Você está na página 1de 6

Conceito

Logística Reversa
“Em uma perspectiva de negócios,
o termo refere-se ao papel da
Aula Interativa 1
logística no retorno de produtos,
redução na fonte, reciclagem,
Profa. Noelle Saborido substituição de materiais, (...)

Introdução
 O objetivo é a adequação à
reúso de materiais, disposição de
sustentabilidade nos processos
resíduos, reforma, reparação e de planejamento, implantação e
remanufatura.” controle do fluxo e custos

(STOCK, 1998)  Recapturar o valor, promover


disposição e/ou reutilizar
materiais

Logística Reversa X
Logística Empresarial
 Da produção ao consumo, os
 Logística reversa é parte do
sistema de logística empresarial produtos industrializados
que opera para gerenciar e seguem um fluxo lógico:
executar o retorno de bens,
materiais, equipamentos e
embalagens às origens, após o
consumo
 Já na logística reversa, o
Histórico
fluxograma segue o caminho
inverso dos resíduos do produto  Os primeiros estudos sobre
no pós-consumo, até a sua
logística reversa foram
origem:
elaborados nas décadas
de 1970 e 1980

 Em 1991, na Alemanha, surgiu


 Em 2011, o MMA definiu o
a primeira legislação tratando
do tema comitê orientador para a
implantação de logística reversa
 No Brasil, entre 2000 e 2009,
segmentos como embalagens para medicamentos, embalagens
de agrotóxicos e de óleos de óleos lubrificantes,
lubrificantes e pneus foram eletroeletrônicos e lâmpadas
inseridos no sistema de logística
fluorescentes
reversa

Força Motriz da Logística


Reversa
Redução do Profusão de
Quantidade de ciclo de vida novos
produtos aumenta
 Desde 2010, a logística reversa dos produtos produtos

Competitividade Alta
é obrigatória no Brasil por meio Legislação
ambiental
por meio de variedade de
serviços produtos

da Lei no 12.305 (PNRS) Reforço da imagem Legislação Recuperação do


da empresa ambiental valor financeiro

Conscientização
da sociedade
Canais de Distribuição Canais Reversos

 São constituídos pelas diversas  Interessa às empresas pela


oportunidade de recuperação de
etapas pelas quais os bens
custos envolvidos e pela
produzidos são comercializados
diferenciação dos níveis de
até chegar ao consumidor final,
serviços oferecidos em mercados
seja uma empresa ou uma globalizados e extremamente
pessoa física competitivos

Classificação dos  Renovado: igual ao


Produtos Retornados recondicionado, envolve
 Reciclado: é reduzido à mais tempo de reparo
forma primária, uso como  Remanufaturado: igual
matéria-prima/aproveitamento ao renovado, envolve
de componentes desmontagem e recuperação

 Recondicionado: bom estado,  Revenda: pode ser vendido como


limpeza/revisão novo ou seminovo

Canais Reversos Canais de Distribuição


Importante Distinção Pós-consumo
 Duas opções de canais

 Seguros ou controlados:
não provocam poluição

 Não seguros: provocam impactos

Fonte: LEITE (2009)


maiores no meio ambiente
Canais Reversos de
Bens de Pós-consumo
 Desde a sua coleta até a sua
 As diferentes formas
reintegração ao ciclo produtivo
de processamento e de
como matéria-prima secundária
comercialização dos produtos ou
de seus materiais constituintes

Reúso
Exemplos de Reúso
 Extensão do uso de um produto
de pós-consumo ou de seu  Veículos
componente, com a mesma  Eletrodomésticos
função para a qual foi
originalmente concebido, ou  Produtos de informática
seja, sem nenhum tipo de  Vestuário
remanufatura
 Possuem mercado de “segunda
 Pós-consumo é adotado como
sinônimo de bem usado mão”

Reúso
Desmanche
 Após os bens atingirem seu fim
de vida útil efetivo, passam por  É um processo industrial no qual
um fluxo reverso por meio de um produto durável de
dois grandes sistemas de canais pós-consumo é desmontado em
de revalorização: remanufatura e seus componentes
reciclagem
 Os componentes em condições  Os componentes em condições
de uso ou de remanufatura são de uso são enviados,
separados e destinados à diretamente ou após a
remanufatura industrial e os remanufatura, ao mercado de
materiais para os quais não peças usadas, enquanto os
existem condições de materiais inservíveis são
revalorização são enviados para destinados a aterros sanitários
a reciclagem industrial ou incineração

Remanufatura Industrial Reciclagem


 Os produtos podem ser  Os materiais constituintes
reaproveitados em suas partes dos produtos descartados
essenciais, mediante a são extraídos industrialmente,
substituição de alguns transformando-se em
componentes complementares, matérias-primas secundárias ou
reconstituindo-se um produto recicladas, que serão
com a mesma finalidade e reincorporadas à fabricação de
natureza do original novos produtos

 Exemplo: revalorização dos


metais em geral, extraídos de
Disposição Final

diferentes tipos de produtos  É o último local de destino para


descartados ou de resíduos o qual são enviados produtos,
industriais para se constituírem materiais e resíduos em geral
em matérias-primas secundárias, sem condições de revalorização
reintegradas ao ciclo produtivo
 A disposição final pode ser feita  Política Nacional de Resíduos
em diferentes locais Sólidos, Lei Federal no
 Destinos inadequados 12.305/2010 e Decreto Federal
no 7.404/2010
 Cada resíduo é atendido pela lei
geral ou regulamentações  Leis estaduais e termos de
específicas referência