Você está na página 1de 2

Benzodiazepínicos

Indicados terapeuticamente, principalmente como tranquilizantes ou ansiolíticos, ou seja,


diminuem a ansiedade, ou como hipnóticos, pois facilitam a indução do sono. Controlar
estados convulsivos, inclusive aqueles decorrentes da síndrome de abstinência ao álcool.
Outros usos terapêuticos desses medicamentos incluem o relaxamento muscular e a sedação
pré-anestésica.

Os benzodiazepínicos podem ser classificados de acordo com o tempo de meia-vida, isto é, o


tempo que a droga permanece no sangue até que metade dela tenha sido metabolizada e
eliminada:

Longa duração (diazepam, flurazepam);

Média duração (lorazepam, alprazolam);

Curta duração (triazolam, flunitrazepam, temazepam, midazolam). Esses benzodiazepínicos de


ação curta são os que apresentam o maior potencial de abuso.

Os ansiolíticos reduzem a atividade em determinadas regiões do cérebro, levando:

À diminuição de ansiedade;

À indução de sono;

Ao relaxamento muscular;

À redução do estado de alerta;

À dificuldade nos processos de aprendizagem e memória

Também prejudicam as funções psicomotoras, dificultando atividades que exijam atenção,


como dirigir automóveis ou operar máquinas, aumentando a probabilidade de acidentes. Além
disso, é preciso alertar os pacientes para não usar essas substâncias juntamente com o álcool,
pois seus efeitos são potencializados, provocando risco de morte.

O uso regular de benzodiazepínicos e de outros sedativos produz:


Sonolência, vertigem e confusão mental;
Dificuldade de concentração e de memorização;
Náusea, dor de cabeça, alteração da marcha;
Problemas de sono;
Ansiedade e depressão;
Tolerância e dependência, após um período relativamente curto de uso;
Sintomas significativos de abstinência, na sua retirada abrupta;
Overdose e morte, se usados com álcool, opiáceos ou outras drogas depressoras

Efeitos tóxicos

medicamentos relativamente seguros, sendo que a dose tóxica é cerca de 20 vezes maior que
a terapêutica. Os principais efeitos tóxicos são: hipotonia muscular (dificuldade para ficar em
pé, andar, dirigir), amnésia (perda de memória) e leve diminuição da pressão sanguínea.
Teratogenicidade

Essa palavra significa defeitos no feto, produzidos ainda no útero da mãe. Os


benzodiazepínicos podem provocar esses defeitos, principalmente se usados pela mulher
grávida no primeiro trimestre da gestação. Os mais comuns são defeitos nos lábios e no céu da
boca, como “lábios leporinos”. Mais raramente, a criança pode nascer com problemas
cardíacos.

Tolerância e Dependência

A Organização Mundial da Saúde recomenda a prescrição dos benzodiazepínicos por períodos


entre duas e quatro semanas, no máximo, e apenas nos quadros de ansiedade ou insônia
intensa. É comum haver tolerância a esses medicamentos, isto é, a pessoa precisa aumentar a
dose que foi inicialmente recomendada pelo médico para obter o mesmo efeito. No entanto, a
aplicação dos critérios diagnósticos para dependência (APA, 2002) é limitada para essas drogas
que têm indicação terapêutica. Por exemplo: os critérios diagnósticos para dependência – uso
continuado apesar de problemas físicos ou psicológicos relacionados ao uso, esforços para
reduzir o uso e perda de interesse em atividades sociais e recreacionais devido ao uso – não
são indicativos de abuso ou dependência de benzodiazepínicos se a pessoa apresenta um
grave transtorno de ansiedade. Mesmo tendo o conhecimento da possibilidade de ocorrer
síndrome de abstinência, se a medicação for suspensa abruptamente, os pacientes fazem uso
da droga para evitar o retorno do transtorno de ansiedade ou da insônia. O uso abusivo ou a
dependência dos benzodiazepínicos é mais comum em indivíduos que abusam de outras
drogas, como o álcool, opiáceos ou estimulantes.

Os estudos mostram que em muitos casos essas drogas são prescritas indevidamente e que
as mulheres abusam mais delas que os homens.

Solventes ou Inalantes

Solvente significa “uma substância que dissolve outras”. Os solventes têm a propriedade de se
evaporar facilmente e são inalados para obter alterações psíquicas, chamadas por alguns
usuários de “barato .Parte da composição de vários produtos de uso doméstico ou industrial,
como colas (especialmente a cola de sapateiro), produtos de limpeza que contêm nitritos
(limpadores de cabeça de videocassete, limpadores de couro,