Você está na página 1de 8

UNICAMP 2013 - Um caso de morte por febre maculosa em Piracicaba resultou no fechamento temporário de um

parque da cidade, para que os elementos envolvidos na transmissão fossem eliminados. O agente etiológico dessa doença
e os elementos necessários para sua transmissão são:

a) vírus, gato e mosca.


b) bactéria, capivara e mosca.
c) vírus, cão e carrapato.
d) bactéria, capivara e carrapato.
UFF 2012 2ª. ETAPA Em 1928, Griffith relatou em um trabalho que Pneumococcus não capsulados
podiam começar a apresentar cápsulas quando misturados com Pneumococcus capsulados e mortos
pelo calor (figura abaixo). Em 1944, Avery e colaboradores demonstraram que o DNA era a molécula
envolvida nesse processo.
Posteriormente outros trabalhos mostraram que as bactérias, apesar de não apresentarem reprodução
sexuada, podem receber genes de outras bactérias por três mecanismos diferentes de recombinação:
transformação, transdução e conjugação.

a) Que mecanismo de recombinação foi observado por Griffith? Explique como o DNA está envolvido
nesse processo.
Resposta: O mecanismo é Transformação. Fragmentos do DNA da bactéria morta chegam ao
citoplasma da bactéria viva e se recombinam com seu material genético, conferindo à bactéria
receptora a característica de apresentar cápsula.
b) Em qual dos mecanismos de transferência de material genético é necessário o contato físico entre as
células bacterianas? Justifique sua resposta.
Resposta: O mecanismo é Conjugação, pois é necessária a presença do pillus interligando as células
bacterianas para que possa ocorrer a transferência do material genético.
c) Em qual dos três mecanismos os vírus bacteriófagos podem servir de vetores na recombinação
bacteriana? Justifique sua resposta.
Resposta: No mecanismo de Transdução. O material genético do vírus se integra ao genoma da célula
bacteriana, para que o ácido nucléico viral possa ser duplicado. Dessa forma, seqüências do DNA
bacteriano podem permanecer ligadas ao DNA viral e consequentemente serem transportadas por outra
bactéria.
UFJF 2012 Questão 1 – Em 2010 e início de 2011, a imprensa noticiou a existência de uma
superbactéria, a Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC), como responsável pela morte de várias
pessoas. A KPC está restrita a ambientes hospitalares e os pacientes imunologicamente debilitados são
os mais suscetíveis a ela. Nos últimos anos, algumas bactérias têm se revelado resistentes à maioria
de antibióticos, como a KPC, com capacidade de transmitir a resistência aos seus descendentes, além
de enviarem através de seu material genético essa informação para bactérias vizinhas, as quais
“aprendem” a se defender dos ataques dos antibióticos. Com relação às bactérias:

a) Em qual dos reinos, segundo Whittaker ou Margulis e Schwartz, as bactérias se encontram?


Reino Monera.
b) Qual das figuras abaixo (A e B) corresponde a uma célula de bactéria? Cite DUAS características
morfológicas que definam esse tipo de célula.

Possuem Parede celular; DNA circular; Plasmídeos; cápsula bacteriana.


Não possuem: citoesqueleto; organelas membranosas, mitocôndrias, Retículo Endoplasmático Rugoso e Liso,
Complexo de Golgi.
c) Como as bactérias resistentes a antibióticos transmitem a resistência aos seus descendentes?
Algumas bactérias possuem, além do DNA circular, plasmídeos que podem conter genes que conferem à
bactéria resistência a antibióticos, os quais são passados aos seus descendentes.
d) Nem todas as bactérias são patogênicas, algumas desempenham papéis importantes na
manutenção da vida na Terra, destacando-se a transformação do gás nitrogênio em uma forma
assimilável pelos seres vivos, assim como seu retorno para a atmosfera. Cite o nome das QUATRO
etapas desse ciclo.
Fixação, amonificação, nitrificação, desnitrificação.
UNICAMP 2011 Doenças graves como o botulismo, a lepra, a meningite, o tétano e a febre maculosa
são causadas por bactérias.
As bactérias, no entanto, podem ser úteis em tecnologias que empregam a manipulação de DNA,
funcionando como verdadeiras “fábricas” de medicamentos como a insulina.

a) Explique como a bactéria pode ser utilizada para a produção de medicamentos.


b) O botulismo e o tétano decorrem da ação de toxinas produzidas por bactérias que são adquiridas de
diferentes formas pelos seres humanos. Como pode ocorrer a contaminação por essas bactérias?

a) Inicialmente, deve-se isolar o gene humano cujo produto se deseja obter. Esse gene é inserido num plasmídeo —
porção do DNA bacteriano —, obtendo-se, dessa forma, um DNA recombinante. Essa molécula é reinserida numa
bactéria, cuja descendência, ao expressar o gene, produzirá o medicamento desejado.

b) No caso do botulismo, a contaminação se dá pelo consumo de alimentos em conserva mal esterilizados. No


segundo caso, isso ocorre pela infecção de ferimentos profundos por objetos ou terra contaminados.
Resolução
Mackenzie 2010 Questão nº 41
As chuvas abundantes do último verão causaram inundações em várias cidades do estado de São
Paulo, incluindo a capital. Devido a essas enchentes, os habitantes das cidades atingidas correram o
risco de contrair várias doenças bacterianas, entre elas

a) a febre amarela, a dengue, a tuberculose e a poliomielite.


b) a pneumonia, o botulismo, a candidíase e a cólera.
c) a raiva, o sarampo, a hepatite B e a varíola.
d) o tétano, a febre tifóide, a leptospirose e a cólera.
e) a hepatite A, a disenteria, a coqueluche e a caxumba.

Resposta - D

PUCSP 2010 Leia com atenção o trecho a seguir:


HISTÓRIA DE DUAS BACTÉRIAS
A bactéria Zi e a bactéria Wu encontram-se em um meio de cultura contendo um antibiótico A.
Zi comenta com Wu: — “Esse antibiótico me deixa muito mal. Estou com dificuldade de sintetizar
moléculas de RNA”.
Responde Wu: — “Puxa, eu continuo produzindo normalmente proteínas e sinto-me muito bem. Zi,
farei imediatamente uma ponte citoplasmática com você e vou lhe transferir um plasmídio especial”.
Um pouco depois, Zi comenta: — “Wu, muito obrigada, meu processo de síntese de proteínas se
normalizou. Sou uma nova bactéria!”
Com relação ao trecho descrito, é INCORRETO afirmar que
a) a bactéria Zi, inicialmente, teve dificuldade de sintetizar moléculas de RNA e isso interferiu na síntese
de proteínas.
b) a bactéria Wu tem constituição genética que permite sobreviver em meio contendo o antibiótico A.
c) ocorreu conjugação entre as bactérias Wu e Zi.
d) a bactéria Zi recebeu molécula de RNA mensageiro presente no plasmídio, o que lhe garantiu
resistência ao antibiótico A.
e) a bactéria Wu transferiu DNA para a bactéria Zi.
Resolução
A bactéria Zi recebeu molécula de DNA, presente no plasmídeo, e, por esse motivo, tornou-se resistente ao
antibiótico ª
UFOP 2010 33. A idéia de se utilizarem organismos vivos como armas biológicas é antiga. Logo após os
atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, em que aviões derrubaram as torres gêmeas do
World Trade Center em Nova York, houve um atentado bioterrorista em que foram utilizadas culturas de
bactérias Bacillus anthracis. A doença Carbúnculo, causada por essa bactéria, é tratável com
antibióticos, se for logo diagnosticada. Em um experimento laboratorial, se acrescentarmos um
antibiótico bactericida a uma cultura de B. anthracis, a divisão celular dessa bactéria ficará prejudicada.
Considere o crescimento dessa cultura bacteriana em três fases distintas, expressas no seguinte
gráfico:

Assinale a alternativa que mostra em qual dessas fases o antibiótico bactericida deve ser acrescentado para ser
mais eficiente.
A) Fase I.
B) Fase II.
C) Fase III.
D) Fase IV.
UFPR 2009 Questão 07

Pegue todas as espécies de mamíferos, aves, répteis, anfíbios, peixes e insetos conhecidos da
Amazônia. Agora triture tudo e tente encaixar o que sobrou dentro de um pacotinho de açúcar. Só
assim, talvez, seja possível ter uma idéia – ainda que muito distante – da biodiversidade de
microrganismos que podem ser encontrados em um único grama de solo: um milhão de espécies de
bactérias, segundo um estudo publicado na revista Science.

Com relação às bactérias, assinale a(s) proposição(ões) CORRETA(S).

01. As bactérias encontradas em grandes quantidades no solo são responsáveis por todas as doenças
microbianas em humanos.
02. O ciclo do nitrogênio depende de alguns desses seres microscópicos.
04. A ciclagem de nutrientes e da energia nos ecossistemas está diretamente relacionada ao
metabolismo bacteriano.
08. A diversidade bacteriana é decorrente de sucessivas mutações e da passagem de material
genético entre bactérias geneticamente diferentes.
16. As bactérias, juntamente com as algas verdes microscópicas, compreendem o reino Monera.

2+8 = 10

UFAL 2009 Observe as figuras ao lado que representam três grandes grupos de organismos. Com
relação às características e classificação dos seres mostrados abaixo, é correto afirmar que;

A) o vírus da hepatite B é um parasita intracelular obrigatório, classificado em um dos cinco reinos.


B) a Escherichia coli e a Leishmania são protistas que causam doenças transmitidas por insetos.
C) bactérias e vírus possuem uma parede celular rígida encobrindo o material genético.
D) a Leishmania possui arquitetura celular semelhante à Escherichia coli.
E) o vírus da Hepatite B e a Leishmania possuem uma estrutura lipoprotéica na sua porção mais
externa envolvendo seus conteúdos internos.

Resposta: E
Justificativa:
O vírus da hepatite B, como pode ser observado na figura, possui um envelope lipoprotéico que guarda o capsídeo e material
genético. A Leishmania possui membrana plasmática lipoprotéica circundando o
citoplasma e estruturas intracelulares. As demais alternativas estão erradas porque:
A) o vírus não são classificados em qualquer dos cinco reinos.
B) a Escherichia coli é uma bactéria pertencente ao Reino Monera, e somente a Leishmania é
transmitida por insetos.
C) somente as bactérias possuem parede celular.
D) a Leishmania (Reino Protista) possui arquitetura celular eucarionte composta por membrana
citoplasmática, organelas e núcleo definido. As bactérias são procariontes desprovidos de organelas e núcleo organizado.
UFC 2009 02. Leia os termos do quadro abaixo, que constituirão as respostas da questão.

Analise as assertivas da primeira coluna, que versam sobre microrganismos, associe as expressões
em negrito nelas contidas a um termo do quadro e transcreva-o para a coluna correspondente.

Questão 02
Respostas: antibiótico – mutação – conjugação – parede celular – plasmídeo – transdução –
transformação – pêlos sexuais – conjugação – plasmídeos.
Comentário: A) a atividade bacteriana, que inclui o seu crescimento colonial, pode ser impedida por
diversos fatores, como falta de nutrientes, competição por espaço etc. Entretanto, como é relatado no
experimento, o meio proporciona condições para o crescimento bacteriano, exceto em uma região onde elas não crescem.
Como elas cresceram em um meio onde já havia outro microrganismo, o que impedia o crescimento era a secreção, por
estes microrganismos, de substância bactericida ou bacteriostática, denominada de antibiótico.
B) Bactérias têm uma incrível capacidade de modificar-se geneticamente, processo denominado de
mutação. Tais mutações podem garantir-lhes resistência a antibióticos, por exemplo. Neste caso, a mutação pode ocorrer
sem a interação com outros microrganismos.
C) As bactérias são organismos vivos que se reproduzem essencialmente por meio assexuado. Mas
elas possuem a capacidade de trocar material genético com indivíduos diferentes. Este processo é
denominado recombinação gênica. Um dos processos, a conjugação, ocorre entre duas bactérias. Estas trocam
plasmídeos através dos pêlos sexuais, ou pili. Neste caso os dois indivíduos estão vivos,
diferentemente da transformação – em que é necessária a absorção de material genético de bactérias mortas e
decompostas – e da transdução – que envolve modificação genética através de bacteriófago, um vírus.
D) Um dos tipos de diagnose bacteriana é o método de coloração de Gram, que identifica as
bactérias em gram positivas ou negativas, de acordo com a parede celular. Porém, um grupo de bactérias, as micoplasmas,
não apresenta a estrutura parede celular; nesse caso, a coloração gram é ineficiente. Porém, se quando realizada
investigação ao microscópio eletrônico, percebe-se que a ultraestrutura da célula é desprovida de núcleo, possui DNA
circular e plasmídeo, sendo estas as características que as agrupam no Domínio Bacteria.
E) A bactéria Staphylococcus aureus apresenta-se como importante contaminante em infecções
hospitalares. Essa importância decorre da sua capacidade de se modificar geneticamente via bacteriófagos, processo
denominado de transdução.
F) Hoje, bactérias são essenciais na manipulação genética, sendo utilizadas em prol de diversos
avanços biotecnológicos. É possível hoje fazer transformação genética em plantas utilizando-se bactérias. Por exemplo,
Agrobacterium é um gênero de bactérias que produzem tumores em plantas, alterando-as geneticamente. Sabendo dessa
alteração, utiliza-se outra bactéria, Escherichia coli. Esta é facilmente modificada geneticamente através de transformação,
processo em que ocorre a absorção de um gene de interesse (DNA) em meio cultivado. Como se pretende modificar
plantas, a E. coli, quando em contato com Agrobacterium, pode transferir, através de pêlos sexuais – processo denominado
de conjugação – plasmídeos (vetor de alteração genética) com o gene de interesse, dispersos no citoplasma. Após a
conjugação, Agrobacterium já possui o gene de interesse e, portanto, já pode alterar a planta.

UERJ 2009

O lançamento de poluentes em rios e lagoas pode proporcionar, quando as condições ambientais são
favoráveis, um rápido crescimento de organismos fitoplanctônicos na água. Recentemente, o complexo
lagunar da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, apresentou uma dessas florações, com a presença de
grandes quantidades de cianobactérias. Dentre as espécies encontradas, algumas eram produtoras de
potente toxina, o que trouxe riscos à saúde da população.
O conjunto de substâncias presentes na água, cujo aumento de concentração favorece o rápido
crescimento de cianobactérias, é:

(A) sais minerais


(B) metais pesados
(C) matéria orgânica
(D) óxidos de enxofre

UFRJ 2008 Algumas bactérias são patogênicas por causa das toxinas que produzem. Esse é o caso da
Clostridium tetani, uma bactéria anaeróbica obrigatória causadora do tétano. Essa bactéria não invade
o organismo, mas libera a toxina tetânica que afeta o sistema nervoso e produz rigidez muscular
quando prolifera em feridas profundas; entretanto, quando a bactéria infecta feridas superficiais, não
ocorre tétano.

Explique por que o tétano só ocorre em feridas mais profundas.

QUESTÃO 5
Nas feridas mais profundas o ambiente é anaeróbico, o que favorece a proliferação do C. tetani.