Você está na página 1de 19

26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.

B4.5, QSB5.9, …

(/qs3/pubsys2/xml/br/manual/3653269/br3653269-
titlepage.html)
Início

Seção i – Introdução

Seção E – Identificação do Motor

Seção F – Familiarização
Informações Gerais
(br06-101-007-tr) Sistema de Combustível
A Cummins produz vários motores que são
Controlado Eletronicamente
controlados eletronicamente. Esses
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/06/br06-101-007-
motores possuem requisitos especiais de
tr.html)
diagnóstico para o módulo de controle do
motor (ECM) do sistema. Para fazer a
(br00-022-999) Ferramentas de Serviço e
Hardware – Visão Geral interface com esses ECMs, foram
(/qs3/pubsys2/xml/br/procedures/00/br00-022- desenvolvidas ferramentas eletrônicas de
999.html) serviço, como o INSITE™.

A ferramenta eletrônica de serviço


Seção TF - Diagnóstico de Códigos de Falha INSITE™ faz a interface com os motores
eletrônicos através de um datalink. Um
Seção TS – Diagramas de Diagnóstico de Falhas datalink fornece um meio de transmissão e
classificação de sinais elétricos, que
Seção TT – Sintomas de Diagnóstico de Falhas (Novo
consiste em um circuito elétrico e chicotes
Formato) elétricos especiais. Os pontos de conexão
das ferramentas eletrônicas de serviço
Seção 19 - Controles Eletrônicos do Motor - Grupo 19
também são parte do datalink. O datalink
de um OEM, se disponível, é fornecido
Seção L – Literatura de Serviço
pelo OEM e consiste em um circuito
eletrônico instalado no chicote do OEM. O
Seção V – Especificações
datalink de um motor consiste em um
Voltar circuito eletrônico instalado no chicote do
motor. Tanto o datalink do motor quanto o
do OEM são definidos por padrões criados
pela Sociedade de Engenheiros
Automotivos (SAE). A Cummins utiliza dois
desses padrões para as ferramentas
eletrônicas de serviço. Um deles é uma
combinação do SAE J1587 e do SAE
J1708, e o outro é o SAE J1939. O datalink
J1939 é descrito em mais detalhes no
Procedimento 019-165 no manual de
serviço do motor apropriado. O datalink
J1587/J1708 é descrito em mais detalhes
no Procedimento 019-166 no manual de
serviço do motor apropriado, e neste
documento será denominado J1708. Os
datalinks de motores (J1939 e J1708) são
discutidos em detalhes no Procedimento
019-428 no manual de serviço do motor
apropriado.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 1/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Descrição da Ferramenta
Eletrônica de Serviço
INSITE™
A ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ é um software aplicativo para a
plataforma Windows® que trabalha com
ECMs da Cummins® para diagnosticar e
reparar problemas do motor, armazenar e
analisar informações de histórico sobre um
motor e modificar os valores dos
parâmetros de funcionamento de um
motor. A ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ Professional também permite
transferir calibrações para um ECM.
A ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ é utilizada em um computador
pessoal (PC) conectado a um ECM através
de um kit de adaptadores de datalink
INLINE™.
NOTA : 1. Os adaptadores do
INLINE™, INLINE™ I, INLINE™ 2,
INLINE™ 4, e INLINE™ 5 tornaram-
se obsoletos. Podem ser utilizados
com INSITE™, mas o suporte técnico
para estes adaptadores não está
disponível.
Depois de registrar sua cópia da
ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
e conectá-la à fonte de dados de um ECM,
o INSITE™ permite acessar dados atuais
ou gravados sobre um motor, alterar os
parâmetros do ECM, armazenar dados
para futura exibição, analisar dados para
monitorar e avaliar o funcionamento de um
motor e visualizar códigos de falha ativos e
inativos.
A ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ é instalada na pasta
INTELECT™ da unidade de disco rígido de
um computador pessoal. Os Manuais de
Usuário do INSITE™ encontram-se
disponíveis na pasta INTELECT™ e
Manuais para motores eletrônicos
Cummins® específicos. Nas primeiras
páginas dos Manuais de Usuário podem
ser encontradas informações adicionais de
serviço e suporte dos distribuidores

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 2/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Cummins® para esclarecer dúvidas sobre


a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
É possível que haja versões diferentes do
INSITE™ em um determinado momento,
embora algumas versões da ferramenta
eletrônica de serviço INSITE™ possam
não ser compatíveis com alguns ECMs. As
informações sobre compatibilidade do
ECM e do INSITE™ podem ser
encontradas no website do Produto
INSITE™. As melhorias da ferramenta
eletrônica de serviço INSITE™ são às
vezes lançadas como Pacotes de
Recursos (Feature Packs). As informações
mais recentes sobre os Pacotes de
Recursos para versões específicas do
INSITE™ também podem ser encontradas
no website de produto da Ferramenta
Eletrônica de Serviço INSITE™. É
importante manter a ferramenta INSITE™
atualizada com as versões e os Pacotes de
Recursos mais recentes.
A ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ utiliza uma porta de
comunicação, (porta COM), USB, WIFI, ou
conexão Bluetooth no PC para a
comunicação com um ECM. A porta COM
deve ser configurada corretamente para o
funcionamento correto da ferramenta
eletrônica de serviço INSITE™. É possível
que outros programas aplicativos no PC
assumam o controle de uma porta COM e
impeçam o INSITE™ de acessar essa
porta de comunicação. As informações de
diagnóstico de falhas para problemas de
comunicação do INSITE™ podem ser
encontradas no Manual Básico do Usuário
do INSITE™ e também no diagrama do
sintoma de falha "ECM Sem Comunicação"
no QuickService™ Online ou no Intercept.

Verificação Inicial
INSITE™
Na janela principal do INSITE™,
certifique-se de que o datalink
selecionado no menu suspenso
Conexão da Fonte de Dados do ECM
https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 3/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

corresponda ao hardware do datalink


sendo utilizado
Certifique-se de que a versão correta
do INSITE™ esteja instalada. A
versão do INSITE™ pode ser
determinada na janela principal do
INSITE™ selecionando-se Ajuda,
Sobre o INSITE™
Certifique-se de que a porta de
infravermelho esteja desabilitada para
que a porta serial seja a única sendo
utilizada para as comunicações com o
ECM.
Se você possuir o Palm Pilot Sync
Manager no PC que possui somente
uma porta serial, você deve desabilitar
o Hot Sync Manager conectando-se
ao ECM.

Adaptadores do Data Link


Verifique a versão de firmware do
adaptador INLINE™ de datalink para
certificar-se de que é a versão mais
recente de firmware disponível
Certifique-se de que o adaptador de
datalink sendo utilizado seja
compatível com a fiação de datalink
disponível no motor ou no veículo.

Um adaptador de datalink é um
dispositivo que converte as
mensagens de datalink J1708, ou
J1939 do ECM em uma mensagem
que um PC possa processar. Como a
ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ é uma ferramenta baseada
em PC, é necessário um adaptador de
datalink para o diagnóstico de falhas
dos motores.
O Departamento de Produtos e
Serviços de Motores da Cummins®
oferece os seguintes kits de
adaptadores de datalink:
Kit de Adaptador do INLINE™ 4,
No. 4918190.
Kit de Adaptador do INLINE™ 5,
No. 4918416.
Kit de Adaptador do INLINE™ 6,
No. 2892092.
Kit de Adaptador do INLINE™ 7,
No. 5299899.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 4/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

A ilustração seguinte mostra


adaptadores de datalink INLINE™.

A alimentação para os adaptadores


INLINE™ de datalink depende da
configuração de comunicação em uso. A
alimentação de 12 VCC é fornecida pelo
sistema de alimentação do veículo para as
configurações de comunicação do veículo
e do motor. A alimentação de 12 VCC é
fornecida por uma fonte auxiliar para a
configuração de comunicação de bancada.
O adaptador INLINE™ de datalink suporta
os protocolos do J1708 ou do J1939. Ao
conectar com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™ utilizando um adaptador
INLINE™, a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™ tentará estabelecer a
comunicação com um ECM primeiro via
datalink J1939. Se nenhuma comunicação
for estabelecida no J1939, o INSITE™
tentará estabelecer a comunicação via
datalinks J1708.

Diagrama de Identificação de
Adaptadores de Datalink - INLINE™ 4.
1. Luz de alimentação
2. Luz de comunicação do J1939
3. Luz de comunicação do J1708
4. Luz do cabo RS-232 para o PC.

O INLINE™ 4 é um adaptador de datalink


compatível com a norma RP1210A que
suporta os protocolos dos datalinks J1708
e J1939. A norma RP1210A é um padrão
que define o formato das mensagens de
datalinks para as ferramentas de serviço.
O INLINE™ 4 deve ser configurado
corretamente no INSITE™ para definir a

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 5/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

porta COM sendo utilizada no PC e o tipo


de protocolo de datalink disponível, do
J1708, J1939, ou autodetecção.

Diagrama de Identificação de
Adaptadores de Datalink - INLINE™ 5.
1. Luz de alimentação
2. Luz de comunicação do J1939
3. Luz de comunicação do J1708
4. Luz do cabo RS-232 para o PC
5. Luz da porta USB para o PC.

O INLINE™ 5 é um adaptador de datalink


compatível com a norma RP1210A que
suporta os protocolos dos datalinks J1708
e J1939. Esse adaptador pode ser utilizado
com uma porta COM ou com uma porta
USB. O INLINE™ 5 deve ser configurado
corretamente no INSITE™ para definir a
porta COM ou USB sendo utilizada no PC
e o tipo de protocolo de datalink disponível,
do J1708, J193, ou autodetecção.

Diagrama de Identificação de
Adaptadores de Datalink - INLINE™ 6
1. Luz de alimentação
2. Luz de comunicação CAN 1 (J1939)
3. Luz de comunicação CAN 2 (J1939)
4. Luz de comunicação do J1708
5. Luz do cabo RS-232 para o PC
6. Luz da porta USB para o PC.
O INLINE™ 6 é um adaptador de datalink
compatível com a norma RP1210A que
suporta os protocolos dos datalinks J1708
e J1939. Esse adaptador pode ser utilizado
com uma porta COM ou com uma porta
USB. O INLINE™ 6 deve ser configurado
corretamente no INSITE™ para definir a
porta COM ou USB sendo utilizada no PC
e o tipo de protocolo de datalink disponível,
do J1708, J1939, ou autodetecção.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 6/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Diagrama de Identificação de
Adaptadores de Datalink - INLINE™ 7
1. Luz de alimentação
2. Luz de comunicação
3. Tipo de luz/indicador de comunicação
4. Luz de falha.
O INLINE™ é um adaptador de datalink
compatível com as normas RP1210A,
RP1210B, e RP1210C e suportará os
protocolos J1587/J1708 bem como o
J1939 (250K, 500K, ou 1MB de Taxa de
Transmissão). Somente pode ser
conectado ao PC via USB, WIFI, ou
Bluetooth. A ferramenta deve ser
configurada corretamente com a
ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
para definir o tipo de conexão no PC e o
tipo de protocolo de datalink disponível, do
J1587/J1708 ou J1939.

Os adaptadores INLINE™ 1 de datalink


requerem software de versão firmware
para funcionarem corretamente. As
versões de firmware são atualizadas
periodicamente e devem ser
descarregadas nos adaptadores de
datalink quando as atualizações são
lançadas. O CD-ROM do INCAL mais
recente fornece a versão mais recente de
firmware, assim como o website
http://cumminsengines.com/inline. A versão
de firmware para um adaptador de datalink
é mostrada no início da janela principal da
ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
quando conectada com um ECM. A
ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
deve estar conectada a um ECM para que
a versão de firmware seja exibida.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 7/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Configuração
Informações Gerais
A comunicação com o ECM pode ser
estabelecida em três locais básicos:
Configuração de comunicação de
bancada
Configuração de comunicação do
veículo
Configuração de comunicação do
motor.
As configurações de comunicação são
descritas em detalhes no final deste
procedimento. Cada local utiliza cabos
diferentes de adaptadores de datalink.
Todas as três localizações requerem um
cabo serial, USB, WIFI ou conexão
Bluetooth para fazer a interface do
adaptador de datalink com o PC. Consulte
a tabela abaixo.

Os ECM's nos motores mais recentes


podem suportar a comunicação do datalink
pelo datalink do OEM através do conector
do OEM no ECM. Esses ECM's também
suportam a comunicação de datalink pelo
datalink do motor através do conector do
motor no ECM. O diagrama elétrico para
um motor específico e ECM deve ser
consultado para determinar se um ECM
suporta ambas as comunicações de
datalink do OEM e do motor.
Para motores Midrange e de Serviços
Pesados, a configuração recomendada de
comunicação, se disponível, é a
configuração de comunicação de bancada
da Cummins, que estabelece a
comunicação diretamente com o ECM. A
configuração de comunicação de bancada
pode suportar os protocolos dos datalinks
J1708 e J1939, quando utilizados com
ECM's que suportem ambos os protocolos.
Para motores de Alta Potência com vários
ECMs, a configuração recomendada de
comunicação é a configuração de
comunicação do motor através do conector
de 9 pinos no chicote do motor.
A comunicação pelo datalink J1939, se
disponível, é a preferida para a
transferência de calibrações devido à
pouca interferência de outros dispositivos

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 8/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

de datalink como sistemas de controle de


tração e painéis eletrônicos. A
comunicação pelo J1708 pode exigir tempo
adicional para se desabilitar os ECM's do
OEM que também se comunicam pelo
datalink J1708 para evitar a interferência
de tais dispositivos. Além disso, a taxa de
transferência de informações do J1939 é
mais rápida do que a do J1708, e uma
transferência de calibração levará menos
tempo na comunicação pelo J1939 do que
pela comunicação do J1708.

A funcionalidade de uma configuração de


comunicação pode ser verificada testando-
se a configuração de comunicação em um
segundo ECM ou veículo, se disponível, ou
fazendo-se as verificações de resistência
definidas para cada tipo de configuração.

A tabela a seguir resume as configurações


de comunicação do ECM.

Localiz Fonte
Protoc
Config ação do
olos
uração da Datalin
Datalin
de Conexã k do
k
Comun o do ECM
Suport
icação Datalin do
ados
k Motor
Conect
Bancad J1708
or do OEM
a J1939
ECM
Conect
or de 6
Veículo,
pinos OEM J1708
6 pinos
do
painel
Conect
or de 9
Veículo, J1708,
pinos OEM
9 pinos J19391
do
painel
Conect
or de 3
pinos
Motor do Motor J1939
chicote
do
motor

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 9/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Localiz Fonte
Protoc
Config ação do
olos
uração da Datalin
Datalin
de Conexã k do
k
Comun o do ECM
Suport
icação Datalin do
ados
k Motor
Conect
or de 6
pinos
Motor do Motor J17082
chicote
do
motor
Conect
or de 9
pinos
Motor do Motor J19393
chicote
do
motor

Notas:
1. O conector de 9 pinos deve estar
firmemente conectado para suportar o
protocolo J1939.
2. Disponível somente para motores
mais antigos selecionados.
3. Disponível somente para motores de
Alta Potência selecionados.

Configuração de Comunicação de
Bancada
A configuração de comunicação de
bancada estabelece a comunicação
diretamente com o ECM através da porta
do conector no ECM. Veja abaixo um
exemplo de configuração de comunicação
de bancada.

O chicote de calibração em bancada (1) é


comum para a maioria das regulagens de
bancada e pode ser utilizado com o cabo
de calibração em bancada (5) apropriado
para se comunicar com vários ECMs. Uma
lista de cabos de calibração em bancada
(5) disponíveis para vários ECMs está
inclusa nas Instruções da Ferramenta de
Serviço, Boletim 3377791, que é acessível
pelo QuickServe™ Online. O
funcionamento correto do chicote de
https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 10/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

calibração de bancada (1) e do cabo de


calibração de bancada (5) pode ser
verificado utilizando-se os diagramas
elétricos fornecidos para se realizar as
verificações de resistência.

Configuração de Comunicação de
Bancada
1. Chicote de calibração de bancada, No.
3163151
2. Cabo de força1
3. PC com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™
4. Adaptador do datalink
5. Cabo de Calibração de Bancada 1 do
ECM
6. Cabo USB, Número de Peça 4918591,
ou cabo serial, Número de Peça
4918418 (consulte a tabela acima para
tipo de cabo)
7. Cabo do adaptador do datalink, No.
3165159 (INLINE™ 4, 5, e 6
8. ECM do CM570 (exemplo).
NOTA : 1. Consulte Instrução da
Ferramenta de Serviço, Chicote Base
de Calibração de Bancada do ECM,
Boletim 3377791, para número de
peça.

Configuração de Comunicação do
Veículo
Uma outra opção de configuração de
comunicação é uma conexão Deutsch™
de 9 pinos ou de 6 pinos, normalmente
localizada na cabine do veículo. A
configuração de comunicação do veículo
utiliza o chicote do OEM e conecta-se com
o ECM na porta do conector do OEM. Um
conector de 9 pinos localizado na cabine,
se conectado firmemente, pode suportar os
protocolos dos datalinks J1939 e J1708.
Alguns OEMs incluem um conector de 9
pinos na cabine, mas não fornecem fiação
para suportar o protocolo do J1939. Um
conector de 6 pinos irá somente suportar o
protocolo J1708.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 11/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Configuração de Comunicação no
Veículo
1. Adaptador do datalink
2. Cabo USB, Número de Peça 4918591,
ou cabo serial, Número de Peça
4918418 (consulte a tabela acima para
tipo de cabo)
3. Cabo do adaptador do datalink1
4. PC com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™
5. Conector do adaptador do datalink do
veículo1.
NOTA : 1. Consulte Instrução da
Ferramenta de Serviço, Chicote Base
de Calibração de Bancada do ECM,
Boletim 3377791, para número de
peça.
NOTA : Redes de datalinks INLINE™
6 equipadas para suportar
velocidades de datalink de 500 kbps
necessitam de uma ferramenta
adaptadora, Número de Peça
5299126 para conectar ao conector
de 9 pinos.
NOTA : Somente INLINE™ 6 e
INLINE™ 7 são capazes de suportar
velocidades de datalink de 500 kbps.
INLINE™ 4 e INLINE™ 5 não
suportam velocidades de datalink de
500 kbps.

Configuração de Comunicação do
Motor
A configuração de comunicação do motor
utiliza o datalink do motor instalado no
chicote elétrico do motor. Dependendo do
motor, a configuração de comunicação do
motor disponível no chicote do motor pode
ser um conector Deutsch™ de 3 pinos, um
conector Deutsch™ de 6 pinos, ou um
conector Deutsch™ de 9 pinos.

Os motores mais recentes possuem um


conector Deutsch™ de 3 pinos no chicote
do motor que fornece o ponto de conexão
para o datalink J1939. Um cabo de mini-
terminal resistivo, que inclui uma
resistência de 60 ohms e um cabo de
comutação macho-fêmea, pode ser
necessário para a conexão com o ECM via

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 12/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

protocolo J1939. É necessária uma fonte


auxiliar de alimentação para o adaptador
do datalink.

Conector Deutsch™ de 3 pinos


1. Cabo do datalink1
2. Cabo de força1
3. PC com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™
4. Adaptador do datalink
5. Cabo de comutação macho-fêmea,
No. 3163597
6. Cabo de Mini-Terminal Resistivo, No.
3163096
7. Cabo USB, Número de Peça 4918591,
ou cabo serial, Número de Peça
4918418 (consulte a tabela acima para
tipo de cabo)
8. Conector de 3 pinos do chicote do
motor, Número de Peça 3165141.
NOTA : 1. Consulte Instrução da
Ferramenta de Serviço, Chicote Base
de Calibração de Bancada do ECM,
Boletim 3377791, para número de
peça.

Para alguns motores mais antigos, existe


um conector Deutsch™ de 6 pinos
disponível no chicote do motor que fornece
o ponto de conexão para o datalink J1939.
O conector de 6 pinos inclui uma fonte de
alimentação para o adaptador do datalink.

Verificação da Resistência
Um cabo serial é requerido para fazer a
interface entre o adaptador do datalink e o
PC ou um cabo USB pode ser utilizado
com o adaptador de datalink INLINE™
5/6/7

 CAUTION 
Utilize a ponta de prova No. 3822758 e a
ponta de prova No. 3822917 para evitar
a possibilidade de danos nos pinos do
cabo serial.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 13/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Cabo Serial, No. 4918418


1. Abrir
2. Transmissão de dados
3. Recepção de dados
4. Terminal de dados pronto (+5 VCC)
5. Massa do sinal
6. Abrir
7. Solicitação de envio (+5 VCC)
8. Pronto para enviar
9. Aberto.

Introduza um cabo de teste no pino 1


na extremidade fêmea do cabo serial e
conecte-o na ponta de prova do
multímetro. Introduza o outro cabo de
teste no pino 1 na extremidade macho
do cabo serial e conecte-o na ponta de
prova do multímetro.
Meça a resistência. O multímetro deve
indicar um circuito fechado (10 ohms
ou menos). Repita a medição de
resistência para os pinos 2 a 9. O
multímetro deve indicar um circuito
fechado (10 ohms ou menos) para
cada pino. Se o circuito não estiver
fechado, substitua o cabo serial.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize a
ponta de prova No. 3823993 no conector
de 8 pinos. Utilize o cabo de teste No.
3823994 no conector redondo de 9
pinos. Utilize o cabo de teste No.
3824812 no conector de 3 pinos.

Chicote de Calibração de Bancada, No.


3163151
1. (+) do datalink J1939
2. Datalink J1939 blindado

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 14/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

3. Bateria (+)
4. Bateria (-)
5. Chave de Ignição
6. (+) do datalink J1939
7. (+) do datalink J1708
8. (-) do datalink J1708.

Meça a resistência entre cada pino do


conector de 8 pinos e os locais
correspondentes nos conectores de 9
pinos e/ou de 3 pinos. O multímetro
deve indicar um circuito fechado (10
ohms ou menos). Se o circuito não
estiver fechado, substitua o chicote de
calibração de bancada.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize a
ponta de prova No. 382994 no conector
de 8 pinos. Determine a ponta de prova
apropriada necessária para o conector
do ECM no cabo de calibração de
bancada.

Cabo de Calibração de Bancada


1. (+) do datalink J1939
2. Datalink J1939 blindado
3. Bateria (+)
4. Bateria (-)
5. Chave de Ignição
6. (-) do datalink J1939.
7. (+) do datalink J1708
8. (-) do datalink J1708.
9. Conector do ECM (Consulte o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector do ECM).

Meça a resistência entre cada pino do


conector de 8 pinos e os pontos
correspondentes no conector do ECM.
Consulte o diagrama elétrico para
obter a identificação dos pinos do
conector do ECM. O multímetro deve
indicar um circuito fechado (10 ohms
ou menos). Se o circuito não estiver
fechado, substitua o cabo de
calibração de bancada.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 15/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize a
ponta de prova macho, No. 3823993, no
conector Deutsch™ de 9 pinos. Utilize a
ponta de prova macho, No. 3822758, no
conector de 25 pinos.

Cabo de 9 Pinos do Datalink, No.


3165159

Conector de 9 Pinos do Datalink na


Cabine
A. Massa
B. Bateria (+)
C. Datalink J1939 (+)
D. Datalink J1939 (-)
E. Blindagem do datalink J1939
F. Datalink J1708 (+)
G. Datalink J1708 (-).
H. Aberto
J. Aberto

Meça a resistência entre os pinos A,


B, C, D, E, F e G do conector de 9
pinos e os pontos correspondentes no
conector de 25 pinos, como mostrado.
O multímetro deve indicar um circuito
fechado (10 ohms ou menos). Se o
circuito não estiver fechado, substitua
o cabo do datalink.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize a
ponta de prova macho, No. 3824811, no
conector Deutsch™ de 6 pinos. Utilize a
ponta de prova macho, No. 3822758, no
conector de 25 pinos.

Cabo de 6 Pinos do Datalink, No.


3165160

Conector de 6 Pinos do Datalink na


Cabine
A. (+) do datalink J1708
https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 16/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

B. (-) do datalink J1708.


C. Bateria (+)
D. Abrir
E. Massa
F. Aberto.

Meça a resistência entre os pinos A,


B, C e E do conector de 6 pinos e os
pontos correspondentes no conector
de 25 pinos, como mostrado. O
multímetro deve indicar um circuito
fechado (10 ohms ou menos). Se o
circuito não estiver fechado, substitua
o cabo do datalink.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize a
ponta de prova macho, No. 3822758, no
conector de 25 pinos. Utilize a ponta de
prova fêmea, No. 3823994, no conector
de 3 pinos. Utilize a ponta de prova
macho, No. 3822995, no conector de
alimentação de 2 pinos.

Cabo de 3 Pinos do Datalink, No.


3165141
Meça a resistência entre os pinos A, B
e C do conector de 3 pinos e os
pontos correspondentes no conector
de 25 pinos, como mostrado. Meça a
resistência entre os pinos D e E do
conector de alimentação de 2 pinos e
os pontos correspondentes no
conector de 5 pinos, como mostrado.
O multímetro deve indicar um circuito
fechado (10 ohms ou menos). Se o
circuito não estiver fechado, substitua
o cabo do datalink.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize duas
pontas de prova macho, No. 3823993,
em cada conector de 3 pinos.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 17/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Cabo de Mini-Terminal Resistivo, No.


3163096
Meça a resistência entre o pino A em
uma extremidade do cabo do terminal
resistivo e o pino A na outra
extremidade do cabo. Repita para os
pinos B e C. O multímetro deve indicar
um circuito fechado (10 ohms ou
menos). Se o circuito não estiver
fechado, substitua o cabo de terminal
resistivo. Meça a resistência entre os
pinos A e B em uma das extremidades
do cabo para medir a resistência de
terminação. O valor da resistência de
terminação deve estar entre 50 e 70
ohms.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize duas
pontas de prova fêmea, No. 3823994, em
cada conector de 3 pinos.

Cabo de Comutação Macho-fêmea, No.


3163597
Meça a resistência entre o pino A em
uma extremidade do cabo de
comutação macho-fêmea e o pino A
na outra extremidade do cabo. Repita
para os pinos B e C. O multímetro
deve indicar um circuito fechado (10
ohms ou menos). Se o circuito não
estiver fechado, substitua o cabo de
comutação macho-fêmea.

 CAUTION 
Para reduzir a possibilidade de danos
aos pinos dos conectores, utilize duas
pontas de prova macho, No. 3164113, no
conector de 26 pinos para a INLINE™ 7.
Utilize a ponta de prova macho, No.
3824811, no conector Deutsch™de 6
pinos. Utilize a ponta de prova macho,
No. 3823993, no conector Deutsch™de 9
pinos.

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 18/19
26/01/2018 QuickServe Online | (3653269) Manual de Diagnóstico de Falhas e Reparos dos Motores ISB, ISBe2, ISBe3, ISBe4, QSB4.5, QSB5.9, …

Cabo do Datalink INLINE™ 7

Diagnóstico de Falhas do Conector


Deutsch™ de 6 pinos
Meça a resistência entre os pinos A,
B, C e E do conector de 6 pinos e os
pontos correspondentes no conector
de 26 pinos, como mostrado. O
multímetro deve indicar um circuito
fechado (10 ohms ou menos). Se o
circuito não estiver fechado, substitua
o cabo do datalink.
Diagnóstico de Falhas do Conector
Deutsch™ de 9 pinos
Meça a resistência entre os pinos A,
B, C, D, E, F e G do conector de 9
pinos e os pontos correspondentes no
conector de 26 pinos, como mostrado.
O multímetro deve indicar um circuito
fechado (10 ohms ou menos). Se o
circuito não estiver fechado, substitua
o cabo do datalink.

Última Modificação: 13-DEZEMBRO-2016

https://quickserve.cummins.com/qs3/portal/service/manual/br/br3653269/ 19/19