Você está na página 1de 2

O ESTADO NOVO

História e Geografia de Portugal 6.º Ano

Causas da queda da 1ª República

 Instabilidade política;
 Subida dos preços dos produtos alimentares;
 Redução do poder de compra;
 Revoltas e greves constantes.

Golpe militar de 28 de Maio de 1926

 1926 – O General Gomes da Costa revoltou-se, em Braga, e daí marchou com o seu exército
sobre Lisboa.
 O Presidente da República demitiu-se.
 Terminou a 1ª República.

Início da Ditadura Militar

 O Parlamento foi encerrado;


 Os governos e o Chefe de Estado passaram a ser escolhidos pelos militares;
 A imprensa passou a ser censurada;
 Foram proibidas greves e manifestações;
 Persistem os problemas económicos e a instabilidade política

Salazar, Ministro das Finanças

 Em 1928, Óscar Carmona, Chefe do Governo, e único candidato às eleições foi eleito
Presidente da República.
 António de Oliveira Salazar foi convidado para Ministro das Finanças. Aceitou, mas com a
condição de controlar os gastos de todos os outros ministérios.

Medidas tomadas por Salazar

 Reorganizou as finanças públicas recorrendo ao aumento dos impostos.


 Reduziu os gastos com a saúde, educação e os salários dos funcionários públicos.
 Logo no primeiro ano as receitas do Estado foram superiores às despesas, não sendo necessário
pedir dinheiro emprestado aos outros países.
 Este êxito financeiro deu prestígio a Salazar e ele foi nomeado, em 1932, Presidente do
Conselho de Ministros.

Constituição de 1933

 Fim da Ditadura Militar.


 Início do “Estado Novo”.
 O Presidente da República e os Deputados da Assembleia Nacional eram eleitos pelos cidadãos
eleitores. Mas, só era permitida a existência de uma única organização política, a União
Nacional , apoiante de Salazar. Não havia liberdade de escolha.
 A Assembleia Nacional limitava-se a aprovar as leis apresentadas pelo governo.
Estado Novo

Política das obras públicas

 Construção e reparação de estradas e pontes;


 Melhoramento e apetrechamento dos portos e aeroportos;
 Obras para melhorar a irrigação e eletrificação do país. Construíram-se numerosas barragens.
 Construção de bairros para trabalhadores, hospitais, estádios e escolas.
 Construção de edifícios públicos.
 Estas medidas permitiram intensificar a industrialização, reduzir o desemprego e desenvolver
o turismo.

Restrições às liberdades

 Salazar:
 Proibiu a existência de partidos políticos e criou a União Nacional
 Proibiu o direito à greve;
 Reorganizou a comissão de censura prévia que “cortava” o que não devia ser divulgado nos
jornais, filmes, peças de teatro e outros espetáculos.

Restrições às liberdades

 Criou a PVDE, Polícia de Vigilância e Defesa do Estado – chamada PIDE, Polícia


Internacional e Defesa do Estado Novo, a partir de 1945, para reprimir os que eram suspeitos
de cometer crimes políticos.

PIDE e GNR com um preso

Exemplo de torturas a que estavam sujeitos os presos políticos


Ao serviço do Estado estavam também:

 A Mocidade Portuguesa (criada em 1936)


 Organização em que participavam jovens de ambos os sexos, até aos dezoito anos. Esta
organização procurava desenvolver o culto do chefe e o espírito militar.
 A Legião Portuguesa
 Organização armada para defender o regime e combater o consumismo.

Campanhas de propaganda a favor do governo

 Livros escolares;
 Imprensa, rádio e televisão;
 Mocidade Portuguesa.
 Salazar controlava assim tudo e todos, por isso se diz que governou em Ditadura