Você está na página 1de 5

Semiologia Dermatológica

 Realizada através da inspeção e palpação.

 Lesões elementares primárias: não é precedido por outras alterações macroscópias


secundárias: precedida por lesões primárias

 Classificação:

Lesões Elementares sem relevo Manchas

Pápula
Tubérculo
Nódulo e goma
Urticária
Lesões elementares de conteúdo sólido Queratose
Vegetação
Espessamento
Liquenificação
Esclerose

Vesícula
Bolha
Lesões elementares de conteúdo Pústula
líquido Abscesso

Erosão ou escoriação
Soluções de continuidade Ulceração
Fissura
fístula

Escama
Lesões Elementares caducas Crosta
Escara

Seqüelas Atrofia
Cicatriz

Fatores que determinam a cor da pele:


 Panículo adiposo
 Melanina
 [Hb] fatores naturais
 Quantidade de vasos sanguineos
 Espessura da pele
 Bilirrubina (icterícia) – fator endógeno
 Caroteno – fator exógeno
 Tatuagens
 Ouro e prata

Lesões Elementares de conteúdo sólido

1. Manchas

A) Pigmentares

Hipocrômicas / acrômicas: redução ou ausência de melanina

 Hanseníase / ptiríase versicolor / vitiligo

Hipercrômicas: aumento de melanina


 Cicatrizes prolongadas / nevos / estase venosa crônica / sífilis

B) Vasculares: desaparecimento após compressão

Transitórias: sem relevo

 Eritema (dilatação das arteríolas  vermelhidão)

Permanentes:
 Telangiectasia (dilatação permanente dos vasos)
o Venocapilar (membros inferiores de mulheres  microvarizes)
o Aranhas vasculares (tronco, face e membros superiores)

C) Hemorrágicas: não desaparecem após compressão


 Petéquias – pontuais
 Víbices – lineares
 Equimoses - placas
 Mudança da coloração com o passar do tempo
 Causas:
o Traumatismos
o Alterações capilares
o Discrasias vasculares denominadas púrpuras

2. Pápulas
 Elevações sólidas, de consistência dura, menores que 0,5 cm, contornos regulares e
bem delimitadas.
 Não deixa cicatriz ao involuirem.
 Isoladas ou coalescentes.
o Epidérmicas: aumento de células da camada epitelia
o Dérmicas: aumento de célula provenientes da derma papilar
o Mistas: aumento de células das camadas anteiores

 Verrugas / acnes / hanseníase

OBS: As acnes são geralmente lesões eritematopapulares (eritema inicial + pápulas) ou


eritematopustulosas.

3. Tubérculo
 Elevações sólidas, de consistência dura, de diâmetro maior que 0,5 cm.
 Situadas na derma, podendo apresentar alteração na coloração ou não.
 Cicatriz após involução.

 Hanseníase / neoplasias / tuberculose / sífilis

4. Nódulos, nodosidade e goma


 Elevações sólidas, de consistência variável, contorno irregular, mais perceptível na
palpação que inspeção.
 Situados na hipoderme, sendo doloroso ou não, isolados ou coalescentes.
 Nódulo que sofre necrose, seguido de fistulização e ulceração  goma.

 Furúnculo / hanseníase / cisticercose / sífilis / neoplasias

5. Urticária
 Formações sólidas achatadas, com extravasamento de plasma, causando
geralmente prurido, e eritematosas.

 Própria lesão urticária / angioedema

6. Queratose
 Modificação da espessura da pele  proliferação da camada córnea
 Consistência dura e inelástica

 Calo

7. Vegetações
 Lesões sólidas de consistência mole, agrupadas em maior ou menor quantidade
 Hipertrofia das papilas dérmicas facilmente sangrante
o Verrucosas – seca, com aumento das células da camada córna
o Condilomatosa – úmida, com camada córna normal ou reduzida
 Mucosas e dobras

 Tuberculose / granuloma venéreo / sífilis / leishmaniose

8 . Espessamento
 Aumento da consistência e espessura da pele, mantendo-se depressível e sem
estrias.
 Hanseníase lepromatosa
OBS: Quando a pele apresentar nesse caso estrias fruto do ato de coçar
frequentemente, trata-se de liquenificação.

9. Esclerose
 Aumento de consistência da pele, dificultando o pregueamento.
 Proliferação de colágeno.

Lesões elementares de conteúdo líquido


1. Vesícula
 Elevação na pele, com diâmetro inferior a 0,5cm, com presença de conteúdo seroso
 Herpes (coalescentes) / queimaduras

2. Bolha
 Elevação na pele semelhante a vesícula, porém com diâmetro superior a 0,5cm.
o Intraepidérmica – passageira (pênfigo foliáceo)
o Subepidérmica – tensas e maiores

3. Pústula
 Formadas por acúmulo de pus na cavidade.
 Pus proveniente de infecção bacteriana ou simplesmente estéril  neutrófilos

4. Abscesso
 Acúmulo de pus na profundidade dos tecidos

OBS: A varicela costuma provocar lesões eritematovesicular (eritema inicial +


vesículas).
Soluções de Continuidade
1. Erosão
 Simples perda do epitélio (epiderme), sem atingir o tecido conjuntivo.
 Traumatismos / ruptura de bolhas ou vesículas

2. Ulceração
 Perda de epiderme e derme (ou talvez hipoderme e músculo), com presença de
cicatriz.
 Cancro mole / cancro duro

3. Fissura
 Perda de superfícies lineares, comprometendo a epiderme
 Presente em dobras da pele

4. Fístula
 Comunicações com camadas mais profundas, pelas quais podem passar material
necrótico, muco ou sangue.

Lesões elementares caducas


1. Escamas
 Lâminas secas da epiderme que tendem a despregar da pele.
 Distúrbio de ceratinização.
 Caspa / pitiríase versicolor / queimaduras na pele

2. Crosta
 Ressecamento do exsudato proveniente de área previamente lesada.
 Processos finais de cicatrização / psoríase

3. Escara
 Necrose de tecido cutâneo, de extensão variável, de cor escura.

Seqüelas
1. Atrofias
 Diminuição da espessura da pele, por redução do tamanho ou do número das
células de qualquer camada da pele
o Ascite / obesidade

2. Cicatrizes
 Reposição do tecido perdido por tecido fibroso
o Atróficas
o Hipertróficas
o queloides