Você está na página 1de 29

a

1 Parte

Dinâmica

_________________________________________________________ Física - 1
Dinâmica
CONCEITO

É a parte da física que estuda as causas do movimento, buscando descreve-las da


forma mais simples possível.

FORÇA

Grandeza física vetorial (módulo, direção e sentido); resultado da interação entre 2


corpos, podendo causar movimento, equilíbrio e deformação . A sua unidade no S.I é o
Newton ( N ).

LEIS DE NEWTON

1º Lei de Newton: (Principio da inércia) Todos os corpos, se estão em movimento, e


querem continuar em movimento; Se estão parados não desejam mover-se. Essa
característica é chamada de inércia e ocorre em todos os corpos dotados de massa.

2º Lei de Newton: (Principio fundamental da dinâmica) Força, massa e movimento se


relacionam através de uma expressão matemática:

FR = m x a

Onde:
Fr : Força resultante, ou seja, somatória de todas as forças que agem em um corpo.
M: Massa do corpo
a: aceleração adquirida pelo corpo.

Para entender melhor: “É mais fácil você causar um movimento em um corpo de


massa menor do que um corpo de massa maior, ou seja: Quanto maior for a massa maior
deverá ser a força aplicada nesse corpo para causar um movimento.

3º Lei de Newton: (principio da ação e reação) Toda força de ação, corresponde a uma
força de reação, de mesma intensidade, mesma direção mas de sentido contrário.

_________________________________________________________ Física - 2
Para entender melhor: Se você aplica uma força em uma cadeira, essa deverá aplicar
uma força de mesmo valor, mesma direção, mas de sentido contrário em sua mão.

Para pensar: Se as forças de ação e reação são iguais, em módulo, por que você
consegue mover os objetos? Por que as forças não se anulam?

Agora vamos calcular a força resultante em cada caso abaixo:

a) b)
m m
70N 40N 80N 20N

c) d) 120º
40N

m 30N 20N m
20N

MOMENTO DE FORÇA (MOF)

O “momento força” ou “torque” é uma grandeza física


associada ao fato de uma força promover rotação. Isso ocorre
em situações como abrir uma porta, ou apertar um parafuso
com uma chave de fenda.
O momento de força tem sua intensidade determinada
F pelo produto da intensidade da força pela distancia (d) de sua
reta suporte ao ponto P, ou seja:
MoF = F . d
p

Para entender melhor: Quanto maior for a distância do ponto de rotação, menor será a
força que deverá ser aplicada para causar um movimento rotacional.

_________________________________________________________ Física - 3
Exemplo 01
Um mecânico, marceneiro ou encanador sabe que para colocar ou retirar parafusos ou
porcas, existem ferramentas adequadas para cada situação. O uso incorreto dessas
ferramentas pode “escapar” o parafuso ou a porca e dificultar muito a sua retirada.

O desenho abaixo ilustra varias forças aplicadas sobre uma porca, com a utilização de
uma chave de boca. Determine o torque de cada uma das forças mostradas, em relação
eixo de rotação, situado no centro da porca, onde esta’ o ponto P:

Exemplo 02
Um mecânico, para retirar um parafuso do motor de um automóvel, faz uso da chave
de boca correta, como mostra a figura:

Sabendo que, para afrouxar o parafuso, intensidade do torque mínimo necessário é


igual a 30N.m, determine a mínima força que devera ser aplicada no ponto A para que
consiga realizar a tarefa.

M oF = F . d 30 = F . 0.3 F = 100N

Condições de Equilíbrio de um corpo extenso


Para que um corpo esteja em equilíbrio de translação, é suficiente que sobre ele não
atuem forças ou, se atuarem, que a resultante entre elas seja nula.
FR = 0 F1 + F2 + ...+ Fn= 0

Para que um corpo esteja em equilíbrio de rotação, basta que a soma dos momentos
em relação a qualquer ponto, tomado como polo, seja nula.

ΣM0Fn = 0 M0F1 + M0F2 + ... + M0Fn = 0

ALAVANCAS

O estudo das alavancas está intimamente relacionado ao conceito de equilíbrio, em


especial ao de rotação. Assim, a grandeza “momento de força” ou TORQUE será de
fundamental importância.

_________________________________________________________ Física - 4
Nesta unidade, estaremos em contato com diversas situações práticas, envolvendo o
conceito de alavancas, que foram no decorrer do tempo, estudadas e classificadas pela
Física. Graças aos estudos realizados em torno deste tema, diversas ferramentas
puderam ser inventadas. Além disso, esses desenvolvimentos permitiram também uma
compreensão do corpo humano, o qual utiliza os músculos como transmissores de forças
e as articulações como pontos fixos da alavanca.

Assim, este tópico nos propiciará uma melhor compreensão de diversas situações do
dia-a-dia e daquilo que é o mais cotidiano de nossas vidas: nós mesmos.
Os Elementos de uma Alavanca

Toda alavanca é composta de três elementos básicos:

 PF = ponto fixo, em torno do qual a alavanca pode girar;


 Fp = força potente, exercida com o objetivo de levantar, sustentar, equilibrar, etc.
 FR = força resistente, exercida pelo objeto que se quer levantar, sustentar,
equilibrar, etc.

Tipos de Alavancas

As alavancas são classificadas de acordo com o elemento que fica entre os outros
dois. Seus nomes são: interfixa, interpotente e inter-resistente.

A alavanca do tipo interfixa é aquela cujo ponto fixo está em algum lugar entre a força
potente e a força resistente.

A alavanca do tipo interpotente é aquela cuja força potente está em algum lugar entre
o ponto fixo e a força resistente.

_________________________________________________________ Física - 5
A alavanca do tipo inter-resistente é aquela cuja força resistente está em algum lugar
entre a força potente e o ponto fixo.

Colocando em Prática
Classifique em cada uma das figuras abaixo o tipo de alavanca que ela representa:

a) b)

Máquinas Simples

As máquinas simples são instrumentos que reduzem o esforço, para a realização de


um trabalho.
As mais comuns são a talha exponencial e a alavanca.

Talha exponencial: e a associação de uma roldana fixa com varias roldanas moveis.
Seja F a intensidade da força e R a intensidade da força resistente. Para o equilíbrio
tem-se:

F= R
2n

Onde n é o número de
roldanas móveis
F

F = 1000 = 1000 = 250 kg


22 4
1000 kg
RESISTÊNCIA

Obs: Com o sistema de roldanas (02 roldanas moveis), com 250 kg conseguimos
erguer 1000 kg

_________________________________________________________ Física - 6
Exercícios
1) Qual o valor da força F que uma pessoa deve fazer para equilibrar o peso de
800N da figura?

2) Determine graficamente a direção e sentido da resultante, determinando sua


intensidade em cada caso, sendo as intensidades de F1 = 8 N; F2 = 6 N e
F3 = 4N.

3) Qual a intensidade da resultante de duas forças de intensidade 3 N e 4 N


quando elas tem:

a) A mesma direção e sentido;


b) Mesma direção e sentidos opostos;
c) São perpendiculares;
d) Fazem entre si um ângulo de 60°.

4) Um menino chuta uma pedra, exercendo nela uma força de 100N. Quanto vale
a reação dessa força, quem a exerce e onde esta aplicada essa reação?

5) Quando arremessamos uma pedra, ela começa a se movimentar devido ao


impulso dado pela mão. Mas por que continua a se movimentar depois de
estar solta, fora da mão?

_________________________________________________________ Física - 7
Energia, Trabalho, Potencia e Rendimento

Energia: É a capacidade de realizar trabalho.

Trabalho: É uma medida física criada para medir energia. Ocorre quando uma força é
aplicada em um corpo, causando um movimento, no corpo, na direção e no sentido dessa
força, ou seja, quando uma força causa um movimento ela esta realizando trabalho.

Para entender melhor: Energia e trabalho são equivalentes, a unidade de trabalho e


energia é o Joule (J).
O trabalho é relacionado com força e movimento através da seguinte expressão
matemática:

T = F x d x cosθ

T = trabalho

F = força

D = distância

Θ = ângulo que a força faz com a horizontal.

Trabalho da força peso= É o trabalho realizado pela força de atração gravitacional


( Força peso ) esse trabalho depende da massa do corpo da aceleração da gravidade ( g
= 10m/s2 ) e do deslocamento HORIZONTAL ( altura ) em que se encontra o corpo.

T=mxgxh
M = massa do corpo
g = aceleração da gravidade
h = altura

Potência = potência média é quociente do trabalho desenvolvido por uma força e o


tempo gasto em realizá–lo.

P=T/t

Para entender melhor: Quanto maior for o trabalho realizado em um menor tempo,
maior será a potencia. A sua unidade no S.I é o J/s, usamos mais constantemente: o
Watts, o CV e o HP.

1CV = 735W e 1HP = 746W

_________________________________________________________ Física - 8
Exercícios
Adote g = 10m/s2

1) Uma pessoa arrasta uma caixa de 10Kg a uma distancia de 8m sobre o solo,
empregando para tanto uma força horizontal de 90N. A seguir ergue a caixa a
uma altura de 1,5m. Calcule o trabalho total realizado pela pessoa.

2) Calcule o trabalho desenvolvido por uma pessoa de 80Kg, quando sobe com
velocidade constante, uma escada com 50 degraus de 20cm de altura cada
um.

3) Calcule a potencia média desenvolvida por uma pessoa que eleva a 20m de
altura, com velocidade constante, um corpo de 5Kg em 10s.

4) Um carro de 1300Kg pode atingir 30m/s em 10s. Qual a potencia média do


motor desse carro?

5) A potencia de uma maquina é de 300J/s. O que significa esse número?

6) A potencia necessária para um operário levar uma lata de cimento do 2º para


o 5º andar de um prédio depende da sua velocidade? Explique.

7) Um homem de 80Kg sobe um morro cuja elevação total é de 20m, em 10s.


Qual é a potencia media que ele desenvolve?

8) Uma máquina A eleva verticalmente um corpo com 1Kg a 12m de altura, em


4s, com velocidade constante. Outra máquina, puxa horizontalmente um
corpo de 2Kg, inicialmente em repouso, até a velocidade de 8m/s, em 2s.
a) Qual é o trabalho realizado pelas maquinas A e B?
b) Qual a potencia media desenvolvida pela máquina A? e pela máquina B?
c) Se as maquinas tivessem que realizar um mesmo trabalho, qual delas faria um
trabalho menor?

9) Uma pessoa de 80Kg sobe uma escada de 20 degraus, cada um com 20cm de
altura.
a) Calcule o trabalho que a pessoa realiza contra a gravidade.
b) Se a pessoa subir a escada em 20s, ela se cansará mais do que subir em
40s. Como se explica isso, já que o trabalho realizado é o mesmo nos dois
casos?

10)Qual é a potência média, que deverá ter um conjunto motor/bomba para


elevar 1000L de água até a altura de 6m em 20min?

_________________________________________________________ Física - 9
Boa diversão
Rendimento

Para que uma máquina qualquer funcione devemos fornecer a ela uma potência,
denominada potência total. Por outro lado, a máquina desenvolve uma potencia útil, que
provoca seu funcionamento.

A potência útil é sempre menor que a total, pois parte da potência total é utilizada para
vencer as resistências; A parcela dessa potência é denominada potência dissipada. A
relação entre essas grandezas é a seguinte:

Pt = P U + P D

Pt = potência total
PU = potência útil
PD = potência dissipada

Para qualificar uma máquina quanto à sua eficiência, definimos a grandeza de


rendimento (η).

η = PU/Pt

e seu valor é dado em porcentagem.

_________________________________________________________ Física - 10
Exercícios
1) O rendimento de uma máquina é de 80%. Sabendo que ela realiza um trabalho
de 1000J em 20s, determine a potência total consumida pela máquina.

2) Um motor de potência total 800W desenvolve uma potência útil de 600W.


Determine seu rendimento.

3) Que potência absorve um motor de 40CV, trabalhando em plena carga, se seu


rendimento é 0,7?

4) Um dispositivo consome 100W realizando um trabalho de 3200J em 4s.


Determineo rendimento desse dispositivo.

5) Em quanto tempo um motor de potência útil igual a 125W, funcionando como


elevador, eleva a 10m de altura um corpo de peso igual a 50N?

6) Numa casa, a água é retirada de um poço de 12m de profundidade com


auxilio de um motor de 6KW. Determine o rendimento do motor, se para
encher uma caixa de 9000 L decorre um tempo de 1 hora; Dado: d’água =
1Kg/L.

7) Cada turbina de uma hidrelétrica recebe cerca de 103 m3 de água por


segundo, numa queda de 100m. Se cada turbina assegura uma potência de
700000 KW, qual é a “perda” percentual de energia nesse processo?

_________________________________________________________ Física - 11
a
2 Parte

Termodinâmica

_________________________________________________________ Física - 12
Termodinâmica
CONCEITOS FUNDAMENTAIS DA TERMODINÂMICA

1) Temperatura= Grandeza física que mede o grau de agitação térmica das moléculas
de um corpo ou substância. A sua unidade no S I é o Kelvin(K); Usamos também: o graus
Celsius ( ºC ) e o grau Farenheit ( ºF ).

2) Calor = Energia transferida de um corpo para o outro em decorrencia da diferença


de temperatura entre eles. A sua unidade no S I é o Joule ( J ), usamos também a calorias
( cal ).
Onde 1 cal = 4,186J.

TERMODINÂMICA

É a parte da física que estuda as transformações entre calor e trabalho, ou seja, o


calor será utilizado para realizar algum tipo de trabalho. ( Máquinas térmicas )

1) Energia interna = A energia interna de um gás perfeito monoatômico é a soma das


energias cinéticas de todas as suas moléculas, representamos a variação de energia
interna por ΔU.

2) Trabalho de um sistema gasoso = Ao comprimir um gás em um recipiente estamos


diminuindo seu volume dentro do recipiente; Quando o gás se expande dentro do
recipiente o seu volume aumenta, logo: Ao comprimir o gás, há um TRABALHO
REALIZADO SOBRE O GÁS; Ao expandir, o GÀS È QUE REALIZA UM TRABALHO
SOBRE O MEIO. Portanto o trabalho gasoso dependerá da variação do volume no
recipiente e da pressão constante.

T = P( V – V0)

T = Trabalho.
P = pressão
V = volume final
V0 = Volume inicial

1º Lei da Termodinâmica

_________________________________________________________ Física - 13
A variação da energia interna de um sistema é igual a diferença entre o calore o
trabalho trocados pelo sistema com o meio exterior.

Para entender melhor: Quando um sistema recebe calor, parte desse calor é utilizado
para realizar trabalho, o restante fica armazenado no sistema, aumentando assim a sua
energia interna.

Expressão matemática: ΔU = Q – T
Onde:

ΔU = Variação de energia interna.


Q = Quantidade de calor recebido pelo sistema.
T = Trabalho

Transformação Cíclica

É o conjunto de transformações sofridas pelo sistema de tal forma que seus estados
final e inicial são iguais. Como a temperatura final é igual à temperatura inicial, a energia
interna do sistema não varia, havendo uma igualdade entre o calor e o trabalho trocados
em cada ciclo.

Observe os gráficos:

Sentido horário: O sistema recebe calor e realiza trabalho

Sentido Anti–horário: O sistema cede calor e recebe trabalho

2ª Lei da Termodinâmica

É impossível construir uma maquina térmica que, operando em ciclo, transforme em


trabalho todo calor recebido de uma fonte.

_________________________________________________________ Física - 14
Para entender melhor: Uma máquina térmica funciona em ciclo, retirando calor de uma
fonte quente, realizando trabalho, e jogando o calor não aproveitado para uma fonte fria,
onde o ciclo se repete. Como nem todo calor da fonte quente realiza trabalho o seu
rendimento nunca será máximo.

Cálculo do rendimento de uma maquina térmica

η= T/Q1 e T = Q 1 – Q2

Onde:

η= Rendimento
T= Trabalho
Q1 = Calor retirado da fonte quente
Q2 = Calor jogado para a fonte fria

Ciclo de Carnot

Relaciona o rendimento de uma máquina térmica com as temperaturas das fontes:


quente e fria.

η= 1 – T2/T1

Onde:

T1 = Temperatura da fonte quente.


T2 = Temperatura da fonte fria.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES

Pesquise o funcionamento de:

a) Um congelador
b) Um radiador
c) Um compressor
d) Válvula descompressora
e) O motor de um automóvel (Combustão interna )

_________________________________________________________ Física - 15
Exercícios
1) Em processo à pressão constante de 2 x 10 5 N/m2, um gás aumenta seu
volume de 8 x 10-6 N/m3 para 13 x 10-6m3. Calcule o trabalho realizado pelo
gás.

2) Um gás sofre uma transformação isobárica sob pressão de 1000N/m2.


Determine o trabalho realizado sobre o gás, quando o volume passa de
8000cm3 para 3000cm3.

3) Numa expansão isobárica, um gás ideal realiza um trabalho mecânico de


104J. Sabendo que a pressão é de 2 x 105N/m2 e o volume inicial do gás é de
6m3, determine o volume final do gás após essa expansão.

4) Um sistema gasoso recebe do meio externo 200cal em forma de calor.


Sabendo que 1cal = 4,2J, calcule o trabalho trocado com o meio e a variação
da energia interna.

5) Numa transformação isobárica, um gás realiza um trabalho de 400J, quando


recebe do meio externo 500J. Determine a variação de energia interna do gás
nessa transformação.

6) Uma bomba de potencia de 200W comprime um gás contido num recipiente


durante 30s. Nesse tempo o gás dispersa para o ambiente externo uma
quantidade de calor de 400cal. De quanto varia a energia interna do gás? Use
1cal = 4,18J.

7) Uma maquina térmica de Carnot recebe de uma fonte quente 1000cal por
ciclo. Sendo as temperaturas das fontes quente e fria, respectivamente,
127ºC e 427ºC, Determine:

_________________________________________________________ Física - 16
a) O rendimento da maquina.
b) O trabalho realizado pela maquina em cada ciclo.
c) A quantidade de calor rejeitada para a fonte fria (1cal = 4,2J)

8) Uma maquina térmica recebe 1000cal de uma fonte quente e “perde” 800cal
para uma fonte fria em 2s. Determine a potencia útil da máquina. (1Cal = 4,2J)

9) Quando calculamos o trabalho realizado ou recebido por um sistema


encontramos um número, que poderá ser positivo, negativo ou nulo. Qual é a
interpretação física desse resultado?

10) Uma maquina térmica funciona realizando o ciclo de Carnot entre as


temperaturas 800K e 400K. em cada ciclo a máquina recebe 1000J de calor da
fonte quente.
a) Qual é o calor rejeitado em cada ciclo?
b) Qual é o trabalho realizado pela máquina em cada ciclo?
c) Calcule o rendimento da máquina.

11) O rendimento de certa maquina térmica de Carnot é de 25% e a fonte fria é


a própria atmosfera 27ºC. Determine a temperatura da fonte quente.

12) Um inventor afirmou ter construído uma maquina térmica cujo


desempenho atinge 90% daquele de uma máquina de Carnot. Sua máquina,
que trabalha entre as temperaturas de 27ºC e 327ºC, recebe durante certo
período, 1,2 x 104 cal e fornece, simultaneamente, um trabalho de 10 4 J. A
firmação do inventor é verdadeira? Justifique. Use 1cal = 4,2J.

Boa diversão

_________________________________________________________ Física - 17
a
3 Parte

Hidrostática

_________________________________________________________ Física - 18
Hidrostática
A palavra hidrostática vem de hydro = água + estática = estado de repouso. Entende-
se que esta parte da Física trata do estudo da água e, por extensão, de qualquer líquido
em repouso.

DENSIDADE DE UM CORPO

A massa de um corpo na unidade de volume constitui uma importante grandeza física,


denominada densidade. Quando se trata de substâncias puras, essa distribuição é
denominada massa específica ou densidade absoluta.

A tabela seguinte apresenta algumas substâncias e respectivas densidades:


Sólidos Densidade (g/cm3)
Alumínio 2.7
Latão 8.4
Cobre 8.9
Cortiça 0.24
Vidro 2.6
Ouro 19.3
0
Gelo (0 C) 0.92
Ferro 7.5
Chumbo 11.4
Urânio 18.7 Líquidos Densidade (g/cm3)
Madeira (pinho) 0.6 Álcool (etílico) 0.81 (00C)
Benzeno 0.90 (00C)
Clorofórmio 1.53 (00C)
Glicerina 1.25 (00C)
Mercúrio 13.60 (00C)
Óleo (lubrificantes) 0.91 (200C)
Água pura 1.00 (40C)
Água do mar 1.03 (150C)

O cálculo da densidade é feito pela relação: d = m/V

_________________________________________________________ Física - 19
No SI a unidade de densidade é o Kg/m 3. Na pratica, a unidade mais utilizada é o
g/cm3:
1g/cm3 = 10-3 Kg/10-6 m3 1 g/cm3 = 1 000 Kg/m3

Exercício (resolvido pelo professor)

1) Determine a densidade de cada bloco abaixo:

a) b)

5m
5000 kg 20 cm 28 Ton
2m
7m
1m
PRESSÃO
2m MÉDIA

Denominamos pressão média (Pm) ao quociente entre a intensidade do componente


perpendicular da força resultante (F) e a área da superfície (A):

Pm = F/A
No SI, a unidade de pressão média é N/m 2 = pascal (Pa), em homenagem ao
cientista Blaise Pascal.

Observação 1 - Nos manômetros (calibradores de pneus), são graduadas na unidade


Kgf/cm2, esta unidade é empregada por engenheiros e técnicos.
É comum encontrarmos outra unidade de origem inglesa nos manômetros que é a 1
libra por polegada quadrada = 1lb/pol 2.
Quando um motorista chega a um posto de gasolina e pede para calibrar os pneus,
por exemplo, com “30”, na realidade ele deseja que a pressão nos pneus seja ajustada
para a 30 lb/pol2.

Exercício (resolvido pelo professor)

1) Qual a pressão que o bloco faz no chão?


Obs. 1: Considere g = 10m/s2 e de o resultado no SI

1m 200 kg

5m
2m

_________________________________________________________ Física - 20
Obs. 2: Para calcular a pressão média ( P m) utilizando uma força não-perpendicular à
superfície determina-se antes a componente perpendicular. Veja no gráfico ao lado que a
componente perpendicular é F1 = F . sen α.
Logo: Pm = F . sen α / A F1 F

PRESSÃO ATMOSFÉRICA

A Terra é envolvida por uma camada de ar atmosférico. Como o ar tem peso, essa
camada exerce uma pressão sobre a superfície da Terra, através de colunas de ar.
Assim, em lugares de maior altitude a pressão é menor.
A distribuição de massa de ar na atmosfera não é uniforme. À medida que nós
elevamos nessa massa de ar, ela vai se tornando, cada vez mais rarefeita.

40 km Linha de camada de ozônio

30 km 99% da atmosfera está abaixo


20 km 90% da atmosfera está abaixo
cirros
10 km nuvem em forma de cúmulos
8 km Troposfera
nível do mar

O valor da pressão atmosférica ao nível do mar é:


1 atm = 76 cm Hg = 760mmHg = 105 pa

Pascal ( Pa ) e a unidade de pressão no SI. Outra unidades fora do sistema é a Bária ( Ba)
Obs : 1 pa = 0,1 ba ( Bária )

PRINCÍPIO DE STEVIN (PRESSÃO DE LÍQUIDO)

A pressão absoluta (P) num ponto de um líquido homogêneo, incompressível, de


densidade de numa profundidade h é dada por:

P = P atm + dgh
P atm = pressão atmosférica
_________________________________________________________ Física - 21
Exercício (resolvido pelo professor)

1 – Considerando Patm = 1 atm = 10 5 Pa, g = 10 m/s 2 e d = 10 3 Kg/m3, qual a


pressão, em pascal (Pa), no fundo de um lago de 15m de profundidade?

2 – Um submarino está numa profundidade de 20m no oceano. Sabendo que cada


10m de profundidade no líquido corresponde a pressão de 1 atmosfera (atm), qual é,
aproximadamente, a pressão absoluta sobre o submarino, em atm?

Resolução
Como cada 10m corresponde à pressão de 1 atm, a 20m a pressão correspondente d’
de 2 atm. Assim
Pabs = Patm + Pef Pabs = 1 atm + 2 atm Pabs = 3 atm

EXPERIÊNCIA DE TORRICELLI

Ao bombear água de poços, através de bombas aspirantes, verifica-se que ela sobe
dentro do tubo até uma altura de aproximadamente 10,3 m, e não mais que isso.

A água é 13.6 vezes menos densa que o mercúrio. Assim, para que uma coluna de
água exerça em sua base a mesma pressão exercida pela atmosfera, como acontece
com a coluna de mercúrio, a relação entre a altura das colunas deve ser:

Altura da coluna de água / altura da coluna de mercúrio = 13.6


Logo: altura da coluna de água = 13.6 . 0.76 = 10.3 m

PRINCÍPIO DE PASCAL

O Princípio de Pascal é um aperfeiçoamento do Teorema de Stevin, que, como você já


sabe, mostra a ocorrência da mesma pressão sobre todos os pontos de um líquido,
localizados numa profundidade.

_________________________________________________________ Física - 22
Pascal estudou o que acontece quando um ponto de um líquido em equilíbrio sofre um
acréscimo de pressão (Δp). Ele verificou experimentalmente que quando isso ocorre
todos os outros pontos do líquido também sofrem o mesmo acréscimo de pressão.

Uma das aplicações práticas desse principio é a prensa hidráulica, o freio hidrostático,
etc. Criado por Pascal, esse mecanismo consiste em dois vasos comunicantes cilíndricos
e de diâmetros diferentes, em forma de U.

Sobre as superfícies do líquido colocado nesse recipiente há dois êmbolos, de áreas


A1 e A2. Quando se aplica no êmbolo de menor área uma força perpendicular, os pontos
do líquido em contato com esse êmbolo sofrem um acréscimo de pressão Δp 1 = F1/A1,
que é transmitida integralmente para todos os outros pontos do líquido. O êmbolo de
maior área fica, então, sujeito a um acréscimo de pressão.

Δp2 = F2/A2 , tal que:


F1/A1 = F2/A2

Obs: Elevadores hidráulicos, freios hidráulicos e macacos hidráulicos também são


aplicações do Principio de Pascal.

Exercício (Resolvido pelo professor)

1- Um elevador hidráulico, levanta um corpo de peso P 2= 4000 N. Qual a mínima força


F1 que se deve exercer sobre o êmbolo menor ?

Dados: A2 = 1000 cm2


A1= 50 cm2

_________________________________________________________ Física - 23
O PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES

Todo corpo mergulhado num líquido recebe por parte deste a aplicação de uma força
de baixo para cima denominada empuxo.

O empuxo (E) é uma força de contato e depende da densidade do líquido e do volume


da parte do corpo imersa no líquido;
d= densidade do líquido
E = d.g.v
v = volume do líquido deslocado = volume do corpo imerso no
líquido
g = aceleração
Corpo Parcialmente Imerso da gravidade no local

Vl = volume de líquido deslocado


Vc = volume do corpo

Neste caso, E = Pc e a resultante sobre o corpo e nula ( R = 0 )


Então : dl.Vl.g = dc.Vc. g
Logo
e a relação que mostra a correspondência entre a parte imersa do corpo e a
densidade do corpo em relação ao líquido. Por exemplo, o gelo flutua com
aproximadamente 90% de seu volume imerso; assim, pela expressão acima, sua
densidade em relação a água e 0,9.

dc = Vl
dl Vc

Exercício (resolvido pelo professor)

_________________________________________________________ Física - 24
1) Um corpo totalmente imerso num líquido em equilíbrio recebe deste um empuxo
igual:

a) ao volume da porção de líquido deslocada


b) a seu próprio peso.
c) a seu peso aparente.
d) ao peso da porção liquida deslocada.

2) Um corpo sólido C fica imerso em equilíbrio num líquido, enquanto um outro B


afunda, atingindo o fundo do recipiente. Nestas condições, e correto afirmar que a
densidade do corpo C e:

a) maior que a do corpo B.


b) Igual a do corpo B C
c) menor que a do corpo B
d) menor que a do líquido. B

_________________________________________________________ Física - 25
Exercícios
1) A densidade do óleo é de 0.80 g/cm3 é dado g = 10 m/s2.

a) Quanto pesa o óleo contido numa lata de 900ml?


b) Quantas latas de 900 ml podem ser preenchidas com 180 Kg de óleo?

2) Determine a pressão suportada por uma pessoa a 20 m de profundidade num


lago, onde a densidade da água vale 1.0 g/cm3 e a pressão atmosférica 1.0 x
105 N/m2. (adote g = 10 m/s2)

3) A superfície plana da cabeça de um prego tem uma área de 0.1 cm2, é: Um


martelo a atinge de modo a exercer sobre ela uma força constante de
intensidade igual a 100 N. A pressão exercida pelo martelo sobre o prego, em
N/cm2, é:

a) 10 b) 100 c) 1 000 d) 10 000 e) 100 000

4) Um recipiente cilíndrico aberto contem um líquido de densidade d. A pressão


P no interior do líquido pode ser representada em função da profundidade h.
Essa pressão está representada no gráfico:
P P P P

h h h h

a) I b) II c) III d) IV

5) A figura mostra dois líquidos, X e Y, não miscíveis entre si, em equilíbrio.


Determine a densidade do líquido X, sabendo-se que dy = 10g/cm3.

_________________________________________________________ Física - 26
6) Um elevador hidráulico, levanta um corpo A de peso 4.000 N. qual a mínima
força f que se deve exercer sobre o êmbolo menor?

Dados: S = 1000 cm2, s = 50 cm2.

7) Uma bola de 500 g e volume 1.0 x 10-3 Kg fica totalmente imersa num líquido
quando em equilíbrio, qual é:

a) A densidade do líquido;
b) A intensidade do empuxo? (adote g = 10 m/s2)

8) Um cubo de 10 cm de aresta e 2 Kg de massa é solto dentro de um líquido de


densidade 103 Kg/m3, qual é:

a) O peso do cubo?
b) Empuxo;
c) O peso aparente;
d) A densidade do cubo.
(adote: g = 10 m/s2)

9) O peso de um corpo de densidade 2.5 g/cm3 é de 10 N. Seu peso aparente,


quando mergulhado num líquido de densidade 0.80 g/cm3, será, em N, igual
a:

a) 9.2 b) 8.0 c) 6.8 d) 4.0 e) 2.5

10)Um elevador de automóveis é erguido por uma bomba hidráulica composta


por dois pistões ligados por um cano, como se indica na figura.

O pistão mais largo tem 1 m de diâmetro e o outro, 10 cm. Sabendo que o peso do
carro é 2.000 N, determine a força necessária a aplicar no pistão menor para levantar o
carro.

_________________________________________________________ Física - 27
ATIVIDADES COMPLEMENTARES HIDROSTÁTICA

1) Uma pessoa de 600N de peso se equilibra num só pé, cuja área de contato
com o solo é de 150cm2 Calcule a pressão exercida no solo.

2) A densidade de uma substancia é de 7,6 g/cm3. Calcule seu valor em Kg/m3.

3) Uma caixa de 500N tem faces retangulares e suas arestas medem 1m, 2m, e
3M. Qual é a pressão que a caixa exerce quando apoiada com sua face menor
sobre o solo?

4) Um cubo maciço de aresta 10cm tem massa igual à 5Kg. Calcule a densidade
do material de que é feito o cubo.

5) Um recipiente esta cheio de um liquido de densidade 1,2Kg/m3. Um ponto do


liquido a 12cm de altura, tem pressão de 3,6N/m2. Calcule a pressão em um
ponto a 4cm de altura. Dado g = 10m/s2.

6) A densidade da gasolina é de 0,7g/cm3. A massa de um tanque cheio de


gasolina vale 50Kg. Se o tanque vazio tem massa de 8Kg, qual é o volume
ocupado pela gasolina deste tanque?

7) Num freio hidráulico de um automóvel, o pistão em contato com o pedal tem


área de 1cm2. O pistão que acionam as lonas do freio tem área de
10cm2ccada um. Se o motorista pisa no freio com uma força de 20N, Que
força cada lona exerce na roda do automóvel?

_________________________________________________________ Física - 28
8) Um corpo de volume 12cm3 é totalmente imerso num liquido de densidade
800Kg/m3. Calcule o empuxo sobre o corpo.

9) Em um elevador hidráulico, um automóvel de 1200kg de massa esta apoiado


num pistão cuja área é de 800cm2. Qual é a força que deve ser aplicada no
pistão de 20cm2 de área para erguer o automóvel?

10)Um corpo pesa 4N fora da água, o seu peso aparente é de 3N. Calcule o
empuxo recebido pelo corpo.

11) Um tijolo tem massa de 2Kg e volume de 1000cm3. Determine:


a) A massa do tijolo.
b) O peso aparente do tijolo quando totalmente imerso em água. Dado: g = 10m/s 2
e densidade da água = 1000kg/m3.

12)Uma piscina com 5m de profundidade está cheia de água (1000kg/m3).


Calcule a pressão absoluta que uma pessoa suporta no fundo da piscina.
Dado = Patm = 105 N/m2.

13)* Os pulmões humanos são capazes de operar contra uma pressão


diferencial de 0,05atm. Calcule a maior profundidade em que um ser humano
pode permanecer mergulhado no mar, usando somente um tubo de
respiração? Dados: Densidade da água do mar = 103Kg/m3 e g = 10m/s2.

14)* Um mergulhador observa que a pressão em que ele esta submetido é de 1,6
X 105 N/m2. Sabendo que o organismo humano pode ser submetido sem
conseqüências danosas, a uma pressão de 4 X 10 5 N/m2. O mergulhador
pode descer alem do ponto em que se encontra mais quantos metros?
Dados: Dagua = 1000Kg/m3, Patm = 105N/m2 e g = 10m/s2.

Boa Diversão!

_________________________________________________________ Física - 29