavra do Senhor
Todos: Graças a Deus.

Cântico: “Aleluia:”

Evangelho:

Padre: O senhor esteja convosco.


Todos: Ele está no meio de nós

Padre: Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus (Mt.
19,3-6)

Naquele tempo, aproximaram-se de Jesus alguns fariseus, para O


experimentarem e disseram-lhe: "É lícito ao homem repudiar a sua
esposa por qualquer motivo?"

Jesus respondeu: "Não lestes que o Criador, no princípio, os fez homem


e mulher e disse: «Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe e se
unirá a sua esposa, e serão os dois uma só carne?» Portanto, já não
são dois, mas uma só carne. Não separe o homem o que Deus uniu".
Palavra da salvação.
Todos: Glória a Vós, Senhor.

Rito do Matrimónio

Celebração do Matrimónio

Padre: Pedro e Susana, a Igreja toma parte na vossa alegria e acolhe-


vos de coração magnânimo, bem como aos vossos familiares e amigos, no
dia em que, diante de Deus, vosso Pai ides constituir entre vós uma
comunhão de toda a vida.
O Senhor vos atenda neste dia de felicidade, derrame sobre vós as
bênçãos do Céu e seja o vosso guia.
Ele vos conceda quanto deseja o vosso coração e realize todos os
vossos desígnios.

Dialogo antes do consentimento

Padre: Susana, vieste aqui para celebrar o teu Matrimónio. É de tua


livre vontade e de todo o coração que pretendes fazê-lo?
Susana: É, sim.