Você está na página 1de 41

GESTÃO DE PROJETOS

Unidade 9 – Gerenciando de Custos no Projeto

Luiz Leão – luizleao@gmail.com


http://www.luizleao.com
GESTÃO DE PROJETOS

Conteúdo Programático

• Planejamento de Custos
• Estimativas de Custo
• Elaboração do Orçamento
• Controle dos Custos (Controle)
• Ações Corretivas x Controle de Mudanças

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Definição
• O gerenciamento dos custos do projeto inclui os processos
envolvidos em planejamento, estimativas, orçamentos,
financiamentos, gerenciamento e controle dos custos, de
modo que o projeto possa ser terminado dentro do
orçamento aprovado.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


Planejar o Gerenciamento dos
Custos
GESTÃO DE PROJETOS

Planejar o Gerenciamento dos Custos


• É o processo de estabelecer as políticas, os procedimentos
e a documentação necessários para o planejamento,
gerenciamento, despesas, e controle dos custos do projeto.

• O principal benefício deste processo é o fornecimento de


orientação e instruções sobre como os custos do projeto
serão gerenciados ao longo de todo o projeto.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Planejar o Gerenciamento dos Custos

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Planejar o Gerenciamento dos Custos

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Planejar o Gerenciamento dos Custos


Ferramentas e Técnicas
• Opinião Especializada
• Técnicas Analíticas
• Reuniões

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Planejar o Gerenciamento dos Custos


Ferramentas e Técnicas
• Técnicas Analíticas:
• Análise estratégica sobre as opções para financiar o projeto tais como
autofinanciamento, financiamento com capital ou financiamento com
débito.

• As técnicas podem incluir: período de reembolso, retorno sobre o


investimento, taxa interna de retorno, fluxo de caixa descontado e valor
presente líquido.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


Estimar os Custos
GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
• É o processo de desenvolvimento de uma estimativa dos
recursos monetários necessários para executar as
atividades do projeto.

• O principal benefício deste processo é a definição dos


custos exigidos para concluir os trabalhos do projeto.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Opinião Especializada
• Estimativa Análoga
• Estimativa Paramétrica
• Estimativa bottom-up
• Estimativa de Três Pontos
• Análise de Reservas
• Custo da Qualidade
• Software de Gerenciamento de Projetos
• Análise de Proposta de Fornecedor
• Técnicas de Tomada de Decisões em Grupo

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Estimativa Análoga:

• A estimativa análoga baseia-se em pacotes de


trabalho/atividades similares de projetos anteriores para estimar
a duração dos pacotes de trabalho e/ou atividades do seu
projeto atual.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Estimativa Paramétrica:

• A estimativa paramétrica usa relações estatísticas para estimar


custo e duração das atividades com base em dados históricos e
parâmetros do projeto.

• Exemplo: Historicamente, o pintor X pinta 10m² de parede/dia,


conclui-se que ele pintará 100m² em 10 dias.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Estimativa bottom-up:

• É uma das técnicas mais usadas para estimar as atividades.


• Você decompõe seus pacotes de trabalho em atividades
menores, até detalhar suficientemente para estimar de forma
precisa a atividade.
• Os recursos necessários para o pacote de trabalho é a
somatória dos recursos das atividades que o compõe.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Estimativa de Três Pontos:

• A estimativa de três pontos considera três cenários para estimar


o prazo. As questões a serem feitas são:
• Cenário Otimista: Tudo dará certo. Prazo Otimista (Po)
• Cenário Pessimista: Tudo dará errado. Prazo Pessimista (Pp)
• Cenário Mais Provável: Prazo mais provável (Pmp)

• Fórmula:
Prazo esperado = (Po + 4*Pmp + Pp)/6

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Análise de Reservas:
• É a análise das reservas de contingência de custos e prazos
feitas.
• Ela compara a quantidade residual de reservas com a
quantidade de risco restante a fim de determinar se as reservas
restantes são suficientes.
• Uma maneira simples de calcular a reserva de contingência é
determinar um percentual em relação ao orçamento (custo) e ao
prazo total de uma fase ou do projeto como um todo.
• Esse percentual deve ser determinado baseando-se na sua
análise qualitativa e quantitativa dos riscos.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Custo da Qualidade:
• O custo da qualidade é o custo total incorrido no investimento
em prevenir não conformidade aos requisitos.

• Custos de Conformidade
– Treinamento;
– Documentar processos;
– Equipamento;
– Tempo para executar do modo correto.
• Custos de Não-Conformidade
– Retrabalho;
– Descarte.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Análise de Proposta de Fornecedor:
• A análise de propostas de fornecedores qualificados é muito
importante para validar os custos estimados.
• Quando orçamos inicialmente o projeto ou o pacote de trabalho
adquirido, muitas vezes, não temos o detalhamento e o domínio
necessário sobre o que está sendo adquirido.
• As propostas ajudam a esclarecer questões relacionadas aos
custos.
• Quando o valor das propostas diferem de forma significativa,
pode significar que a declaração de trabalho não está bem
especificada e deve ser revisada.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Estimar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Técnicas de Tomada de Decisões em Grupo:
• Abordagens de equipe tais como brainstorming, técnica Delphi ou
técnicas de grupo nominal são úteis para o engajamento dos membros
da equipe a fim de melhorar a exatidão e o comprometimento com as
estimativas emergentes.
• Ao envolver um grupo estruturado de pessoas que estão próximas da
execução técnica do trabalho no processo de estimativa, informações
adicionais e estimativas mais precisas são obtidas.
• Além disso, quando as pessoas estão envolvidas no processo de
estimativa, o seu compromisso com o alcance das estimativas
resultantes de tal processo aumenta.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


Determinar o Orçamento
GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento
• É o processo de agregação dos custos estimados de
atividades individuais ou pacotes de trabalho para
estabelecer uma linha de base dos custos autorizada.

• O principal benefício deste processo é a determinação da


linha de base dos custos para o monitoramento e controle
do desempenho do projeto.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento
Ferramentas e Técnicas
• Agregação de Custos
• Análise de Reservas
• Opinião Especializada
• Relações Históricas
• Reconciliação dos Limites de Recursos Financeiros

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento
Ferramentas e Técnicas
• Agregação de Custos:

• A agregação de custos é usada para totalizar os custos por pacote de


trabalho conforme a EAP.

• Os softwares de gerenciamento de projetos, como o Microsoft Project e


o DotProject, fazem a agregação dos custos para o GP, totalizando no
maior nível que é o do projeto.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento
Ferramentas e Técnicas
• Relações Históricas:

• As relações históricas são usadas pelas técnicas:


– Estimativa análoga
– Estimativa paramétrica
• Para estimar os custos e os prazos do projeto.

• São analisadas as bases históricas de projetos similares anteriores de


modo a identificar relações entre variáveis do projeto.

• Essas técnicas aumentam a precisão das estimativas e podem ser


aperfeiçoadas ao longo do projeto.
Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto
GESTÃO DE PROJETOS

Determinar o Orçamento
Ferramentas e Técnicas
• Reconciliação dos Limites de Recursos Financeiros:

• Os projetos tem recursos financeiros limitados e precisam ser gastos


de forma efetiva.

• A reconciliação é usada para identificar se os gastos foram feitos


conforme planejado e para evitar grandes variações no fluxo financeiro.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


Controlar os Custos
GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
• É o processo de monitoramento do andamento do projeto
para atualização no seu orçamento e gerenciamento das
mudanças feitas na linha de base de custos.

• O principal benefício deste processo é fornecer os meios


de se reconhecer a variação do planejado a fim de tomar
medidas corretivas e preventivas, minimizando assim o
risco.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Gerenciamento do Valor Agregado:
• Previsão:
• Índice de Desempenho para Término (IDPT):
• Análise de Desempenho:
• Software de Gerenciamento de Projetos:
• Análise de Reservas:

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Gerenciamento do Valor Agregado:

• É uma metodologia que combina escopo, cronograma, e medições de


recursos para avaliar o desempenho e progresso do projeto.

• É um método comumente usado para medição do desempenho dos


projetos.

• Ele integra a linha de base do escopo à linha de base dos custos e à


linha de base do cronograma para formar a linha de base de medição
do desempenho, que ajuda a equipe de gerenciamento do projeto a
avaliar e medir o desempenho e progresso do projeto.
Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto
GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Gerenciamento do Valor Agregado:
ENT: Estimativa no Término
EPT: Estimativa para Terminar
ONT: Orçamento no Término
IDC: Índice de Desempenho de
Custo
IDP: Índice de Desempenho de
Prazo

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Previsão:

• A previsão sempre dependerá da premissa usada em relação ao


desempenho futuro (EPT).

• Você pode basear-se em uma das seguintes premissas:


• EPT será executado conforme o desempenho planejado inicialmente:
ENT = CR + ONT - VA
• EPT será executado conforme o desempenho de custo realizado:
ENT = ONT / IDC
• EPT será executado conforme o desempenho de prazo realizado:
ENT = ONT / IDP
Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto
GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Índice de Desempenho para Término (IDPT):

• É uma métrica de desempenho de custos que deve ser alcançado com


os recursos restantes a fim de cumprir uma meta especificada de
gerenciamento, expressa como a razão do custo para terminar o
trabalho restante em relação ao orçamento restante.

• O IDPT é o índice de desempenho de custos calculado que é


alcançado no trabalho restante para alcançar uma meta de
gerenciamento especificada, como o ONT ou a ENT.

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Índice de Desempenho para Término (IDPT):

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto


GESTÃO DE PROJETOS

Controlar os Custos
Ferramentas e Técnicas
• Análise de Desempenho:

• A análise de desempenho compara a linha de base do cronograma


com o realizado.

• As técnicas mais conhecidas são:


– Análise de variação;
– Método do caminho crítico
– Método da corrente crítica

Unidade 9 – Gerenciando Custos no Projeto