Você está na página 1de 7

ANALGÉSICOS ANTINFLAMATÓRIO NÃO ESTEROIDAIS

NÃO OPIOIDES OPIOIDES CORTICOIDES AINES


Dipirona Tramadol Betametasona AAS
Paracetamol Codeina Dexametasona Diclofenaco
Prednisona Cetorolaco
Prednisolona Nimesulida
Cetoprofeno
Utilizados para prevenção Refecoxib (Arcoxia)
e dor no pós-operatório. Oxicans (Lornoxicam,
Uma dose antes da Merloxicam, Piroxicam e
cirurgia. Tenoxicam)

DIPIRONA
Indicação: Antipirético; Dores leves e moderadas.

Posologia
✓ Administrado por via oral e parenteral
✓ Tempo de latência: 30 a 60min
✓ Duração do efeito: 4 a 6 horas

✓ Dosagem: 25-30 mg/kg/dose

C ontra-indicação
✓ Hiperssensibilidade à droga
✓ Gravidez e lactação
✓ Crianças menores de 3 meses ou menos 5 kg
✓ Insuficiência hepática e renal (risco de overdose por menor eliminação)
✓ História de distúrbio hematopóiético: agranulocitose, aplasia medular e trombocitopenia
✓ Medula óssea insuficiente ou doenças do sistema hematopoiético
✓ Hipovolemia, choque, desidratação severa e coronopatia grave

PARACETAMOL
Indicação:
✓ Antipirético
✓ Dores leves e moderadas

Posologia:
✓ Administrado por via oral
✓ Evitar ingerir com alimentos
✓ Latência de 30-60min
✓ Efeitos de 4 a 6 horas
✓ Dose us
✓ Criança 10 a 20 mg por kg

Interações medicamentosas:
✓ Barbitúricos, carbamazepina, hidantoína, rifampicina e sulfimpirazona a hepatotoxicicdade do paracetamol
pode ser aumentada por grandes doses ou administração prolongada desses fármacos
Considerações finais
✓ Analgésico de escolha em grávidas e lactantes
✓ Não causa agranulocitose ou anemia aplásica
✓ Considerar risco de hepatopatias
✓ Contra-indicação relativa em etilistas crônicos
✓ Indicada nos casos de alergia a outras medicações (dipirona)

CODEÍNA
Considerações gerais
✓ Analgésico opióide de ação central
✓ Grupo alcalóides
✓ Atua primariamente nos receptores mi
✓ Potência: 1/12 da morfina

Indicação
✓ Antitussígeno
✓ Dores moderadas

Posologia
✓ Administrado por via oral
✓ Início de ação: 30 a 45 minutos
✓ Dose 7,5 a 60mg a cada 3 ou 6 horas
✓ Dose máxima diária: 240mg
✓ Curtos períodos (dependência)
Uso associado com outras drogas Ex.: Tylex®, Paco® (codeína com paracetamol), Codaten® (codeína com
diclofenaco)

Reações adversas
✓ Constirpação
✓ Sonolência

TRAMADOL
Considerações gerais
✓ Analgésico opióide de ação central
✓ Análogo sintético da codeína
✓ Boa absorção intestinal
✓ Potência 1/10 a 1/6 da morfina

Indicação
✓ Dor moderada a severa
✓ Antitussígeno

Posologia
✓ Via oral ou injetável
✓ Início de ação: 1 horas
✓ Dose 50mg 6/6h ou 100mg 12/12h
✓ Dose máxima diária: 400mg (idoso 300mg)
✓ Curtos períodos (dependência)

Náuseas
- Antiemético
- Apresentação de 10mg
- Bromoprida (PLAMET®)
- Pode ser associado ao tramadol no controle das náuseas

BETAMETASONA
Descrição
Possui ação anti-inflamatória e antialérgica

Indicação
está indicado para o tratamento de doenças agudas e crônicas suscetíveis aos corticóides; Condições alérgicas;
Condições dermatológicas; Neoplasias para o tratamento paliativa de leucemias e linfomas em adultos, leucemia
aguda da infância; Outras condições síndrome adrenogenital, etc.

Contraindicação
Como com outros corticóides, Betametasona está contra-indicado em pacientes com infecções sistêmicas por
fungos, em pacientes com hipersensibilidade aos componentes da fórmula ou outros corticóides.
Betametasona não deverá ser administrado por via intramuscular a pacientes com púrpura trombocitopênica
idiopática.

Posologia
Adultos: via oral, 0,6 a 7,2mg por dia em uma única dose. Criança: A dose inicial varia de 0,017mg a 0,25mg por kg
de peso por dia. Ou 0,5mg a 7,5mg por metro quadrado de superfície corporal. Dose Máxima Diária em uma criança
de 20kg, por exemplo, é de 5mg/dia.
Após a obtenção de uma resposta satisfatória, seu m édico irá gradativamente reduzir a dosagem até atingir a dose
de manutenção, que é a menor dose com resposta clínica adequada.
A dose diária total de manutenção deverá ser ingerida em uma única tomada, preferencialmente de manhã.

DEXAMETASONA
Descrição
Previnir ou suprimir processos inflamatórios de várias naturezas.

Indicação
Terapêutica substitutiva no tratamento de insuficiência suprarrenal. Diagnóstico da síndrome de Cushing (o corpo
libera altos níveis do hormônio cortisol, em geral, provocado por um tumor). Isquemia cerebral. Prevenção da
Síndrome de membrana hialina (aceleração da maturação pulmonar fetal). Tratamento da síndrome de angústia
respiratória em adultos por insuficiência pulmonar pós-traumática. Tratamento do choque por insuficiência
adenocortical e como coadjuvante no tratamento de choque associado com reações anafiláticas.

Posologia
Adultos – via oral: 500mg (0,5mg) a 9mg/dia em 1 só dose ou fracionada em várias doses. Doses pediatricas:
0,0233mg/kg ou 0,67mg/m 2 ao dia fracionada em 3 doses. Em crianças e adolescentes o tratamento crõnico com
dexametasona, tanto em doses fisiológicas como farmacológicas pode produzir inibição do crescimento.

PREDNISONA
Descrição
Anti-inflamatório esteroide.

Indicação
A Prednisona é um medicamento anti-inflamatório, antialérgico e antirreumático que serve para o tratamento de
reumatismo, alergias, doenças dermatológicas, tumores entre outras indicações. O remédio pode ser encontrado
nas principais redes de farmácias em 5 mg ou 20 mg.

Contraindicação
Infecção fúngica sistêmica (exceto na insuficência suprarrenal); hipersensibulidade a corticosteroides; infecção
bacteriana ou viral não controladas por agente anti-infeccioso (a não ser que haja risco de vida). A amamentação
não é recomendada quando se usa altas doses.
Posologia
Adultos: 5 a 60mg por dia, dependendo da gravidade da doença e da reação do paciente. Iniciar com doses baixas e
ir aumentando gradativamente até que seja atinginda uma resposta clínica satisfatória.
Crianças: de 0,1 a 2mg por kg por dia. Evitar a administração do produto por muito tempo em crianças.

PREDNISOLONA
Indicação
é um corticóide indicado para o tratamento de problemas como reumatismo, alterações hormonais, colagenoses,
alergias e problemas na pele, inchaços generalizados, doenças e problemas no sangue, olhos, respiratórios,
gastrintestinais e neurológicos, meningite tuberculosa e infecções causadas por Trichinella.

Contraindicações
Prednisolona está contraindicada para pacientes com infecções fúngicas sistêmicas, varicela ou sarampo e para
pacientes com alergia à Prednisolona ou a algum dos componentes da fórmula.
Além disso se estiver grávida ou amamentando ou se tiver outros problema de saúde deve conversar com o seu
médico antes de iniciar o tratamento.

Posologia
Prednisolona comprimidos de 20 mg ou 5 mg
Adultos: a dose inicial varia de 5 a 60 mg, por dia, o equivalente a 1 comprimido de 5 mg ou 3 comprimidos de 20
mg. Crianças: a dose inicial varia de 5 a 20 mg, por dia, o equivalente a 1 comprimido de 5 mg ou 1 comprimidos de
20 mg. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, juntamente com um copo de água, sem partir ou mastigar.

AAS
Descrição
Medicamento analgésico e anti-inflamatório
Comprimidos contendo 85mg a 500mg.
Embalagens contendo 20, 100*, 200* ou 240* comprimidos.
USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 12 ANOS.

Indicação
Para o alívio sintomático da cefaleia, odontalgia, dor de garganta, dismenorreia, mialgia ou artralgia, lombalgia e
dor artrítica de pequena intensidade. No resfriado comum ou na gripe, para o alívio sintomático da dor e da febre.

Contraindicação
Aas está contraindicado em todos os pacientes com hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico e a outros anti-
inflamatórios não esteroides. Aas não deve ser empregado em pacientes predispostos a dispepsias ou sabidamente
portadores de alguma lesão da mucosa gástrica. Seu emprego deve ser evitado nos pacientes com insuficiência
hepática grave, em hemofílicos e naqueles que estejam fazendo uso de anticoagulantes. A administração deve ser
cautelosa nos pacientes com função renal comprometida, particularmente nas crianças, e sempre que o paciente
estive desidratado. O Aas somente deverá ser empregado durante a gravidez sob orientação médica.

Posologia
 500mg
• Adultos: 1 a 2 comprimidos de 500 mg a cada 4 a 8 horas não excedendo 8 comprimidos de 500 mg por dia.
• A partir de 12 anos: 1 comprimido de 500 mg; se necessário, até 3 vezes por dia a cada 4 a 8 horas.
-Tomar preferencialmente após as refeições.
 100mg
Comprimidos de 100 mg:
Crianças: 6 meses a 1 ano: 1/2 a 1 comprimido de 100 mg;
1 a 3 anos: 1 comprimido de 100 mg;
4 a 6 anos: 2 comprimidos de 100 mg (200 mg);
7 a 9 anos: 3 comprimidos de 100 mg (300 mg);
Acima de 9 anos: 4 comprimidos de 100 mg (400 mg)
-Se necessário, repetir a dose até 3 vezes por dia a cada 4 a 8 horas. Tomar preferencialmente após as refeições.

DICLOFENACO
Indicação
O diclofenaco está indicado no tratamento de dor branda a moderada, para o tratamento de inflamações pós-
traumáticas, pós-operatórias dolorosas e edema, como por exemplo, após cirurgia dentária. Além de auxiliar no
tratamento de processos infecciosos acompanhados de dor.

Posologia
Uso tópico: aplicar 1 cm do produto na área afetada, 2 a 3 vezes por dia, friccionando suavemente o local.
Uso oral: Os comprimidos ou drágeas devem ser ingeridos inteiros, com pouco liquido, antes ou durante as
refeições. A dosagem deve ser de100 a 150 mg por dia, a cada 8 ou 12 horas, não se devendo ultrapassar a dose
máxima diária de 200 mg.
Em gotas, deve ser de 0,5 a 2mg por kg.
Uso retal: 50 mg, 3 vezes por dia, sendo a dose máxima diária de 150 mg.
Uso injetável: 75 mg por dia, habitualmente.

CETOROLACO

Conceito
Cetorolaco de trometamina (medicamento de referência é o Toragesic) é um fármaco utilizado pela medicina como
antiinflamatório não esteróide e de potente ação analgésica. Pode ser utilizado pela via oral para tratamentos
curtos de dor moderada a grave e em pós-operatórios nas situações de dor aguda a grave pela via parenteral. É um
medicamento muito empregado para tratamentos de dor aguda.
O cetorolaco é um potente analgésico, com grande atividade antiinflamatória. Ensaios controlados com 30 mg de
cetorolaco demonstraram eficácia analgésica equivalente a 10 mg de morfina, apresentando como vantagem a
ausência de depressão respiratória.

Contraindicação
Como qualquer outro medicamento, o cetocorolato de trometatina é contra-indicado nos casos de
hipersensibilidade aos componentes de sua formulação. Também, seu uso deve ser evitado nos casos de crianças
menores de 16 anos, grávidas e lactentes. Pacientes com úlceras, hemorragia cerebrovascular, diátese hemorrágica,
problemas na hemostasia, reação broncospáticas a AINE's, hipovolemia, desidratação aguda e síndrome de pólipo
nasal não podem receber o medicamento.

Posologia
Pacientes até 65 anos de idade: A dose recomendada é de 10 a 20 mg em dose única ou 10 mg a cada 6 a 8 horas. A
dose máxima diária não deve exceder 90 mg.
Pacientes com mais de 65 anos de idade, com menos de 50 Kg ou pacientes com insuficiência renal: A dose
recomendade é de 10 a 20 mg em dose única ou 10 mg a cada 6-8 horas. A dose máxima diária não deve exceder 60
mg. A duração do tratamento não deve superar o período de 5 dias.

NIMESULIDA
Descrição
Analgésico, anti-inflamatório e antipirético.

Indicação
Artrites, artroses, artrite reumatoide, periartrite de ombro, bursites, periartrites, tendinites e tendosinovites.
Osteoartrites. Patologias dolorosas ou inflamatórias do aparelho osteomioarticular. Sacroileítes.

Contraindicação
Doença gastroduodenal ulcerativa ativa. Hemorragia digestiva. Hipersensibilidade ao princípio ativo. Insuficiência
hepática ou renal grave. Gravidez e lactação. Menores de 12 anos. Antecedentes de alergia ou asma por outros
AINEs.

Posologia
Via Oral ------------100 mg 1 comprimido 2 vezes ao dia
------------200 mg 1 comprimido 1 vez ao dia
Gotas ------------50 mg/ml 1 gota por Kg 2 vezes ao dia
Gel ------------Cada g de gel a 2% contém 20 mg
Utilizar de 7 a 15 dias

CETOPROFENO
Descrição
O cetoprofeno é um medicamento anti-inflamatório, analgésico e antitérmico, sendo indicado para o tratamento de
inflamações e dores no pré e pós-operatótio e outras patologias.

Indicação
indicado para o tratamento de inflamações e dores decorrentes de processos reumáticos (doenças que podem
afetar músculos, articulações e esqueleto), traumatismos (lesão interna ou externa resultante de um agente
externo) e de dores em geral.

Contraindicação
estão contraindicados para mulheres grávidas, para pacientes com doença no coração, fígado, rins, estômago ou
intestinos, para pacientes com historial de úlcera péptica, úlcera péptica hemorrágica, sangramento ou perfuração
gastrintestinal devido ao uso de anti-inflamatórios não hormonais e para pacientes com historial de reações de
alergia ou intolerância ao Cetoprofeno, Ácido Acetilsalicílico ou a outros anti-inflamatórios não hormonais, como
Diclofenaco, Ibuprofeno, Indometacina ou Naproxeno.

Posologia
Uso oral: -Comprimidos: tomar o produto 30 minutos antes ou 2 horas após as refeições. Adultos (acima de 15
anos): dose usual é de 150 a 200mg por dia, dividida em 3 ou 4 tomadas. Não ultrapassar o máximo de 300mg por
dia. –Gotas: Dissolver o produto em água filtrada. Adultos: 50mg cada 6 ou 8 horas. Crianças de 7 a 11 anos: 25mg
cada 6 ou 8 horas. Crianças de 1 a 6 anos: 1mg por kg a cada 6 a 8 horas.

REFECOXIB (ARCOXIA)
Indicação
Arcoxia é indicado para alívio da dor, dor causada por pós-operatório de cirurgia ortopédica, dental ou cirurgia
ginecológica abdominal, e no tratamento da osteoartrite, artrite reumatoide ou espondilite anquilosante, em
adultos.

Contraindicação
Arcoxia® é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade a qualquer um de seus componentes, em casos de
insuficiência cardíaca congestiva (NYHA II-IV), doença cardíaca isquêmica, doença arterial periférica e/ou doença
vascular cerebral estabelecida (incluindo pacientes que tenham sido submetidos recentemente à cirurgia de
revascularização do miocárdio ou angioplastia).

Posologia
Osteoartrite: a dose recomendada é de 60 mg uma vez ao dia.
Artrite Reumatoide: a dose recomendada é de 90 mg uma vez ao dia.
Espondilite Anquilosante: a dose recomendada é de 90 mg uma vez ao dia.
Dor Crônica: a dose recomendada é de 60 mg uma vez ao dia.
Dor Aguda: para condições de dor aguda, a dose recomendada é de 90 mg uma vez ao dia. Arcoxia® deve ser
utilizado apenas no período sintomático agudo, limitando-se até 8 dias, no máximo.
Dor Pós-cirurgia Odontológica: a dose recomendada é de 90 mg uma vez ao dia, limitada ao máximo de 3 dias.
Alguns pacientes podem necessitar de analgesia pós-operatória adicional.
Dor Pós-cirurgia Ginecológica: a dose recomendada é de 90 mg uma vez ao dia, limitada ao máximo de 5 dias. A
dose inicial deve ser administrada logo antes da cirurgia.

OXICANS (Lonoxicam, Meloxicam, Piroxicam e Tenoxicam)


Descrição
São ácidos enólicos que inibem a COX-1 e a COX-2.
Tem atividade anti-inflamatória, analgésica e antipirética.
Inibem a degradação de proteoglicanos e colágeno na matriz cartilaginosa.
Tem como vantagem a meia-vida longa.

Meloxicam
Indicação: Tratamento dos sintomas de osteoartrites dolorosas (doenças degenerativas das articulações, artroses);
Tratamento dos sintomas da artrite reumatoide.
Dosagem: A dose total diária de Meloxicam não deve ultrapassar 15 mg. Devendo ser administrado juntamente a
alimentos ou ingeridos com líquidos.
Contraindicação: Hipersensibilidade ao meloxicam ou aos excipientes da fórmula; Histórico de asma, pólipos nasais;
Úlcera gastrintestinal ativa ou recente; Doença inflamatória intestinal ativa; Insuficiência renal grave não dialisada

Piroxicam
Indicação: agente analgésico, anti-inflamatório e anti-reumatóide.
Dosagem: A dose inicial recomendada é de 20 mg ao dia, em dose única.
Contraindicação: Não deve ser utilizado nos seguintes casos: Úlcera péptica ativa; Hemorragia gastrintestinal
intensa; Pacientes que tenham demonstrado hipersensibilidade à droga;

Tenoxicam
Indicação: anti-inflamatório não esteroide, atua diminuindo a resposta inflamatória, desempenhando um papel
analgésico e antitérmico. Dor pós-operatória.
Dosagem: Posologia habitual - Para todas as indicações, exceto na dor pós-operatória e gota aguda, recomenda-se
20 mg uma vez ao dia. Na dor pós-operatória, a dose recomendada é de 40 mg, uma vez ao dia, durante 5 (cinco)
dias. Quando indicado, o tratamento pode ser iniciado por via intramuscular, ou intravenosa uma vez ao dia,
durante 1 (um) a 2 (dois) dias e continuado por via oral, ou retal.
Contraindicação: Pacientes com reconhecida hipersensibilidade ao Tenoxicam; Pacientes nos quais os salicilatos, ou
outros anti-inflamatórios não esteroides tenham induzido sintomas de asma, rinite, ou urticária.

Lornoxicam
Indicação: Tratamento da dor associada à lombalgia aguda e crônica; Tratamento da dor pós-operatória, inclusive
dor pós-cirurgia dentária.
Dosagem: A dose usual é de 8 mg a 16 mg dividido em 2 ou 3 doses ao dia. A dose máxima recomendada é 16 mg
por dia. Não é recomendado para crianças ou adolescentes abaixo de 18 anos.
Contraindicação: Está contraindicado para mulheres grávidas que estejam nos últimos 3 meses de gravidez.
Pacientes com sintomas de asma, rinite, angioedema ou urticária causados por alergia a outros medicamentos -

BACTERICIDAS BACTERIOSTÁTICOS
Penicilinas Eritromicina
Cefalosporinas Azitromicina
Metronidazol Claritromicina
Quinolonas Clindamicina
Fluoroquinilonas Tetraciclina
Aminoglicosídeos Cloranfenicol
Vancomicina