Você está na página 1de 113

A Cápsula do Futuro

Dentro de um canyon, 80 milhas a nordeste do Canyon Chaco no Novo México, foram


encontradas 23 câmaras, todas contendo enigmáticas pinturas e artefatos estranhos e sem
utilidade “pelo menos para a nossa época”.
As câmaras datam do ano 800 D/C, e seria impossível tal tecnologia para aquela época, diz o
Dr. Anderson, lingüista e decodificador de petroglifos, hieróglifos e pinturas simbólicas.

Dr. Anderson, afirma que aquelas pinturas e artefatos, vieram do futuro, pois um incrível
disco ótico foi encontrado na 23º câmara, contendo dificílimos códigos de acesso.
Dr. Anderson trabalhou no projeto, apenas para criar um código de acesso ao disco ótico,
durante 70 horas por semana em 8 meses. Acredita-se que o difícil acesso ao disco, foi feito
propositalmente, pelo menos para o nosso cérebro atual. Dr. Anderson ainda conta que
trabalhou em um grupo secreto chamado “Grupo Labirinto”, formado por um grande grupo de
cientistas e um grande gênio, apelidado de “Quinze”, sendo que o mesmo é o líder do grupo,
pela sua grande inteligência e conhecimentos inigualáveis.

Algumas das pinturas encontradas nas câmaras.


Dr. Anderson ainda afirma que existem extraterrestres no grupo labirinto, como os Greys e os
Corteums.

1
Greys
Os Greys: Fizeram um acordo com o governo para cooperar com o projeto de viagem no
tempo, estudado pelo Grupo Labirinto, em troca dos mesmos fazerem experiências biológicas
secretamente em seres humanos e animais.
Dr. Anderson afirma que os Greys estão abduzindo humanos e animais, desde meados de
1950, e o principal intuito dos mesmos, é de modificar a sua genética, a fim de torná-la
compatível com a estrutura genética dos seres humanos e animais. Seus interesses não são
muito bem entendidos, mas tudo nos leva a crer que querem perpetuar a sua espécie no
planeta terra.
Os Corteums: Extraterrestres com inteligência e tecnologia superiores a dos Greys.
Pronunciam diversas línguas, como o Inglês, italiano, francês, espanhol e etc. Muito
competentes, também estão envolvidos no projeto de viagens no tempo e outros que Dr.
Anderson não revelou.
O Grupo Labirinto, ainda estuda antigas profecias, do qual nunca foram divulgadas para a
mídia ou para o público em geral. Em uma destas profecias, dizem que o planeta terra será
visitado por alienígenas hostis, muito parecidos e até idênticos visivelmente a nós seres
humanos. Talvez, todo o projeto do Grupo Labirinto, esteja voltado para essas antigas
profecias com o intuito de protegerem o planeta terra.
Alguns acreditam que a câmara encontrada no Novo México, foi feita pelo próprio Grupo
Labirinto em uma versão futura do ano de 2.700, com o intuito de preparar e treinar o nosso
cérebro contra possíveis invasores.
Dr. Anderson, diz que parece existir uma ordem universal e de que existem centenas de
planetas habitados. Esses seres hostis que possivelmente visitarão o planeta terra em meados
de 2.011, irão vir de muito longe, pois o interesse em nosso planeta é imenso.
A entrevista completa de Dr. Anderson, concebida a repórter Anne, em Julho de 1998, poderá
ser lida no endereço: http://www.conspiracoes.com/wingmakers.html .
• Dr. Anderson era um desertor do grupo labirinto, pois achou que o projeto não deveria ficar
em segredo e de que deveria ser revelado para a população, depois da entrevista com a
repórter Anne, o Dr. Anderson desapareceu.

2
Matéria: Ademir Pascale Cardoso é administrador e criador dos portais Cranik
www.cranik.com e Conspirações www.conspiracoes.com . Contatos para matérias em Jornais,
Sites ou Revistas, e-mail: webmaster@cranik.com
Crédito das figuras:
wing777.hp.infoseek.co.jp/index1.html
www.wingmakers.site.cz/Obrazy.html
www.wingmakers.com/users.actcom.co.il/aliens/alientext.html

NOTA DE ANNE
O que segue é uma sessão de entrevista com o Dr. Anderson no dia 28 de dezembro de 1997.
Ele permitiu que fosse gravada. Esta é a cópia daquela sessão, e é a segunda de um total de
cinco. Eu as mantive exatamente como aconteceram. Não foi feita nenhuma edição, e tentei
colocar as mesmas palavras, frases e gramática usadas pelo Dr. Anderson.

PARA QUE SE ENTENDA MELHOR A ENTREVISTA

Estou anexando, como forma de introdução, antes da entrevista, a seguinte matéria da


Amaluz:

O Novo Milênio, A Nova Semente de Consciência e Vocês! Parte 2

10/05/2005. Outro brilhante aspecto sobre o futuro está na mensagem codificada que nos (a
humanidade) foi deixada por uma raça anterior extraterrestre que já habitou a Terra. Esse
assunto é volumoso demais para ser relatado aqui, portanto sugiro que encontrem alguém que
conheça esse assunto belo e assustador, ou então dirijam-se à Internet em:
www.wingmakers.com

Quando me deparei pela primeira vez com esses dados poderosos e inspiradores, fiquei
completamente abismado e imediatamente apaixonei-me por esses seres superiores que foram
suficientemente solícitos para deixar mensagens para a sobrevivência da humanidade no
Agora e no Futuro. Secreta e intuitivamente, sempre fui de opinião de que deveríamos,
quando preparados, receber um mapa rodoviário extraterrestre e espiritual para o Futuro.
Tendo estado harmoniosamente envolvido com comunidades de ETs aqui na Terra durante
anos, tornei-me consciente de seu modo de pensar e rapidamente descobri que eles não nos
dariam nada de graça; em vez disso, eles esperavam que trabalhássemos para isso e
descobríssemos nós mesmos as respostas essenciais. Em outras palavras, era um programa de
auto-ajuda.

Um exemplo fundamental disso pode ser encontrado em The Way Home, (pag.13, ilustração
2). Tal foi o caso com os WingMakers. Eles realmente nos deram um mapa rodoviário para o
Futuro baseado em seu conhecimento e experiência, mas era criptografado e exigia uma
decodificação a fim de ser compreendido. As mensagens eram criptografadas em escritas
3
extraterrestres, em pinturas rupestres e em música. Ao todo, esses detalhes estavam
representados em vinte e três salas de uma caverna subterrânea no Novo México, EUA.

A soma total de todas essas representações codificadas foi finalmente encontrada em um disco
na vigésima terceira sala, a última. Nada disso poderia ter acontecido sem a fé, a persistência
e o conhecimento intelectual de um dos pesquisadores, o Dr. Anderson (não é seu nome real).
Aparentemente, o Dr. Anderson envolveu-se emocionalmente com os WingMakers, que, por
sua vez, deram-lhe subliminarmente a chave para decifrar o material codificado nas salas das
cavernas.

A chave tinha a ver com um antigo sistema de linguagem chamado sumério. Supostamente, o
sumério representa a primeira língua humana compreensível que foi exercida na Terra. O Dr.
Anderson trabalhava para uma organização pouco conhecida chamada ACIO, ou Advanced
Contact Intelligence Organization. É uma organização de muito prestígio, que trabalha sob a
égide de uma organização igualmente importante conhecida como National Security Agency
(NSA). A ACIO é uma organização secreta notável e muito talentosa, e bastante
provavelmente, é bem superior a qualquer outra do mundo. Felizmente para nós, ela parece
ser orientada para a proteção e avanço da humanidade e goza de uma imunidade quanto à
manipulação e controle das autoridades superiores, incluindo sua mentora, a NSA.

Tudo isso é favorável à ACIO, mas existe uma esfera de perigo que vincula um desejo ultra
zeloso de controlar absolutamente e neutralizar sistematicamente ou eliminar qualquer
elemento que prometa eliminar ou ameaçar sua soberania absoluta. O envolvimento
emocional do Dr. Anderson com os WingMakers passaram a constituir uma ameaça
internacional à ACIO, e muito provavelmente eles o teriam eliminado ou apagado
completamente sua lembrança e as 8.000 páginas de informações sobre os WingMakers que
ele havia acumulado.

Conhecendo essa política, o Dr. Anderson sabia que seu tempo era curto, e que se ele quisesse
sobreviver e conseguir informações sobre aqueles maravilhosos segredos extraterrestres
relacionados com o mapa rodoviário para o futuro e para o domínio público, ele teria que
desertar, ir para os subterrâneos, e colocar essas preciosas informações em mãos seguras. Ele
fez isso, e vocês podem ter acesso a essa história no web site sobre os WingMakers.

A ACIO está supostamente em contato e trabalha com uma civilização extraterrestre


conhecida como os corteums, que está 3.200 anos à nossa frente. Eles também parecem ter os
melhores interesses em relação ao nosso planeta e estão trabalhando com a ACIO para
preparar nossa jornada para o futuro em segurança. Para confirmar isso, deram à ACIO uma
tecnologia chamada BST, Blank Slate Technology.

Essa tecnologia, se é que podemos chamá-la assim, tem a capacidade de mudar ou eliminar
todas as formas-pensamento existentes, ou que estão para ser criadas no futuro ou para o
futuro. Como exemplo, essa elevada civilização ET informou à ACIO que no ano 2011 uma
civilização extraterrestre planejará invadir nosso planeta, dominar-nos e fazer com que
passemos a pertencer-lhes. Ironicamente, essa civilização ainda não está consciente de suas
futuras intenções. A BST foi dada ao ACIO pelos corteums, para apagar ou alterar essas
4
futuras intenções. Presumivelmente, enquanto usarmos essa tecnologia defensivamente, sem
hostilidade, e sem ser para nosso engrandecimento, poderemos aproveitar suas avançadas
capacidades.

FORMAS-PENSAMENTO
Tudo bem que uma instituição governamental sinta que é ''do povo'' e que precisa trabalhar a
seu favor. Estou certo de que a ACIO, com o melhor de sua capacidade, tencione inteiramente
servir-nos e proteger-nos nos próximos tempos. Mas pode-se rapidamente ver sua
vulnerabilidade, que foi claramente evidenciada no que aconteceu com o Dr. Anderson. O
controle apareceria como principal modus operandi. É claro que eles diriam que isso é
necessário para a segurança, mas nesse processo estariam dispostos a eliminar um ser
humano, ou a apagar ou controlar sua memória ou faculdades mentais.

Tudo isso está baseado no medo e, conseqüentemente, devido a sua própria natureza, estará
comprometido. O medo é extremamente vulnerável ao comprometimento, fazendo assim da
ACIO um alvo para a destruição ou para a invasão do Governo Secreto Sinistro, que adoraria
possuir uma arma tal como a BST a sua disposição. Embora eu sinta arrepios de pensar na
perspectiva do que pareceria ser uma instituição altruísta querendo assegurar nossa passagem
para o futuro em segurança, só posso sentir que como principal resultado disso, excetuando
alguma coisa que não possa ser prevista, eles também poderão no final tornarem-se vítimas de
um sistema que é pernicioso, imoral, e totalmente aberrante – o governo do mundo.

A fonte para a passagem a salvo para o futuro e para as dimensões superiores está nas pessoas.
Afinal, elas são os grandes números e têm a maior capacidade para criar e distribuir uma
energia espiritual benéfica e duradoura. Como isso será feito?

Embora deva haver um elemento de amor e compaixão inerente na ajuda que estamos
recebendo dos WingMakers, dos corteums e da ACIO, mais uma vez eu questiono quanto,
principalmente no que diz respeito à ACIO. Como já foi evidenciado antes, eles parecem mais
emanar de uma fonte de amor condicional, frente a frente com o amor incondicional, que é o
essencial. Se não fosse assim, por que o Dr. Anderson precisaria temer por seu bem-estar ou
por sua vida?

Portanto, mais uma vez, vemos que nossos supostos benfeitores estão em risco, e
egoisticamente resguardando o que eles acreditam ser melhor para o planeta, e para mim e
vocês. Certamente o que eles estão fazendo é admirável, mas ostensivamente fadado ao
fracasso se nós, as pessoas, não estivermos incluídas de alguma forma. O Dr. Anderson tinha
esse pensamento em mente quando fugiu e finalmente colocou suas descobertas nas mãos de
um indivíduo confidencial, que era jornalista por profissão. Entre eles, o material foi
resguardado para o propósito expresso de torná-lo disponível ao domínio público, se a ACIO
fosse comprometida. Que grande dádiva ele fez altruisticamente ao mundo!

Dei o título a este trecho de ''formas-pensamento''. Por quê? Porque as formas-pensamento são
reais e são a soma total de uma pessoa viva ou falecida. A medida de nossa evolução em
qualquer tempo determinado é a qualidade ou soma total de nossos pensamentos. Há um

5
antigo axioma que diz: ''O que você pensa, é o que consegue.'' Jesus disse ainda mais: ''O que
vós semeardes, colhereis.''

Se nós semearmos formas-pensamento de amor, colheremos amor, de volta. Se semearmos


formas-pensamento de ódio e medo, colheremos ódio e medo. Ironicamente, e o que é
desconhecido da maioria, todos os pensamentos que tivermos nesta vida ficarão registrados
até o dia de nossa morte. Ao morrermos, nossa alma passará para os planos astrais, que são
divididos em dois domínios, i. é., o astral inferior e o astral superior. Todos os maus
pensamentos são armazenados no astral inferior, e todos os bons pensamentos são
armazenados e registrados no astral superior.

No ajuste de contas vem a avaliação ou julgamento. Essa avaliação, por força de seu valor
numérico, determina se retornaremos ao planeta Terra para fazer de novo nossa jornada
planetária, ou se passaremos pelo astral para entrar na dimensão superior seguinte, a Quarta
Dimensão.

Observem que a avaliação e o julgamento não vêm do Criador, do Cristo, ou de alguma outra
fonte divina como podemos erroneamente pensar, mas vem de nós mesmos! Nosso Eu
Superior e nosso eu inferior é que são nossos supremos avaliadores. Nenhum outro. Se a
preponderância de nossos pensamentos for boa ou benigna, nós automaticamente passamos
para as dimensões superiores, ou seja, a Quarta e a Quinta Dimensões. Sim, nós nos
graduamos nesta prisão virtual que é mais uma vez uma escola de aprendizado avançado para
os Deuses. Se a preponderância de nossos pensamentos for negativa, então retornaremos mais
uma vez à Terceira Dimensão (Terra) para repetir o processo escolar. Como podem
prontamente ver, vocês são o juiz e o júri. É por meio de nosso pensar certo ou errado
(pensamento) que nosso futuro e destino são formulados, assim como o futuro destino do
planeta.

Em resumo, nosso passado, presente e futuro são o resultado final de nossos pensamentos. A
julgar pelo que acabamos de dizer, fica claro que o poder final, bom ou mau, para o futuro,
está em mim e em vocês – não no governo, na religião, ou na ciência. Eles são a minoria; nós
somos a maioria. Eles são a cauda do cachorro e nós somos o cachorro inteiro, embora
estejamos permitindo que a cauda – a parte menor – nos controle e nos engane.

Está na hora de declarar: ''Chega!'' Nós somos a maioria. É essencial que despertemos para o
que está acontecendo neste mesmo momento. Somos as ovelhas sendo levadas para o
sacrifício. Perdemos nossa individualidade, nossa divindade. Permitimos que a cauda do
cachorro desempenhasse o papel de mágico, magnetizando-nos, controlando-nos, e
convencendo-nos de que eles sabem melhor, ao mesmo tempo em que secretamente
aumentam seu controle mágico. Em The Way Home discuto isso com detalhes.

Queridos leitores, estamos atualmente em uma encruzilhada. O dilema diante de nós está
claramente definido. Está na hora da decisão. Continuaremos a permitir que sejamos
convencidos de que a compreensão que eles nos impingiram é a realidade, quando na verdade,
é ilusão e artifício? Ou nos levantaremos e declararemos ''Chega!?''

6
Aqui atingimos um ponto perigoso. Sob nenhuma circunstância deveremos transformar essa
consciência espiritual e sutil em agressão física. Fazer isso seria perder a vantagem inerente e
extrema que já temos, mas que na maioria das circunstâncias não percebemos. A fim de não
perdermos nosso ponto focal que esbocei no início, estamos falando de poder de pensamento,
não de poder físico. Estamos falando sobre o poder do bom pensamento, e não do poder do
pensamento negativo e sem valor, que é o principal impulso das forças que se opõem. Por que
eles conseguiram até agora? Porque nós permitimos. Poderemos mudar essa situação?
Enfaticamente, sim! Como um adendo, o Divino Criador e Seus servidores estão observando
com a respiração contida, para ver que caminho escolheremos.

Enquanto população planetária, nós nos levantaremos e declararemos uma basta deste sofisma
e desta temeridade? Reconheceremos a religiosidade dentro de nós e mais uma vez
assumiremos o controle e a responsabilidade por nós mesmos e nossos companheiros? E
também por nosso futuro?

Continuaremos permitindo que uns poucos controlem muitos, o que levará a uma espiral para
baixo para estilos de vida cada vez mais profundos e traumáticos? Continuaremos a agir igual
a Sheeple (povo de cordeiros) e a darmos nosso sagrado poder a eles, para ser abusado e mal
usado, levando finalmente a nosso falecimento espiritual? Vamos discutir isso por um
momento. Vocês perguntarão: Como eles nos controlam? Eis aqui dois exemplos:

-O que reverenciamos mais, em nosso mundo do dia-a-dia? É Deus? Não, não é. É o dinheiro
e o poder. A adoração a Deus é geralmente uma coisa secundária.

Assumimos responsabilidade por nós mesmos e pela presença e futuro de nossa família?
Muitas vezes, não, ou apenas nos limites do sistema estabelecido. Estamos satisfeitos com a
crença de que o ''Grande Irmão'' sabe melhor. Permitimos a pobreza, a fome, as doenças
curáveis e os desastres financeiros, porque fomos ensinados por aqueles que nos controlam
que isso é a vida quando, na verdade, isso é artifício, ilusão e manipulação, e os aspectos mais
escuros e negativos da vida. Se o dinheiro e o poder fossem distribuídos eqüitativamente entre
a população mundial, haveria o suficiente para todo homem, mulher e criança, e ainda
sobraria muito. Mas só que não é assim, nesse sistema de artifício e manipulação.

Um último ponto – nos tempos da antiga Roma, quando não havia guerra, as atividades de paz
consistiam em bemestar, gladiadores e esportes. Todas essas são formas de controle e
preocupação da mente e da alma. Nós mudamos alguma coisa, desde esses tempos?
Certamente não! O bem estar continua sendo um instrumento de controle. Os gladiadores, sob
a forma de lutadores de Box, luta livre, esgrima, artes marciais, e outras; e esportes tais como
o futebol, o beisebol, o basketball, o tênis, etc., estão na ordem do dia. Vocês já pararam para
pensar no impacto dessas coisas sobre nosso progresso espiritual? Vocês já pararam para
considerar o impacto sobre a civilização em geral? Centenas de milhares de espectadores
assistem a essas disputas sem outro pensamento a não ser o jogo e seu eventual resultado.

Vocês já consideraram o que essa quantidade de consciência, se aproveitada altruisticamente,


poderia fazer para o avanço da consciência planetária e ajudar os muitos que estão prontos a
nos ajudar com nosso futuro? Novamente, temos uma mentalidade ''de ovelhas'', como a do
7
cego guiando outro cego. Concordamos em ser sistematicamente controlados e enganados.
Ignoramos nossas obrigações e responsabilidades quanto ao futuro. Está na hora de reavaliar
onde estivemos, onde estamos agora, e para onde vamos ao futuro. A responsabilidade pelo
mapa rodoviário do futuro é nossa. O que pretendemos fazer a respeito?

MUDAR NOSSAS RELIGIÕES E O CAMINHO ESPIRITUAL


Durante os feriados de Natal, eu estava em casa, nos Estados Unidos, pela primeira vez em
muitos anos, em vez de estar do outro lado do mar. Este ano, devido à incerteza dos desafios
potenciais do ''bug'' do milênio, decidi retornar à América para estar presente nos
acontecimentos do Novo Milênio e em quaisquer aberrações causadas pelo bug. Era uma
ocasião muito tranqüila e de muita paz para mim, com pouca atividade social, dando-me
tempo para refletir e prestar atenção, através da televisão, ao que os principais teólogos
estavam dizendo.

Francamente, fiquei muito impressionado com um deles, e com o que ele disse sobre o futuro
e a religião. Seu discurso estava sendo transmitido de Israel, perto do Gólgota, o local onde
Cristo fora crucificado. Esse indivíduo, já avançado em idade, fez uma afirmação muito
profunda e sagaz. Vou parafraseá-lo aqui, pois não me recordo das palavras exatas. Ele disse
que no Novo Milênio precisamos nos unir e juntar as mãos com outras denominações e
continuar unidos, pois todos nós temos um objetivo comum, que é à volta ao lar de onde
viemos originariamente. Por que não o fazermos juntos?

Ele sugeria que as religiões organizadas cerrassem fileiras, eliminassem sua grande
diversificação e concordassem em voltar ao lar juntas, e não separadamente, como é costume
hoje. Essa profunda afirmação é o projeto para o Futuro e para o Novo Milênio. Nenhuma
religião é melhor do que outra, embora achem que são. No final, elas permanecem mortais e
falíveis. A única permanência inerente dessas religiões diversificadas é a essência do Espírito
Santo, que até aqui tem sido relegado muitas vezes a um papel secundário e propiciatório.

Imploro-lhes que considerem essa profunda declaração, particularmente sobre unir as mãos e
cerrar fileiras. Não estou certo de que eles tenham a vontade ou o poder inato para fazer isso.
Existe ainda a forte possibilidade de que, no embaralhar, muitos percam seu lugar na ordem.
Que seja assim. Eu poderia escrever muito mais sobre as implicações dessas sugestões, como
tenho certeza de que alguém o fará.

Em minha idéia, o que é mais previsível nesta ocasião é a desestruturação da religião, de


maneira que um grupo possa fluir para dentro do outro, tornando-se uma unidade homogênea.
Por outro lado, os impedimentos padrão, tais como a rigidez, o ego, os lucros monetários, as
manipulações da política interna, a autocapacitação e a ambição ainda existirão e sufocarão
qualquer reforma.

Eu disse anteriormente que governo, ciência e religião entrarão em colapso se não puderem
acomodar-se na Consciência Crística que está chegando. Olhem a sua volta. Está acontecendo
neste exato momento. De acordo com os pânditas, governo e religião, em seu atual estado de

8
estrutura e de ser, entrarão em colapso. A ciência e a religião irão fundir-se e tornar-se uma,
ambas passando por intensas mudanças de reforma.

Vamos agora observar e considerar outra mudança de reforma. Anteriormente, nós


relegávamos nossos pedidos por necessidades, vontades e desejos, a um grupo sistemático de
supervisão chamado de Hierarquia Espiritual. A Hierarquia é um subgrupo do escritório de
Deus Criador, semelhante aos funcionários de um escritório. Não é nossa intenção degradar
ou diminuir esses seres sublimes, pois eles são, de fato, muito superiores a qualquer um de
nós daqui da Terra.

Quem são esses grandiosos seres? Existem muitos, mas muito notavelmente podemos
mencionar alguns, tais como Buda, Zaratustra, St. Germain, Kuthumi, Gabriel, Miguel, e
Sananda (outrora, Jesus da Terra). Em tempos passados, talvez nós mesmos, pessoalmente
tenhamos feito pedidos a um ou mais desses seres grandiosos e sublimes, quando precisamos,
em vez de nos dirigirmos diretamente à Fonte ou a Deus Criador, como deveríamos.

O Novo Milênio exige de maneira muito enfática que nós recuperemos nossa soberania, o que
significa literalmente que aceitemos nossa Divindade e que pensemos e ajamos de maneira
devota, unindo-nos às fileiras da companhia devota e da Hierarquia; e como os Deuses que
realmente somos, aceitemos essa grande responsabilidade.

Está na hora de crescer; é hora de romper as bolhas da ilusão e da amnésia; de dizer ''eu farei'',
em vez de fazer como foi ordenado. Ao crescer, ao ir diretamente à Fonte e ao aceitar o fato
de que somos Deuses, nós criamos um novo ''eu'', e um novo ''você''. Ao ir diretamente à
Fonte de todas as coisas, nós elevamos nossa consciência aos níveis mais altos, geralmente e
automaticamente elevando nossa consciência e nossa existência aqui na Terra.

Além disso, assumimos dentro de nós mesmos a divindade que por direito é nossa. Nós
despertamos e estimulamos em clara consciência e prática, aquela centelha de divindade
dentro de cada um de nós. Nós nos tornamos um com nossos antigos auxiliadores, a
Hierarquia, e agora os liberamos para atender às necessidades maiores do Criador. É
compreensível que essa tarefa grande e essencial não será fáceis, e muitos provavelmente
falharão, mas é preciso que seja feito.

Para ajudar-nos a desempenhar esta terrível tarefa, estão as crianças que estão nascendo hoje
em dia. Algumas delas já estão próximas da maturidade. Recentemente, a China apresentou ao
mundo um pequeno grupo dessas crianças especiais (algumas já adolescentes), e suas
capacidades excepcionais. Essas crianças demonstraram suas habilidades muito avançadas,
uma das quais era ler artigos que não haviam conhecido ou visto anteriormente, usando
vendas. Colocavam também uma revista ou jornal sob a axila e os liam, sem nunca os terem
visto antes. Mais tarde, o sponsor (responsável, patrocinador, padrinho) chinês
significativamente apresentou 100 dessas crianças excepcionais.

O que acabo de expor pode parecer ostentação ou desejo de aparecer, mas na verdade
pressagia algo muito maior, pois existem crianças em todo o mundo que são excepcionais. De
fato, conforme mencionei anteriormente, elas estão nascendo meio ETs e meio humanas. A
9
metade extraterrestre exige a restruturação da base genética e do sistema de ADN. Devido a
nossa incumbência anterior, nós tivemos só dois cordões de ADN, mas agora essas crianças
vêm para a Terra com vinte ou trinta cordões de ADN. Imaginem o que esse grande aumento
de ADN lhes dá em termos de habilidades, conscientização e potencial para as mudanças
necessárias. Além disso, lembrem-se de que a restruturação genética está destinada a mudar e
a ajudar nosso futuro destino. Precisamos estar dispostos a mudar, e a nos preparar para esses
futuros líderes de vanguarda. Mais tarde, discutirei como podemos começar a fazer isso.

Parte I

Anne: Você está confortável?

Dr. Anderson: Sim, estou bem e preparado para começar quando você quizer.

Anne: Você tem feito algumas afirmações destacadas com respeito ao projeto do Ancient
Arrow. Poderia por favor, recontar qual foi sua participação neste projeto e por que
decidiu abandoná-lo por sua própria vontade?

Dr. Anderson: Fui selecionado para liderar a decodificação e tradução das imagens simbólicas
encontrados nesse sítio arqueológico. Tenho uma conhecida experiência em linguagens e
textos antigos. Sou capaz de falar mais de 30 idiomas fluentemente e outras doze línguas
oficialmente extintas devido as minhas habilidades em lingüística e minhas habilidades para
decodificar símbolos pictóricos como os petroglifos ou hieróglifos, fui eleito para esta função
e estive envolvido no projeto Ancient Arrow desde seu início, quando o ACIO assumiu o
comando do projeto do NSA. Eu estive inicialmente envolvido no descobrimento do sítio e
sua restauração com uma equipe de outros sete cientistas pertencentes a ACIO. Nós
restauramos cada uma das 23 câmaras da cápsula do tempo dos WingMakers e catalogamos
todos seus artefatos.
Enquanto completavamos a restauração, focalizei-me crescentemente em decodificar sua
peculiar linguagem e em desenhar os índices de tradução para o inglês. Foi um processo
particularmente demorado porque um disco óptico foi encontrado na câmara 23ª, o qual
inicialmente era impenetrável a nossa tecnologia. Assumimos que o disco óptico continha a
maior parte da informação que os WingMakers desejavam que nós soubéssemos deles.
Entretanto, não podíamos imaginar como aplicar as imagens simbolícas encontradas em suas
câmaras para destravar o disco.
Decidi deixar o projeto depois de ter sido bem-sucedido em encontrar o código de acesso ao
disco óptico, e decidi deixar o projeto depois de perceber e sentir que a ACIO iria impedir o
acesso público à informação contida dentro do sítio do Ancient Houve entre outras razões,
mas é muito complicado de explicar em uma resposta concisa.

10
Anne: O que fez quinze quando descobriu que você havia saido?
Dr. Anderson: Ele nunca teve a oportunidade de me perguntar diretamente porque sai. Mas
estou seguro que está zangado e se sente traído.

Anne: Conte-me a respeito de quinze. Como é ele?

Dr. Anderson: Quinze é um gênio de inteligência e conhecimento sem igual. É o líder do


grupo labirinto desde sua criação em 1963. Ele tinha só 22 anos de idade quando se uniu ao
ACIO em 1956. Acredito que foi descoberto antes mesmo que tivesse a oportunidade de
estabelecer uma reputação nos círculos acadêmicos. Ele era um gênio renegado que queria
construir computadores que fossem o suficientemente capazes para viajar no tempo. Pode
imaginar como uma meta como essa, em meados dos anos 50, deve ter aturdido aos seus
professores? Não e por demais dizer que não foi tomado seriamente, e foi dito essencialmente
que se alinhasse com os protocolos acadêmicos e desenvolvesse uma investigação séria.
Quinze chegou a ACIO mediante uma aliança que esta tinha com os laboratórios da Bell. De
alguma forma os laboratórios Bell escutaram a sua proposta e de alguma forma contrataram-
no, mas rapidamente saiu de sua agenda de investigação e quis aplicar sua visão à viagem no
tempo.

Anne: Porque estava tão interessado em viajar no tempo?

Dr. Anderson: Ninguém está absolutamente seguro. E suas razões devem ter mudado com o
passar do tempo. O propósito mais aceito era para que fosse possível desenvolver a tecnologia
chamada Blank Slate Technology ou BST. BST é uma forma de viajar no tempo permitindo
reescrever a história no que é chamado pontos de intervenção. Os pontos de intervenção são
centros de energia causal que criam eventos importantes. Como por exemplo a ruptura da
União Soviética ou o programa espacial da Nasa.
BST é a tecnologia mais avançada e qualquer que esteja em posse dela, pode defender ou
pode defender a si mesmo de qualquer agressor. É como quinze era gostava de dizer, a chave
da liberdade. Recorda que a ACIO era a responsável primeiramente em adptar a tecnologia
extraterrestre para depois usa-la tanto social como em aplicações militares. Fomos expostos
aos extraterrestres e sabíamos de sua agenda. Alguns destes ETs aterrorizaram a ACIO.
Anne: Porque?

Dr. Anderson: Havia acordos entre nosso governo, especificamente a Agência de Segurança
Nacional, para cooperar com as espécies Extraterrestres usualmente chamadas Greys, em
troca de sua cooperação manteríamos eles ocultos e possibilitaríamos que eles conduzissem os
seus experimentos biológicos sob um manto de secreto. Havia também um programa de
transferência de tecnologia que boa parte eram sucatas, mas essa é outra história... Entretanto,
nem todos os Greys estavam trabalhando dentro de uma agenda unificada. Havia certos

11
grupos de Greys que viam os humanos quase de igual modo que nós vemos os animais de
laboratório.
Eles estão abduzindo humanos e animais, e estiveram fazendo isso pelos memos nos últimos
48 anos... Estão essencialmente conduzindo experimentos biológicos para determinar como os
seus gens podem ser compatíveis com os dos humanos e a estrutura genética animal. Seus
interesses não são completamente entendidos, mas mesmo assim a sua agenda foi aceita. É
para perpetuar a sua espécie. Sua espécie está perto da extinção e temem que o seu sistema
biológico falte o desenvolvimento emocional para equilibrar seus avanços tecnológicas de
uma maneira mais responsável.
Quinze foi contatado pelos Greys em sua sala na ACIO, e seu desejo de promover um
programa de transferência de tecnologia em grande escala, mas quinze os decepcionou. Ele já
tinha estabelecido um TTP com os Corteum, e sentiu que os Greys estavam muito frustrados
em sua organização para cumprir com suas promessas. Além disso, a tecnologia dos Corteum
era superior em sua maioria a dos Greys... Com a possível exceção da tecnologia de implante
dos Greys de hibridização genética.
Entretanto, quinze e o grupo labirinto consideraram cuidadosamente uma aliança com os
Greys, não por outra razão que ter comunicação direta com sua agenda declarada. A quem
gostava de estar informado a cerca dos acontecimentos. Assim foi que eventualmente
estabelecemos uma aliança, que consistia em um modesto intercâmbio entre nós. Nós os
províamos de acesso a nosso sistema de informação relativo as genéticas das populações e sua
única predisposição ao longo de uma variedade de critérios incluindo a conduta mental,
emocional e física; e eles nos proviam com seus achados genéticos.
Os Greys, e a maioria dos extraterrestres nessa matéria, comunicam-se com os humanos
exclusivamente através de uma forma de telepatia, que nós chamamos telepatia sugestiva,
porque nos parecia uma forma de comunicação de tal maneira que eles tratavam de levar a
conversação para uma finalidade em particular. Em outras palavras, sempre tinham uma
agenda, e nós nunca sabíamos com certeza se fomos um peão de sua agenda ou se seguiamos
a nossa própria agenda.
Acredito que é por isso que quinze não confiava nos Greys. Ele sentia que eles usavam a
comunicação para manipular os resultados para sua melhor conveniência e a favor de seus
interesses. E por esta falta de confiança, quinze se recusou a formar qualquer aliança ou TTP
(Programa de Transferência de Tecnologia) completo ou integral para nossas operaçõesem
qualquer programa no ACIO ou no Grupo Labirinto.

Anne: Os Greys sabiam da existência do grupo labirinto?

Dr. Anderson: Eu não acredito nisso. Eles estavam geralmente convencidos de que os
humanos não eram suficientemente inteligentes para atrapalhar os seus projetos. Nossa análise
era que os Greys tinham tecnologias invasivas e isso lhes dava um falsa sesação de segurança
a respeito das debilidades de seus inimigos. E eu não estou dizendo que fôssemos inimigos,
mas nunca confiamos neles. E isto indubitavelmente que eles sabiam. Eles também sabiam
que a ACIO possuía tecnologias e inteligências que eram superiores ao uso corrente da
maioria da população humana. E isso fez com que eles tivessem um certo respeito e
possivelmente inclusive temor, de nossas habilidades.
12
Entretanto, nunca lhes mostramos nenhuma de nossas tecnologias, nem nos perdíamos em
profundos diálogos a respeito da cosmologia ou da física. Eles estavam claramente
interessados em nossa base de dados de informação e esta era sua principal agenda com
respeito à ACIO. Quinze era a resposável em lidar com os Greys porque eles sentiam que ele
tinha um intelecto comparável ou mesmo equivalente de chefe executivo do planeta.

Anne: Como é que quinze se converteu no líder tanto da ACIO e do grupo labirinto?

Dr. Anderson: Ele era o diretor de investigação em 1958 quando os Corteum foram
conhecidos pela primeira vez pela ACIO. E nesta posição, ele era a opção lógica para avaliar
sua tecnologia e determinar seu valor para a ACIO. Os Corteum instantaneamente se
simpatizaram com ele. E uma das primeiras decisões de quinze foi utilizar a tecnologia de
aceleração de inteligência em si mesmo. Aproximadamente três meses depois da
experimentação (a maior parte do qual não estava em suas provas litográficas para o diretor
executivo da ACIO no momento), quinze foi infundido com uma visão maciça de como criar
o BST.
O diretor executivo estava assustado pela agenda de quinze sobre o BST e sentiu que ia
desviar muitos dos recursos da ACIO para um programa de desenvolvimento de tecnologia
que poderia ser duvidoso. Quinze assim pediu ajuda dos Corteum para estabelecer o grupo
labirinto. Os Corteum estavam igualmente interessados no BST pelas razões similares que
quinze. A chave da liberdade, como era chamado algumas vezes, foi estabelecida como a
primeira agenda de grupo labirinto, e os Corteum e quinze foram seus membros iniciais. Nos
anos seguintes, quinze selecionou os melhores cientistas da ACIO para experimentar um
programa de aceleração de inteligência similar ao que ele havia passado, com a intenção de
desenvolver um grupo de cientistas que pudessem em cooperação com os Corteum,
inventarem e desenvolver o BST. A ACIO, na opinião de quinze, estava muito controlada pela
NSA ( Agência Nacional de Segurança) e sentiu que a NSA era muito imatura em sua
liderança para responsavelmente lidar com essas novas tecnológias que seriam desenvolvidas
pelo grupo labirinto. Assim quinze tramou para assumir o comando da ACIO e foi ajudado
por seus novos recrutas para fazer isso.
Isto aconteceu uns poucos anos antes que eu me filiasse com a ACIO como estudante e
interno. Meu padrasto simpatizava-se com a agenda de Quinze e viu que seria útil em colocar
quinze como o diretor executivo da ACIO. Houve um período de instabilidade quando esta
transição ocorreu, mas depois de quase um ano, quinze estava firmemente no controle dos
programas de trabalho tanto da ACIO como do grupo labirinto.
O que disse antes que ele era visto pelos ETs como o chefe executivo do planeta...que
essencialmente é isso mesmo. É ele quem está conectado com os ETs e representa de certa
maneira a raça humana só o Corteum entende o papel de Quinze. Ele tem uma visão única
para o desenvolvimento e do BST, e está aproximando-se dessa tecnologia e tem os elementos
humanos que vão fazer com que isto seja possível.

Anne: O que é que faz o BST tão importante para quinze e o grupo labirinto?

13
Dr. Anderson: A ACIO teve acesso a muitos textos antigos que contêm profecias da terra.
Estes textos foram acumulados durante centenas de anos através de uma rede secreta de
organizações da qual somos parte. Estes textos antigos não são conhecidos em instituições
acadêmicas, nos meios de comunicação ou na sociedade em general. São muito datalistas na
descrição do século XXI. Quando quinze ficou consciente dos conteúdos destes textos e
depois quando assumiu a direção de investigação da ACIO, esse conhecimento só alimentou o
desejo para que se desenvolvesse o BST.

Anne: Que são estas profecias e quem as fez?

Dr. Anderson: As profecias foram feitas por uma variedade de pessoas que são em sua maior
parte, desconhecidas ou anônimas, assim é que se te dissesse seus nomes não os reconheceria.
Você vê, a viagem pelo tempo pode ser obtida pela alma em um nível de observação... é para
dizer, que certos indivíduos podem mover-se na realidade do que podemos chamar tempo
vertical e ver os eventos futuros com grande claridade, mas não tem poder para modifica-los.
Estão inclusive aqueles indivíduos que, em nossa opinião, fizeram contato com os
WingMakers e foram providos com mensagens sobre o futuro, gravando assim imagens
simbólicas ou em linguagens extintas como a dos Sumerios, Maias e os Chakobsan. As
mensagens ou profecias têm várias informações consistentes que acontecerão na primeira
parte do século XXI, ao redor do ano 2011. O mais importante é que ocorrerá uma infiltração
nos maiores governos do mundo, incluindo nas Nações Unidas, por uma raça de extraterrestre
alienígena. Esta raça alienígena é uma raça depredadora com uma tecnologia sofisticada que
lhe permitiu integrar-se com a espécie humana. Isto é para dizer, que eles podiam posar como
humanos, mas eram na verdade uma mescla de humanos e andróides, em outras palavras,
eram sintéticos. Esta raça alienígena foi profetizada para estabelecer um governo mundial e
reger como seu poder executivo. Isto seria o último desafio para a inteligência coletiva da
humanidade e sua sobrevivência. Estes textos estão ocultos do público porque podem
produzir muito temor e poderia também resultar em represálias apocalípticas e paranóia
maciça...

Anne: Está dizendo o que penso que está dizendo? Que profetas anônimos de Deus sabem
onde e quando, e tiveram uma visão de nosso futuro tomado por uma raça de robôs? Quero
dizer, dá-te conta ... quão incrível soa isso?

Dr. Anderson: Sim, eu sei que sonha incrível... Mas há versões diluídas desta mesma profecia
em nossos textos religiosos, e assim permitiram que uma forma da profecia pudesse ser
distribuída, mas a noção de uma raça extraterrestres foi completamente eliminada dos textos.

Anne: Por quê? E quem exatamente está censurado o que podemos ler e o que não
podemos? Estas sugiriendo que existe um comitê secreto de edição que examina os livros
antes de sua distribuição?

14
Dr. Anderson: Este é um assunto muito complicado e poderia passar todo o dia simplesmente
te pondo a par a respeito da estrutura geral de controle de informação. As maiores livrarias e
as mais importantes do mundo têm coleções de informação que não estão disponíveis ao
público em geral. Somente os estudiosos estão autorizados a ter acesso a este material, não
podendo levá-los consigo. Da mesma maneira, são os manuscritos que postularam teorias que
eram filosamente diferentes das crenças aceitas em seus tempos. Estes manuscritos ou escritos
foram guardados por uma variedade de fontes, incluindo o Vaticano, universidades, governos
e várias instituições. Estes escritos são procurados por organizações secretas que têm a missão
de coletar e reter esta informação. Estas organizações secretas são filhas muito poderosas e
bem fundadas, e podem comprar estes manuscritos originais por uma quantidade
relativamente pequena em dinheiro. A maioria dos escritos são considerados enganosos de
todos os modos, assim é as bibliotecas estão dispostas a entregar-los por uma modesta
contribuição ou donativos. Também, a maioria destes são escritos originais que nunca foram
publicados, sendo que foram originados em um tempo anterior ao da imprensa. Existe uma
rede de organizações secretas que estão amplamente conectadas através de negociadores de
mercados financeiros e seus interesses em assuntos mundiais. São geralmente centros de
poder para os sistemas monetários dentro de seus respectivos países, e são elitistas e querem
poder. A ACIO está filiada com esta rede vermelha, somente porque a ACIO tem a melhor
tecnologia no mundo, e esta tecnologia pode ser utilizada para o ganho financeira através da
manipulação dos mercados. Quanto a um comitê editorial... não, esta rede secreta de
organizações não revisam os livros antes da sua publicação. Suas posses são exclusivamente
em manuscritos antigos e textos religiosos. Eles têm um grande interesse na profecia porque
eles acreditam no conceito de tempo vertical e tem interesse em saber as mudanças macro
ambiental que podem afetar a economia. Para a maioria deles, o único, ou único jogo sobre
este planeta que vale a pena jogar é a aquisição dos sempre crescentes lucros e poder através
de uma manipulação orquestrada das variáveis chaves que dirigem a máquina econômica de
nosso mundo.

Anne: Então sim são tão inteligentes sobre o futuro, e eles acreditam nestas profecias,
que é o que estão fazendo para nos proteger destes extraterrestres invasores?

Dr. Anderson: Eles ajudam a financiar a ACIO. Estas coletividades de organizações têm uma
enorme riqueza. Mais do que a maioria dos governos podem compreender. A ACIO lhes provê
com a tecnologia para manipular os mercados de dinheiro e captanear centenas de trilhões de
dólares a cada ano. Eu nem sequer conheço a envergadura de sua riqueza coletiva. A ACIO
também recebe recursos da venda destas tecnologias diluídas a estas organizações pelo bem
de sua própria segurança e amparo. Nós desenhamos os sistemas de segurança mais finos do
mundo, que são tanto indetectáveis e impenetráveis para as forças externas de segurança mais
sofistidadas do mundo, tais como a CIA e a Ex-KGB.
A razão pela qual eles financiam a ACIO é que eles acreditam que quinze é o homem mais
brilhante eu conhecem em vida e são conscientes de sua agenda geral para desenvolver a BST.
Eles vêem esta tecnologia como a última segurança contra a profecia e sua habilidade para
reter o controle relativo do mundo e as economias mundiais. Eles inclusive conhecem a
posição estratégica de quinze com as tecnologias extraterrestres e esperam que entre este
gênio, e a tecnologia extraterrestre que a ACIO está assimilando, ao BST seja possível
desenvolvê-la antes que a profecia aconteça.

15
Anne: Mas porque o repentino interesse na cápsula do tempo dos WingMakers? Como é
surgui o assunto do BST?

Dr. Anderson: Inicialmente, não sabíamos que conexão a havia entre o projeto do Ancient
Arrow e o imperativo BST. Deve entender que a cápsula do tempo era uma coleção de 23
câmaras literalmente esculpidas dentro das paredes de uma caverna no meio de um nada perto
de 80 milhas a nordeste da caverna do Chaco no Novo México.
Isto é, sem dúvidas, é o mais surpreendente achado arqueológico de todos os tempos. Se aos
cientistas fosse permitido examinar este sítio, com todos seus artefatos intactos, estariam
atônitos por este incrível achado.
Nossas presunções preliminares foram que este sítio era uma cápsula do tempo de alguma
classe deixada anos atrás por uma raça extraterrestre que visitou a terra no século VIII. Mas
não podíamos entender por que da arte era tão claramente representativa da terra, se fosse
uma cápsula do tempo. A única conclusão lógica era que representava uma versão futura da
humanidade. Mas não estavamos seguros de tudo até que descobrimos como acessar o disco
óptico e traduzir e o 1er conjunto de documentos do disco.
Uma vez que tivemos o claro entendimento de como os WingMakers queriam ser entendidos,
começamos a um provar suas declarações analisando a pintura de suas câmaras, poesia e
música, filosofia e artefatos. Esta análise nos deu grande segurança de que eram autênticos, o
que significa que não eram somente viajantes do tempo, mas sim estavam de posse de uma
forma do BST...

Anne: Por que acharam que eles tinham BST?

Dr. Anderson: Nós acreditávamos que eles levaram no mínimo dois meses criar sua cápsula
do tempo. Esse tampo seria necessário para abrir e manter aberta uma janela do tempo e
fisicamente operar dentro do quadro de tempo selecionado. Este é um requisito fundamental
do BST. Adicionalmente, é necessário ser capaz de selecionar os pontos de intervenção com
precisão, ambos em termos de tempo e espaço. Nós acreditamos que eles têm esta capacidade,
e que provaram isso com sua cápsula do tempo. Além disso, os artefatos tecnológicos que eles
deixaram para trás era a evidência de uma tecnologia que estava muito mais avançada que a
nossa que não podíamos sequer entendê-los. Nenhumas das raças extraterrestres da que
fôssemos conscientes tinham tecnologias tão avançadas que nós não pudéssemos sondar,
assimilar, e reverter sua engenharia. A tecnologia deixada no sítio do Ancient Arrow era
totalmente enigmática e impermeável as nossas provas. Consideramo-las tão avançadas que
eram literalmente indiscerníveis e inúteis, embora possa soar estranho, é um sinal claro de
uma tecnologia extremamente avançada.

Anne: Assim decidiram que os WingMakers estavam de posse do BST, mas como
pensaram que vocês iriam adquirir seu conhecimento?”

16
Dr. Anderson: Não sabíamos, já nesses dias, a resposta a essa pergunta é alusiva. A ACIO
colocou seus melhores recursos neste projeto por mais de dois meses intensivos. Eu comecei a
teorizar que a cápsula do tempo era um artigo de comunicação codificado. Eu comecei a
teorizar quando foi feito um esforço para interagir com os vários retratos e símbolos e
submergir na arte e filosofia da cápsula do tempo, afetava o sistema nervoso central de uma
maneira que melhorava a inteligência fluída.
Era, em minha opinião, o objetivo principal da cápsula do tempo era impulsionar a
inteligência fluídica de forma que BST não só fosse capaz de ser desenvolvido, mas também
utilizado…

Anne: Agora eu me perdi. Qual é a relação entre o BST inteligência fluídica?


Dr. Anderson: BST é uma forma específica de viajar pelo tempo. A ficção científica trata às
viagens pelo tempo como algo que é relativamente fácil de projetar e desenvolver, e
relativamente de uma dimensão. Apesar da avançada tecnologia dos Corteum e dos Greys
eles, ainda devem desenvolver o equivalente do BST. Eles são capazes de viajar no tempo em
sua forma elementar, mas não podem interagir com o tempo que eles viajaram para modificar.
Em outras palavras, eles podem retornar no tempo, mas uma vez ali, não podem alterar os
eventos desse tempo porque em um modo passivo e de observação.
O grupo labirinto conduziu sete experimentos de viagem pelo tempo nos últimos 30 anos. Um
claro resultado destes testes é que a pessoa que realiza a viagem é uma variável integral para a
tecnologia usada para viajar pelo tempo. Em outras palavras, a pessoa e a tecnologia precisam
encaixar precisamente. Do grupo labirinto, por tudo o que se sabe, já possui o BST, mas
carecem do viajante no tempo equivalente a um astronauta que possa apropiadamente dirigir a
tecnologia em tempo real e fazer os ajustes de último segundo que o BST requer.
O grupo labirinto nunca considerou seriamente o elemento humano de BST e como é integral
tecnologia propriamente. Existiam alguns de nós que estavam envolvidos na tradução dos
índices do WingMakers, que começou sentir que essa era a natureza da cápsula do tempo:
melhorar a inteligência fluídica e ativar novas entradas sensoriais que eram críticas à
experiência BST.
Anne: Mas ainda não entendo o que foi que o conduziu a essa conclusão?
Dr. Anderson: Quando traduzimos as primeiras 30 páginas de texto do disco óptico,
aprendemos algumas coisas interessantes a respeito dos WingMakers e sua filosofia. Por
exemplo, eles sustentam que o domínio tridimensional e cinco sentidos sensorial aos quais os
humanos se ajustaram, é a razão pela qual somente usamos uma porção fracionária de nossa
inteligência Eles sustentam que a cápsula do tempo seria a ponte do domínio de três
dimensões e cinco sentidos ao domínio multidimensional a dos sete sentidos.
Em minha opinião, eles estavam dizendo que para poder aplicar o BST, o viajante precisaria
operar e ter domínio da multidimensionalidade dos sete sentidos. De outra maneira, BST era o
camelo proverbial através do furo da agulha... ou em outras palavras... impossível.
Anne: Isto ao menos parece plausível para mim, porque era tão difícil de acreditar para
a ACIO?
Dr. Anderson: Esta iniciativa foi realmente conduzida pelo grupo labirinto e não pela ACIO,
assim é que esteja fazendo esta distinção para ser exato, e não para ser crítico as suas
perguntas. Para quinze era difícil acreditar que a cápsula do tempo poderia alterar ou construir
17
uma ponte que pudesse conduzir alguém para se tornar um viajante. Isto parecia
extraordinariamente de remota possibilidade. Ele sentiu que a cápsula de tempo poderia
asegurar a tecnologia para habilitar o BST, mas ele não acreditou que era meramente uma
experiência educacional ou de desenvolvimento.

Inclusive, e mais importante, a verdadeira identidade do WingMakers se fez clara na medida


em que desenvolvemos a nossa tecnologia RV.

Anne: Primeiro, que são as tecnologias RV?


Dr. Anderson: Pensem nisso como uma espionagem psíquica. A ACIO tem um departamento
que se especializa em tecnologia A ACIO tem um departamento que se especializou em
tecnologia de visão remota, e dentro deste departamento havia uma mulher de capacidade sem
paralelo como uma RV (visão remota). Ela foi admitida no projeto como seu RV, e foi um
elemento crítico em determinar a identidade e o propósito WingMakers.
Anne: Poderíamos retornar à tecnologia RV? Só me diga o que ela descobriu quanto à
identidade dos WingMakers.

Dr. Anderson: Ela estava muito sintonizada com o primeiro artefato que recuperamos que
demostrou ser um dispositivo guia que essencialmente nos conduziu ao sítio do Ancient
Arrow. Conduzimos duas sessões oficiais de RV, uma que eu monitorei e outra que quinze
monitorou e ela foi capaz de fazer contato com os planejadores originais do sítio do Ancient
Arrow. E mediante essas duas sessões de RV fomos capazes de determinar que a identidade
dos WingMakers fosse de uma antiga, a mais antiga, raça humana.
Anne: Quando diz a mais antiga, a que te refere?
Dr. Anderson: Sabemos deles principalmente através de poucos manuscritos antigos que
foram supostamente canalizados por estes seres. Há alguns poucos mitos em textos Sumerios
e Maias que se referem a estes seres também. Mas o texto mais definitivo vem do Corteum
que definiu eles, em nossas condições, como a raça Central.”

Anne: Como podem ser tão antigos sim estão tão avançados tecnologicamente?

Dr. Anderson: A raça central a residir nas galáxias mais pré-históricas próximas à parte mais
central do universo. De acordo com a cosmologia Corteum, a estrutura do universo é
segmentada em sete superuniversos onde cada um revolucionando ao redor de um universo
central. O universo central é o lar material da Primeira Fonte ou criador. De acordo com os
Corteum, para governar o universo material, a Primeira Fonte deve habitar materialmente e
funcionar no universo material. O universo central é o lar material da Primeira Fonte e é
eterno. Está rodeado por corpos gravitacionais escuros que o fazem essencialmente invisível
inclusive para aquelas galáxias que estam mais próximo de sua periferia.
Os Corteum ensinam que o universo central é estacionário e eterno, enquanto que os sete
súperuniversos são criações de tempo e revolucionam ao redor do universo central em sentido
contrário aos poteiros do relógio. Rodeando estes sete superuniversos está o espaço exterior
ou periférico, que são elementos não físicos consistentes em matéria não bariónica ou
18
antimateria, que giram no sentido dos ponteiros do relógio. Este vasto espaço exterior é um
lugar de expansão para que os sete superuniversos se expandam. O universo conhecido que
seus astrônomos vêem é apenas um pequeno fragmento de nosso superuniverso e o espaço de
expansão em sua periferia mais externa. A astronomia apoiada no Hubble extrapola, passado
em um campo de vista fracionário, de que há 50 trilhões de galáxias em nosso superuniverso,
cada uma contendo mais de 100 trilhões de estrelas. Entretanto, a maioria dos astrônomos
permanece convencidos de que nosso universo é singular. Não o é ...de acordo com os
Corteum. Sobre a margem do universo central reside a raça central, que contém o modelo de
DNA humano original da criação. Entretanto, são uma raça tão antiga que se aparecem a nós
como deuses, quando na realidade eles representam nosso ser futuro. Tempo e espaço são as
únicas variável de distinção. A raça central é conhecida para alguns como os DEUSES
criadores que modelo primitivo da espécie humana e logo, trabalhando em conjunto com os
Portadores de Almas, semearam as galáxias enquanto os universos se expandiam. Cada um
dos sete superuniversos tem um propósito distintivo e relação com o universo central através
da raça central apoiado em como a raça central experimentou com o DNA para alcançar
distinto, mas compatíveis encarnações físicas que fossem portadoras de alma.
Anne: Nem sei o que perguntar ....
Dr. Anderson: A raça central está dividida em 7 tribos, e são professores em genética e os
progenitores da raça humana. Na realidade, eles são nosso ser futuro. Bastante literalmente
eles representam o que nós evoluiremos no tempo e para em termos de espaço.
Anne: Assim é que, você está dizendo que os WingMakers são nossos seres futuros e que
eles estão construindo estas cápsulas do tempo para comunicar-se conosco?
Dr. Anderson: O grupo labirinto acreditava que os WingMakers são representativos da raça
central, e que eles criaram nosso particular Genótipo humano para nos fazer portadores de
almas em nosso universo particular. O sitio Ancient Arrow é parte de um sistema mais amplo
interconectado de sete sítios instalados em cada continente. Juntos, nós acreditamos que estes
sistemas constituem uma tecnologia defensiva.
Anne: Então existem sete sítios Ancient Arrow?
Dr. Anderson: Sim.
Anne: E sabe você onde estão?
Dr. Anderson: De uma forma general eu sei onde os seis restantes estão, mas não conheço sua
localização especifica. Permanecem ocultos até onde eu sei.
Anne: Porque uma raça mais avançada, ou versão futura da humanidade, colocaria uma
ordem tão sofisticada de tecnologias e artefatos em nosso planeta? De que eles têm medo?”

Dr. Anderson: Eles têm uma antigo e formidável inimigo, a quem quinze os chamava Animus.
Anne: Voltamos para os sintéticos?
Dr. Anderson: Não mesmo.
Anne: Assim, os WingMakers estão protegendo sua genética humana da invasão dos
Animus, e eles colocaram estes sítios... ou tecnologias de defesa sobre a Terra de algum
modo para evitar que se apoderem do planeta?

19
Dr. Anderson: Isso é essencialmente o que nós acreditamos. É mais que DNA humano. Inclui
toda a ordem animal superior, sendo os humanos uns um grupo coletivo de aproximadamente
de 120 espécies.
Anne: E você sabe tudo isto devido à visão de uma psíquica, alguns manuscritos antigos,
e os Corteum?
Dr. Anderson: Admito que soa implausível, mas sim, sabemos tudo isto de fontes que ninguém
de domínio público pode acessar ou confirmar.
Anne: Assim que os WingMakers, ou a raça central, criaram-nos e presumivelmente a
centenas de outras espécies, nos plantaram sobre a terra, e logo construíram um sistema
complexo de defesa para proteger seus gens. É está à situação?
Dr. Anderson: A melhor maneira de conceituar quem são estes seres, é considerá-los como
geneticistas que foram os primeiros nascidos da Primeira Fonte. A galáxia na qual reside a
raça central é aproximadamente 18 milhões de anos de idade e sua genética está infinitamente
mais desenvolvida que a nossa. São os ótimos portadores de almas e como tais podem
coexistir no mundo material e nas dimensões não materiais simultaneamente. Isto é porque
suas estruturas genéticas foram ativadas por completo.
Anne: Você parece ser um partidário desta filosofia , mas entendo por que você é tal
autoridade se tratar de a cosmologia dos Corteum. Eles lhe ensinaram isto?
Dr. Anderson: Parte de nosso TTP com os Corteum se estendeu a sua cosmologia, e eles têm
seu equivalente a nossa Bíblia chamada Cosmogonia Liminar, que eu traduzi. Foi nossa
primeira exposição detalhada da raça central e seu "detrás da cena" influência da evolução
genética e transformação.
Anne: Que dizer com "detrás da cena"?
Dr. Anderson: Os WingMakers criaram um modelo de DNA que é a forma-ajustada para cada
um dos sete superuniversos, habilitando um portador de alma sem igual e dominante para emergir
dentro de cada do superuniverses. Este portador de alma – em nosso caso – é o genótipo humano.
Dentro de nosso substrato genético é a estrutura inata que em última instância entregará nossa espécie
para o universo central como uma espécie aperfeiçoada. Os WingMakers codificaram isto dentro
de nosso DNA, e disparado os pontos naturais e artificiais que possibilita que nossa estrutura
genética se altere e adapte. Neste processo, ativa partes de nosso sistema nervoso que
alimenta a nosso cérebro com uma corrente mais rica de informação de nossos cinco sentidos
e dois sentidos adicionais que ainda temos que ativar conscientemente.
Anne: Soa um pouco fantasioso tudo isso.
Dr. Anderson: A que se refere?
Anne: Somente nós os humanos que um dia aspiraremos às alturas do WingMakers, mas
nossa salvação é algo invisível que está codificado em nossos gens. Sente-se como se
fôssemos fabricados para alcançar a mesma visão ou perspectiva de nossos criadores. O
que acontece com o livre-arbítrio?
Dr. Anderson: Chegou a uma boa pergunta, Anne. Não posso defender este sistema de crença.
Posso recitar qualquer passagem que você queira de livros que conheço, mas é só a opinião de
alguns que se tomaram o tempo de escrevê-lo.

20
Posso lhe dizer que por minha experiência, a mais ampla gama de possibilidades enquanto um
se move mais para uma linha de pensamento multidimensional e a caminho da atividade, as
eleições de um se estreitam no que respeita ao correto viver. Você poderia inclusive dizer que
o livre-arbítrio diminui na medida em que alguém se dá conta de todas as possibilidades.
Anne: Sei que você está tratando de ajudar, mas eu me perdi... mas não tente explicar-
me novamente. Marque com giz em meu denso cérebro até que eu entenda.
Dr. Anderson: Se houver qualquer dificuldade, é minha pobre capacidade de explicar-lhe. É
difícil definir estas coisas de uma forma que possa entrar em sua conciência a esse nível de
percepção.
Anne: Você disse mais cedo que os WingMakers codificaram pontos de gatilhos que
eram tão natural e artificialmente estimulados. O que você quis dizer?
Dr. Anderson: Novamente, quero enfatizar que tudo isto é de acordo aos Corteum. Temos
poucas provas de tudo isto desde nossa investigação empírica. Entretanto, o grupo labirinto
tem muita confiança no sistema de crenças cosmológico dos Corteum devido a sua história
como raça exploradora, e de suas aplicações superiores no campo da física.
Nosso DNA humano foi projetado. Não evoluiu das forças do tempo, matéria e energia. Foi
projetado pela raça central, e parte deste desenho foi codificado dentro do modelo de DNA
certas capacidades supersensoriais que permitiriam a um humano perceber-se a si mesmo em
uma forma muito específica.
Anne: De que forma?
Dr. Anderson: Como um portador de alma que está conectado ao universo como um raio de
luz está conectado a um espectro de cores enquanto passa por um prisma.
Anne: Poderia ser um pouco mais específico?

Dr. Anderson (renda-se): Eu sinto muito, às vezes eu cito algumas passagens – que é mais fácil que
apresentar a minha própria explicação toda vez.

Anne: Sem dúvida uma das maldições de ter uma memória fotográfica.
Dr. Anderson: Possivelmente tenha razão. Provarei então com as minhas próprias palavras.
Nosso DNA está projetado para “responder” a imaginação natural, palavras, tons, música e
outras forças externas.
Anne: Que quer dizer por “responde”?
Dr. Anderson: Pode ativar ou desativar certos componentes de sua estrutura que permite a
adaptação tanto em estados superiores do ser como o biológico.
Anne: Por exemplo?
Dr. Anderson: Como no estado de iluminação descrito por alguns de nossos professores
espirituais no planeta.
Anne: Nunca escutei que a iluminação seria algo que alguém se adapta.

21
Dr. Anderson: Isto é somente porque os místicos e ciêntistas não entendem este aspecto de
nosso DNA. Tudo, é um ambiente biológico ou um estado mental, requer adaptação por parte
da pessoa que desenvolve a experiência. A adaptação é a inteligência primária projetada
dentro de nosso código genético, e é esta inteligência que é despertada ou disparada, com
certo estímulo.
Os estímulos podem ser induzidos artificialmente, isto é para dizer, que a raça central pode
codificar e pode adaptar altas freqüências vibratórias dentro de nosso DNA que eles podem
disparar mediante imagens catalíticas, palavras ou sons.
Anne: Está bem, agora você está fechando o círculo ao propósito dos artefatos
encontrados no sítio da Ancient Arrow, correto?
Dr. Anderson: Acredito que estão relacionados. Até certo ponto não estou seguro. Mas de ler a
informação contida dentro do disco óptico, estou bastante seguro de que os WingMakers
tentaram a música, arte, poesia e filosofias sejam catalíticos.
Anne: Mas para que propósito?
Dr. Anderson: Economizaremos isto para mais tarde. Prometo que chegaremos a isto, mas é
uma história muito larga.
Anne: Tomemos um breve descanso e sigamos logo depois de ter a oportunidade de
tomar um pouco de café. De acordo?
Dr. Anderson: Está bem.
(recesso de dez minutos...)
Anne: Durante o recesso lhe perguntei a respeito da rede de organizações secretas que
mencionou, da qual a ACIO é parte delas. Poderia falar sobre esta rede de organizações
secretas e qual é sua agenda?
Dr. Anderson: Há muitas organizações que têm exteriores nobres e interiores secretos. Em
outras palavras, podem ter agendas externas que eles promovem entre seus empregados,
membros e os meios, mas há também uma agenda secreta e bem escondida que só o núcleo da
organização conhece. Os anéis exteriores ou membros protetores, como eles se referem a isto,
são simplesmente cortinas para cobrir a verdadeira agenda da organização.
O IMF, comitê de relações exteriores, NSA, KGB, CIA, Banco Mundial, e A Reserva Federal
são todos exemplos destas estruturas organizadas. Seu núcleo está tecido para formar uma
elitista sociedade secreta, com sua própria cultura, economia e sistema de comunicação. Estes
são os ricos e poderosos que uniram força para manipular a política mundial, a economia e
sistemas sociais para facilitar sua agenda pessoal.
A agenda, como a conheço, está primeiramente preocupada com o controle da economia
mundial e seus recursos vitais, tais como: petróleo, ouro, reservas de gás, platina, diamantes,
etc. Esta rede secreta utilizou tecnologia da ACIO com o propósito de assegurar o controle da
economia mundial. Eles estão bem dentro do processo de desenhar uma economia mundial
integrada apoiada em seu equivalente digital de papel moeda. Esta infra-estrutura está em
lugar, mas está levando mais tempo do esperado para implementar-se devido à resistência de
forças competitivas que não entendem a natureza exata desta rede secreta, mas intuitivamente
sentem sua existência.

22
Estas forças competitivas são geralmente negócios e políticos que estão filiados com a
transição a uma economia global e digital, mas querem ter algum controle de
desenvolvimento de infra-estrutura, e ferido a seu tamanho e posição no mercado podem
exercer uma influência significativa sobre esta rede secreta.
A única organização da que sou consciente que é inteiramente independente a esta agenda, e
por isso a mais capitalista ou organização alfa, é o grupo labirinto. E esta nesta posição devido
a sua tecnologia de estado puro e ao intelecto de seus membros. Todas as demais
organizações, já são parte desta rede de organizações secretas ou corporações multinacionais
capitalistas, não estão em controle da execução de suas agendas. Estão essencialmente
apanhadas em uma batalha competitiva.
Anne: Mas se tudo isto é verdade, não está então quinze essencialmente dirigindo esta
rede secreta?
Dr. Anderson: Não. Ele não esta interessado na agenda secreta desta. Estava aborrecido disto.
Ele não está interessado em poder ou dinheiro. Ele está somente atraído para a missão de construir
BST contrariar ataques estrangeiros hostis que foram profetizados por 12.000 anos. Ele acredita que
a única missão que merece o desdobramento de considerável poder intelectual do grupo
labirinto é o desenvolvimento da última arma defensiva ou chave da liberdade. E está
convencido de que somente o grupo labirinto tem a oportunidade de fazer isto antes que seja
muito tarde.
Deve recordar que o grupo labirinto consiste de 118 humanos e aproximadamente 200
Corteum. A habilidade intelectual do grupo, esta focada na missão de desenvolver BST antes
do estrangeiro extraterrestre, verdadeiramente assumir o comando. E esse projeto BST faz
parecer com o Projeto Manhattan como uma festa social de jardim de infância em
comparação. Eu possivelmente estou exagerando um pouco de fato... mas estou assinalando
que quinze está liderando uma agenda que é muito mais crítica que qualquer outra coisa que
haja sido empreendida na história da humanidade.
Anne: Então, se quinze está desenvolvendo sua própria agenda, e é justo como você o
diz, por que teria que desertar de tal organização?
Dr. Anderson: A ACIO tem uma tecnologia de implante de memória que pode efetivamente
eliminar memórias seletivas com precisão cirúrgica. Por exemplo, esta tecnologia poderia
eliminar sua lembrança desta entrevista sem interromper nenhuma outra memória antes ou
depois. Você simplesmente sentiria a falta de algo possivelmente, mas nada mais poderia ser
recordado... se acaso.
Minha intuição lhe indicou com cautela que eu era um candidato para este procedimento
devido às condutas que estava exibindo em defesa dos WingMakers. Em outras palavras, eu
era suspeito de ser um simpatizante de sua cultura, filosofia e missão; pelo que eu sabia. Isto
me converteu em um risco potencial para o projeto. O grupo labirinto, em sentido muito real,
tinha seus próprios membros devido a seus enormes intelectos e sua habilidade de ser
ardilosos e emaranhados.
Isto imprimiu um constante estado de paranóia o que significou que a tecnologia fora
desdobrada para assegurar o cumprimento da agenda de quinze. A maior parte destas
tecnologias eram invasivas, e os membros do grupo labirinto se submeteram voluntariamente
à invasão para fazer frente mais eficientemente à paranóia. Faz vários meses atrás comecei
sistematicamente a apagar estas tecnologias invasivas, em parte para ver qual seria a reação de
quinze, e em parte porque estava cansado da paranóia.
23
Como eu estava fazendo isto, lhe fez óbvio que as suspeitas estavam aumentando e que
somente era uma questão de tempo antes que me pedissem que me submetesse eu mesmo a
uma MRP.
Anne: MRP?
Dr. Anderson: Sim, MRP significa Memory Restructure Procedure (procedimento de
reestruturação de memória). O que tinha aprendido da cápsula do tempo dos WingMakers não
é algo que eu gostaria de esquecer. Não quero renunciar a esta informação se converteu em
uma parte central do que eu acredito e de como quero viver minha vida.
Anne: Não poderia simplesmente ter desertado e não procurar um jornalista que queria
ter esta história.
Quero dizer, não poderia simplesmente fugir para uma ilha e viver sua vida e nunca
revelar a existência do grupo labirinto e os WingMakers?
Dr. Anderson: Não entende... o grupo labirinto é intocável. Eles não temem o que eu possa
divulgar nos meios de comunicação, sua única preocupação é o terrível precedente de
deserção. Eu sou o primeiro. Nunca antes se foi ninguém. E o seu medo é que se eu desertei e
cair fora com sucesso, outros também o farão. E uma vez que isso aconteça, a missão será
comprometida e BST pode ser que nunca aconteça.
Quinze e seus diretores tomam suas missões muito seriamente. São fanáticos da primeira
ordem, o que é tanto bom e mau. Bom no sentido de que estão enfocados em trabalhar duro e
desenvolver BST, mau no sentido de que o fanatismo engendra a paranóia. Agora as razões
que me levaram para procurar um repórter como você e compartilhar este conhecimento é que
não quero que a cápsula do tempo dos WingMakers fique fechada para a humanidade. Penso
que seu conteúdo deve ser compartilhado. Penso que esse foi seu propósito.
Anne: Isto pode te parecer uma estranha pergunta, mas por que os WingMakers teriam
que esconder sua cápsula do tempo e logo codificar seu conteúdo em tão
extraordinariamente complexa forma se eles quisessem que isto fora compartilhado com
a humanidade? E se o cidadão médio tivesse encontrado esta cápsula do tempo... ou
inclusive um laboratório do governo, qual teria sido a chance de que fossem capazes de
decifrar e acessar o disco óptico?
Dr. Anderson: Não. Em realidade não é uma pergunta muito estranha. Nos fizemos isso
também. Parece claro ao grupo labirinto que eles foram a organização escolhida para abrir o
disco óptico. Para responder sua pergunta diretamente, se a cápsula do tempo tivesse sido
descoberta por outra organização, as chances são excelentes para que o disco óptico nunca
tivesse sido accesado. De algum modo, esta coincidência, de que a cápsula do tempo tivesse
terminado nas mãos do grupo labirinto, parece ter sido um processo orquestrado. E inclusive
quinze está de acordo com esta asseveração.
Anne: Então quinze sente que os WingMakers selecionaram o grupo labirinto para que
ditasse o destino do conteúdo da cápsula do tempo?
Dr. Anderson: Sim.
Anne: Então tivesse sido razoável assumir de que quinze queria aprender mais sobre o
conteúdo da cápsula do tempo antes que ele liberasse ao público através da NSA ou
alguma outra agência do governo?

24
Dr. Anderson: Não. É duvidoso de que quinze tenha alguma vez liberado qualquer informação
sobre o projeto do Ancient Arrow a qualquer organização fora da ACIO. Ele não é de
compartilhar informação quando percebe que é de propriedade do grupo labirinto,
particularmente se tiver algo que tem a ver com o BST.
Anne: Então agora que você fez estas declarações, não vão então afetar a ACIO? Não
virá alguém fazer perguntas e começar a indagar por ali procurando respostas?
Dr. Anderson: Possivelmente. Não conheço muito de seus sistemas de segurança, e não há
maneira de que uma busca política encontre-os. E tampouco há forma em que a rede secreta
de organizações que mencionei mais cedo possa exercer nenhuma influência sobre eles; estão
por completo endividados com a ACIO pela tecnologia que lhe permite manipular os
mercados econômicos. Eles... a ACIO e o grupo labirinto, são intocáveis. Sua única
preocupação será a deserção... a perda de capital intelectual.
Anne: Que efeito terá sua deserção sobre a ACIO ou o grupo labirinto?
Dr. Anderson: Muito pouco. A maioria de minhas contribuições com respeito à cápsula do
tempo foi completada. Existem outros projetos relacionados com a tecnologia de criptografia
que eu desenvolvi e talvez sejam essas as mais significativas em seu impacto.
Anne: Voltando para os WingMakers por um momento, se eles são tão avançados em
tecnologia, porque a cápsula do tempo? Porque simplesmente não aparece um dia e
anunciam as pessoas o que tem a compartilhar?
Porque este jogo de esconder cápsulas do tempo?
Dr. Anderson: Seus motivos não são claros. Eu penso que eles deixaram as cápsulas do tempo
para nos trazer cultura e tecnologia de seu tempo ao nosso. Nós também acreditamos que
estes sítios representam armas de defesa. Uma arma de defesa muito sofisticada.
Quanto a porque eles simplesmente não aparecem e nos dão sua informação... isto, penso, é
sua maneira de ser.
Eles criaram sete cápsulas do tempo e as localizaram em várias partes deste mundo. Acredito
que tudo isto é parte de um plano mestre ou estratégia para alavancar nossos sentimentos e
espíritos de uma forma que nunca foi feito antes. Para demonstrar como a arte, cultura,
ciência, espiritualidade, como todas estas coisas estão conectadas. Eu acredito que eles queiram
que nós descubrissimos isto… e não ser informados a esse respeito.

Se eles simplesmente chegassem aqui em sua sala e anunciassem que são os WingMakers
provenientes do setor mais central do universo, suspeito que estaria mais impressionada a
respeito de suas personalidades e características físicas e de como seria a vida em seu mundo.
Isto é claro assumindo que você acreditaria neles.
Os aspectos do que eles queriam compartilhar, cultura, arte, tecnologia, filosofia,
espiritualidade, estes temas poderiam perder-se no fenômeno de sua presença.
Também, nos textos que nós traduzimos, era aparente de que os WingMakers viajaram no
tempo em muitas ocasiões. Eles interagiram com pessoas de muitos tempos distintos e se
chamam a si mesmos portadores de cultura. Provavelmente foram confundidos com anjos ou
inclusive deuses. Por todo o que sabemos, as referências sobre eles em textos religiosos
podem de fato ser frequentes.

25
Anne: Assim é que você pensa que eles tinham a intenção de que estas cápsulas do tempo
fossem compartilhadas com toda a humanidade?
Dr. Anderson: Refere ao WingMakers?
Anne: Sim.
Dr. Anderson: Não sei com absoluta certeza. Mas penso que eles deveriam compartilhá-la. Eu
não tenho nenhum ganho pessoal em passar esta informação ao público. Isto vai contra tudo
para o qual fui treinado e me coloca em risco até o final, rompe meu estilo de vida de uma
maneira irreparável.
Para mim, a cápsula do tempo do Ancient Arrow é o maior descobrimento em toda a história
da humanidade. Descobrimentos desta magnitude deveriam ser do domínio público. Não
deveriam ser egoístamente assegurados ou retidos pela ACIO ou nenhuma outra organização.
Anne: Então por que estes descobrimentos e toda a situação com os ETs são escondidas
do público?
Dr. Anderson: Nós que temos acesso a esta informação gostamos de ter o sentido de ser
únicos e privilegiados. Esta é a psicologia das organizações secretas e o porquê floresce. A
informação privilegiada é a ambrósia dos elitistas. Dá-lhes um sentido de poder, e o ego
humano adora ser alimentado do reservatório de água do poder.
Eles nunca confessassem isto, mas o drama dos contatos com o ETs e outros fenômenos
misteriosos ou paranormais é extremamente premente e de vital interesse para qualquer que
seja de natureza curiosa.
Particularmente políticos e ciêntistas. E ao manter estes assuntos em condições privadas
detrás das portas fechadas com todo o segredo rodeando-o, cria um sentido de drama o que
lhe falta à maioria de suas outras buscas.
Como vê Anne, o drama do segredo é muito aditivo. Agora é obvio a razão que eles lhe diriam
do por que manter isto fora de domínio público é por propósitos de segurança nacional,
estabilidade econômica e ordem social. E até certo nível, suponho que isto também é verdade.
Mas não é a verdadeira razão.
Anne: O nosso presidente sabe a respeito da situação dos ETs?
Dr. Anderson: Sim.
Anne: O que exatamente ele sabe?
Dr. Anderson: Sabe a respeito dos Greys. Sabe a respeito das bases extraterrestres que existem
em planetas dentro de nosso Sistema Solar. Conhece sobre os marcianos...
Anne: Por Deus, não venha me dizer que os pequenos homens verdes de Marte existem
de verdade não?
Dr. Anderson: Sim se eu fosse-te dizer o que sei a respeito da situação dos ETs, tenho receio
pois colocaria em risco a minha credibilidade, a realidade da situação dos ETs é muito mais
complexa e dimensional do que tenho tempo esta noite nesta reportagem, e se desse a você
uma interpretação superficial, penso que seria impossível de acreditar. Assim eu vou contar
parcialmente a verdade, e serei muito cuidadoso na escolha das palavras.

26
Os Marcianos são uma raça humanoide moldados na mesma extrutura genética como nós.
Vivem em bases clandestinamente dentro de Marte, e seus números são pequenos. Alguns já
emigraram para a Terra, e com alguns ajustes superficiais em sua aparência física, podem
passar como humanos em plena luz do dia.
O presidente Clinton é consciente destes assuntos e considerou formas alternativas de
comunicar-se com estes ETs. À data, uma forma de telepatia foi usada como a interfase de
comunicação primária. Sem embargo, esta não é uma forma confiável de comunicação,
especialmente nas mentes de nosso pessoal militar. Virtualmente cada radiotelescopio sobre o
globo foi, em um momento ou outro, usado para comunicar-se com o ETs. Isto teve resultados
mesclados, mas houve êxito e nosso presidente é consciente disto.
Anne: Então Clinton está envolvido em uma rede secreta que você mencionou mais
antes?
Dr. Anderson: Não conscientemente. Mas ele é claramente uma influência importante, e o
tratado com muito cuidado por operações de alto nível dentro da rede.
Anne: Está dizendo que ele é manipulado?
Dr. Anderson: Depende de sua definição de manipulação . Ele pode tomar qualquer decisão que
desejar, finalmente tem o poder de fazer ou influenciar em todas as decisões relativas à
segurança nacional, estabilidade econômica e de ordem social. Mas geralmente procura
auxílio do conselho de seus assessores. E operadores de alto nível dessa rede secreta
aconselham os seus conselheiros. A rede e seus operadores raramente conseguem chegar
muito perto do poder político porque estam cercados pela mídia, e eles desdenham do
escrutínio dos meios e do público em geral.
Clinton, portanto não é manipulado a não ser simplesmente aconselhado. A informação que
recebe é algumas vezes dada para guiar suas decisões na direção que a rede sente que é a mais
benéfica para todos seus membros. O alcance de que a informação é dada, então penso que
poderia dizer que o presidente é manipulado. Ele não tem muito tempo para tomadas de
decisões ou avaliar planos alternativos, é por isso que os conselheiros e assessores são tão
importantes e influentes.

Anne: Está bem, então ele é manipulado, ao menos em minha definição. Também
acontece isto com outros governos como o Japão e Grã-Bretanha, por exemplo?
Dr. Anderson: Sim. Esta rede não é somente nacional é inclusive global. Estende-se a outras
raças e espécies. Então sua influência é bastante grande, assim como são as influências que
encontram a esse respeito. É uma rua de duas mãos. Como eu disse antes, o Grupo de Labirinto
opera o único programa de trabalho que é verdadeiramente independente , e devido a sua meta, lhe
permite ter esta independência... embora com toda honestidade, não há nada que alguém
pudesse fazer para evitá-lo, com a possível exceção do WingMakers.
Anne: Então todos os governos mundiais estão sendo manipulados por esta rede secreta
de organizações... O que são essas organizações? Você mencionou algumas delas, mas
quais são as outras? Qual a turba envolvida?
Dr. Anderson: Poderia mencionar a maioria deles, mas com que fim? A maioria você não
reconheceria nem encontraria referência. São como o grupo labirinto. Alguma vez escutou
falar deste grupo antes? Claro que não.
27
Até o gerenciamento atual da NSA não está ciente do ACIO. Uma vez, eles estavam. Mas isso foi há
35 anos, e as pessoas circulam fora da organização, mas ainda retém sua aliança com a rede de
informações secretas e privilegiadas.

E não, absolutamente não há máfias ou crime organizado que tenha influência nesta rede. A
rede usa o crime organizado como um escudo em algumas instâncias, mas o crime organizado
opera através da intimidação, não a cautela como seus líderes possuem uma inteligência
média e estão associados com sistemas de informação que são obsoletos e não estratégica. A
rede de crime organizado é muito menos sofisticada que a rede a que eu estava refiriendo-me.
Anne: Está bem, vamos voltar aos WingMakers por um momento...-e me desculpe por
minhas perguntas diversas esta noite. É só que existe tanto que eu gostaria de saber que eu
estou achando muito difícil de ficar somente no assunto do projeto de Seta Antiga.”

Dr. Anderson: Não precisa desculpar-se. Entendo como isto deve soar para ti. Ainda estou
bem acordado, assim é que não tem que preocupar-se com o tempo.
Anne: Está bem. Falemos um pouco a respeito de suas impressões em relação à situação
dos ETs da qual falou antes. Para mim, está parte é a mais fascinante.
Dr. Anderson: Antes de mais nada, quero explicar que os ETs que interagem com os governos
de nosso mundo não são os mesmos que interagem com o grupo labirinto.
Anne: Mas pensei que havia dito que os Greys estavam envolvidos com a ACIO, ou ao
menos uma de suas facções.
Dr. Anderson: Sim, eles também são conhecidos como os Zetas, mas como eu disse, há muitas
facções diferentes dos Greys e a facção com que a ACIO está trabalhando é a alfa, e eles não
operam com nossas organizações governamentais porque são muito desconfiados deles, e
francamente, não os vêem suficientemente inteligentes para garantir seu tempo.
Anne: O que há a respeito dos Corteum?
Dr. Anderson: Os Corteum são uma cultura muito sofisticada, integrando tecnologia, cultura e
ciência de uma maneira muito holística. Por distintas razões, tampouco estão envolvidos com
nosso governo, principalmente por causa de seu papel com a Federação.
Anne: O que é a federação... não te escutei falar disso antes?
Dr. Anderson: A galáxia tem uma federação ou organização de malha solta que inclui toda
forma de vida sensível sobre cada planeta dentro da galáxia. Seria o equivalente das Nações
Unidas da galáxia, esta federação tem tanto membros convidados como observadores. Os
membros convidados são aquelas espécies que conseguiram se comportar em uma maneira
responsável como mordomos de seu planeta e combinam ambas a tecnologia, filosofia, e cultura que
habilita eles para comunicar como uma entidade global que tem um programa de trabalho unificado.

Os membros ouvintes são espécies que estão fragmentados e que ainda seguem brigando uns
contra os outros sobre a Terra, na busca de poder, dinheiro, cultura e a posse de outras coisas
que lhes impede de formar um governo mundial unificado. A raça humana sobre nosso
planeta Terra é este tipo de espécie, e por agora, está sendo simplesmente observada pela
federação, mas não é convidada a participar de suas políticas e sistemas econômicos.

28
Anne: Está dizendo que nossa galáxia tem uma forma de governo e um sistema
econômico?
Dr. Anderson: Sim, mas se lhe contar a respeito disto vai perder o caminho do que realmente
queria compartilhar contigo a respeito do WingMakers...

Anne: Eu sinto muito por ter saído do tema novamente. Mas isto é muito incrível para
ignorar. Se existe uma federação de espécies inteligentes e cooperativas, por que eles não
podiam cuidar destes estrangeiros hostis no ano 2011 ou pelo menos nos ajudar?”

Dr. Anderson: A federação não interfere nas questões de nenhuma raça. É verdadeiramente
uma força facilitadora não uma força governante com uma presença militar. Em outras
palavras, eles vão observar e ajudar com sugestões, mas não vão intervir de nosso lado.
Anne: Seria como a Primeira diretiva conforme é retratado no filme viajem as estrelas?
Dr. Anderson: Não. É mais como um pai que querem que seus filhos aprendam a defender-se
por si mesmos para que possam ser melhores contribuintes à família.
Anne: Mas uma tomada hostil da Terra não teria efeitos sobre a federação?
Dr. Anderson: Definitivamente. Mas a federação não se atribui a responsabilidade própria de
uma espécie de sobreviver e perpetuar sua genética. Pode ver, a nível atômico nossos corpos
físicos são feitos literalmente de estrelas. A um nível subatômico, nossas mentes são um
repositorio não físico da mente galáctica. Em um nível subsubatômico, nossas almas são
repositores não físicos de Deus ou da inteligência que impreguina o universo.
A federação acredita que a espécie humana pode defender-se a si mesmo porque é das
estrelas, da mente galáctica de Deus. Se nós não tivéssemos êxito, e a hostilidade se
estendesse a outras partes da galáxia, então a Federação tomaria nota e seus membros
defenderiam sua soberania, e isto aconteceu várias vezes. E no processo de defesa, chegam
novas tecnologias, novas amizades se forjam. E nova confiança é imbuída na mente Galáctica.
É por isso que a federação atua dessa maneira.
Anne: Não existe BST em alguma parte dentro da federação?
Dr. Anderson: Possivelmente em um dos planetas mais próximos do centro de nossa galáxia.
Anne: Então porque a federação não ajuda... Você disse que eles poderiam ajudar é
verdade?
Dr. Anderson: Sim, eles podem ajudar. E os Corteum são membros convidados e nos estão
ajudando. Mas eles por si mesmos não possuem a tecnologia BST... que isto é uma tecnologia
muito especial que é permitida para ser adquirida por uma espécie que pretende usar isto somente
como uma arma defensiva. E aqui que reside o desafio.

Anne: Quem outorga a permissão... está você dizendo que a federação decide quando
uma espécie está pronta para adquirir BST?
Dr. Anderson: Não... eu acredito que tem a ver com Deus.
Anne: Não sei por que, mas eu tenho dificuldade em ver que você acredita em Deus?

29
Dr. Anderson: Bem, eu acredito. E, além disso, também todos dentro do grupo labirinto,
incluindo quinze. Vimos muitas evidências de Deus ou de uma inteligência superior que não
podemos negar sua existência. Seria impossível negá-lo apoiado no que observamos em
nossos laboratórios.
Anne: Então Deus decide quando estamos preparados para usar responsavelmente BST.
Você pensa que ele vai decidir antes do 2011? (Admito que houve um tom de sarcasmo
nesta pergunta)
Dr. Anderson: Como você vê, Anne, o Grupo Labirinto está esperançoso em que a preparação
da espécie inteira não seja um fator determinante, mas um subgrupo dentro da espécie poderia
ser permitido que adquira a tecnologia desde que seja capaz de proteger de forças não
passadas. Este subgrupo se espera que seja o grupo labirinto, e esta é uma das razões do
porquê quinze investiu tanto dos recursos da ACIO em sistemas de segurança.
Anne: Você realmente não respondeu a minha pergunta... você pode acreditar que possa
desenvolver-se em 12 anos?
Dr. Anderson: Não sei. Certamente espero que sim, mas BST não é nossa única via de defesa.
O grupo labirinto inventou muitas armas defensivas, das quais nem todas as descreverei. Os
Animus visitaram a Terra antes, aproximadamente 300 milhões de anos atrás, mas não
encontraram nada presente sobre nosso planeta para que investissem o seu tempo e recursos
em colonizar nosso planeta. Quando suas sondas retornem daqui a 13 anos, pensarão
diferente.
Nossa análise é que eles serão amigáveis com nossos governos e usarão às Nações Unidas
como um aliado. Eles vão orquestrar um governo mundial unificado através das Nações
Unidas. E quando se fizer as primeiras eleições no ano 2018, eles vão tomar às Nações Unidas
e reger como o governo mundial. Isto será feito com enganos e truques.
Menciono nossa análise, tirado de três sessões diferentes com o RVs, porque são muito
específicas com respeito a datas, então temos o equivalente há 19 anos para produzir o BST.
Gostariamos de ter completado para interagir com os pontos de intervenção desta raça quando
decidir cruzar a nossa galáxia. Nós gostaríamos de lhes induzir que escolham uma galáxia
diferente ou que simplesmente abandonem seu emprendimiento. Mas seria impossível
determinar este ponto de intervenção.
Como vê, a tecnologia de implante de memória desenvolvida pelo grupo labirinto pode ser
utilizada em conjunto com o BST. Podemos definir o ponto de intervenção de quando nossa
galáxia foi selecionada com o objetivo de colonizá-la, entrar nesse tempo e espaço, e impor
uma nova memória em seus líderes para desviá-lo de nossa galáxia.
Anne: Ou eu estou cansado, ou isto se tornou muito mais confuso... Você está dizendo
que o grupo labirinto já tem cenários para poder modificar em sua origem... Para
impedir que estes grupos estrangeiros extraterrestres entrem em nossa galáxia? Como
sabe onde estão?
Dr. Anderson: Para responder a sua pergunta, teria que te explicar com muita mais
granularidade a natureza precisa do BST e como se diferencia da viagem pelo tempo. Tratarei
de explicá-lo-o mais simples que puder, mas é complexo, e tem dias que soltar parte de suas
noções preconcebidas em relação ao tempo e o espaço. Olhe...o tempo não é liminar
exclusivamente como quando se descreve em tempo cronológico. O tempo é vertical com
cada momento de existência empilhado um sobre outro e todos coincidindo um com o outro.
30
Em outras palavras, do tempo na coleção de todos os momentos de todas as experiências
existindo simultaneamente dentro do não tempo, o qual é usualmente referido como
eternidade.
O tempo vertical infere que alguém pode selecionar um momento de experiência e essa do
tempo e o espaço como um portal através do qual fazer sua seleção real. Uma vez que a
seleção foi feita, o tempo e o espaço se convertem no fator de continuidade que troca o tempo
vertical ou tempo horizontal ou convencional...
Anne: Perdi-me. Como é o tempo vertical diferente do tempo horizontal?
Dr. Anderson: O tempo vertical tem a ver com a experiência simultânea de todos os tempos, e
o tempo horizontal tem a ver com a continuidade do tempo em forma linear, com experiências
de momento a momento.
Anne: Então está dizendo que cada experiência que tive e que terei existem todas agora?
Que o passado e o futuro são em realidade o presente, mas que tenho de cérebro muito
lavado para poder vê-lo?
Dr. Anderson: Como eu disse antes, este é um assunto complexo, e temo que se passe o tempo
explicando-lhe isso agora vamos perder o rastro de informação mais importante como o BST.
Possivelmente se fosse explicar a natureza do BST, a maioria de suas perguntas poderiam ser
respondidas no processo.
Anne: Está bem, então me diga o que é a tecnologia BST? Dado o título, assumo que
significa algo como eliminar um evento e trocar o curso da história. É verdade?
Dr. Anderson: Deixe-me tentar explicar isto deste modo. A viagem no tempo pode ser observada
na natureza. Em respeito a isto, a ACIO e outras organizações, inclusive cidadãos individuais,
têm a habilidade de viajar pelo tempo. Mas esta forma de viagem pelo tempo é passiva. Não é
equivalente ao BST. Para poder alterar precisamente o futuro, teria que ser capaz de interagir
com o tempo vertical, folheando-o como um livro, até que encontre a página exata ou o ponto
de intervenção relevante a sua missão.
Aqui onde se torna mais complexo porque interagir com o tempo vertical significa alterar o
curso do tempo horizontal. E entendendo as alterações e seu âmbito e implicação exige uma
modelagem extremamente complexa. É por isso que grupo labirinto se alinhou com os Corteum –
sua tecnologia de computação tem capacidades de processamento que são mais ou menos quatro mil
vezes mais poderosas que nossos melhores supercomputadores.

Isto nos permite criar modelos de cenário orgânicos e altamente complexos. Estes modelos
sinalizam os pontos de intervenção mais prováveis e uma vez que obtivermos os dados mais
relevantes, e qual seria o resultado mais provável se invocarmos um cenário especifico. Como
a maioria das tecnologias complexas, BST é uma tecnologia composta que tem cinco
tecnologias discretas e interrelacionadas.
A primeira tecnologia é uma forma especializada de visão à distância ou RV. Esta é a
tecnologia que permite a um operador treinado mentalmente mover-se dentro do tempo
vertical e observar eventos e inclusive escutar conversações relacionadas a um modo de
investigação. A operação é invisível a todas as pessoas dentro do tempo ao que está-se
viajando, por isso é perfeitamente seguro e não obstrui. A inteligência ganha desta tecnologia
é usada para determinar a aplicação das outras quatro tecnologias. Isto é o equivalente a
obtenção de inteligência.
31
A segunda tecnologia que é chave para o BST é o equivalente a um implante de memória.
Como mencionei antes, a ACIO se refere a esta tecnologia como um Procedimento de
Reestruturação de Memória ou PRM. PRM é a tecnologia que permite que uma memória seja
precisamente eliminada na seqüência do tempo horizontal e inserir uma nova memória em seu
lugar. A nova memória é soldada à estrutura de memória existente do receptor.
Como vê, eventos - pequenos e grandes- ocorrem desde um único pensamento, que se
converte em uma memória persistente, a que em troca, converte-se em um centro causal de
energia que lidera o desenvolvimento e materialização do pensamento em realidade... em
tempo horizontal. PRM pode remover o pensamento inicial e devido a isso eliminar a
memória persistente que faz que o evento ocorra.
A terceira tecnologia consiste em definir o ponto de intervenção. Em cada decisão maior, há
centenas a ou mesmo milhares, de pontos de intervenção em tempo horizontal enquanto um
pensamento se desenvolve e se move a sua fase de desenvolvimento. Entretanto, no tempo
vertical, só existe um ponto de intervenção pelo que nós algumas vezes o chamamos a
semente causal. Em outras palavras, se pudesse acessar a inteligência do tempo vertical pode
identificar o ponto de intervenção que é a semente causal. Esta tecnologia identifica os pontos
de intervenção mais prováveis e defini sua prioridade. Isto permite enfocar o resto das
tecnologias.
A quarta tecnologia está relacionada à terceira. É a tecnologia de modelagem de argumento.
Esta tecnologia ajuda a acessar os vários pontos de intervenção ao seu menor efeito de cacho
invasivo para o receptor. Em outras palavras, que ponto de intervenção -se é aplicado a um
modelo de cenário- produz o resultado desejado com a menor disrupción a eventos não
relacionados? A tecnologia de modelado de cenário é um elemento chave do BST porque sem
isto, BST pode causar 1 disrupción significativa a 1 sociedade ou uma espécie completa.
A quinta e mais desconcertante tecnologia é a tecnologia de viagem no tempo interativa. Do
grupo labirinto tem as primeiras 4 tecnologias listas esperando a que a tecnologia de viagem
no tempo interativo seja operacional. Esta tecnologia requer a 1 operativo, ou 1 equipe de
operativos, que sejam capazes de fisicamente mover-se no tempo vertical e sejam inseridos no
preciso tempo e espaço em que o ponto de intervenção ótimo tenha sido determinado. De ali
as operações devem realizar 1 bem-sucedido PRM e retornar a seu tempo original para validar
o êxito de sua missão.
Anne: De estado escutando a esta explicação e acredito que entendo parte dela, mas me
soa tão subrenatural Dr. Anderson... que estou perdida em explicar como me sinto
agora. Tudo isto é tão estranho. É tão grande...enorme que não posso acreditar que isto
esteja acontecendo no mesmo planeta no que vivo. antes desta entrevista, estava
preocupada em como balançar meu talão de cheques e quando arrumar meu maldito
automóvel... isto é tão estranho...
Dr. Anderson: Possivelmente deveríamos tomar outro descanso e esquentar nosso café.
Anne: Corte havemos então para tomar um café... (recesso de 15 minutos... continua a
entrevista)
Anne: Se o grupo labirinto tiver 4 das 5 tecnologias listas, e só está esperando a parte
interativa, deve ter cenários modelo e pontos de intervenção já estabelecidos quanto a
como planeja tratar com esta raça Animus. Verdade?

32
Dr. Anderson: Sim. Têm perto de 40 cenários modelo e talvez tantos como 8 pontos de
intervenção definidos.
Anne: E se houver tantos, deve haver uma prioridade estabelecida. Qual é o cenário
modelo mais provável?
Dr. Anderson: deve resolver este assunto porque é informação classificada que somente o
pessoal com nível de segurança de 14 e 15 conhece. Meu nível de segurança é 13, por isso só
tenho provas litográficas diluídos e provavelmente informação falsa em relação a nossos
cenários modelo. Por sobre tudo posso te contar o que sabemos, tanto das profecias e nossa
tecnologia rv, uma quantidade significativa de informação aproxima desta raça.
Por exemplo, sabemos que saúdam de 1 galáxia que nosso telescópio Hubble examinou tão
profundamente como foi possível e a cartografamos tão extensamente como pudemos.
Sabemos que está 37 milhões de anos luz de distância e que a espécie é uma raça sintética,
uma mescla de criação genética e tecnologia. Têm uma mentalidade de colméia, mas a
iniciativa individual ainda é apreciada sempre e quando estiver alinhado com os objetivos
explícitos de suas líderes.
Devido a que é uma raça sintética, pode ser produzida em 1 entorno controlado e sua
população pode ser incrementada ou decrescida a desejo de suas líderes. É...
Anne: Acaba de dizer que são de 1 galáxia distante 37 milhões de anos luz? Quero dizer,
assumindo que são capazes de viajar à velocidade da luz, tomaria 37 milhões de anos
chegar a nosso planeta. e acaba de dizer faz um momento que ainda não cruzaram
dentro de nossa galáxia ainda, verdade?
Dr. Anderson: Os Corteum vêm de um planeta que está a 15 milhões de anos luz de distância,
e ainda eles podem ir e vir entre seu planeta e o nosso no tempo que não toma a nós viajar à
Lua, uma mera distância de 250,000 milhões o tempo não é linear, tampouco o espaço. O
espaço é curvo, como aprenderam recentemente seus físicos, mas pode ser curvado
artificialmente mediante deslocamento de campos de energia que paralisam o espaço e a
ilusão de distância. As partículas de luz não desagradem ou paralisam o espaço, elas a
montam uma linha linear através do espaço, mas há formas de energia electro magnética que
podem modificar ou paralisar o espaço. E esta tecnologia faz à viagem pelo espaço, inclusive
entre galáxias, não somente possível, a não ser relativamente fácil.
Anne: Porque você disse "seus físicos" recentemente?
Dr. Anderson: Sinto-os... é só parte do condicionamento de estar isolado da sociedade comum.
Quando pêras por 30 anos em uma organização secreta como o grupo labirinto, tende a olhar a
seus companheiros humanos... como se não fossem, mas sim como algo à parte. Os princípios
científicos que o grupo labirinto abraçou são muito diferentes dentro de seu... ali vai
novamente... dentro de nossas universidades. Devo estar me causando.
Anne: Não foi minha intenção criticá-lo. É só a forma em que o disse, soou como se 1
extraterrestre ou alguém de fora o dissesse.
Dr. Anderson: Eu qualificou como 1 estranho, mas certamente não como 1 extraterrestre.
Anne: Está bem, de retorno a esta profecia ou raça extraterrestre. o que é o que
querem? Quero dizer... para que viajar semelhante distancia para governar a terra?

33
Dr. Anderson: Isto não resulta 1 pergunta tão divertida. me desculpe por rir. que os humanos
não entende quão especial é a terra. Está realmente, no que refere a planetas, 1 planeta
especial. Tem 1 tão tremenda biodiversidade e uma fila tão complexo de ecossistemas... seus
recursos naturais são únicos e abundantes. É uma biblioteca genética equivalente a um
zoológico galáctico.
Os Animus desejam apropriar-se deste planeta para possuir sua genética. Como o mencionei
recentemente, esta é uma raça sintética. Uma espécie que pode clonarse a si mesmo e fabricar
mais e mais de sua população para servir a seu propósito de colonização. Entretanto, desejam
mais que a expansão de seu império. Desejam converter-se em portadores de alma, um pouco
reservado só a organismos biológicos. Os organismos sintéticos não são capazes de levar as
altas freqüências da alma, o que absolutamente requer um sistema nervoso orgânico.
Anne: Então eles querem uma alma?
Dr. Anderson: Eles querem expandir completamente o universo e desenvolver sua natureza
orgânica mediante ré engenharia genética. Eles querem converter-se em portadores de almas
para obter a imortalidade. Eles também querem provar o que já acreditam, de que são
superiores a qualquer outro organismo puro.
Anne: Então onde estão eles neste momento?
Dr. Anderson: Os Animus?
Anne: Sim.
Dr. Anderson: Assumo que eles permanecem em seu lar... no melhor de meu conhecimento
suas sondas ainda não cruzaram dentro de nossa galáxia.
Anne: E quando chegarem, como vai se inteirar a ACIO ou o grupo labirinto?
Dr. Anderson: Como pinjente, a ACIO reuniu 1 significante quantidade de trabalho de
inteligência e inclusive selecionado cenários e pontos de intervenção.
Anne: Então qual é o plano?
Dr. Anderson: A aproximação mais lógica seria viajar ao tempo e lugar onde nasceu o
pensamento causal de explorar a via Láctea, e mediante PRM, tomar de assalto o da memória
da raça. Essencialmente, convencer os de todas as galáxias maravilhosas habitadas por vida, e
que a via Láctea é uma eleição pobre. De grupo labirinto implantaria uma memória que
conduziria a esta raça a concluir que nossa galáxia não vale a pena para seu exploração.
Anne: Então outra galáxia seria seu novo objetivo? não estaríamos nós suportando a
responsabilidade de seu próxima conquista? não seríamos então nós mesmos
perpetradores?
Dr. Anderson: Esta é uma pergunta justa, mas me temo que não sei como respondê-la.
Anne: Porque não poderíamos, usando a tecnologia PRM, simplesmente implantar uma
memória de não ser agressivos?
De lhe dizer a esta raça que parem de tratar de cores Anne novo mundos que não lhes
pertencem como próprios? porque não poderíamos fazer isto?
Dr. Anderson: Possivelmente o façamos. Realmente não conheço o que 15 tem em mente.
Mas sou confidente nesta abordagem e sua eficácia.
34
Anne: Mas você disse mais cedo que temia por sua vida... que provavelmente 15 estava
tratando de caçá-lo inclusive enquanto falamos. Por que então é você tão confidente
neste sentido de moralidade?
Dr. Anderson: No caso de 15, a moralidade realmente não joga 1 rol. O opera em seu próprio
código de ética, e não pretendo entendê-los. Mas estou bastante seguro de sua missão de
evitar a tomada por parte desta raça de extraterrestres, e sou igualmente confidente de que o
vai escolher o melhor ponto de intervenção com a menor influencia aos Animus. É o único
modo em que o pode adquirir BST. E ele sabe.

Anne: Estamos de volta a Deus, é verdade?


Dr. Anderson: Sim.
Anne: Então Deus e 15 têm tudo isto pensado?
Dr. Anderson: Não há certeza se a isso se refere. E não há aliança entre 15 e Deus, ao menos
não que eu saiba. Isto é parte do sistema de crenças que o grupo labirinto formalizou com o
passar do atalho de desenvolvimento do BST. É lógico para nós que Deus é todo-poderoso e
tudo sapiente porque opera como a mente universal que interpreta toda a vida, todo tempo,
todo espaço, toda energia... e toda existência. Esta consciência é imparcial, mas certamente
está em uma posição de negar coisas ou, possivelmente mais exatamente, atrasar sua
aquisição.
Anne: Se Deus existir em todos lados como você diz, então porque não frearia a esta raça
extraterrestre e os mantém em seu lugar?
Dr. Anderson: Novamente, uma pergunta justa, mas uma que não posso responder. Só posso
lhe dizer de Deus no que eu acredito é, como pinjente antes, imparcial. Querendo dizer que
permite que sua criação se expresse a si mesmo a seu próprio desejo. Ao mais alto nível onde
Deus opera, todas as coisas têm 1 propósito... inclusive espécies agressivas que desejam
dominar outras espécies e planetas. Foi a crença de 15 de que Deus não orquestrou nada mas
compreendido todas as coisas na mente universal.
Recorda quando estava falando a respeito da mente galáctica?
Anne: Sim.
Dr. Anderson: Há mentes planetárias, mente revestir, mente galácticas, e 1 mente universal
singular. A mente universal é a mente de Deus. Cada galáxia tem 1 consciência coletiva ou
campo mental que é o agregado de todas as espécies pressente dentro da galáxia. A mente
universal cria a palmilha inicial para cada 1 das galáxias relacionadas a sua mente galáctica ou
consciência composta. Esta palmilha inicial cria a predisposição do código genético semeado
dentro da galáxia. Nós, o grupo labirinto, acreditam que Deus desenho cada código genético
galáctico com 1 conjunto diferente de predisposições ou condutas.
Anne: E porque isto seria assim?
Dr. Anderson: Para que a diversidade seja amplificada com o passar do universo, o que em
troca permite a Deus experimentar o mais amplo contínuo de vida.
Anne: Porque isto é tão importante?

35
Dr. Anderson: Porque a Deus adora experimentar iniciar novas maneiras de experimentar a
vida em todas seus dimensões. Isto bem poderia ser o propósito do universo.
Anne: Sabe que está falando como sacerdote? Você fala como se isto fossem certezas ou
verdades que são automóvel evidentes... mas são só crenças não é assim?
Dr. Anderson: Sim, são crença, mas as crenças são importantes não crie?
Anne: Não estou segura... quero dizer, minhas crenças trocam cada dia. Não são estáveis
ou ancoradas em alguma verdade profunda que é constante como um leito de pedra ou
algo.
Dr. Anderson: Bom, isso é bom... quer dizer que as coisas trocam. O grupo labirinto elaborou
1 muito específico conjunto de crenças, algumas delas estavam apoiadas em nossa experiência
como resultado do melhoramento de inteligência da tecnologia Corteum, alguns foram
apoiados em antigos textos que foram estudados, e outros foram emprestados de nossos
contatos com extraterrestres.
Anne: Então agora me vai dizer de nossa amigável vizinhança extraterrestre são
fanáticos religiosos?
Dr. Anderson: Não... não, não quis dizer que eles tratarão de nos converter a suas crenças, nós
simplesmente perguntamos e eles responderam. De escutá-los, eles pareciam 1 pouco mais
como ciência que religião de fato. Penso que essa é a natureza de 1 espécie mais evoluída...
eles finalmente descobriram que ciência e religião convergem em cosmologia. Que o
entendimento do universo no qual vivemos também causa que nos entendamos a nós mesmos,
o que é o propósito da religião e a ciência... ou ao menos deveria sê-lo.
Anne: Está bem, isto se está voltando 1 pouco muito filosófico para meu gosto. podemos
voltar para 1 pergunta a respeito dos wingmakers? Sim, como você diz, há 1 federação
galáctica que governa a via Láctea, como factorizan o wingmakers nesta federação?
Dr. Anderson: Estou impressionado pela natureza de suas perguntas. E eu gostaria de poder as
responder todas, mas novamente, não conheço a resposta.
Anne: Mas se você pode usar sua tecnologia RV para observar a raça extraterrestre em
1 galáxia inteiramente diferente, porque não pode observar à federação?
Dr. Anderson: Quanto à federação, eles estão plenamente conscientes de nossa capacidade, e
de fato, não podemos espiar à federação porque são capazes de detectar nossa presença se
observarmos mediante RV.
Então, em defesa de sua privacidade e confiança em sua agenda, nunca impusemos nossa
tecnologia sobre a federação... possivelmente 1 ou 2 vezes.
Anne: Terá que me desculpar Dr. Anderson, mas encontro todo isto um pouco difícil de
que acreditar. Gozamos a superfície de ao redor de 100 temas diferentes através do
curso desta entrevista, e sigo voltando para mesmo assunto básico: por quê? Por que o
universo estaria armado desta maneira e ninguém sobre a terra sabia disso? Por que
todo este segredo? Há quem que pensa que nós os humanos são tão estúpidos que não
podíamos entendê-lo? E quem diabos é esteja alguém?
Dr. Anderson: Desgraçadamente, há tantas conspirações para manter está informação vital
fora do público, que o que termina em mãos do público se dilui ao ponto de inútil. Posso

36
entender sua frustração. Só posso lhe contar que há gente que sabe destas coisas, mas somente
15 sabe a respeito da grande realidade do que havemos meio doido esta noite.
Em outras palavras, e isto é para seu ponto, Anne, há algumas pessoas dentro da tropa,
governo, rede secreta, NSA e CIA , etc. que conhecem parte de tudo, mas não compreendem a
totalidade. Não estão equipados com o conhecimento para parar-se frente aos meios e explicar
o que está acontecendo. Eles temem que serão postos em ridículo pelo fato de que eles
somente conhecem parte do que está acontecendo. É como a história dos 3 homens cegos que
estão tocando distintas partes de 1 elefante e cada 1 pensa que é algo diferente.
15 retém seu conhecimento dos meios e o público em geral porque não quer ser visto como El
Salvador da humanidade, o próximo Mesías. E especialmente não quer ser visto como 1
figura Lua e que a que deveria ser encerrado ou inclusive pior, assassinado por ser mal-
entendido. No instante que ele de 1 passo adiante com o que em sabe, perderia sua
privacidade e sua habilidade de descobrir BST. E isto nunca o havia.
A maior parte da gente que conhece a respeito desta realidade maior temem parar-se frente ao
escrutínio do público porque temem ser ridicularizados. Deve admitir, que o público em geral
está apavorado pelo que não compreende, e matariam ao mensageiro.
Anne: Mas porque não podemos sequer ter verdades parciais a respeito da imagem de
realidade... a respeito dos ETs e a federação? Alguém, os meios pelo governo ou alguém
mais estava ocultando informação de nós. Como a história que me esteve contando a
respeito dos marciano. Se isto for verdade e Clinton o sabe, por que não nos diz?
Dr. Anderson: Da parte cínica de meu que dia algo como... porque nem a 6 horas de televisão
todos os dias? Por que alimentam suas mentes exclusivamente com a opinião de outros?
Porque confiam em seu políticos? Porque confiam em seu governo? Porque suportar a
destruição de seu ecossistema e as companhias e governos que perpetram esta destruição?
Você vê, porque a maioria da humanidade permite que estas coisas aconteçam, a lã é jogada
na frente de seus olhos e é fácil reter informação e dirigir a atenção a assuntos mundanos
como o clima e Hollywood.
Anne: É fácil para você dizer, alguém que possui um coeficiente intelectual que é
superior. Mas para aqueles de nós com uma inteligência médio, que se supõe que
façamos diferente que não daria acesso a esta informação... a esta realidade maior?
Dr. Anderson: Não sei. Honestamente não sei. Não pretendo ter toda resposta. Mas de algum
jeito os humanos precisam ser mais demandantes de seu governo e inclusive os meios. Porque
os meios são uma grande parte de a manipulação, em que pese a que eles não estejam
conscientes de como se convertem em peões da informação que cobrem.
A verdade do assunto é que não há entidade que culpar. Os elitistas sempre existiram do
amanhecer do homem. Sempre houve aqueles que tiveram mais agressão e poder e
dominaram aos fracos da espécie. Esta é a estrutura fundamental que destilou esta condição de
ocultação da informação, e passa em cada setor da sociedade, incluindo religião, governo,
tropa, ciência, academia e negócios.
Ninguém criou este campo de jogo para estar nivelado e igual para todos. Foi desenhado para
permitir a livre vontade e seleção da realidade apoiado nas preferências individuais. E para
aqueles que têm a capacidade mental para sondar dentro destes segredos detrás de secretos
detrás dos segredos, geralmente encontram partes desta grande realidade, como você o pôs.

37
Não está completamente escondido... há livros e indivíduos e inclusive profecias que
corrobora muito do que falei aqui esta noite. E estão realmente disponíveis para qualquer que
queira entender este universo maior no qual vivemos.
Assim é que, para responder sua pergunta:... "Que se supõe que façamos diferente?" Eu leria e
estudaria. Eu investiria tempo aprendendo a respeito deste grande universo e apagaria a
televisão e me desconectaria dos médios. Isso é o que eu faria...
Anne: Possivelmente este é um bom momento para envolver as coisas. A menos que
tenha algo mais que queria adicionar.
Dr. Anderson: Só uma coisa, e isso é que se alguma vez alguém lhe estiver entrevista, por
favor faça-o com uma mente vazia. Se traz uma mente cheia de aprendizagem e educação e
opinião, encontrará tanto com que discutir no que hei dito que não escutará nada. E não estou
interessado em discutir com ninguém. Tampouco estou tão interessado em convencer a
ninguém do que hei dito. Minha vida continuará inclusive se ninguém me crie.
Os wingmakers construíram uma cápsula do tempo de sua cultura e é magnífica. Desejaria
poder levar gente ao sítio original para que possam parar-se frente a cada uma das vinte e três
câmaras e testemunhar as pinturas nas paredes em pessoa. Se pudesse é fazer isto, entender e
idéias que a arte pode ser um portal que transporta a alma a uma dimensão diferente. Há certa
energia que estas pinturas têm que não pode ser transmitida em simples fotografa. Realmente
precisa te parar dentro destas câmaras e sentir a natureza determinada desta cápsula do tempo.
Penso que se pudesse fazer isto, acreditaria no que hei dito.
Anne: Poderia levar a alguém como eu ao sítio?
Dr. Anderson: Não. Desgraçadamente, do sistema de segurança que rodeia ao sítio é muito
sofisticado, a entrada do sítio, para todos os intentos e propósitos, é invisível. Tudo o que
tenho são minhas fotografias...
Anne: Está dizendo que se eu caminhasse justo frente ao sítio, não seria capaz de vê-lo?
Dr. Anderson: A tecnologia de encobrimento não é um conceito de ficção científica. foi
desenvolvida por mais de dez anos. É usada muito mais freqüentemente do que a gente se dá
conta. E não estou falando de sua versão diluída de tecnologia de cautela; estou falando a
respeito da habilidade de súper impor a construção de uma realidade em cima de uma
realidade existente que deseja ser escondida.
Por exemplo, você poderia caminhar justo frente à entrada do sítio da Ancient Arrow e não
ver nada que se pareça com uma entrada ou abertura. Para o observador seria uma parede Lisa
de rocha. E teria todas as características da Rocha, textura, dureza, etc. mas na verdade é a
construção de uma realidade que está súper imposta na mente do observador. Em realidade a
entrada está ali, mas não pode ser observada porque a mente foi enganada pela construção da
realidade projetada.
Anne: Grandioso, então não há maneira de entrar neste sítio e experimentar a cápsula
do tempo... então novamente, nós os pequenos humanos estão impedidos de
experimentar a prova. Vê, porque isto é tão difícil de acreditar sem nada pode ser nunca
aprovado.
Dr. Anderson: Mas não é verdade no olho do observador? Em outras palavras, o que é prova
para você pode que não convença a outro e viceversa. Não é esta a forma de todas as religiões
38
e inclusive ciência? Os cientistas a manter prova desta teoria ou de outra teoria, e logo anos
mais tarde, aparece outro cientista e desaprova a teoria previamente sustentada. E isto segue
assim por sempre.
Anne: Então qual é seu ponto?
Dr. Anderson: A prova não é absoluta. Não é sequer objetivo. E o que você está procurando é
uma experiência que é permanente e perfeita em sua expressão da verdade. E tal experiência,
se de fato existir, não é poseída ou propriedade de nenhuma rede secreta ou organização
elitista ou federação galáctica para tal assunto.
Poderia ter esta experiência de prova absoluta manhã, e ao dia seguinte, a dúvida voltaria a
entrar e em poucas semanas ou possivelmente meses esta prova, ou verdade absoluta, que
você aspira a possuir... seria só uma memória. E provavelmente sequer uma memória
poderosa devido a tanta dúvida posta nisso.
Não, não posso lhe dar a você oa ninguém, prova absoluta. Só posso lhe contar o que se que é
verdade para mim e compartilhá-lo tão exatamente como eu o conheço com qualquer que
esteja interessado. Eu estou menos interessado em tratar de relatar a cosmologia do universo
do que estou em obter a história do wingmakers e os artefatos de sua cápsula do tempo na
atenção pública. O público deveria saber aproxima da história. É um descobrimento de
importância capital e deveria ser compartilhado.
Anne: Você se dá conta verdade, que me converteu em um mensageiro? Você me pediu
que seja escrutinada pelo público e suas suspeitas, e deva suportar todo o ridículo...
Dr. Anderson: Não lhe estou pedindo que faça nada contra sua vontade Anne. Se você nunca
fazer nada com os materiais que lhe estou dando, eu entenderei. Tudo o que lhe pedi que me
devolva isso se você não vai a fazer nada com eles. Se eu me adiantou como mensageiro,
perderia minha liberdade. Se você o fizer, esta história poderia catapultar sua carreira e o que
só está fazendo seu trabalho. Você não é o mensageiro, você é o transmissor... o meio.
Mas você deve fazer o que considera melhor. E eu entenderei sua decisão qualquer seja.
Anne: Está bem, fechemos o assunto aqui. Não quero que você obtenha uma impressão
equivocada de que sou uma total descrente. Mas sou uma jornalista e é minha
responsabilidade validar e verificar as histórias antes de as publicar. E com você, não
posso fazer isto. E o que me está contando, se for verdade, é a história mais grande que
jamais tenha contado. Mas não posso levar isto aos meios, ao menos não à companhia
para a qual trabalho, porque nunca a publicariam.... sem validação não há história.
Dr. Anderson: Sim, entendo. Mas eu lhe mostrei alguns das tecnologias da ACIO e fotos do
sítio e seu conteúdo, assim é que deve haver alguma forma de validação.
Anne: Para mim, isto valida de que algo está acontecendo do que nunca tinha escutado.
A ACIO é uma nova organização que nunca foi tirada a luz, ao menos não em meu
círculo jornalístico. Mas suas fotografias e histórias não validam o que me explicou esta
noite. Estão na categoria de brincadeira. Algo que o “inquisidor nacional” é afeto a
publicar, mas esta não é a classe de jornalismo a que estou sujeita.
Dr. Anderson: Falemos um pouco mais nos próximos dias. Tome o tempo de ler parte do
material traduzido do disco óptico, e enquanto isso, seja natural. Está bem?

39
Anne: Não assuma que não estou interessada, ou muito cética para fazer algo com este
assunto. Só necessitou algo de tempo para me compor e pensar que vou fazer com esta
história e a evidência que me deu.
Dr. Anderson: Prometi-lhe várias entrevistas antes que me fora. seguimos em pé para amanhã
de noite?
Anne: Sim. Mas quanto mais tem que o que já me explicou?
Dr. Anderson: Só havemos meio doido a superfície de uma pequena porção da história.
Anne: Isso é difícil de acreditar, mas retomemos amanhã de noite então.
Dr. Anderson: Obrigado por seu interesse em minha história, Anne... sei que sonha estranho,
mas ao menos mostrou refreio em me pontuar de lunático. E por isso, tem meu
agradecimento.
Anne: De nada.
Fim da sessão.
Parte II
ENTREVISTA COM O DR. ANDERSON

Anne: "Antes de começarmos a sessão desta noite, gostaria de dizer que ouvi a gravação
de nossa entrevista de ontem à noite e vou usar as informações nela contidas para
formular novas perguntas. Notei que fui muito dispersa, mas hoje vou procurar focar
melhor o assunto. Portanto, caso eu saia dos trilhos, por favor me avise".

Dr. Anderson: "Vou fazer o melhor, embora não saiba qual a direção que você vai seguir".

Anne: "Bom, acho que gostaria de ficar mais centrada nos WingMakers e na cápsula do
tempo.

Dr. Anderson: "Está bom para mim ".

Anne: "Certo. Ontem à noite você mencionou que os WingMakers tinham designado
você como o porta voz deles. Você também disse que queriam que você fosse a ligação
deles porque Quinze era um fantoche do Corteum. Você poderia falar mais sobre isso"?

Dr. Anderson: "Aparentemente fui selecionado para ser o porta-voz deles, e não somente para
ajudar a traduzir seus textos, pinturas, e as pinturas simbólicas, mas também para ajudar a
divulgar essas coisas para o público em geral. Em outras palavras, eu não acho que os
WingMakers desejavam que o conteúdo das cápsulas do tempo ficasse enterrado nos arquivos
do Grupo Labirinto."

"Acredito que os WingMakers sentiram que Quinze estava envolvido demais com o Corteum
para avaliar objetivamente a cápsula do tempo dos WingMakers e verificar como levar isso

40
para o conhecimento do público. Não esqueça que Quinze é extremamente focado em
desenvolver com sucesso o BST (Blank Slate Technology). Se a cápsula do tempo dos
WingMakers acelerasse ou facilitasse o desenvolvimento do BST, Quinze estaria
extremamente interessado nos WingMakers. Caso contrário, deixaria de ser seu objetivo, e
tiraria definitivamente do programa do Grupo Labirinto."

"Cultura e filosofia eram importantes para Quinze, mas somente para o seu desenvolvimento
pessoal. . . isto não fazia parte do programa do Grupo Labirinto, a menos que estivesse
diretamente relacionado com o desenvolvimento do projeto de viagem interativa."

Anne: "Mas você não disse que no processo de decodificação e tradução do idioma deles,
sua inteligência tinha sido afetada de tal forma, que isso a tornaria melhor adaptada
para o stress da viagem no tempo?"

Dr. Anderson: "Não acho que isso seria uma questão de inteligência. Penso que seria mais
uma questão de consciência multidimensional ou habilidade para sentir as mais altas
vibrações da consciência, o que suponho, é uma forma de inteligência. A mim parecia que os
WingMakers estavam preocupados particularmente em desenvolver uma percepção sensorial
holística, e a razão que eles codificaram o seu idioma, era para desenvolver estes sentidos
mais elevados. Novamente, eu afirmei que, para viajar interativamente no tempo, é necessário
ter 7 sentidos e uma perspectiva multidimensional. Isso não pode ser feito no contexto de 3
dimensões e 5 sentidos de consciência humana normal".

Anne: "Mas ainda. . . se você tivesse esses ingredientes na sua consciência ou inteligência
e achasse que fossem definitivos para o desenvolvimento do BST, por que Quinze não o
escutaria"?

Dr. Anderson: "Ele escutou. . .o problema é que ele não concordou com minha teoria. No
momento que mencionei ter tido uma interação com os WingMakers, ele não deu crédito para
as minhas afirmações".

Anne: "O que você falou sobre suas interações que o convenceu que havia algo errado e
que não fosse confiável"?

Dr. Anderson: "Eu fui o primeiro a ler o idioma deles e entendê-lo. Uma vez aberto o disco
ótico, nós imprimimos mais de 8.100 páginas de pinturas simbólicas iguais aquelas contidas
em seus trabalhos de arte, só que com muito mais variedades, e, em alguns casos, muito mais
complexas. Havia 23 capítulos de texto ou pinturas simbólicas, cada um com cerca de 350
páginas. Eu decodifiquei o primeiro segmento ou capítulo desse texto usando uma versão do
índice de tradução Sumeriano, que eu havia estabelecido como sendo o código de acesso para
o disco ótico."

41
"Porém, quando comecei a decodificar e traduzir o texto, comecei também a ganhar uma
compreensão maior da cultura dos WingMakers. Eles tinham discursos filosóficos cuja leitura
era fascinante. . ."

Anne: "Eu li aqueles que você deixou para mim, mas não entendi a maior parte do que
diziam. Eles me pareceram muito abstratos. Eles me afetaram de tal forma que, toda vez
que começava a ler, eu dormia".

Dr. Anderson: "Sei que é um pouco denso, mas também você tem que admitir que eles são
muito interessantes, no mínimo pelo fato de representarem o que os humanos, ou pelo menos
alguns humanos, acreditarão daqui há 750 anos. Eles são literalmente os únicos registros que
temos de nosso futuro sistema de crenças."

"Mas o que eu estava dizendo, é que eles não tinham só filosofia, tinham também poesia e
anotações musicais. Então comecei a teorizar que cada câmara tinha um conjunto de objetos:
uma pintura, um poema, um discurso filosófico, uma composição musical, e um artefato
tecnológico que continha uma mensagem específica ou um tema. Também levantei a hipótese,
que a cápsula do tempo tinha sido projetada para ser entendida unindo esses temas, da mesma
forma que eu juntara os 23 símbolos principais para acessar o disco ótico".

Anne: "E qual era a mensagem que você acredita que estavam tentando transmitir"?

Dr. Anderson: "Eu não sei. Nós só havíamos terminado a decodificação de 2 câmaras inteiras
quando abandonei o Grupo Labirinto. E logo depois que sai, consegui decodificar a maior
parte da terceira câmara também. Porém, os artefatos tecnológicos que foram achados nas
outras câmaras continuam um mistério. Na maioria do casos, eles não tem condições de nem
mesmo serem sondados por nossa tecnologia, a fim de determinar onde ou como ativá-los".

Anne: "Mas você tem uma cópia das 8.100 páginas do texto"?

Dr. Anderson: "Sim".

Anne: "E eu posso ver"?

Dr. Anderson: "Sim, mas não é algo que carrego comigo".

Anne: "Ainda não entendo por que toda essa complicação de decodificacão, codificação
e índices de tradução Sumeriano. Pelo amor de Deus, afinal de contas eles são humanos,
não são? Por que eles simplesmente não falam o inglês ou pelo menos uma variação do
inglês? Há 750 anos atrás as pessoas falavam o mesmo idioma que falamos hoje. Por que
mudariam tão drasticamente em 750 anos"?

42
Dr. Anderson: "Eu só posso especular que, se o propósito da cápsula do tempo era ativar de
alguma forma as mais altas vibrações da consciência ou inteligência, provavelmente então a
cápsula do tempo foi propositadamente codificada para forçar uma decodificação. E nesse
processo de decodificação, a cápsula do tempo é ativada. Se eles fizessem isso em inglês ou
em outra língua da época, nós perderíamos a ativação de nossos mais altos sentidos. Essa é a
minha teoria".

Anne: "Você disse ontem à noite que só aproximadamente 7% do texto foram


traduzidos até agora, e isso depois de meses de trabalho depois da descoberta dos índices
de tradução. Se você tem a tal tecnologia de computação, que é tão poderosa, por que o
Grupo Labirinto não pode decodificar e traduzir o volume inteiro do texto apertando
uma tecla"?

Dr. Anderson: "É mais complicado que isso. O idioma dos WingMakers está baseado em 98
pinturas simbólicas diferentes, em vez das 26 letras de nosso alfabeto. Os índices de tradução
colocados no computador foram aplicados ao texto inteiro, mas nós achamos tantas
inconsistências na semântica que ficou literalmente impossível confiar nas versões de
computador. O idioma deles é muito mais preciso que o nosso, portanto mais sensível à
exatidão semântica.

"Devido ao diferencial semântico era necessário conferir a tradução manualmente. Isto


significava ter que checar toda 5ª palavra, para testar ou verificar seu sentido no contexto da
oração e estrutura do parágrafo onde foi colocado. E somente eu e um colega que estava
ajudando na tradução manual, podíamos fazer isso eficazmente".

Anne: "Ainda parece ter levado um tempo enorme para completar somente 7% do
texto. . ."

Dr. Anderson: "Para cada página do texto, nós gastávamos cerca de 20 horas para conferir e
garantir a precisão da tradução. A tradução é a chave para tornar a cápsula do tempo
utilizável, portanto não faz sentido apressá-la e tirar conclusões erradas por causa da
semântica ou de erros."

"Em nossos índices de tradução há muitos lugares onde se pode errar, portanto, se não se
pegar no início, compromete-se a tradução do nível seguinte. Por exemplo, há índices escritos
para cada letra ou pinturas simbólicas, tem um índice para cada combinação de letras para um
alfabeto de 98 caracteres. Dessa forma você pode imaginar a variedade de combinações.
Também há índices para estrutura de oração e um para o contexto semântico. E sobre essas
variáveis, deve se considerar a linearidade do idioma ou sua seqüência."

43
"Além disso, como disse antes, o texto tinha mais do que uma simples prosa. Tinha também
anotações musicais e poesia. Assim nós exigíamos, para cada um dos 23 segmentos do texto,
uma tradução que fosse capaz de discernir todas as nuances da prosa e também da poesia e da
música".

Anne: "Bom que você falou sobre a música, pois não entendo o porque desse elemento
na cápsula do tempo".

Dr. Anderson: "O que você quer dizer"?

Anne: "A música já estava no disco ótico e você simplesmente pegou de lá, ou foi
produzido pelo Grupo Labirinto baseado nas anotações musicais"?

Dr. Anderson: "Na realidade, foi uma combinação das duas coisas. Suas anotações musicais
eram muito precisas e eles deixaram amostras digitais de cada um de seus instrumentos,
mesmo dos sonoros. Então, simplesmente nós traduzimos suas amostras digitais para um
padrão MIDI e produzimos nossa própria versão da música. De todas as coisas que nós
traduzimos, a música foi a mais fácil de produzir, e também a única que tínhamos certeza
quanto a sua exatidão".

Anne: "Então você se envolveu com a tradução da música também "?

Dr. Anderson: "Sim, eu ajudei tanto na descoberta inicial das anotações musicais, como
também com os índices de tradução. Eu não fui envolvido na fase de produção, embora estava
curioso para ver como ficaria".

Anne: "Eu posso ouvir algumas dessas composições "?

Dr. Anderson: "Sim, sem dúvida. Quando desertei, o ACIO tinha traduzido com sucesso 10
das 23 composições musicais. Eu as tenho. E eles foram convertidos tanto para CD e como
para fitas cassete. Eu também tenho um arquivo completo das outras 13 composições na
forma original dos WingMakers".

Anne: "Como exatamente elas foram produzidas "?

Dr. Anderson: "Você quer dizer técnica ou artisticamente "?

Anne: "Eu acho que ambas ".

44
Dr. Anderson: "No aspecto técnico nós precisamos reduzir suas amostras até uma resolução de
384-bits para poder usá-las em nossos sistemas de computadores. Quando ouvimos as
amostras de instrumentação, ficamos aliviados por ouvir sons familiares. Havia alguns que
eram diferentes, mas a maior parte, as amostras digitais que foram codificadas no disco ótico,
eram iguais a instrumentos musicais contemporâneos ouvidos no mundo atual.

"Certa vez nós pegamos suas amostras e as organizamos em oitavas, levamos suas anotações
de composição e basicamente deixamos o computador selecionar a instrumentação digital
baseado em suas amostras. Eventualmente isto tudo tinha que ser reduzido para um sistema
master de CD de 24-bits, foram então impressos em um CD e gravados em uma fita cassete.

"Para a produção artística, realmente não havia muito mais a fazer além do que já tínhamos
feito. Os computadores fizeram todo o trabalho interpretativo e praticamente toda produção.
Alguns de nosso grupo tocaram as músicas em várias versões, evidentemente de uma forma
amadora, apenas para testá-las. A música era muito popular, particularmente quando você a
escutava em uma resolução de 384 bits ".

Anne: "Ninguém ficou impressionado que a cápsula do tempo incluía um "kit de


construção musical" em vez de uma música já gravada. . . Isto é, porque nos deixaram
uma interpretação de suas músicas"?

Dr. Anderson: "Tudo era muito impressionante no projeto Ancient Arrow. Tudo.

"Nós não sabemos porque fizeram dessa maneira, mas novamente, nossa hipótese era que os
WingMakers não tinham como trazer sua música para nosso mundo, pois, nos faltaria
tecnologia para ouvi-la. Assim eles desmembraram a música, assim como você colocou, em
um "kit de construção musical", que nos possibilitou ouvi-la com nossa tecnologia atual. É a
razão mais lógica.

"Vários de nós tiveram a oportunidade de experienciar nas câmaras um e dois, uma forma
totalmente integrada de expressão e foi uma experiência muito poderosa. . .isso para dizer o
mínimo. Quando você ouve a música em uma resolução de 384 bits com as pinturas originais,
permanecendo dentro da câmara onde elas foram colocadas, é uma experiência muito
comovente e espiritual. Algo como nunca tinha experimentado antes ".

Anne: "Em que sentido "?

45
Dr. Anderson: "É como se a sensação de existir fosse arrancada do seu corpo e
irresistivelmente puxada para o portal da pintura. Há uma sensação muito forte de movimento
dentro e além destas pinturas, e a música e as pinturas são apenas dois dos tipos de arte, a
terceira, a poesia, também faz parte da experiência".

Anne: "Então me fale sobre a poesia ".

Dr. Anderson: "Os poemas são expressivos, com uma gama muito extensa de assuntos. Para a
maioria de nós do ACIO, eles poderiam ter sido escritos por qualquer poeta contemporâneo.
Não havia nada neles que pudesse determinar que eram de uma cultura 750 anos em nosso
futuro. Muitos dos mesmos temas sobre espiritualidade, amor, relacionamentos, e morte
também eram evidentes em seus poemas. A maior parte das poesias foi traduzida porque não
há muito texto envolvido. . . pelo menos quando se compara com os documentos filosóficos e
científicos. Em cada câmara há duas poesias, portanto ao todo são 46".

Anne: "Isso é interessante. Todos os outros — as pinturas, música, artefatos, filosofia —


tem apenas um por câmara. Por que você acha que eles colocaram dois poemas em cada
câmara, em vez de um "?

Dr. Anderson: "Em minha opinião era para dar uma perspectiva mais ampla de um
determinado tema representado por uma câmara específica. A poesia foi criada de tal forma
que permite se ter uma perspectiva tanto pessoal quanto universal de cada uma das câmaras...
mas novamente, é apenas uma hipótese de trabalho, até o momento".

Anne: "Posso concluir então que a poesia é também um pouco menos abstrata quando
comparada à filosofia e as pinturas. Você analisou como a poesia está relacionada com as
pinturas"?

Dr. Anderson: "Sim. E acredito que a poesia e as pinturas têm a mais forte conexão entre
todos o outros objetos em cada uma das câmaras. Penso que as pinturas ilustram, de uma
maneira sutil, os temas representados na poesia. Em alguns casos, quando a pintura representa
um conjunto de objetos abstratos, a poesia também é mais abstrata. Quando a pintura é mais
ilustrativa, a poesia parece mais como prosa".

Anne: "Você está dizendo então que a poesia leva o significado central de cada
câmara"?

Dr. Anderson: "Eu não estou seguro, mas parece que a poesia é de alguma maneira
representada simbolicamente na pintura da câmara que está associada. O problema é que a
poesia é de interpretação tão subjetiva que é impossível entender seu tema com precisão. Eu
deveria ter mencionado antes, mas a gramática e sintaxe do idioma deles são muito diferentes
46
do nosso, de tal forma que as sentenças não tem fim, pois não são marcadas com pontos.

"Em outras palavras, se fizéssemos uma tradução literal, não haveria nenhuma estrutura de
oração. . . estaria mais perto de uma sintaxe lógica. . . e o significado fluiria dentro de uma
linguagem abstrata, que seria muito difícil de ser entendida pela maioria das pessoas. Quando
eu estava fazendo as traduções da poesia, coloquei em uma estrutura de oração que
fragmentava seu significado, portanto, poderia ser melhor entendida. Talvez no processo eu
tenha mudado o significado sem querer, mas, ou era assim ou a poesia seria por demais
abstrata para ser assimilada".

Anne: "Há uma conexão entre a poesia e a filosofia de cada câmara "?

Dr. Anderson: "Meu colega e eu sentíamos que todos os objetos dentro de uma câmara
específica estavam conectados. . . mas seguiam uma determinada linha que não conseguíamos
pesquisar. Estávamos constantemente preocupados que nossos índices de tradução estavam de
alguma maneira inexatos, e que isto estava limitando nossa habilidade para ver a conexão
entre os vários objetos. E sem dúvida, a mais enigmática conexão era os artefatos de
tecnologia, porque nós não tínhamos como pesquisá-los ou tirar qualquer conclusão sobre sua
finalidade ou objetivo".

Anne: "Falemos um pouco sobre os artefatos achados em cada câmara. O único sobre o
qual se comentou foi o disco ótico encontrado na 23ª câmara. Eu sei que você me
mostrou algumas fotografias dos outros, mas poderia descrevê-los melhor com respeito a
como você os analisou, e quais são as idéias para conectá-los como um todo com a
cápsula do tempo "?

Dr. Anderson: "O disco ótico é o único artefato dos 23, que nós achamos que o ACIO tinha
acessado com sucesso, pelo menos até onde sei. Os outros artefatos foram todos levados para
o laboratório de pesquisa do Grupo Labirinto na Virgínia, logo após sua descoberta. Esses
artefatos nunca foram conhecidos por ninguém abaixo do nível 12. Havia fortes rumores
dentro do ACIO que existiam tecnologias dentro da cápsula de tempo, mas nunca foram
considerados seriamente, e com certeza, também não foram pela NSA.

"Quinze tinha uma grande curiosidade nos artefatos de tecnologia por que poderiam
representar possíveis soluções para BST. E, como mencionei antes, Quinze e a maioria do
Grupo Labirinto relacionada com o assunto, sentiram que os WingMakers poderiam
representar o futuro do Grupo atuando no presente, à medida que tentavam passar sua
tecnologia de viagem interativa no tempo para nós. Portanto, Quinze logicamente considerou
que esses artefatos poderiam representar uma peça nesse quebra-cabeça e que, até aquele
momento, não havia percebido".

47
Anne: "Mas o que eu vi não parece uma coisa tão avançada ou baseada em alta
tecnologia. Eles poderiam passar por simples cristais ou pedras. . . ou algo orgânico. Por
que o Grupo Labirinto estava tão convencido que poderiam significar a chave para a
viagem no tempo "?

Dr. Anderson: "As estruturas cristalinas que foram achadas, na maioria dos casos, pareciam
bem comuns quando eram visualmente examinadas, pareciam ser cristais. Mas quando você
examinava suas características moleculares e atômicas, ficava claro que eram objetos feitos
pelo homem. Isto é, eram estruturas cristalinas sintéticas, e nós mantivemos a hipótese que
elas foram codificadas com informações, assim como o disco ótico e as pinturas.
Consideramos também a hipótese que foram conectadas potencialmente com o disco ótico,
pois foi o último dos artefatos e parecia o equivalente a uma pedra chave ou uma chave
mestra ".

Anne: "Algum texto traduzido do disco ótico faz referencia aos outros artefatos "?

Dr. Anderson: "Não, para nosso infortúnio, não havia nenhuma referência. . . pelo menos até
agora ".

Anne: "Na realidade você não respondeu minha questão sobre se você sentiu que havia
uma conexão entre os artefatos de tecnologia e os artefatos culturais específicos
relacionados com cada câmara ".

Dr. Anderson: "Desculpe, Acho que hoje é a minha vez de sair fora do assunto. De qualquer
maneira, sim, havia conexões. . . nós tínhamos certeza disto, mas ao mesmo tempo, por não
podermos trabalhar com os artefatos e examiná-los, não conseguíamos provar nossa teoria.
Por conseguinte, colocamos todo nosso tempo e energia no disco óptico, mesmo porque
parecia ser o mais importante dos artefatos, como também era o único que tínhamos a
oportunidade de acessar através de nossa tecnologia ".

Anne: "Mas você não havia me dito anteriormente que tinha levado um ano para
deduzir como acessar o disco óptico"?

Dr. Anderson: "Sim, isso é verdade. Mas você tem que ter em mente que os artefatos de
tecnologia eram totalmente estranhos para nossas tecnologias. Diferentemente do disco
óptico, as outras tecnologias eram uma combinação de materiais sintéticos baseados em
estruturas orgânicas, e em alguns casos tinham até DNA humano dentro de suas estruturas.
Estes eram. . . "

48
Anne: "Você está dizendo que as tecnologias eram em parte humanas "?

Dr. Anderson: "Sim... de certo modo. Mas o que eu ia dizer, é que estes artefatos pareciam ter
estruturas moleculares baseadas em sistemas de computador que seriam ativados por um
toque humano específico. E nós não estávamos certos se era literalmente um humano
específico, ou um tipo específico de humano, ou talvez qualquer humano em um estado
específico de emoção ou mente. Nós tínhamos 115 possíveis experiências desenvolvidas para
testar e todas falharam. Então nós desistimos de acessar os artefatos de base orgânica e
concentramos nossas energias e tecnologias para acessar o disco óptico".

Anne: "Mas isso é realmente estranho. . . por que estaria um DNA humano dentro de
uma tecnologia. . . e essa conversa sobre cristais sintéticos. . . isso me deixa aturdida ".

Dr. Anderson: "Nós tivemos algumas sensações parecidas até que traduzimos um pequeno
trecho que estava dentro do disco óptico. Os documentos filosóficos das câmaras um e dois
nos convenceram que os WingMakers realmente poderiam ser autênticos, e nós não tínhamos
nenhuma outra razão para descrer de sua história. Isso não quer dizer que passamos a
acreditar em tudo e deixamos de lado nossa cautela, mas a filosofia era algo novo para
compreendermos como percebiam sua missão em relação à humanidade atual.

Anne: "Eu não sei. . . Eu li os dois primeiros documentos de filosofia que você deixou
comigo, e poderia até acreditar que vem de uma raça alienígena. Poderia também
acreditar que são de uma raça inescrupulosa que usa filosofia e todos esses materiais
culturais para nos induzir a acreditar que são benevolentes, quando na realidade não
são. Me refiro à aquela parte da profecia que você falou ontem à noite ".

Dr. Anderson: "Vejo que você continua sendo uma jornalista cética. Fico feliz de ver essa
reação.

"Anne, tudo que posso dizer é que quando se considera todos os artefatos culturais
encontrados dentro do Ancient Arrow, e se entrega totalmente ao estudo dos seus conteúdos e
filosofia, fica difícil de acreditar que provem de uma mente que tem más intenções ou
malévola".

Anne: "A menos que seja exatamente isso que queiram que se acredite ".

Dr. Anderson: "Talvez. É difícil discutir sobre isso. Acho que chega em um determinado
ponto que a decisão é pessoal. O Grupo Labirinto, e estou incluindo o Corteum quando digo
isso, estava de acordo que era uma descoberta autêntica e sentiam confiança que não
estávamos lidando com uma fraude. Mas nós nunca fechamos as portas para essa
49
possibilidade. Nossos Diretores de segurança e operações tinham planos de contingência em
caso de evidências que aumentassem a probabilidade de fraude ou má fé ".

Anne: "Uma das coisas que me pareceu estranho quando olhava as fotografias das
pinturas da câmara, foi a semelhança entre todas elas. Sem dúvida foram feitas pelo
mesmo artista. . . ou talvez um grupo de artistas. Mas quando eu penso em uma cápsula
do tempo, eu pensaria que se incluiria uma variedade de arte, de uma também
variedade de artistas, que representam uma diversidade de perspectivas e assim
sucessivamente. O que não é o caso aqui. Por que você acha que isso é dessa maneira"?

Dr. Anderson: "Eu não acho que o motivo deles era nos informar sobre seus artistas ou sobre a
diversidade de sua cultura. Penso que eles entendem a função da arte inicialmente como uma
forma de comunicação, e depois como uma forma de viagem no tempo ou uma saída para fora
da consciência do corpo. A continuidade das 23 pinturas vistas como um todo, parece estar
convidando a consciência do observador a literalmente entrar no mundo dos WingMakers.
Como se fossem portais, e eu experimentei isso.

"As pinturas são incrivelmente brilhantes nas suas cores. Você realmente não pode imaginar o
impacto que elas causam quando você as vê pessoalmente no próprio local, principalmente
depois que foram limpas e a restauração foi completada. Mas até mesmo quando foram
descobertas, sem que ninguém as tocasse, era impressionante a luminosidade que tinham e
como suas cores continuavam vibrantes depois de 1.150 anos. Houve muitas vezes, no
período em que estávamos fazendo a restauração e catalogando os artefatos, que alguns de nós
sentavam nas câmaras e ficavam olhando estupefatos as pinturas. Em várias ocasiões eu fiz
isso, apenas permitindo aos meus olhos viajarem pelas pinturas, e imaginando a intenção do
artista e o que estava tentando comunicar. Foi uma experiência muito, muito forte. . . algo
como nunca tinha experimentado antes".

Anne: "Acho que ficaria um pouco assustada".

Dr. Anderson: "Só estou rindo porque tive essa experiência. Uma noite, depois de um longo
dia de trabalho nas câmaras, fiquei por último no local. Eu tinha estado tão absorto naquilo
que estava fazendo, que me lembrava vagamente que havia sido dito para acionar o sistema de
segurança na minha saída. Passado por volta de meia hora, finalmente percebi que estava
sozinho dentro da cápsula do tempo. . . o silêncio era incrível. De qualquer forma, eu estava
descendo o corredor que ligava todas as 23 câmaras, e que passava por todas as câmaras,
quando então comecei a sentir uma presença muito opressiva, esmagadora. Toda vez que eu
examinava uma das câmaras, eu tinha a impressão que alguma coisa das pinturas iria saltar
sobre a mim. Elas pareciam incrivelmente vivas.

50
"Nossa iluminação era de excelente qualidade, feita através de um sistema halógeno portátil e
todas as câmaras eram equipadas igualmente com esse mesmo sistema. Quando atingi o fundo
do corredor — que nós chamávamos de escada caracol — e olhei dentro da câmara dois, eu vi
claramente um movimento e levei um tremendo de um susto. Na realidade não era medo, e
sim excitação... talvez uma mistura de ambos. Esse movimento era simplesmente uma
imagem borrada de algo saindo da pintura e que desaparecia aos poucos. . . Eu realmente não
pude. . . "

Anne: "O que era aquilo? Era humano "?

Dr. Anderson: "Eu não tive condições de vê-lo o suficiente para lhe dizer o que realmente era,
mas agora que tive algumas interações com os WingMakers, sei que eram eles. Eles estavam
usando essas pinturas de alguma maneira para aparecer no nosso tempo. Foi logo depois dessa
experiência que comecei a teorizar que as pinturas eram de fato portais que poderiam tornar
viável a viagem no tempo ou algo assim ".

Anne: "Isto pode parecer estranho, uma pergunta boba, mas como você sabe que isso
tudo não era uma falsificação? Que alguém ou algum grupo criou todas essas coisas
para dar a impressão de ser algo extraterrestre ou uma cápsula do tempo do futuro,
apenas para se divertir com a confusão que iria causar nas cabeças de quem descobrisse
tudo aquilo"?

Dr. Anderson: "A única coisa que sabemos com certeza, é que isso não é uma falsificação. O
local onde está o Ancient Arrow é uma enorme estrutura de pedra que foi literalmente
escavada na forma de uma escada em caracol, que a cada 30 metros tem uma saída para cada
uma das 23 câmaras. Seria necessário uma tecnologia incrível para construir aquela estrutura.
Nós datamos com precisão a época que as pinturas das câmaras foram criadas, e isso
aconteceu no 9º século, e temos certeza que essa tecnologia não existia nesse período ".

Anne: "Eu não estou tentando argumentar com você. . . mas se esses artefatos realmente
forem de um tempo 750 anos no nosso futuro, não parece estranho que tenham sido
enterrados dentro de uma pedra enorme no meio do nada... no Novo México. Não parece
mais estranho ainda que tenham tido todo esse trabalho e, para piorar as coisas, fizeram
de tal forma que se tornou quase impossível entender o que eles estavam tentando dizer?
Você entende o que estou dizendo "?

Dr. Anderson: "Sim, eu entendo, e não tomo suas perguntas como argumentativas. Mas o
ponto é que essa cápsula do tempo, ou seja lá como você quiser chamá-la, realmente é um
conjunto de objetos reais. E esses objetos nem mesmo correspondem ao mesmo período. Por
exemplo, enquanto as pinturas foram criadas aproximadamente há 1.150 anos atrás, os
artefatos nem mesmo respondem ao nosso carbono 14 ou a análises bioquímicas. Para
complicar ainda mais, as pictografias que começaram a aparecer misteriosamente dentro e ao
51
redor do local do Ancient Arrow, foram criadas nos últimos 50 anos, e podem muito bem
terem sido feitas no ano ou mês, em que o local foi descoberto.

"Esses objetos reais são considerados um enigma, mas a meu ver não são uma falsificação. A
grande pergunta é se a identidade dos WingMakers é como realmente eles mostram — um
aspecto futuro da humanidade ou uma raça alienígena que visitou a terra por volta do ano 850
d.C.

Anne: "OK, digamos que não seja uma falsificação. Então me diga, por que você está
tão convencido que é uma cápsula do tempo. Para mim parece ser mais um dispositivo
de comunicação. . . ou talvez uma ferramenta educacional de algum tipo. Por que uma
cápsula do tempo"?

Dr. Anderson: "Em parte porque parecia que seus criadores queriam compartilhar a cultura
deles conosco. Quando iniciamos nossas análises do local (Ancient Arrow), sentíamos que
tudo dentro das câmaras era alienígena. Inicialmente estávamos convencidos que era um local
para contatos com ETs, e consideramos até mesmo a possibilidade de que tinham deixado
tudo aquilo para vir buscá-los posteriormente. . . "

Anne: "Tipo de um depósito dos ETs "?

Dr. Anderson: "Sim. Porém, algumas pinturas descreviam os humanos, e as paisagens eram da
terra — especificamente daquela região do planeta no Novo México do norte. Assim, para nós
parecia menos provável que era de uma raça alienígena. Nós também vimos evidências que
houve interações com os precursores das tribos dos Navajos e talvez dos índios Hopi,
conhecidos atualmente como os índios Anasazi. E novamente, isto foi concluído pelas
pinturas. . . que inicialmente eram os únicos registros reais que podíamos interpretar.

"Lembro que tínhamos um total de 47 cenários possíveis desenvolvidos. Nosso cenário mais
provável, ranqueado por nossos computadores, era que o local Ancient Arrow representava
uma raça de ETs que tinham deixado para trás o equivalente a um museu que registrava suas
interações com os índios Anasazi. Nosso segundo mais provável cenário era que o local
representava uma cápsula do tempo, também abandonada pela versão futura do Grupo
Labirinto".

Anne: "Isso ainda me parece estranho. . . por que vocês acharam que era uma versão
futura do Grupo Labirinto "?

Dr. Anderson: "O Grupo Labirinto usa como seu símbolo de identificação três círculos
52
concêntricos, que cercam uma esfera. Havia amplas representações desse símbolo nas suas
pinturas. Também, nos parecia muito estranho que tínhamos descoberto esse local da forma
como aconteceu. . . sentia literalmente como se tivéssemos sido guiados para aquele local. E
lembre que Quinze estava muito confiante na visão do Grupo Labirinto de desenvolver o BST,
e sabia que a versão futura do Grupo Labirinto faria contato de alguma forma. Era só uma
questão de quando e como ".

Anne: "Eu sei que devo ser a pessoa mais cética que você já encontrou, mas ainda não
me parece uma cápsula do tempo ".

Dr. Anderson: "Eu não estou dizendo que você está errada. Eu só estou lhe dizendo que é
dessa forma como está classificado dentro do Grupo Labirinto. Pode muito bem ter múltiplos
significados e propósitos. Para mim é mais do que uma cápsula do tempo, embora acredite
que tenha elementos para tal ".

Anne: "Então, qual seria o objetivo principal que você acha"?

Dr. Anderson: "Se você avalia os WingMakers pela primeira impressão, o que eles dizem é
que é uma cápsula do tempo que ajudará a facilitar o desenvolvimento de uma cultura global.
Eles dizem isso de alguma maneira, quando forem descobertas todas as sete cápsulas do
tempo, que elas servirão como uma ponte de comunicação entre humanos de hoje e seus
próprios selfs de seu futuro".

Anne: "Eu li o memorando que Dr. Sauthers escreveu e me lembro dessas declarações
também, mas uma cultura global parece tão improvável. . . tão impossível. E além disso,
como esses objetos poderiam ser usados para construir uma cultura global? Me parece
um pouco ingênuo ".

Dr. Anderson: "Tudo que posso dizer é que isso está relacionado com a Internet e a uma nova
tecnologia de comunicação que os WingMakers chamaram de OLIN (One Language
Intelligent Network — Rede Inteligente de um Único Idioma). Se você ler a seção do
glossário que deixei com você, lá tem algo que se refere a isso. Os WingMakers parecem
sentir confiança que a tecnologia OLIN ajudará a criar uma cultura global através da Internet.
Acidentalmente, isso é consistente com profecias que diziam que o Grupo Labirinto teria
conhecimento desde 1,500 anos atrás. Claro que a tecnologia mencionada não era chamada de
OLIN, mas a noção de uma cultura global e de um governo unificado foi predito durante
muitos séculos ".

Anne: "Isto é o que George Bush chamava de a Nova Ordem Mundial"?

53
Dr. Anderson: "Sim, mas houve quatro outros presidentes que tinham conhecimento deste
conceito ".

Anne: "O que fariam as pessoas do mundo se decidissem por uma unificação sob um
único governo, mais ainda, criar uma cultura global. . . seja lá o que isso possa
significar? Eu não consigo ver isso acontecendo. . . pelo menos enquanto eu viver ".

Dr. Anderson: "De acordo com os WingMakers isto acontecerá através da economia digital e
depois pelo conceito da tecnologia OLIN da Internet. E por esta rede global, o entretenimento
e todo conteúdo educacional serão globalizados. Esta é a base de uma cultura global com um
comércio e comunidades unificados. Tendo acertado essas peças da infra-estrutura, então a
necessidade para governar esta infra-estrutura será um problema a ser solucionado com
urgência. E a ONU é órgão lógico para assumir essa responsabilidade. Desde que as pessoas
do mundo permitam a digitalização da economia e aceitem o conceito da tecnologia OLIN,
um governo e uma cultura globalizados emergirão naturalmente".

Anne: "E como você disse ontem à noite, isso está previsto para acontecer em 2018. Está
correto "?

Dr. Anderson: "De acordo com a profecia é nessa data que a ONU garantirá eleições iniciais
para um governo mundial unificado. E não será uma autoridade todo poderosa e centralizada,
mas mais um centro de decisão de política pública global e organização de execução para
assuntos que afetem o mundo como um todo. Assuntos como poluição, efeito estufa, disputas
por fronteiras, viagens espaciais, terrorismo, negócios, comércio, upgrades da tecnologia
OLIN, e programas gerais de transferência de tecnologia".

Anne: "E o que vai acontecer com a soberania nacional depois que a ONU assumir esse
novo papel"?

Dr. Anderson:"Gostaria muito de responder sua pergunta de uma forma especulativa, mas
também gostaria de lembrá-la de seu pedido no início da entrevista para avisá-la quando você
saísse fora do foco do nosso assunto. . . "

Anne: "Não, você está absolutamente certo. Desculpe. Voltemos para os artefatos. .
.quais eram as condições do local assim que você entrou. . . ou melhor ainda, por que
você não descreve como foi a primeira vez que entrou no local ".

Dr. Anderson: "Eu era um dos cinco do ACIO que viajaram para o Novo México a fim de
explorar o local assim que foi estabelecido que tinha possíveis implicações com ETs. Na
ocasião, nenhum de nós sabia qualquer coisa que pudesse nos levar a concluir que o Ancient
Arrow se tornaria uma descoberta importante.
54
"A única pista que tínhamos era um artefato que tinha sido descoberto perto do local, e que
muito mais tarde concluiu-se como sendo a entrada do interior da câmara da cápsula do
tempo. Foi este artefato que levou o projeto para o controle do ACIO, pois a NSA considerou-
o como tendo possíveis origens extraterrestres".

Anne: "O que especificamente levou a NSA concluir que o artefato era alienígena "?

Dr. Anderson: "Como todos os outros artefatos, este também não mostrou nenhuma resposta à
análise do Carbono 14 e tinha estranhas gravações ou símbolos que pareciam de outro mundo.
Tinha uma composição de titânio-beryllium em alto grau de pureza, que como você deve
saber, é extremamente raro. Também, e talvez mais importante, não havia nenhum modo
óbvio para ativar o artefato ou acessar seus controles interiores. Seu interior era imune a
vários tipos de análises, até mesmo radiografias não penetraram o objeto.

"De qualquer forma, o ACIO ficou encarregado do artefato e o avaliou como tendo origens
extraterrestres e então começou a investigar a região na qual foi achado. Inicialmente não
obtivemos resultados, mas em uma visita subseqüente pudemos usar o artefato porque um de
nossos cientistas, totalmente sem querer, percebeu como ativar o artefato. Nós quisemos ver
qual seria o efeito, se é que teria algum efeito, se o ativássemos no local onde tinha sido
encontrado ".

Anne: "É aquele artefato cuja fotografia você me mostrou "?

Dr. Anderson: "Sim "

Anne: "Por que vocês achavam que era importante ativá-lo onde foi achado "?

Dr. Anderson: "Porque pensávasse que era uma tipo de bússola ou baliza de correção de rumo.
Nós não estávamos seguros, mas no laboratório não pudemos determinar nenhum propósito
funcional, assim, parecia uma experiência lógica ver como o dispositivo funcionaria na área
na qual foi descoberto.

"Esta foi a primeira vez que eu tinha sido convidado para ir ao local. Assim, voltando para
minha história, este time de pesquisadores do ACIO entendeu como usar esse dispositivo para
localizar a entrada para o interior da parede do canyon, onde a cápsula do tempo estava
escondida. O dispositivo, quando ativado, parecia passar ondas de pensamento ou quadros
mentais que induzia a pessoa para onde ir. O líder do nosso grupo foi quem segurava o
dispositivo e que o ativou fora do local. Então começou a ver quadros que o conduziram
55
imediatamente a uma estrutura parecida com uma caverna, enfiada 20 ou 30 metros dentro de
um das cavidades da parede do canyon".

Anne: "Parece um pouco estranho que vocês tenham achado o interior do local usando
este artefato que você tinha mencionado antes. . . Isto é, não parece um pouco
conveniente demais encontrar esse artefato bem na frente da entrada e então guiá-los
para dentro? Já existia uma entrada ou vocês tiveram que dinamitar para entrar "?

Dr. Anderson: "O caminho para o interior estava inteligentemente escondido atrás de uma
caverna natural, que por sua vez também estava escondida debaixo de arbustos naturais. A
caverna tinha aproximadamente 25 metros de comprimento e conduzia para dentro da parede
do canyon. Nós achávamos que era uma habitação índia de algum tipo, que tinha sido há
muito tempo abandonada. No fim da caverna havia uma pequena câmara que saia para o lado,
e na parte de trás dessa câmara havia uma pedra grande e plana no chão. . . talvez dois metros
e meio de largura por dois decímetros de espessura. O dispositivo ou artefato que tinha sido
encontrado antes estava emitindo quadros mentais ao nosso líder do grupo, que estava
convencido que isso o conduzia para esta pedra plana. Nós tentamos mover a pedra, mas era
muito pesada, até mesmo para nós cinco.

"No dia seguinte voltamos para o local com picaretas e marretas, e começamos a tediosa
tarefa de quebrar a pedra. . . "

Anne: "Então vocês estavam convencidos que havia algo debaixo da pedra "?

Dr. Anderson: "Nós imaginamos que havia uma razão para o dispositivo enviar uma imagem
tão clara para nosso líder sobre essa pedra plana que ficava na parte de trás da caverna natural.
Parecia lógico que o dispositivo, se fosse um dispositivo de correção de rumo de algum tipo,
poderia estar nos conduzindo a algo que tinha sido projetado para nos ajudar a achar.

"Depois de quase duas horas quebrando a pedra, nós pudemos verificar que realmente havia
um túnel debaixo dela. O túnel era em forma de " J " e tinha mais ou menos um metro de
diâmetro. Nos alternamos e um de cada vez deslizou pelo o túnel abaixo, e nos deparamos
com a entrada da escada em caracol ".

Anne: "Assim todos os cinco estavam dentro dessa. . . dessa escada em caracol olhando
em volta com lanternas. O que passou pela cabeça de vocês nesse momento "?

Dr. Anderson: "Todos nós estávamos muito excitados e também um pouco apreensivos. Nós
pensamos que iríamos achar um local de ETs, e não imaginávamos que poderia ser um local
ativo. . . o que nos fez ficar atentos. O dispositivo, ou artefato, começou a emitir uma
56
freqüência de som que continuou subindo a medida que avançávamos no túnel e quando
chegamos na primeira câmara, parou completamente. . . como se seu objetivo fosse apenas
nos conduzir até lá.

Anne: "E essa coisa toda tinha sido esculpida na pedra"?

Dr. Anderson: "Era totalmente feito pelo homem. . . ou alienígena. . . e nós percebemos isso
no momento que saímos do túnel de passagem. Era como se estivéssemos entrando em um
mundo completamente novo. Era totalmente silencioso; o ar era frio, mas não um frio
desconfortável. Não havia nenhum sinal de vida, e parecia como se tudo tivesse um propósito.
. . um propósito inteligente que nós não víamos a hora de desvendá-lo.

"Era incrível a sensação de entrar e andar em um mundo surrealista. Um mundo que tinha
sido criado por algo completamente alienígena. Nós assumimos que era uma construção feita
por ETs no momento que saímos do túnel em ' J' ".

Anne: "Mas como vocês perceberam imediatamente que era uma construção artificial, e
não um conjunto natural de câmaras ou cavernas "?

Dr. Anderson: "No começo da escada em caracol havia petroglifos trabalhados esculpidos na
pedra com tal precisão que nunca havíamos visto antes. Também, o sistema todo do túnel era
muito liso, quase polido, para ser uma construção natural. Havia um sentido arquitetônico. . .
como se alguém tivesse desenhado com extremo cuidado e com algum objetivo.

"Espantosamente não havia nada no chão. Nem mesmo um seixo ou um grão de areia. Toda
superfície estava completamente limpa, lisa, e polida. Havia pó, mas só pó. E algo como uma
camada de polímero tinha sido aplicada em cada centímetro quadrado da estrutura, inclusive
no teto.

"Quando nós chegamos na primeira câmara, que está a apenas 30 metros da entrada, me
recordo claramente de uma sensação de estupefação ou algo semelhante a uma experiência
religiosa, eu suponho. Assim que nossas lanternas iluminaram a primeira pintura da câmara,
todos ficaram mudos durante um bom tempo.Com todas as lanternas convergindo na direção
da pintura, o silêncio era total e ficamos uns 40 segundos boquiabertos dentro daquela
estrutura que parecia um túmulo. Eu fui o primeiro a falar, e tudo que disse foi " Isso não é
coisa de Navajo ou qualquer outra tribo indígena".

Anne: "Você encontrou todas as câmaras naquele mesmo dia "?

57
Dr. Anderson: "Sim. Nós fomos de câmara em câmara sentindo como se tivéssemos tropeçado
em um museu de história natural alienígena. Você tem que entender que nossa iluminação não
era muito boa, pois não esperávamos precisar mais do que simples lanternas. Tenho uma
lembrança muito viva de quando vi pela primeira vez as pinturas das câmaras e fiquei
boquiaberto. . . hipnotizado pelo anacronismo incrível do lugar. Eu nunca tinha estado em um
ambiente tão surrealista. . . era ao mesmo tempo misterioso e encantador".

Anne: "Qual era o tamanho das câmaras e suas respectivas pinturas"?

Dr. Anderson: "As câmaras eram relativamente pequenas. . . aproximadamente quatro metros
de diâmetro com teto bastante alto, talvez uns seis metros".

Anne: "Pelas fotografias das pinturas das câmaras que vi, parecem ser bem grandes".

Dr. Anderson: "Sim, elas são grandes e ficam sempre na entrada da câmara. Se você
permanecer do lado de fora de uma câmara específica, você não vai conseguir ver a pintura
inteira; é muito grande. Você tem que entrar na câmara para ver o quadro inteiro".

Anne: "Quais são os atributos artísticos dessas pinturas, na opinião do Grupo


Labirinto"?

Dr. Anderson: "Ninguém, dentro do Grupo Labirinto, se considera um crítico de arte, posso
lhe garantir. Acho que é justo dizer isso daquele grupo que viu as pinturas no seu ambiente
original — as próprias câmaras — eles acharam que os atributos artísticos estavam na sua
atratividade, até mesmo cativantes. Imagino que aqueles que as viram unicamente em
fotografias, pensaram que elas eram menos arte e mais uma peça importante em uma obra
genial, assim como uma ilustração em um livro infantil".

Anne: "Sem querer mudar de assunto, mas continuo querendo saber como você me
escolheu. Eu sei que você disse que foi totalmente por acaso, mas por que você selecionou
um jornalista comum para compartilhar esta história? Por que não um cientista ou
alguém que pelo menos pudesse fazer perguntas mais sofisticadas? Confesso que me
sinto completamente inadequada para entrevistá-lo, principalmente porque nem mesmo
sei que perguntas deveria estar fazendo. . . "

Dr. Anderson: "Você está indo muito bem. . . muito bem. Você não deveria se preocupar com
as perguntas. Elas são expontâneas e muito perceptivas. E a maioria das pessoas que vai ler
essa informação, estará mais interessada nas coisas que você perguntou do que por perguntas
que fariam físicos ou pessoas envolvidas com ciência ".

58
Anne: "Talvez, mas tenho uma sensação incômoda de que se pudesse fazer perguntas
científicas, provavelmente você teria mais condições de provar sua história e ganhar
mais credibilidade. Começo a achar, que de alguma maneira, torno as coisas difíceis
para você ".

Dr. Anderson: "O que exatamente você sente que não está me perguntando"?

Anne: "Acredito que principalmente coisas relacionadas com viagem no tempo e BST.
Ontem à noite você falou sobre algumas coisas que quando as li novamente hoje cedo,
senti como se eu devesse ter feito perguntas mais profundas. . . "

Dr. Anderson: "Por exemplo. . . "

Anne: "Esse é o problema, eu não sei ".

Dr. Anderson: "Anne, a razão por eu a ter escolhido foi simples. Eu precisava achar alguém
que soubesse como acessar os principais meios de comunicação, e ainda fosse relativamente
desconhecida. Se eu tivesse escolhido um editor de ciência de um grande jornal, eu teria que
responder perguntas mais científicas e não teria condições de falar sobre as implicações
culturais, artísticas, e sociais do projeto Ancient Arrow. De minhas seleções ao acaso, eu sabia
que você não tinha nenhuma imagem formada para proteger, que sabia como acessar a mídia,
e que poderia fazer perguntas que não trairiam sua identidade. Isso é por que nós estamos
falando agora. . . e também pelo fato de que você não me considerou um louco ".

NOTA DE ANNE
O que segue é uma sessão de entrevista com o Dr. Anderson no dia 28 de desembro de 1997.
Ele permitiu que fosse gravada. Esta é a cópia daquela sessão, e é a segunda de um total de
cinco. Eu as mantive exatamente como aconteceram. Não foi feita nenhuma edição, e tentei
colocar as mesmas palavras, frases e gramática usadas pelo Dr. Anderson.

(Para um bom entendimento, recomendo que se leia a primeira entrevista de 27 de Dezembro


de 1997) e na AMALUZ AS 5 PARTES….

ENTREVISTA
Dr. Anderson: "Como agora você está usando o gravador, deixe-me repetir. A tecnologia de
Corteum foi o único e mais influente elemento para ajudar Quinze a se tornar o Diretor
Executivo do ACIO e do Grupo Labirinto. De fato, ele tinha uma mente brilhante antes de
passar por esse processo de enriquecimento da inteligência do Corteum, mas por alguma

59
razão, a tecnologia parece que lhe aumentou a inteligência mais do que em qualquer outro. . .
em um nível muito significante ".

Anne: Nunca ninguém suspeitou que o Corteum e Quinze eram de alguma maneira uma
força separada do Grupo Labirinto. Eu quero dizer, nunca ninguém considerou a
hipótese que eles poderiam ter seus próprios objetivos. . . talvez BST não fosse o único e
definitivo objetivo deles?

Dr. Anderson: " Não. Se tem, e eu acredito que ainda continue assim, absoluta confiança tanto
em Quinze como no Corteum. Você tem que entender que os Corteums são uma raça
benevolente. Nós nunca vimos qualquer evidência de que não fossem de boas intenções para
nos ajudar, e nós, na medida do possível, tentamos ajudá-los de volta. Era uma sociedade
cortês e com total reciprocidade.

Anne: "Você disse ontem à noite que o Corteum fazia parte do Grupo Labirinto, mas só
por volta de 200 eram membros. Como elas se tornaram parte do Grupo Labirinto?

Dr. Anderson: " Na realidade eu não sei com certeza. Só posso lhe dizer o que me respondeu
um dos Diretores que foi o responsável por minha entrada no Grupo Labirinto. Ele me falou
que Quinze tinha sido escolhido pelo Corteum para ser a ligação deles com o ACIO. Eles o
escolheram, como aquele que iniciaria o seu programa de transferência de tecnologia com os
humanos.

" Quinze concordou em passar pela tecnologia de intensificação da inteligência que o


Corteum tinha oferecido. Foi dessa experiência que a visão de Quinze, de como o BST
poderia ser desenvolvido, foi cristalizada. Ele criou então, a estrutura e o desenho do projeto.

" Um das coisas que o Corteum têm em abundância é inteligência lógica. Eles são muito
competentes em termos de investigação científica e raciocínio lógico. Eles mesmos admitem
que o que lhes falta é uma característica visionária criativa de descoberta. Isto é precisamente
o que Quinze tem de sobra. . . "

Anne:" Mas você está falando sobre uma raça que é superior a nós em tecnologias.
Como lhes podem faltar insights criativos?

Dr. Anderson: " Isso é muito importante. Veja bem, comparado com todos os outros humanos,
os Corteums são criativos e visionários. Mas há princípios formativos de física que residem
em uma matriz dimensional que são completamente estranhos a todos os seres, com exceção
dos intelectos mais privilegiados. E Quinze tem esse intelecto. Os Corteums estão esperando

60
que Quinze, e de uma forma geral, o Grupo Labirinto, possam desenvolver BST, pois eles tem
uma aplicação específica para esta tecnologia ".

Anne: " Mas ontem à noite você disse que há outras raças dentro de nossa galáxia, que
já tem a possibilidade de viajar no tempo. Por que os Corteums simplesmente não
"negociam" com essas raças "?

Dr. Anderson: " Como eu disse antes, as espécies que têm desenvolvida, por sua própria
iniciativa, a viagem no tempo, vão estar pouco dispostas a compartilhá-la com outra raça. Na
verdade esta é a tecnologia mais bem guardada. E não se pode simplesmente pedir a
tecnologia emprestada quando se precisa dela. Mesmo quando a necessidade parece ser
urgente e verdadeira. É fácil demais se tornar dependente da tecnologia em si. Além disso,
como eu tentei explicar na noite passada, há uma diferença considerável entre viagem no
tempo e BST. Não conheço nenhuma espécie que possui o tipo de BST que o Grupo Labirinto
está tentando desenvolver.

" É mais ou menos assim, Anne, BST requer um conjunto de tecnologias interdependentes,
todavia distintas, que necessita de um provedor para aplicar teoremas novos, novas leis de
física, que nunca tenham sido descobertas antes. E então construir esse conjunto de
tecnologias baseado em uma nova matriz de como o mundo funciona. . . é uma tarefa
assustadora. Tudo o que antes era considerado verdade absoluta precisa ser destruído, precisa
ser reinventado, reformulado, e então integrar nesta nova matriz.

" Esta é a essência do BST, você começa com uma lousa em branco e reinventa, reformula, e
recria a consciência de matéria ".

Anne: " Vamos devagar que me perdi. A consciência de matéria "?

Dr. Anderson: " Lembra quando falei sobre objetos quânticos e como eles são influenciados
pela consciência "?

Anne: Sim ".

Dr. Anderson: "Objetos quânticos se tornam crescentemente granulados ou refinados até se


tornarem pura energia de luz e deixam de ter massa. Eles não são de uma realidade física, mas
apenas uma energia em estado puro. Esta energia é segmentada mais adiante em oitavas de
vibração. Em outras palavras, esta energia de luz vibra, e assim como música, tem
musicalidade e sua nota fundamental. O som harmônico ressoa com a vibração da energia
fundamental e todo pacote de energia canta como um coro. . . somente sua voz é luz.

61
" Esse canto, se assim você desejar, é o equivalente de uma consciência que permeia toda
matéria...cada objeto físico em todo universo. Quinze tem provado com sucesso essa
"consciência que a tudo permeia", o que ele chama de Light-Enconded Reality Matrix ou
LERM ( Matriz de Realidade de Luz Codificada ). De qualquer forma , LERM é apenas um
dos novos teoremas que foram necessários a fim de esquematizar um caminho para provar
que BST realmente era uma possibilidade, e não só uma visão excêntrica da mente de Quinze
".

Anne: " Essa "consciência que a tudo permeia" que você citou, estaria por acaso
relacionado com espírito ou Deus "?

Dr. Anderson: "Exatamente ".

Anne: " Agora acho que é um pouco de exagero. Você está tentando me dizer que Quinze
descobriu Deus ?. Que ele tem prova de Deus "?

Dr. Anderson: "De certa forma sim, mas. . . mas Deus não é aquilo que costumamos chamar.
É LERM. E Quinze foi bem enfático para que nós nunca nos referíssemos a LERM como
Deus ou mesmo algo parecido com Deus. Ele preferiu pensar em LERM como "a sombra de
Deus". A luz que projeta a sombra, e o objeto da própria sombra, ele acredita que é impossível
provar através da ciência ou de qualquer outra forma objetiva de investigação ".

Anne: " Certo. . .certo. Mas me escute por um minuto. Se LERM é "a sombra de Deus",
como você diz, então isso prova a existência de Deus. Está correto "?

Dr. Anderson: " Para todos nós dentro do Grupo Labirinto que entendem o trabalho de
Quinze, a resposta é sim ".

Anne: " Isso não seria algo muito mais importante que o projeto Ancient Arrow? Isto é,
se alguém obteve provas da existência de Deus, não teria a responsabilidade moral de
compartilhar essa informação com as pessoas "?

Dr. Anderson: " Talvez, mas a única maneira de compartilhar essa informação com as pessoas
seria revelando quem é o Grupo Labirinto, e isso é algo que Quinze nem sonha em fazer. Ele
tem medo do ridículo e dos desentendimentos que isso causaria, e firmemente acredita que de
qualquer forma, ninguém acreditaria nele, pois existem muitas tecnologias escondidas que o
conduziram para suas descobertas, e ele não tem nenhum interesse em revelar essas
tecnologias para o mundo acadêmico, instituições do governo, ou para a mídia. Ele se tornaria
o próximo messias. . . ou diabo, dependendo do ponto de vista ".

62
Anne: " Então ele está preso na própria armadilha do segredo. . . "

Dr. Anderson: " De certo modo, mas ele não se sente preso em uma armadilha. Ele
simplesmente está tão distante da estrutura social e das comunidades científicas das
universidades, que ele, propositadamente, eliminou qualquer possibilidade de relacionamento
com essas entidades e não tem nenhum interesse de cruzar o abismo que o separa daqueles
que ele deixou para trás.

Anne: " Ele deve ser incrivelmente solitário ".

Dr. Anderson: " Eu não penso assim. Ele parece ter uma energia fora do comum e é muito
feliz. Ele faz exatamente aquilo que quer fazer, não posso dizer que alguma vez o vi
deprimido. . . talvez desapontado, mas nunca deprimido ".

Anne: " Ainda não vejo a conexão entre LERM e BST. . . "

Dr. Anderson: " Se a matéria no final das contas se dissolve em oitavas de luz, e a luz se
dissolve em oitavas de consciência, e a consciência se dissolve em oitavas de realidade, então
matéria, luz, consciência, e realidade são todos interdependentes como um ecossistema. E
como um ecossistema, se você muda um elemento você afeta o todo. Portanto, isolando
qualquer um dos elementos contidos dentro do LERM, e mudando isso, pode-se mudar a
realidade. E isso é um elemento fundamental de BST. Isso responde sua pergunta "?

Anne: " Eu não estou certa. . . Eu não sei, talvez tudo isso não importa. Novamente,
estou me sentindo fora de meu território. Acho isso interessante, mas ao mesmo tempo, é
frustrante. Me sinto muito mal vendo que todas essas coisas estão acontecendo no
mundo em que vivo, e eu não sei nada sobre isso. . . isto é, não sabia nada até agora. Me
sinto injustiçada. É sempre aquela velha história dos que tem e dos que não tem, do rico
e do pobre.... Você consegue imaginar como alguém se sente. . . ouvindo tudo isso pela
primeira vez, e se achando tão excluído?

Dr. Anderson: " Sim, eu imagino ".

Anne: "Para você, isso pode ser sem importância. Afinal das contas você conhece as
coisas.. Mas o resto de nós, a gente vai vivendo nossa vidinha pensando que o mundo é
isto e aquilo, quando na realidade apenas estamos dando trombadas um no outro no
escuro. Na verdade não temos pistas, não é?

Dr. Anderson: " Eu não sei. . . talvez. Talvez você tenha razão, não importa. Eu simplesmente
sei o que sei e acredito no que acredito. Mais do que isso, é tão misterioso para mim como é
63
para você. Seria um grande erro pensar que o Grupo Labirinto ou qualquer um de seus
membros, incluindo Quinze e o Corteum, entendam isso tudo. Eles não entendem. Mas
trabalham duro para ter as respostas, Anne. Eu quero dizer realmente duro. Dedicaram toda
suas vidas nessa missão do BST. Todo esse conhecimento não veio por acaso. Tentaram e
falharam centenas de vezes até descobrir a existência do LERM, e provavelmente falharão
outras mil antes de encontrar uma solução para o BST. Mas acredite, esses indivíduos não
chegaram ao conhecimento que hoje tem casualmente, ou porque ganharam de presente de
uma força maior.

Anne: " Não, eu não quis dizer isso. Fico feliz com a existência do Grupo Labirinto. Pelo
menos alguém nesse planeta entendeu isso ou está tentando. Só é injusto que tão poucos
tenham a prova.... o conhecimento. . . a oportunidade de entender tudo isso. Suas vidas
são tão diferentes, eles poderiam também estar morando em algum outro planeta. Eles
poderiam também ser extraterrestres ".

Dr. Anderson: " Só estou rindo porque este é um dos medos de Quinze desde o início; que se
alguém descobrisse sobre o Grupo Labirinto e seus objetivos, eles seriam considerados ETs. E
agora você está confirmando esse medo ".

Anne: "De qualquer forma gostaria que você não me tivesse escolhido. Minha vida
agora é tão diferente. Isto é tudo que posso pensar. Todas as minhas energias estão
concentradas nisso. Não tenho a menor idéia como colocar essa história para fora. Não
tenho a menor idéia.

Dr. Anderson: "Anne, você se lembra da primeira vez que conversamos e eu mencionei o
Corteum? Sua primeira pergunta foi: Como eles se parecem?

Anne: " Sim. E seu ponto é. . . ?"

Dr. Anderson: " Estas são as perguntas naturais que as pessoas fazem. LERM pode interessar
a alguns poucos cientistas, mas eu duvido. O que é retratado nessas entrevistas é tão
superficial que eu duvido que qualquer cientista levaria a sério. E aqueles que levarem a sério,
diriam que isto é um gesto nobre para autenticar o idealismo monista, e nada mais ( N.T. A
filosofia monista, ou monística, postula que tudo, incluindo a matéria, existe na consciência e
é por ela manipulado ). Portanto, você deveria confiar nos seus instinto iniciais. Faça as
perguntas que seriam de interesse das pessoas, que poderiam estimular a curiosidade delas. E
não se preocupe em como mudar o mundo com o que estou dizendo. Não preciso desse peso
em meus ombros ".

Anne: " Certo, você tem razão. Você tem toda razão. Além disso não estou segura sobre
a verdade de tudo isso. Ainda não estou convencida do que você diz...só para registrar ".

64
Dr. Anderson: " E eu não estou tentando convencer você ou seja lá quem for. Apenas estou
respondendo suas perguntas da forma mais verdadeira que sei ".

Anne: " Touché. Para o benefício daqueles que por acaso lerem esta entrevista, como
que o Corteum se parece?

Dr. Anderson: " Eu pensei que você nunca iria perguntar. Eles tem aproximadamente três
metros de altura e a cabeça muito alongada. A pele deles é muito fina. . . quase translúcida,
assim como alguém que mora em uma caverna. Seus olhos são relativamente grandes e, assim
como nós, tem várias cores, e que mudam de acordo com a idade, e em alguns casos,
conforme o estado emocional.

"O que é único no Corteum é que eles têm um sistema nervoso incrivelmente articulado que
os permite processar virtualmente tudo o que acontece dentro do ambiente deles, inclusive os
pensamentos dos outros. O que significa que quando você está na presença deles, você tem
que Ter controle sobre seus pensamentos, caso contrário sentem-se muito ofendidos. Eles são
emocionalmente muito sensíveis.

Anne: "Como eles se comunicam com vocês?"

Dr. Anderson: " Eles falam um perfeito inglês, francês, italiano, espanhol, ou a maioria dos
outros idiomas. Eles são uns lingüistas muito talentosos e podem aprender um idioma
medianamente em questão de poucas semanas, e fluentemente dentro de alguns meses. Suas
mentes são como esponjas, mas como eu disse antes, enquanto possuem um incrível poder
mental para absorver informações novas e sintetizá-las com informações anteriores, eles não
necessariamente têm a habilidade de criar novas informações que não estejam relacionadas
com as informações existentes. Isso é o que Quinze tem sobrando e que os impressionou
demais ".

Anne: "Qual o interesse deles no projeto Ancient Arrow?"

Dr. Anderson: " Acredito que não seja nada diferente do de Quinze. Eles estão completamente
absorvidos nos esforços para criar BST, e esperam que haja alguma tecnologia ou teorema
dentro do Ancient Arrow que possa ajudar na agilização do desenvolvimento do BST ".

Anne: "E o que os Corteums querem fazer com BST?"

Dr. Anderson: " Os Corteum têm um sistema planetário que está em um estado muito frágil,
pois sua atmosfera protetora está se degenerando em um nível alarmante. A atmosfera deles os
protege, da mesma maneira que somos protegidos pela nossa, de ondas de luz prejudiciais que
são geradas pelo sol local, e, em menor extensão, pelas estrelas mais próximas. De qualquer
maneira, esta condição tornou-os noturnos, só se aventurando a sair durante à noite , e mesmo
assim, somente por um curto espaço de tempo, quando necessário. Depois de muitas gerações,
isto os deixou cada vez mais suscetíveis para a real condição que estão tentando resolver. A
pele deles vai ficando cada vez mais sensível a medida que a atmosfera de seu planeta vai
ficando menos protetora.
65
"Seus cientistas prognosticam que é só durante um período anterior a 10-20 anos que eles
terão que ficar em comunidades subterrâneas durante o ano todo. Isto teve um grande impacto
no padrão de vida deles, na economia, na estrutura social, todos os aspectos possíveis de sua
sociedade foram afetados, e principalmente de um modo negativo, pelo menos pela própria
avaliação deles. Eles esperam que o BST lhes de condições de instalar uma tecnologia que
recentemente descobriram, para prevenir a deterioração da atmosfera deles.

Anne: " Por que eles não podem simplesmente usar essa tecnologia agora?

Dr. Anderson: " Não é uma tecnologia regenerativa, é uma tecnologia preventiva. Tecnologias
regenerativas são impossíveis quando um sistema atinge uma certa trajetória contrária. No
cenário deles, só BST restabeleceria o ambiente deles.

Anne: " Obviamente eles têm tecnologia de viagem espacial, por que não escolhem outro
planeta e o colonizam "?

Dr. Anderson: " Eles tentaram, mas todo planeta que eles acharam satisfatório para a espécie
deles está ocupado. E não estão interessados em ser assimilados em uma cultura ou sociedade
existentes. Eles querem a sua própria identidade e estrutura social. Também, o que julgam
satisfatório para habitação é extremamente particular. Por exemplo, eles têm o mesmo
problema com a Terra, como eles têm com o seu próprio planeta . . . na realidade, aqui é pior.
Eles têm que viver em nossa base subterrânea para poder sobreviver em nosso planeta. Foi
necessário que tivéssemos construído um lugar especial para guardar a espaçonave deles.

Anne: "Eles querem interagir com nossos governos e com os humanos de uma forma
geral "?

Dr. Anderson: " Acho que no início eles fizeram isso. Pelo menos tentaram, mas rapidamente
foram escoltados até o ACIO e nós convencemos a NSA e todos os outros órgãos interessados
que o Corteum tinha ido embora da terra, temerosos por suas vidas. Assim. . . no que diz
respeito aos nossos informantes dentro da NSA, o Corteum há muito deixaram a terra, e
felizmente a NSA estava preocupada na ocasião com outros tipos de ETs, os Greys ".

Anne:" Eu quero voltar aos WingMakers por um momento. O que o Corteum acha da
cápsula do tempo dos WingMakers ? presumo que tenham visto tudo.

Dr. Anderson: " Sim, eles foram envolvidos desde o início. O Corteum é parte integrante do
Grupo Labirinto assim como qualquer membro humano, portanto nada é escondido deles. O
líder da missão Corteum para a terra é chamado—em inglês— de Mahunahi, e em primeiro
lugar é um artista, e ser cientista é a natureza secundária dele. Ele sempre ficava muito
excitado ao ver e ouvir sobre nossas descobertas. Ele perguntou se podíamos construir uma
base especial para eles junto ao Ancient Arrow, para que pudessem visitar o local, mas não foi
viável, pois chamaria muita atenção.

66
Anne: " Tenho algumas perguntas excêntricas, portanto pediria que você fosse
compreensivo. Primeiro, toda vez você menciona um membro do ACIO, Grupo
Labirinto, ou Corteum, sempre é uma referência masculina. Existem mulheres nessas
organizações? E depois, por que um artista seria o líder da missão espacial do Corteum?
Isso me parece muito estranho".

Dr. Anderson: " Em resposta a sua primeira pergunta, é verdade que o Grupo Labirinto é
composto principalmente de homens. Eu não saberia dizer se é proposital ou acidente. Um
dos diretores é uma mulher, ela é responsável por comunicações, e, como diretor tem nível
14 . Nós também temos talvez 9 mulheres nos níveis 12 ou 13, todas elas são extremamente
brilhantes e capazes, e dividem responsabilidades com seus pares masculinos sem qualquer
tipo de discriminação. . . pelo menos até onde sei. Temos até um casal. Todos,
independentemente de sexo, tem o mesmo salário e os mesmos privilégios. . . não há
nenhuma distinção, seja lá qual for o grau dentro do Grupo Labirinto, e Quinze faz questão
disso.

" Com relação ao Corteum, todos eles são homens. Na cultura deles os papéis são muito
melhor definidos do que na nossa. Isto não quer dizer que as mulheres sejam tratadas como se
fossem inferiores. . . não, na realidade talvez seja exatamente o contrário, somente que as
viagens espaciais e a interação com outras espécies é de responsabilidade do sexo masculino,
até serem chamadas para procedimentos de interações de espécies. Dessa forma suas crianças
podem ficar mais perto da mãe e suas famílias permanecem mais intatas. A maioria, se não
todos, dos membros do contingente de Corteum é casada.

" E respondendo a sua segunda pergunta, o Corteum olha a ciência, religião, e arte como três
elementos iguais de um sistema de crença unificado em que se baseia a ordem social deles.
Até onde entendo, a liderança varia entre cada um desses três elementos de sua ordem social,
dependendo do tipo de contato que é feito com uma raça alienígena. Assim que estabeleceram
contato com humanos, foi decidido que a liderança deveria vir dos graus do lado artístico,
pois sentiram que estávamos mais nessa linha, portanto o líder poderia entender melhor
nossas motivações e desejos.

Anne: " Isso é interessante. Eles na verdade pensaram que nós pendíamos mais para o
lado artístico do que científico ou espiritual. Acho que, pensando bem, posso entender
isso. Como uma raça, nós provavelmente estamos mais inclinados para esse lado do que
para os outros.

Dr. Anderson: " De qualquer forma, essa foi a avaliação deles ".

Anne: "Gostaria de voltar para os artefatos por um minuto. Onde estão os artefatos
baseados em tecnologia "?

Dr. Anderson: "Após a descoberta do local do Ancient Arrow, todos os artefatos físicos que
podiam ser removidos do local, foram cuidadosamente empacotados em engradados e
enviados para o ACIO no seu laboratório de pesquisa da Virgínia, e são mantidos pelo Grupo
Labirinto em seu próprio laboratório. Pelo que sei, é onde eles ainda estão ".
67
Anne: " E só a bússola, ou o dispositivo de correção de rumo, achada fora do sítio
arqueológico e o disco óptico foram entendidos "?

Dr. Anderson: " Exatamente ".

Anne: " Algo que você disse antes não faz muito sentido para mim. Se os WingMakers
representaram uma versão futura da humanidade, e digamos que estavam tentando dar
a receita completa para o BST através da cápsula do tempo, por que simplesmente eles
não apareceriam na sua sede em Virgínia e acabavam logo com isso. Todas essas outras
coisas.. . as pinturas, a poesia, a música, os artefatos enigmáticos, a filosofia, até mesmo
o próprio local rebuscado, por que simplesmente não dariam uma cópia para Quinze e o
que fazer com isso "?

Dr. Anderson: " De fato é uma boa pergunta, e eu estava esperando para ver se perguntaria
isso. Existem poucos fatos que sabemos com certeza. Os WingMakers podem viajar no tempo
e também podem interagir fisicamente com o tempo e o espaço que visitam. . . isso é óbvio,
considerando o que fizeram com o Ancient Arrow. No entanto, nós não sabemos se eles têm
todos os cinco elementos do BST. Você lembra do elemento pertinente aos pontos de
intervenção?

Anne: " Sim, é o que define quando intervir no ponto quando o tempo é causal e que
provoque o menor efeito possível nos eventos relacionados, porém distintos. Certo ?

Dr. Anderson: "Só está faltando uma coisa na sua definição, pontos de intervenção são co-
dependentes em tempo e espaço. Em outros palavras, BST requer um encaixe preciso no
tempo e coordenadas de espaço de um evento quando estivesse em sua fase conceitual--ou a
fase que precede manifestação física do acontecimento. O componente espaço normalmente é
uma pessoa física ou um evento de natureza que é focada no espaço. Esta é uma tecnologia
muito ardilosa, e acredito que os WingMakers descobriram a viagem no tempo interativa, mas
ainda falta a tecnologia para definir os pontos de intervenção com precisão ".

Anne: "Ou talvez eles apenas gostem de quebra-cabeças ".

Dr. Anderson: " Ou talvez eles apenas gostem de quebra-cabeças. . . exatamente ".

Anne: " Então nós não sabemos realmente se o BST é possível ?

Dr. Anderson: " Nós sabemos que é possível, mas é como qualquer coisa que é extremamente
complicado e interdependente, se precisa de um mínimo de entendimento do todo que cerca o
problema antes que se possa modificar ou alterar o ambiente para resolver o problema. Para
isso é necessário uma compreensão de LERM que ainda está evoluindo dentro do Grupo
Labirinto, e ouso dizer, talvez seja necessário uma outra década de experiências antes que se
aprenda o suficiente para identificar os pontos de intervenção e o tempo de fusão ( time-splice
), de tal forma, que minimize ao máximo efeitos indesejáveis.

68
Anne: " De novo voltamos para a discussão sobre a sombra de Deus. . . ou LERM como
vocês chamam afetuosamente. Por que a compreensão de LERM é tão fundamental para
conseguir BST "?

Dr. Anderson: " Porque LERM é o equivalente da genética para a consciência, e consciência é
o equivalente de formulação de realidade para os seres que são capazes de sentir ou perceber.
Assim, se LERM for compreendido, se entende o sistema causal que opera em não-tempo e
não-espaço que basicamente constroe a moldura da realidade de espaço, tempo, energia, e
matéria. Objetos Quânticos operando na construção de LERM tem uma existência que é
completamente diferente de objetos macro como esta mesa ou cadeira.

"Objetos Quânticos -- em estado puro -- nunca foram vistos por um humano. Cientistas
testemunharam os efeitos e algumas das propriedades de objetos quânticos, mas sua natureza
causal não é visível por instrumentos científicos. . . não importa quão poderosos sejam, pois
os instrumentos científicos são físicos e portanto têm uma relação com espaço e tempo.
Enquanto que objetos quânticos não têm nenhuma relação com tempo e espaço, a não ser
através de um observador.

Anne: "Você está dizendo então que os blocos de construção de matéria ( Building
blocks of matter )--esses objetos quânticos--não existem a menos que alguém os
observe. . . que a consciência os torna reais e fixos no tempo e espaço ? É isso que você
está dizendo "?

Dr. Anderson: "De certo modo, mas não exatamente. Deixe-me explicar da seguinte forma.
Consciência nasce ou se origina do não-tempo e não-espaço como uma forma de energia que
é um bloco de estrutura básico do LERM. Consciência torna-se localizada assim que se torna
física. Em outras palavras, consciência torna-se humana, ou animal, ou planta ou algum objeto
que têm características físicas. Você está me acompanhando até agora ?

Anne: "Sim ".

Dr. Anderson: " Bom. Como consciência se torna um objeto físico localizado, basicamente
dirige o LERM para moldar uma matriz de realidade que foi codificada em propriedades
genéticas ou físicas do objeto que se transformou. Em outras palavras, consciência se move
do não-espaço e não-tempo para se transformar em matéria, e então dirige o LERM para
produzir uma realidade física consistente com as propriedades genéticas codificadas do objeto
físico que se transformou. Se aquele objeto for um ser humano, então os gatilhos genéticos
que são exclusivamente humanos se tornam as ferramentas da consciência que constrói sua
realidade.

" LERM é basicamente um campo infinito de possibilidades, ou, como Aristóteles se referiu a
isso, Potentia. Esta Potentia é como se fosse uma terra fértil na qual são criados objetos
físicos. Aqueles que são capazes de dominar o LERM pela aplicação da consciência, podem
manifestar realidade e não simplesmente reagir a ela. Esta manifestação pode ser instantânea
porque, novamente, objetos quânticos se originam no não-tempo e não-espaço. . . "

69
Anne: "Não querendo ser místico demais, mas o que você está falando é o que Jesus e
outros profetas fizeram... basicamente manifestar coisas, como transformar água em
vinho ou curar doentes. Certo"?

Dr. Anderson: " Sim. É o mesmo princípio, só que eu descrevi em vez de executar. É muito
mais fácil executar do que descrever ".

Anne: " Então agora você vai me dizer que você pode transformar água em vinho "?

Dr. Anderson: " Na realidade eu nunca tentei isso antes, mas sim, todos os membros do Grupo
Labirinto podem manifestar objetos físicos a partir do LERM. De fato, isto é um dos
resultados da descoberta de Quinze. O processo de conduzir LERM e manifestar objetos na
hora, instantaneamente ".

Anne: "Certo, agora definitivamente você conseguiu minha atenção, mas estou me
sentindo um pouco culpada, pois, tinha jurado que iria ficar no assunto dos
WingMakers e do projeto Ancient Arrow. Você poderia me ensinar como manifestar
coisas do nada?

Dr. Anderson: " Sim, mas levaria algum tempo. . . provavelmente algumas semanas ou algo
assim ".

Anne: "Você pode me mostrar alguns exemplos de como você faz isso "?

Dr. Anderson: " Como assim?

Anne: " Para o benefício daqueles que lerão essas transcrições mais tarde, Dr. Anderson
acabou de fazer uma bola de barbante aparecer do nada. Da mesma forma fez
desaparecer. Agora reapareceu novamente. Isso é incrível. Ele não a está segurando,
portanto não é como um mágico que tira algo da manga ou por trás das mãos, ou seja lá
como for. Está aparecendo e desaparecendo em uma mesa a mais ou menos um metro
dele e aproximadamente dois metros longe de mim. Eu posso ver tudo muito claramente.

" Estou apanhando a bola de barbante e definitivamente é um objeto físico. . . não


simplesmente uma miragem ou. . . ou um holograma. Tem todas as propriedades
normais. . . peso. . . textura. . . é ligeiramente morna ao toque, e em todas as outras
características, é exatamente como eu esperaria que uma bola de barbante fosse.

" Você poderia fazer alguma outra coisa aparecer. . . algo mais complicado, como um
milhão de dólares em dinheiro"?

Dr. Anderson: Sim ".

Anne: " Certo, então vamos ver ".

Dr. Anderson: " Como você pode ver, esse é o problema com essas descobertas e capacidades.
Se eu produzisse um milhão de dólares agora, em dinheiro, você teria um dilema. O que fazer
70
com um milhão de dólares? Você suportaria me ver fazer isso desaparecer ( um milhão de
dólares ) tão facilmente quanto aparecer"?

Anne: "Você está louco? Desde o primeiro momento que o encontrei, nunca acreditei no
que você tem dito até agora. E nem mesmo agora estou dizendo que acredito totalmente
em você, mas estou quase chegando lá. Eu. . . não, as pessoas em geral, precisam ver as
coisas com seus próprios olhos. Nós precisamos acreditar em o que nossos olhos nos
dizem, porque eles, de todos os sentidos, parecem determinar a realidade. E você
finalmente me mostrou algo que é tangível. . . que meus olhos relacionam. Somente estou
pedindo mais uma confirmação de suas habilidades. Isto é, uma bola de barbante não
me parece uma grande coisa. . . não que eu não tenha ficado impressionada. Mas se você
pudesse fazer aparecer um milhão de dólares em dinheiro. . . isso sim seria algo
impressionante.

Dr. Anderson: " E o dilema "? E os próximos dois meses? Você compraria essa idéia?

Anne: " Certo, eu tenho uma proposta para você. Eu vou precisar deixar meu trabalho
durante pelo menos alguns meses para publicar essa história e talvez até mesmo me
mude ou me esconda em algum lugar. Que tal se eu tivesse. . . US$10,000, que me
ajudariam nisso?

Dr. Anderson: "Sim, eu poderia fazer isso ".

Anne: "Agora estou olhando para uma pilha de notas de US$100 que parecem ser
réplicas perfeitas. Eu as estou tocando. . . novamente, parecem ligeiramente mornas
quando eu as toco, mas definitivamente passariam como reais. . . fantástico. . . Eu não
posso acreditar nisso. Mas não pode ser um milhão de dólares, você só manifestou
US$10,000, não foi?

Dr. Anderson: " Sim, um pouco mais, um pouco menos ".

Anne: " Percebe que você acabou de arruinar sua própria credibilidade junto as pessoas
que lerem essa transcrição?. Você acabou de se tornar uma pessoa em quem não se pode
acreditar. Nem mesmo estou segura se deveria incluir isso, pois de qualquer forma
ninguém vai acreditar, e pode arranhar sua credibilidade em todas as outras áreas de
nossa discussão. Esta verdadeiramente não é uma experiência fácil de acreditar, a menos
que se veja com os próprios olhos. O que eu deveria fazer?

Dr. Anderson: " Anne, se alguém vai me acreditar ou não, não é importante. De qualquer
forma ninguém acredita em nada a menos que experimente, e mesmo assim, a maioria das
pessoas fica em dúvida. Crença tem vida curta e sempre é questionada; como deve ser. Até
mesmo os mais crentes ficam em dúvida na maior parte do tempo, independentemente do que
dizem. Portanto não se preocupe se isso vai prejudicar minha credibilidade ou não. Eu não me
preocupo. Não importa porque não estou tentando convencer ninguém seja lá do que for. Eu
só estou tentando trazer informações sobre os WingMakers para que as pessoas possam fazer
a sua própria avaliação do que é verdade e acreditável ".

Anne: " OK. . .então acaba aqui minha preocupação. Será a última vez que me preocupo
com a sua credibilidade.
71
" Se você pode manifestar dinheiro assim tão fácil, por que você precisa ter salário?
Quero dizer, porque trabalhar para ganhar dinheiro "?

Dr. Anderson:" Quando esta tecnologia foi descoberta, só foi compartilhada dentro do Grupo
Labirinto, e só era usada para experiências aprovadas por Quinze. O mesmo princípio seria
aplicado a BST ou a qualquer outra tecnologia descoberta pelo Grupo Labirinto que pudesse
ser usada para ganho pessoal ou benefício próprio ".

Anne: " Cara, vocês devem ser um grupo muito disciplinado. Eu não acho que resistiria
".

Dr. Anderson: Para ser honesto, tenho certeza que todos os membros do Grupo Labirinto
experimentam, de vez em quando, essa tecnologia na privacidade de suas casas.

Anne: " Por que você chama isso de tecnologia? Parece mais uma coisa mental. Você
estava usando algo mais além de sua mente ?

Dr. Anderson: " Só é uma tecnologia do ponto de vista de entender o processo mental. Não há
nada eletrônico ou mecânico se é isso que você quer dizer. Mas é mais do que o controle da
mente. Na realidade é uma convicção em LERM e seu infalivelmente perfeito processo de
criação -- transportar objetos quânticos do não-espaço e não-tempo para o mundo da matéria
em nosso tempo e espaço. Está mais relacionado com fé do que com tecnologia . . . ( grifo do
tradutor ) por mais estranho que isso possa parecer ".

Anne: " De fato, eu estava imaginando que se Jesus e outros que andaram por aqui, na
terra, poderiam fazer isso a centenas de anos atrás, não deve ter muito a ver com
tecnologia. Mas quando você vê isto acontecer com seus próprios olhos, você tem uma
tendência para achar que há um pouco de tecnologia por atrás daquilo que estão
fazendo. Que não fosse apenas um poder natural dos humanos. . . não me parece possível
por alguma razão ".

Dr. Anderson: " Eu entendo, mas no entanto, realmente é uma questão de perspectiva, e uma
vez que você tem a visão panorâmica do LERM e isso se torna uma estrutura fundamental de
seu sistema de crença ou convicção, isso fica incrivelmente fácil de fazer. É um pouco como
uma sofisticada ilusão ótica baseada em um holograma que te toma vários meses de
concentração para ver o quadro que está sutilmente turvo, mas no momento que você vê, você
vai pode vê-lo instantaneamente o resto de sua vida, sem esforço. É assim que isso funciona.
Algumas pessoas podem conseguir isso em questão de poucos dias, outros precisam de
centenas de horas, mas o que todo o mundo tem é em comum é que, uma vez que conseguiu,
fica tão natural quanto respirar ".

Anne: " E você acha que poderia me ensinar em questão de algumas semanas, quando
alguns de seus colegas -- com QI de gênio -- levaram centenas de horas para aprender a
técnica "?

Dr. Anderson: " Isto não está relacionado com QI. Está relacionado com entendimento e
convicção (crença). O entendimento vem de ver a existência do LERM e entender como opera
em seu nível básico. Se você tem uma inteligência comum ou é um gênio, não importa,
contanto que você entenda e acredite naquilo que você entende ".

Anne: " Como você faria para eu acreditar no LERM"?


72
Dr. Anderson: " Bem fundo você já acredita. É sua mente consciente que rejeita sua convicção
mais profunda e o entendimento. Assim eu a ajudaria a entender conscientemente o que você
já sabe em um nível mais profundo de seu ser. E faria isto lhe mostrando LERM ".

Anne: " E como você faria isso "?

Dr. Anderson: " Você precisaria ir para o departamento de pesquisa do Grupo Labirinto na
Virgínia. É o único lugar no mundo onde eu posso lhe mostrar a indiscutível evidência de
LERM ".

Anne: " Sob essas circunstâncias, acho que isso nunca vai acontecer. Deve haver outra
alternativa. . . ou melhor, o que é que eu veria nesse centro de pesquisa que eu não
poderia ver em outro lugar. . . ou por outros meios "?

Dr. Anderson: " Eu não estou dizendo que é a única maneira para conseguir esta habilidade é
vendo LERM em ação, mas é muito convincente. O Grupo Labirinto tem uma tecnologia --
projetada por Quinze mesmo - - que literalmente permite um indivíduo experimentar LERM.
Também há meios místicos ou xamânicos, mas estes estão longe de funcionar em um período
de duas semanas. Estes métodos parecem independentes de circunstância e mais dependentes
de algo mais profundo, predestinado ou um despertar pre-codificado do qual o indivíduo não
tem conhecimento conscientemente, mas que de qualquer forma aciona um despertar que os
permite transformar o seu entendimento. Em alguns casos, este despertar inclui uma
habilidade para manifestar objetos físicos, mas geralmente, é feito sem um conhecimento
consciente de como é feito. Apenas funciona.

Anne: " Certo, digamos que eu não reuna condições para ser um xamã ou um místico, o
que eu veria com esta tecnologia que me convenceria de minhas habilidades para fazer o
que você acabou de fazer "?

Dr. Anderson: " Na realidade não saberia lhe dizer. É uma dessas experiências que palavras
são completamente inadequadas para descrever ou explicar. O que posso te dizer é que LERM
é expererenciado por esta tecnologia, e isto basicamente como resultado da experiência,
reinstala seu sistema elétrico interno. Neste processo, circuitos novos são gravados no seu
sistema nervoso, e estes circuitos novos permitem a utilização do LERM como uma
conseqüência da sua experiência disso.

" De qualquer forma eu duvido que esta explicação lhe satisfaça. Eu nunca tentei explicar isto
antes, e eu posso ver por sua expressão que infelizmente falhei..."

Anne: " Não, não é isso. Só estou cansada de sempre sentir como se eu estivesse vivendo
em um planeta diferente toda minha vida. Que eu perdi tudo isso. . . realmente fico
angustiada quando penso nisso.

" Me lembro quando li uma biografia de Einstein e ele foi citado dizendo algo como nós,
humanos, somente usamos por volta de 2% de nossa capacidade intelectual. Bem, é
dessa forma que me sinto agora. Que tenho vivido minha vida nesse nível de 2% -- se
tanto -- e acabo de perceber o que ele queria dizer. Eu nunca tive uma comparação até
agora que me permitisse ver o que os outros 98% poderiam ser. Não é muito agradável
ver o que tem sido omitido ou negligenciado. . . ou subestimado ".

Dr. Anderson: " Eu entendo ".


73
Anne: " Uma coisa mais. Você disse antes que determinadas tecnologias como LERM e
BST, não podem ser usadas para ganhos pessoais pelos membros do Grupo Labirinto.
Ainda, se BST existisse, eles não se colocariam em fila e pediriam para usá-lo ? Eu faria
isso. Há muitos fatos em minha vida que eu mudaria se pudesse. Uma vez aberta a
comporta, como BST poderia ser mantido secreto "?

Dr. Anderson: " Como tudo, há implicações tanto morais como éticas que devem ser
ponderadas. Uma das coisas que Quinze, e de uma forma geral o Grupo Labirinto são bons , é
considerar estas implicações na maior amplitude possível dentro da ordem social. Quinze,
muito cedo, percebeu que as tecnologias de BST e LERM só deveriam ser concedidas para
aquelas organizações que corretamente honrassem as considerações éticas que foram
elucidadas pela própria tecnologia.

" Isto é uma das leis fundamentais do Grupo Labirinto, e todos seus membros levam isto
muito seriamente. Quando uma tecnologia nova está sendo desenvolvida, tem sempre
membros da equipe que estão preocupados com as implicações éticas da tecnologia e é
responsável pelas regras do uso e do desenvolvimento. Esta é uma parte integrante do
desenvolvimento de qualquer projeto.

Anne: " É bom ouvir isso, mas essa lei não poderia ser usada para prevenir a
disseminação dessas tecnologias para um público mais amplo ?

Dr. Anderson: " Sem dúvida. Uma tecnologia como BST -- uma vez desenvolvida e testada
-- , com o tempo, poderia se tornar uma tecnologia de consumo. Mas desde que o Grupo
Labirinto existe, a intenção é proteger o BST de toda e qualquer força externa. Dentro do
Grupo Labirinto há um comitê chamado Technology Transfer Program ou Comitê TTP
( Programa de Transferência de Tecnologia). Este comitê tem duas missões, a primeira é
avaliar as tecnologias que são assimiladas dos ETs, e a segunda é que eles são responsáveis
por tais tecnologias e em qual estado de adaptação são transferidas para nossos sócios da
indústria privada, NSA, ou o exército.

"O Comitê TTP tem o controle das tecnologias em estado puro que são desenvolvidas pelo
Grupo Labirinto. Estas tecnologias, em estado puro, nunca são transferidas para organizações
externas. Mesmo os membros do staff no ACIO que não fazem parte do Grupo Labirinto, não
tem conhecimento dessas tecnologias em estado puro, e quando. . . "

Anne: " Mas se eu coloco essas entrevistas na Internet ou em outro tipo de mídia, não
vão ser só os membros do staff no ACIO que vão saber sobre tudo isto. Você não acha
que isso acabaria com todo o segredo sobre o Grupo Labirinto "?

Dr. Anderson: " Não. O Grupo Labirinto é mais que uma organização secreta. De forma
prática, o Grupo Labirinto não existe. O ACIO não existe. Ninguém vai conseguir rastrear o
ACIO e muito menos o Grupo Labirinto. Suas tecnologias de segurança são tão imensamente
superiores, que são completamente invulneráveis. Nada que eu disser, ou você publicar, os
fará vulneráveis. Como eu disse antes, a única preocupação deles será o precedente de minha
deserção e como isso poderia criar mais deserções com o passar do tempo ".

Anne: " Por que, por que alguém iria querer sair. . . entendo seu caso. . . você não queria
que suas lembranças ou memórias fossem mudadas ou removidas. Mas normalmente
eles não fazem isso. Ou fazem?

74
Dr. Anderson: " Não freqüentemente, mas eu certamente não seria o primeiro em ser apontado
para passar por sessões de implante de memória ou outras medidas de segurança invasivas.
Isso faz parte da cultura do Grupo Labirinto e do ACIO. Todos que entram em qualquer um
desses mundos, entendem a que estão sujeitos. Está muito claro por que a paranóia deve fazer
parte da cultura. Mas com o passar do tempo, isso passa a ser sufocante para algumas pessoas.
E existe um grande risco que essas pessoas possam ver a minha deserção, no mínimo, como
um estímulo à suas próprias deserções.

" Posso estar totalmente errado, mas acredito que há entre 10 a 20 indivíduos que deixariam o
ACIO ou o Grupo Labirinto, caso se lhes fosse dada a escolha sem repercussões ".

Anne: " Mas eu pensei que você tinha dito ontem à noite que estas pessoas gostavam de
seu trabalho em função do acesso privilegiado a tecnologias e laboratórios de pesquisas,
que estavam anos luz na frente de qualquer coisa disponível! Se é assim, o que eles
fariam na sociedade "normal" ?

Dr. Anderson: " Eu descobrirei. Eu serei o primeiro a experimentar a sociedade normal. . .


como uma pessoa normal.

Anne: " Bem, pelo menos você não terá nenhum problema para arrumar emprego. . . o
que estou dizendo , é que você nem mesmo vai ter necessidade de trabalhar. Eu havia
esquecido que você pode ganhar seu próprio dinheiro.

Dr. Anderson: " Você ficaria surpresa em saber que levo uma vida bem simples. Eu tenho um
Honda Accord 92 e moro em uma casa modesta de três quartos, em um bairro suburbano, de
casas também modestas. . . "

Anne: " Você está brincando "?

Dr. Anderson: Não ".

Anne:" Você ganha US$400,000 por ano, livres de impostos e. . . e tem uma árvore de
dinheiro em sua mente, e você vive como eu ? Sem querer ser indiscreta, mas o que você
faz com todo seu dinheiro"?

Dr. Anderson: " Contribuo com algumas entidades de caridade, e o resto eu coloco em fundos
que geralmente estão relacionados com o meio ambiente ".

Anne: " Todos os membros do Grupo Labirinto fazem como você "?

Dr. Anderson: " Você quer dizer com respeito a dinheiro e posses "?

Anne: Sim ".

Dr. Anderson: A maioria tem um padrão de vida superior ao meu, mas faz parte da nossa
cultura viver modestamente e nenhum dos membros tem um estilo de vida ostentoso. Quinze
paga para as pessoas o que elas valem, não porque deseja que desperdicem dinheiro e vivam
ostensivamente, mas porque quer que seus colegas façam doações, ou construam novas
instituições para ajudar nossas comunidades locais. Ele acredita muito nisso, e ele, até mesmo
mais que eu, vive muito modestamente ".

75
Anne: " Acho isso realmente difícil de acreditar. De tudo que você me disse até agora,
essa é uma coisa muito difícil de acreditar!!. Estou atônita. . . "

Dr. Anderson: " Eu posso imaginar, mas o que eu estou contando a você é a verdade.

" Inicialmente, o grande apelo para recrutar pessoas novas para o ACIO está relacionado com
os incentivos monetários. São pessoas extremamente brilhantes, capazes e que facilmente
poderiam conquistar posições em universidades ou indústrias privadas, ganhando
US$200,000 por ano. O ACIO os atrai no mínimo dobrando seus salários e lhes oferecendo
contratos de emprego vitalícios. Mas aqueles que definitivamente ganham o direito para entrar
no 12º nível, são introduzidas então no Grupo Labirinto, e até que alguém atinja esse estágio,
dinheiro vai ficando cada vez menos importante. . . principalmente depois da experiência com
o acelerador de inteligência de Corteum. . . depois da experiência com LERM, diminuiu ainda
mais.

" Provavelmente você acharia interessante saber que Quinze mora em uma pequena casa de 3
quartos em uma comunidade comum, onde o valor da propriedade é de mais ou menos
US$200,000. Isso não é muito para uma casa nos padrões da Costa Leste. Seu carro deve ter
pelo menos 100,000 milhas , não tem ar condicionado, e ele está totalmente satisfeito com sua
situação. Os novos recrutas do ACIO sempre ficam pasmos com a frugalidade de Quinze. .
.acho que confusos é uma melhor forma de colocar. Mas com o passar do tempo, aprendem a
respeitá-lo não como um excêntrico, mas como um gênio extremamente dedicado que
simplesmente gosta de viver como outras as pessoas e se misturar com elas ".

Anne: " OK. . . tenho que entrar em um campo pessoal, e sei que estou fugindo
totalmente do programa estabelecido, mas você tem que me contar algumas coisas sobre.
. . assim como, o que seus vizinhos acham que você faz "?

Dr. Anderson: " Não conheço muito bem meus vizinhos. Eu tenho trabalhado 80 horas por
semana desde quando tinha 18 anos. Quando me socializava, geralmente era com meus
colegas. Há muito pouco tempo para estabelecer outras relações. Mas para responder sua
pergunta diretamente, eu não sei o que eles pensam sobre o que faço. Só lhes falei que sou um
cientista de pesquisa que trabalha para o governo. Isto é suficiente para matar a curiosidade
deles.

Anne:" Mas e se você conhecer uma mulher e se apaixonar por ela ? Ela iria querer
saber o que você faz, quanto dinheiro você ganha e assim por diante... o que você diria a
ela "?

Dr. Anderson: " Eu trabalho para a NSA. Sou um cientista de pesquisa envolvido em
lingüística e decodificação, e ganho US$85,000 por ano ".

Anne:" Então você mentiria "?

Dr. Anderson: " Faz parte da cultura do Grupo Labirinto. Nós não podemos contar a verdade,
e se fizéssemos, a grande maioria das pessoas pensaria que somos loucos. Essa é a razão de
nos resguardarmos e somente falarmos a verdade entre nós mesmos ".

Anne: " Quando pela primeira vez você falou sobre o ACIO e a sua missão secreta, e que
você estava fugindo e temendo por sua vida. . . Eu pensei que o ACIO era algo diabólico,
um tipo de organização que queria controlar o mundo. Então fico sabendo da
76
quantidade de dinheiro que vocês ganham e começo a imaginar um bando de
intelectuais esnobes, dirigindo um Mercedes Benz à prova de balas e vivendo em
mansões suntuosas. . . e você acabou de desmantelar essa minha imagem. Você a
destruiu completamente. Então do que você tem medo "?

Dr. Anderson: " O Grupo Labirinto, por causa de sua ligação com o ACIO, ainda é muito
conectado com a rede secreta de organizações que controlam o mundo financeiro e os ativos
dos recursos naturais. Esta rede de organizações saberá sobre minha deserção no momento
que estes materiais que lhe dei, ganharem visibilidade na imprensa ou na Internet. Eles
reconhecerão sua autenticidade simplesmente lendo estas duas entrevistas. Eles não podem
fazer nada contra o ACIO ou Grupo Labirinto, mas podem tornar minha vida muito difícil.

" E eles definitivamente tentarão. Sei tudo sobre suas tecnologias e como eles as utilizam. Sei
quem são as pessoas atrás dessas organizações e sei como eles operam. O que lhe contei é
uma parte insignificante, mas o suficiente para que pessoas muito poderosas se sintam
incomodadas. É extremamente raro, mas quando executivos desertam, eles são caçados como
cães até que são achados e eliminados, ou, se eles ainda forem úteis, suas memórias são
seletivamente limpas. Esta uma das realidades terríveis por ter lidado com essas organizações
".

Anne: " Mas você foi apenas um cientista. . . um lingüista. Pelo amor de Deus. Como isso
faz com que você seja uma ameaça para estas organizações secretas?

Dr. Anderson: " Fui eu quem criou a Tecnologia de Criptografia para seu sistema de segurança
que oculta seus softwares de modelos de prognósticos para as bolsas de valores do mundo.
Você pode me ver como um simples cientista, mas meus talentos para lingüística não são os
únicos que tenho. Eu também sou talentoso no campo da criptografia (codificação). E dentro
do mundo da economia, sou simplesmente o melhor. E este talento foi usado para ajudar
certas organizações, e nesse processo, aprendi muito sobre essas organizações e como
operam. Isto me torna um risco para a segurança deles.

Anne: " Por que, se o ACIO e o Grupo Labirinto tem tanto dinheiro. . . por que
trabalhar com esses grupos nefastos?

Dr. Anderson: " Em primeiro lugar, eles não são maus ou nefastos. Estas organizações são
compostas por elitistas bem-educados que talvez estejam preocupados apenas com eles
mesmos, mas não são maus. Eles olham para o mundo como uma experiência biológica onde
o forte sobrevive, o poderoso prospera, e o discreto controla. Eles gostam de estar no controle
da experiência. Eles são altamente controladores, mas não por causa de adulação ou
engrandecimento dos seus próprios egos, mas para a causa que acreditam genuinamente que
eles são os melhores para tomar decisões sobre políticas que afetam a economia e segurança
do mundo.

" Portanto, não confunda controle com más intenções. Necessariamente não é nenhuma coisa
nem outra. Esse é o jogo que escolhem jogar. O fato de ganharem somas incríveis de dinheiro,
simplesmente faz parte do jogo, mas esta não é a razão porque dirigem a economia do mundo.
. . eles querem proteger seu tipo de vida, assim como qualquer um. Só que estão na posição de
fazer isso. Eles garantem sua segurança estando no topo da "cadeia alimentar econômica".

77
Anne: " Mas estão manipulando as pessoas e estão escondendo informações delas. Se
isso não é mau... o que é então"?

Dr. Anderson: " Pela sua definição, nosso governo nacional, nosso governo local, virtualmente
todo negócio e organização, são maus. Todo mundo manipula e mantém informação
escondida. Governos, organizações, e pessoas ".

Anne: " Você está distorcendo minhas palavras. É uma questão de grau, certo?. Uma
coisa é se eu não lhe falo a cor verdadeira dos meus cabelos, e é outra coisa se, como
parte desta rede secreta, eu retenho informação sobre como estou manipulando a
economia mundial. São completamente diferentes em magnitude. Não são coisas
comparáveis. Ainda penso que é mau quando organizações manipulam e controlam
coisas em seu próprio benefício.

Dr. Anderson: "Acredite em mim, eu não tive a intenção de ser o defensor destas
organizações, mas você precisa entender que é importante e pode afetar você daqui para
frente. Esta rede secreta de organizações poderosas está mais alinhada com as metas do Grupo
Labirinto que os governos de nosso mundo, e, em particular, nossos líderes militares. Se você
estiver preocupado com alguma coisa, seria de bom alvitre que se preocupasse mais com
quem administra como o Congresso, e o Departamento de Defesa. . . não só nos Estados
Unidos, mas em qualquer país ".

Anne: " Como você pode dizer isso? Você está dizendo que nosso governo e líderes
militares estão tentando nos causar danos e estas organizações manipulativas secretas
estão tentando nos ajudar?

Dr. Anderson:" O que estou dizendo é que a liderança da comunidade das nações do mundo é
inepta, e pode ser comprada com o santo dólar. E esta não é a rede secreta que eu tenho falado
que está manipulando nosso governo e as lideranças militares, para investir quantias enormes
de dinheiro em forças destrutivas como armas nucleares e biológicas. Isto, eles estão
decidindo por si mesmos. As organizações secretas que eu estou me referindo, se opõe a esses
armamentos militares porque eles causam um certo grau de incerteza nos seus modelos de
controle, tanto econômico como social.

" Os políticos e líderes militares são os que estão investindo tempo, energia, e dinheiro em
armas de destruição em massa, e estes, se alguém então é mau, são eles ".

Anne: " Certo, entendo seu ponto. Mas você insinuou que estas organizações secretas
tentariam e nos matariam se publicarmos e tornarmos tudo isso conhecido? Ainda não
vejo como isso os faz tão nobres ".

Dr. Anderson: " Eu não acho que tem que se preocupar com essas organizações secretas. Você
não sabe o bastante para ser um perigo para eles. Além disso, eles estão acostumados a
jornalistas bisbilhotando e tentando expo-los. Nenhum teve sucesso de forma significativa.
Muitos livros foram escritos sobre eles. Portanto, não vão incomodá-la. O interesse deles será
78
em por e só por mim. Essa é uma das razões que tomo cuidado com que lhe conto. Eu sei que
eles vão ler essas transcrições assim como também a NSA, CIA, ACIO, e todo Grupo
Labirinto. Eu estou permitindo gravar estas conversações porque sei que quem irá ouvir estas
exatas palavras, e gostaria que eles soubessem precisamente aquilo que compartilhei com
você, e atravé de você, para o público em geral.

" Eu não estou fazendo um julgamento de valor se estas organizações secretas são nobres ou
não. Eu somente estou mostrando que eles não são os que desperdiçam somas enormes de
dinheiro e capital intelectual em armas de destruição em massa. Eles são significativamente
mais competentes para governar que nossos políticos e líderes militares. Simplesmente esta é
minha opinião ".

Anne: " Eu ainda não entendi. Se o Grupo Labirinto, o ACIO e esta rede secreta de
organizações são todos tão nobres e benevolentes, por que você teme por sua vida? E por
que se escondem como ratos ?

Dr. Anderson: "Para responder sua primeira pergunta, eu temo por minha vida porque tenho
informação que poderia causar danos irreparáveis a uma variedade de organizações
secretas. . . embora eu não tenha nenhuma intenção de fazer isso ".

Anne: " Mas simplesmente porque você sabe estas coisas que eles vão caçá-lo e matá-lo ?
Parece um grupo simpático. Certamente não mau. . . "

Dr. Anderson: "Lembre-se . . . eles são extremamente controladores. Eles não querem
ninguém livre que possa lhes causar problemas. Se eu quisesse, eu poderia derrubá-los. Eu sei
muito sobre os algoritmos de seus computadores e tecnologias de codificação.

Anne:" Mas como você teria acesso ao sistema deles?. Ao meu ver você estaria se
colocando em uma situação muito difícil, caso tentasse entrar no sistema deles.

Dr. Anderson: "Eu não preciso entrar no sistema deles para causar problemas, preciso entrar
no sistema deles para prevenir problemas. Eles vão me convidar para ingressar no sistema
deles.

Anne: " Eu não entendo. . . "

Dr. Anderson: " Quando eu inicialmente desenvolvi o sistema, havia certos algoritmos
previstos para serem acionados em tempos específicos, e se eles não forem mantidos
adequadamente, o programa basicamente vai se auto destruir. Algo que estas organizações não
podem deixar acontecer ".

Anne: " Por que eles aceitaram isso "?

Dr. Anderson: " Faz parte dos honorários do Grupo Labirinto para seus clientes. Mais
importante, é garantir que nossas tecnologias, até mesmo as em estado de adaptação, sejam

79
operadas de acordo com o que foi acertado e que não haja abuso. Eu tenho os códigos de
acesso para este sistema e a chave de manutenção que não permitirão seu colapso. Fiz de tal
forma que apenas eu sei como funciona ".

Anne:" Você está me dizendo que com todas essas memórias fotográficas que circulam
no Grupo Labirinto, você é o único que sabe o código "?

Dr. Anderson:" Eu não informei o número correto quando fiz minha última atualização do
sistema. . . dessa forma, sim, eu sou o único que sabe o código correto. Fiz assim para garantir
minha segurança. . ."

Anne:" Mas com todos os gênios do Grupo Labirinto, você está me falando que eles não
podem resolver este problema "?

Dr. Anderson:" Não sem empregar muito tempo. . . que é algo que Quinze não vai concordar.
É muito desperdício e um grande desvio da pesquisa de BST.

Anne:"Eles já sabem sobre isso "?

Dr. Anderson: "Oh, sim. Eu os informei logo após minha deserção ".

Anne: " Eles devem ter ficado enfurecidos ".

Dr. Anderson: " Eu diria que não foi uma conversa agradável ".

Anne: " Eu estava pensando em todas essas tecnologias sofisticadas que o Grupo
Labirinto tem, e não consigo entender uma coisa. Como vocês fabricam isso? Presumo
que a Intel ( N.T. Intel – Maior fabricante de chips do mundo ) não está fazendo a
fabricação. Correto "?

Dr. Anderson:" Correto. Não há ninguém neste planeta que pode fabricar estas tecnologias.
Elas são todas baseadas na tecnologia de Corteum, que está aproximadamente 150 gerações à
frente de nossas melhores tecnologias de computadores aqui na terra. Por exemplo, o projeto
LERM usou apenas uma tecnologia doméstica de um total de 200 tecnologias diferentes, e era
uma parte relativamente insignificante do projeto..."

Anne: " Qual foi "?

Dr. Anderson: " É um derivado de uma tecnologia de telemetria a laser que o ACIO
desenvolveu mais ou menos 20 anos atrás, mas preencheu as necessidades específicas do
projeto LERM, pois era baseado em protocolos analógicos que foram necessários para a
aplicação naquela parte específica da experiência ".

Anne: " Assim o Corteum faz toda a produção daquilo que o Grupo Labirinto projeta.
O que aconteceria se os Corteums decidissem repentinamente, por qualquer razão, não
compartilhar estas tecnologias ? O Grupo Labirinto não deixaria de existir "?

Dr. Anderson: " Talvez. Mas Quinze é muito astuto e colocou certas contingências para que
isso jamais aconteça. Tenha em mente que os Corteums estão tão ansiosos quanto nós para
80
desenvolver esta tecnologia, talvez mais. Eles têm um tremendo respeito por Quinze e por
todos os membros do Grupo Labirinto. Porém, quando o Grupo Labirinto foi inicialmente
formado, Quinze negociou com os Corteums para compartilhar todo código de fonte para os
projetos que saíram da pesquisa de BST. Todas as tecnologias de base foram reproduzidas em
dois laboratórios de pesquisa distintos. Há uma total redundância, inclusive o próprio
fornecimento de energia.

Anne: "Os líderes dessas organizações secretas tentarão pressionar Quinze para
encontrá-lo. . . com a tecnologia de Visão Remota (RV), eles não o acharão facilmente "?

Dr. Anderson: " Os líderes dessas organizações secretas sabem muito bem que não têm
nenhuma força com Quinze. Depois que eles lerem essas informações, saberão que vão ter
menos força ainda. Quinze e o Grupo Labirinto projetaram e desenvolveram todos os seus
sistemas de segurança. Todos, sem exceção. Eles sabiam que ficariam sempre endividados
com o Grupo Labirinto com relação a certas tecnologias que os tornaram -- falando
metaforicamente—invisíveis. Não podem pressionar Quinze. Na realidade, é exatamente o
oposto, Quinze é que pode pressioná-los ... embora ele nunca o fará. Para Quinze, essas
organizações simplesmente representam a melhor alternativa do que deixar nossos próprios
governos tomarem o controle da economia e da ordem social da infra-estrutura mundial.
Consequentemente, ele simpatiza com eles e tenta ajudá-los à medida que pode dispor de
tempo e energia".

Anne: " Assim como você vai se esconder deles "?

Dr. Anderson: " Iniciei este processo de deserção quase um ano atrás. Como eu lhe falei antes,
comecei sistematicamente a me livrar das precauções invasivas de segurança do ACIO. . . que
incluem sensores eletrônicos implantadas debaixo da pele na parte de trás do pescoço. Me
livrei eficazmente desses dispositivos assim teria uma oportunidade de permanecer oculto até
que uma solução razoável pudesse ser negociada ".

Anne:" Presumo que não há nada que a polícia ou FBI possam fazer para ajudar "?

Dr. Anderson: " Nada em que eu esteja interessado".

Anne:" Mas o que você vai fazer para se proteger?

Dr. Anderson:" Como você pode imaginar, Anne, há certas informações que não posso
compartilhar com você, dada a natureza destas entrevistas. Este é um exemplo e eu não posso
contar mais do que eu já contei ".

Anne: "Você poderia ficar um pouco mais, pois, tenho mais algumas perguntas "?

Dr. Anderson: " Eu posso ficar tanto quanto for necessário ".

Anne: " Bom, não acho que vai levar muito tempo.

81
" Gostaria de voltar para os WingMakers novamente. Normalmente não sou assim tão
dispersa. É que você acabou me dizendo coisas que me levam a centenas de direções e eu não
consigo me manter focada. Desculpe. . . " De qualquer forma, me conte mais sobre suas
experiências com os WingMakers. Você disse anteriormente que teve visitas deles. . . correto
"? Dr. Anderson: Sim".

Anne:" Então como eles são e o que disseram ?"

Dr. Anderson: " Bem, suponho que a melhor maneira de descreve-los é que eles estavam
como em um sonho lúcido. A primeira vez que eu interagi de fato com eles, eu estava tirando
uma soneca no laboratório e acordei de repente como se alguém tivesse me batido no ombro
para me acordar, e quando me virei, não havia ninguém lá. Eu não dei muita importância,
achando que era um sonho, e continuei meu cochilo. Uma outra coisa que lembro é que
acordei e vi dois objetos luminosos do tamanho de um ser humano e com a aparência de um
corpo. . . embora eles fossem muito luminosos para olhar diretamente para eles. . .
inicialmente não estava realmente seguro do aparecimento deles. " A luz tinha uma qualidade
de pulsação rítmica e esse pulsar parecia absorver minha própria consciência. Era como. . .
como se estivesse sentindo algo que era ao mesmo tempo extremamente poderoso, mas
igualmente suave... o efeito polarizante era muito incomum. Emocionalmente, não senti
medo, mas mentalmente, me senti em conflito com minha confiança, como se eu devesse
sentir medo. Devo ter permanecido semiconsciente com esta experiência por talvez dez
segundos ou algo assim, e então percebi que minha mente estava unida à mente destes seres. "
Eles me falaram que eram os WingMakers e que tinham entrado em meu tempo para me
ajudar. Eles só estavam interessados na abertura de suas mensagens codificadas porque
sentiam que a cápsula de tempo tinha caído em boas mãos. Eles codificaram suas mensagens
por duas razões: primeiro, assegurar a segurança da cápsula do tempo e seu conteúdo, e
segundo, estarem certos que quem a descobrisse, a utilizaria para atingir os objetivos dos
WingMakers e não os próprios objetivos.

Anne: " Você está dizendo que eles sentiam que o Grupo Labirinto não iria aplicar o
programa dos WingMakers ? Se este era o caso, eu não acho que esses WingMakers têm
uma boa imagem do Grupo Labirinto.

Dr. Anderson:" Exceto por um pequeno detalhe. Os WingMakers são o Grupo Labirinto. . . só
que 750 anos no futuro ".

Anne:" Você está brincando. Como isso poderia ser"?

Dr. Anderson:" Isso é quase exatamente o que eu disse na ocasião, somente que foi
expressado com mais assombro. Nós tínhamos considerado a possibilidade como uma de
nossas hipóteses, mas nunca foi levado seriamente porque nunca tivemos provas ou
evidências, além das representações simbólicas. " De qualquer maneira, isso era
essencialmente o que eles quiseram me comunicar na primeira interação consciente. Eles, por
qualquer razão, tinham me escolhido para ser a ligação deles e estavam dispostos a me ajudar
para levar os conteúdos da cápsula do tempo para o domínio público, e mais especificamente,
para a Internet. Isso era a essência de suas instruções. " Assim quando. . . "
82
Anne: " Eu ainda não entendo como eles poderiam representar o Grupo Labirinto. . . Se
eles têm BST então por que não o utilizam como eu disse antes? Qual é a preocupação
deles?

Dr. Anderson: "Como a maioria das coisas relativas a BST, você tem que se desfazer de todos
seus preceitos convencionais de como as coisas funcionam, antes que você possa entender a
natureza de BST. " Os WingMakers são o resultado de uma total nova evolução da
humanidade. Eles não estão presos ao tempo. Eles podem separar seus egos físicos e não-
físicos e, em um estado posterior, viajar pelo tempo vertical e interagir com ele. Eu não sei se
é exatamente essa forma de BST que Quinze têm em mente. . . parece mais como uma
bilocação, só que em períodos de tempo diferentes em vez de espaço. Enquanto no tempo
diferente eles podem re-materializar seus corpos físicos e interagir com o ambiente físico se
quiserem. Eles podem até trazer objetos com eles e transferi-los para um tempo diferente,
como fizeram no caso do Ancient Arrow. " Mas fornecer BST, ou qualquer aspecto dele, para
qualquer pessoa, organização, ou governo, você tem primeiro que entende-los completamente
e através dessa compreensão, confiar neles. Isso leva tempo e muita experiência
observacional. Também é necessário testar. E eu penso que isso é o que os WingMakers estão
fazendo com suas cápsulas do tempo. Eles estão testando o Grupo Labirinto, e Quinze em
particular, para ver quais são suas verdadeiras intenções ".

Anne:" Eu sei que isto vai parecer uma pergunta capciosa, mas os WingMakers estão
750 anos à frente de nós. Certo"?

Dr. Anderson: Sim ".

Anne: " E no futuro deles, eles representam o Grupo Labirinto. Certo "?

Dr. Anderson: " Sim, isso está correto ".

Anne: " E eles não confiam nos atuais membros e/ou liderança do Grupo Labirinto.
Certo?"

Dr. Anderson: " Aparentemente não o suficiente para simplesmente entregar suas tecnologias.

Anne: " Portanto essa é a razão que colocaram seus conhecimentos de BST dentro de
sete cápsulas do tempo e as plantaram dentro ou debaixo de formações de pedra ou onde
quer que seja. Mas li em um dos memorandos do ACIO ou. . . talvez você tenha me
falado. . . que a cápsula do tempo final não seria descoberta até o ano 2023. E que é
depois que a raça alienígena tomará a terra. Não faz sentido ".

Dr. Anderson: " Eu entendo sua linha de questionamento. Infelizmente, minhas interações
com os WingMakers tem sido em tópicos diferentes. Talvez, mais tarde eu aprenda mais sobre
o plano deles até as eleições de 2018 e sobre a vinda desses alienígenas hostis. Eu tive
somente três interações com eles, e todas as três foram encontros breves, e principalmente
comunicações unilaterais. . . eles que passam mensagens para mim ".

83
Anne: " Eu estou sentindo necessidade de terminar esta nossa sessão. Minha cabeça está
estourando. Eu acho que se agora você me contasse qualquer coisa um pouco mais
profunda, entraria por uma orelha e sairia por outra. Nós podemos nos encontrar
novamente na quarta-feira e talvez voltar para esses encontros que você teve com os
WingMakers?

Dr. Anderson: " Sim, está bom para mim ".

Anne: " Certo. Por esta noite, chega.

Fim da Sessão

Parte III

Pela Anne

O que segue é uma sessão que gravei do doutor Anderson em 30 de dezembro de 1997. O me deu
permissão para gravar as respostas a minhas perguntas. Esta é uma trascripción da sessão. Esta é uma
das cinco vezes que tive a oportunidade de gravar nossa conversação. mantive esta trascripción
precisamente como ocorreu. Não foi feita nenhuma edição, e tratei que melhor modo possível de
incluir as palavras exatas, frases e gramática usada pelo Dr. Anderson. (recomenda-se que leoa as
sessões de Dezembro 27 e 28 de 1.997 antes de ler esta.)

Anne: Boa tarde Dr. Anderson:. Está preparado?

Dr. Anderson: Sim, estou preparado quando você o esteja.

Anne: Uma das coisas que encontro difícil de abraçada a respeito de todo este assunto é que o conceito
de viagem pelo tempo sempre pareceu ser uma tecnologia bastante fácil de desenvolver. Sei que obtive
esta impressão de viagem às estrelas e outras vários filmes e programas de televisão, mas ainda, o que
você há descrito parece ser muito difícil de desenvolver e que nunca teremos êxito. É realmente tão
difícil de desenvolver?

Dr. Anderson: A forma em que a viagem pelo tempo é apresentado nos filmes trivializa as
complexidades dessa tecnologia, e a viagem pelo tempo interativo ou BST, como foi definido por
Quinze, é A tecnologia mais sofisticada de todas. É a tecnologia ápex da qual virtualmente todas as
outras tecnologias podem ser derivadas. Então, ao criar BST, a gente está criando um atalho ou um
caminho acelerado na aquisição de virtualmente toda outra tecnologia. É por isso que BST é tão difícil
de desenvolver.

84
A ficção científica viola a maioria das premissas científicas que estão relacionadas com nosso
entendimento da viagem pelo tempo. E BST em particular é uma aplicação dos princípios da ciência
extremamente sofisticada que simplesmente não estão presentes na ficção científica, principalmente
por que às pessoas gosta dos efeitos e linhas de complô de viagem pelo tempo, mais do que eles
possam ter apetite pelo entendimento da ciência detrás disso. Então os escritores, especialmente de
televisão e cinema, trivializam o grau de complexidade que rodeia esta tecnologia cúpula.

Anne: Mas você realmente não respondeu a minha pergunta... teremos êxito no desenvolvimento do
BST?

Dr. Anderson: Há uma pequena dúvida em minha mente de que o Grupo Labirinto tenha êxito no
desenvolvimento do BST.

Pergunta-a é se for no melhor interesse da humanidade a longo prazo. Eles estavam a semanas de
começar a suas provas iniciais para as provas a grande escala antes de eu desertar. Havia uma grande
antecipação de estado amada a nível diretor de que BST era um assunto de quatro a seis meses para
uma prova bem-sucedida.

Anne: Então qual é o obstáculo maior para o êxito?

Dr. Anderson: Dito simplesmente, é se o Grupo Labirinto tem a habilidade de definir e a acessar
pontos de intervenção como foi prescrito por Quinze que tenha o menor impacto em eventos
relacionados em tempo horizontal. É o mais sutil, e ainda mais importante componente de toda a
cadeia de tecnologia.

Anne: Pode explicar isto em outros términos?

Dr. Anderson: É uma tecnologia extremamente difícil de desenvolver, definir o ponto de intervenção
ótimo, acessar a esse ponto de intervenção, e retornar do ponto de intervenção sem ser detectado. Isto
É um assunto de juntar o tempo a um nível causal com um mínimo de disrupción. É o desafio
equivalente de arrojar um penhasco ainda estão que sem que faça ondas.

Anne: Porque toda esta preocupação em minimizar a disrupción? Quero dizer, no caso dos Ánimus,
não estão eles tratando de aniquilar completamente a raça humana? por que teríamos então nós que ser
tão cuidadosos a respeito de disrumpir sua forma de vida?

Dr. Anderson: Primeiro que tudo, os Ánimus não estão devendo aniquilar à humanidade. Eles estão
devendo controlar a biblioteca genética conhecida como Terra. Sua intenção não é completamente
compreendida, mas não é matar nossas populações animais ou a espécie humana. Tem mais que ver
com engenharia genética e como suas espécies podem ser modificadas para ser capazes de albergar
uma consciência espiritual. Eles querem acesso ilimitado a nosso DNA para poder fazer experimentos.
detrás disto, quem colonizar a terra, mas para que propósito final é o que ignoramos.
A sua pergunta, a preocupação a respeito de minimizar os impactos da intervenção do BST tem que
ver tanto com interesses egoístas como altruístas. Quando os eventos são alterados ou trocados, podem
ter conseqüências não desejáveis imprevisíveis. Por exemplo, poderíamos desviar aos Ánimus de
nossa galáxia, mas no processo, inintencionalmente mandá-los a outro planeta. Este ato teria
conseqüências para nosso planeta que não poderíamos predizer.

Anne: Está falando de carma?

Dr. Anderson: Não. Tem que ver com física e a natureza herdada de sistemas complexos. A energia
causal É eterna. Simplesmente ricocheteia de evento em evento. Em alguns casos, molda o evento. A
energia causal é a força mais potente no universo, e quando estava dirigida, a escala global, pode
ricochetear em formas inumeráveis e imprevisíveis.

85
Anne: então, este é o efeito do BST... não conhecer as conseqüências de trocar eventos? está
sugiriendo que poderíamos ter êxito em desviar aos Ánimus de nosso planeta, e logo alguns anos mais
tarde cair vítimas de alguma outra catástrofe que barra o planeta?

Dr. Anderson: Não, não acontece desse modo, o sistema de energia que foi redirigido poderia
simplesmente ricochetear do lugar de onde foi redirigido. O como poderia ricochetear é tão complexo
que seria impossível de predizer a natureza de sua reação. Suponho que poderia convidar a um
cataclismo de alguma classe, mas isto não significa que a humanidade seria castigada, sim é o que
você está tratando de implicar.

Anne: Suponho que isso queria dizer. mas não é verdade que o carma existe? e se tínhamos aos
Ánimus a outro planeta mediante BST, estaríamo-nos pondo em uma reação negativa?

Dr. Anderson: Não. Significa que poderíamos receber uma reação, e a natureza da reação pode estar
não relacionada à escolhida causal foi dirigida que nenhum poderia saber que foi uma reação. Esta É a
natureza da energia causal: ricocheteia em sua própria força e inteligência... não é uma simples reação
a uma ação.

Anne: Eu pensava que o carma, e inclusive a física, sustentavam que para cada ação existe uma reação
igual e oposta. o que aconteceu com este princípio?

Dr. Anderson: Está vivo e bem. Simplesmente que não se aplica aos sistemas de energia causal ou as
dimensões de tempo vertical.

Anne: Está bem, vou evitar outra discussão de física em favor de encontrar o por que você pensa que
BST terá êxito dada nossa discussão dos passados cinco minutos.

Dr. Anderson: É uma das principais raciocine pela que desertei.

Anne: Que quer dizer com isto?

Dr. Anderson: Este assunto do incerto, referente aos sistemas de energia causal, sempre foram o ponto
débil do BST, ao menos teoricamente. Quinze acredita que o conhece como dirigir isto. Eu não estou
tão seguro de que possa ser dirigido, particularmente depois de minha exposição aos WingMakers e
ganhar um pouco de compreensão em sua solução com o manejo dos Ánimus.

Anne: Sei que falou um pouco a respeito destes, mas por favor refresque minha memória. qual é sua
solução?

Dr. Anderson: Tenho poucas peças de que me agarrar, assim é que não vou ser capaz de falar
definitivamente a respeito disto.

Anne: E qual é a natureza destas fontes?

Dr. Anderson: Houve uma sessão de rv que produziu como resposta alguns conhecimentos. Li mais a
respeito disto em uma introdução do texto do disco óptico.

Anne: Este é o texto que literalmente desapareceu?

Dr. Anderson: Sim, mas tenho o íntegra armazenado em minha memória.

Anne: Algo mais?

86
Dr. Anderson: É uma história complicada, mas Samantha, a rv atribuída ao projeto, estava tendo cada
vez conexões mais fortes com o WingMakers. Infelizmente, eram tão fortes que Quinze tênia pouca
oportunidade e teve que submetê-la a uma MRP. (Procedimento de Remoção de cor).
Reuni-me com ela justo antes do procedimento, e ela repentinamente começou a canalizar uma
presença que acredito era da raça central.

Anne: E destas três fontes você tem uma clara idéia de como os WingMakers planejam proteger seu
biblioteca genética?

Dr. Anderson: Correto.

Anne: E que disse esta entidade canalizada?

Dr. Anderson: Sul ênfase principal foi que nossa tecnologia nos ia falhar.

Anne: E por tecnologia, quer dizer BST?

Dr. Anderson: Essa foi minha interpretação.

Anne: Então você confia nesta Samantha?

Dr. Anderson: Não tenho nenhuma dúvida a respeito dela. Ela era simplesmente nosso melhor rv, e
possivelmente A melhor intuitiva natural que jamais tenhamos tido dentro da ACIO.

Anne: Retornemos algo que você implicou faz um minuto. entendi bem de que você desertou da ACIO
devido a um desacordo que você teve com Quinze a respeito do BST e a solução de defesa do
WingMakers?

Dr. Anderson: Sim, foi o fator principal.

Anne: você pode de elaborar sobre isto um pouco?

Dr. Anderson: Quinze acreditava que Samantha, nossa rv, poderia ameaçar nossa missão devido a sua
habilidade para fazer contato com os WingMakers. Em duas das três sessões de rv que ela realizou,
eles detectaram sua presença, e começaram a sondá-la. Quinze, uma vez que teve confirmação de que
estes seres eram, em toda probabilidade, da raça central, alarmou-se bastante e pôs um freio a qualquer
sessão futura do RV.
Quando lhe perguntei por que, o pareceu ter alguma apreensão a respeito de sua habilidade para sentir
nosso trabalho sobre o BST, e temeu que pusessem um final a isso.

Anne: por que?

Dr. Anderson: Porque são seres muito poderosos. O que muita gente considera como a Deus,
amplificador por um fator de mil e estaria perto da fila de capacidades e poder que estes seres podem
empunhar.

Anne: Está dizendo que estes seres são mais capitalistas que Deus?

Dr. Anderson: O problema com sua pergunta é que não se a que Deus se está refiriendo. A concepção
de Deus em La Bíblia, ou na maioria de nossos livros sagrados no planeta, não mantêm nenhuma
semelhança com a imagem de Deus que eu sustento em minha mente.

Anne: Está bem, quero retornar a este tópico porque realmente mantém um interesse em meu, mas
também quero completar nossa discussão sobre sua deserção. pode explicar o que aconteceu?

87
Dr. Anderson: Dito simplesmente, comecei a sentir que a arma defensiva instalada no planeta pelos
WingMakers tinha uma melhor oportunidade de ter êxito que BST. Toda lógica indicava que isto era
verdade. Quinze, entretanto, não estava de acordo. O poderia permitir futura investigação em como
encontrar os sítios WingMakers restantes e trazê-los em linha, mas o nunca compartilhava a tecnologia
relacionada com o descobrimento com o público em geral.

Anne: Então suas diferenças sobre este tema causaram sua deserção?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: De retorno sobre o assunto de Deus. me diga como define sua versão de Deus.

Dr. Anderson: Deus é uma força unificadora, primária e eterna. Esta força é a força original que
convoca à vida de si mesmo tanto para fazer sua companhia e sua viagem. A vida que foi convocada
foi experimentada muitas vezes até que um portador de alma foi formado que possa levar uma
partícula desta força aos expansivos universos externos.

Anne: Assumo que este portador de alma ao que você se está refiriendo é a raça central.

Dr. Anderson: Correto.

Anne: São estes iguais que anjos?

Dr. Anderson: Não, a raça central é mais parecido a planejadores genéticos e arquitetos universais.
Eles não são bem conhecidos ou compreendidos, inclusive dentro das cosmologias mais conhecedoras
sustentadas pelos Corteum.

Anne: Então, presumo que se os anjos forem reais som outra criação da raça central.

Dr. Anderson: Correto.

Anne: Então Deus, ou esta força como você a estava descrevendo, não acredito realmente nada mais
que A raça central, e logo retornou a sua morada no centro do universo. Sonha como se a raça central
É quem faz todo o trabalho.

Dr. Anderson: A raça central é simplesmente uma versão trocada no tempo da raça humana.

Anne: Como?

Dr. Anderson: A raça central sustenta o arquétipo genético das espécies humanas, sem importar que
forma tomem. Sem importar em que tempo vivem. Sem importar em que parte do universo vivem.
Este arquétipo é como uma força magnética: atrai as versões menos desenvolvidas da espécie para si.
Todas as versões das espécies humanoides são simplesmente versões trocadas no tempo da raça
central, ou ao menos esta é a visão dos Corteum.

Anne: Pare um segundo. Está dizendo que pareço do mesmo DNA que a raça central? o que sou
essencialmente o mesmo, geneticamente falando, só em um tempo e espaço diferente? como É isso
possível?

Dr. Anderson: É possível porque a raça central ao desenho desse modo. O DNA não é algo que
somente transmite características ou predisposições físicas. Transmite nossos conceitos de tempo,
espaço, energia, e matéria. Transmite nossos filtros conscientes e inconscientes. Transmite nossa
receptividade ao impulso interior do pensamento original, e está receptividade é o que define o
movimento de um ser.

88
Anne: O movimento do ser?

Dr. Anderson: Todos os seres estão em movimento. Vão para algum lugar em cada momento de sua
vida. Se não SER fisicamente em movimento, suas mentes estão em movimento. São subconsciente
está sempre em movimento, Interactuando com a corrente de dados de uma multi universo. O
movimento deve ser é simplesmente um término que usamos no ACIO para definir o compasso
interno.

Anne: E o compasso interno é?

Dr. Anderson: É o sistema radar do indivíduo que define o atalho através da vida tanto a níveis
macroscópicos e microscópicos, e tudo o que há entre médio.

Anne: Tenho o sentimento de que este assunto pode continuar para sempre.

Dr. Anderson: Não é tão complexo, Anne. Pensa nas decisões que toma em sua vida. quais diria seu
que foram tomadas por fontes externas, quais foram tuas próprias, e quais foram uma combinação de
ambos, externas e decisões próprias?

Anne: Quer dizer como uma percentagem?

Dr. Anderson: Trate de estimar.

Anne: Depende de que etapa de minha vida considere. Quando era um bebê, de pais tomavam todas
minhas decisões...

Dr. Anderson: Não, isto se aplica a todas as etapas, do nascimento até a morte. Só faça uma
adivinhação.

Anne: Não sei, possivelmente quarenta por cento estado, trinta por cento, e trinta por cento uma
combinação de ambas.

Dr. Anderson: Então zero perderia se lhe dissesse que depositar uma imagem de dentro de seu ou
DNA, antes de nascer, que define seu movimento de ser. E quando se faz este depósito, seu
movimento de ser fica definido por você. Não alguém mais. Nenhuma força externa toma suas
decisões, uma forma externa somente pode informar e ativar uma decisão já tomada.

Anne: -perdido-me. está dizendo que cada decisão em minha vida já foi tomada antes de meu
nascimento?

Dr. Anderson: Não. Cada decisão causal foi.

Anne: Então qual é a diferença entre uma decisão causal e uma decisão regular?

Dr. Anderson: Pense em quantas decisões toma em um dia. Estaria de acordo de que são
provavelmente centenas a não ser milhares cada dia. Estas são, como você o pôs, decisões regulares.
As decisões causais estão definidas por quão integrais são ao substrato do ser individual. é receptiva a
novas idéias? é capaz de sintetizar pensamentos opostos? processa informação em um contexto visual
ou numérico? Estas são decisões causais que você define antes de nascer, e estão codificados dentro de
DNA que ativa sua matriz de decisão. As forças externas como pais, professores, e amigos somente
informam o que você já definiu como o movimento de seu ser.

Anne: Isto é de acordo aos Corteum também?

89
Dr. Anderson: Isto é parte de minha aprendizagem que pessoalmente obtive de minhas experiências
LERM. Os Corteum assinam a uma crença similar.

Anne: Está-me falando de uma variação de reencarnação, verdade? quando você disse que deposita
modos uma imagem dentro de nosso DNA, antes de nascer, quem exatamente faz o depósito?

Dr. Anderson: Somente a consciência sem forma pode depositar uma imagem sobre a palmilha do
DNA.

Anne: Assumo que está falando sobre a alma.

Dr. Anderson: Depende novamente de sua definição de alma. A consciência sem forma em que
observa e experimenta através das formas e estruturas, não só encarnações físicas. por exemplo, A
consciência pode estar contida dentro de uma estrutura ou forma, mas não estar apoiada fisicamente. A
mente é tal estrutura, enquanto não é física, a consciência, quando está fisicamente encarnada, via
através da estrutura da mente como alguém olhando através de uma janela.

A mente é freqüentemente confundida com a alma e viceversa.

A consciência sem forma é a partícula de Deus que é desacelerada do estado de freqüência de Deus a
uma individualidade onde pode ser autônoma e exercer livre vontade. Pense nisso como em um fóton
ou particular subatômica que é jogada dentro de uma rede de partículas interconectadas de igual
mentalidade. Isto é para dizer, que todas as partículas têm uma freqüência similar ou uma rajada de
giro, e são capazes de diminuir sua freqüência, a vontade, para poder entrar em membranas de
consciência às que só se pode entrar tomando uma forma. Então o sem forma se converte em forma, e
justo antes de entrar em corpo, a consciência ativa a palmilha de DNA de acordo a lãs experiências
desejadas dentro da membrana de realidade que escolhe.

Anne: Que quer dizer com o término membrana?

Dr. Anderson: O multi universo é uma coleção de membranas de realidade, unidas em cachos em uma
matriz dimensão ao que responder aos circuitos de pensamento e campos de gravidade de nossa
consciência sem forma. fomos treinados, através de escala de tempo evolutivo, a aceitar O mundo
tridimensional como nossa realidade. Estas membranas de realidade não estão estruturadas como
planos paralelos ou degraus é de uma escada, mas sim mas bem são como um vigamento de células
interconectadas. Se você quiser, posso descrevê-los com mais detalhe, mas penso que se faria tão
abstrato de agora em diante que suponho que seus olhos ficarão frágeis.

Anne: Tudo isto parece incrível, mas começo a me perguntar se você for a reencarnação do Jesus ou
Buda.

Dr. Anderson: (rendo) estou reencarnado, e é o que mais posso testemunhar.

Anne: Recorda alguma de suas encarnações prévias?

Dr. Anderson: "Prévio" é um término relativo. Prefiro pensar em minhas encarnações não tanto como
uma função da memória, a não ser mais como um sangrar de uma membrana de realidade simultânea.
Os compartimentos nos que está dividida a experiência humana não são tão herméticos que excluem a
entrada de uma vida, ou influência, de outra. E de minha experiência, estes compartimentos
representam momentos paralelos na vida de um indivíduo ao longo de um vasto varrido de tempo e
espaço.

Anne: Então está implicando de que nossa passada, presente, e vistas futuras são todas vividas AO
mesmo tempo, inclusive em que pese a que pareçam estar acontecendo em diferentes tempos e
lugares?
90
Dr. Anderson: Sim.

Anne: Bom, então explique como é possível, porque não tem nenhum sentido para mim.

Dr. Anderson: Nossa consciência sem forma é como uma esfera com muitos, muitos a raios saindo
desde um coração central. Cada um destas falhas se conecta com o contínuo de tempo vertical através
da forma, e estas formas, humana ou outra, alimentam à consciência sem forma com conhecimentos a
respeito das distintas membranas de realidade nas que tem forma. Desta maneira, as formas da não
forma trazem sua consciência de diferentes membranas de realidade, as que em troca são processadas
pela não forma e passadas através da força de unificação a Deus.

Anne: Deus é o recipiente de toda esta informação ou experiência... de cada coisa vivente... de todo
tempo e espaço? como?

Dr. Anderson: Não tenho idéia.

Anne: Mas isto é no que crie, e devo assumir que você não acreditaria nisso se não tivesse alguma
evidência para suportar sua crença.

Dr. Anderson: Algumas vezes você segue um caminho de evidência até um ponto onde tem um final
abrupto, mas ainda pode imaginar como continua o caminho além da falta de provas de que segue em
uma direção particular. Pode intuir sua direção. Já me o imaginação ou pura conjetura, não me
importa, mas é o que tenho feito neste caso. Na verdade desconheço como esta magnitude de
informação pode ser possivelmente processada para qualquer propósito útil, mas acredito.

Anne: Está bem, deme um segundo para revisar minhas notas... porque quero voltar para algo que
disse antes.
Aqui está. Você disse que cada um definem seu movimento de ser a um nível causal. se esse for o
caso, e a assumindo que a alma é inteligente, por que quereria alguma alma escolher ser mentalmente
discapacitada, ou fisicamente?

Dr. Anderson: Que quer dizer com isto?

Anne: Digamos que uma alma entrou em um corpo, mas escolheu ser fechado de mente, estúpido e
geralmente um vulto. porque uma consciência inteligente escolheria isto e logo o imprimisse em seu
DNA para que sua vida seja mais difícil, ou ao menos mais aborrecida?

Dr. Anderson: me deixe lhe fazer uma pergunta. por que imporia Deus esta mesma condição a uma
pessoa?

Anne: Ah, mas você está começando com o encargo de que Deus existe.

Dr. Anderson:
Faça este encargo e logo responda a minha pergunta.

Anne: Se o que está implicando, mas por que tanto Deus ou a alma imporia esta, ao menos desde meu
ponto de vista, estúpida decisão?

Dr. Anderson: Tem que ver com sistemas complexos e suas regras herdadas de dinâmica.

Anne: Poderia ser um pouco mais específico?

Dr. Anderson: Para poder expandir e finalmente suportar diversas formas de vida, o universal ou
requer um sistema incalculablemente complexo de regras e princípios interrelacionados. quanto mais
91
complexo é o sistema, mais dinâmicos som seus pólos de interação. Pensei nisso como um diamante
em bruto. Quando faz brilhar um feixe de luz enfocado em uma habitação escura, há só um brilho
opaco, mas se você faceta o diamante, fazendo-o mais complexo, esparrama luz em um patrão radiante
sobre todas as paredes da habitação.
A complexidade funcionar em uma maneira similar com a consciência, faceta a experiência humana e
reparte a luz da consciência sobre todas as paredes da experiência, incluindo ignorância, estupidez,
debilidade, beleza, bondade, e toda possível condição da experiência humana. A consciência sem
forma não é estúpida ao escolher experimentar o que parece difícil ou aborrecido. É simplesmente o
reconhecimento de que a membrana da terra o requer.
Ninguém pode viver dentro da membrana desta realidade e não ser meio doido pelas dinâmicas da
experiência humana. Ninguém está isento das dificuldades ou a dor. acaso isso prova que cada um de
nós tomamos decisões estúpidas? Não, só prova que vivemos dentro de um mundo complexo. Isto e
nada mais.

Anne: Não quero soar defensiva, mas deve reconhecer que alguns têm vistas mais fáceis que outras.

Dr. Anderson: Sim, mas não é relevante à inteligência da consciência sem forma.

Anne: Bom, então está relacionado à idade da consciência sem forma?

Dr. Anderson: Está perguntando se a consciência sem forma, enquanto ganha experiência, volta-se
melhor em selecionar seu movimento de ser?

Anne: Exatamente.

Dr. Anderson: A consciência sem forma vá à dificuldade e a facilidade, como você poderia ver os
pólos negativos e positivos de uma bateria. Com relativa indiferença, imagino.

Anne: Não há diferença, é o que está dizendo? Não há valor em ser um Einstein versus um Hitler? Não
acredito.

Dr. Anderson: A eleição não é ser malvado ou perverso, ou escolher um atalho de vida que seja
agudamente difícil para uns e outros. Nem, no caso do Einstein, escolheu contribuir à humanidade
entendendo em uma forma que permitiu a criação de armas nucleares. Na consciência sem forma
destes indivíduos, prévio a suas mais recentes encarnações, não tomaram decisões para danificar ou
ajudar à humanidade. Tomaram decisões para experimentar aspectos desta membrana de realidade que
contribuiriam a seu próprio entendimento.

Anne: Então, está dizendo que a alma escolhe seu movimento de ser de acordo a seus desejos
egoístas? não pensa em um bem major para todos?

Dr. Anderson: Não precisa pensar em um bem maior. Isso é o que faz a força de unificação.

Anne: É uma filosofia interessante. Podemos ser tão egoístas como o desejamos, e deixar em mãos de
Deus nossas ações torpes e egoístas para algo que contribua ao bem comum da humanidade. É isto o
que realmente está dizendo?

Dr. Anderson: Não. Estou dizendo que Deus, trabalhando mediante esta força de unificação, orquestra
O entrelaçados da vida para atrair transformação no universo. Deus é como o alquimista cosmológico
que transforma o interesse egoísta do um nas condições transformativas para os muitos.

Anne: Então está dizendo que Deus resolve todas nossas debilidades humanas. Podemos fazer algo e
realmente não importa porque Deus o arrumará. Se esta filosofia fora ensinada em nosso mundo,
estaríamos em uma forma lamentável.

92
Dr. Anderson: Embora possivelmente não seja ensinada de uma maneira formal, a humanidade sabe
conscientemente desta é a forma em que funciona.

Anne: Sobre este ponto, devo estar em desacordo com você. Os interesses egoístas, os intentos
malvados, a estupidez... não são os rasgos de uma sociedade responsável como e não se ninguém que
queria que deveríamos atuar desta forma e logo deixar que Deus controle o dano e limpe depois de
nossos julgamentos pobres.

Dr. Anderson: Entendido mau. Possivelmente não esteja explicando isto muito bem. me deixe tratar
novamente.

Primeiro, os interesses egoístas da consciência sem forma são para facetar sua consciência de tal
maneira que possa receber e irradiar a força unificadora. Fazendo isto, pode conectar-se
conscientemente com esta força e sabendo ser um conduto dentro de uma fila mais ampla de
membranas de realidade. Agora, a consciência sem forma escolhe membranas de realidade para
permitir o facetado de sua consciência. Nada disto é feito com uma atitude de contribuição universal
ou propósito nobre. Entretanto, isto não é o resultado de uma atitude egoísta como você pensa. É um
resultado de sua natureza... da forma em que está desenhada.
Não estou dizendo que Deus limpe detrás de nossos enganos desprolijos. Estou dizendo que
nossas desprolijidades não são enganos desordenados. Novamente, vivemos em um sistema complexo
de membranas de realidade interdependentes. Pode pensar nestas membranas como escamas em uma
serpente, e a serpente representa a consciência coletiva humana. Cada escama proteger A alma humana
e, coletivamente, a impulsa através de seu entorno, neste caso, o multi universo.
Os enganos desordenados que nós individualmente e coletivamente fazemos são tão
responsáveis pela existência do multi universo como as nobres contribuições.

Anne: me deixe ver se entendi. Está dizendo que nossos enganos, tanto como indivíduos como
espécie, faz possível que existamos, então, por ende, não são enganos.

Dr. Anderson: Como pinjente antes, os sistemas complexos requerem uma fila quase infinito de
dinâmicas para poder sustentar o sistema. Nossa membrana da realidade está fixada na forma da
complexidade de nosso universo, o que em troca cria o entorno da terra e suas distintas formas de vida.
Sim, nossos enganos, nossa individualidade, é uma parte central de nossa habilidade como espécie
para sustentar-se a si mesmo sobre a cara de uma estrutura complexa interconectada do mundo
quântico e o cosmos.
As motivações egoístas colhem a experiência que a forma a nossa consciência, as que são colhidas
pela força de unificação e usadas para transformar as membranas da realidade em passagens através
das quais uma espécie retorna ao estado de Deus. Os enganos pesam de igual maneira neste processo
como as contribuições não egoístas. Nada é desperdiçado.

Anne: Se tudo isto for verdade, por que então preocupar-se a respeito dos Ánimus ou qualquer outra
coisa?
Simplesmente deixemos que Deus se faça cargo de tudo.

Dr. Anderson: Porque os Ánimus não estão conectados com a força de unificação.

Anne: Por que? Pensei que você disse que tudo estava conectado.

Dr. Anderson: A consciência sem forma não escolhe portadores de alma que não utilizam DNA como
uma estrutura formativa. Sabe que estas estruturas não são capazes de conectar com a força de
unificação, e por ende, não são confiáveis.

Anne: E não são confiáveis devido ao que?

93
Dr. Anderson: por que a força de unificação é o que traz coerência à incoerência, e propósito ao caos.
Sem isso, as estruturas físicas tendem à decadência de flutuar em êxtase, com o que digo, não se
transformam.

Anne: Como aconteceu isto?

Dr. Anderson: Que coisa?

Anne: Que os Ánimus se convertessem em uma raça independente desconectada de Deus.

Dr. Anderson: escutou a história de Los Anjos cansados?

Anne: Está falando da rebelião de Lúcifer?

Dr. Anderson: Sim. Esta história está equívocamente representada nos textos bíblicos, devido ao feito
de que os autores destes textos não tinham a compreensão suficiente para definir a cosmologia ou a
física.
A raça central desenho as mais altas formas de vida, e isto inclui uma ampla fila de séries que
operam dentro do mundo quântico e as membranas de realidade ali contidas. dentro destes
seres estão os que usualmente não referimos como anjos, que são intermediários entre os
portadores de almas dos humanoides e a raça central.
Houve alguns dentro do reino angélico que acreditou que a raça central era muito controladora da
estrutura dos portadores de alma. Eles sentiram que uma estrutura deveria ser criada que permitisse
aos anjos encarnar dentro da membrana de realidade da terra e outros planetas que suportassem a vida.
Eles insistiram em que melhoraria nestes planetas e a estrutura física de todo o universo. Entretanto, a
raça central rechaçou esta proposta e um grupo renegado se apartou para desenhar um portador de
alma, independente da raça central.

Anne: Aguarde um momento. está dizendo que Lúcifer conduziu esta rebelião para criar um portador
de alma que pudesse albergar ao espírito de um Anjo, e os Ánimus são o resultado?

Dr. Anderson: É mais complicado que isto. Lúcifer, ou o que chamamos Lúcifer, era um servente
muito devoto da raça central. Era um dos adiantados da espécie Angélica; capaz de poderes que foram
diminuídos pela razão central em protótipos posteriores.

Anne: Está dizendo que os anjos são criados... de que podem reproduzir-se como humanos?

Dr. Anderson: Correto.


A personalidade de Lúcifer incluir um forte sentido de independência de seus criadores, e um
sentido mais forte ainda de que seus criadores eram imperfeitos devido a sua insistência em que os
portadores de alma humanoides exclusivamente alojariam à consciência sem forma, e não a forma
Angélica. Para Lúcifer, isto parecia impensável porque a forma Angélica era superior em SUAS
capacidades e poderia ser de grande assistência às formas físicas de vida sobre a terra e outros planetas
sustentadores de vida.
Para a perspectiva de Lúcifer, os humanos e as espécies de alta ordem seriam capazes de
transformar-se a si mesmos devido aos limites severos de seu portador de alma, ou forma física.
Lúcifer estava seguro que sem a colaboração dos anjos, os humanoides através do universo se
separariam mais de seu propósito como seres espirituais, e jogariam no universo em desarrumações, o
que eventualmente causaria sua destruição e a vida dentro dele, incluindo, claro, aos Anjos.

Anne: Então você está sugiriendo que a rebelião de Lúcifer foi simplesmente um desacordo sobre este
assunto?

Dr. Anderson: Lúcifer querida encarnar nesta membrana de realidade da mesma maneira que o fazem
os humanos. Ele queria converter-se em 1 colaborador com a humanidade para ajudar em sua
94
ascensão. Embora a raça central viu suas intenções como nobres, temeram que as encarnações
angélicas pudessem ser vistas como deuses por seus contrapartes humanas, e sem querer desviar aos
humanos, em lugar do CO-criar a escada para o estado de Deus.
Este assunto chegou a um debate tremendo, formando finalmente uma divisão entre o reino angélico
da razão central. Os fiéis à raça central disseram que Lúcifer e seus simpatizantes deveriam ser
desvanecidos de suas idéias radicais que poderiam potencialmente criar uma divisão duradoura em sua
membrana da realidade, e lhes causar uma confusão tremenda. Lúcifer, em amplas deliberações com a
razão central, negociaram um compromisso que lhe permitirá levar a seu grupo de simpatizantes e
provar o valor de seu plano em um só planeta.

Anne: Está dizendo que permitiu a Lúcifer experimentar em um planeta?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: Está bem, antes de ir mais longe, está falando disto em um contexto de mito ou está
essencialmente representando a visão Corteum?

Dr. Anderson: Há três manuscritos antigos em posse da ACIO que descrevem esta história de uma
forma alegórica, mas a visão Corteum, como você diz, é muito mais descritiva e definitiva como
registro deste evento cósmico.

Anne: Então, Lúcifer levou a cabo este experimento. onde e com o que resultado?

Dr. Anderson: O planeta está em uma galáxia conhecida como M51 para seus cientistas.

Anne: Esta é a mesma galáxia dos Ánimus?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: Então realmente está dizendo que Lúcifer e sua banda de simpatizantes ficaram aos Ánimus
para ser portadores de almas dos Anjos?

Dr. Anderson: É mais complicado que isto.

Anne: Certamente espero isso porque esta história é muito estranha para que a cria.

Dr. Anderson: Seja paciente. Estamo-nos movendo dentro de um território incômodo para a maioria de
lãs pessoas. Assim é que respire profundo e permaneça comigo enquanto trato de explicar isto.
Lúcifer acredito uma estrutura física sintética que podia acomodar os requerimentos quânticos de um
anjo. Foi uma estrutura muito efetiva, mas induzia um forte complexo de sobrevivência dentro da
espécie, a que eventualmente seu mas a tendência Angélica de altruísmo e cooperação.

Anne: por que? o que aconteceu?

Dr. Anderson: Quando a consciência sem forma entra em uma membrana de realidade através de uma
estrutura como um portador de alma, imediatamente se sente desconectada de todas as outras formas,
salvo da própria. É literalmente jogada na separação. Nos humanos, isto está mais ou menos
controlado mediante a sutil noção de que permanece conectado através da força de unificação, e isto É
porque seu DNA está desenhado para emitir este sentimento de conexão subconscientemente.
Entretanto, no caso do portador de alma desenhada por Lúcifer e seus seguidores, esta conexão foi
atalho consciente e subconscientemente porque a estrutura não estava apoiada no DNA, que está
estritamente controlado pela raça central. Conseqüentemente, inclino a esta espécie experimental para
um forte sentido de sobrevivência porque tinha a extinção muito
profundamente, o que é o resultado de sentir completa separação da força unificadora. Este complexo
de sobrevivência criou uma espécie que sobrecompensó seu medo à extinção
95
desenvolvendo uma mente grupal muito poderosa.
A mente grupal compensada pela perda de conexão com a força de unificação, criando seu corolário
físico e mental. Era equivalente à unificação de espécies como um tudo na membrana de realidade
física de seu sistema planetário. Por isso, os anjos que entraram neste sistema perderam sua memória
de sua natureza Angélica e se interessaram mais de não operar como um solo coletivo, mais que como
indivíduos.
converteram-se em uma preocupação para a raça central, e pediu a Lúcifer que desmantelasse seu
experimento. Entretanto, Lúcifer estava pegou à espécie que tinha ajudado a criar. Estes seres
angélicos desenvolveram ao longo de um número de gerações um conjunto muito sofisticado de
tecnologias, cultura e ordem social. Era como uma família estendida em muitas formas para Lúcifer.
Então, o negócio modificar sua criação para que não pudessem acomodar mais A freqüência Angélica
ou estrutura quântica, mas que poderiam ser automóvel animados.

Anne: Que quer dizer automóvel animados?

Dr. Anderson: Que seriam andróides sem alma.

Anne: Então assim é como aconteceu e assim é como apareceram os Ánimus?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: Não tem nenhum sentido. porque Deus ou a raça central permitiram a Lúcifer criar uma raça de
andróides? não pensaram que estes seres foram ser o flagelo de nosso universo?

Dr. Anderson: Sim, claro que sabiam. Entretanto, Deus não desenha algo tão complexo como o multi
universo e logo controlar como funciona tudo.

Anne: Mas disse antes que Deus orquestra o que acontece através da força de unificação.

Dr. Anderson: Deus orquestra como as dinâmicas do multi universo para formar um fluxo unificado e
compreensível de informação que possa informar a próxima evolução do multi universo. A maioria da
gente pensa que um Deus todo-poderoso desvaneceria uma espécie como os Ánimus, mas isto não
trabalha dessa maneira porque o lado escuro da depredação, como no caso dos Ánimus, acendem
recursos e inovação em sua presa.

Anne: E nós somos a presa.

Dr. Anderson: Não só nós, mas também as espécies humanoides como um tudo.

Anne: A maldade engendra o bem. é isso o que realmente está dizendo verdade?

Dr. Anderson: Outra vez, não é o mal contra o bem. Os Ánimus não se consideram a si mesmos
malvados quando invadem um planeta. Para sua perspectiva, estão simplesmente executando seu plano
de religar-se a seu sentido de individualidade e fazer-se, por estranho que possa soar, mais espirituais.

Anne: Mas quando lhe perguntei antes se você sabia quais eram suas intenções com a terra, você disse
que não.

Dr. Anderson: Correto. Entretanto, se algo a respeito de suas intenções de redesenhar seus portadores
de almas para ser mais compatíveis com o DNA. Eles querem introduzir DNA em seus portadores de
alma para poder transformar sua espécie. Isto é o que essencialmente faria qualquer raça sob seu
mesmo conjunto de circunstâncias. De fato, poderia chamar isto nobre.

Anne: Nobre? Não vejo nada nobre em tratar de comandar nosso planeta e submeter a nossos cidadãos
a experimentos genéticos e tirania.
96
Dr. Anderson:
A nós não. Mas de um ponto de vista completamente objetivo, a gente pode apreciar que os
Ánimus estão só tratando de transformar sua espécie em algo melhor. Não têm nenhuma outra opção
porque sem DNA, simplesmente não são capazes de conectar com a força de unificação.

Anne
Porque não podem eles então contatar à raça central e pedir ajuda?

Dr. Anderson:
A raça central está bem consciente dos Ánimus, e o consideram seu inimigo mais potencial. Tal
vez os consideram insalvables. Ou possivelmente a raça central convida o drama de ter um inimigo
ancestral que os force a proteger seu ativos mais valorados. Não pretendo saber. Mas qualquer
seja a razão, a raça central não é capaz ou não deseja assistir aos Ánimus a religar-se com a força
de unificação.
Anne
Então que passou com Lúcifer e seu plano?

Dr. Anderson:
De acordo com os Corteum, o está vivo e bem e completamente reintegrado em sua espécie como
membro de alta fila.

Anne
Só para estar em claro, estamos falando de Satanás verdade?

Dr. Anderson:
Os teólogos se ficaram com um farrapo de mito e lenda, e daqui, injetaram seus
próprias interpretações através do tempo. Com o que nos deixaram é um pouco mais que a
ficção de milhares de vozes, mas de algum jeito se as acerta para ser conhecido como verdade.
Satã, como pensamos no, nunca existiu. Não há medida contrária a Deus. Deus acompanha a todas
as dinâmicas. Não tem polar e lhes dar o mesmo que esteja além de seu alcance, ou personalizada
fora de si mesmo. A história de Lúcifer, a um muito alto nível, foi só descripta para ti. Posso
assumir que pode ver alguma similitude com a versão da rebelião de Lúcifer descrita na Bíblia,
mas a correlação, estou seguro deve admitir, está pulverizada.

Anne
Mas se não haver fonte de maldade, por que então o mal existe em abundância? E antes que
responda, você sabe que não vai estar de acordo com minha presunção de que o mal existe, mas
como pode reconciliar terrorismo ou qualquer outra força depredadora da humanidade com outra
coisa que não seja o mal, inclusive se Satanás alguma vez existiu como você diz?

Dr. Anderson:
Se você olhe filmes como guerra das galáxias ou viagem às estrelas então deduz que os
extraterrestres habitar em cada sistema planetário na galáxia e mais à frente. Entretanto, isto não é
verdade. Nosso planeta é uma combinação extremamente estranha de animais e organismos. o de
um imerso que compõe nossa membrana de realidade física é de fato hostil à vida, a um
nível extremo. E em que pese a isso a vida de algum jeito se as acerta para emergir em nosso planeta
ou nas escuras profundidades de nossos oceanos.

Anne
Que relação tem isto com minha pergunta?

Dr. Anderson:
Seja paciente, prometo chegar a isso.
Anne
97
Está bem.
Dr. Anderson:
As zonas habitáveis dentro de nosso universo seriam análogas a extrair uma gota de água do
oceano Pacífico por cada milha cúbica, e definir a como a única parte do oceano que contém
todas as condições potenciais para sustentar a vida microbiótica. Então, extraindo uma
simples molécula de cada uma destas gotas de água, e defini-la como a única parte da gota que
pode sustentar vida multi celular. E de cada uma destas moléculas, extrair uma só partícula
quântica e definir a como a única parte da molécula que pode sustentar complexas e sensíveis
formas de vida como os humanos.
A biblioteca genética que prospera sobre a terra é uma forma de "dinheiro" que não tem preço.
Tudo o que posso dizer é que seu valor excede por longe algo que o pensamento
humano possa imaginar. E com este valor incrível, nosso planeta atrai o interesse de um amplo
fila de raças extraterrestres, e isto é tão verdadeiro hoje como foi faz milhares de anos ou centenas
de milhares de anos atrás.
Objetos de inestimável valor e raridade, como a terra, atraem seres de fora de nosso sistema
planetário que desejam controlá-lo, o que faz à terra um objeto extraordinário de atração. É
precisamente esta atração o que trouxe o conceito de maldade a nossas psique.

Anne
Segui-o até sua última oração e logo o perdi. como está atração trouxe a maldade a nossa
consciência?

Dr. Anderson:
ETs agressivos, procurando muito literalmente apropriar-se da terra, visitaram nosso planeta
aproximadamente faz onze mil anos atrás. Estes ETs trouxeram sua genética a nosso DNA nativo, e
ao fazê-lo, modificaram o DNA humano adicionando um manejo mais dominante e agressivo a nossa
personalidade. Está predisposição dividido às espécies humanas em conquistados e
conquistadores.

Anne
Não o capto. está dizendo que os ETs impregnado em milhares de nossa população nativa com um
gen agressivo que trouxe o mal a nossa consciência?

Dr. Anderson:
Estes ETs não eram tão diferentes em forma física dos nativos humanos, e foram tratados como
deuses devido a sua tecnologia superior e capacidades. Era considerado uma grande honra ter
relações sexuais com estes seres, mas só uns poucos foram escolhidos.

Anne
Então como seu DNA teve tanta influência que literalmente trouxe a maldade a nossas vidas?

Dr. Anderson:
Uma das propriedades ainda por descobrir o DNA é que pode comunicar rasgos, particularmente
agressivos, sem interação física.
Anne
Por favor explique.
Dr. Anderson:
Há circuitos portadores dentro da DNA que transmitem compridos e inclusive formas de inteligência
através da membrana de realidade que é sub quântica. É um ingrediente tributário da força de
unificação que propaga novos rasgos e entendimento dos poucos aos muitos. É o que
permite a transmissão de um novo conhecimento ou rasgo potente a comprido do espectro de uma
espécie que ressona com esse conhecimento ou rasgo, e o faz sem interação física.
Anne
Está dizendo que uma só pessoa pode ter uma idéia ou rasgo que depositei dentro de seu
DNA, e logo seu DNA transmite este rasgo como uma torre de transmissão e cada um sobre o
98
planeta que é como eles é afetado?
Dr. Anderson:
me deixe clarificar algumas costure que disse.
Primeiro, não é uma pessoa. Requer uma massa crítica de várias centenas para que um rasgo de
personalidade se transmita, e talvez somente dez ou vinte para transmitir um novo conceito ou
conhecimento. Em qualquer caso, uma pessoa não é suficiente. Isto não é uma ciência exata ainda,
inclusive para a ACIO.
Segundo, não é irradiado como uma torre de transmissão. É irradiado seletivamente a um DNA
ressonante, e o efeito que tem é dependente de se o recipiente for como, ou inclusive similar, ao
doador. É dependente de sua receptividade de seu ou DNA. Algumas pessoas abrem seu DNA a
novas inovações, outras não. Este é o fator crítico que estabelece para o novo rasgo ou idéia é
irradiado com êxito.
Anne
Está bem, ETs com suas personalidades agressivas infectar aos humanos, e isto trouxe tendências
malvadas a nossa raça. porque a raça central permitiu que isto aconteça?
Dr. Anderson:
Não sabemos.
Anne
Mas você disse mais cedo que eles protegeriam nosso planeta com sua melhor tecnologia. por
que não o protegeram milhares de anos atrás?
Dr. Anderson:
Isto é um mistério. Não sabemos.
Anne
Suponho que isto deve ser outra razão do porquê Quinze não confia nos WingMakers para nossa
amparo.
Dr. Anderson:
www.wingmakers.com
© 1998 – 2002 WingMakers LLC Page 21
A não fala disto, mas estou de acordo com você.
Anne
Eu gostaria a retornar ao tema de Deus... e só para o registro, estou bem consciente que estou
fora do tema dos WingMakers, mas não posso resistir falar a respeito destas coisas. está bem?
Dr. Anderson:
Está bem comigo. Discutível qualquer tópico que escolha.
Anne
Você explicou antes de que Deus, para você, é uma força, mas é “a força”?
Dr. Anderson:
Quer dizer se Deus é plural ou singular?
Anne
Sim.
Dr. Anderson:
Deus é ambos.
Anne
Ambos?
Dr. Anderson:
Deus é encontrado em todos lados porque é a força de unificação, mas paradoxalmente, ser a
força de unificação é também único ou singular. Os físicos lhe explicaria em que há 4 forças
primárias no universo: nuclear forte, nuclear fraco, gravidade e eletromagnética. Estas forças
são na verdade aspectos de uma força singular, mais primária e absolutamente causativa.
Einstein trabalho perto de trinta anos tratando de provar isto com sua teoria de unificação, mas
nunca encontrou suas respostas. Supostamente ninguém o tem feito. Dois só posso reportar que o
Grupo Labirinto, usando sua tecnologia LERM, tem descoberto esta força. E esta força possui uma
consciência inequívoca. Isto é, não é caos nem tampouco ordem. É ambos, e flui entre os dois
mundos de caos e ordem como uma onda senoidal flui entre amplitude positiva e negativa.
Anne
99
E seus físicos podem provar ou desaprovar isto?
Dr. Anderson:
Não, nossos físicos não podem provar ou desaprovar o que digo. Há muitos grilhões em teorias
especializadas que estão em crise.
Anne
Que classe de teorias?
Dr. Anderson:
Como mecânica quântica, para nomear um exemplo.
Perto de todos os físicos, sem importar sua especialidade, separaria ao frente a você com toda
sinceridade, e lhe aconselha terão que a mecânica quântica é a teoria correta e completa que
sublinha nosso entendimento do universo. Mas isso não honrar a consciência de uma partícula, e não
www.wingmakers.com
© 1998 – 2002 WingMakers LLC Page 22
tem maneira de detectar aos campos magnéticos infinitesimais dentro dos quais estas
partículas residem.
Anne
por que?
Dr. Anderson:
Este não é um tópico de uma pessoa relaxada, Anne. Eu não sei como explicar isto em palavras que
você entenda. Tem que ver com o fato de que nossos físicos acadêmicos carecem de
tecnologia de amplificador de forças sofisticada que possa detectar o extraordinariamente
pequeno campo magnético onde aninham as partículas subatômicas, as que em troca, criando uma
rede interconectada de circuitos de pensamento. Estes circuitos de pensamento, tomados
coletivamente, representam a estrutura exterior da força de unificação, e eles permean o
multi universo. Os campos magnéticos representam o interior da força de unificação, e eles
permean as formas da consciência sem forma.
Anne
Está bem, entendo o que quer dizer com isso de que não é um tópico para uma pessoa relaxada. Me
perdeu completamente na natureza abstrata desta discussão. Pensei que estamos falando
a respeito de Deus, e agora não estou segura sobre que estamos falando.

Dr. Anderson:
Mantenha-se enfocada na força primitiva. Deus se desacelerou a si mesmo para exibir seu
encarnação nas quatro forças das que fale.

Anne
Então, assim é como verdadeiramente funciona o universo, e eu deveria só aceitá-lo?

Dr. Anderson:
Não, não, não. Não quero deixá-la com a impressão do que hei dito é a forma em que o multi
universo trabalha. Sim há uma verdade posso afirmar inequivocamente, que isso é meu entendimento
do multi universo, enquanto ajusto às ferramentas da física de partículas, cosmologia e
matemática, é parcial no máximo, e completamente inexato no pior.

Anne
Bom, isso nos deixa essencialmente em nenhum lado verdade? se o que disse esta noite é só
entendimento parcial ou um julgamento completamente equivocado, onde a isto a nossos cientistas
mais brilhantes e teólogos? Porque tem todas as vantagens da tecnologia avançada e a cosmologia
extraterrestre, e em que pese a isso não pode explicar o universo com nenhuma confiança. Inclusive
com seu
prova de Deus, você está declarando saber essencialmente nada que seja absolutamente verdade.
como pode ser isto possível?

Dr. Anderson:

100
Ninguém quem tem investido em astronomia, cosmologia ou física gosta de pensar que suas
disciplinas
estão fechadas devido a encargos incompletos. Mas o são. E há uma boa razão.

Anne
E qual é?

Dr. Anderson:
Imaginei que o universo lhe observar é o degrau de em meio de uma escada de comprimento
desconhecido.
Cada um dos degraus por cima e por debaixo de nosso universo observado representa a
uma ordem de magnitude além de nossos sentidos. Por exemplo, digamos que o degrau por
em cima de que representam nosso universo lhe observar é o perímetro externo de nossa galáxia
via Láctea. Usando um telescópio podemos ver o próximo degrau em cima nosso, mas o resto de
a escada se perde em uma densa névoa.
Olhando para baixo, a um nível microscópico com um microscópio eletrônico, podemos somar outro
degrau por debaixo de nosso universo observável como e com uma aceleradora de partículas,
podemos inclusive teorizado qual poderia ser o degrau debaixo desse, mas o resto da escada que
continua dentro de uma espessa névoa não difere de quando tratamos de olhar para cima.
Com toda nossa tecnologia e teoria ainda não temos idéia de qual larga é a escada ou se a escada
é de direita ou começa a curvar-se como uma dobro hélice. Não sabemos se talvez o final superior
da escada se curva tanto que de fato conecta com o final inferior da escada. E não sabemos
tampouco sim existem outras escadas.

Anne
Está bem, penso que se aonde quer chegar com isto, mas então por que é que sempre parece
que a ciência sabe mais do que realmente sabem?

Dr. Anderson:
A maior população do planeta, talvez o noventa e nove por cento, não tem experiência mais à frente
do degrau meio da escada. E aqueles que são privilegiados de observar o próximo degrau
por cima ou por debaixo mediante o uso de tecnologia, falsamente assumem, ou talvez esperam, que a
escada conserve a mesma forma e se sustente aos mesmos princípios.
A ACIO observou outro degrau desta escada, além da tecnologia acadêmica. Nada
mais. Entretanto, ao fazê-lo, só nos voltamos humildes pela profundidade e largo de nossa
ignorância. aprendemos que a escada troca. Começa a modificar sua forma e teorizado
nos que sua forma não é mais predecible ou inclusive estável.

Anne
Assim é que não quer dizer isto que nossos físicos estão equivocados?

Dr. Anderson:
Eu gosto da forma em que um escuro escritor, de nomeie Gustave Naquet, disse-o: "cada vez que o
conhecimento dá um passo para frente, Deus retrocede um passo para trás."
Cada degrau da escada pode requerer uma física distinta ou conjunto de leis e instrumentos.
está o Neandertal equivocado na face do humano moderno? O foi meramente um precursor ou um
protótipo cedo. E isto é quão mesmo com a física ou cosmologia. Deve ser entendido como
um protótipo válido que tem seu propósito no tempo, mas finalmente será deslocado por um
novo modelo que acompanhe mais degraus da escada.

Anne
É difícil imaginar como toda esta vantagem tecnológica que possui na ACIO só pode fazer claro
quão pouco sabemos a respeito de nosso universo. Não deixa muita esperança para nós.

Dr. Anderson:
101
Que quer dizer com isso?

Anne
Bom, parece-me que se não sabermos o que não sabemos, somos parvos em fazer presunções sobre
coisas que são tomadas como feitos, quando em realidade, é só uma opinião. em relação a isto, a
ciência não é melhor que a religião. verdade?

Dr. Anderson:
A coisa interessante a respeito da ciência é que os orígenes revelam como trabalham as coisas. Se você
pode seguir partículas a seus orígenes, pode entender como o espaço interior trabalha. Sim pode
seguir as partículas cósmicas, galáxias, quasares, e buracos negros, a seus orígenes, pode entender
como trabalha o espaço exterior. quando une as duas metades com o espaço entre médio, pelo
universo observável, pode entender como todo o multi universo trabalha.
O problema é que ninguém tem os lentes ou a tecnologia para observar os orígenes. E aqui é onde
a teoria se faz cargo. A diferença entre ciência e religião é que a ciência aplica a teoria
enquanto que a religião aplica a fé. Ambos os teoria e fé, entretanto, falham em revelar os orígenes.
Então sobre este respeito, são similares.

Anne
Mas se o que você diz é verdade, então em vivemos em um mundo que realmente não
entendemos.

Dr. Anderson:
Exatamente.

Anne
Se não compreendermos nosso mundo, e a ciência e a religião são inadequadas, onde damos a
volta? Quero dizer, como se supõe que façamos frente a nossa ignorância?

Dr. Anderson:
O perigo da ignorância é somente acreditar que não é ignorante. Se souber que carece é do
conhecimento dentro das dimensões internas de como trabalham as coisas, sabe que tem
pontos cegos. Pode manter em alerta um olho aberto para qualquer vantagem que permita um
conhecimento mais profundo ou um sentido mais profundo do significado. Tem que aprender a viver
com o incompleto e usá-lo como uma força há motivadora em lugar de um ponto de desespero ou
interferência.
Quanto aonde damos a volta, essa é uma pergunta difícil de responder. É a razão de que
todos os dramas sejam empacotados e vendidos pelos meios. Os meios aonde a maior
parte da gente procura. Dão um golpecito a sua televisão, rádios, computadores, periódicos, revistas,
e inclusive livros, e estes entregam pacotes de informação atados pelos meios. Os meios
sabe muito bem que a gente é ignorante, o suficiente para que lhes falte a habilidade de discernir o
incompleto dos pacotes de informação que eles servem a seus clientes. A informação é
incompleta, e isto joga em nossa população em ignorância, o que permite a manipulação.

Anne
Por quem?

Dr. Anderson:
Anne, nenhuma entidade é o manipulador professor, se for isso o que está perguntando. É mas bem
que todos nos meios manipulam informação e divulgação. O todo parte do drama que faz
que a gente se volte para os meios em busca de respostas, e os cidadãos são responsáveis pelo
estado destes assuntos porque não demandam a seus centros educativos, a poda e completa
divulgação da informação e a distribuam no domínio público.

Anne
102
Está dizendo que as escolas e universidades deveriam ser os auxiliares desta informação e não
os meios?

Dr. Anderson:
Em 1 mundo ideal, sim. Assim é como os Corteum desenharam suas estruturas de informação. Os
centros educativos dominam a distribuição da informação através de um bem raciocinado e
coletivo sistema de jornalismo. Os jornalistas são especialistas ao longo de disciplinas de
teologia, as artes e ciências, governo, negócios, e tecnologia. Estes jornalistas documentam as
melhores práticas de cada uma e de todas as disciplinas e compartilham esta informação em uma
distribuição completa. Nada é deixado fora. A investigação é meticulosa e completamente
intocável pelo espectro político de interesses especiais.

Anne
Está bem, sendo eu mesma uma jornalista, finalmente chegamos a um assunto de que conheço algo.
Quando era uma repórter de momento, nunca senti a mão dos políticos influencia como e o que
reportava. Conheço nível nacional, particularmente reportando em D. C. , que possivelmente não seja
inteiramente o caso, mas as histórias das que estivemos falando as últimas noites não
estavam sequer em minha tela de radar. Esse é o verdadeiro problema. Estas histórias estão
completamente escondidas e secretas. Fígado que nossos políticos nem sequer conhecem da
existência da ACIO e todas as coisas filiados a ela, como pode culpar aos políticos, ou aos
meios desse assunto?

Dr. Anderson:
Não tentava culpar a ninguém, realmente. O sistema é imperfeito. Qualquer envolto neste
sistema sabe que é maior que a vida e não pode ser trocado por uma pessoa ou inclusive um
grupo de pessoas. Os meios conhecem seus limites, e conhecem seus mercados. A gente quer
conhecer a verdade a respeito das coisas que os afetam em seu livro de bolso. As regiões de
cosmologia, ETs, a ACIO, e as coisas que vão chocando na noite são consideradas leitura
ligeira pelas massas, reservado para entretenimento, não notícias sérias.

Anne
Isto é algo mas notícias ligeiras, e você sabe. por que é tão cínico?

Dr. Anderson:
Sim sou cínico a respeito dos meios, não é para que você tomei pessoalmente. Eu sou da
crença de que os meios não vão trocar significativamente até que o sistema educativo
troque significativamente e produza estudantes que demandem mais que notícias, dramas, deporte
ou o clima.

Anne
Então nossas escolas não deveriam somente produzir estudantes com apetite por cosmologia,
mas também deveriam produzir as notícias? ordens muito altas para as escolas não crie?

Dr. Anderson:
Talvez, mas é o que faz falta antes que a ACIO ou qualquer organização relacionada
compartilhe seu conhecimento com as massas.

Anne
E porque é assim?

Dr. Anderson:
Os acadêmicos se poderiam absolutamente de cabeça se a ACIO se adiantará e lhes desse seus
resultados de investigação, tecnologias, e evidência de interação com o ETs. Seria atacado. E seria
um ataque vicioso. Ao menos essa era a conclusão final de Quinze. A ACIO por ende, não tem outra
maneira de trazer seus descobrimentos ao público que mediante o setor privado e as alianças que
103
tem com o laboratório de projetos especiais da NSA.

Anne
Deme um exemplo de algo, uma tecnologia ou descobrimento, que foi primeiro descoberto pela
ACIO e logo exportada ao setor privado.

Dr. Anderson:
O transístor seria um bom exemplo.

Anne
Está dizendo que a ACIO inventou o transístor?

Dr. Anderson:
Não, os laboratórios Bell inventaram o transístor, mas a ACIO trabalho com o laboratório Bell, e
mais especificamente, Mervin Kelly quem dirigia suas operações em meados dos cincuentas. o
senhor Kelly. Um brilhante físico para este projeto com o nome do Bill Shockley que se fez
consciente dos limites mais externos da ACIO.

Anne
Como aconteceu?

Dr. Anderson:
Um fato pouco conhecido: o senhor Shockley, trabalhando com um amigo dele, inventou o primeiro
reator nuclear do mundo. O departamento de defesa escutou isto mediante o senhor Kelly, e
quis o ter desesperadamente. Isto foi antes do projeto Manhattan. O senhor Kelly queria uma
patente para o descobrimento, mas o governo arrojou cada bloqueio possível para isto. Mantiveram
todo o descobrimento baixo completar confidencialidade e negociaram ter a um de nossos
cientistas trabalhando com o senhor Shockley em segredo.

Anne
Quando foi isto?

Dr. Anderson:
Isto estava acontecendo em 1944 e 1945.

Anne
por que nosso governo brigou pelas patenteie?

Dr. Anderson:
Eles sabiam que o senhor Shockley poderia jogar um rol na guerra, e eles queriam usar isto como
uma alavanca para assegurar seu compromisso de ajuda. Ele era um homem difícil com quem
trabalhar,
conforme me disseram. O nunca se adiantou como voluntário para fazer nada a menos que soubesse
que
poderia beneficiá-lo de algum jeito. Assim que nosso governo manteve as patenteie até que se
arrolasse.

Anne
E o fez?

Dr. Anderson:
Sim.

Anne
E como o beneficiou isto a ele?
104
Dr. Anderson:
Havia, dentro de nosso governo, uma agência de inteligência recém formada, era a avançada da
NSA. Era conhecida como Serviços Gerais de Laboratório de Projetos Especiais, e aos dias
de hoje, pouco se sabe disto. O SPL foi mais tarde anexado a NSA em 1953 como um
departamento não reconhecido, e finalmente a ACIO foi incorporada dentro do SPL (Special Projects
Laboratory) como um laboratório de investigação não reconhecido. Então, a ACIO estava aos
níveis de profundidade ao com o que chamei, raiz negra.

Anne
Qual era o motivo de toda a segurança? a guerra?

Dr. Anderson:
Pode surpreendê-la, da guerra não era de grande preocupação para as forças com que a ACIO
estava tratando. A preocupação eram os ETs e quem seria o primeiro capaz de utilizar seu
tecnologia em aplicações militares. A princípios dos anos quarenta, os aditamentos de ovnis era
muito comuns, inclusive mais comuns que hoje. E nosso governo estava convencido de que estes
alistamento serão reais e que eram de fato força fora do planeta. Eles queriam duas coisas a
tecnologia da espaçonave queda, ou estabelecer uma aliança. Eles não foram muito particulares
a respeito da forma em que aconteceu.

Anne
Mas como se relaciona tudo isto com o Shockley?

Dr. Anderson:
Saí-me de tema um pouco. O senhor Shockley foi apresentado ao SPL e foi feito privado para
muitos das iniciativas secretas do SPL. Desde não ser por seus rasgos de personalidade, tivesse sido
recrutado para unir-se ao SPL, o era muito brilhante. De todos os modos, lhe deu acesso a algum dos
campos de investigação afetando os transístores estava em desenvolvo dentro do SPL. Isto foi
antes de que os laboratórios Bell descobrissem os transístores de junta, que foram feitos por
colegas do senhor Shockley.
Shockley tinha permitido utilizar algumas das investigações dentro do SPL para criar sua própria
versão do efeito de transístor de campo e ser reconhecido ampliamente como seu inventor. Isto foi
feito em troca de sua cooperação em ajudar à Marinha e ao exército em suas operações durante a
guerra. Ele sabia do SPL e conhecida parte de suas agendas, e me contaram que ele queria unir-se ao
SPL
depois da guerra devido à superioridade de seus laboratórios, mas novamente, sua personalidade
não permitiu sua admissão.

Anne
Então, os laboratórios Bell recebeu a patente pelo transístor em troca da assistência de
Shockley na guerra. o que é exatamente o que fez que foi tão importante?

Dr. Anderson:
Não sei exatamente, mas em geral seu rol foi ajudar a otimizar o desdobramento de armas.

Anne
Qual era o rol da NSA durante tudo isto?

Dr. Anderson:
A NSA não existia a não ser até novembro de 1952. Durante esse tempo o SPL e a ACIO eram os
laboratórios secretos mais avançados em existência. E cada um tinha somente um setor de
laboratório privado com o que trabalhar: os laboratórios Bell.
E isto era porque o senhor Kelly era amigo do diretor executivo do SPL.

105
Anne
Então qual era a relação entre o SPL e a ACIO?

Dr. Anderson:
Quer dizer em 1940?

Anne
Primeiro, quão atrás vai isto?

Dr. Anderson:
O SPL foi formado em 1938. Havia um forte desenvolvimento, particularmente através da Europa, em
fissão de energia. O SPL foi inicialmente concebido para examinar a fissão como uma fonte de
energia alternativa e também por suas possíveis aplicações militares.

Anne
Porque foi mantido isto em segredo?

Dr. Anderson:
Para finais de mil novecentos e trinta havia muita instabilidade na Europa, e os Estados Unidos
não sabiam em quem confiar. Havia uma noção de que a fissão era a resposta para um armamento
técnico superior, e não queriam compartilhá-lo inconscientemente. Também era alarmante alguns de
os avanços repentinos que estava tomando lugar na comunidade física européia, e se sentiu que era
necessário concentrar alguns dos melhores recursos para equipar um laboratório de classe mundial,
e ter pessoal que fossem algumas das melhores mentes no planeta.

Anne
Como pode ser que a melhor em mentes do planeta repentinamente sejam arrancadas pelo
governo dos Estados Unidos e não ser notado isto pela comunidade científica? Quero dizer, como
mantém-se isto em segredo?

Dr. Anderson:
Eles não tomaram líderes estabelecidos no campo da física. Boca não hão gênios jovens que ainda
eram relativamente desconhecidos, mas sob a correta guia e com a melhor tecnologia disponível,
poderiam produzir algo extraordinário.

Anne
Como o transístor?

Dr. Anderson:
Se, como o transístor.

Anne
Então ser SPL foi estabelecido em 1938, quando apareceu a ACIO em existência?

Dr. Anderson: Foi estabelecida em 1940 pouco depois que o SPL foi organizado.

Anne: Por que?

Dr. Anderson: Em parte porque a gerência dentro do SPL temia ser descoberto pelo congresso, então
decidiram construir "a raiz negra", que era o nome em chave da ACIO, para construir um
laboratório que não pudesse ser meio doido pelas forças políticas ou os meios. Segundo, não queriam
que sua agenda de investigação do SPL competira com assuntos do ETs. Quando tudo isto ocorreu
pela primeira vez, os ETs e os ovnis ainda eram um tema de grande debate dentro do SPL. A maior
parte dos líderes do SPL não acreditava nisso. Não havia evidência contundente.
Mas quando a primeira espaçonave foi encontrada intacta, isto trocou as mentes de cada um
106
dentro do SPL e se decidiu que era necessário desenvolver uma agenda de investigação separada, e
que isso era o mais urgente e secreto dos dois laboratórios. Então, "a raiz negra" ou a ACIO como foi
conhecida mais tarde, foi estabelecido atrás do SPL a um nível mais profundo de secreto.
Não era reconhecida até dois níveis mais profundos.

Anne: Está-se refiriendo ao incidente Roswell... a respeito da espaçonave recuperada?

Dr. Anderson: Não. Esta foi uma espaçonave abandonada que se encontrou nas águas da costa de
florida em 1940.

Anne: Estava simplesmente abandonada? Quem a encontrou?

Dr. Anderson: Como vai a história, um mergulhador recreativo a encontrou em águas de 6 ft. de
profundidade. Estava perfeitamente preserva.

Anne: Que lhe passou ao mergulhador?

Dr. Anderson: Foi um dado anônimo que lhe deu à Marinha. A pessoa que o descobriu nunca foi
encontrada.
Entretanto, mais tarde aprendemos que o descobrimento tinha sido preparado.

Anne: Preparado?

Dr. Anderson: Quero dizer que o descobrimento foi orquestrado pelos Corteum.

Anne: Então esta era uma espaçonave Corteum deixada para ser descoberto pela marinha?

Dr. Anderson:
É a forma em que eles escolheram fazer o primeiro contato.

Anne
Deixando uma de suas naves espaciais no oceano, e logo chamar à Marinha para lhes dizer onde
encontrá-la? Mierda, isto é estranho!

Dr. Anderson:
Sim, mas tomou três chamados para que alguém investigasse de acordo ao registro de chamadas.

Anne
Está bem, então assim é como a ACIO apareceu. quando se envolveu?

Dr. Anderson: Em 1956. Do pai descobriu uma espaçonave machucada na selva da Bolívia durante
uma viagem de
caçada. Era uma vasilha triangular de aproximadamente 70 m de ponta a ponta, quase equilateral.
Incluía vinte e seis membros de tripulação. Todo mortos.

Anne: Corteum?

Dr. Anderson: Não, mais tarde se confirmou que esta nave era um Z. Estava emissão de exploração
similar a de
meu pai, caçando animais. Infelizmente, teve uma imperfeição em vôo durante uma
tormenta elétrica. O pai era um comerciante em eletrônica, em sua maioria para a tropa
boliviana.

Anne: Sei você me contou esta história antes, mas por favor repita-o para o bem da entrevista.

107
Dr. Anderson: Meu pai e recuperou uma tecnologia específica da nave, e logo contratou a um oficial
militar
dentro do governo boliviano que era um amigo de confiança. Inicialmente, o pai estava interessado em
vender a nave à tropa da Bolívia, mas rapidamente se converteu em 1 preocupação para os militares
dos Estados Unidos, especialmente do SPL. Um diretor do SPL se encontrou com meu pai, para
certificar-se da localização da nave, que realizar uma completa operação de recuperação no lapso de
três dias.
Isto foi feito em troca da cidadania norte-americana e um rol dentro do SPL para meu pai.

Anne: por que seu pai negocio por isso em lugar de dinheiro?

Dr. Anderson: Sabia que era a única maneira para poder conservar sua vida e a minha. O conservou o
controle da
tecnologia de navegação que estava a bordo da nave, e entregou o resto a SPL.

Anne: E o que passou com o governo da Bolívia?

Dr. Anderson: Receberam um enorme pagamento.

Anne: Isso foi tudo?

Dr. Anderson: Nos sete anos entre mil novecentos e cinqüenta e dois e mil novecentos e cinqüenta e
nove, seis naves espaciais adicionais foram encontradas sob circunstâncias similares às do caso de
meu pai. Só uma delas foi encontrada em território norte-americano. As outras cinco foram
voluntariamente entregues a nossos militares em troca de dinheiro.

Anne: Tenho a impressão que estes países não querem tratar com as implicações políticas.

Dr. Anderson: Isso, mas isso também queriam o dinheiro e uma aliança amistosa com os militares
norte-americanos.
Eles viram benefícios futuros a maneira de compartilhar tecnologias, amparo militar, empréstimos, e
muitos outros benefícios intangíveis. Breve, por uma política inteligente. Além disso, nenhum outro
país, fora da união soviética, tinha nenhum laboratório como a ACIO. o que fariam eles com estas
naves espaciais?

Anne: Seu pai e você terminaram nos Estados Unidos... que o qualificou a ele para a admissão dentro
do SPL e que fez o ali?

Dr. Anderson: Meu pai não era simplesmente um vendedor para o governo da Bolívia, era um perito
em eletrônica
com o equivalente a um título de engenheiro elétrico avançado. Tinha várias patenteie em seu crédito,
mas era considerado algo assim como um sonhador e uma alma perdida suponho.

Anne: Ainda vive?

Dr. Anderson: Não.

Anne: Lamento-o. e o que há do resto de sua família? era só você e seu pai quem veio a
América?

Dr. Anderson: Eu era só um menino. Minha mãe morreu ao pouco tempo de que eu nasci. Eu tinha só
quatro anos de
idade quando viemos aos Estados Unidos. Realmente não tenho memórias fortes de meu lar em
Sorata.

108
Anne: Onde está Sorata?

Dr. Anderson: Ao norte da Paz, no silvestre leste do lago Titicaca.

Anne: Possivelmente de muitos episódios dos arquivos X. , mas parece um pouco difícil de acreditar
de que seu
pai pudesse negociar um trabalho e a cidadania norte-americana com o SPL. pode me explicar
como fez isto?

Dr. Anderson: Pediu-o. Não era uma coisa difícil. Aqui tem a um homem que fala perfeita inglês,
conhece de
eletrônica, e tem certa influência política. O mais importante, conduziu ao SPL a um descobrimento
muito importante, com valor de trilhões de dólares em investigação e desenvolvimento. E meu pai era
bastante inteligente para fotografar a nave e assegurar componentes eletrônicos que pertenciam à
navegação. Tinha isto cuidadosamente assegurado com instruções para sua distribuição se algo
acontecia a ele ou a mi.

Anne: Não tome isto a mau, mas não havia dito que somente os gênios jovens tinham sido contratados
para a ACIO? Assumo que seu pai não qualificava.

Dr. Anderson: Não, ele não era urge janeiro. Mas era bastante inteligente para somar valor alguns dos
experimentos
de reingeniería que estavam levando-se a cabo dentro da ACIO, especialmente aqueles que
pertenciam a semicondutores.

Anne: E tudo isto estava acontecendo em meados dos cinqüenta?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: Estava Quinze ali para esse momento?

Dr. Anderson: Não. O se uniu a ACIO na primavera de mil novecentos e cinqüenta e oito.

Anne: Então o conhecia seu pai?

Dr. Anderson: Meu pai, cria-o ou não, converteu-se em 1 diretor de alto nível da ACIO para o final de
seu cargo,
obrigado em grande medida a Quinze, que teve uma simpatia imediata por meu pai. Recorde que
Quinze é espanhol. Meu pai conhecia quinze também como ninguém mais, e tinha o maior respeito
pelo.

Anne: Seu pai era parte do Grupo Labirinto?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: Quando se inteirou sobre o Grupo Labirinto e sua missão?

Dr. Anderson: Quinze me apresentou isso em uma reunião que nunca vou esquecer.

Anne: Quando foi isto?

Dr. Anderson: Em 18 de setembro de 1989.

Anne: O que aconteceu?

109
Dr. Anderson: Quinze me mostrou um grupo de tecnologias que tinham sido partes do TTP com os
Corteum. O me explico que ativam partes do cérebro que fundiam a informação inconsciente com A
consciente. Eu permiti um fluxo muito mais potente de informação para que seja capturado pela mente
consciente.

Anne: Pode explicar como funciona?

Dr. Anderson: Farei o melhor que possa, mas é uma explicação técnica. Não conheço outra forma de
fazê-lo.

Anne: Trate. Indicarei-lhe quando estiver perdida.

Dr. Anderson: Há uma parte do cérebro conhecida como sistema talamocortical. A tecnologia Corteum
ativa esta parte específica do cérebro, incluindo um pequeno cacho funcional dentro deste sistema para
expandir uma consciência de alta ordem. Estas são as coordenadas neuronales de consciência,
pertencentes a ressonância de alta ordem, o que é muito útil para investigação científica, matemática, e
resolução de problemas gerais. se?

Anne: Não estou totalmente perdida. Mas qual é o rol desta tecnologia para o Grupo Labirinto?

Dr. Anderson: Quando Quinze ficou à corrente com o TTP Corteum o foi o primeiro em usar esta
tecnologia em seu próprio cérebro.

Anne: Se, recordo-o. O teve a visão do BST pouco depois, verdade?

Dr. Anderson: Correto.

Anne: E foi por isso que o Grupo Labirinto foi estabelecido, para perseguir o desenvolvimento do
BST, correto?

Dr. Anderson: Sim.

Anne: Então, todo aquele que era eleito a emano por Quinze devia usar esta tecnologia Corteum e
todos se fazia mais inteligentes como resultado. E ninguém fora do Grupo Labirinto suspeitava que O
Grupo Labirinto existia?

Dr. Anderson: Ninguém em meu conhecimento.

Anne: Está bem, retornando a sua história com Quinze. o que aconteceu?

Dr. Anderson: Qualquer que soubesse algo a respeito de Quinze sabia que ele estava intensamente
interessado na viagem pelo tempo, mas eu não tinha idéia do grau de sua intensidade até esse dia. Em
explicou A física detrás de seu plano do BST e como os Corteum jogavam um rol vital em seu
desenvolvimento. Ele queria ré me atribuir a um novo projeto que estava relacionado com o
desenvolvimento do BST, e quando ele me explicou a natureza desse projeto, eu sacudi minha cabeça
em incredulidade de que ele pudesse sentir que eu podia fazer o trabalho.

Anne: Que era?

Dr. Anderson: Era um projeto que envolvia desenhar e desenvolver uma tecnologia neuronal avançada
para O cérebro humano; um assunto do que eu sabia muito pouco. Eu elevei esta objeção, mas Quinze
explico que ninguém mais o tinha feito tampouco, então estava bem que eu tomasse a investigação. E
logo o casualmente explicou a tecnologia Corteum para o melhoramento cerebral. Aqui foi quando ele
me disse como todo o pessoal com um nível de segurança doze era convidado a passar por este
processo.
110
Anne: Assumo que cada um aceitou o convite.

Dr. Anderson: É um encargo seguro, embora haja alguns inconvenientes com a tecnologia.

Anne: Por exemplo?

Dr. Anderson: A capacidade de informação da mente consciente está muito limitada. Quando se
intensifica A conexão entre a mente consciente e a inconsciente, a mente consciente rechaça a
amplitude Do fluxo de informação e tende a fazer-se observacional dos estados alternativos de
consciência. Em outras palavras, o processo de melhoramento do cérebro dispara uma rápida e fluido
mudança entre estados de consciência, como um show de diapositivas em movimento rápido com cada
diapositiva representando um estado diferente de consciência.

Anne: Acredito que o sigo, mas não vale a pena se se pode controlar este efeito secundário?

Dr. Anderson: Eu pensava que sim, como o resto. Havia alguns que eram mais afetados por isso que
outros, e tipicamente durava por poucas semanas até que a mente superior começava a integrar isto
dentro de sua dinâmica de núcleo.

Anne: Está bem, suficiente sobre o cérebro, gostaria de voltar para assunto do Grupo Labirinto. Você
mencionou na primeira entrevista que esta é a mais secreta das organizações no planeta, inclusive
embora seja uma das mais influentes. como pode operar em segredo e de uma vez executar sua
influência?

Dr. Anderson: O Grupo Labirinto é um subgrupo da ACIO que é absolutamente secreto. Seu propósito
principal da criar uma organização para as tecnologias em estado puro que eram parte do TTP que
Quinze tinham negociado com os zes e Corteum. Quinze não queria estas tecnologias dentro da ACIO
onde estavam a uma distância de repente de do SPL e potencialmente do NSA. Ele queria ser capaz de
realizar, analisar, dava sintetizar estas novas tecnologias antes de que pudesse descobrir como diluir as
inteiro giga menos capitalista que pudesse ser exportada ao SPL ou os sindicatos privados com os que
trabalhamos.
Usamos a melhor tecnologia em existência. Com isto, quero dizer que poderíamos assegurar nossas
tecnologias de qualquer força hostil. Isto permite ao pessoal do Grupo Labirinto enfocar-se em
aplicações destas tecnologias em estado puro para o avanço em de nossa agenda no BST. Todo
parágrafo nossa influência não é compreendida por ninguém porque dirigimos liberar estas tecnologias
diluídas dentro de tecnologias detrás da cena que são usadas por nossos militares, a NSA, DARPA, e
sindicatos privados de nossa própria eleição.

Anne: Acredita que havia dito que vocês trabalhavam com indústria privada? Com

Dr. Anderson: O Grupo Labirinto não trabalha diretamente com o setor privado. Mas algumas de
nossas tecnologias se filtram dentro do setor privado.

Anne: Como o transístor?

Dr. Anderson: Não, em realidade o efeito de campo transístor forma um desenvolvimento do SPL.

Anne: Então deme um exemplo de um pouco mais recente que envolva ao Grupo Labirinto e o setor
privado, algo do que esteja ao tanto.

Dr. Anderson: Não posso pensar em nada que possa ser conhecido por você neste momento. Nossas
tecnologias não aparecem na primeira tampa do Newsweek ou Teme.

111
Anne: Simplesmente quero ter um pouco de informação que possa validar depois. A história do
transístor, embora é interessante, não me dá nada que possa seguir. Duvido que Shockley permaneça
com vida.
está vivo?

Dr. Anderson: Primeiro que tudo, se ele estivesse vivo, nunca divulgaria a influência do SPL em sua
investigação.
Segundo, ele morreu faz oito anos mais ou menos.

Anne: Então que pode compartilhar comigo que corrobore, inclusive a um mínimo grau, de que O
Grupo Labirinto possa existir?

Dr. Anderson: Nada. Não há nada que você possa rastrear até dar com o Grupo Labirinto. Não posso
ser mais enfático. Nossas maneiras de filtrar tecnologias dentro do setor privado são extremamente
sutis.

Anne: Está bem então. Só deme um exemplo.

Dr. Anderson: O Grupo Labirinto desenvolveu um sistema de computadores, que chamamos ZEMI.
Parte de lãs características únicas do ZEMI é que sua estrutura de informação está apoiada em uma
nova forma de matemática para armazenamento de informação, encriptação recombinada, e
compressão de dados. Foi um matemático que proveu melhoras quânticas em cada uma destas áreas. E
nós o compartilhamos com cientistas envoltos no desenho do MIG-29.

Anne: Rússia. Esta dizendo que o Grupo Labirinto trabalha com o governo russo?

Dr. Anderson: Não, nunca trabalhamos diretamente com governos. Neste caso, trabalhamos com o
Phazotron Research e Production Company em Moscou. Provemo-lhes com uma variedade de
algoritmos, o que eles em troca adaptaram para o uso dentro de seu sistema de radar e controle de fogo
a bordo Do MIG-29. Estes mesmos algoritmos foram descobertos por interesses americanos e agora
são adaptados para o uso em sistemas de entrega de banda larga para o mercado global.

Anne: Interesse americano de quem? Posso me dar nomes?

Dr. Anderson: Não é uma companhia bem conhecida, mas estão sob o nome do Omnigon, com apóie
em San Diego.
E Omnigon tem esta tecnologia, que foi originalmente desenvolvida pelo Grupo Labirinto para
armazenamento em computadores, e agora a estão usando para despacho em sistemas de banda larga?
Em términos de uma pessoa comum, pode me dizer que farão estas redes?

Dr. Anderson: Assumindo que usem esta tecnologia apropiadamente, permitirá ao Omnigon adicionar
uma quantidade significante de funcionalidade nos interruptores da rede de caixas automáticas
(BANCO 24 HORAS) e não depender de soluções de servidores, o que aumenta a velocidade e
funcionalidade para o cliente de uma rede.

Anne: Segundo minha definição, esses não foram términos de uma pessoa comum. Mas não importa.
O Grupo Labirinto acredito esta tecnologia ou a ex trouxe de fontes extraterrestres?

Dr. Anderson: De fato, um pouco de ambos. Foram criadas dentro do Grupo Labirinto, mas parte da
Idéia inicial veio dos zes, de um trabalho de reingeniería de uma de suas naves.

Anne: Como obteve esta organização na Rússia a tecnologia do Grupo Labirinto?

Dr. Anderson: Quinze conhecia um dos maiores cientistas no Phazotron e lhe apresentou a idéia. Foi
um gesto amigável, o que acreditou que seria útil mais tarde para recrutar a este cientista. Este método
112
de compartilhar cria lealdade e pode ser feito de uma maneira hábil para que o receptor da idéia possa
acreditar que foi sua idéia e não simplesmente que lhe deu.

Anne: Mas vocês devem rastrear esta tecnologia ou de que outro modo saberiam que terminou em
mãos do Omnigon.

Dr. Anderson: Temos operações da comunidade de inteligência que nos alimentam com informação.
Zona essencialmente toupeiras que vivem dentro dos maiores laboratórios de investigação dos
governos e os complexos industriais militares. Neste caso, uma de nossas operações em Geral
Dynamics trouxe isto a nossa atenção. Inclusive usamos nossa tecnologia rv para rastrear algumas de
nossas tecnologias mais avançadas que pusemos dentro dos maiores sindicatos.

Anne: Talvez devamos deixá-lo ali. Sei que você prefere manter estas sessões breves, em que pese a
que estou muito tentada a entrar neste assunto de sindicatos.
Há algo que gostaria de adicionar antes de finalizar esta noite?

Dr. Anderson: Não, realmente não. Acredito que cobrimos muita informação esta noite sobre minha
filosofia pessoal, e para o que é valioso, eu gostaria de lhe recordar que foi "minha" filosofia. Não
trato de pressioná-la em ninguém. E certamente não estou tratando de pregar uma mensagem
particular ou estilo de vida. Espero que em nossa próxima sessão, por sua ajuda, possamos nos
concentrar nos WingMakers e talvez minimizar minhas visões pessoais em cosmologia e temas pelo
estilo.

Anne: Tratarei, mas não posso fazer nenhuma promessa. Tenho uma lista completa de perguntas que
fazer esta noite sobre os WingMakers, mas em algum lugar do caminho pensei que seria interessante
compreender melhor como pensa você. Farei o melhor que possa amanhã de noite para me manter
sobre o tema dos WingMakers. tem alguma sugestão?

Dr. Anderson: Acredito que os artefatos são extremamente interessantes, assim é que recomendo que
nos focalizemos nesse tópico.

Anne: Farei o melhor. Obrigado.

Dr. Anderson: De nada, Anne. Obrigado também.

Fim da sessão três.

(VRI Vibratory Resonance Induction - indução de ressonância vibratória. parte da tecnologia de


aceleração de inteligência Corteum.)

113