Você está na página 1de 4

Primeira Parte

1929 1930 1931 1932 1933 1934


Governo Provisório A Superação da Crise e a Política Econômica
Auge da Crise Começo da Recuperação

Política Cambial “Liberalismo retórico Aparentemente liberal mas na prática Receitas cambiais não
primitivo” restritiva, decretando moratórias sucessivas associadas a exportação,
em relação às dívidas em moeda bem como as receitas
estrangeira cambiais gerada por
exportações não-
tradicionais, foram liberadas
do controle
Controle Cambial inalterado
Mercado Cinzento
Moeda (mil-réis) Desvalorizou-se 55% em relação ao dólar
→ Necessidade de sustentar a taxa de
câmbio (receita cambial do café)
Dívida Externa Tx Câmbio sustentada → Menos difícil a
liquidação dos compromissos do governo
em moeda conversível
Economia Mundial Grande Depressão
→ ↓ Importação
relativa dos fluxos
comerciais e
financeiros →
Crescimento passa
a depender de
fatores internos.
Porém são as
restrições externas
os principais
determinantes das
linhas principais
da política
econômica.

Importações Caíramos 1/3 do seu valor em livras, em


relação a 1928

Controle de importações / Acesso a


insumos relativamente baratos

Exportações Caíram a metade


↓ Preços do Café → Importante parcela do
mercado controlada pelo Brasil/
Inelasticidade-preço da demanda
internacional por café
Iniciou-se a
destruição de
estoques em vista do
descompasso entre o
seu nível e a
capacidade de
absorção do mercado
mundial
Indústria “Se volta para
dentro” → Já que
o crescimento
dependendo
crucialmente da
capacidade de
acomodar o
deslocamento de
demanda associado
à brusca mudança
de preços relativos
encarecendo as
importações

Balanço de Pagamentos Brutal Queda dos


Preços de
exportação, não
compensada por
aumento do
quantum
exportado, e da
interrupção do
influxo de capitais
estrangeiros

Reservas (Libras) 31 Milhões 14 Milhões Desapareceram


Capital de risco estrangeiro
Dívida Pública Títulos em libras – Negociação de um
65% do total da Funding Loan
dívida pública parcial por três anos
externa e em → Acordo lesivo aos
dólares a 30% empréstimos Norte-
(US$ 1.250 americanos/Aumento
milhões) da influência
Britânica
Crise Cambial e Depreciação do mil-réis (1930 e ago/1931) → Inviável a continuação do pagamento integral do serviço da dívida, pois
envolvia uma proporção excessiva do saldo comercial

1934 1935 1936 1937


Governo Constitucional
Liberação da Política Econômica e Deterioração do Balanço de Pagamentos
Rápido Crescimento da Economia associada à recessão Norte Americana, o
Golpe de Novembro e a Implantação do
Estado Novo

Estado Novo
Assuntos 1937 1938 1939 1949 1941 1942 1943 1944 1945

Estado Novo