Você está na página 1de 41

MODELAGEM DE DADOS

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento

Luiz Leão – luizleao@gmail.com


http://www.luizleao.com
MODELAGEM DE DADOS

Conteúdo Programático
• 4.1 Modelo de Dados Relacional
• 4.2 Chave Primária
• 4.3 Restrições de Integridade
• 4.4 Mapeamento do MER para o Modelo
Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


Modelo de Dados Relacional
MODELAGEM DE DADOS

Modelo de Dados Relacional


• Abordagem de modelagem de dados usada nos sistemas de
gerência de banco de dados do tipo relacional.

• Modelagem em nível lógico (SGBD) e não conceitual.

• Aqui apresentados:
- Conceitos mínimos necessários à compreensão do projeto de bancos
de dados relacionais.

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional


• Tabelas

• Compostas de
- Linhas,
- Colunas,
- Chaves primárias,

• Relacionadas através de
- Chaves Estrangeiras.

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Composição de um Bando de Dados Relacional

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Características de tabelas
• Linhas de uma tabela não estão ordenadas.

• Valor de campo:
- Atômico
- Monovalorado

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Características de Tabelas
• Acesso por quaisquer critérios envolvendo os campos de uma
ou mais linhas.

• Programadores escrevem consultas sem considerar a


existência de caminhos de acesso.

• Caminho de Acesso:
• Estrutura auxiliar (índice, cadeia de ponteiros,...).
- Acelera a recuperação de registros por determinados
critérios;
- Evita a leitura exaustiva de todos registros de um
arquivo.
UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento
MODELAGEM DE DADOS

Chave
• Conceito usado para especificar restrições de integridade
básicas de um SGBD relacional.

• Três tipos:
- Chave Primária;
- Chave Alternativa;
- Chave Estrangeira;

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Primária
• É uma coluna ou uma combinação de colunas cujos valores
distinguem uma linha das demais dentro de uma tabela

• A Chave Primária está para o Modelo Lógico, assim como o


Identificador está para o Modelo Conceitual

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Primária

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Primária - Minimalidade


• A chave primária deve ser mínima

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Estrangeira
• Uma coluna ou uma combinação de colunas, cujos valores
aparecem necessariamente na chave primária de uma tabela

• Mecanismo que permite a implementação de relacionamentos


em um banco de dados relacional.

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Estrangeira

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Estrangeira

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Estrangeira - Validação pelo SGBD


• Na inclusão de uma linha na tabela que contém a chave
estrangeira:
- O valor da chave estrangeira deve aparecer na coluna da
chave primária referenciada.

• Na alteração do valor da chave estrangeira:


- O novo valor de uma chave estrangeira deve aparecer na
coluna da chave primária referenciada.

• Na exclusão de uma linha da tabela que contém a chave


primária referenciada pela chave estrangeira:
- Na coluna chave estrangeira não deve aparecer o valor da
chave primária que está sendo excluída
UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento
MODELAGEM DE DADOS

Chave Estrangeira na Mesma Tabela

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Estrangeira na Mesma Tabela

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Alternativa ou Única


• Mais de uma coluna ou combinações de colunas podem servir
para distinguir uma linha das demais.

• Uma das colunas (ou combinação de colunas) é escolhida


como chave primária.

• As demais colunas ou combinações são denominadas chaves


alternativas.
- (UNIQUE KEY em SQL)

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Chave Alternativa ou Única

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


Mapeamento do MER para o
Modelo Relacional
MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot


• Conhecida também como “Pé de Galinha”

• Notação amplamente utilizada em modelos lógicos

• Usaremos no MySQLWorkbench

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Peter Chen

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

http://rotadosconcursos.com.br/sistema/public/imagens_provas/2712/255.gif

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

Os atributos do
relacionamento serão
armazenados em
uma tabela auxiliar
http://rotadosconcursos.com.br/sistema/public/imagens_provas/2712/255.gif

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot


A tabela gerada pelo
relacionamento N:M
entre 2 tabelas é
conhecida como
“Entidade Fraca”,
pois ela não existirá
no modelo de outra
forma que não seja
http://rotadosconcursos.com.br/sistema/public/imagens_provas/2712/255.gif
pela existência dessa
relação

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Notação Crow’s Foot

Sua chave primária


será composta pelas
http://rotadosconcursos.com.br/sistema/public/imagens_provas/2712/255.gif
chaves das tabelas
que a constituíram

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento


MODELAGEM DE DADOS

Exercício
• Você foi convidado a elaborar um banco de dados para uma loja de material
de escritório que deseja registrar informações sobre vendas de materiais.

• De acordo com o solicitado pela loja, para cada venda você deverá
armazenar o código, CNPJ, nome, endereço do cliente para o qual fez a
venda, o número da nota fiscal, a data da venda, o valor do desconto
http://rotadosconcursos.com.br/sistema/public/imagens_provas/2712/255.gif
concedido, o endereço de entrega e o código, nome, descrição e preço de
tabela dos materiais que foram vendidas, as quantidades vendidas com os
preços praticados para cada tipo de material.

• Note que para um mesmo cliente pode realizar várias vendas e um mesmo
tipo de material pode ser vendido diversas vezes.

• Utilizando seus conhecimentos sobre bancos de dados, elabore o modelo


de entidades e relacionamentos (MER).

UNIDADE 4 – Modelo Entidade-Relacionamento