Você está na página 1de 7

Sistemas de Ensino e Organização da Aula 3

Políticas Educacionais
Estrutura da educação
brasileira
Aula 3 Marcos legais
Modalidades da educação
Profa. Dra. Márcia Regina Mocelin básica

Organização do sistema
escolar no Brasil
Educação privada e pública
Contextualização
Funções dos professores
Funções dos conselhos
de educação

A função reguladora dos governos


faz com que existam inúmeros
documentos que regulam a vida
escolar nas suas mais variadas e
diferentes especificidades, e isso Conceitualização
torna a escola integrante da vida
de todos, inclusive daqueles que
nunca se sentaram em um banco
de classe escolar

1
Os Marcos Legais da
Educação Brasileira Princípios da Educação
Básica Brasileira
Constituição Federal de 1988
LDBEN – Lei no 9394/1996
Igualdade de condições
Plano Nacional da Educação para acesso e permanência
– PNE – 2001/2011 na escola
Compromisso Educação para Liberdade de pensamento
Todos – 2007

Garantia de padrão Gestão democrática da educação


de qualidade Respeito à liberdade e apreço
Gratuidade do ensino à tolerância
público em instituições Valorização da experiência
escolares oficiais extraescolar
Valorização dos Vinculação entre a educação,
profissionais da educação as práticas sociais e o trabalho

PNE 2014/2023 Instituições Escolares


Ampliar o investimento público
Escolas estatais (públicas):
em educação pública de forma
a atingir, no mínimo, o patamar • federais
de 7% do Produto Interno • estaduais
Bruto (PIB) do país no quinto • distritais
ano de vigência da lei do PNE
• municipais
e, no mínimo, o equivalente a
10% do PIB ao final do decênio • militares

2
Constituição Federal
Escolas privadas (particulares): “I. igualdade de condições para o
• empresariais (investidores) acesso e permanência na escola;
II. liberdade de aprender, ensinar,
• filantrópicas (sem lucros)
pesquisar e divulgar o pensamento,
• confessionais (religiosas) a arte e o saber; III. [...]
• comunitárias (associações) coexistência de instituições; IV.
• cooperativas (pais) gratuidade do ensino público em
estabelecimentos oficiais”
(BRASIL, 1988, art. 206)

Etapas da Educação Básica Ensino fundamental –


ingresso aos 6 anos com
Educação infantil – duração de 9 anos
para crianças da Ensino médio – duração
primeira e segunda mínima de 3 anos e podendo
infância (0 a 5 anos de chegar a 5 anos na modalidade
idade), não obrigatório educação profissional técnica
de nível médio

Modalidades da
Educação Básica EEI – Educação Escolar
Educação Regular Indígena
EPNEE – Educação de EPT – Educação Profissional
Pessoas com Necessidades e Tecnológica
Educativas Especiais EaD – Educação a Distância
EJA – Educação de Jovens Educação do Campo
e Adultos

3
1932 – Vargas –
Os Níveis e as
Modalidades de Educação primário, ginasial, normal,
Básica – Histórico técnico comercial, rural
e complementar

1820 – Primeira Assembleia 1942 – reforma


Legislativa do Império – Capanema – primário,
primário e ginasial ginasial, normal clássico e
científico, técnico (Senai)

1996 – LDBEN Lei no


1946 – Senac e as escolas
9394/96 – Educação
técnicas federais
básica e Educação superior
1961 – LDBEN Lei no
LDBEN – 1996 – fixou
4024/61 – primário, ginasial
também a EJA, a educação
e profissionalizante
especial e a educação
1971 – lei 5692/71 – institui
diferenciada para as
o primeiro e o segundo graus
populações indígenas

Funções da Escola As Funções dos Professores

Gestão escolar Direitos e deveres


Organização pedagógica Elaboração da proposta
Dialogar com os pais pedagógica

Responsabilidade com a Elaboração do plano de trabalho


documentação escolar Cumprimento da jornada escolar

4
As Funções dos
Participação no planejamento, Conselhos de Educação
avaliação e desenvolvimento
Zelar pela aprendizagem Os sistemas de ensino
do aluno devem possuir conselhos
Estratégias de recuperação de educação:
Gestão escolar articulada • CNE/CEE/CME

Os conselhos possuem
atribuições normativas,
deliberativas e de
Aplicação Prática
assessoramento de
supervisão de atividades
educacionais

Modalidade Educação
de Jovens e Adultos
Quais as diretrizes?
Sistema socioeducativo
para adolescentes de 12 Quais as normas?
a 17 anos de idade em
Quem regulamenta?
conflito com a lei e em
restrição de liberdade

5
Modalidade Educação
a Distância
Por que nem todos os
cursos de graduação
A formação é suficiente
e pós-graduação são
para gerar um
autorizados a fazer parte
aprendizado profissional
dessa rede de EaD?
ético e autônomo?

“Não permitais que nada


seja imutável. Participe
Síntese sempre, atualize-se
sempre, seja um
profissional completo.”

Referências de Apoio
____. Conselhos de educação:
CURY, C. R. J. A fundamentos e funções.
desoficialização do Revista Brasileira de
ensino no Brasil: a Reforma Política e Administração
Rivadávia. Educação & da Educação, Porto Alegre,
Sociedade, Campinas, v. 30, v. 22, n. 1, p. 41-67,
n. 108, p. 717-738, out. 2009. jan./jun. 2006.

6
SAVIANI, D. Da nova LDB
MONLEVADE, J. A. C.
ao novo Plano Nacional
Financiamento da educação na
da Educação: por uma
Constituição Federal e na LDB.
política educacional. 3. ed.
In: BRZEZINSKI, I (Org.).
Rev. Campinas: Autores
LDB interpretada: diversos
Associados, 2000.
olhares se entrecruzam.
____. Educação brasileira:
2. ed. São Paulo: Cortez,
estrutura e sistema. 4. ed.
1998. p. 205-215.
São Paulo: Saraiva, 1983.

Declarações, Decretos,
Lei no 4024/1961 – LDB
Leis, Pareceres
Lei no 5692/1971 – LDB
Declaração mundial sobre
Lei no 9394/1996 – LDBEN
educação para todos
Lei no 10172/2001 – PNE
Constituição Federal de 1988
2001/2010
Decreto no 6094/2007 –
Lei no 11274/2006 – 9 anos
Compromisso Todos Pela
para ensino fundamental
Educação

Lei no 13005/2014 – PNE


2011/2020 ou 2014/2023
Pareceres no 10/2000;
14/1999; 17/2001; 36/2001;
41/2002 – Diretrizes
curriculares das modalidades
da educação básica

Você também pode gostar