Você está na página 1de 9

A SAÚDE NO ESTADO

Matérias Jornalísticas - Destaques nos principais jornais e websites

23 de fevereiro de 2018 (Sexta-Feira)


Governo cria grupo de trabalho e inicia ações imediatas para atuação em Barcarena O primeiro passo é identificar o número de
famílias que vivem nas comunidades atingidas

Por: Redação Portal ORM com informações da agência Pará 23 de Fevereiro de 2018 às 08:50 Atualizado em 23 de Fevereiro de
2018 às 09:22
Com a divulgação do laudo do Instituto Evandro Chagas (IEC), nesta quinta-feira (22), sobre a qualidade da água coletada nas imediações
da área onde ficam localizadas as bacias de resíduos da empresa Hydro, em Barcarena, o Governo do Estado criou já na tarde de ontem
um Grupo de Trabalho composto por vários órgãos do Estado para atuação conjunta e integrada. O grupo é composto pelas secretarias de
Saúde Pública (Sespa), de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme),
Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codec), Defesa Civil do Estado e Procuradoria Geral do Estado (PGE).
O grupo tem como foco principal a saúde dos moradores das comunidades próximas do local e do meio ambiente, realizando ações
imediatas e monitoramento permanente, além de solicitar a tomada de medidas preventivas, por conta do alto volume de chuvas nesse
período. O grupo já determinou à empresa que garanta a distribuição imediata de água potável para consumo humano para as
comunidades. A Semas também já notificou a empresa Hydro para que apresente informações sobre o índice pluviométrico incidente na
área de resíduos e laudo analítico do rio próximo a área.
O secretário de Saúde do Estado, Vitor Mateus, estará na manhã desta sexta-feira (23) no município, onde se reúne com o prefeito de
Barcarena, Antonio Villaça, para discutir as medidas que serão tomadas por cada esfera de poder e em conjunto. O primeiro passo é a
identificação do número de famílias que vivem nas comunidades Bom Futuro e Vila Nova para o atendimento imediato.
Plano de ação
A Sespa já formulou um Plano de Contingência de Vigilância em Saúde, que será aplicado a partir da manhã desta sexta (23). Equipes da
Sespa estarão nas comunidades para coleta de amostras de água de poços artesianos e de outros tipos instalados por moradores para
nova análise pelo Laboratório Central (Lacen), tendo como objetivo manter permanente vigilância sobre a qualidade da água para consumo
humano.
A DeFesa Civil já está com agentes no interior da empresa para atuar em conjunto em diversas ações, como a garantia de envio de
caminhões-pipa para distribuição de água para a população dessas comunidades.
Outra ação a ser realizada pela Sespa será o permanente levantamento e avaliação da situação epidemiológica, com realização de
exames e ações de cunho educativo para prevenção, além de atuação especial em casos notificados após o episódio.
Fiscalização permanente e autuação
O Governo do Estado ainda informa que no último sábado (17) equipes da Semas estiveram no local, em conjunto com representantes do
Ministério Público Estadual, Ministério Publico Federal e Secretaria de Meio Ambiente de Barcarena para verificação da situação nas áreas
onde surgiram as primeiras denúncias.
Durante a vistoria, não foi identificado rompimento das bacias de resíduos, porém, os fiscais identificaram o lançamento irregular de
efluentes da área alagada da empresa para o ambiente externo. As secretarias estadual e municipal de Meio Ambiente notificaram a
empresa de imediato.
A Semas intensificará o monitoramento, que já vinha sendo feito, por conta das fortes chuvas que ainda atingem a região. O Centro
Integrado de Monitoramento Ambiental (CIMAM) vem trabalhando com informes diários com previsão de chuvas e análise com imagens de
satélite da área em avaliação.

Santa Casa completa 368 anos com programação especial Servidores se reunirão para o grande parabéns nesta sexta-feira (23).

Por: Portal ORM 22 de Fevereiro de 2018 às 18:35

A programação do aniversário da Santa Casa de Misericórdia segue nesta sexta-feira (23). Às 11 horas haverá um grande parabéns
simultâneo para o hospital, sendo que os servidores estarão reunidos em 18 grupos, em todos os andares da Maternidade, Enfermarias e
prédio Centenário, para juntos celebrarem o aniversário de 368 anos da instituição e cortar os bolos ofertados para o evento. A
programação de aniversário será encerrada às 20 horas, com a apresentação do Coral Saúde e Vida, Maria Helena Franco e do Grupo de
Teatro Mana Mani.
Feira coloca 30 cães e gatos para adoção neste sábado em Belém
Evento será realizado no estacionamento de um shopping na Augusto Montenegro, de 9h às 13h. Será disponibilizada ainda
vacinação antirrábica.

23/02/2018 08h25

Cães e gatos são castrados e vacinados.Cães e gatos são castrados e vacinados.


Trinta cães e gatos estarão disponíveis para adoção neste sábado (24) durante a realização de mais uma feira de adoção em um shopping
na avenida Augusto Montenegro, em Belém. A feira começa às 9h e segue até as 13h, no estacionamento do shopping.
A iniciativa é do Centro de Controle de Zoonoses da Secretaria Municipal de Saúde de Belém. Todos os animais disponíveis são castrados
ou já saem com guia para castração, no caso de filhotes, e vacinados contra a raiva.
Para adotar, é necessário apresentar documento oficial com foto e comprovante de residência e passar por uma entrevista com a equipe
técnica do CCZ. Ainda serão disponibilizados serviços gratuitos de vacinação antirrábica e orientações sobre animais peçonhentos,
dengue, zika e chikungunya.
Governo cria grupo de trabalho e inicia ações imediatas para atuação em Barcarena
O secretário de Saúde, Vitor Mateus, estará nesta sexta em Barcarena. O primeiro passo é identificar o número de famílias que
vivem nas comunidades Bom Futuro e Vila Nova para o atendimento imediato
22/02/2018 21:53h

Com a divulgação do laudo do Instituto Evandro Chagas (IEC), nesta quinta-feira (22), sobre a qualidade da água coletada nas imediações
da área onde ficam localizadas as bacias de resíduos da empresa Hydro, em Barcarena, o Governo do Estado criou já na tarde de hoje um
Grupo de Trabalho composto por vários órgãos do Estado para atuação conjunta e integrada. O grupo é composto pelas secretarias de
Saúde Pública (Sespa), de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme),
Companhia de Desenvolvimento Econômico (Codec), Defesa Civil do Estado e Procuradoria Geral do Estado (PGE).
O grupo tem como foco principal a saúde dos moradores das comunidades próximas do local e do meio ambiente, realizando ações
imediatas e monitoramento permanente, além de solicitar a tomada de medidas preventivas, por conta do alto volume de chuvas nesse
período. O grupo já determinou à empresa que garanta a distribuição imediata de água potável para consumo humano para as
comunidades. A Semas também já notificou a empresa Hydro para que apresente informações sobre o índice pluviométrico incidente na
área de resíduos e laudo analítico do rio próximo a área.
O secretário de Saúde do Estado, Vitor Mateus, estará na manhã desta sexta-feira (23) no município, onde se reúne com o prefeito de
Barcarena, Antonio Villaça, para discutir as medidas que serão tomadas por cada esfera de poder e em conjunto. O primeiro passo é a
identificação do número de famílias que vivem nas comunidades Bom Futuro e Vila Nova para o atendimento imediato.
Plano de ação - A Sespa já formulou um Plano de Contingência de Vigilância em Saúde, que será aplicado a partir da manhã desta sexta
(23). Equipes da Sespa estarão nas comunidades para coleta de amostras de água de poços artesianos e de outros tipos instalados por
moradores para nova análise pelo Laboratório Central (Lacen), tendo como objetivo manter permanente vigilância sobre a qualidade da
água para consumo humano.
A Defesa Civil já está com agentes no interior da empresa para atuar em conjunto em diversas ações, como a garantia de envio de
caminhões-pipa para distribuição de água para a população dessas comunidades.
Outra ação a ser realizada pela Sespa será o permanente levantamento e avaliação da situação epidemiológica, com realização de
exames e ações de cunho educativo para prevenção, além de atuação especial em casos notificados após o episódio.
Fiscalização permanente e autuação – O Governo do Estado ainda informa que no último sábado (17) equipes da Semas estiveram no
local, em conjunto com representantes do Ministério Público Estadual, Ministério Publico Federal e Secretaria de Meio Ambiente de
Barcarena para verificação da situação nas áreas onde surgiram as primeiras denúncias.
Durante a vistoria, não foi identificado rompimento das bacias de resíduos, porém, os fiscais identificaram o lançamento irregular de
efluentes da área alagada da empresa para o ambiente externo. As secretarias estadual e municipal de Meio Ambiente notificaram a
empresa de imediato.
A Semas intensificará o monitoramento, que já vinha sendo feito, por conta das fortes chuvas que ainda atingem a região. O Centro
Integrado de Monitoramento Ambiental (CIMAM) vem trabalhando com informes diários com previsão de chuvas e análise com imagens de
satélite da área em avaliação.

Por Governo do Estado do Pará

Fundação Santa Casa de Misericórdia forma 63 médicos residentes

23/02/2018 09:42h

A Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará realizou na noite desta quinta-feira (22), no Hangar Centro de Convenções, a formatura
de 63 residentes em 10 especialidades. A Residência Médica constitui modalidade de ensino de pós-graduação considerada “padrão ouro”
da especialização médica. A cerimonia contou com a presença do secretário de Estado de Saúde Pública, Vitor Matheus, da presidente da
Fundação Santa Casa de Misericórdia, Rosângela Monteiro e a coordenadora da Comissão de Residência Médica, Patrícia Carvalho.
A Santa Casa de Misericórdia, juntamente com a UFPA, foi pioneira na implantação de programas de residência médica no Estado e hoje
conta com 12 programas em pediatria, cirurgia pediátrica, ginecologia e obstetrícia, clínica médica, cirurgia geral, radiologia, neonatologia,
nefrologia pediátrica, anestesiologia, hepatologia, medicina intensiva adulta e pediátrica.
Dos 421 profissionais que já concluíram os programas, mais de 80% encontram-se atuando em Instituições Públicas e Privadas da capital
e do interior do estado.
Para Vitor Matheus, a Santa Casa de Misericórdia, além de um hospital é uma escola que aprimora profissionais para o mercado de
trabalho. “Eu tenho certeza que a maior parte destes profissionais será absorvida pelos hospitais existentes e pelos que estão sendo
construídos, ampliando cada vez mais a oferta de serviços de saúde à população”, comentou.
“Mais um ano cumprimos esta missão com toda responsabilidade, critério e respeito ao povo do Pará. A santa Casa é um cenário que
prepara os profissionais nesta complexidade que é o perfil dos nossos pacientes”, afirmou a presidente da Fundação, Rosângela Monteiro.
Segundo ela, os profissionais têm oportunidade de saírem especialistas de um hospital que é o maior da região norte e um dos maiores do
Brasil e que tem um cenário da mais alta complexidade em termos de doenças e patologias da Amazônia. “São privilegiados”, enfatizou.
Os residentes deste ano de 2018 saem especialistas de um hospital que dá um salto de qualidade na assistência ao paciente e que
conquistou o status de Hospital Acreditado pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). A Acreditação é concedida para instituições
que atendem aos critérios de segurança do paciente em todas as áreas de atividade incluindo aspectos estruturais e assistenciais.
Para o formando em anestesiologia, Carlos Henrique Silva Junior, a Santa Casa traz uma referência em âmbito nacional na área da
anestesiologia o que valoriza a conquista. “É uma satisfação e não tem como descrever a experiência de ter tido a oportunidade de fazer a
especialização nesta instituição. Passei três anos aqui, mas vou levar a Santa Casa para sempre no meu coração”, declarou.
A médica Bernadete Ataíde, 31 anos, que concluiu a residência em nefrologia pediátrica, comenta que a experiência da residência médica
é única. “Dentro da Santa Casa a gente teve a oportunidade de vivenciar cada vez mais a nossa profissão de maneira intensa. Não é só
um crescimento profissional, é um crescimento humano também”, concluiu. Os residentes são egressos de Instituições de Ensino Superior
como a Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade do Estado do Pará (UEPA) e Centro de Estudos Superiores do Pará (Cesupa).

Por Márcio Flexa