Você está na página 1de 18

O DIREITO PRECISA

DO SEU TALENTO.

SIMULADO
SUPER
BEM-VINDO AO POR QUE FAZER O SIMULADO?
SIMULADO
DO XXIV EXAME
2 Essa é a forma mais simples para você testar seus conhecimentos, pois é pos-
sível reproduzir as mesmas condições do dia da prova e identificar pontos de
DE ORDEM melhoria para a 1ª Fase do Exame de Ordem. Vamos lá?

- Escolha um lugar silencioso e sem ninguém por perto. É importante não pedir
ajuda, nem consultar qualquer material.
Vai realizar a prova
objetiva da 1ª fase do - O simulado é um aliado estratégico para sua aprendizagem. Concentre-se e
não tenha medo de errar.
XXIV Exame de Ordem?
Então, intensifique a - Após a prova, confira a análise do seu desempenho e aperfeiçoe os estudos.
sua preparação com
os quatro simulados DURANTE O SIMULADO, NÃO ESQUEÇA:
do CERS e acompanhe
a evolução do seu Administre o tempo – Gerencie as questões e o tempo que
desempenho até o dia leva para respondê-las. Essa avaliação é importante para que
sobre minutos ao final da prova e você não seja surpreendido
da prova, em 19 de pelo relógio.
novembro de 2017.
Identifique obstáculos – Não conseguiu responder alguma
questão ou errou várias do mesmo assunto/disciplina? Tudo isso
faz parte do aprendizado. O importante é identificar os temas
com mais dificuldade e tirar todas as dúvidas após o simulado e
antes do Exame.

Controle o nervosismo – Claro que o dia da prova é diferente,


mas seguir à risca todas as recomendações do Simulado faz você
entrar no clima da avaliação e perceber o que pode levar à des-
concentração. Tente manter o equilíbrio e não deixar o nervosis-
mo tomar conta.

A cada simulado, reavalie todos os tópicos acima e acompanhe sua evolução.


Confie em você e acredite que a vitória está cada vez mais próxima. O Direito
precisa do teu talento.

Vamos juntos!

ALUNO OAB CERS DIFERENCIAIS SOU ALUNO NÃO SOU


OAB CERS ALUNO OAB CERS

TEM MUITO MAIS QUESTÕES REAIS

VANTAGENS!
ESTATÍSTICAS EM GRÁFICOS

RANKING

QUER TER ACESSO AO SUPER SIMULADO


GESTÃO DE TEMPO EM
E APRIMORAR SUA PREPARAÇÃO PARA O PLATAFORMA INTERATIVA
XXIV EXAME DE ORDEM?
GABARITO

Adquira já os cursos Teórico, Questões, SIMULADO EM PDF


Vamos Juntos ou seus Combos e faça
CORREÇÃO EM VÍDEO
este mesmo simulado com estatísticas
que lhe mostrarão sua performance por ANÁLISE DE DESEMPENHO POR
disciplina e por matéria! DISCIPLINA E POR CONTEÚDO
SIMULADO 2
ESTATUTO E ÉTICA D) Ao submeter seu nome à apreciação do Conselho
PAULO MACHADO Federal ou dos Conselhos Seccionais com vistas à in-
clusão em listas destinadas ao provimento de vagas
1. Joelson, advogado, devidamente inscrito na reservadas à classe nos tribunais, no Conselho Na-
OAB/SP, exercendo efetivamente a advocacia há 15 cional de Justiça, no Conselho Nacional do Ministério
anos, foi eleito em sua chapa ao cargo de Conse- Público e em outros colegiados, o candidato assumi-
lheiro Seccional. rá o compromisso de respeitar os direitos e prerro-
Diante do exposto, assinale a opção incorreta de gativas do advogado, não praticar nepotismo nem
acordo com o Novo Código de Ética, em relação ao agir em desacordo com a moralidade administrativa
exercício de cargos ou funções na OAB e na represen- e com os princípios do Código de Ética, no exercício
tação da classe pode gerar uma infração disciplinar: de seu mister.

A) Advogado, no exercício de cargos ou funções em 2. Marta Senegal, advogada formada em uma uni-
órgãos da Ordem dos Advogados do Brasil ou na re- versidade pública federal no Estado do Acre, rece-
presentação da classe junto a quaisquer instituições, beu um cliente em seu escritório, que lhe revelou
órgãos ou comissões, públicos ou privados, manterá todas as minúcias dos crimes que praticou. Entre-
conduta consentânea com as disposições deste Códi- tanto, o valor dos honorários apresentados pela ad-
go e que revele plena lealdade aos interesses, direitos e vogada foi superior ao que o cliente podia pagar,
prerrogativas da classe dos advogados que representa. não vindo a ser contratada pelo mesmo.
B) Poderá o advogado, enquanto exercer cargos ou fun- Diante das revelações feitas pelo cliente à advoga-
ções em órgãos da OAB ou representar a classe junto da, marque a alternativa correta:
a quaisquer instituições, órgãos ou comissões, públicos
ou privados, firmar contrato oneroso de prestação de A) Diante da ciência de crimes graves, a advogada pode
serviços ou fornecimento de produtos com tais entida- revelar o segredo a fim de que o cliente não venha a co-
des nem adquirir bens postos à venda por quaisquer meter mais crimes contra outras pessoas.
órgãos da OAB. B) Marta somente pode revelar o segredo, se vier a ser
C) Salvo em causa própria, não poderá o advogado, en- arrolada como testemunha.
quanto exercer cargos ou funções em órgãos da OAB ou C) A advogada tem o dever de guardar sigilo dos fatos
tiver assento, em qualquer condição, nos seus Conse- de que tome conhecimento no exercício da profissão.
lhos, atuar em processos que tramitem perante a entida- D) O sigilo profissional é de ordem pública, mas depende
de nem oferecer pareceres destinados a instruí-los. Essa de solicitação de reserva que lhe seja feita pelo cliente.
vedação não se aplica aos dirigentes de Seccionais quan-
do atuem, nessa qualidade, como legitimados a recorrer 3. Lucrécio é um jovem advogado, recém aprovado
nos processos em trâmite perante os órgãos da OAB. no Exame de Ordem, ávido para iniciar suas ativida-

GARANTASUAVAGA
OABXXIVCOM ATÉ 40
OFF
%
*CONSULTE O REGULAMENTO

CONFIRA
MAIS DESCONTOS
NO NOSSO SITE ACESSE CERS.COM.BR
SIMULADO 2
des advocatícias. Para tanto, começará a fazer pu- sucumbência, não podem ser superiores às vantagens
blicidade de seu trabalho. advindas a favor do cliente.
Assim, releu o Código de Ética da OAB para não co- B) É proibida a participação do advogado em bens par-
meter infrações. ticulares do cliente.
Marque qual opção é uma infração: C) Quando o objeto do serviço jurídico versar sobre pres-
tações vencidas e vincendas, os honorários advocatícios
A) A publicidade profissional do advogado tem caráter poderão incidir sobre o valor de umas e outras, atendi-
meramente informativo e deve primar pela discrição e dos os requisitos da moderação e da razoabilidade.
sobriedade, não podendo configurar captação de clien- D) Os honorários da sucumbência e os honorários con-
tela ou mercantilização da profissão. tratuais, pertencendo ao advogado que houver atuado
B) Os meios utilizados para a publicidade profissional na causa, poderão ser por ele executados, assistindo-
hão de ser compatíveis com a diretriz estabelecida no -lhe direito autônomo para promover a execução do ca-
CED, sendo vedada a veiculação da publicidade por pítulo da sentença que os estabelecer ou para postular,
meio de rádio, cinema e televisão. quando for o caso, a expedição de precatório ou requi-
C) Os meios utilizados para a publicidade profissional sição de pequeno valor em seu favor.
hão de ser compatíveis com a diretriz estabelecida no
CED, sendo vedado o uso de outdoors, painéis lumino- 6. Terêncio é convocado, a altas horas da noite, para
sos ou formas assemelhadas de publicidade. assistir cliente que se encontra recolhido preso em
D) Os meios utilizados para a publicidade profissional delegacia de polícia, tendo comparecido ao local para
hão de ser compatíveis com a diretriz estabelecida no ter ciência das acusações existentes e contatar o seu
CED, sendo permitidas as inscrições em muros, paredes, cliente. Ao adentrar o recinto, encontra presentes
veículos, elevadores ou em qualquer espaço público. dois agentes policiais de plantão, estando os demais
em diligências para o esclarecimento de crimes ocorri-
4. O Novo CED trouxe nas regras para o tema Hono- dos durante o dia. Os agentes informam que somente
rários Advocatícios. Indique qual a assertiva correta poderia ocorrer o contato com o cliente quando o de-
em relação ao assunto: legado retornasse de uma das diligências, o que esta-
ria na iminência de ocorrer. No concernente ao tema,
A) Prestação de serviços profissionais por advogado, in- à luz das normas aplicáveis, é correto afirmar que:
dividualmente ou integrado em sociedades, será con-
tratada, preferentemente, de forma verbal, podendo A) Deve o advogado aguardar pacientemente o retorno
ser também por escrito. da autoridade policial ao recinto da delegacia.
B) O contrato de prestação de serviços de advocacia B) O advogado pode contatar o seu cliente independen-
não exige forma especial, devendo estabelecer, porém, temente da presença do delegado.
com clareza e precisão, o seu objeto, os honorários C) O contato do advogado fora do horário normal de-
ajustados, a forma de pagamento, a extensão do patro- pende de assistência da OAB.
cínio, esclarecendo se este abrangerá todos os atos do D) Nesses casos, tendo em vista a segurança pública,
processo ou limitar-se-á a determinado grau de jurisdi- somente com autorização judicial pode ocorrer o ato.
ção, além de dispor sobre a hipótese de a causa encer-
rar-se mediante transação ou acordo. 7. No concernente à Sociedade de Advogados, é cor-
C) O contrato de prestação de serviços de advocacia reto afirmar, à luz do Estatuto e do Código de Ética e
exige forma especial, devendo estabelecer, porém, com Disciplina da OAB, que:
clareza e precisão, o seu objeto, os honorários ajusta-
dos, a forma de pagamento, a extensão do patrocínio, A) Pode se organizar de forma mercantil, com registro
esclarecendo se este abrangerá todos os atos do pro- na Junta Comercial.
cesso ou limitar-se-á a determinado grau de jurisdição, B) Está vinculada às regras de ética e disciplina dos
além de dispor sobre a hipótese de a causa encerrar-se advogados.
mediante transação ou acordo. C) Seus sócios estão imunes ao controle disciplinar da OAB.
D) A compensação de créditos, pelo advogado, de im- D) Seus componentes podem, isoladamente, represen-
portâncias devidas ao cliente, não será admissível, nem tar clientes com interesses conflitantes.
mesmo quando o contrato de prestação de serviços a
autorizar ou quando houver autorização especial do 8. Esculápio realiza contrato escrito de honorários
cliente para esse fim, por este firmada. com Terêncio, no valor de R$ 20.000,00. Consoante
as normas estatutárias aplicáveis à espécie, é corre-
5. No que diz respeito ao Pacto Quota Litis, marque to afirmar que:
a alternativa incorreta:
A) Esse documento não se reveste passível de futura
A) Na hipótese da adoção de cláusula quota litis, os ho- execução, como título executivo.
norários devem ser necessariamente representados B) A ausência de pagamento do valor pactuado leva ao
por pecúnia e, quando acrescidos dos honorários da arbitramento judicial dos honorários.
SIMULADO 2
C) O contrato escrito é titulo executivo, podendo o mas destinadas a regular a produção de outras nor-
advogado ingressar com ação de execução dos seus mas e normas dirigidas diretamente a regular a con-
honorários. duta das pessoas. O autor denomina estas normas,
D) Esse crédito não possui privilégio em eventual insol- respectivamente:
vência do cliente.
A) Normas de produção e normas de conduta.
9. Esculápio, advogado militante, fica comovido com B) Normas de conduta e normas de estrutura.
a dificuldade de Astrolábio, bacharel em Direito, em C) Normas de estrutura e normas de interação.
lograr aprovação no Exame de Ordem. Com o intuito D) Normas de estrutura e normas de conduta.
de auxiliá-lo, aceita subscrever petições realizadas
pelo referido graduado em Direito, bem como permi-
tir que ele receba os seus clientes no seu escritório, DIREITO CONSTITUCIONAL
como se advogado fosse, não percebendo Esculápio FLAVIA BAHIA
qualquer vantagem pecuniária por isso. Consoante
as normas estatutárias, é correto afirmar que: 13. O processo legislativo brasileiro contempla ins-
titutos como a iniciativa legislativa, a sanção, o veto
A) Esculápio está cometendo infração disciplinar por e a promulgação, os quais possuem uma funcionali-
manter sociedade profissional fora dos limites legais. dade extremamente importante no surgimento das
B) Esculápio estaria praticando a conduta de facilitação normas de conduta. À luz da sistemática constitu-
do exercício da profissão aos não inscritos. cional, é correto afirmar que:
C) Havendo motivo de força maior, o advogado pode
propiciar acesso profissional aos não inscritos. A) A sanção aposta ao projeto de lei supre eventual vício
D) O advogado estaria apenas angariando causas para de iniciativa.
o seu escritório de advocacia. B) O veto tácito será apreciado, pelo Congresso Nacio-
nal, da mesma forma que o veto expresso.
10. Entre as competências do Tribunal de Ética e C) A promulgação não é ato privativo do Presidente da
Disciplina da OAB, NÃO se inclui, à luz das normas República.
aplicáveis do Estatuto da Advocacia e do Código D) Somente é constitucional a sanção expressa, não a
de Ética: sanção tácita.

A) Instaurar de ofício processo sobre ato que considere 14. A respeito do modo como o sistema brasileiro
em tese infração à norma de ética profissional. disciplina as espécies de controle de constituciona-
B) Mediar pendências entre advogados, bem como con- lidade, mais especificamente em suas feições difusa
ciliar questões sobre partilha de honorários. ou concreta, é correto afirmar que as leis anteriores
C) Responder a consultas “em tese”, aconselhando e à Constituição:
orientando sobre ética profissional.
D) Elaborar seu orçamento financeiro a ser submetido A) Não estão sujeitas ao controle concentrado de
ao Conselho Seccional. constitucionalidade.
B) Somente podem ser impugnadas por meio do con-
trole difuso de constitucionalidade.
FILOSOFIA C) Não podem ser submetidas ao controle difuso de
BERNARDO MONTALVÃO constitucionalidade.
D) Podem ser impugnadas via arguição de descumpri-
11. De acordo com o contratualismo proposto por Tho- mento de preceito fundamental.
mas Hobbes em sua obra Leviatã, o contrato social só
é possível em função de uma lei da natureza que ex- 15. A Constituição da República dispõe que são Po-
presse, segundo o autor, a própria ideia de justiça. deres da União, independentes e harmônicos en-
Assinale a opção que, segundo o autor na obra em tre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário. Nesse
referência, apresenta esta lei da natureza. contexto, destaca-se que:

A) Tratar igualmente os iguais e desigualmente os A) Não há exclusividade no exercício das funções pelos
desiguais. Poderes, podendo, por exemplo, o Judiciário, afora sua
B) Dar a cada um o que é seu. função típica (jurisdicional), praticar atos no exercício de
C) Que os homens cumpram os pactos que celebrem. função normativa, como a elaboração dos regimentos
D) Fazer o bem e evitar o mal. internos dos Tribunais.
B) Há exclusividade no exercício das funções legislati-
12. Segundo Norberto Bobbio, na obra Teoria do Or- va, administrativa e jurisdicional, respectivamente, pelos
denamento Jurídico, em cada grau normativo dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, em respeito
ordenamentos estatais modernos encontra-se nor- ao princípio constitucional da separação dos Poderes.
SIMULADO 2
C) Há exclusividade no exercício das funções legislativa B) Realizar o controle concentrado de constitucionalida-
e administrativa, respectivamente, pelos Poderes Legis- de e declarar, com eficácia erga omnes, a inconstitucio-
lativo e Executivo, mas a função jurisdicional, em nível nalidade da norma estadual.
municipal, é exercida, em regra, pelo Poder Legislativo. C) Encaminhar os autos ao Tribunal Pleno para que
D) Não há exclusividade no exercício das funções pelos este, realizando o controle difuso, decida sobre a cons-
Poderes, podendo, por exemplo, o Executivo, afora sua titucionalidade, ou não, da norma estadual.
função típica (administrativa), praticar atos no exercício D) Suspender o julgamento até que o Supremo Tribunal
de função jurisdicional, como impeachment de membro Federal, guardião da Constituição, decida sobre a valida-
do Legislativo. de, ou não, da norma estadual.

16. Considerando os sucessivos escândalos de corrup- 18. Pedro é brasileiro nato e vive há quinze anos na
ção verificados no Estado da Confusão, a Assembleia Espanha. Em determinado momento, foi editada
Legislativa promulgou uma emenda à Constituição uma lei em tal País que exigia a naturalização dos
Estadual que veiculou um extenso rol de “infrações estrangeiros ali residentes há mais de dez anos para
político-administrativas” passíveis de serem pratica- que pudessem permanecer em seu território. Em
das pelo Governador do Estado. Foi previsto que o razão dessa exigência, Pedro requereu e teve defe-
julgamento, de natureza política, seria realizado pela rida a nacionalidade Espanhola. À luz da sistemática
Assembleia Legislativa, sendo cominadas as sanções constitucional, é correto afirmar que Pedro:
de perda da função e inabilitação para o exercício de
outra função pública. À luz da Constituição da Repú- A) Somente não perderia a nacionalidade brasileira caso
blica, é correto afirmar que essa emenda é: fosse naturalizado estrangeiro por força de lei do res-
pectivo País, sem qualquer requerimento nesse sentido.
A) Constitucional, pois cada Estado da Federação, por B) Somente não perderia a nacionalidade brasileira se
força do princípio da simetria, tem competência para estivesse no estrangeiro, de maneira impositiva, a servi-
dispor sobre as infrações político-administrativas afetas ço da República Federativa do Brasil.
às suas autoridades. C) Não perderá a nacionalidade brasileira, pois a natura-
B) Inconstitucional, pois somente a Constituição da Re- lização foi imposta, pela norma estrangeira, como con-
pública pode veicular normas relacionadas às infrações dição para permanência no território do respectivo País.
político-administrativas. D) Não perderá a nacionalidade brasileira, pois a hipó-
C) Constitucional, pois os Estados possuem delegação tese versa sobre reconhecimento de nacionalidade ori-
expressa da União para definir os crimes de responsabili- ginária pela lei estrangeira.
dade e estabelecer as normas de processo e julgamento.
D) Inconstitucional, pois compete privativamente à 19. Foi promulgada a Lei 123/16, que exigia o exercí-
União legislar sobre crimes de responsabilidade e esta- cio, pelo Chefe do Poder Executivo, do seu poder re-
belecer as normas de processo e julgamento. gulamentar. O regulamento foi editado e um grupo
de cinco Deputados Federais e de cinco Senadores
17. Ao julgar determinado recurso de apelação, uma de oposição entendeu que ele exorbitou, em muito,
Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado da a seara reservada ao regulamento, tendo chegado
Aprovação entendeu que a norma estadual que em- ao extremo de contrariar a própria lei. À luz da siste-
basava a pretensão do autor destoava da Constitui- mática constitucional, a providência a ser adotada
ção Federal. À luz da sistemática constitucional vi- pelos parlamentares é:
gente, é correto afirmar que a Câmara Cível deveria:
A) Requerer, ao Congresso Nacional, a sustação do ato
A) Realizar o controle difuso de constitucionalidade e regulamentar.
declarar, com eficácia para o caso concreto, a inconsti- B) Ajuizar uma ação direta de inconstitucionalidade, pe-
tucionalidade da norma estadual. rante o Supremo Tribunal Federal.

INTENSIVO
- RAIO X DOS TEMAS MAIS COBRADOS

- DICAS EM ÁUDIO (PODCAST) - CERS NO BOLSO

VAMOS - REALIZAÇÃO DE 03 SIMULADOS - ADVERUM

- PLANTÃO DE DÚVIDAS ONLINE

JUNTOS 100 ESTUDE AGORA


HORAS AULA ACESSE CERS.COM.BR
SIMULADO 2
C) Requerer ao Senado Federal que instaure um pro- D) Não prevê expressamente instrumentos ou órgãos
cesso por crime de responsabilidade. próprios para sua aplicação compulsória.
D) Requerer à Câmara dos Deputados que suspenda os
efeitos do regulamento.
DIREITO INTERNACIONAL
BRUNO VIANA
DIREITOS HUMANOS
FLAVIA BAHIA 23. Sobre os limites da jurisdição nacional e a nova
legislação processual brasileira, assinale a alternati-
20. A Lei nº 13.146/2015 − Estatuto da Pessoa com va incorreta:
Deficiência, bem como as alterações por ela produ-
zidas na legislação esparsa vigente, prevê: A) Compete à autoridade judiciária brasileira, com ex-
clusão de qualquer outra: em divórcio, separação judi-
A) A existência de residências inclusivas, voltadas essen- cial ou dissolução de união estável, proceder à partilha
cialmente a idosos e localizadas em áreas residenciais de bens situados no Brasil, ainda que o titular seja de
da comunidade, com estruturas adequadas, sem apoio nacionalidade estrangeira ou tenha domicílio fora do
psicossocial interno, visando a autonomia do indivíduo. território nacional.
B) Que a deficiência não afeta, em regra, a plena capa- B) A ação proposta perante tribunal estrangeiro induz
cidade civil da pessoa, inclusive para exercer o direito litispendência e obsta a que a autoridade judiciária
à fertilidade, orientando a esterilização compulsória so- brasileira conheça da mesma causa e das que lhe são
mente para casos devidamente fundamentados de sín- conexas, ressalvadas as disposições em contrário de
dromes genéticas. tratados internacionais e acordos bilaterais em vigor
C) O dever de garantir a capacitação inicial e continuada no Brasil.
aos profissionais que prestam assistência à pessoa com C) A pendência de causa perante a jurisdição brasileira
deficiência, especialmente em serviços de habilitação e não impede a homologação de sentença judicial estran-
de reabilitação. geira quando exigida para produzir efeitos no Brasil.
D) A extensão de todos os direitos relativos ao aten- D) Não se aplica cláusula de eleição de foro exclusivo
dimento prioritário da pessoa com deficiência ao seu estrangeiro em contrato internacional, arguida pelo réu
acompanhante. na contestação; quando se tratar das hipóteses de com-
petência internacional exclusiva previstas no CPC.
21. O Pacto Internacional dos Direitos Econômicos,
Sociais e Culturais entrou em vigor no ano de 1976 e 24. Sobre os elementos de conexão no Brasil esta-
é considerado um relevante instrumento dos direi- belecidos na Lei de Introdução a Norma dos Direitos
tos humanos, especialmente por: Brasileiros, assinale a afirmativa incorreta.

A) Ser reconhecido como um documento que venceu a A) A lei do país em que domiciliada a pessoa determina
resistência de vários Estados e mesmo a doutrina que as regras sobre o começo e o fim da personalidade, o
viam os direitos sociais em sentido amplo como sendo nome, a capacidade e os direitos de família.
meras recomendações ou exortações. B) Para qualificar os bens e regular as relações a eles
B) Que a previdência social, apesar de não prevista no concernentes, aplicar-se-á a lei do país em que estive-
pacto, está no protocolo facultativo. rem situados.
C) Ser um relevante documento, mas omitiu-se quanto ao C) Para qualificar e reger as obrigações, aplicar-se-á a lei
direito de greve, não tratando deste relevante direito social. do país em que se constituírem.
D) Ser um importante documento, mas não goza de ne- D) Tendo os nubentes domicílio diverso, regerá os ca-
nhum tipo de mecanismo de monitoramento. sos de invalidade do matrimônio a lei do local de cele-
bração do matrimônio.
22. A Declaração Universal dos Direitos Humanos

A) Não apresenta força jurídica vinculante, entretanto DIREITO TRIBUTÁRIO


consagra a ideia de que, para ser titular de direitos, a pes- JOSIANE MINARDI
soa deve ser nacional de um Estado-membro da ONU.
B) Prevê expressamente a proteção ao meio ambiente 25. Sobre as garantias e privilégios atribuídos
como um direito de todas as gerações, bem como repu- aos créditos tributários, assinale a afirmativa
dia o trabalho escravo, determinando sanções econô- INCORRETA.
micas aos Estados que não o combaterem.
C) É uma declaração de direitos que deve ser respeita- A) O crédito tributário prefere a qualquer outro, seja
da pelos Estados signatários, mas, devido ao fato de não qual for sua natureza ou o tempo de sua constituição,
ter a forma de tratado ou convenção, não implica vincu- ressalvados os créditos decorrentes da legislação do
lação desses Estados. trabalho ou do acidente do trabalho.
SIMULADO 2
B) Na falência, o crédito tributário não prefere ao crédito A) Incorreto o prazo recursal, que é em dobro para re-
com garantia real, até o limite do valor do bem gravado. correr, bem como o fundamento do patrimônio, pois a
C) Não se presume fraudulenta a alienação ou onera- autarquia tem patrimônio próprio.
ção de bens ou rendas, ou seu começo, por sujeito pas- B) Correto tanto o prazo recursal, como o argumento
sivo em débito para com a Fazenda Pública, por crédito relativo ao patrimônio.
tributário regularmente inscrito como dívida ativa. C) Correto o prazo recursal, mas incorreto o fundamento
D) A natureza das garantias atribuídas ao crédito tribu- do patrimônio, pois a autarquia tem patrimônio próprio.
tário não altera a natureza deste nem a da obrigação D) Incorreto o prazo recursal, que, na hipótese, é prazo
tributária a que corresponda. simples, mas correto o fundamento do patrimônio.

26. NÃO é causa extintiva do crédito tributário: 30. Marcilio, servidor público federal e chefe de de-
terminada repartição pública, convalidou ato admi-
A) Depósito do seu montante integral. nistrativo ilegal, haja vista conter nulidade relativa,
B) Consignação em pagamento. suprindo, assim, vício existente no mencionado ato.
C) Remissão. Já Ana, também servidora pública federal, revogou
D) Transação. ato administrativo com vício de motivo. A propósito
do ocorrido nas duas hipóteses:
27. Suponha que um Município “X”, em agosto de
2015, altere a legislação tributária para prever a ma- A) A convalidação não se destina a atos administrativos
joração do prazo de recolhimento do ISS (Imposto ilegais, sendo seu efeito sempre ex nunc.
Sobre Serviço). Nesse contexto, é correto afirmar, a B) A revogação é possível no caso narrado, mas se dará
respeito da correta aplicação do princípio constitu- com efeitos ex tunc.
cional da anterioridade, que: C) No primeiro caso, a convalidação ocorrerá com efei-
tos retroativos à data em que o ato administrativo foi
A) A alteração de prazo para recolhimento de tributo praticado.
não se submete ao princípio da anterioridade, seja a an- D) A revogação é possível no caso narrado, mas se dará
terioridade geral ou nonagesimal. com efeitos ex nunc.
B) A alteração de prazo submete-se apenas ao princípio
da anterioridade nonagesimal, não se aplicando o prin- 31. Determinada sociedade de economia mista, ex-
cípio da anterioridade geral. ploradora de atividade econômica, necessita contra-
C) A alteração do prazo submete-se apenas ao princípio tar serviços técnico-especializados de consultoria fi-
da anterioridade geral, aplicando-se no exercício finan- nanceira para estruturação de projetos estratégicos
ceiro seguinte ao que foi publicada a lei. no setor de energia renovável. Considerando a na-
D) A alteração do prazo submete-se ao princípio da anterio- tureza singular do objeto, a empresa pretende con-
ridade geral e anterioridade nonagesimal, conjuntamente. tratar referidos serviços diretamente no mercado,
sem a realização de prévio procedimento licitatório.
28. Qual a ordem de hierarquia na integração da le- De acordo com as disposições da Lei nº 8.666/93, tal
gislação tributaria? pretensão afigura-se:

A) A analogia; os princípios gerais de direito público; os A) Cabível, configurando hipótese de dispensa de licita-
princípios gerais de direito tributário e a equidade. ção, prevista para contratos que tenham objeto de tal
B) A analogia; os princípios gerais de direito tributário, natureza.
os princípios gerais de direito público e a equidade. B) Cabível, dado o regime jurídico a que se submete a
C) Os princípios gerais de direito tributário, os princípios empresa, o qual afasta a necessidade de licitação para
gerais de direito público; a analogia e equidade. contratação de obras e serviços.
D) Os princípios gerais de direito tributário; os princí- C) Descabida, inexistindo hipótese legal para afastar a
pios gerais de direito público; a equidade e a analogia. licitação para serviços técnico-especializados, que de-
vem ser contratados mediante concurso.
D) Possível, desde que a empresa contratada demons-
DIREITO ADMINISTRATIVO tre notória especialização e haja compatibilidade de
MATHEUS CARVALHO preços com o mercado.

29. Determinada autarquia do Estado do Mato Gros- 32. Considere a seguinte situação hipotética: em
so foi condenada a pagar indenização a um de seus determinado Município do Estado do Mato Grosso
servidores. Após a condenação, utilizou-se do prazo houve grandes deslizamentos de terras provocados
em quádruplo para recorrer, e, na fase de execução por fortes chuvas na região, causando o soterra-
da condenação, alegou a impossibilidade de arcar mento de casas e pessoas. O ente público foi con-
com a indenização por não ter patrimônio próprio. denado a indenizar as vítimas, em razão da ausên-
A propósito dos fatos: cia de sistema de captação de águas pluviais que,
SIMULADO 2
caso existisse, teria evitado o ocorrido. Nesse caso, DIREITO AMBIENTAL
a condenação está: FREDERICO AMADO

A) Correta, tratando-se de típico exemplo da responsa- 35. Assinale a alternativa que apresenta uma moda-
bilidade disjuntiva do Estado. lidade de unidade de conservação que apenas po-
B) Incorreta, por ser hipótese de exclusão da responsa- derá ser de propriedade privada:
bilidade em decorrência de fator da natureza.
C) Correta, haja vista a omissão estatal, aplicando-se a A) Estação ecológica
teoria da culpa do serviço público. B) Área de proteção ambiental.
D) Correta, no entanto, a responsabilidade estatal, no C) Reserva particular do patrimônio natural.
caso, deve ser repartida com a da vítima. D) Reserva da fauna.

33. Carlos Eduardo, servidor público estadual e che- 36. Sobre as responsabilidades ambientais, assinale
fe de determinada repartição pública, adoeceu e, a alternativa CORRETA:
em razão de tal fato, ficou impossibilitado de com-
parecer ao serviço público. No entanto, justamente A) Mesmo antes da Constituição Federal de 1988, a res-
no dia em que o mencionado servidor faltou ao ser- ponsabilidade civil por danos ambientais já era objetiva
viço, fazia-se necessária a prática de importante ato por força da Lei da Política Nacional do Meio Ambiente,
administrativo. Em razão do episódio, Joaquim, ser- que ainda vigora.
vidor público subordinado de Carlos Eduardo, pra- B) De acordo com o entendimento dominante do STF, a
ticou o ato, vez que a lei autorizava a delegação. O pessoa jurídica poderá ser paciente em ação de habe-
fato narrado corresponde a típico exemplo do poder as corpus.
C) O responsável pela reparação do dano ambiental é
A) Disciplinar. aquele que diretamente o causa, não sendo responsá-
B) De polícia. vel o poluidor indireto.
C) Regulamentar. D) Em regra, a competência para processar e julgar um
D) Hierárquico. crime ambiental será da Justiça Federal.

34. A União Federal celebrou contrato administrati-


vo com a empresa vencedora de determinado proce- DIREITO CIVIL
dimento licitatório para a construção de importante LUCIANO FIGUEIREDO
obra pública. No entanto, no curso da execução con-
tratual, houve a paralisação da obra, sem justa causa e 37. Sobre as incapacidades, assinale a alternativa
sem prévia comunicação à Administração, razão pela correta:
qual foi determinada a rescisão do contrato adminis-
trativo por ato unilateral e escrito da Administração. A) Os excepcionais sem desenvolvimento mental
Uma das consequências da rescisão contratual será completo são relativamente incapazes para os atos
a retenção dos créditos decorrentes do contrato até da vida civil.
B) Analisando o Código Civil, percebe-se dentre as cau-
A) 100% do valor contratual, isto é, serão retidos todos os sas de emancipação está a união estável.
créditos ainda existentes, sem qualquer limitação de valor. C) Aqueles que por causa transitória ou permanente
B) Metade do valor contratual, independentemente de não puderem exprimir a sua vontade são relativamente
prejuízos eventualmente causados à Administração. incapazes para os atos da vida civil.
C) O limite dos prejuízos causados à Administração. D) O tutor poderá emancipar o tutelado, que tenha ao
D) 90% do valor contratual, pois destinam-se ao paga- menos 16 anos completos, através de escritura pública.
mento de todos os valores devidos à Administração.

PÓS-GRADUAÇÃO EAD ESTUDE COM


OS MAIORES
ESTÁCIO + CERS JURISTAS DO PAÍS.

NOVAS TURMAS E GANHE UM CURSO DE


2017.2 MATRICULE-SE
PRÁTICA JURÍDICA
INÍCIO
IMEDIATO! ACESSE POSESTACIO.CERS.COM.BR
SIMULADO 2
38. João foi casado com Ana. Durante o enlace ma- A) O proprietário pode conceder a outrem o direito de
trimonial tiveram um filho, de nome Paulo e hoje construir, mas não o de plantar, em seu terreno, por
com 19 anos de idade. Conhecedor do fato de que tempo determinado, mediante escritura pública devida-
João arca, mensalmente, com pensionamento ali- mente registrado no cartório de registro de imóveis.
mentar de Paulo no valor de R$ 2.000,00 (dois mil B) O direito de superfície autoriza obra no subsolo, em
reais), assinale a alternativa correta: regra.
C) A concessão da superfície deverá ser onerosa, não se
A) Com a maioridade já é possível a João, automatica- admitindo concessão gratuita.
mente, paralisar o pagamento do pensionamento ali- D) O superficiário responderá pelos encargos e tributos
mentar de Paulo, pois se presume a possibilidade de que incidirem sobre o imóvel.
autossuficiência de Paulo.
B) Após a maioridade os alimentos seguem devidos,
sendo necessário contraditório, nos mesmos autos ou DIREITO CIVIL
em autos apartados, para o seu cancelamento. CRISTIANO SOBRAL
C) Os alimentos devidos a filhos maiores tem como base
o poder familiar, o qual se projeta para após a maiori- 42. Cícero enviou proposta de celebração de contra-
dade civil. to de prestação de serviços para Célio, estabelecen-
D) Acaso Paulo necessite de majoração dos valores, por do um prazo de cinco dias para a resposta. Fez cons-
aumento de sua necessidade, não será viável o pedido tar da proposta que o contrato estará celebrado na
de revisão dos alimentos, haja vista o trânsito em julga- hipótese de Célio deixar de emitir resposta no pra-
do da decisão. zo assinalado. Caso Célio realmente não responda à
proposta, pode- se afirmar que:
39. Acerca do direito sucessório, assinale a alterna-
tiva correta: A) Não houve formação do contrato.
B) Houve formação do contrato em decorrência da ma-
A) Segundo recente entendimento do Supremo Tribu- nifestação presumida da vontade de Célio.
nal Federal, o regime sucessório do companheiro é di- C) Houve formação do contrato em decorrência da ma-
verso do cônjuge, não se aplicando, neste caso, isono- nifestação tácita da vontade de Célio.
mia e igualdade de modelos, haja vista a especificidade D) Houve formação do contrato em decorrência da ma-
normativa do Código Civil. nifestação expressa da vontade de Célio.
B) O cônjuge sobrevivente apenas concorrerá com os
ascendentes do de cujus se o regime de bens do casa- 43. Juliana faleceu aos oito anos de idade, após ter
mento for o da comunhão universal. sido atropelada por um veículo oficial do Ministério
C) Na herança dos colaterais, concorrendo um irmão bi- da Fazenda. Os pais da criança, pessoas humildes e
lateral com um unilateral, este herdará metade do que de baixa renda, ajuizaram ação contra a União, reque-
couber àquele. rendo indenização por danos materiais consistentes
D) A lei que regulará o sucessão é a da época do ajuiza- no pagamento de pensão mensal. Com relação a essa
mento da ação de inventário e partilha. situação hipotética, assinale a opção correta.

A) A pensão mensal será devida aos pais da vítima a


DIREITO CIVIL partir do dia em que esta completaria quatorze anos
ROBERTO FIGUEIREDO de idade.
B) A pensão mensal no valor de dois terços do salário
40. No que diz respeito ao tema do usufruto, assina- mínimo será devida aos pais da vítima desde a data do
le a alternativa correta. falecimento desta.
C) A pensão mensal arbitrada somente deixará de ser
A) O usufruto é direito real na coisa alheia que pode re- paga quando ocorrer o óbito dos pais da vítima.
cair exclusivamente sobre bem imóvel, abrangendo-lhe, D) Gratificação natalina e décimo terceiro salário não fa-
no todo ou em parte, os frutos e utilidades. rão parte da pensão fixada a título de indenização.
B) O usufruto de imóveis se constitui, em qualquer hi-
pótese, mediante registro no cartório de imóveis.
C) Em regra, o usufruto não se estende aos acessórios ECA
da coisa. CRISTIANE DUPRET
D) Não se pode transferir o usufruto por alienação, mas
o exercício do usufruto pode ser cedido por título gra- 44. Pablo, adolescente de 15 (quinze) anos, subtraiu
tuito ou oneroso. para si uma bolsa contendo documentos pessoais,
aparelho de telefone celular e dinheiro em espécie
41. Considerando a disciplina sobre o direito de su- da idosa Joana, em via pública, no Centro do Rio de
perfície no Código Civil, assinale a assertiva correta. Janeiro, mediante grave ameaça pelo emprego de
SIMULADO 2
arma de fogo e violência consistente em uma coro- 47. Após introduzir no mercado de consumo um de-
nhada na cabeça da vítima. Policiais Militares foram terminado modelo de liquidificador, sua fabricante
alertados e, após diligência que durou uma hora, descobre que, funcionando na potência máxima por
encontraram o menor com os objetos da vítima e mais de cinco minutos, o aparelho pode vir a explo-
com a arma de fogo. O menor foi levado à delegacia, dir. Nesse caso:
onde foram adotadas as medidas de praxe, inclu-
sive sendo juntado documento informando que o A) Compete a todos os entes federados que tomarem
adolescente já cometera outros três atos ilícitos nas conhecimento da periculosidade do produto informar
mesmas circunstâncias. Ao receber o procedimento os consumidores a respeito.
e cumpridas as formalidades legais, o Promotor de B) O fornecedor deverá imediatamente, no prazo máxi-
Justiça da Infância e Juventude deverá: mo de 60 dias contados da ciência do fato, comunicar a
periculosidade do produto às autoridades competentes
A) oferecer denúncia em face de Pablo e requerer sua e aos consumidores, mediante anúncios publicitários a
prisão preventiva. serem veiculados na imprensa, rádio e televisão.
B) oferecer denúncia em face de Pablo e requerer o re- C) Compete ao fornecedor comunicar o perigo às au-
laxamento de sua prisão em flagrante. toridades competentes e aos consumidores, mediante
C) oferecer representação pela prática de ato infracio- anúncios publicitários às expensas da União.
nal em face de Pablo e requerer sua prisão preventiva. D) Desde que o fornecedor alerte sobre o perigo na for-
D) oferecer representação pela prática de ato infracional ma prevista na lei, ficará isento de responsabilidade pe-
em face de Pablo e requerer sua internação provisória. rante consumidores por conta da explosão do apare-
lho, mas apenas em relação aos fatos ocorridos após a
45. João, de forma livre e consciente, disponibilizou, divulgação do alerta.
por meio de publicação em seu site na internet, ví-
deo contendo cena de sexo explícito envolvendo
adolescente. De acordo com o ordenamento jurídi- DIREITO EMPRESARIAL
co, João cometeu crime previsto: FRANCISCO PENANTE

A) No Estatuto da Criança e do Adolescente, cuja pena é 48. No que se refere ao Direito Societário, analise
de reclusão de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa. as alternativas seguintes e marque a opção correta.
B) No Estatuto da Criança e do Adolescente, cuja pena I – A sociedade será considerada empresária quando
é de detenção de 4 (quatro) a 10 (dez) anos, e suspen- tiver por objeto o exercício de atividade própria de
são do site. empresário sujeito a registro, e simples as demais.
C) No Código Penal por estupro, cuja pena é de reclusão II – No exercício da atividade empresarial, os sócios
de 6 (seis) a 12 (doze) anos, e suspensão do site. de sociedade em comum podem provar a existência
D) Na Lei do Marco Civil da Internet, cuja pena é de re- da sociedade de qualquer modo, inclusive através
clusão de 4 (quatro) a 10 (dez) anos, e suspensão do site. de testemunhas, no entanto, apenas através de do-
cumentos os terceiros podem fazê-lo.
III – Os atos constitutivos de sociedade empresária
DIREITO DO CONSUMIDOR serão inscritos no Registro Civil das Pessoas Jurídi-
CRISTIANO SOBRAL cas do local de sua sede.
Está correto o que se afirma em:
46. Assinale a alternativa correta, no que concerne
aos vícios de quantidade do produto. A) I e III.
B) II.
A) O fabricante responde objetivamente e o comercian- C) I, II e III.
te subsidiariamente. D) I.
B) O consumidor poderá exigir, à sua escolha, a substi-
tuição do produto por outro da mesma espécie, marca 49. Além do próprio devedor, pode requerer a falên-
ou modelo, sem os aludidos vícios ou de qualidade su- cia deste:
perior, sem custos adicionais.
C) O consumidor poderá exigir a restituição imediata da A) O cônjuge supérstite.
quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo B) A Fazenda Pública.
de eventuais perdas e danos, somente quando impossí- C) O Ministério Público.
vel a substituição do produto. D) Nenhum dos acima elencados.
D) O fornecedor imediato será responsável objeti-
vamente quando fizer a pesagem ou a medição e o 50. A transformação de uma sociedade:
instrumento utilizado não estiver aferido segundo os
padrões oficiais. A) Depende de dissolução da sociedade e obedecerá
aos preceitos reguladores da constituição e inscrição
SIMULADO 2
próprios do tipo em que vai converter-se. A) É obrigado a inscrever-se perante o Registro Civil de
B) Prejudica os direitos dos credores, razão pela qual Pessoas Jurídicas.
deve ser prevista no ato constitutivo. B) Não pode constituir Empresa Individual de Respon-
C) Depende do consentimento de todos os sócios, ain- sabilidade Limitada.
da que prevista no contrato social. C) Pode requerer inscrição no registro público de em-
D) Não modifica os direitos dos credores e depende do presas mercantis.
consentimento de todos os sócios, salvo se prevista no D) Está obrigado a se inscrever no registro público de
contrato social, tendo o sócio dissidente a opção de re- empresas mercantis.
tirar-se da sociedade.

51. Pedro e Letícia são noivos e pretendem se casar PROCESSO CIVIL


adotando o regime de separação de bens mediante ANDRÉ MOTA
celebração de pacto antenupcial. Pedro é empresá-
rio individual e titular do estabelecimento Restau- 53. Petrônio, maior e capaz, correntista do Banco
rante Arco Noturno Ltda. ME. Uma vez celebrado, Dinheiro Fácil, ao verificar o extrato da sua conta-
deve ser providenciado o arquivamento e a averba- -corrente, constata a realização de vários descontos
ção do pacto antenupcial: relativos à cobrança de taxas abusivas, razão pela
qual ingressa com ação de indenização por dano
A) No Registro Público de Empresas Mercantis e a publi- material em face da referida instituição financeira.
cação na imprensa oficial. No entanto, antes mesmo da citação da sociedade
B) No Registro Público de Empresas Mercantis e no Re- ré, Petrônio apresenta petição requerendo a desis-
gistro Civil de Pessoas Naturais. tência do feito. A partir do caso apresentado, assi-
C) No Registro Civil de Pessoas Naturais e a publicação nale a afirmativa correta.
na imprensa oficial.
D) No Registro Público de Empresas Mercantis e no Re- A) Depois de ajuizada a demanda, não há mais possibi-
gistro Civil de Títulos e Documentos. lidade de requerer a desistência.
B) Tendo em vista que a causa versa sobre direito indis-
52. Célio, produtor rural, desempenha atividades ponível, poderá o juiz, de ofício, dar prosseguimento ao
agrícolas em pequeno sítio localizado no interior feito, determinando a citação da instituição financeira
do estado de Santa Catarina, trabalhando exclusi- para que apresente, no prazo de 15 dias, sua resposta.
vamente com extração vegetal. A atividade rural C) Diante da desistência unilateral do autor da ação, ope-
constitui, pois, sua principal profissão. Neste senti- rar-se-á a extinção do processo sem resolução do mérito.
do, Célio: D) A desistência somente produzirá efeitos, extinguindo
o processo, se houver o prévio consentimento do Banco.

50 aulas de teoria e
resolução de questões
INTENSIVO com os principais pontos
VAMOS JUNTOS abordados no Exame de
forma objetiva e dinâmica.

27 aulas de resolução de
QUESTÕES questões interdisciplinares,
INTERDISCIPLINARES trabalhando uma
tendência da FGV para as
próximas provas.

MELHOR CUSTO-BENEFÍCIO
9 horas de aulas ao vivo
REVISAÇO de revisão das principais
disciplinas com dicas
ESTUDE AGORA ONLINE especiais, às vésperas da
ACESSE CERS.COM.BR prova para a OAB.
SIMULADO 2
54. Fábio, advogado, acaba de apresentar pedido de A) A impossibilidade jurídica é uma das condições da ação.
medida cautelar em caráter antecedente a favor do B) A jurisdição civil é exercida pelos juízes e tribunais em
seu cliente. Conclusos os autos, o juiz percebeu que, todo o território nacional.
na verdade, o pedido tem natureza antecipada. De C) Para postular em juízo é necessário ter interesse e
acordo com a situação hipotética: legitimidade.
D) Ninguém poderá pleitear em nome próprio direi-
A) O juiz deverá indeferir a medida requerida, extinguin- to alheio, salvo quando autorizado pelo ordenamento
do o processo sem resolução de mérito, já que não es- jurídico.
tão preenchidos os requisitos legais.
B) O juiz deverá deferir a medida cautelar, dada a ur- 58. A respeito da capacidade processual estabe-
gência requerida no caso. lecida pela Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015,
C) Preenchidos os requisitos, o juiz deverá deferir a tute- considere:
la antecipada, seguindo-se com o procedimento relativo I–O juiz nomeará curador especial ao réu preso re-
à tutela antecipada requerida em caráter antecedente. vel, bem como ao réu revel citado por edital ou com
D) O juiz determinará que o autor emende a petição ini- hora certa, enquanto não for constituído advogado.
cial, sob pena de indeferimento. II–O cônjuge necessitará do consentimento do ou-
tro para propor ação que verse sobre direito real
55. João ajuíza ação de divórcio em face de Maria e, imobiliário, salvo quando casados sob o regime de
por equívoco, o feito é distribuído para um juízo de separação absoluta de bens.
feitos comerciais. Dada a situação hipotética, assi- III–A União será representada em juízo, ativa e pas-
nale a alternativa correta. sivamente, pela Advocacia-Geral da União, direta-
mente ou mediante órgão vinculado.
A) Trata-se de hipótese de incompetência relativa, sen- IV–Os Estados e o Distrito Federal poderão ajustar
do certo que, se não alegada, haverá prorrogação de compromisso recíproco para prática de ato proces-
competência. sual por seus procuradores em favor de outro ente
B) O juízo é absolutamente incompetente, mas a incom- federado, mediante convênio firmado pelas respec-
petência somente poderá ser suscitada mediante exce- tivas procuradorias.
ção, sob pena de preclusão. Está correto o que se afirma apenas em:
C) Trata-se de incompetência absoluta, a qual pode ser
declarada de ofício, suscitada como preliminar de con- A) Apenas as afirmativas I, II e III.
testação ou, ainda, por simples petição em qualquer B) Apenas as afirmativas II, III e IV.
tempo e grau de jurisdição. C) Apenas as afirmativas I e IV.
D) O juízo é relativamente incompetente, devendo a D) Todas as afirmativas estão corretas.
incompetência ser suscitada mediante preliminar de
contestação.
DIREITO PENAL
CRISTIANE DUPRET
PROCESSO CIVIL
SABRINA DOURADO 59. Mauro e Fernando, mediante emprego de simu-
lacro de arma de fogo, abordaram o casal Paulo e
56. Sobre a competência interna, de acordo com o Lucia, que conversavam na porta de um caixa eletrô-
Código de Processo Civil, é correto afirmar: nico. Após anunciarem o assalto, subtraíram os reló-
gios de cada uma das vítimas, bem como a bolsa de
A) Prorrogar-se-á a competência relativa se o réu não Lucia e a mochila de Paulo. Empreenderam os agen-
alegar a incompetência em preliminar de contestação. tes fuga de imediato, vindo a ser presos 30 minutos
B) A ação possessória imobiliária será proposta no foro após os fatos, tendo em vista que os policiais saíram
de situação da coisa, podendo o autor, contudo, optar à procura dos agentes a partir da descrição de suas
pelo foro do domicílio do réu ou de eleição. características pelas vítimas. Diante desse quadro
C) Tramitando processo de recuperação judicial na Jus- fático, o Ministério Público, atento à jurisprudência
tiça Estadual, os autos serão remetidos ao juízo federal atualmente prevalente nos Tribunais Superiores,
competente no caso de intervenção de uma determina- deverá denunciar Mauro e Fernando pela prática de:
da empresa pública federal.
D) A citação válida torna prevento o juízo e, ainda quan- A) Um crime de roubo majorado pelo concurso de
do ordenada por juiz incompetente, constitui em mora agentes, consumado.
o devedor e interrompe a prescrição. B) Dois crimes de roubo majorados pelo concurso de
agentes, consumados.
57. Com relação à função jurisdicional (jurisdição e C) Dois crimes de roubo duplamente majorados pelo
ação), as assertivas abaixo estão corretas, EXCETO: concurso de agentes e pelo emprego de arma de fogo,
tentados.
SIMULADO 2
D) Dois crimes de roubo duplamente majorados pelo C) Crime de comunicação falsa de crime.
concurso de agentes e pelo emprego de arma de fogo, D) Fato criminal atípico.
consumados.
62. Marcos e Paula decidiram divorciar-se em 25 de
60. No dia 11/01/2010, Jean, nascido em 11/01/1992, outubro de 2013, tendo Marcos deixado a residên-
praticou um crime de furto simples, razão pela qual cia do casal no mesmo dia. Em novembro desse ano,
foi denunciado como incurso nas sanções do Art. durante uma discussão sobre a partilha de bens a
155, caput, do Código Penal. Em 25/01/2010, foi a ser feita, Marcos agrediu Paula fisicamente, causan-
inicial acusatória recebida, não sendo cabível a sus- do-lhe lesões corporais, ainda que leves. Paula re-
pensão condicional do processo. Após o regular pro- gistrou a ocorrência imediatamente na Delegacia de
cessamento do feito, diante da confissão de Jean, foi Atendimento à Mulher, mas posteriormente se ar-
o mesmo condenado à pena mínima de um ano de rependeu e optou por se retratar da representação
reclusão, sendo a sentença condenatória publicada feita, por meio de petição apresentada por seu ad-
em 01/03/2012 e transitando em julgado. Jean dá vogado. O procedimento foi enviado ao Ministério
início ao cumprimento da pena em 02/01/2014. Público, o qual, por sua vez, ofereceu denúncia con-
Considerando a situação exposta, assinale a afirma- tra Marcos, pela prática do crime descrito no Artigo
tiva correta. 129, caput, na forma do seu § 9º, ambos do Código
Penal, a despeito de ter Paula se retratado da acu-
A) Ocorreu a prescrição da pretensão punitiva do Esta- sação anteriormente realizada.
do, devendo ser reconhecida a extinção da punibilidade. Sobre a hipótese, é correto afirmar que:
B) Ocorreu a prescrição da pretensão executória do Esta-
do, devendo ser reconhecida a extinção da punibilidade. A) O Ministério Público não poderia ter denunciado
C) Não ocorreu a extinção da punibilidade, pois não foi Marcos, pois o crime em questão é de ação penal de ini-
ultrapassado o prazo de quatro anos entre os marcos ciativa pública condicionada à representação.
interruptivos da prescrição. B) Antes de oferecer denúncia contra Marcos, o Minis-
D) Não ocorreu a extinção da punibilidade, pois não foi tério Público deveria ter requerido a designação de au-
ultrapassado o prazo de três anos entre os marcos in- diência especial, para se certificar de que Paula efetiva-
terruptivos da prescrição. mente desejava se retratar da representação oferecida.
C) O crime de lesão corporal seja qual for a sua mo-
61. Após constatar a subtração de grande quantia dalidade, quando aplicada a Lei Maria da Penha (Lei
em dinheiro do seu escritório profissional, João Car- 11.340/2016) é de ação penal pública incondicionada,
los promoveu o devido registro na Delegacia pró- devendo o Ministério Público oferecer denúncia, inde-
pria, apontando como autor do fato o empregado pendentemente do oferecimento de retratação, pela
Lúcio, já que possuía razões para desconfiar dele, suposta vítima.
por ser o único que sabia da existência do dinheiro D) A hipótese não é de violência doméstica, pois Marcos
no cofre do qual foi subtraído. Instaurado o respec- e Paula não coabitavam mais ao tempo em que foi pra-
tivo inquérito policial, Lúcio foi ouvido e comprovou ticado o crime de lesão corporal.
não ter sido ele o autor da subtração, reclamando
do constrangimento que passou com o seu indevido 63. Maria, multireincidente em crimes patrimoniais,
indiciamento. Por falta de justa causa, o inquérito quando em gozo de livramento condicional, convida
foi arquivado a requerimento do Ministério Público. sua filha Julia, de 15 anos de idade, com anterior pas-
Diante da situação narrada, é correto afirmar que a sagem pelo juízo da Infância e Juventude, para juntas
conduta de João Carlos configura: subtraírem protetores solares de um supermercado no
bairro em que residem, objetivando posterior venda
A) Crime de calúnia. no final de semana ensolarado que se avizinhava. Após
B) Crime de denunciação caluniosa. ingressarem no estabelecimento comercial, de forma
disfarçada, retiraram da prateleira e esconderam em
suas vestes diversos potes daquela mercadoria, no
CURSO ONLINE que foram flagradas pelo sistema de monitoramento
existente. Quando já haviam saído do supermercado,
PORTUGUÊS estando distante cerca de 300 metros, foram alcança-
das por seguranças que efetuaram a abordagem e re-
JURÍDICO cuperaram as coisas subtraídas, posteriormente ava-
liadas em 250 reais. Diante do fato narrado, atento à
PROFs. CARLOS ANDRÉ
e EDUARDO SABBAG jurisprudência majoritária dos Tribunais Superiores, é
correto afirmar que Maria deverá ser:
ACESSE
CERSCORPORATIVO.COM.BR A) Absolvida da imputação relativa ao crime patrimonial,
eis que, em razão do sistema de monitoramento exis-
SIMULADO 2
tente, impossível se mostrava a consumação do delito, anos e multa. Pedro negou trabalho a um idoso,
devendo somente responder pelo crime de corrupção com a justificativa de que o pretendente ao em-
de menores. prego encontrava-se em idade avançada — condu-
B) Condenada pelo crime de furto qualificado pelo con- ta enquadrada no art. 100, II, do Estatuto do Ido-
curso de agentes, sendo absolvida do crime de corrup- so, com pena de reclusão de seis meses a um ano
ção de menores, em razão de Julia já estar corrompida e multa.
anteriormente. Nessas situações, as medidas despenalizadoras,
C) Condenada pelos crimes de furto qualificado pelo previstas na Lei n.º 9.099/1995 (lei dos juizados
concurso de agentes e corrupção de menores. especiais):
D) Absolvida do crime patrimonial, por força da atipici-
dade material em razão do princípio da insignificância, e A) Poderão beneficiar ambos os acusados, desde que
condenada pelo crime de corrupção de menores. haja anuência das vítimas.
B) Poderão beneficiar Pedro, com a transação penal,
64. Diz-se que o crime é doloso quando o agente ao passo que Cauã, com a suspensão condicional do
quis o resultado ou assumiu o risco de produzi-lo, e processo.
que o crime é culposo, quando o agente deu causa C) Não poderão beneficiar Cauã nem Pedro.
a resultado previsível por imprudência, negligência D) Poderão beneficiar apenas Cauã.
ou imperícia. Sobre o tema, é correto afirmar que:
67. Fernando foi condenado em 1ª instância pelo cri-
A) O dolo direto de segundo grau também é conhecido me de roubo tentado. O Ministério Público foi cien-
como dolo de consequências necessárias. tificado do acórdão exarado pela 1ª Câmara Crimi-
B) Para a teoria finalista da ação, o dolo e a culpa inte- nal do Tribunal de Justiça de Pernambuco, que não
gram a culpabilidade. acolheu pronunciamento da Procuradoria de Justiça
C) No crime culposo, a imprudência se caracteriza por e deu provimento ao recurso de apelação da Defe-
uma conduta negativa, enquanto a negligência, por um sa do réu, por maioria de votos. Na análise da fun-
comportamento positivo. damentação judicial, verifica-se que a solução dada
D) O crime culposo admite como regra a forma tentada. pela Corte Pernambucana beneficiou o réu e con-
trariou lei federal, estando a matéria já prequestio-
nada no acórdão. Discordando do que foi decidido,
PROCESSO PENAL o recurso correto a ser interposto pelo Ministério
ANA CRISTINA MENDONÇA Público é o:

65. Júlio, no dia 20 de março de 2017, foi preso em A) Recurso extraordinário dirigido ao Superior Tribunal
flagrante pela prática do crime de latrocínio e, em de Justiça.
sede policial, após oitiva dos policiais condutores e B) Recurso especial dirigido ao Supremo Tribunal
testemunhas, informado de seus direitos constitu- Federal.
cionais, apresenta ao Delegado de Polícia documen- C) Recurso especial dirigido ao Superior Tribunal de
to de identidade que, posteriormente, soube-se ser Justiça.
falso. Neste caso: D) Embargos infringentes, já que a decisão da segunda
instância não foi unânime.
A) A atribuição de falsa identidade por meio de apre-
sentação de documento falso, no momento da prisão 68. Alex praticou determinada conduta previs-
em flagrante, por constituir exercício de autodefesa, é ta como crime, prevendo a legislação então vigen-
conduta atípica. te que a ação respectiva ostenta natureza privada.
B) Atribuir-se falsa identidade somente seria conside- Três meses depois do ocorrido, em razão de mudan-
rado exercício de autodefesa caso não houvesse Júlio ça legislativa, o crime praticado por Alex passou a
feito uso de documento falso. ser de ação penal pública incondicionada. Um ano
C) De acordo com a jurisprudência atual dos Tribunais após os fatos criminosos, o Ministério Público ofe-
Superiores, o direito ao silêncio pode ser invocado pelo receu denúncia contra Alex em razão daquele com-
interrogado para mentir sobre a sua qualificação. portamento, tendo em vista que o ofendido não ha-
D) A conduta de atribuir-se falsa identidade perante au- via proposto queixa em momento anterior.
toridade policial é típica, ainda que em situação de ale- De acordo com a situação acima exposta, é correto
gada autodefesa, podendo Júlio responder pelo crime afirmar que o juiz deve:
de falsum praticado.
A) Receber a denúncia, sendo o Ministério Público par-
66. Cauã tem a obrigação legal de cuidar de de- te legítima, eis que a nova lei deve ser imediatamente
terminado idoso, mas o abandonou em um hospi- aplicada.
tal — conduta prevista no art. 98, do Estatuto do B) Rejeitar a denúncia, eis que o Ministério Público não
Idoso, com pena de detenção de seis meses a três deflagrou a ação penal no prazo de seis meses;
SIMULADO 2
C) Rejeitar a denúncia, porque especificamente o delito C) Foi arbitrária, pois não houve nenhuma justificativa
praticado por Alex, apesar da alteração legislativa, continua prévia ou inquérito capaz de provar justa causa neces-
sendo de ação penal privada, reconhecendo a prescrição; sáriapara a dispensa.
D) Rejeitar a denúncia, porque especificamente no to- D) Foi regular, pois membro de conselho fiscal de sindi-
cante ao delito praticado por Alex, apesar da alteração cato não tem direito à estabilidade provisória porquan-
legislativa, natureza da ação penal permanece privada, to não representa ou atua na defesa de direitos da ca-
já tendo ocorrido decadência do direito de queixa. tegoria respectiva, agindo somente na fiscalização da
gestão financeira do sindicato.
69. Considerando-se que João tenha sido indiciado,
em inquérito policial, por ter, supostamente, co- 71. Em 12/08/2005, Joana foi contratada para pres-
metido o crime de homicídio simples, e que Pedro tar serviços como professora. A partir de 7/10/2006,
tenha sido indiciado, em inquérito policial, por, su- passou a desempenhar a função de confiança de co-
postamente, ter cometido homicídio qualificado, é ordenadora acadêmica, recebendo uma gratifica-
correto afirmar que, no curso dos inquéritos: ção correspondente a 40% do salário de professo-
ra. Em 18/03/2014, Josiane foi dispensada, sem justo
A) Determinada a prisão temporária de João e Pedro, o motivo, da função de coordenadora acadêmica, re-
Juiz poderá determinar, de ofício, que ambos lhe sejam tornando às atividades de professora e deixando
apresentados, solicitando informações e esclarecimen- de perceber o percentual inerente à gratificação de
tos da autoridade policial e submetendo-os a exame de função. Considerando a situação hipotética apre-
corpo de delito. sentada, assinale a opção correta.
B) João e Pedro podem ficar presos temporariamente,
sendo idêntico o limite de prazo para a decretação da A) Joana pode retornar ao cargo efetivo, sem o direi-
prisão temporária de ambos. to de receber o valor a título de gratificação de função,
C) O juiz poderá decidir sobre a prisão temporária de pois não mais se justifica tal pagamento.
qualquer um dos acusados ou de ambos, independen- B) Josiane pode retornar ao cargo efetivo, devendo
temente de ouvir o MP, sendo suficiente, para tanto, a o empregador pagar-lhe, por pelo menos um ano, o
representação da autoridade policial. valor correspondente a 50% do valor da gratificação
D) O juiz poderá decretar, de ofício, a prisão temporária de função.
de Pedro, mas não a de João. C) Dado o tempo de exercício na função de confiança,
Josiane somente pode ser dispensada do exercício des-
sa função por justo motivo.
DIREITO DO TRABALHO D) O empregador pode dispensar a empregada do
RAFAEL TONASSI exercício da função de confiança sem justo motivo, mas
está obrigado a manter o pagamento do valor inerente
70. Renato foi eleito o 4º membro suplente do con- à gratificação.
selho fiscal do sindicato representativo de sua cate-
goria profissional em 25 de agosto de 2014. No dia 72. As gorjetas, cobradas pelo empregador na nota
20 de agosto de 2015, Renato foi dispensado sem de serviço, ou oferecidas espontaneamente pelos
justa causa. Segundo orientação do TST, nessa situ- clientes, integram a remuneração do empregado.
ação hipotética, a dispensa de Renato: Ao integrar a remuneração, as gorjetas não servem
como base de cálculo para:
A) Foi irregular, pois Renato gozava de estabilidade provi-
sória desde sua eleição ao cargo de conselheiro fiscal do A) Aviso prévio.
sindicato, pois esta se estenda a 7 titulares e 7 suplentes B) Férias.
B) Somente seria regular se houvesse a extinção da C) Adicional de transferência.
empresa. D) Décimo terceiro salário.

CURSOS DE • DIREITO PENAL


• DIREITO PREVIDENCIÁRIO

prática • DIREITO DO TRABALHO E ADVOCACIA CÍVEL


+9 OPÇÕES DE CURSOS

Jurídica
VOCÊ PRONTO PARA OS
ESTUDE AGORA
ACESSE
DESAFIOS DA CARREIRA CERSCORPORATIVO.COM.BR
SIMULADO 2
73. Rodrigo ingressou com reclamação trabalhista D) Por factum principis, e pagar as verbas devidas como
contra a empresa Café Brasil, pleiteando o recebi- se a rescisão tivesse ocorrido sem justa causa.
mento do adicional de periculosidade durante todo
o período do pacto laboral, sob o argumento de que
trabalhava em local perigoso. A empresa argumen- PROCESSO DO TRABALHO
tou que não era devido o adicional em questão, já ARYANNA LINHARES
que Rodrigo não trabalhava em caráter permanen-
te em local perigoso, e, sendo assim, expunha-se 76. Conforme normas legais que regulam a matéria,
tão somente de forma intermitente de forma inter- a competência da Justiça do Trabalho EXCLUI a aná-
mitente. Diante da situação hipotética acima apre- lise e julgamento de ações:
sentada, assinale a opção correta.
A) Relativas às penalidades administrativas impostas
A) O adicional de periculosidade deve ser pago aos em- aos empregadores por órgãos de fiscalização das rela-
pregados que trabalham em caráter permanente em ções de trabalho.
ambientes ou locais perigosos. Sendo assim, Rodrigo B) De indenizações por danos morais e também danos
não adquiriu o direito de recebê-lo. materiais ou patrimoniais, decorrentes da relação de
B) A intermitência do trabalho em local insalubre afasta trabalho.
o direito do empregado de receber o adicional, pois não C) Penais para apuração de crimes contra a organiza-
há exposição contínua à periculosidade. Logo, é correta ção do trabalho, incluindo trabalho escravo e trabalho
a tese sustentada pela empresa. infantil irregular.
C) Rodrigo tem o direito de receber o adicional de D) Sobre representação sindical, entre sindicatos, en-
periculosidade de forma proporcional ao tempo de tre sindicatos e trabalhadores, e entre sindicatos e em
exposição. pregadores.
D) A simples alegação da intermitência do trabalho em
local perigoso não afasta, por si só, o direito do empre- 77. Antonio ajuizou reclamação trabalhista con-
gado de receber o adicional. tra sua ex-empregadora, a empresa Luz e Harmo-
nia Ltda., pleiteando o pagamento de verbas res-
74. A respeito da proteção conferida ao menor tra- cisórias, não pagas, dando à causa o valor de R$
balhador, assinale a opção correta. 40.000,00. Em audiência, as partes se compuseram
amigavelmente, obrigando-se a empresa a pagar
A) É lícita a quitação advinda da rescisão contratual fir- o valor de R$ 15.000,00 ao autor, mediante acordo
mada por empregado menor sem a assistência do seu homologado pelo Juiz. Segundo a Consolidação das
representante legal. Leis do Trabalho − CLT, as custas processuais serão:
B) Excepcionalmente, é permitido o trabalho noturno
de menores de 18 anos de idade, mas, em nenhuma A) De R$ 400,00.
hipótese, é admitido o trabalho de menores de 16 anos B) De R$ 800,00.
de idade. C) De R$ 150,00.
C) Como regra é vedado ao menor realizar horas extras. D) De R$ 300,00.
D) É vedado ao menor empregado firmar recibos legais
pelo pagamento dos salários sem que esteja assistido 78. Luzinete ajuizou reclamação trabalhista em face
pelos seus representantes. de seu ex-empregador Panificadora Pão Bom Ltda.,
tendo sido designada audiência UNA para o dia 20
75. A empresa Cachoeira Ltda. funcionava em um de agosto. Na data da audiência comparecem Luzi-
único estabelecimento e empregava 15 funcioná- nete e seu advogado e o advogado da reclamada,
rios. No mês de agosto, uma forte chuvadestruiu mas não comparece qualquer representante da Pa-
por completo o estabelecimento onde funcionava a nificadora, sem que haja um motivo relevante para
empresa, de forma que os prejuízos tornaram invi- tanto. O efeito da ausência do representante legal
ável a continuidade da empresa, que encerrou suas da reclamada à audiência é:
atividades. Nos quadros da empresa, não havia ne-
nhum empregado que gozasse de estabilidade. Nes- A) Nenhum, pois o advogado da mesma estava presen-
sa situação hipotética, a empresa deve rescindir os te, podendo a audiência prosseguir normalmente.
contratos de trabalho de seus empregados: B) Nenhum, pois o advogado da mesma estava presen-
te, mas o juiz terá que designar nova data para a reali-
A) Sem justa causa, e pagar todas as verbas devidas zação da audiência.
previstas nos casos de rescisão sem justa causa. C) Arquivamento do processo.
B) Com justa causa, e não pagar as verbas indenizatórias . D) A revelia, além de confissão quanto à matéria de fato.
C) Com fundamento no motivo de força maior, e pagar
indenização equivalente à metade da que seria devida 79. Agostinho ajuizou reclamação trabalhista em
em caso de rescisão sem justa causa. face da empresa Grande Família Loja de Móveis
SIMULADO 2
Ltda., pleiteando diversos direitos e atribuindo à sui oito empregados. Dentre os pedidos formula-
causa o valor de R$ 120.000,00 (cento e vinte mil re- dos por Jaques está o reconhecimento do vínculo de
ais). Para provar suas alegações em audiência Agos- emprego e o trabalho em jornada extraordinária.
tinho poderá ouvir testemunhas, limitadas ao nú- Considerando que, a empresa admitiu a prestação
mero de: de serviços por Jaques, mas não como empregado
e sim como trabalhador autônomo, bem como que
A) Três para cada fato. não anexou aos autos os cartões de pontos de Ja-
B) Duas para cada fato. ques, o ônus da prova no tocante ao vínculo de em-
C) Três. prego e no tocante às horas extras laboradas é:
D) Seis
A) Da empresa e de Jaques, respectivamente.
80. Considere a seguinte situação hipotética: Jaques B) Da empresa.
ajuizou reclamação trabalhista em face da empresa C) De Jaques.
“MNX Ltda.”, empresa de pequeno porte que pos- D) De Jaques e da empresa, respectivamente.

SEU GUIA DE ESTUDOS PARA A OAB

AINDA MAIS MODERNO

+ CONTEÚDO
DIFERENCIADO

+ COLUNISTAS
RENOMADOS

+ SIMULADOS acesse
PORTALEXAMEDEORDEM.COM.BR
portalexamedeordem