Você está na página 1de 24

LEITURA PARA CONTRABAIXO

RENATO   LEITE
 

Iniciante e intermediário
 
 

 
 
 

 
 

RENATO LEITE
 

 
 

Sumário:

Introdução…………………..………………………………………………………3
Sobre o autor……………………………………………………………………….4

1. Notação melodica
1.1 Notas na pauta…………..………………………………………………………5
1.2 Exercícios………………….…………………………………………………….6
1.3 Acidentes…………………….…………………………………………………10
1.4 Exercícios………………………………………………………………………11
1.5 Armadura de clave……………………………….………...………………….14
1.6 Exercícios………………………………………………………………………18

2. Notação rítmica
2.1 Figuras de notas e pausas……….…………………………………………..21
2.2 Exercícios………………………………………………………………………22
 

 
 
 

 
 
 
 

 
 
 

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   2  


 
Introdução

Essa apostila é destinada à aula de leitura para contrabaixo, e tem como


intuito levar os alunos do nível iniciante para o nivel intermediario no quesito
leitura. Com a prática proposta nessa apostila o estudante de contrabaixo
estará apto a participar de atividades musicais que exijam nível intermediario
de leitura.
Pré requisitos:
O estudante deverá saber as notas no braço do baixo, e deverá ter um
minimo de técnica para tocar os exercícios propostos. Tais pré requisitos
devem ser julgados pelo professor, antes de expor esse material ao aluno.

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   3  


 
Renato Leite começou a tocar em 2000, com 15 anos de idade motivado
pelo baixista Steve Harris do Iron Maiden, tocando as linhas de baixo nas
quatro cordas mais graves de um violão. Um ano depois, já com o baixo em
mãos, começou a tocar em varias bandas que tocavam desde pop rock até o
heavy metal, interessado em entrar em uma faculdade de música procurou
uma escola para aprender a parte teórica que faltava. Em 2005 entrou no
curso de musica na faculdade Santa Marcelina em São Paulo, onde teve
contato com a musica brasileira em com o jazz. Renato já trabalhou com
praticamente todos os estios musicais, bandas de baile, rock, trios de jazz,
alem de ministrar aulas e workshops. Além disso faz trabalhos esporádicos
como músico contratado, tendo trabalhado assim com a banda Bubbles e
Latin lovers (com a cantora Jack Ribas, do programa Altas horas e o
guitarrista André Hernandes quitarrista do André Matos), Trabalhou também
com os artistas Roger Rocha (Ultraje a rigor), Benito de Paula, Lobão,
Eduardo Gudin, Graça Cunha, Marcos e Belluti. Renato Leite participou dos
musicais "O tempo da flor" "Noturno" "Filhos do Brasil" "Up" que ocorreram no
teatro Dias Gomes em São Paulo. Acompanhou o baterista Edu Ribeiro no
workshop feito na escola Atelier de la musique. Dividiu palco com os músicos
Ítalo Peron, Luis Guélo, Mario Chechetto, Ubaldo Versolato, Wagner Souza,
Percio Sápia. Toca atualmente com o Quarteto Quadrantes, que está
lançando seu primeiro disco "Passos Largos" que conta com a participações
de Toninho Ferragutti, Caito Marcondes, Laercio de Freitas e Daniel
D`Alcantara. Toca também com as bandas Entreatos (autoral), Rock Wheels
(Rock, cover) Estatuto da Gafieira (Samba gafieira).

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   4  


 
1. Notação melodica

1.1 Notas na pauta


A notação de partituras para contrabaixo é feita em clave de fa, situada sobre
a quarta linha do pentagrama1.

Exatamente na mesma linha onde os dois pontos se situam fica a nota Fa.
Que vai ser tocado na casa 3, corda Re do contrabaixo.

A partir dessa nota, as outras seguem, podendo situar se nas linhas ou nos
espaços

Veja o exemplo:

No primeiro momento seguimos do Fa principal até o Mi, corda solta.


                                                                                                               
1  Pentagrama,  ou  pauta  é  o  nome  dado  ao  conjunto  de  cinco  linhas  onde  a  

partitura  é  escrita.  
Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   5  
 
Sendo essa nota o mi tocado na corda solta, notas mais graves que essa só
são possíveis no baixo de cinco cordas, ou em baixos afinados de outra
maneira que não a tradicional. Veja as notas possiveis no baixo de cinco
cordas.

1.2 Exercícios

1) Escreva o nome das notas na partitura


2) Toque no contrabaixo as seguintes partituras
1) Somente as notas Do, Re e Sol
2) Somente as notas Fa, La e Si
3) Todas as notas

Instruções gerais

O exercício de escrever os nomes das notas na pauta serve somente para


familiarização com a partitura. Tal exercicio não deve ser feito nas partituras
que serão tocadas.
Nos exercícios que serão tocados, procure executar uma pré-analise da
partitura, visando não ser surpreendido durante a leitura. Procure localizar
saltos de notas, e confira se você sabe onde todas as notas do exercício
estão situadas no contrabaixo.
A abordagem dos exercicios deve ser feito do inicio ao fim, evitando
interrupções. Pois os exercícios visam aprimorar a leitura a primeira vista, e
não devem se trabalhados como se fossem trechos musicais. Para que isso
ocorra os primeiros exercícios são faceis de serem executados, e devem ser
tocados em andamentos lentos.

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   6  


 
1) Notas do, re, mi , sol

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   7  


 
2) Notas fa la si

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   8  


 
3) Todas as notas

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   9  


 
1.3 Acidentes
As notas podem ser sustenidas ou bemois, dobradas sustenidas e dobradas
bemois. Essas alterações de notas são chamadas de acidentes ocorrentes.
Todos os acidentes aparecem antes da nota.

a) Sustenido – aumenta meio tom.


b) Bemol – diminui meio tom
c) Dobrado sustenido – aumenta um tom
d) Dobrado bemol – diminui um tom
e) Bequadro – anula o acidente referente àquela nota

Todo acidente é válido por todo o compasso, veja o exemplo:

Veja que a nota do# se repete no primeiro compasso, sem que o acidente
apareça. Porem repare que a primeira nota do Segundo compasso tem
acidente, pois a barra de compasso anula os acidentes ocorrentes.

A ultima nota do compasso é do natual, e para anular o acidente foi usado o


símbolo bquadro:

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


0  
 
Existem tabém acidentes de precaução. Repare que no exemplo abaixo a
nota do natural do segundo compasso não percisaria do símbolo bequadro, já
que a barra de compasso anula o acidente do compasso anterior, porém para
facilitar a leitura, alguns compositores optam por escrever alguns acidentes
de precaução.

1.4 Exercícios

Toque no contrabaixo as seguintes partituras:


1) acidentes sustenidos e bequadros
2) acidentes bemois e bequadros

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


1  
 
1) Sustenidos e bequadros

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


2  
 
Bemois e bequadros

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


3  
 
1.5 Armadura de clave
Para evitar o uso repetitivo de acidentes ocorrentes, pode se usar o recurso
de armadura de clave. Nesse caso os sustenidos ou bemois que ocorrem em
toda música serão mostrados no inicio. Veja exemplo:

Na música acima, todas as notas fa e do são sustenidas.

Ao indicar quais são os acidentes frequentes na música a armadura de clave


indica tambem a tonalidade, pois se a escala maior for montada na
tonalidade indicada os acidentes descritos pela armadura ocorrerão.

Tonalidades
Quando aplicamos a escala maior em diferentes tonalidades, diferentes
acidentes (sustenidos ou bemois) vão surgir. A sequencia de surgimento dos
acidentes segue a seguinte sequencia:

Sustenidos:
F# C# G# D# A# E# B#

Bemois:
Bb Eb Ab Db Gb Cb Fb

Veja a tabela abaixo com todas as possibilidades de tonalidades.

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


4  
 
Para memorizar essa tabela, vale a pena entender sua disposição. Para isso
vamos conhecer o ciclo de quartas e o ciclo de quintas. O ciclo de quintas é
formado por notas que são separadas por um intervalo de quinta justa (5J).
Iniciando em Do e terminando em Do. Exemplo:

C G D A E B F# C# G# D# A# F C

Repare que se seguirmos o ciclo de quintas teremos os os acidentes


(sustenidos) organizados de maneira crescente. Do não tem acidentes, Sol
tem apenas um, Re tem dois. E assim sucessivamente.

Ao invertermos o ciclo de quintas teremos o ciclo de quartas:

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


5  
 
C F Bb Eb Ab Db Gb B E A D G C

O ciclo de quartas é semelhante ao ciclo de quintas, porem ele mostra os


bemois de maneira ascendente. Do não tem acidente, Fa tem um bemol, Sib
tem dois, Mi bemol tem três, etc.
Veja a tabela que ajuda a sintetizar melhor esse pensamento.

No ciclo acima, ao caminhar no sentido horario temos o ciclo de quintas e no


sentido anti-horario temos o ciclo de quartas. É possivel tambem ver a
Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1
6  
 
quantidade de acidentes contidos em cada tom.

Veja o posicionamento dos sustenidos e bemois dentro da armadura de


clave.

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


7  
 
O símbolo de bequadro pode tambem ser usado para anular o acidente
imposto pela armadura de clave. Isso é comumente usado em modulações
onde a armadura é alterada.

No caso acima a música modula de sol maior para do maior, e é usado o


bequadro para anular o fa sustenido da armadura.

1.6 Exercícios
1) Toque a escala maior nas tonalidade indicadas pela tabela e procure
constatar os acidentes que ocorrem em relação a armadura de clave.
2) Encontre as tonalidades indicadas pelas armaduras na partitura
fornecida.
3) Toque no contrabaixo a partitura com diversas modulações. Nota:
antes da leitura faça uma pequena analise de onde estão as
modulações e quais são. No exercício existem alguns acidentes
ocorrentes.

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


8  
 
2) Encontre as tonalidades indicadas pelas armaduras abaixo

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   1


9  
 
3) Toque

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   2


0  
 
2. Notação rítmica
2.1 Figuras de notas e pausas

Para representar a duração das notas existem as seguintes figuras e suas


respectivas pausas

Os valores das notas vão sendo divididos pela metade, portanto uma
Semibreve equivale a duas minimas, e assim consecutivamente. Veja a
tabela:

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   2


1  
 
O valor da semibreve é determinado pelo numero debaixo da formula de
compasso. Portanto em um compasso de 4/4 o valor sera 4 e em um
compasso de 6/8 será de 8.

2.2 Exercícios
1) Estude cada compasso individualmente
2) Estude a partitura na integra
3) Estude a partitura com as pausas

Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   2


2  
 
Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   2
3  
 
Leitura  para  contrabaixo    Renato  Leite   2
4