Você está na página 1de 3

Língua Portuguesa 10º Ano – As categorias da narrativa

Texto Narrativo: relato de acontecimentos narrado pelo narrador que se


desenrolam num determinado espaço e num tempo mais ou menos extenso
onde intervêm as personagens.

CATEGORIAS DA NARRATIVA

 Acão
o Quanto à relevância dos factos
Principal: integra o conjunto de sequências narrativas que detêm a
maior importância.
Secundária: a sua importância define-se em relação à Acão
principal, ou seja, relata acontecimentos de menor relevo.
o Quanto ao desenlace
Aberta: quando a ação não é totalmente solucionada.
Fechada: quando a ação é totalmente solucionada, conhecendo-se
o destino final das personagens.
o Quanto às sequências narrativas
Introdução: corresponde à situação inicial, á informação sobre o
tempo e o espaço, à apresentação das personagens.
Desenvolvimento: a sucessão de peripécias e o ponto culminante.
Conclusão ou desenlace: apresenta o desfecho da narrativa
o Quanto à organização das sequências narrativas
Encadeamento: organização por ordem cronológica das ações.
Ex: Sinicial -> S2 -> S’3 -> S4 -> Sfinal
Encaixe: uma ação é introduzida numa outra que estava a ser
narrada e que depois se retoma.
Ex: S1 -> S2 -> S1
Alternância: em que várias histórias ou sequências vão sendo
narradas alternadamente.
Ex: S1 -> S2 -> S1 -> S2 ...

 Personagens
o Quanto ao relevo ou papel
Principal ou protagonista: desempenha o papel central, é
fundamental para o desenvolvimento da ação.

1
Secundária: assume um papel de menor relevo que o do principal.
Figurante: tem um papel irrelevante no desenrolar da ação.
o Caracterização das personagens
Retrato físico: corresponde à apresentação dos traços fisionómicos
da personagem.
Retrato psicológico: corresponde às características psicológicas das
personagens (sentimentos, emoções, ideais, pensamentos, opiniões, etc.).
o Processos de caracterização das personagens
Direta: caracterização feita através de palavras da personagem
acerca de si própria ou de palavras de outras personagens.
Indireta: deduções do leitor acerca das personagens a partir das suas
atitudes e dos seus comportamentos.
o Composição das personagens
Modelada ou redonda: capaz de alterar o seu comportamento e de
evoluir ao longo da narrativa.
Plana: é uma personagem estática, sem evolução, que se comporta
da mesma forma ao longo de toda a narrativa.
Tipo: representa um grupo profissional ou social.

 Espaço
o Físico ou geográfico: onde decorre a ação.
o Social: corresponde ao ambiente social e à situação económica em que
vivem as personagens.
o Psicológico: corresponde às vivências e emoções que cada personagem
tem de um determinado espaço.

 Tempo
o Histórico: época em que decorre a ação.
o Cronológico: determinado pela sucessão cronológica dos
acontecimentos narrados.
o Discurso: corresponde ao modo como o narrador organiza o tempo da
história.
Analepse: recuo no tempo;
Prolepse: avanço no tempo;
Resumo/sumário: síntese dos acontecimentos;
Elipse: omissão de determinados períodos de tempo.
o Psicológico: corresponde ao modo como a personagem sente o passar
do tempo cronológico.

2
 Narrador
o Quanto à presença
Auto diegético: participa na ação como personagem principal e
narra na primeira pessoa.
Homodiegético: o narrador participa na ação como personagem
secundária ou como observador.
Heterodiegético: o narrador não participa na ação como
personagem, apenas narra na 3ª pessoa.
o Quanto à focalização ou ciência
Omnisciente: sabe mais do que as personagens.
Focalização interna: sabe tanto como as personagens.
Focalização externa: apenas sabe o que é visível exteriormente.
o Quanto à posição
Objetivo: o narrador mostra-se imparcial face aos acontecimentos.
Subjetivo: o narrador toma partido, comenta os acontecimentos,
defende as personagens.
Narratário: destinatário da mensagem do narrador
o Presente
Explícito: o recetor da mensagem é mencionado no texto.
Implícito: o recetor da mensagem não é mencionado no texto.
o Ausente

Você também pode gostar