Você está na página 1de 10

PROCEDIMENTO CONCURSAL: comum para preenchimento de 1 (um) posto de trabalho na

modalidade de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado na carreira e categoria
de Técnico Superior, na área de Sociologia no Trabalho, na dependência do Núcleo de Recursos
Humanos.
NOME: ………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
Nº BI/CC: …………………………………………

ASSINATURA DO VIGILANTE: ……………….……………………………

Data: 26 de maio de 2017

PROVA DE CONHECIMENTOS
ANTES DE RESPONDER, LEIA ATENTAMENTE O SEGUINTE

INFORMAÇÕES
a) A prova tem a duração de 90 minutos.
b) É adotada uma escala de 0 a 20 valores, considerando-se a valoração até às centésimas.
c) A prova é constituída por 30 perguntas de escolha múltipla, cada uma valendo de valor
(0,(6)). Em cada uma delas, só uma alternativa está correta. Cada resposta correta é pontuada
com de valor, descontando do valor de cada questão (ou seja, X , isto é 0,(2)
de valor) por cada resposta errada até ao limite de 0 valores.
d) Observe o exemplar da prova que recebeu, verifique se está completo e se termina com a
palavra FIM.
e) No caso de não dispor de um exemplar correto, dirija-se ao vigilante, para que lhe seja feita a
troca por um outro, pois se alguma questão estiver em falta, o candidato será avaliado como
se não tivesse respondido.

NORMAS
a) Preencha o cabeçalho do enunciado e o da grelha de respostas, com os elementos solicitados.
b) Para responder às questões, utilize a grelha de respostas, que se encontra na parte final do
enunciado, colocando uma cruz (X) no quadrado correspondente à resposta correta.
c) Não é permitida a consulta de qualquer bibliografia durante a realização da prova.
a) Não se aceitam folhas de rascunho.
b) Só são avaliadas as provas escritas a tinta azul ou preta.
c) Está interdita a utilização de tinta corretora.
d) Qualquer resposta alterada, deverá esta completamente escurecida ou riscada.
e) O nome do candidato só deve constar no cabeçalho, sendo proibido rubricar ou acrescentar
sinais que personalizem a prova.
O NÃO CUMPRIMENTO DE QUAISQUER DAS NORMAS ACIMA REFERIDAS IMPLICA A ANULAÇÃO
TOTAL OU PARCIAL DA PROVA DE CONHECIMENTOS
RESERVADO PARA O JÚRI

Data: 26 de maio de 2017


PROVA DE CONHECIMENTOS

Classificação: ( )…………………………………..…………………………..
Júri: ………………………………………………………………………………………..

COLOQUE UMA CRUZ (X) NO QUADRADO CORRESPONDENTE À RESPOSTA CORRETA, NA GRELHA


DE RESPOSTAS QUE SE ENCONTRA NO FINAL DO ENUNCIADO

1. Constituem atribuições da freguesia a promoção e salvaguarda dos interesses próprios das


respetivas populações, em articulação com o município, dispondo as freguesias de atribuições,
entre outros, nos seguintes domínios:
A. Equipamento rural e urbano, energia, educação, cuidados primários de saúde.
B. Ordenamento urbano e rural, proteção civil, polícia municipal e proteção da comunidade.
C. Proteção civil, proteção da comunidade, abastecimento público e cuidados primários de
saúde.
D. Abastecimento público, ação social, energia e cooperação externa.

2. Nas freguesias, a contração de empréstimos e as aberturas de crédito são da competência:


A. Da junta de freguesia.
B. Da junta de freguesia com autorização prévia da assembleia de freguesia.
C. Da junta de freguesia com autorização prévia da assembleia municipal.
D. Da assembleia de freguesia, sob proposta do presidente da junta de freguesia.

3. A denominação das praças e ruas das localidades e das povoações:


A. É da competência da junta de freguesia.
B. É da competência da assembleia de freguesia, sob proposta do presidente da junta de
freguesia.
C. É da competência da assembleia municipal, competindo à junta de freguesia a emissão de
parecer.
D. É da competência da câmara municipal, competindo à junta de freguesia a emissão de parecer.

4. O licenciamento de atividades ruidosas de caráter temporário que respeitem a festas populares,


romarias, feiras, arraiais e bailes é da competência:
A. Da junta de freguesia.
B. Do presidente da câmara municipal, sob proposta do presidente da junta de freguesia.
C. Da assembleia de freguesia, sob proposta do presidente da junta de freguesia.
D. Do presidente da câmara municipal.

Página 2 de 10
5. A gestão dos recursos humanos ao serviço da freguesia, compete:
A. À assembleia de freguesia.
B. Ao presidente da junta de freguesia.
C. Ao presidente da câmara municipal.
D. À junta de freguesia.

6. No que respeita à participação dos presidentes das juntas de freguesia nas reuniões das
assembleias municipais:
A. Os encargos derivados da participação são suportados pelo orçamento dos municípios
respetivos.
B. Os encargos derivados da participação são suportados pelo orçamento da junta de freguesia.
C. Não há nunca que suportar encargos derivados da participação.
D. Os encargos derivados da participação são suportados pelo município e pela junta de freguesia
em partes iguais.

7. Nas freguesias com mais de 5000 eleitores e até 20000 eleitores, os membros dos órgãos
executivos que não exerçam as respetivas funções em regime de permanência ou de meio
tempo:
A. Os presidentes de junta serão dispensados das suas atividades profissionais, mediante aviso
antecipado à entidade empregadora, para o exercício de atividades no respetivo órgão, até
trinta e duas horas semanais, mas os outros membros não têm dispensa.
B. Nunca serão dispensados das suas atividades profissionais.
C. Serão dispensados das suas atividades profissionais, mediante aviso antecipado à entidade
empregadora, para o exercício de atividades no respetivo órgão, os presidentes de junta até
trinta e duas horas mensais, e dois membros, até vinte e quatro horas mensais.
D. Serão dispensados das suas atividades profissionais, mediante aviso antecipado à entidade
empregadora, para o exercício de atividades no respetivo órgão, os presidentes de junta sem
limite de tempo, e dois membros, até vinte e quatro horas mensais.

8. O vínculo de emprego público reveste as seguintes modalidades:


A. Contrato de trabalho em funções públicas, contrato de prestação de serviço e nomeação.
B. Contrato de tarefa e contrato de avença.
C. Contrato de trabalho em funções públicas, nomeação, comissão de serviço.
D. Contrato de trabalho em funções públicas, contrato de tarefa, comissão de serviço.

9. Os contratos de prestação de serviço para o exercício de funções públicas em que exista


subordinação jurídica do trabalhador, são:
A. Nulos, não podendo dar origem à constituição de um vínculo de emprego público.
B. Nulos, pelo que dão origem à constituição de um vínculo de emprego público permanente.

Página 3 de 10
C. Válidos, se forem celebrados por escrito, mas não dão origem à constituição de um vínculo de
emprego público.
D. Válidos, se forem celebrados com autorização da Inspeção Geral de Finanças.

10. Em regra, nos órgãos e serviços da administração pública as alterações aos mapas de pessoal
que impliquem um aumento do número de postos de trabalho:
A. Carecem de cabimento orçamental, reconhecido pelo membro do Governo responsável pela
área das finanças.
B. Carecem de autorização prévia do membro do Governo de que dependa o seu órgão ou
serviço.
C. Não carecem de autorização prévia governamental, mas devem ter cabimento orçamental.
D. Carecem de autorização prévia do membro do Governo de que dependa o seu órgão ou
serviço, de cabimento orçamental e do reconhecimento da sua sustentabilidade futura pelo
membro do Governo responsável pela área das finanças.

11. A celebração de contratos de tarefa e avença por órgãos ou serviços da administração pública:
A. Apenas pode ter lugar quando se trate de execução de obra ou projeto de duração não
superior a um ano, seja observado o regime legal de aquisição de serviços e seja comprovada
pelo prestador de serviço a regularidade da sua situação fiscal e perante a segurança social.
B. Apenas pode ter lugar quando se trate de execução de trabalho subordinado para a qual se
revele inconveniente o recurso a qualquer modalidade de emprego público, seja observado o
regime legal de aquisição de serviços e seja comprovada pelo prestador do serviço a
regularidade da sua situação fiscal e perante a segurança social.
C. Apenas pode ter lugar quando se trate de execução de trabalho não subordinado, para o qual
se revele impossível o recurso a qualquer modalidade de vínculo de emprego público.
D. Apenas pode ter lugar quando se trate de execução de trabalho não subordinado, para o qual
se revele inconveniente o recurso a qualquer modalidade de vínculo de emprego público, seja
observado o regime legal de aquisição de serviços e seja comprovada a regularidade da sua
situação fiscal e perante a segurança social.

12. O período experimental no contrato de trabalho em funções públicas tem a duração de:
A. 120 dias para todos os trabalhadores.
B. 90 dias para os assistentes operacionais, 180 dias para os assistentes técnicos e 360 dias para
os técnicos superiores.
C. 180 dias para os assistentes operacionais, 240 dias para os assistentes técnicos e 360 dias para
os técnicos superiores.
D. 90 dias para os assistentes operacionais, 180 dias para os assistentes técnicos e 240 dias para
os técnicos superiores.

Página 4 de 10
13. As carreiras gerais dos trabalhadores em funções públicas são as seguintes:
A. Encarregado geral, encarregado e assistente operacional.
B. Técnico qualificado, assistente técnico e assistente operacional.
C. Técnico superior, assistente técnico e assistente auxiliar.
D. Técnico superior, assistente técnico e assistente operacional.

14. A mobilidade dos trabalhadores em funções públicas reveste as seguintes modalidades:


A. Mobilidade na categoria e mobilidade intercarreiras ou categorias.
B. Mobilidade interfunções e mobilidade geográfica.
C. Mobilidade na categoria e mobilidade na retribuição.
D. Mobilidade para categoria superior e mobilidade para categoria inferior.

15. O período de funcionamento de um órgão ou serviço:


A. Deve ser idêntico em termos de duração ao período de atendimento ao público.
B. Deve ser superior em termos de duração ao período de atendimento ao público.
C. Pode ser idêntico ou inferior em termos de duração ao período de atendimento ao público.
D. Pode ser idêntico ou superior em termos de duração ao período de atendimento ao público.

16. O horário flexível:


A. É o que permite ao responsável de um serviço gerir os tempos de trabalho do trabalhador em
funções públicas, determinando as horas de entrada e de saída.
B. É o que permite ao trabalhador de um serviço gerir os seus tempos de trabalho, determinando
as horas de entrada e de saída.
C. É o que permite ao responsável do serviço fixar o horário de trabalho do trabalhador em
funções públicas no início de cada mês.
D. Não é legalmente permitido no trabalho em funções públicas.

17. A meia jornada de trabalho:


A. Consiste na prestação de trabalho num período reduzido em metade do período normal de
trabalho diário a tempo completo, determinando a contagem do tempo de serviço para efeito
de antiguidade reduzida em 50 por cento.
B. Consiste na prestação de trabalho em metade do período normal de trabalho diário a tempo
completo em todos os dias da semana, sem prejuízo da contagem integral do tempo de serviço
para efeito de antiguidade.
C. Consiste na prestação de trabalho num período reduzido em metade do período normal de
trabalho diário a tempo completo, sem prejuízo da contagem integral do tempo de serviço
para efeito de antiguidade.
D. A meia jornada de trabalho não é permitida no trabalho em funções públicas.

Página 5 de 10
18. No que se refere ao acréscimo remuneratório devido por prestação de trabalho suplementar:
A. O mesmo pode ser substituído por descanso compensatório por decisão do trabalhador.
B. O mesmo pode ser substituído por descanso compensatório por decisão do responsável do
serviço que ordenou a prestação de trabalho suplementar.
C. O mesmo pode ser substituído por descanso compensatório por acordo entre o empregador
público e o trabalhador.
D. O mesmo nunca pode ser substituído por descanso compensatório.

19. Sem prejuízo do direito das associações sindicais, as assembleias de trabalhadores de um órgão
ou serviço da Administração Pública:
A. Não podem deliberar o recurso à greve.
B. Podem deliberar o recurso à greve desde que, entre outras condições, pelo menos um terço
dos trabalhadores do órgão ou serviço participe na votação e a declaração de greve seja
aprovada por voto secreto por dois terços dos votantes.
C. Podem deliberar o recurso à greve desde que, entre outras condições, a maioria dos
trabalhadores participe na reunião e a declaração de greve seja aprovada por voto secreto
pela maioria dos votantes.
D. Podem deliberar o recurso à greve desde que, entre outras condições, a totalidade dos
trabalhadores do órgão ou serviço manifeste o seu acordo.

20. Quando seja apresentado requerimento, petição, reclamação ou recurso a órgão


incompetente:
A. O órgão recetor envia oficiosamente o documento ao órgão titular da competência, disso
notificando o particular, valendo a data da receção do documento pelo órgão competente
para efeitos da sua tempestividade.
B. O órgão recetor notifica o particular da irregularidade no prazo de cinco dias, com a indicação
de qual é o órgão competente, devolvendo o documento.
C. O pedido é indeferido com base na incompetência do órgão recetor, e o particular é disso
notificado.
D. O órgão recetor envia oficiosamente o documento ao órgão titular da competência, disso
notificando o particular, valendo a data da apresentação inicial para efeitos da sua
tempestividade.

21. A criação da freguesia do Areeiro resultou da fusão das seguintes freguesias do concelho de
Lisboa:
A. São Manuel, São José e Coração de Jesus.
B. Mártires, Sacramento e São João de Deus.
C. Alto do Pina e São João de Deus.
D. Santo Condestável e Santa Isabel.

Página 6 de 10
22. Podem promover a constituição de Gabinetes de Inserção Profissional:
A. As seguintes entidades, públicas e privadas, sem fins lucrativos: autarquias locais, instituições
particulares de solidariedade social, associações de dinamização e desenvolvimento local,
associações para a integração de imigrantes e minorias étnicas.
B. As seguintes entidades, públicas e privadas, sem fins lucrativos: autarquias locais, instituições
particulares de solidariedade social, associações de dinamização e desenvolvimento local,
associações para a integração de imigrantes e minorias étnicas e associações empresariais.
C. Entidades privadas com fins lucrativos e apenas estas.
D. As seguintes entidades, públicas ou privadas, sem fins lucrativos: autarquias locais, instituições
particulares de solidariedade social, associações de dinamização e desenvolvimento local,
associações para a integração de imigrantes e minorias étnicas, associações empresariais e
associações sindicais.

23. No exercício das suas atribuições, o Gabinete de Inserção Profissional (GIP):


A. Não pode dar apoio à inscrição online dos candidatos a emprego.
B. Pode fazer ações de apoio à procura ativa de emprego e também pode promover o
desenvolvimento da capacidade empreendedora dos candidatos a emprego.
C. Pode fazer ações de apoio à busca ativa de emprego, mas não pode promover o
desenvolvimento da capacidade empreendedora dos candidatos a emprego, uma vez que o
GIP não é um estabelecimento de ensino ou de formação profissional.
D. Não pode fazer o controlo da apresentação periódica dos beneficiários das prestações de
desemprego.

24. O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), na sua relação com o GIP:
A. Concede apoio técnico que inclui a disponibilização de instrumentos técnicos de apoio ao
desenvolvimento das atividades contratualizadas, mas não inclui a formação dos animadores.
B. Concede apoio técnico que inclui a disponibilização de instrumentos de informação para
divulgação junto dos desempregados, mas não inclui a disponibilização de acesso a sistema de
informação para apoio às funções do animador e acompanhamento da atividade do GIP.
C. Não concede apoio técnico.
D. Concede apoio técnico que inclui a formação de animadores.

25. O funcionamento do Gabinete de Inserção Profissional e o respetivo nível de execução


contratual é avaliado regularmente pelo IEFP, em consequência do que:
A. Os apoios atribuídos podem ser reduzidos em qualquer momento da vigência do contrato, se
for verificado que a execução é inferior à contratualizada.
B. Os apoios atribuídos nunca podem ser reduzidos.
C. Os apoios atribuídos poderão ser reduzidos no final do prazo contratualizado.
D. Os apoios atribuídos podem ser reduzidos em qualquer momento da vigência do contrato, mas
apenas se se verificar que a execução é inferior em mais de 50 por cento à contratualizada.

Página 7 de 10
26. Nas freguesias, para efeitos da aplicação do Sistema Integrado de Avaliação do Desempenho na
Administração Pública (SIADAP), a referência ao dirigente máximo do serviço considera-se feita:
A. Ao presidente da junta de freguesia.
B. À junta de freguesia.
C. À assembleia de freguesia.
D. Ao presidente da câmara municipal.

27. As modalidades de despedimento previstas no Código do Trabalho são as seguintes:


A. Despedimento por facto imputável ao trabalhador, despedimento coletivo, despedimento por
extinção do posto de trabalho e despedimento por invocação do período experimental.
B. Despedimento por facto imputável ao trabalhador, despedimento coletivo, despedimento por
inadaptação e despedimento por acordo entre o empregador e o trabalhador.
C. Despedimento por facto imputável ao trabalhador, despedimento coletivo, despedimento por
inadaptação e despedimento por caducidade do contrato a termo.
D. Despedimento por facto imputável ao trabalhador, despedimento coletivo, despedimento por
inadaptação e despedimento por extinção do posto de trabalho.

28. Cessando o contrato de trabalho, o Código do Trabalho prevê que devem ser entregues ao
trabalhador:
A. Um certificado de trabalho, indicando a data de admissão e a data de cessação do contrato,
bem como o cargo ou cargos desempenhados, além de outros documentos para fins oficiais
quando solicitados pelo trabalhador.
B. Um certificado de trabalho, indicando a data da cessação do contrato, mas não a data da
admissão, a não ser que o trabalhador o solicite, além de outros documentos para fins oficiais
quando solicitados pelo trabalhador.
C. Um certificado do trabalho, indicando a data da admissão e a data da cessação do contrato,
bem como o cargo ou cargos desempenhados e as respetivas avaliações de desempenho, além
de outros documentos para fins oficiais quando solicitados pelo trabalhador.
D. Um certificado de trabalho, indicando a data da admissão e a data da cessação do contrato,
bem como o cargo ou cargos desempenhados e o registo disciplinar do trabalhador, além de
outros documentos para fins oficiais quando solicitados pelo trabalhador.

29. No Código do Trabalho considera-se despedimento coletivo a cessação de contratos de


trabalho promovida pelo empregador que, no caso das grandes empresas, abranja, simultânea
ou sucessivamente:
A. 5 trabalhadores.
B. 10 trabalhadores.
C. 20 trabalhadores.
D. 100 trabalhadores.

Página 8 de 10
30. No Código do Trabalho, prevê-se que o trabalhador pode fazer cessar o contrato de trabalho
por sua vontade, por comunicação escrita enviada ao empregador:
A. A qualquer momento e com efeitos imediatos, sem necessidade de invocar qualquer motivo e
sem obrigação de indemnizar o empregador.
B. Com a antecedência mínima de 30 ou 60 dias, no caso de contrato de trabalho por tempo
indeterminado, conforme o trabalhador tenha até dois ou mais de dois anos de antiguidade e
sem necessidade de invocar qualquer motivo.
C. Com a antecedência mínima de 60 dias, no caso de contrato por tempo indeterminado e sem
necessidade de invocar qualquer motivo.
D. Sem necessidade de aviso prévio, mas sempre necessitando de invocar um motivo justificativo
fundado na violação dos direitos do trabalhador.

FIM

Página 9 de 10
PROCEDIMENTO CONCURSAL: comum para preenchimento de 1 (um) posto de trabalho na modalidade de
relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado na carreira e categoria de Técnico Superior,
na área de Sociologia no Trabalho, na dependência do Núcleo de Recursos Humanos.
NOME: …………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………
Nº BI/CC: …………………………………………

ASSINATURA DO VIGILANTE: ……………….………………………………………

Data: 26 de maio de 2017

GRELHA DE RESPOSTAS

A B C D
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30