Você está na página 1de 32

Estrutura Conceitual da

Contabilidade
Profa. Me. Isabel Cristina Barbosa Pinheiro
isabel.cbpinheiro@sp.senac.br
Agenda
 Apresentação

 Critérios de Avaliação: composição da nota e datas

 Contabilidade como ciência: objetivos e relatórios

 Sistema de Informação: principais usuários e


indicadores
Quem sou eu?
o Bacharel em Administração e
Contabilidade pela Fecap

o Mestre em Contabilidade pela FECAP

o Perita Contábil

o Professora da Pós-Graduação Fecap

o Professora do Senac Contábeis Ead


e Pós Graduação em Controladoria e
Finanças

o Professora do Curso Preparatório do


Exame de Suficiência da Central de
Concursos
Dinâmica do Curso EaD

Professor

Aluno Tutor
Webconferências
Web’s Aulas Conteúdo

1 01 a 04 Dimensões Contábeis
2 05 a 06 Balanço Patrimonial
3 07 a 08 Demonstração do Resultado
4 Revisão Prova
5 09 a 10 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
6 11 a 12 Demonstração do Fluxo de Caixa
7 13 a 14 Demonstração do Valor Adicionado

8 15 a 16 Revisão Prova

Dia e horário a definir de acordo com a agenda do curso


Avaliação

Produção Textual
20%

Testes 20%

Provas 60%
P1 -30 / P2 -30
Avaliação Presencial

Santo Demais
André Polos
01/04/2017 08/04/2017

Testes 6,0 Testes 6,0


Discursiva Discursiva
4,0 4,0

P2 e Sub a Definir
Produção Textual Individual

Data Abertura - 20/04/2017


Data Final Postagem - 22/05/2017

Demonstração Demonstração
Demonstração
Balanço Demonstração do Lucro ou das Mutações
do Fluxo de
Patrimonial de Resultado Prejuízo do Patrimônio
Caixa
acumulado Líquido
Ementa

Discutir a estrutura conceitual básica e estudo


das variações patrimoniais com a finalidade de
gerar informações, elaborar demonstrações
contábeis e redigir as notas explicativas que
permitam evidenciar a dimensão patrimonial,
econômica, financeira e social da organização
O que é CONTABILIDADE?

CIÊNCIA

SISTEMA DE
ARTE INFORMAÇÃO
Definições
“Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação, de controle e
de registro relativas à administração econômica.” (Congresso Brasileiro de
Contabilistas, 1924).

“A Contabilidade é um sistema de informação e avaliação destinado a prover seus


usuários com demonstrações e análises de natureza econômica, financeira e de
produtividade com relação a entidade em questão”. (FIPECAFI, 1990).

“É a arte de registrar, classificar e resumir de uma forma significativa e em termos


monetários, transações e eventos que são, em parte, de caráter financeiro e interpretar
os respectivos resultados”. (RIAHI-BELKAOUI, 2004).

“A Contabilidade é uma ciência social, na medida em que fornece insumos para o


comportamento humano frente as organizações dinâmicas inseridas na sociedade”.
(LOPES e MARTINS, 2005).
Objetivos da Contabilidade

• Década de 20 – 30
Mudança nos objetivos da Contabilidade
- Apresentação financeira a administradores e credores
- Balanço como demonstrações de valores;

- Apresentação financeira a investidores e acionistas


- Demonstração do Resultado e num conceito uniforme de lucro
- Divulgação integral de informações relevantes e completas
- Uso de notas explicativas
- Divulgação uniforme

12
Objetivos da Contabilidade
“Comunicar informação econômica permitindo a
realização de julgamentos e decisões pelos
usuários da informação”. (ASOBAT, 1966).

“O objetivo da contabilidade é fornecer


informações úteis para investidores e credores,
na previsão de fluxo de caixa e a respeito dos
recursos da organização.” (LOPES; MARTINS,
2005).

“O principal objetivo da contabilidade é divulgar


informações financeiras que sirvam de apoio aos
acionistas e outros indivíduos na tomada de
decisões financeiras, ajudando-os a predizer os
fluxos de caixa da empresa.” (HENDRIKSEN;
VAN BREDA, 2007)
Perspectivas da Contabilidade

Perspectiva 3 Perspectiva 1
• Aspecto • Aspectos
organizacional Conceituais –
– unidade ramo de
organizacional conhecimento

Perspectiva 2
• Aspectos
procedimentais –
conjunto de funções
Perspectiva 1 – Ramo de
Conhecimento
Conjunto de princípios que se constituem em bases teóricas de ordens
operacional, econômica e financeira, necessária ao processo de
informar usuários sobre a evolução do patrimônio de uma entidade.

Entidade: é uma
Patrimônio: é o organização qualquer
Usuário: é toda
conjunto de elementos constituída para o
necessários à desenvolvimento de pessoa física ou
existência da entidade, uma atividade jurídica que necessita
formada por recursos econômica, seja na de informação para a
disponíveis à entidade. forma de pessoa física sua tomada de decisão.
ou jurídica.
Perspectiva 2 – Conjunto de
funções

• Conjunto sistemático de
procedimentos que:
identifica, registra, mensura,
acumula, resume, demonstra
e interpreta os
Visão fenômenos que afetam
o patrimônio de uma
funcional entidade, evidenciando-
os na forma de
informações ao
usuário.
Perspectiva 3 – Unidade
organizacional

Unidade
interna ou
externa

• Identificação
• Registro
• Mensuração
Responsá
vel pelo • Resumo
processo • Demonstração
de: • Interpretação dos
fenômenos que
afetam o patrimônio
da organização

• Na forma de
Evidenciaç
informações aos
ão
usuários
Objetivos da contabilidade

Na perspectiva Na perspectiva Na perspectiva


1: Ramo do 2: Conjunto de 3: Unidade
conhecimento funções organizacional
Administrar e
Prover os usuários
executar o processo
Servir de base de da contabilidade
de geração de
sustentação para com informações de
informações ordem
todas as discussões ordem operacional,
operacional,
teóricas e práticas econômica e
econômica e
que envolvem o financeira sobre os
financeira sobre os
tema contabilidade fenômenos que
fenômenos que
com vistas ao afetam o patrimônio
afetam o patrimônio
aprimoramento do da organização
da organização
processo subsidiando o
subsidiando o
informacional processo de tomada
processo de tomada
de decisões
de decisões
Responsabilidades Perspectiva 1 –
Ramo de Conhecimento

Criar ambiente propicio para discussões teóricas


Desenvolver condições para que essas discussões teóricas
sejam utilizadas em aplicações práticas
Oferecer suporte para compreensão, interpretação, e avaliação
das praticas existentes
Orientar o desenvolvimento de novas praticas e novos
procedimentos
Desenvolver modelos conceituais de informações pautados nos
diferentes modelos decisórios dos diversos usuários
Discutir modelos educacionais para o desenvolvimento de
profissionais com conhecimentos e habilidades
Responsabilidades Perspectiva 2 –
Conjunto de funções

Produzir
informações
Registrar, sobre o
mensurar, Servir de
patrimônio, suas instrumento
Identificar e acumular e Conhecer as alterações, e
captar dados resumir dados necessidades servir de
de controle
relativos a relativos aos informacionais subsídio ao para as
uma entidade fenômenos dos usuários processo de diversas
que afetam o tomada de atividades
decisão aos organizacionais
patrimônio diferentes
usuários
Responsabilidades Perspectiva 3 –
Unidade organizacional

Gerir a área de
contabilidade das
entidades

Administrar o
processo de geração
de informações

Atender as demandas
por informações
econômicas e financeiras
das diversas unidades
As organizações necessitam de:

Este é o objetivo da
contabilidade prover
Informações úteis,
informações que auxiliem o
oportunas e confiáveis
processo de Tomada de
decisões empresariais

Quais ferramentas da
Demonstrações contabilidade são
Financeiras necessárias ao processo de
gestão empresarial
Logo precisamos saber:

Implementar políticas
administrativas de
controles que auxiliarão • Controladoria e
o processo de gestão
• Demonstrações empresarial. Governança
Financeiras Corporativa
• Processos e Conhecer as melhores
Conhecer como as
controles práticas de
relacionamento das áreas
informações produzidas
pela contabilidade
internos administrativas com a
auxiliam no processo de contabilidade.
gestão empresarial.
Funções da Administração
Conceito e Componentes
– Atividades que devem ser DESEMPENHADAS em todo e
qualquer PROCESSO ADMINISTRATIVO nas empresas,
bem como por suas diversas áreas ou unidades
organizacionais.

Planejamento Organização Execução

Gestão de
Pessoas

Avaliação
SISTEMA

INSUMOS RESULTADOS

AMBIENTE

Todo sistema mantém com o ambiente uma relação


de troca de energia, na forma de importação de
insumos e exportação de resultados.
Onde estão estas informações?

Contas a Pagar

Vendas
Fornecedores
Contas a Receber

Pesquisa e Desenvolvimento

Recursos Humanos
Conselho Diretor

Demonstrações
Financeiras:
Recebi as informações de BP
todos departamentos? Relatórios Financeiros
DRE
DMPL
DFC
DVA

Posso processar a
contabilidade?
Pensamento do Contador
Relatórios Financeiros
Balanço Patrimonial
• tem por finalidade apresentar a posição financeira e patrimonial da
empresa em determinada data, representando, portanto, uma posição
estática.

Demonstração de Resultados do Exercício (DRE)


• tem por objetivo evidenciar as operações realizadas pela empresa,
durante o exercício social, de forma a destacar o resultado líquido do
período (lucro ou prejuízo do exercício).

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)

● tem por objetivo evidenciar as operações realizadas pela empresa, durante


o exercício social, de forma a destacar o resultado líquido do período (lucro
ou prejuízo do exercício).
Relatórios Financeiros
Demonstração dos Fluxos de Caixa (DFC)
• tem por objetivo evidenciar as alterações ocorridas no caixa
e equivalentes de caixa, permitindo aos usuários avaliarem
a capacidade de a entidade gerar caixa e equivalentes de
caixa, bem como suas necessidades de liquidez.

Demonstração do Valor Adicionado (DVA)


• tem por objetivo evidenciar a riqueza criada pela entidade e
sua distribuição, durante determinado período.

Notas Explicativas

● tem a finalidade de promover informações complementares


aos Relatórios anteriores.
O Ambiente Contábil das
Organizações
– Objetivos deste item:
Processo
Administrat • Explicar o processo
ivo contábil e fiscal das
organizações e
descrever seus
Processo
componentes.
Ambiente
Contábil e Descrever os Relatórios
Contábil Fiscal Financeiros preparados
pela Contabilidade e
definir cada uma de
suas funções.
Relatório
Financeiro
A contabilidade auxilia:
Elaboração do
planejamento
organizacional

Definição da Confecção do
carga tributária orçamento

Definição e
Tomada e
gestão de
concessão de
preços de
empréstimos e
produtos e
financiamento
serviços
Analise de
Realização de
rentabilidade de
investimentos
negócios,
em unidades,
clientes,
maquinários
produtos e
pessoal
serviços
A contabilidade como controle:
Acompanha o
cumprimento de
normas e regras
Acompanhament
o de políticas Comparação de
setoriais por metas, objetivos,
resultados orçados
parte das e realmente
agências alcançados
reguladoras
Acompanha o nível
Acompanhament de governança
o da distribuição corporativa com
do valor vistas em controlar
adicionado as decisões dos
gestores

Confronto dos Verificação do


valores de desempenho dos
impostos devidos investimentos
e pagos realizados
Referências
HENDRIKSEN, E.S.; VAN BREDA, M. F. Teoria da contabilidade. Tradução Antonio
Zoratto Sanvicente. São Paulo: Atlas, 2007.

IUDÍCIBUS, S. (Coord.). Contabilidade introdutória. 11. ed. São Paulo: Atlas, 2011

LOPES, A. B.; MARTINS, E. Teoria da contabilidade: uma nova abordagem. São


Paulo: Atlas, 2005.

RIAHI-BELKAOUI, A. Accounting theory. 5. ed. London: Thomson Learning, 2004.

YAMAMOTO, M. M.; PACCEZ, J. D.; MALACRIDA, M. J. C. Fundamentos da


Contabilidade: a nova contabilidade no contexto global. São Paulo: Saraiva, 2011.