Você está na página 1de 5

FACULDADE INDEPENDENTE DO NORDESTE

ENGENHARIA CIVIL 5º​ ​SEMESTRE

Importância da Administração para a engenharia civil

Raphael de Sousa Santos Alves

Vitoria da Conquista / BA

2018
Importância da Administração para a engenharia civil

1. Introdução
A relação entre a engenharia civil e a administração é um tema muito discutido entre
especialistas na educação e profissionais já formados no ramo da engenharia, que muitas
vezes possuem dificuldades em exercer sua função por possuir apenas o conhecimento
técnico, tendo dificuldades em conceitos relacionados às ciências humanas. O mercado de
trabalho procura profissionais que não tenham apenas o conhecimento técnico, pois é
pressuposto que todos os profissionais formados já o possuem, mas também conhecimentos
nas ciências humanas, sociais e gerenciais, que são amplamente desenvolvidas no estudo da
administração. ​(CARDOSO; VICENTI; DOMINGUES, 2005)

2. importância da administração
Administração, é uma palavra oriunda do latim, que significa direção ou gerência. O
administrador não é um profissional responsável por gerenciar algum setor de uma empresa
ou organização, mas aquele que deve conhecer as funções de toda a estrutura organizacional
entendendo as funcionalidades que cada processo dentro da gestão, sabendo utilizar todos os
seus recursos, sejam eles, materiais, humanos ou financeiros. ​(AVILA, 20--)
A função de um administrador se resume em quatro etapas, sendo elas: o
planejamento, a organização, a direção e o controle. O planejamento resulta em formular
todos os objetivos e os meios para alcançá-los, sabendo utilizar todos os recursos disponíveis
de forma eficiente. (BASTOS, 2013)
A Organização é o processo destinado a designar todas as funções, gerenciar os
recursos disponíveis, e coordenar todas as atividades, a organização é importante para
obtenção dos resultados planejados. (BASTOS, 2013)
A direção é saber gerenciar todos os recursos humanos presentes na organização,
designando funções a todas as pessoas, de acordo com o plano pré estabelecido na etapa de
planejamento, a fim de garantir todos os objetivos esperados, garantindo um ambiente de
trabalho agradável e produtivo para todos os funcionários. (BASTOS, 2013)
O controle é a etapa que se compara o desempenho atual de todo o processo, com os
dados adquiridos na etapa de planejamento, para estabelecer as devidas alterações a fim de
garantir a melhor eficiencia possivel, tornando o processo mais eficiente. (BASTOS, 2013)

3. Eng. Civil e Administração


A engenharia demanda muitos conhecimentos em diversas áreas para a sua aplicação,
sendo eles, o conhecimento criativo, científico, técnico, tecnológico, econômico, e gestão dos
recursos, sendo fortemente associado ao papel de direcionar diversas atividades humanas,
sendo o responsável por todo processo produtivo. (Sacadura, 1999, p. 18 e 19)
Caso os conceitos adquiridos com o estudo da administração, não forem aplicados de
forma adequada, o controle do processo se tornará totalmente ineficiente, trazendo prejuízos
em diversos âmbitos, resultado em prejuízos com o produto final. ​(AVILA, 20--)
Segundo a resolução nº 1.010, de 22.08.2005, a lei federal nº5.194 publicada em
24.12.1966 e na resolução nº218 publicada em 20.07.1973, o engenheiro é responsável por:
(AVILA, 20--)
❖ Atividade 01 - Gestão, supervisão, coordenação, orientação técnica;
❖ Atividade 02 - Coleta de dados, estudo, planejamento, projeto, especificação;
❖ Atividade 03 - Estudo de viabilidade técnico-econômica e ambiental;
❖ Atividade 04 - Assistência, assessoria, consultoria;
❖ Atividade 05 - Direção de obra ou serviço técnico;
❖ Atividade 06 - Vistoria, perícia, avaliação, monitoramento, laudo, parecer
técnico, auditoria, arbitragem;
❖ Atividade 07 - Desempenho de cargo ou função técnica;
❖ Atividade 08 - Treinamento, ensino, pesquisa, desenvolvimento, análise,
experimentação, ensaio, divulgação técnica, extensão;
❖ Atividade 09 - Elaboração de orçamento;
❖ Atividade 10 - Padronização, mensuração, controle de qualidade;
❖ Atividade 11 - Execução de obra ou serviço técnico;
❖ Atividade 12 - Fiscalização de obra ou serviço técnico;
❖ Atividade 13 - Produção técnica e especializada;
❖ Atividade 14 - Condução de serviço técnico;
❖ Atividade 15 - Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo
ou manutenção;
❖ Atividade 16 - Execução de instalação, montagem, operação, reparo ou
manutenção;
❖ Atividade 17 – Operação, manutenção de equipamento ou instalação; e
❖ Atividade 18 - Execução de desenho técnico.
Para gerir todas essas responsabilidades, é preciso utilizar de diversos métodos
administrativos, pois além de garantir um produto final de qualidade, o engenheiro, precisa
gerenciar todos os recursos humanos, trazendo um ambiente produtivo adequado para o
trabalho, os recursos financeiros, permitindo que o orçamento original seja respeitado, a fim
de garantir o lucro final planejado, e também gerenciar os recursos materiais, sabendo gerir o
seu estoque, e a utilização adequada destes materiais, a fim de reduzir o desperdício, tudo isso
dentro do prazo estipulado. (AVILA, 20--)
logo, fica evidente a importância da administração dentro da engenharia, a fim de
garantir a melhor eficiência do processo produtivo, na gestão dos recursos e na qualidade do
serviço, sendo responsável judicialmente por todos os problemas que venham a ocorrer
devido a falta correta administração. Segundo Pereira (1997, p.55) “individualmente o
engenheiro cumpre justamente o importante papel de agente que processa e externa vontades
coletivas”. (AVILA, 20--)

4. Referencial Bibliográfico
CARDOSO, Rodrigo dos Santos; VICENTI, Terezinha; DOMINGUES, Maria J.c. de
Souza. ​IMPORTÂNCIA DA DISCIPLINA ADMINISTRAÇÃO NOS CURSOS DE
ENGENHARIA DA FURB. ​2005. Disponível em:
<https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/97151/Rodrigo e
TEREZINHA VICENTI.pdf?sequence=3&isAllowed=y>. Acesso em: 14 fev. 2018.

AVILA, Antonio Victorio. ​A ADMINISTRAÇÃO DA CONSTRUÇÃO. ​20--.


Disponível em: <http://pet.ecv.ufsc.br/arquivos/apoio-didatico/ECV5307 - Gerência.pdf>.
Acesso em: 14 fev. 2018.

BASTOS, Marcelo. ​ADMINISTRAÇÃO GERAL: CONCEITOS E FUNÇÕES.


2013. Disponível em:
<http://www.portal-administracao.com/2013/10/administracao-geral-especial.html>. Acesso
em: 14 fev. 2018.6
PEREIRA, Luiz Teixeira do Vale; BAZZO, Antonio Walter. ​Ensino de engenharia:
na busca do seu aprimoramento.​ Florianópolis: Ed. da UFSC, 1997.167p.

SACADURA, Jean-François. ​A formação dos engenheiros no limiar do terceiro


milênio. In: LINSINGEN, Irlan von et. al. (orgs.). Formação do Engenheiro. Florianópolis:
UFSC, 1999, p. 13-27