Você está na página 1de 3

10 passos para uma

reeducação simples e com uso


de fitoesterol
Descubra como esse alimento natural é um aliado à saúde e ao controle do colesterol.

A reeducação alimentar pode ter um cardápio simples e barato, além de contar com a ajuda de um
poderoso aliado: os fitoesteróis. Eles revelaram ser de grande ajuda para prevenir doenças
cardiovasculares e, principalmente, no combate ao colesterol ruim.

Para entender como os fitoesteróis atuam no corpo, é importante lembrar que o colesterol é dividido
em colesterol ruim e colesterol bom. O HDL-colesterol é conhecido como bom colesterol e ajuda a
equilibrar o colesterol ruim (LDL-colesterol). 70% do colesterol presente no nosso organismo são
sintetizados pelo fígado, e 30% vêm da dieta. É aí que entram os fitoesteróis, que são substâncias
gordurosas produzidas pelas plantas e semelhantes ao colesterol. Eles diminuem a absorção intestinal
do colesterol ruim, além de aumentar a excreção dele pelas fezes. Estudos apontam que a ingestão
diária de 2 g desses fitoesteróis pode reduzir em até 20% a absorção do colesterol pelo organismo.1
Em uma dieta normal, a quantidade de fitoesteróis presente nos vegetais é muito pequena para atingir
esse grau; em uma dieta balanceada, com quantidades adequadas de vegetais, é possível obter no
máximo 400mg de fitoesteróis por dia.

Para ingerir a quantidade recomendada e reduzir a absorção de gordura, o Duplostat é um alimento


natural que concentra a quantidade de fitoesteróis necessária todos os dias. Além de contar com esse
poderoso aliado, é importante conciliá-lo a uma dieta balanceada e a prática de exercícios físicos.

Veja 10 passos de reeducação alimentar que é a melhor receita para emagrecer do jeito certo, com
saúde e para sempre.

<h3 style="text-transform: uppercase;">dez passos para uma alimentação saudável


<h3 style="text-transform: uppercase;">1. faça pelo menos três refeições

Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia. Não
pule refeições.

2. CEREAIS DIARIAMENTE

Inclua diariamente seis porções do grupo de cereais (arroz, milho, trigo, pães e massas), tubérculos
(como batatas), e raízes (como mandioca, macaxeira e aipim) nas refeições. Dê preferência aos grãos
integrais e aos alimentos em sua forma mais natural.

3. COMA LEGUMES

Coma diariamente pelo menos três porções de legumes e verduras como parte das refeições e três
porções ou mais de frutas nas sobremesas e nos lanches.

4. FEIJÃO COM ARROZ

Coma feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, cinco vezes por semana. Esse prato brasileiro é
uma combinação completa de proteínas e bom para a saúde.

5. LEITE E DERIVADOS

Consuma diariamente três porções de leite e derivados e uma porção de carnes, aves, peixes ou ovos.
Retirar a gordura aparente das carnes e a pele das aves antes da preparação torna esses alimentos mais
saudáveis.

6. CAUTELA COM ÓLEOS E GORDURAS

Consuma, no máximo, uma porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. Fique
atento aos rótulos dos alimentos e escolha aqueles com menores quantidades de gordura trans.

7. EVITE REFRIGERANTES
Evite refrigerantes, sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e
outras guloseimas como regra da alimentação.

<h3 style="text-transform: uppercase;">8. cuidado com o sal

Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos
industrializados com muito sal (sódio), como hambúrguer, charque, salsicha, linguiça, presunto,
salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos.

9. ÁGUA É MUITO IMPORTANTE

Beba pelo menos dois litros (seis a oito copos) de água por dia. Dê preferência ao consumo de água
nos intervalos das refeições.

<h3 style="text-transform: uppercase;">10. 30 minutos de atividade física

Torne sua vida mais saudável. Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e
evite as bebidas alcoólicas e o fumo. Mantenha o peso dentro de limites saudáveis.