Você está na página 1de 15

Primeiros socorros

• Socorrista: é a pessoa que presta os


primeiros socorros em casos de acidentes
ou mal súbito.

• Primeiros Socorros: são os auxílios


imediatos e provisórios prestados
enquanto se aguarda atendimento médico

PESSOA, Marília. Primeiros Socorros: como agir em situações de emergência. SENAC


Nacional, Rio de Janeiro, 2006.
Primeiros socorros
São características básicas de um
socorrista:

• Ter bom senso, compreensão, tolerância e


paciência;
• Saber planejar e executar suas ações;
• Saber promover e improvisar com segurança;
• Ter iniciativa e atitudes firmes;
• Ter espírito de liderança;
• Ter, acima de tudo, o espírito de
solidariedade humana.
NOVAES, Jefferson et al. Manual dos primeiros socorros para educação física. Rio de Janeiro:
Sprint, 1994.
Primeiros socorros
Além de que, quem presta socorro deve ser:

• Muito bem treinado


• Periodicamente reavaliado
• Atualizado quanto a conhecimentos e técnicas

Finalidade dos primeiros socorros:

• Preservar a vida
• Restringir os efeitos da lesão
• Promover a recuperação da vítima

PASTERNAK, J. Manual de primeiros socorros. São Paulo: Ática, 2000.


Primeiros socorros
COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Avalie a situação

- Interar-se do ocorrido com tranqüilidade e


rapidez.
- Verificar os riscos para si próprio e para a
vítima.
- Nunca se arriscar pessoalmente.

PASTERNAK, J. Manual de primeiros socorros. São Paulo: Ática, 2000.


Primeiros socorros

COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Cuide da segurança

-Proteger a vítima do perigo.


-Não tentar fazer sozinho mais do que o
possível.

PASTERNAK, J. Manual de primeiros socorros. São Paulo: Ática, 2000.


Primeiros socorros

COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Preste socorros de emergência

- Avalie o estado de cada vítima, utilizando as


técnicas de reanimação.
- Determinar o tipo de socorro que será pedido.

- Não demore a pedir socorro.

PASTERNAK, J. Manual de primeiros socorros. São Paulo: Ática, 2000.


Primeiros socorros

COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Procure ajuda

- Assegure-se de que ajuda especializada foi


providenciada e está a caminho

PASTERNAK, J. Manual de primeiros socorros. São Paulo: Ática, 2000.


Primeiros socorros
COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Mantenha a calma

- Procure manter a calma da vítima e das


pessoas que se aproximarem, evitando pânico
no local do acidente.

PESSOA, Marília. Primeiros Socorros: como agir em situações de emergência. SENAC


Nacional, Rio de Janeiro, 2006.
Primeiros socorros

COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Proteja-se

- Não corra riscos tentando resgates heróicos


em circunstâncias perigosas.
- Previna-se de contaminação.
- Veja se é preciso alguma vacina

PASTERNAK, J. Manual de primeiros socorros. São Paulo: Ática, 2000.


Primeiros socorros
COMO AGIR EM CASO DE EMERGÊNCIA:

• Atenção

- Jamais dê qualquer tipo de bebida a vítima


de qualquer tipo de acidente

- Não remova a vítima, a menos que seja


absolutamente necessário.

PESSOA, Marília. Primeiros Socorros: como agir em situações de emergência. SENAC


Nacional, Rio de Janeiro, 2006.
Primeiros socorros

Prevenção de acidentes

São as “barreiras” ou condições criadas ou


elaboradas, visando a proteção das pessoas,
nas mais variadas condições de vida, idade,
sexo e locais.

NOVAES, Jefferson et al. Manual dos primeiros socorros para educação física. Rio de Janeiro:
Sprint, 1994.
Primeiros socorros

Prevenção da acidentes

• Escapamento de gás, risco de acidentes,


condições precárias de higiene (asfixia,
choques, hemorragias, fraturas, infecções e
outros).
• Exposição prolongada ao sol (insolação,
queimaduras).

NOVAES, Jefferson et al. Manual dos primeiros socorros para educação física. Rio de Janeiro:
Sprint, 1994.
EXERCICIO DE FIXAÇÃO

1.Sobre o conteúdo primeiros


socorros, defina o conceito de
socorrista.
2.Quais as características básicas de
um socorrista?
3.Como um socorrista deve agir em
um caso de emergência?
4.Em primeiros socorros, o que
significa a expressão: Prevenção de
Acidentes?
5. Em equipe pesquisar: Trauma,
Engasgo, Convulsão, Desmaio e Parada
Cardiorrespiratória.

Cada equipe escolherá um tema e


deverá estudar os conceitos e
apresentar em sala, de forma prática,
os procedimentos sobre o que fazer
diante de cada situação.