Você está na página 1de 2

FESTA DE N. SRA. DA CONCEIÇÃO 3.

Tu marchas à nossa frente, és força, caminho


S. JOSÉ DE PRINCESA e luz. Vem logo salvar teu povo, não tardes,
Senhor Jesus.
1- ENTRADA
Vem, meu povo, vem cantar! Vem meu 4- ACLAMAÇÃO
povo, celebrar as misericórdias do
Senhor. (2x) Com Maria, mãe de amor, Palavra de salvação somente o céu tem
vem meu povo, proclamar as pra dar. Por isso meu coração se abre
misericórdias do Senhor. para escutar.
- A casa de Israel agora o diga: o seu amor é Por mais difícil que seja seguir, Tua palavra
para sempre. A casa de Aarão agora o diga: o queremos ouvir, Por mais difícil de se praticar
seu amor é para sempre. A Igreja reunida agora Tua palavra queremos guardar.
o diga: o seu amor é para sempre. Quem teme o
Senhor agora o diga: o seu amor é para sempre. 5- ACLAMAÇÃO 2
- Ao Pai, o Criador, a louvação, pois seu amor é
para sempre. Ao Filho, o Salvador, a louvação, ALELUIA, ALELUIA! (bis)
pois seu amor é para sempre. Ao Espírito, que - UMA VIRGEM CONCEBERÁ,
é Santo o louvor, pois seu amor é para sempre. E UM FILHO NOS DARÁ, DEUS CONOSCO
Ao Deus, que é Uno e Trino, o louvor: pois seu EMANUEL
amor é para sempre.
6 – LADAINHA
2- ENTRADA
Salve Maria, tu és a estrela virginal de Mãe de Deus, clamamos a vós
Nazaré. És a mais bela entre as - Os coros dos anjos vos louvam. Maria,
mulheres, cheia de graça, esposa de clamamos a vós. Saúdam-vos todos os santos.
José. (Bis) O mundo dos astros vos louva. A santa Igreja
1. O Anjo Gabriel foi enviado/ à vilazinha de vos louva. Os homens na terra vos louvam. Mãe
Nazaré / pra dar um recado, lá do céu, àquela de Deus, clamamos a vós
moça que casara com José. - Vós sois medianeira das graças. Sois sede da
2. Maria, ao ver o Anjo, se espantou, e o Anjo sabedoria. Sois Mãe da eterna beleza. Sois Mãe
disse: "nada a temer!", pois ela tem cartaz lá do perpétuo socorro. Sois Mãe do amor
pelo céu e o próprio Deus, um dia, dela irá verdadeiro. Mãe de Deus, clamamos a vós
nascer. - Vós sois a alegria dos santos. Dos mártires sois
3. Maria acha difícil esta mensagem, e o Anjo a Rainha. Vós sois a Rainha dos justos. Vós sois
afirma que Deus fará; e sua prima Izabel, o socorro na luta. Da paz sois de toda a virtude.
embora velha, vai ter um filho que João se Mãe de Deus, clamamos a vós
chamará. - Vós sois o refúgio nas dores. Vós sois o auxílio
4. Maria fez-se escrava do Senhor e apresentou- do povo. Vós sois dos enfermos saúde. Consolo
se para a missão de ser a Imaculada Mãe de dos desamparados. Na morte sois nossa
Deus, contribuindo para a nossa salvação. esperança. Mãe de Deus, clamamos a vós

3- ENTRADA 7- OFERTÓRIO I
Pão e vinho apresentamos com louvor /
1. Senhor, vem salvar teu povo das trevas da e pedimos o teu Reino: “vem, Senhor!”
escuridão. Só Tu és nossa esperança, és nossa (bis)
libertação. - Pão e vinho repartidos entre irmãos / são o
Vem Senhor! Vem nos salvar, com teu laço da unidade do teu povo. Nossas vidas são
povo vem caminhar! (BIS) também pequenos grãos, que contigo vão
2. Contigo o deserto é fértil, a terra se abre em formar o homem novo.
flor; Da rocha brota água viva, da terra nasce - Eis aqui a nossa luta, dia a dia, pra ganhar com
esplendor. o trabalho nosso pão. Mas tu és o alimento da
alegria, que dos pobres fortalece o coração.
- Vem, Senhor, vem caminhar à nossa frente, - Povo de Deus, foi assim / Da verdade jamais
vem conosco toda terra transformar. E no se afastou/ Veio a morte e ficou nosso pão /
mundo libertado e transparente, os irmãos à Visitou-nos e espera por nós! Mãe do Senhor,
mesma mesa vão sentar. nossa mãe / Nós queremos contigo aprender a
verdade, a firmeza, o perdão E seguir o teu filho
8- OFERTÓRIO II que diz.
1- As nossas mãos se abrem mesmo na luta e
na dor / e trazem pão e vinho para esperar o 11 - COMUNHÃO
Senhor. - Desde o princípio, antes mesmo que a terra
Deus ama os pobres e se fez pobre começasse a existir, o Verbo estava junto a
também. Desceu a terra e fez pousada Deus. Veio ao mundo e pra não abandonar-nos,
em Belém nesta viagem nos deixou todo a si mesmo como
2- As nossas mãos se elevam para num gesto de Pão.
amor retribuir a vida que vem das mãos do Verbum caro factum est. Verbum panis
Senhor. factum est. (bis).
3- As nossas mãos se encontram na mais E aqui partes o teu pão em meio a nós. Todo
fraterna união façamos deste mundo a grande aquele que comer, não terá mais fome E aqui
casa do pão. vive tua Igreja em torno a Ti. Onde se
encontrará, a morada eterna.
9- SANTO - Desde o princípio quando o universo foi
Nosso Deus Senhor é Santo, Santo, Santo! Do criado da escuridão, o Verbo estava junto a
universo criador, Santo , Santo! Céus e terra Deus. Veio ao mundo rico em misericórdia,
alegres cantam: Santo, Santo! E nós cantemos Deus mandou o Filho seu a todo a si mesmo
seu louvor, Santo é o Senhor! como Pão.
Lá no céu e aqui na terra: Hosana, Hosana!
Bendito seja o Senhor, Hosana Hosana! Nosso 12 - PÓS-COMUNHÃO
rei e nosso Deus, Hosana, Hosana! A Ele glória Ave Maria / Mãe abençoada, virgem imaculada
e louvor, Hosana ao Senhor! / És santa semente do amor! Maria, mãe de
Bendito aquele que vem! Hosana, Amém Deus És cheia de graça! Santo é o fruto do teu
ventre Jesus! Ave Maria, Ave Maria, Maria /
10 - COMUNHÃO Que concebeu amor / Em Cristo nosso Senhor
- Povo de Deus foi assim / Deus cumpriu a / Madre generosa / Rogai por nós / Os
palavra que diz: "Uma virgem irá conceber"/ E pecadores, Mãe querida! Amém! Amém!
a visita de Deus me fez mãe, mãe do Senhor /
Nossa mãe, nós queremos contigo aprender / A 13 - FINAL
humildade, a confiança total, e escutar o teu Hoje os anjos cantam glória nas alturas / são
filho que diz. Senta comigo à minha mesa, poemas laureados de emoção / são tributos e
nutre a esperança, reúne os irmãos! homenagens que se entoam a exelça Imaculada
Planta meu reino, transforma a terra, Conceição.
mas que coragem, tens minha mão! Salve dos céus exelça virgem / salve ó santa
- Povo de Deus foi assim: Nem montanha ou mãe dos pecadores / recebei nossos tributos e
distância Qualquer / me impediu de servir e homenagens / aceitai, aceitai nossos louvores.
sorrir /Visitei com meu Deus, fui irmã, mãe do Lá nas praias onde o vento murmureja / onde é
Senhor Nossa mãe, nós queremos contigo doce e mais tranqüila a viração / canta o brado
aprender desapego, bondade Teu sim, e acolher junto a lira suas preces / a exelça Imaculada
o teu filho que diz. Conceição.
- Povo de Deus, foi assim: Meu menino cresceu Quando pura rompe aurora seus primores / são
e entendeu /Que a vontade do pai conta mais poemas laureados de emoção / são tributos e
/E a visita foi Deus quem nos fez mãe do Senhor homenagens que se entoa / a exelça Imaculada
/ Nossa mãe, nós queremos contigo aprender a Conceição.
justiça, a vontade do pai Entender o teu filho
que diz.