Você está na página 1de 17

RAFAEL BARBOSA

ADMINISTRAÇÃO GERAL E PÚBLICA


1 - CESPE/STM/ANALISTA - A administração pública gerencial, a
administração pública burocrática e a administração pública
histórica constituem os principais modelos para a gestão do
Estado.
2 - CESPE/STM/ANALISTA - A década de 30 do século passado
caracterizou-se por uma significativa centralização no nível
político e econômico. Nesse período, assistiu-se ao
fortalecimento do Estado intervencionista, cuja expansão se
deu mediante três linhas de ação: criação de órgãos e
departamentos formuladores de políticas públicas; expansão
dos órgãos da administração direta; e expansão empresarial do
Estado.
3 - CESPE/STM/ANALISTA - A partir do Plano Diretor de
Reforma do Aparelho do Estado, a relação entre a
administração e o usuário-cidadão passou a pautar-se
notadamente por dimensões de excelência na prestação de
serviços públicos com a participação de entidades da sociedade
civil.
4 - CESPE/STM/ANALISTA - Apesar de partilharem de algumas
funções básicas, gestores públicos e privados têm posições
antagônicas quanto ao aspecto econômico e à orientação dos
negócios sob sua responsabilidade.
5 - CESPE/STM/ANALISTA - No setor público, a noção de gestão
para resultados relaciona-se ao atendimento das demandas dos
cidadãos e à criação de valor público por meio de um
gerenciamento integrado e eficiente de políticas, programas e
projetos públicos.
6 - CESPE/TRF1/ANALISTA - Nas organizações, para que a
gestão por resultados alcance a eficiência desejada, o
planejamento deve ser realizado de maneira vinculada ao
orçamento.
7 - CESPE/TRF1/ANALISTA - Assim como as organizações
privadas, os tribunais devem zelar pela excelência nos
serviços prestados, preservados e respeitados os aspectos
inerentes à sua natureza pública.
8 - CESPE/TRF1/ANALISTA - Responsabilidade social, geração
de valor e cultura da inovação são fundamentos da gestão
pública cuja meta é a excelência nos serviços públicos, com
foco no cidadão e na sociedade.
9 - CESPE/STM/ANALISTA - Nas organizações públicas, a gestão
estratégica tem a função precípua de articular os
macroprocessos organizacionais necessários ao alcance de
metas.
10 - CESPE/STM/ANALISTA - Na administração pública, o
planejamento estratégico deve levar em consideração, entre
outros aspectos, as relações de um órgão com seus usuários-
cidadãos, governo e servidores.
11 - CESPE/TRF1/ANALISTA - Nas unidades de trabalho dos
tribunais, a elaboração do planejamento tático inclui o
detalhamento analítico das atividades a serem executadas no
curto prazo.
12 - CESPE/TRF1/ANALISTA - Nos órgãos públicos, a divisão em
camadas ou níveis de autoridade é exemplo de aplicação do
princípio da especialização, um dos princípios básicos de
organização.
13 - CESPE/STM/ANALISTA - A departamentalização funcional,
forma estrutural predominante no setor público, é
caracterizada pela construção de departamentos em torno dos
programas executados pelo órgão.
14 - CESPE/TRF1/ANALISTA - O controle, entendido como
função administrativa, tem por objetivo monitorar e avaliar
atividades, perpassando pelos níveis estratégico, tático e
operacional da organização.