Você está na página 1de 176

Agora vamos explorar como introduzir movimento para criar uma pose que parece ser

photojournalistic, apesar de ter sido colocada da cabeça aos pés. Embora este exemplo usa uma
noiva, não importa se ela é uma noiva. Os princípios aplicam-se igualmente a ninguém.
Vamos começar por aproveitar uma oportunidade que foi apresentado a nós em Figura 15,3. Há um
longo corredor escuro com uma porta à direita que leva a um pátio do Ritz Carlton em Laguna
Niguel. Agora, temos algumas escolhas a fazer. Poderíamos aproveitar a bela luz criada pela porta
e simplesmente representar a noiva na frente dele. Como você pode ver, a pose parece estático e
sem brilho. Ele tem grande luz, mas precisamos de mais do que uma boa luz para criar uma
imagem incrível. Este é o lugar onde posando com o movimento entra em jogo.

15,3
Faz sentido representar a noiva como se estivesse se preparando para caminhar através da porta de
entrada para o pátio. O ato de caminhar em direção à porta é a desculpa perfeita para criar o
movimento que precisamos para remover a falta de vida da pose originais. Em seguida, temos de
colocar as mãos. Desde que ela vai ser sair pela porta, não faria sentido usar as mãos como uma
ferramenta para segurar seu vestido, como descrito no Sistema de Mão / Arm Contexto emCapítulo
6. Os resultados destas alterações são reflectidas emFigura15,4.
15,4
Esta imagem também mostra as áreas problemáticas que eu observei na minha primeira tentativa de
criar esta pose. O ponto vermelho em sua perna direita é crucial, porque eu precisava ter certeza de
que a perna leva a etapa. Quando você está fotografando mulheres, é aconselhável para dobrar a
perna mais perto da câmera. Há um ponto vermelho em suas costas, porque quando ela se abaixou
para segurar seu vestido, ela acidentalmente curvou sua coluna torácica. Há um palpite inaceitável
para sua parte superior das costas. Quanto ao ponto vermelho por seu pescoço, eu percebi que eu
tinha esquecido de pedir a ela para alongar o pescoço para criar uma pose mais glamourosa. Parece
que ela estava abaixando. O ponto vermelho em seu cabelo está lá porque eu não posso ter um belo
retrato da noiva se seu cabelo está cobrindo 80 por cento de seu rosto.
O azul dot por seu ombro direito é uma área de baixo risco porque assim que ela endireita as costas
e levanta a cabeça para alongar o pescoço, o ombro vai cair automaticamente. Nesta imagem, o
ombro é demasiado elevado. O ponto azul por suas mãos está lá para se certificar que ela não faz
um punho quando ela agarra o vestido. Se ela faz, no entanto, não vai destruir o foto-ao contrário
das seções marcados com pontos vermelhos. Depois de avaliar a situação, pedi-lhe para voltar e
começar a caminhar em direção à porta novamente.
Desta vez, Eu ajustei minhas instruções com base nas áreas de alto e baixo risco. O resultado final é
mostrado
dentro Figura 15.5.

15.5
As vezes Eu tenho a cometer erros como eu estou colocando meus clientes antes que eu possa
corrigi-los. Estas fotos são verdadeiros exemplos de meus processos de pensamento e como eu
transformar uma foto comum, sem fator wow em uma imagem icónica.
Quando levantada Fotojornalismo falha
No seção anterior, você aprendeu a criar uma foto que aparece franca ou photojournalistic na
natureza. No entanto, nem todas as tentativas é um sucesso. Por exemplo,Figura 15,6 não saíram
como o planejado. Assim que você olhar para esta imagem, você percebe que ele parece encenado.
A expressão de Sira é um pouco overdramatic, e a energia do modelo masculino não parece
coincidir com os dela.
15,6
Isto é tão importante para o seu crescimento como um fotógrafo para reconhecer quando e por que
uma foto falhar, pois é para ser capaz de criar imagens que parecem naturais. Esta foto falhou por
diversas razões. Ambas suas posturas são muito dura, porque distribuiu seu peso igualmente entre
ambos os pés. Como mencionado emCapítulo 2, A pose teria aparecido mais relaxado tinha pedi-
lhes para mudar o seu peso para um pé. Em seguida, nenhuma parte de seu corpo está em
movimento. Parece que eles se colocaram na pose e segurou-a até que a foto foi tirada.
Esta foto foi tirada durante um workshop eu estava ensinando na Suíça. Se bem me lembro, eles
estavam de pé nesta pose por mais de cinco segundos, porque eles estavam esperando por mim
para focar manualmente minha câmera Hasselblad. Se eu tivesse pré-focado antes eu tinha-lhes
pose, a questão de manter a pose por muito tempo teria sido fixas.
Por último, mas não menos, as suas expressões são completamente fora porque seus olhos não
foram feitas corretamente. Olhos dominar qualquer expressão. Eu deveria ter lhe pediu para
abaixar o queixo e olhar para um ponto no chão perto de seus pés. Isso teria colocado a cabeça e
olhos em uma posição melhor para fazer a expressão mais crível.
O modelo masculino deve ter foi de frente para ela com a testa apontou para o lado de sua cabeça.
Se a cabeça do noivo tinha sido transformado, ele teria atravessado suas direções nariz, como
explicado noCapítulo 13. Na verdade, esta foto viola um dos principais pontos desse capítulo: Não
tenho o nariz correr paralelos um ao outro. Isso é precisamente o que está acontecendo neste
exemplo, é por isso que a foto parece um pouco extravagante.
Lá tantas lições a serem aprendidas com os nossos erros. Fazer uma análise como esta em algumas
fotos de cada sessão de fotos, e você vai aprender e reter as lições melhor do que você pode
imaginar.
cartão flash
Tendo seus assuntos manter uma pose por mais de três segundos provavelmente resultará em uma
expressão falso. Para a maior parte, uma expressão genuína dura apenas um par de segundos.

Por quê Levantamento dos olhos é tão importante


Não há nada mais importante para uma grande expressão do que os olhos. Se os olhos estão olhando
na direção errada, eles vão inviabilizar a representar mais rápido do que qualquer outra coisa. Por
esta razão, tomar o tempo para estudar a forma de representar os olhos. Quando pergunto a
fotógrafos de todo o mundo o que eles fazem sobre os olhos do seu assunto, a maioria deles
respondem que eles nunca realmente pensei sobre posar os olhos ou não ter prestado muita atenção
a eles. Considerando que os olhos de seu objeto pode fazer ou quebrar uma fotografia, isso sempre
me surpreende. Para provar o ponto, vamos comparar duas fotos da minha cunhada Sarah e seu
noivo Neal.
Figura 15,7: Esta foto teve grande potencial para ser um goleiro, porque tudo se coloca muito bem.
Mas ambos os pares de olhos são colocados completamente errado, o que torna essa foto quase
doloroso para olhar. Não é tão ruim que Neal está se conectando com a câmera, mas Sarah estar tão
perto de seu rosto, com os olhos bem abertos é apenas estranho. Eu propositadamente colocada-los
desta forma para não deixar nenhuma dúvida em sua mente o quão importante colocam os olhos
pode ser.
15,7

cartão flash
Para controlar melhor os olhos, dizer a seus súditos exatamente onde procurar e se
certificar que seus olhos permanecem fixos naquele ponto, independentemente de
expressão ou de qualquer reação espontânea.
Figura 15,8: Agora, para o fotografia real. Depois de tirar a foto boba, eu mudei-los em volta, e
desta vez, eu levantei os olhos. Perguntei Neal para sorrir com os olhos fechados e Sarah olhar para
um ponto específico no chão. O próximo passo crucial foi para se certificar de que eles bloqueado
seus olhos sobre o local específico que mencionei. Não importa o que eu disse ou o quão duro eles
riram, seus olhos ficaram fixos! Esta fotografia é uma prova a esta técnica. Por uma questão de
fato, eu fazê-los rir, o que torna suas expressões real e seus olhos sob controle. Se Neal tinha aberto
os olhos bem abertos, como Sarah fez emFigura 15,7, A foto teria sido arruinada.
15,8
As três partes do olho
Para fins fotográficas, precisamos prestar atenção especial a apenas três partes do olho. Essas três
áreas são sempre na minha mente durante uma sessão de fotos. Através de diferentes combinações
destas três partes do olho, os nossos assuntos podem aparecer feliz, sedutor, surpreendido,
pensativo, irritado, sexy ou encantador. Antes de clicar nesse botão do obturador, eu me pergunto
se todas as três partes dos olhos está no lugar certo para a expressão que eu estou procurando
(verFigura15,9).
15,9
a pálpebra
O que você precisa manter em mente com a pálpebra é como aberto ou fechado é. Se, por exemplo, as
pálpebras são totalmente aberta, a pessoa aparecerá extremamente focado, quase como um caçador
prestes a reclamar presa. Se as pálpebras são metade fechada, a sensação muda para uma expressão
mais sedutora, fascinante, ou romântico. Uma pálpebra completamente fechado poderia simbolizar
uma expressão suave e ponderado. Se uma pessoa ri, mas se sente tímido ou vulneráveis fazer isso,
eles costumam olhar para baixo com as pálpebras quase fechadas. Vejofiguras 15.10, 15.11e 15.12.

15.10
15.11

15.12
a esclera
o esclera é a parte branca do olho. Ela desempenha um papel importante em uma fotografia, porque
se demasiado branco mostra com quase nenhum íris, a pessoa pode olhar um pouco como um
fantasma. Não é atraente para ver 90 por cento da esclera de alguém, a menos que você está fazendo
uma sessão de Halloween. Já perdi a conta de quantas potencialmente grandes fotos que têm
arruinado porque eu não prestei atenção a quanto esclera foi mostrando do meu ângulo da câmera.
Escolha um ângulo de câmera que mostra mais iris que esclera; VejoFigura15.13.
15.13
o Iris
A íris é a parte colorida do olho, tal como mostrado na Figura 15,9. Quando a íris se move para cima
ou para baixo, a pálpebra se moverá com ele, mas a íris pode se mover independentemente da
pálpebra quando se move para a esquerda ou direita. Isso significa que você pode optar por ter a íris
olhar em diferentes direções horizontais sem alterar a pálpebra. Quando posando os olhos, eu
normalmente posicionar as pálpebras primeiro, e então eu abordar as íris.
Estar ciente e deliberar sobre o bom posicionamento da íris vai pagar dez vezes quando você criar a
aparência exata e sentir que você quer.
Técnicas para posar os olhos
este seção explora algumas técnicas poderosas que eu uso para conseguir uma bela expressão com
base na aparência dos olhos.
Dê o cérebro de um Task
Uma das imagens mais icônicas da minha carreira é a foto que eu tomei durante o casamento de
Brittany, que se tornou a capa do meu primeiro livro, Picture Perfect Practice. Esta foto foi um
sucesso puramente baseado no levantamento dos olhos; VejoFigura 15.14.
15.14
Para obter esse olhar infinito que é incrivelmente cativante, eu primeiro posicionada a cabeça um
par de polegadas abaixo do meu ângulo da câmera. Isto forçou Brittany para elevar suas íris de
olhar para a minha lente, que por sua vez abriu suas pálpebras exatamente correto. Uma vez em
posição, se eu tivesse simplesmente pediu-lhe para olhar para a câmera do olhar em seu rosto teria
sido menos do que desejável. Eu precisava dela para ignorar mentalmente que havia uma câmera
com uma lente grande macro apontou diretamente para o rosto dela. A técnica que eu usei para
alcançar este objetivo era ocupar sua mente com uma tarefa não relacionada.
Pedi-lhe para olhar através de minha lente, mas não a minha lente, e dizer-me o mais rápido possível
quando viu o obturador abrir e fechar dentro da minha lente. Disse-lhe que ia ser muito rápido, então
ela realmente tinha que se concentrar 100 por cento sobre esta tarefa, ou ela iria perdê-la com um
único piscar de olhos. “Pronto?”, Perguntei.
Como Eu lentamente apontei meu grande 100 milímetros lente macro para seu rosto, concentração
completamente assumiu sua expressão. Seu cérebro não estava pensando, “Estou tendo uma foto
tirada!” Em vez disso, ela se esqueceu por um segundo em ser fotografado e completamente
focado sua mente em sua tarefa. Isso obturador estava abrindo e fechando em uma velocidade
muito alta, e por isso lhe exigiu atenção. Os resultados foram gloriosa! É um dos meus all-time
favorito imagens.
o tarefa que você dá a seus clientes deve ser fácil o suficiente, mas também exigem sua atenção
completa. Durante um
sessão de fotos em Tallinn Estónia, por Figura 15.15 I primeiro posicionado minha lente bem
abaixo rosto do modelo para controlar como fechado eu queria suas pálpebras para ser. Eu sei que
se as pálpebras são meio caminho fechado, expressão do modelo será suave e fascinante, em vez de
agressivo, o que muitas vezes acontece quando as pálpebras estão abertas. Eu cobri um de seus
olhos com seu próprio cabelo para adicionar uma sensação de mistério e romance à foto.
Finalmente, para manter seu cérebro ocupado por um segundo para que ela pudesse esquecer a
sessão de fotos, eu só pedi a ela para olhar para o cano da minha lente e observar o movimento
acontecendo dentro como a lente tentou se concentrar. Isso foi o suficiente para os olhos para ir de

“O que estou olhando?” Para este olhar deslumbrante em seus olhos.

15.15
Dê o cérebro Algo para Contagem
Ao dar o cérebro uma tarefa quantificável, como algo para contar, uma parte diferente do cérebro
chamada lobo parietal é convocado. O olhar nos olhos das pessoas quando estão no meio de contar
algo que não pode ser facilmente replicado. Você pode sentir como o mundo inteiro é ignorado para
que eles se concentrar totalmente. A forma como o cérebro lida com a contagem é magia
fotográfica! Vamos examinar o porquê.
Vamos comparar duas imagens colocadas tomadas segundos de diferença, no mesmo local. Em uma
foto, o modelo foi convidado para basta olhar para a câmera, e na outra, foi dado o modelo de uma
tarefa de contagem.
Figura 15.16: Para esta fotografia, eu levantei modelo Monique Victoria sentado em um sofá azul.
Uma vez que suas mãos, braços, pescoço e cabeça tinha sido colocada, eu disse: “Você poderia por
favor olhe para a câmera?” Olhando para esta imagem, você pode dizer que ela está envolvida em
um nível baixo. A tarefa de simplesmente olhando para a câmera não é desafio suficiente para o
cérebro. O resultado é uma foto onde o espectador é apenas superficialmente intrigado com sua
beleza física. Não há envolvimento mais profundo entre o modelo e o espectador, quase como se
estivéssemos vendo um manequim colocado em uma loja. Vemos o que está vestindo e não dar-lhe
um segundo pensamento. Agora, vamos ver o que acontece com essa relação modelo / espectador

quando o modelo é convidado a contar uma coisa.

15.16
Figura 15.17: Monique foi ainda sentado no mesmo sofá azul como antes, só que desta vez seus
braços foram colocadas descansando em suas pernas, em vez de emoldurando seu rosto. Então,
pedi-lhe para contar quantas barras de ferro que ela viu em uma cerca do lado de fora. A cerca
estava à sua direita, razão pela qual ela virou a cabeça dessa maneira. Olhe para o olhar em seus
olhos. Ele faz você se perguntar o que é que ela vê que é tão intrigante. Há um sentimento soulful
para a fotografia. Ela é no pensamento, mas você não sabe o que ela está pensando. Agora, o
espectador pode ver mais do que apenas sua beleza e se relacionam com ela como um ser humano.
Esta é a magia do lobo parietal do cérebro no trabalho.
15.17
A mesma técnica de contagem foi usada para Figura 15.18. Eu queria que esta fotografia de ser
intrigante em vários níveis. O vestido, o arranjo de flores, e seu capacete estavam exigindo
atenção visual. Mas eu queria que sua expressão de ter significado também. Esta foto é muito
mais interessante do que se ela tinha acabado de ser olhando para a câmera e sorrindo.
15.18
Ter seus assuntos fechar os olhos
Fechar os olhos é quase como apertar o botão de reset para a sua expressão. É um novo começo,
uma nova maneira de olhar para o seu entorno. Quando os olhos estão fechados por um segundo,
eles parecem descansar imediatamente, porque quando seus assuntos abrir os olhos novamente, sua
aparência é mais fresco e mais consciente. Por que isso acontece?
Bem, o olho humano pode ajustar a alterações nos níveis de luminância por um factor de 100
milhões usando as células hipersensíveis na retina chamados bastonetes e cones. Ele leva essas
células apenas um segundo ou mais para
determinar a quantidade de luz e fazer os ajustes adequados. A boa notícia é que esta pequena
janela de tempo dá aos fotógrafos apenas o tempo suficiente para tirar uma fotografia de pessoas
na luz brilhante com os olhos bem abertos sem apertar os olhos. O tamanho da pupila é afetado
não só pela quantidade de luz que entra no olho, mas pelo humor.
Se você se tornar medo, raiva, feliz, frustrado, ou surpresa, o tamanho da pupila vai mudar. Olhos
reagir fisicamente para o que vêem e como um indivíduo se sente. Mais importante ainda, ter os
olhos completamente relaxado e limpo de qualquer expressão ou reação, você deve aproveitar o
curto tempo que leva o olho para reagir fisicamente ao meio ambiente e ao humor do seu assunto.
Um grande exemplo dessa técnica no trabalho é a foto na capa deste livro. VejoFigura 15.19.
15.19
I contavam com este conhecimento do comportamento do olho para limpar toda a expressão dos
olhos de Kristen. Isso foi fundamental para o sucesso desta foto. Eu não queria que os olhos de
Kristen para transmitir alguma coisa sobre seu humor. Eu precisava eliminar quaisquer
telespectadores casuais seria relacionar com ela de qualquer maneira e em vez disso vê-la quase
como uma estátua ou um personagem em um jogo de vídeo. Para conseguir isso, eu tinha que ter
certeza de todos os músculos do seu rosto estava completamente relaxado. Eu queria há sinais
reveladores de expressão humana. Desta forma, sua falta de expressão seria completamente cativar
os telespectadores como eles tentam descobrir o que desta foto chama-los.
Uma vez o postura foi definido e suas mãos estavam posicionadas, pedi-lhe para alongar o pescoço,
tanto quanto possível sem inclinar a cabeça. Esta foi uma posição difícil de segurar, então não
havia tensão natural em sua linguagem corporal. Para liberar essa tensão, pedi-lhe para respirar
lentamente para dentro e para fora como ela se concentrou em relaxar todos os seus músculos
faciais. Para eliminar toda a expressão de seu rosto, pedi-lhe para fechar os olhos, abri-los
lentamente, e olhar para a direita através do barril da lente. Demorou algumas tentativas de fechar e
abrir os olhos para obter o rosto perfeito, mas finalmente aconteceu, e eu não poderia ter sido mais
feliz. Quando vi aquela foto na parte de trás da minha câmera, eu soube imediatamente que seria a
capa deste livro.

cartão flash
Por ter seus assuntos fechar e reabrir os olhos, você pode tirar fotos deles enfrentam a luz
solar brilhante e também redefinir suas expressões. Mas você tem apenas um pouco mais de
um segundo para tirar a foto antes de retina do olho e aluno reagir à luz brilhante ou para o
ambiente.
Trazendo Sentimento, Movimento e Expressão Al Juntos
Isto é um pouco de dança para trazer sensação, movimento e expressão de uma única fotografia. Às
vezes, dois deles são perfeitos, mas a expressão não é tudo que existe. Para ajudá-lo com este
processo, primeiro pensar no sentimento geral que você quer em uma fotografia. Você quer que a
foto sentir sincero, charmosa, sexy, sedutor, inocente? Se você não tem um sentimento geral em
sua cabeça, como você é suposto para dirigir seus assuntos? Depois de ter decidido o sentimento
que você está se esforçando para, você estará melhor equipado para a segunda fase: o movimento.
Duas perguntas devem vir à mente antes de dirigir os seus clientes. Primeiro, faz todo o corpo
precisa para se deslocar para melhor alcançar o desejado pose, ou deve o sujeito realmente andar
na pose? E segundo, eu poderia apenas mover uma parte do corpo? As respostas a estas questões
irão influenciar fortemente o resultado final.
Por exemplo, em Figura 15.20 isto provou muito mais fácil de usar o movimento para criar essa
curva S forte da cabeça do sujeito até a cintura. Pedi-lhe para mover uma perna para a frente como
se ela estava prestes a dar um passo, arquear as costas e incline a cabeça para frente como se ela
estivesse olhando para o desenho no chão. Tente fazer tudo isso enquanto está parado e você verá o
quão difícil seria para fazer parecer sem esforço. Mas fazê-lo em movimento, mesmo se você leva
três ou quatro tentativas, e tudo flui em conjunto.
15.20
O mesmo princípio foi aplicado durante Figura 15.21. Mesmo que o modelo está de pé no mesmo
lugar, parece haver movimento de fluidos no pose. A primeira vez que disse a ela onde e como
colocar as pernas, como se agarrar a jaqueta, como colocar um lado mais elevado do que o outro, e
depois como trazer o queixo para cima. Finalmente eu pedi a ela para fazê-lo com os olhos
fechados até o último segundo, e então abri-los e olhar para minha câmera. Lembre-se que é
preciso algumas vezes para obtê-lo direito. A foto resultante de Sydney Bakich é muito fashion
orientada, mas também tem movimento, graça e fluidez, eo melhor de tudo, parece glamourosa e
sem esforço. Observe a bela expressão em seus olhos; que é o resultado de abrir os olhos no último
segundo antes de a foto foi tirada.
15.21
Quando movendo-se apenas parte do corpo, como o tronco, você não deve negligenciar posar os pés,
mesmo que eles não aparecem na foto. A forma como os pés são colocados sempre influenciar
parte superior do corpo de uma pessoa. A proporção de peso do corpo distribuído entre os dois pés
faz com que a diferença de se um pose olha sem esforço ou rígida.
Figura 15,22 estava posou pensando nos pés em primeiro lugar. O maior desafio aqui era o modo
mãos de Sarah foram feitas e sua expressão facial. Depois eu demonstrei como posar as mãos e os
dedos, mais uma vez pediu-lhe para fechar os olhos e olhar para a câmera na minha contagem para
três. pés e pernas de Sarah foram feitas, mas não estavam em movimento. Apenas a parte superior
do corpo, mãos e cabeça foram se movendo para a pose.
15,22
Para Figura 15,23, O objetivo era mostrar o belo capacete desenhado por Celadon & aipo Eventos
e o detalhe elaborado sobre o vestido desenhado por R-Mine Bespoke. Como consequência, não
houve necessidade de utilizar os braços para moldar a cara. Mãos chamar a atenção para si
mesmos, e toda a atenção deve estar no capacete e vestido, e não nas mãos. Para criar uma pose
que melhor cumpriram a meta, eu perguntei primeiro Dylan Quigg para ficar com o pé esquerdo
sobre sua direita e deslocar seu peso para o pé para trás. Essa mudança permitiu-me arquear as
lombar, trazer os ombros, tanto para trás como pôde, e equilibrar a parte superior do corpo,
trazendo a cabeça para a frente. Movendo os ombros para trás Deixe o vestido de mostrar através e
inclinando a cabeça para a frente alongada seu pescoço e isolado o capacete lindamente.
15,23
Durante uma sessão de fotos na Suíça, eu estava tendo um tempo difícil alcançar o sentimento que
eu queria para Figura 15,24. A floresta suíça me fez lembrar de uma cena em que um cervo
assustado vê um caçador potencial na floresta. O cervo iria naturalmente se sentem expostos e
vulneráveis. Para trazer este tema em uma fotografia, eu tive que parar por um minuto e pensar
sobre como uma mulher reagiria se ela se viu em uma situação similar.
15,24
o primeiro, a reação instintiva seria para proteger seu corpo. Eu decidi que os braços e as mãos
seria usado para cobrir-se, mas a pose tinha que ser feito com os braços o mais reto possível, como
você faria se você estivesse tentando se proteger. Como explicado em capítulos anteriores, a perna
mais perto da câmera deve ser dobrado. Mas, depois de algumas tentativas, algo ainda estava
errado.
o questão era a posição do queixo. Quando o queixo caiu, ela não pareceu estar em modo de alerta
elevado. Mas, com o queixo para cima, ela parecia perfeita! Para trazê-lo todos juntos, pedi-lhe
para andar alguns pés no pose com o queixo para baixo e os olhos fechados. Quando ela entrou
quase ao ponto marcado onde ela iria para a pose, ela ergueu o queixo e abriu os olhos com uma
expressão sexy, mas ainda cauteloso. Como de costume, o esforço valeu a pena. Por não correndo
a foto, eu era capaz de realmente aprimorar e criar-lo impecavelmente. Esta foto de Miriam na
Suíça tornou-se um dos meus all-time favorito fotografias de belas-artes.
Uma última palavra
Levará constante consciência desses três elementos posando e muito requinte para afinar suas
habilidades e trazer esses elementos juntos em cada sessão de fotos. Tentativa e erro será seu
companheiro constante, mas quando todos os três conceitos se reúnem em uma única fotografia,
não só trará um enorme sorriso ao seu rosto, mas também irá dar-lhe um novo sentido de
apreciação para a arte de fotografar pessoas.
Por si só

15.25
15,26
15,27
15,28
15,29
15.30
Análise
Parte 2: Posando Casais com o levantamento
perfeito Sistema de Imagem
P3S LEVANTA CARTA PARA CASAIS
7. Levantando Casais com o levantamento perfeito Sistema de
Imagem

No meu livro anterior, Picture Perfect Practice, escrevi uma breve explicação de cada uma das
combinações dos casais que colocam gráfico. Mas para este livro, os meandros de casais posando
será abordado a partir do levantamento perfeito Sistema de Imagem (P3S) ensinou nos capítulos
anteriores deste livro. Felizmente, não há necessidade de reinventar a roda quando posando casais.
Você acabou de aplicar as P3S para duas pessoas em vez de um. Se o fizer, vai orientar você 80 por
cento do caminho para uma grande pose, com alguns ajustes para o ajuste fino. Os outros 20 por
cento é como você gerencia do casal expressões, interação e energia. A energia que uma pessoa
emite deve ser acompanhado por outro. Em outras palavras, a energia e expressão deve ser
compatível.
Um fotógrafo eficaz deve sempre priorizar um verdadeiro momento e uma expressão franca sobre a
tentar ser um perfeccionista sobre cada aspecto do levantamento. Ao fotografar casais, ter em
mente que uma pose perfeita não é a única consideração. Você deve levar em conta que o casal
poderia ser brincalhão, espontânea, funky, ou sério. Mais importante, a maioria dos casais não quer
ser fotografado como estátuas perfeitamente esculpidas; eles querem que suas verdadeiras
personalidades para mostrar através de fotografias.
que Dito isto, com a prática e compromisso, eu acredito que você tanto pode alcançar um grande
pose e capturar verdadeiras personalidades do casal. Repare que eu disse uma grande pose, não
uma pose perfeita. Para ser eficaz em fotografar casais, você deve sentir-se bem com algumas
coisas acontecendo de errado com a pose, a fim de capturar um momento maravilhosamente
espontâneo. Por exemplo, você pode ver um pouco de tensão em seus corpos, seus dedos podem
ser empilhados juntos, ou os seus rácios de corpo pode estar fora de equilíbrio. Estes são alguns
exemplos de muitos erros que podem ocorrer apesar de seus esforços. Eu sei que os dois aspectos
mais importantes da postura de um casal são a obtenção de uma grande e genuína expressão de
ambos e para colocar as suas mãos e os braços corretamente. Portanto, eu alocar mais de meus
recursos posando para essas duas áreas. Uma vez que estas áreas são estabelecidas, Eu faço o meu
melhor com o resto da pose, e se algo ainda der errado, eu estou bem com isso. Pelo menos eu sei
que meus esforços contribuíram para a pose ser 80 a 90 por cento impecável. O resto é, e sempre
será, além de seu controle.
Revendo as Poses
No páginas seguintes, eu rever as poses do gráfico. Cada revisão inclui três subsections- Pose
Foundation, P3S, e dicas para que irá lhe fornecer as informações necessárias sobre cada pose.
• Pose Fundação: A foto nesse secção dá-lhe uma referência visual nu-ossos para a estrutura da
pose e serve como um ponto de partida. De lá, você pode usar os P3S para começar a modelar
a pose e torná-lo seu próprio. É sempre uma boa idéia para iniciar o processo de levantamento
a partir do zero, o que cria uma abordagem sistemática para ajudá-lo a deixar nada de fora.
Com a prática, esta abordagem sistemática vai se tornar uma segunda natureza, e você será
capaz de colocar os casais com maior facilidade.
• P3S (Picture Perfect Levantando System): o seção P3S examina descuidos na pose
fundação e oferece correções para criar uma fotografia bem sucedida. Ele também inclui
referências a capítulos anteriores para que você possa voltar e rever o material relevante.
Se você tomar o tempo para rever capítulos anteriores, desta forma, estes pontos
levantamento será mais arraigado em seu cérebro que se você apenas ler este capítulo,
sem remeter para os outros.
• dicas: Estes dicas vão oferecer uma visão sobre o que eu encontrei funciona melhor para
cada uma das poses, bem como algumas coisas para observar.
Tradicional
Pose Foundation
Um pose tradicional (Figura 16,1) Significa coisas diferentes para diferentes pessoas e culturas. No
entanto, em sua maior parte uma pose tradicional é quando um casal está juntos e ambos estão
olhando para a câmera. Esta postura é um clássico, porque é absolutamente necessário para a
fotografia de eventos, como casamentos, ou simplesmente para fotos limpas de qualquer casal.
Levantamento do casal corretamente é importante porque, por sua natureza, é um retrato simples

onde todas as falhas rapidamente tornar-se aparente.

16,1
P3S
Dentro Figura 16,1 você vai notar alguns descuidos P3s que são imediatamente óbvios. Por exemplo,
os dois não está distribuindo o seu peso em um pé mais do que o outro. Portanto, seus joelhos estão
travados, e a pose parece rígida (Capítulo 2, “Peso Distribuição e seu efeito sobre Levantando“). A
mão direita de Neal está saindo da cintura de Sarah (Capítulo 8, “Origem das mãos e dedos“). Sua
interação é nem relaxado nem genuíno, e suas cabeças estão muito longe um do outro, emitindo um
energia defensiva (Capítulo 10, “Interação e Colocação de assuntos“). A mão direita de Sarah é
chamar a atenção para o estômago de Neal. Neal está em boa forma, por isso não é grande coisa
nesta foto, masseria indesejável se o assunto não está em grande forma (Capítulo 6, “O Sistema
Contexto mão / braço“).
Dentro Figura 16.2, Suas cabeças estão melhor posicionadas, mas tudo o resto é completamente
fora de controle. Você deve ser diligente a corrigir esses problemas com a pose como você atirar. O
casalFigura 16,3 ter grande interacção e expressão. Sua energia é muito convidativo e compatível.
A colocação de mão e braço está na posição perfeita. Mas seus dedos são empilhados ou cruzando
entre si, criando uma distração (Capítulo 7, “Estilizando Mãos e dedos: Técnicas Avançadas“).

16.2
16,3
Figura 16,4 é o resultado de abordar a maioria dos descuidos mencionados anteriormente.
Ambos os seus espinhos são em linha reta, para que eles não são slouching. coluna lombar de
Sarah é bem curva, aumentando suas curvas femininas. Sua energia é positiva, convidativo, e
compatível. Lacunas foram criados para exibir tanto de suas cinturas. Mãos e dedos estão bem
colocados longe do estômago e está completamente relaxado.
16,4
dicas
Se você tivesse que escolher um representam para absolutamente dominar, deve ser a postura
tradicional. É o mais versátil de todas as poses. Certifique-se de que a energia do casal é um para o
outro ao fazer esta pose. Esta postura funciona bem como um corpo cheio ou como uma colheita
de meio-corpo. Ambas as suas expressões faciais são claros para a câmera, por isso é
especialmente importante para lutar por uma grande expressão em ambos os assuntos. Desde as
mãos são muito visíveis nesta pose, prestar especial atenção que as mãos estão envolvidos.
intensidade limpo e igual de luz deve estar presente em ambos os sujeitos.
Ele Atrás dela
Pose Foundation
Tal como o nome sugere, o esqueleto de esta pose são simples: o homem está atrás da mulher.
Naturalmente, a fundação colocam emFigura 16,5 é apenas um ponto de partida. Mas a partir
daqui, você pode criar inúmeras variações que parecem muito mais dinâmica e equilibrada.
16,5
P3S
O prefeito supervisão em Figura 16,5 é quanto de Neal está sendo bloqueado pelo corpo de Sarah
(Capítulo 12, “Balancing o Rácio Assunto“). A segunda questão mais premente é que a expressão de
Neal faznão corresponde à expressão feliz de Sarah; portanto, há uma falta de compatibilidade em
suas expressões, que é um grande não-não quando posando casais (Capítulo 15, “Posando com
movimento, sentimento e expressão“).
Figura 16,6 está sofrendo de mais descuidos que eu posso contar, mas vamos listar alguns. Sua
coluna é curvada para trás após o ponto limite (Capítulo 1, “compreensão e Levantamento da
Espinha“). Seu estômago é a parte mais próxima do corpo para a câmera, em vez de seus olhos
(Capítulo 11, “Ponto de Contacto Verifique“). Sua mão direita está saindo do nada em volta da
cintura (Capítulo 8, “Origem das mãos e dedos“). A sua interacção é estranho (Capítulo 10,
“Eunteração e Colocação de Assuntos“). Há mais descuidos, mas vou parar para o bem da sua
sanidade. O que foi feito para a direita na foto é que seus narizes estão cruzando, criando um X-
Factor, ea relação de cada um dos seus corpos mostrando para a câmera é quase igual.
16,6
Dentro Figura 16,7, A maioria dessas questões são abordadas. A principal coisa que você vai notar
é o quão bem essa postura pode mostrar sua interação uns com os outros. O braço direito de Neal
foi separada do seu corpo o suficiente para mostrar a sua cintura. Porque essa cultura mostra seus
corpos superiores, foi também importante ter uma definição clara de cintura de Sarah por
arqueando as costas o suficiente para mostrar a parede branca no fundo. Sua relação sujeito é bem
equilibrado. A mão direita de Sarah é descontraído e elegante posou sem cobrir o rosto de Neal, e
todos os dedos estão apontando na mesma direção.
16,7
Figura 16,8 é outro de muitas variações deste pose. Neste exemplo, eu mudei tanto de suas posições
de mão para manter todas as mãos envolvidos uns com os outros. No entanto, com a mão esquerda
parece vir do nada. Como eu disse antes, eu estou bem com isso porque suas expressões são
genuínos e o resto da pose é absolutamente lindo. É preciso um pouco de esforço para o casal para
lhe dar uma expressão genuína quando ambos estão rindo e completamente envolvido com o outro.
Parando o momentoporque a mão esquerda de Sarah está posicionado contrária aos ensinamentos
Capítulo 8 ( “Origem das mãos e dedos“) faria o casal se sentir como se seus esforços para dar-lhe
uma grande expressão foi em vão.
Além disso, uma vez que você fixar a mão o casal vai temem ter que recriar suas expressões
genuínas. A menos que você está trabalhando com atores profissionais, recriar expressões
perfeitamente é difícil e desconfortável para a maioria das pessoas. Portanto, ou tentar corrigir as
áreas de alto risco referidas noCapítulo 15, “Posando com movimento, sentimento e
expressão,”Antes de empurrar o par para uma reação ou aceitar algumas imperfeições para manter
o fluxo da sessão de fotos positivo.
16,8
dicas
Se o homem é mais alto do que a mulher, muito provavelmente ele vai curvar as costas para tentar
chegar a seu rosto para beijá-la. Ela ajuda a atingir uma parte maior de seu rosto, como a testa.
Dela Atrás dele
Pose Foundation
o colocam em Figura 16,9 pode ser muito charmoso, mas é mais difícil de retirar corretamente. O
corpo de um homem é geralmente muito maior do que uma mulher, por isso leva algum finesse
para equilibrar a pose.
16,9
P3S
Dentro Capítulo 12, Nós fomos sobre a importância de equilibrar a proporção assunto. Figura 16,9
ilustra a razão. Vemos todos os Neal, mas muito pouco de Sarah. Uma relação desproporcional
como este poderia fazer as pessoas olhar como se eles foram crescendo outra cabeça fora de seu
ombro. Esta foto também tem suas mãos espelham-se (Capítulo 9, “Evite Mirroring“). Isso está
causando uma pilha de mãos, todos trazendo a atenção indesejada para o estômago de Neal. Como
eu disse antes, ele está em grande forma, mas outra pessoa não apreciaria trazendo tanta atenção a
essa área. Você tem que ter cuidado onde você coloca as mãos.
outro perigo com esta pose é a probabilidade do homem tentando se envolver com a mulher girando
a sua cabeça passado o limite de conforto, como se mostra na Figura 16.10 (Capítulo 1,
“compreensão e Levantamento da Espinha“). Para evitar o homem de desajeitadamente virando a
cabeça, eu costumo tê-lo look para baixo para a terra, como no Figura 16.11.
16.10
16.11
Outro opção é criar um olhar brincalhão por ter a mulher envolver-se em torno de seu lado e
divertidamente se envolver com ele, como em Figura 16.12. Ou o fotógrafo pode ter uma
abordagem bem-art e ter o homem procurar em outro lugar, enquanto a mulher se envolve
serenamente com a câmera, como emFigura 16.13.
16.12
16.13
dicas
Esse tipo de representar funciona melhor com uma colheita mais apertada. Um tiro de corpo inteiro
de seu atrás dele aumenta as chances da foto olhando estranho. As pernas e pés do casal
provavelmente não costumam acrescentar muito a este tipo de pose, então por que incluí-los? Tenha
em mente a relação sujeito ao tentar esta pose, e prestar atenção para a cabeça do homem que gira
passado limite da coluna para envolver o seu parceiro.
caminhada
Pose Foundation
Perguntando um par de caminhar para uma foto (Figura 16,14) É um dos tipos mais comuns de
poses fotógrafos usam. No entanto, a julgar pela fundação pura desta pose, ter pessoas
simplesmente andar sem quaisquer explicações podem olhar um pouco velho e encenado. Tem que
haver algum tipo de interação entre eles. Além disso, mantenha em mente que realmente ver
alguém andar não é isso estranho, mas congelar um casal caminhando em uma fotografia e todos os
tipos de peculiaridades estranhas subir à superfície. Para conseguir uma grande caminhada tiro,
você deve ter o tempo para estilizar a caminhada para que ele aparece impecável e atraente.

16,14
P3S
Antes de perceber que eu tive que explicar aos meus clientes como andar de modo que ele parece
ser bom em uma fotografia, os resultados comuns de um andar novo pose parecia algo como
Figura 16.15. Não há interacção nula entre o casal (Capítulo 10, “Interação e Colocação de
assuntos“) E sua volta é curvar (Capítulo 1, “compreensão e Levantamento da Espinha“). Hoje em
dia, eu peço aos meus clientes a andar como se estivessem andando em uma linha fina. A exagerar
esse movimento ainda mais, peço-lhes para se sobrepor a sua frente pé sobre o pé de volta. Isto
pode soar como um pedido estranho, mas parece bom em fotografias. Para compreender esta ação,
vejaFigura 16.16. Pelo menos uma das suas cabeças deve ser voltada para o outro, e deve haver
pelo menos um ponto de contato, sempre mantendo seus espinhos o mais reto possível. Graças a
estes ponteiros, agora meu par de fotos de caminhada parecer mais com essa imagem

eFigura16.17.

16.15
16.16

16.17
dicas
Ter a casal cruzar seus pés enquanto andam ajuda a criar uma foto caminhada relaxada e natural. O
casal não tem necessariamente de ser olhando para o outro. Tente evitar isso. Por exemplo, um
deles poderia olhar para baixo enquanto o outro está inclinando sua cabeça em direção a outra
pessoa, como mostrado naFigura 16,18. Qualquer combinação de essa postura vai aumentar suas
chances de produzir uma imagem cândida. Isso não quer dizer que se eles não se olham a foto vai
se sentir falso. Claro que não. De fato, emFigura 16.16 a casal está olhando para o outro. Mas as
chances da foto olhando encenado não aumentar. O ponto é ter certeza de que a interação entre o
casal é real. Se parece falso ou encenado, refazê-lo.

16,18
Se beijando
Pose Foundation
Se você tem visto qualquer um dos meus seminários, você sabe os meus sentimentos sobre ter
casais beijar durante sessões de fotos. Se você não tiver, eu vou direto ao ponto: É a pose mais
clichê do mundo. Quando os fotógrafos não sei o que fazer, eles pedem casais para beijar. Ok,
agora que eu tenho esse aborrecimento do meu peito, vamos analisar a pose emFigura 16.19. Beijar
é um clichê quando os beijos casal nos lábios. No entanto, se o homem está beijando a mulher em
sua face superior ou na testa, ele pode olhar muito romântico. Meu problema com o beijo é quando
o beijo é nos lábios, e não em outras partes do rosto.
16.19
P3S
Lá são momentos em que seus clientes ou o casal que você está fotografando pedido uma foto
beijando. Se assim for, manter duas grandes questões em mente. O primeiro está beijando com
“lábios de peixe.” Os lábios de peixe ocorrer quando você furar os lábios para fora tanto quanto
você pode. (Eu acredito que o termo apropriado é beicinho seus lábios, mas os lábios de peixe é
mais fácil de lembrar.) OlheFigura 16.19; perceber o quanto eles são ambos beicinho seus lábios.
Parece natural. Uma abordagem mais romântico seria beijar com os lábios em repouso. Se
beicinho é inevitável, mantê-lo ao mínimo. O segundo grande problema com casais se beijando
ocorre quando um ou ambos têm os olhos abertos. Isso é simplesmente assustador. Muitas pessoas
não querem ser olhou para quando eles estão se beijando alguém (Figura 16.20).
16.20
Para um exemplo de uma foto beijando bem executado, olhar Figura 16.21; aqui, você pode ver
mais ou menos a mesma quantidade de cada um dos seus rostos (Capítulo 12, “equilibrar o Rácio
Assunto“). As mãos devem ser envolvidos de uma forma descontraída e não-distração (Capítulo 6,
“O Sistema Contexto mão / braço“), Seus olhos devem ser fechada, e eles devem estar respirando
para realmente sentir o beijo. Fora isso, tentar beijaruma parte diferente do rosto. As melhores
partes são as maçãs do rosto altas e testa; VejoFigura
16,22. Acho beijando a bochecha superior muito mais romântico e macio.
16.21
16,22
dicas
Acho que posando com as técnicas de movimento discutidos Capítulo 15 cria uma fotografia
beijo mais interativo. O beijo vai olhar espontâneo e divertido, em vez de forçada. Observe
também que um beijo
com as mãos envolvidas junto ou sobre o rosto aparece um pouco mais íntimo, enquanto que um
beijo sem as mãos na moldura parece mais inocente ou bonito, especialmente quando o casal está
de pé um pouco distante e inclinando-se em direção ao outro para beijar.
Brincalhão, Ação, Movimento
Pose Foundation
Isto é onde posar pode ser divertido, e você pode deixar solto. Estes tipos de fotografias (Figura
16,23) São tudo menos perfeito quando se trata de posar adequada, mas são essenciais para trazer
um sorriso aos rostos dos seus clientes. Realmente não há regras para esses tipos de poses. A única
coisa que você deve observar é a iluminação.

16,23
P3S
É divertido ver como as personalidades dos casais mostrar através de quando eles estão se
divertindo e deixar ir de suas inibições. Por exemplo, olhe paraFigura 16,23. Pedi Sarah e Neal
fazer esta pose bobo e ele próprio. O objetivo desta foto foi demonstrar ser bobo e divertido e não
se importa. Embora existam mais coisas erradas com a pose do que eu gostaria de contar, não
importa. A foto ainda me faz sorrir. A melhor parte é, se você soubesse Sarah e Neal você diria:
“Isso é tão-los!”
Trazendo suas habilidades levanta à Fun
Deixe-me mostrar-lhe por que é ainda importante aplicar suas habilidades posando ao tentar essas
poses tipo de diversão. Eu descobri por experiência que eu posso deixar ir e entender que tudo o
que acontece, eu ainda posso usar minhas habilidades posando para trazer alguma ordem à loucura.
Caso contrário, a foto vai olhar como um desastre total.
Muitos anos atrás, quando eu estava começando eu estava fotografando um casal encantador em
Boston. O casal foi divertido trabalhar com, e eles estavam ouvindo tudo o que eu disse para
conseguir as melhores fotos possíveis. Mas, infelizmente, as minhas habilidades não estavam ainda
aperfeiçoá-lo. Foi durante este tempo que eu chutei minhas práticas e aspirações para se tornar um
grande fotógrafo em alta velocidade. Este casamento foi um abridor de olho-por mim. Depois de
voltar para casa e olhando para as fotos no meu computador, eu tornou-se bastante desanimado. Eu
pensei para mim mesmo que eu não estava talhado para ser um fotógrafo. Eu não acho que eu tinha
talento possuído por alguns dos fotógrafos que eu admirava. Mais tarde eu descobri que o talento
não tinha nada a ver com isso. Eu apenas tive que aumentar meu conhecimento de posar pouco a
pouco. Eu tinha que se concentrar!
Figura 16,24 representa o que é suposto ser uma foto divertida. Mas eu não conseguiu visualizar a
foto na minha cabeça antes de eu começar a gritar direções posando. Eu diria, “Fique na frente do
outro.
Brinque com seu véu. Sorrir para ela.”Nenhum dos sentidos foram específicos. Como ela é suposto
para segurar o véu com o braço completamente em linha reta ou dobrado? Por que o noivo
segurando o casaco por cima do ombro, enquanto a noiva está jogando com seu véu? Por que ela não
interagir com ele se ele está sorrindo para ela? Estas são as perguntas que você precisa para perceber

que você está atirando.

16,24
Se vocês quer evitar esses problemas, tente visualizar a pose antes de começar a fotografar. Ela vai
lhe poupar muito tempo e esforço. Depois de forçar-me a visualizar fotos antes de posar meus
casais, comecei a ser muito mais específico sobre como eu dirigi meus pares para tomar a pose eu
imaginava.
Figura 16.25 é um resultado direto de uma segunda tentativa de essa postura dinâmica e lúdica. A
única diferença entre os dois, além de ser tomado anos de diferença, é que, durante a primeira
sessão, eu estava gritando direções intermináveis e inúteis com nenhum indício que os resultados de
minhas direções seria. Para
a sessão posterior, visualizei essa foto exata na minha cabeça, e então eu executou. Observe que a
foto é divertido, espontâneo e energético, mas ainda estruturado quando atenção foi dada à sua
interação. Para tiros baseados em ação durante o qual o casal está em constante movimento como o
fotógrafo brotos e cliques de distância, ele ajuda a dar-lhes indicações-chave para manter em mente

como eles se movem, dança, andar ou saltar.

16.25
Por exemplo, figuras16,26 e 16.27 ambos foram fotografados como o casal se mudou e dançou de
distância. Instruí-los a continuar rindo alto, mantenha suas faces voltadas um para o outro, e manter
suas mãos envolvidas abaixo do nível do pescoço. Lembrando esses três ponteiros dá-lhe um maior
rendimento de ótimas fotos com espontâneas expressões-sem ter o braço bloqueando o rosto do
outro, ou um deles rindo, mas o outro não. Quando se trata de qualquer tipo de posar, muitos
problemas comuns podem ser resolvidos antes que eles ocorram durante as filmagens. Isso permite
que você focalize sua atenção na criação de uma obra-prima em vez de corrigir erros.
16,26
16.27
dicas
Eu certificar-se de que o casal está se divertindo, mas que suas expressões permanecer compatível.
Por exemplo, eu não posso ter a mulher sorrindo e tendo o momento de sua vida, embora seja claro
que o homem não está entusiasmado.

Uma palavra sobre REENACTING Clichés


Para ajudar os fotógrafos ou os entusiastas da fotografia de pensar criativamente em vez de
cair em clichês Reconstituição décadas de idade, senti-me compelido a escrever este seção.
Há muitos exemplos destas poses, e eu aceito que alguns clichês, como mergulhando a
noiva, pode realmente olhar bem se bem executado. Há também momentos em que seus
clientes solicitem estas fotos cliché porque tê-los visto em uma revista ou na internet. Nesses
casos, eu diria vá em frente e tirar a foto, tão desagradável quanto pode ser. Caso contrário,
você poderia perturbar os seus clientes, e fazer o seu cliente insatisfeito vai lhe causar mais
dores de cabeça do que ele vale.
1 dos clichés mais encenadas está reencenando uma proposta em que o homem fica de
joelhos e segura a mão da mulher (Figura 16,28). Mas a menos que a proposta é, na verdade,
acontecendo, a reconstituição não faz sentido. Para entender o porquê, remeter paraCapítulo
10, “Interação e Colocação de assuntos.”Muitos anos atrás, o meu cliente solicitou apenas
como uma foto. Porque era um pedido, eu fiz isso com um sorriso. Mas você não pode
ajudar, mas pergunto: “Por que ele está propondo, se eles já estão casados ou quase casado?”

16,28
É minha esperança que os fotógrafos em todo o mundo vai tentar recuar a partir de tais clichês
como a proposta pose, e, em menor medida, o casal se beijando nos lábios.

Segurandomãos
Pose Foundation
1 dos maiores benefícios da postura em Figura 16,29 é que é tão versátil. De mãos dadas criaum
ponto de contato e dá a mãos algo para fazer, como você aprendeu na Capítulo 6, “O Sistema
Contexto mão / braço." Este ação cairia na categoria Segurar no HCS. De mãos dadas é o usod
juntamente com a maior parte das outras categorias levanta no gráfico de levantamento. Por
exemplo, você poderia ter o casal sentado e de mãos dadas, ou poderiam estar de pé lado a mãos
segurando colaterais. Mas, como tudo o mais no levantamento, há um caminho certo e um jeito
perturbador para as mãos. Se as mãos são colocados mal, eles trazem a atenção indesejada para as
mãos. Se você fizer isso direito, o handholding vai olhar impecável, suave e romântico. Ele irá
adicionar um toque de charme para a pose, mantendo a atenção focada nos rostos do casal, não suas
mãos.
16,29
P3S
Eu colocava Sarah e Neal desta forma, em Figura 16,29 para demonstrar alguns dos problemas mais
comuns que surgem quando os casais são convidados a dar as mãos, sem orientações específicas
sobre como fazê-lo. Observe como o pulso de Sarah está em um ângulo de 90 graus dura (Capítulo
3, “articulações e 90 graus Angles“). Aviso prévio Também como seus dedos estão entrelaçados.
Esta é uma forma de empilhar dedos juntos (Capítulo 7, “Estilizando Mãos e dedos: Técnicas
Avançadas“). As mãos devemser realizada perpendiculares uns aos outros. Vejo Figura 16.30, por
exemplo; se os dedos do casal estão interligados, basta afrouxar o aperto, confinando a
sobreposição dedo ao topo dos dedos. Se bem feito, os dedos são suavemente curvo, em vez de
uma pessoa segurando a mão do outro.
16.30
Dentro Figura 16,31, Perguntei a noiva para segurar delicadamente apenas um ou dois dedos.
Desta forma, o handholding deu a representar uma sensação sensível. DentroFigura 16,32,
Observe como suave o aperto está segurando a mão. Este é outro exemplo das mãos que estão
sendo colocados perpendiculares entre si, sem quaisquer sinais de emocionante, especialmente na

mão do homem. Qualquer sinal de um homem segurando a mão de seu parceiro vai aparecer
forte.
16,31
16,32
dicas
Tenha em mente que handholding deve aparecer sempre suave e sem esforço. É preciso energia
para entrelaçar os dedos para onde pontas dos dedos de cada pessoa tocar na parte superior da mão
da outra pessoa. Portanto, não fazê-lo. Você
quer o aperto ser tão solto que se estivesse a puxá-los suavemente à parte, as mãos se separam com
o mínimo de atrito.
Sentado
Pose Foundation
Tendo casais se sentar para uma foto (Figura 16,33) Oferece uma perspectiva refrescante
simplesmente porque é diferente dos habituais fotos de pé. A maioria das pessoas são fotografados
em pé, assim quando você vê uma foto de pessoas sentadas isso inconscientemente parece fresco.
A principal coisa a observar é que quando as pessoas se sentam, eles geralmente desleixo. A
maioria das pessoas não tem a melhor postura, por isso é até fotógrafos para manter isso em mente

e fazer os ajustes necessários para evitar slouching de qualquer tipo.

16,33
Além disso, de acordo com a verificação de ponto-de-contacto (Capítulo 11, “Ponto de Contacto
Verifique“), quando fotógrafos apontar sua câmera para alguém sentado, eles correm o risco de que
os joelhos do casal será a coisa mais próximo da câmara. Para remediar esta situação, pergunte a
seus súditos para manter as costas o mais reto possível e inclinar-se para a câmera. Isto irá fechar a
distância entre os joelhos e os rostos de seus assuntos.
P3S
em primeira vista, quando se olha para Figura 16,34 Você acha que a foto Parece bem. É fácil não
perceber a forma que ela está sentada com as costas inclinando-se longe da câmera, ou que seus
joelhos são as mais próximas
opor-se à câmera, o que lhes dá mais importância do que o rosto. A questão pode ser bastante

sorrateira.

16,34
agora compare Figura 16,34 para Figura 16.35. Ao pedir a ela para manter as costas retas e inclinar-
se para a câmera, I garantir que seu rosto se torna mais pronunciada. Esses dois exemplos não são
de um casal, mas é mais fácil ver o problema com uma pessoa. Use essas técnicas quando posando
casais, e você estará em boa forma. Você pode se referir aCapítulo 11 se você precisar uma
reciclagem sobre este tema.
16.35
Com casais sentados, com uma aguda consciência de como as mãos são posicionadas irá ajudá-lo a
completar a pose. Aplicar o conhecimento que você aprendeu naCapítulo6, “O Sistema Contexto
mão / braço,”Para tirar o máximo proveito das mãos dos seus assuntos durante uma pose sentada. Se
você não for cuidadoso com as mãos, você pode acabar com uma foto comoFigura 16,36. É
lamentável quantas questões que colocam devemos acompanhar durante sessões de fotos. Mas se
você abrandar e ter o tempo para ver todas as partes doa corpo antes de colocar o dedo no botão do
obturador, a qualidade do seu trabalho vai de Figura
16,36 para Figura 16,37.
16,36
16,37
Neste exemplo, todas as quatro mãos estão envolvidos, suas expressões são compatíveis (Capítulo
15, “Posando com movimento, sentimento e expressão“), O casal está sentado com as costas retas
(Capítulo 1, “compreensão e Levantamento da Espinha“), As lacunas foram criados para mostrar o
contorno de suas cinturas (Capítulo 5, “criando Lacunas com parte inferior das costas e
cotovelos“), E uma das mãos da noiva é colocada mais alto do que o outro (Capítulo 9, “Evite
Mirroring“).
dicas
Quando as pessoas se sentar, eles automaticamente tentar relaxar. As pessoas se sentar em um
banco do parque para ler, ou se sentar para assistir TV. A associação de relaxar com assento pode
ser um problema para os fotógrafos. Devemos colocar mais energia em nossas vozes, mais do que
quando os casais estão de pé. Caso contrário, nossos sujeitos vai relaxar demais e possivelmente
desleixo.
Durante um casal sessão de fotos em Bel-Air, Califórnia (Figura 16,38), Eu perguntei o casal para
sentar-se no tronco de seu novo Bentley (não recomendado, por sinal!). Mas o casal estava disposto
a fazê-lo, e tronco de um Bentley é forte o suficiente para manter o seu peso sem amolgar-lo.
Lembro-me que eu tinha que quase gritar quando eu estava colocando-os para levá-los a endireitar-
se e reagir da forma como fizeram. Eu colocava as mãos em primeiro lugar; então eu perguntei-lhes
a inclinar o corpo para o outro. Finalmente, eu disse o noivo onde colocar sua cabeça. Depois disso,
foi toda a energia de mim!
16,38
Ninguém quer um chato foto sentado, então, fazer o que for preciso para obter uma grande reação
fora do casal. Outra dica inteligente é ter o casal sentar perto da borda do que eles estão sentados.
Isso pode evitar má postura, porque eles não terão nada para descansar as costas contra. Eles vão
ter que usar sua própria energia para endireitar as costas e sentar-se frente.
Side by Side juntos
Pose Foundation
o inspiração para a pose em Figura 16,39 provavelmente veio da pintura modernista famosa por
Grant Wood intitulado American Gothic. Pelo menos esta é a maneira que eu vi fotógrafos usar a
pose. No entanto, essa postura é bastante versátil, bem como, e pode assumir muitas formas,
dependendo da sua criatividade. A partir da foto fundação, você pode começar a construir a pose.
Há muitas variações que você pode jogar com. Por exemplo, você poderia alterar a posição do
corpo, os pés, e mesmo onde eles estão procurando. Esta postura pode olhar bonito, romântico, ou

até mesmo avant-garde.

16,39
P3S
1 dos meus aspectos favoritos de pintura de Grant Wood é expressão do casal. Eles parecem ter
nenhum. ParaFigura 16.40 Eu encontrei-me inspirado pela idéia de falta de expressão, mas com
uma torção. Coloquei a noiva eo noivo ao lado do outro, e eles tinham as mãos. Mas então eu
perguntei a noiva
segurá-la velar-se como se a evitar que o tecido de tocar o chão (Capítulo 6, “O Sistema Contexto
mão / braço“). Para remover a rigidez, perguntei o noivo a mudar seu peso corporal ao seu bapé ck
(Capítulo 2, “Peso Distribuição e seu efeito sobre Levantando“).

16.40
A configuração da pequena aldeia em Kauai, Havaí, foi o local perfeito para experimentar esta pose.
Este lado-
by-side pose da ofereceu uma interpretação realista do que os moradores nos velhos tempos faria se
um convidado stranger- foi autorizado a dar uma olhada em suas vidas. Embora suas expressões são
quase inexistentes, você pode pegar dicas de suas personalidades. No entanto, eles permanecem
reservados suficiente para a imagem global de ser intrigante. Por outro lado do espectro,Figura
16.41 ofertas uma abordagem moderna para o mesmo tipo de pose. Desta vez, há uma convidativa e
interação romântica entre o casal, ea foto é tirada da parte de trás, não de frente. O único aspecto
semelhante é que eles estão de mãos dadas. E se uma pessoa enfrenta a câmera e o outro
não?Figura 16,42 ilustra o que esse arranjo seria semelhante. Aqui, eu poderia ter pedido o noivo
para olhar para o outro, longe da noiva. Mudando a direção de suas cabeças podem oferecer uma

variedade de olhares que você também pode tentar.


16.41
16,42
Cliché Aviso: Há muitos clichês que os fotógrafos recriar porque tê-los visto antes e está preso
criativamente durante um tiroteio. Um clichê usado nesta pose (vale a pena mencionar para que
você possa evitá-lo!) É o homem de pé com uma postura ampla e a mulher sentada no chão ao lado
dele com seus braços em volta de uma de suas pernas, como se estivesse reivindicando isto. Se há
uma razão por que a mulher está no chão abraçando suas pernas, então vá para ele; caso contrário, a
pose não faz muito sentido. Isso levanta a questão: “Por que ela está no chão, e por que ela está
sedutoramente abraçando uma de suas pernas?” Eu nunca fui capaz de descobrir as respostas para
estas perguntas. Minha intenção por mencionar estes clichés é motivá-lo a pensar fora da caixa. É
difícil desenvolver seu próprio estilo se você recorrer a re-encenar esses clichês em demasia.
dicas
Ao escolher este pose, os maiores riscos para o sucesso desta foto são uma grande discrepância
em relação assunto (Capítulo 12, “equilibrar o Rácio Assunto“) E a direcção dos narizes não
voltados directamente um para o outro (Capítulo 13, “o Nariz X-Factor“). Eu mostrei-lhe aqui
três variações deste pose, mas tenha em mente que há muito mais.
interpretativa
Pose Foundation
A fotografia interpretativa como a deFigura 16.43 deixa a interpretação ou significado em aberto.
Uma foto desse tipo pede mais perguntas do que fornece respostas. Normalmente, uma foto
interpretativa deixa os rostos dos assuntos fora do quadro, de modo que a sua mensagem ou
história é entregue exclusivamente através da linguagem corporal.
16.43
P3S
Levar um olhar mais atento Figura 16.43. Observe a forma como ela está de pé e como sua perna
está dobrada. Então olha para sua linguagem corporal com suas mãos e sua postura. Muita
informação está escondido na pose.
Aprender a contar uma história com a interpretação aberta poderia ser um dos melhores
aspectos da fotografia. É por isso que as fotografias mais interessantes são os que deixam
muito à imaginação, em vez de ser tão literal.
Figura 16,44, Editado por Jonathan Penny, tem sido sempre um dos meus exemplos favoritos de
uma pose interpretativa. Eu estava explorando o conceito de interpretação aberta, então eu me
forcei a pensar fora as poses normais. Inspirado pela forma como cavalheiresco o noivo foi em
direção a sua esposa desde o início do dia, que era o meu desejo de ter seu cavalheirismo genuína
expressa através de sua linguagem corporal. Vamos extrair os detalhes escondidos da pose.
16,44
Primeiro, você deve ter notado a forma como ele está olhando para sua noiva. Mesmo que você não
pode vê-la, você podeimaginar que ela está procurando em outros lugares, e ele é carinhosamente
admirá-la (Capítulo 15, “Posando com movimento, sentimento e expressão“). Sua mão esquerda está
segurando a pesada bouquet enquanto o seu direito mão é gentilmente segurando a dela (Capítulo 6,
“O Sistema Contexto mão / braço“, E Capítulo 7, “Estilizando Mãos e dedos: Técnicas Avançadas“).
Cortar-la para fora da moldura certamente cria interessante colocação assunto (Capítulo 10,
“Interação e Colocação de assuntos“). Não há necessidade de ver o rosto dela para ver como este
casal ama e trata o outro. Mas tudo é sujeita a interpretação. Como essa foto fala para mim pode não
ser necessariamente a interpretação de outra pessoa.
Cortar fora as cabeças de seus assuntos elimina a possibilidade dos espectadores com foco em seus
rostos, como mostrado na Figura 16.45. Isso significa que todo o peso da fotografia repousa sobre
o casal de
linguagem corporal. Eu queria criar uma foto chique para complementar vibração moderna e
elegante do casal. Uma foto interpretativa seria a escolha perfeita para isolar o seu estilo.
Coloquei-los contra um fundo rosa claro que eu encontrei em razão do Hotel Bel-Air. O rosa
desde um bom contraste e limpa para o branco do vestido e do preto do smoking. Eu colocava a
noiva com um movimento exagerado, enquanto o noivo ficou imóvel para criar justaposição com
a noiva. Os braços exteriores foram curvado e colocada, ao passo que os braços interiores foram

penduradas para baixo.

16.45
Durante uma sessão de improviso foto para um casal de amigos em Beverly Hills, fomos andando
pela rua, procurando um local com boa luz para filmar. À medida que andava e falava, percebemos
as pequenas poças de água na calçada esquerda ao longo da chuva da manhã (verFigura 16,46).
Desenho da minha experiência com poses interpretativas, eu sabia que a forma como os pés são
colocados pode dizer muito sobre uma pessoa ou, neste caso, o casal. Então, enquanto
caminhávamos, eu pensei que as poças poderia ser usado para dizer algo sobre o casal de uma forma
mais criativa do que apenas apontando minha câmera em seus rostos e tirar uma foto.
16,46
Para fazer isso, eu usei a parte superior do quadro para mostrar sua relação encantadora usando
seus pés e parte inferior do quadro, a poça, para mostrar a sua encantadora interação e o resto de
suas roupas. Da forma como a foto foi cortada, que quase parece como se fosse duas fotos
diferentes. Existem agora duas histórias visuais que representam quem eles são como um casal.
Não havia nada de especial sobre o local onde esta foto foi tirada, então eu usei a parte superior e
inferior do quadro para manter o foco sobre o casal. Se a localização significa algo especial para o
casal, no entanto, você pode exercitar sua criatividade e utilizar a moldura fotográfica para contar
histórias que importam de uma forma criativa e interpretativa.
Por exemplo, eu tirei a foto em Figura 16,47 espontaneamente dos meus amigos Mike cólon e sua
esposa Julie, durante um passeio casual em Roma. Eu usei uma técnica semelhante como emFigura
16,46, Mas com um toque para a localização Roma. Com um dos marcos mais reconhecidos no
mundo por perto, eu levantei os pés
e colocou-os no topo da armação e utilizado a reflexão na poça de dar ao espectador uma visão do
Coliseu ao fundo. Este é o lugar onde uma pose interpretativa brilha acima de todos os outros.
Sem essa postura, a foto teria sido a foto típico do casal em pé no meio da rua, provavelmente
beijando, com o Coliseu ao fundo. Com tantas maneiras criativas e divertidas para contar uma
história, é uma pena que tão poucos fotógrafos empurrar-se a pensar além do óbvio.

16,47
dicas
Quando posando um par de uma forma interpretativa, certifique-se de pensar em maneiras criativas e
incomuns para usar toda a moldura fotográfica: os cantos, a parte superior, parte inferior ... cada
parte.
distância que os separa
Pose Foundation
Distância para além, do tipo de representar em Figura 16,48, É semelhante ao “lado junto a lado,”
exceto que geralmente há mais distância entre o casal. Em um extremo desta foto, você pode
colocar a noiva eo noivo longe um do outro. Mas esta opção requer mais atenção para manter o
foco em cada pessoa (Capítulo 14, “ênfase Assunto“). ocasal poderia estar ao lado do outro, mas
mais distantes do que o habitual, ou se poderia estar em primeiro plano e o outro em segundo plano.
Naturalmente, este tipo de postura está longe de ser tradicional, e alguns casais podem não cuidar
dele. Depende de como você executá-lo. Honestamente, eu normalmente não fazer este tipo de
representar uma prioridade quando estou trabalhando com casais, a menos que eu sinto que seria
um bom ajuste para o casal.
16,48
P3S
1 das maneiras mais eficazes para executar uma distância além representam é colocar os elementos
que cercam a boa utilização composicional. conceitos de composição, como o contraste são um
bom complemento para esta pose. Por exemplo, emFigura 16,49 Eu usei a parede de tijolos de
grandes dimensões e a ponte de Brooklyn em segundo plano para contrastar com a noiva
relativamente muito menor e do noivo. O pequeno-versus-grande contraste, combinado com o
casal que está a alguma distância um do outro, não é um tradicional ou normal casamento-que é
precisamente o que torna este tipo de representar interessante.
16,49
Para Figura 16,50, Eu aproveitei o alto contraste entre a caverna escura e o terno mais leve o noivo
Kent usava para seu casamento. Desta vez, porém, eu não tenho meus clientes se destacar. Em vez
disso, eu criei essa distância, colocando a noiva no fundo e o noivo em primeiro plano. Tinha o
noivo sido vestindo um smoking preto, este arranjo particular provavelmente não teria funcionado.
Não teria sido contraste suficiente para retirá-la. Embora esta pose é nomeado distância que os
separa, isso não significa que o casal deve estar fora do alcance. Se o casal está de mãos dadas, mas
eles estão mais afastados do que a norma, ela se qualifica como uma distância além representam.
16,50
Isto é precisamente o que eu fiz para Figura 16,51. Comecei por colocar o casal em um ponto de
observação mais alta da minha posição para garantir que seus corpos seriam recortadas contra o céu
nublado. Enquanto eles mantiveram suas mãos suavemente realizadas, pedi-lhes para se afastar um
do outro apenas o suficiente para criar alguma distância, melhorando a qualidade mostrada em
silhueta. Para terminar a pose, pedi-lhes para olhar em direções opostas (Capítulo 15, “Posando
com movimento, sentimento e expressão“), E eu perguntei a noiva dobrar seu direito cotovelo um
pouco para criar outra lacuna para melhor revelar sua cintura (Capítulo 5, “criando Lacunas com
inferior das costas e cotovelos“).
16,51
dicas
Ao usar a distância além pose, prestar atenção em como os elementos de composição no ambiente
relacionam com o casal. Pergunte-se se, de composição falando, a posição onde o casal está de
pé faz sentido. Embora o uso de contrastes funciona bem de composição para esta pose, existem
muitos outros, como principais linhas ou enquadramento (Capítulo 14, “ênfase Assunto“).
Por último, reler Capítulo 10, “Interação e Colocação de assuntos“, Porque a interação entre o casal
pode ficar complicado com este tipo de pose. A última coisa que queremos é tentar essa distância
apart colocar e acabar com fotos, comofiguras 10,7, 10,8e 10.11, Mostrado na Capítulo 10.
Abraçando
Pose Foundation
Abraçar é uma forma macio para mostrar a afeição de um casal sem ter que recorrer a beijar (ver
Figura 16,52). Isso faz abraçando uma ótima opção, mas a abraçar novo pose pode ser enganador.
Preste attention para a detalhes desta pose, ou ele vai olhar estranho.
16,52
P3S
Alguns aspectos a ter em mente quando colocam um par devem triple-verifique que um braço e
mão é colocada uma maior do que o outro (Capítulo 9, “Evite Mirroring“). Também não se
esqueça que todos os cotovelos apontam em direção ao chão (Capítulo 11, “Ponto de Contacto
Verifique“). Se umde seus cotovelos em vez disso, apontando para a câmera, o que acontece
muitas vezes quando as pessoas abraçam, o cotovelo será o objeto mais próximo da lente,
tornando-se o ponto focal em vez das faces (ver Figura 16,53).
16,53
Se vocês desejar, pode voltar alguns capítulos e revisão figuras 9.6 e 11,8. Você deve instruir o casal
onde colocar os cotovelos antes de lhes pedir para abraçar. Também certifique-se que você não
bloquear completamente um dos seus rostos com a cabeça da outra pessoa, como mostrado
naFigura 16,53. Um abraçoparece melhor quando você se lembrar de considerar a relação cabeça
visível (Capítulo 12, “equilibrar oRácio Assunto“).
A altura do casal também desempenha um papel na execução deste pose. Por exemplo, se o par é
relativamente estreita em altura, como emFigura 16,54, Em seguida, a mulher deve ser mais
próximo da câmara, com o rosto do homem visível o suficiente para ver seus olhos. Para ajudar em
sua interação, o rosto deve ser transformadoem direção a seu rosto, como se estivesse cheirando
seu rosto com os olhos fechados (Capítulo13, “o Fator X nariz“).
16,54
o par mostrado na Figura 16,54 é em grande forma, mas se você está fotografando uma mulher sem
mangas, considere posicionando os braços do homem no lado de fora de seus braços, e usar os
braços para cobrir qualquer gordura do braço indesejado visível para a câmera. Isso vai olhar
completamente natural sem torná-lo óbvio que você está tentando encobrir seu braço. No entanto, se
o homem é muito mais alto do que a mulher, em seguida, a interação deve ser alterado para
acomodar a diferença de altura, sem curvar as costas do homem.
Durante a minha sessão de fotos improvisada do meu amigo e grande fotógrafo Mike Colon e sua
esposa Julie no Coliseu de Roma (ver Figura 16.55), Eu lidei com a diferença de altura, colocando
a cabeça com o queixo para baixo no lado do seu peito mais próximo da câmara. Para manter a
verificação de ponto de contacto igual em ambos os seus rostos, eu, em seguida, colocou seu queixo
completamente sobre a cabeça e pediu-lhe para olhar para a frente. Apesar de sua diferença de
altura, eu era capaz de manter as costas de curvar e sua interação romântica.
16.55
Lá muitas outras maneiras para executar um abraço representar bem, mas um dos melhores
exemplos que eu encontrei é Figura 16,56. Sua interação, o rácio de cabeça, e as posições das
mãos e dos braços estão todos trabalhando juntos em perfeita harmonia.
16,56
dicas
Tendo leia esta seção sobre como tirar uma foto posando, ser específico com suas instruções para
fazer todas as peças se encaixam. Ele também ajuda a ter o seu par movimento em um abraço
pose depois eles entenderam suas direções. Pedindo o homem cheirar sua face superior como eles
estão abraçando não apenas manterá sua interação para o outro, mas ele vai fazer o casal ri,
dando-lhe expressões verdadeiramente sincero.
Fundo plano
Pose Foundation
o opção de experimentar com o primeiro e segundo plano em uma fotografia pode ser uma das
melhores maneiras de contar uma história. Não só é fora do comum, é mais interessante
visualmente se bem feito (verFigura 16,57). Por exemplo, a pessoa em primeiro plano poderia estar
em foco, enquanto a pessoa no fundo é fora de foco. Só porque a pessoa no fundo é fora de foco
não significa que ele ou ela não contribui para a história; pelo contrário. Fora de foco não significa
fora da vista. A linguagem corporal da pessoa fora de foco ainda é reconhecível, e as ações dessa
pessoa pode ser uma parte significativa da história. Escolhendo esta opção irá dar as suas fotos um
olhar cinematográfico.
Pensar da foto como uma cena de um filme, em que a ação em primeiro plano complementa a
ação em segundo plano. Então coloque em seu chapéu de diretor ao escolher esta opção.
16,57
P3S
A foto usada para a fundação da postura em Figura 16,57 é apenas um ponto de partida para você
usar para a colocação assunto. Claramente, não há nenhuma interação ou storytelling qualidades
nesta imagem.
I abordar o tema de clichês com respeito, mas eu preciso informar os leitores, fotógrafos e
entusiastas em todo o mundo sobre o giro longe de usar clichês-a menos que seus clientes solicitem
o clichê. O primeiro plano / fundo novo pose foi submetido a quase tanto abuso quanto beijando na
frente de uma fonte ou um edifício de referência. Então, vamos passar por cima de alguns dos
clichês mais comuns.
Felizmente, isso vai motivá-lo a evitá-los.
Embora fosse difícil para mim ter que recriar esses clichês para o livro (ver figuras 16,58 e 16,59),
Também foi muito divertido, e todos nós tivemos uma boa risada fazê-lo. Esta é a posição mais
comum que tenho visto fotógrafos usar. Uma pessoa está em segundo plano verificando a pessoa
em primeiro plano de um modo assustador. Geralmente, a pessoa no fundo tem os braços cruzados
ou mãos
em bolsos. A pessoa em primeiro plano é geralmente sorrindo e olhando para a

câmera.

16,58
16,59
Agora que nós temos que sair do caminho, vamos olhar para alguns melhores possibilidades para
esta pose. ParaFigura 16.60, Eu queria dar um olhar cinematográfico para a noiva eo noivo se
preparando. Eu posicionei a noiva pela luz e no fundo com as duas mãos ocupadas colocando em
seus brincos (Capítulo 6, “O Sistema Contexto mão / braço“). onoivo foi posicionada em primeiro
plano, olhar no espelho e ajustando a gravata em silhueta.
16.60
Para Figura 16,61, Eu queria evocar a sensação de que ele estava reagindo a algo que ele viu de
forma a noiva encontrado charmoso, criando seu sorriso genuíno. Você pode dizer algo sobre as
personalidades de ambos os casais. Mais importante ainda, o que está acontecendo em primeiro
plano está de alguma forma relacionada com a pessoa no fundo (Capítulo 10, “Interação e

Colocação de assuntos“).
16,61
dicas
Tente chegar com algo que é divertido e realista para cada colocação assunto. Certifique-se de que
a história em primeiro plano se conecta com a história em segundo plano, e vice-versa. Lembre-se
que este tipo de postura tem qualidades cinematográficas para isso, então emprestado os elementos
de fotojornalismo para criar esta pose.
Encarando um ao outro
Pose Foundation
Nisso novo pose (ver Figura 16,62), Os corpos do casal enfrentar uns aos outros, em vez de
necessariamente seus rostos. De certa forma, esta é uma outra forma de abraços. As mesmas
questões que surgem em um abraço e / ou postura tradicional ocorrem quando o casal enfrenta um
ao outro. Por exemplo, tentar detectar todos os problemas acontecendo comFigura 16,63. Embora

o casal está abraçando, seus corpos ainda estão enfrentando uns aos outros.
16,62
16,63
P3S
Quando o casal está perto, com seus corpos frente para o outro, eles estão invadindo o espaço
pessoal do outro. A essa distância, simplesmente olhando para o outro não vai funcionar. Por suas
expressões de olhar genuíno nesta pose, também deve haver uma reação natural ocorrendo. Por
exemplo, o espaço pessoal invadir de alguém normalmente faz as pessoas rirem de lidar com o
constrangimento. Portanto, se eles estavam indo para ser olhando para o outro que de perto, um
sorriso genuíno ou riso faria sentido (verFigura 16,64 na página seguinte).
16,64
criandoum X-Factor sobre os narizes por cruzando-se ser de grande ajuda na criação de uma
fotografia que parece natural (Capítulo 13, “o Nariz X-Factor“). ParaFigura 16.65, Eu criei um
momento mais silencioso em vez de de uma expressão reactivo. Para um olhar tradicional com o
casal em frente ao outro, verFigura
16,66. A foto parece muito bem feito, porque a pose incorpora os conceitos P3s.
Pagamentoespecial atenção à forma como em linha reta seus espinhos são, as posições das mãos, e
como suas interações se complementam. Para criar uma ênfase assunto bem sucedida, eu usei as
árvores enquanto elemento composicional para moldá-los (Capítulo 14, “ênfase Assunto“).
16.65
16,66
dicas
Quando as pessoas são colocadas nesta posição, eles quase que automaticamente ligam seus
sorrisos artificiais e olhar para a câmera. Eles também irá tentar beijar, devido à sua proximidade
com o outro. Para evitar isso, o casal deve sentir a energia vindo de sua voz. Que irá transformar o
seu sorriso falso em um sorriso real. Você precisa empurrar para ele, ou você não vai conseguir. O
outro ponteiro importante é colocar os olhos cuidadosamente (Capítulo 15, “Posando com
movimento, sentimento e expressão“). Informe o seu par exatamente onde procurar para alcançar a
expressão que deseja.
Antecipação beijo
Pose Foundation
o antecipação de um beijo é muito mais suave do que o próprio beijo. Como um adolescente, eu
tenho certeza que você lembre-se que o sentimento de tirar o fôlego no momento em que se inclinou
para beijar a menina / menino dos seus sonhos pela primeira vez. É estressante! Mas assim que seus
lábios bloqueio, a intensidade desse sentimento inicial desaparece. Há uma energia inexplicável que
ocorre pouco antes de beijar alguém. Esse sentimento é o que estamos buscando quando posando

nossos casais apenas polegadas de beijar (Figura 16,67).

16,67
P3S
Veja como encantador o momento é entre o casal Figura 16,68. Porque eles estão prestes a se beijar,
ambos fecham os olhos para desligar alguns de seus sentidos e aumentar a outros, tais como o
sentido do tato, para sentir melhor o beijo. Perguntei o casal a inclinar-se para um beijo, mas para
parar polegadas de beijar. A chave é manter os olhos fechados, enquanto se inclinam em direção
ao outro. Seus sentidos deve estar no modo de hipersensibilidade quando eles estão perto o
suficiente, sem colidir cabeças. O sentimento de incerteza
vai fazer as pessoas sorrirem (Capítulo 10, “Interação e Colocação de assuntos“). Os olhos são
muito importantes para essa postura, porque ele pode jogar no momento em off se os olhos de
uma pessoa parece ser não “para ele” (Capítulo 15, “Posando com movimento, sentimento e

expressão“).

16,68
dicas
Quando você sente como ter seus casais beijar, tente fotografar a antecipação do beijo em seu lugar.
Às vezes as mulheres usam suas mãos para avaliar onde a cabeça de seu parceiro é. Isso é
totalmente aceitável.Apenas faça Certifique-se de que seus dedos não estão bloqueando o seu rosto
(Capítulo 7, “Estilizando Mãos e dedos: Técnicas Avançadas“). Quando ocasal está em posição com
os lábios polegadas uns dos outros, tentefazendo-os rir. Isto irá criar uma imagem que eles vão
adorar!
apresentando-Lo
Pose Foundation
este opção ea próxima vai dar a sua variedade trabalho. Tendo casais ao lado ou em frente um do
outro é bom, mas a variedade é muito mais atraente! DentroFigura 16.69, O sujeito masculino é o
centro das atenções, e o sujeito feminino está interagindo com ele, mas sem chamar muita
atenção para si mesma.
16.69
P3S
Para Figura 16.70, Eu escolhi uma grande abertura para me dar uma profundidade de campo focada
no noivo rasa. Apesar da noiva é mais próximo da câmara, ela está fora de foco, mantendo a
atenção no noivo.
Desde que o cabelo da noiva em sua maioria cobria seu olho esquerdo, eu pensei que seria divertido
para mostrar apenas um dos olhos do noivo. Eu posicionei meu par de modo que sua cabeça iria
bloquear metade de seu rosto, e então eu mostrei-lhe um ponto no chão que eu queria que ela olhe
para posar seus olhos. Perguntei o noivo para posar seus olhos em movimento. Então, primeiro ele
tinha que olhar para o chão e depois olhar para mim. Ele fez isso três vezes ou mais até que a
expressão e um sorriso estavam certos.
16.70
Preste muita atenção para os olhos do sujeito feminino, especialmente as pálpebras. Se você deixar
de dizer o sujeito feminino onde procurar, você pode acabar com uma foto comoFigura 16,71 ou
Figura 16,72. DentroFigura 16,71, Olhos de Sarah deve ser fechado considerando o quão perto ela é
o rosto de Neal. DentroFigura 16,72, Olhos e interação do modelo olhar completamente encenado
(Capítulo 10, “interação e localizaçãode assuntos“). Quase fechado ou pálpebras metade fechados
costumam dar-lhe o melhor resultados.
16,71
16,72
dicas
Uma colheita mais apertada funciona melhor com este tipo de pose. Para terminar esta pose, você
poderia pegar carona em outra pose. Por exemplo, começar com o casal frente a frente, em seguida,
gire-se ao redor do casal, mas tem o sujeito masculino segui-lo com os olhos. Em seguida, faça os
ajustes necessários com a fêmeaassunto para a pose para olhar direito. Tenha em mente que você
aprendeu na Capítulo 12, “equilibrar o Rácio Assunto“, Ao usar este pose.
apresentando Seu
Pose Foundation
este representar é o inverso do anterior: Desta vez, o sujeito feminino está em foco e o centro das
atenções, enquanto o sujeito masculino é nos bastidores, mas ainda interagir com o seu parceiro.
Normalmente, mas não necessariamente, a pessoa apresentada deve estar olhando diretamente para
a câmera (Figura 16,73).
16,73
P3S
É importante ter em mente o Relação sujeita ao fazer esta pose (Capítulo 12, “equilibrar o Rácio
Assunto“). Embora você está tentando fazer o sujeito masculino secundária em importância, que
não significa que ele deve ser completamente bloqueada por sua cabeça, como mostrado na Figura
16,74. Assim como nas fotos abraçando, você quiser ver mais do rosto do noivo sem trazer muita
atenção para ele, como ilustrado naFigura 16.75. Note aqui que você pode ver uma sugestão dos
olhos do noivo.
16,74
16.75
Se mais do rosto do noivo é visível para a câmera, como em Figura 16,76, É mais importante para
lançar o rosto do sujeito masculino fora de foco usando uma grande abertura e uma lente longa
ampliada em todo o caminho.
Caso contrário, a quantidade de sua cabeça mostrando na fotografia vai prejudicar o sujeito
feminino.
16,76
dicas
O uso de foco seletivo é a chave para retirar estes dois últimos poses corretamente. Funcionam
particularmente duro para ter certeza de que a interação entre o casal parece natural e não encenado.
Utilizar as técnicas descritas nasCapítulo 15, “Posando com movimento, sentimento e expressão“,
Como dando a algo cérebro para contar, ou ter o casal fechar os olhos, em seguida, abri-los. Tais
técnicas manterão seus olhos envolvidas corretamente.
T-Pose
Pose Foundation
o “T” no t-postura refere-se a clavícula do par colocados perpendicularmente uns aos outros
(Figura 16,77). Esta forma única de casais de posicionamento pode fornecer ângulos e
perspectivas them olhar fresco, macio e brincalhão.
16,77
P3S
Durante uma atribuição de casamento em Manhattan (ver Figura 16.78), O casal contou uma
história comigo sobre o bairro onde esta foto foi tirada. Isso trouxe de volta grandes memórias do
início de seu namoro. Eu queria uma pose que parecia brincalhão, mas ainda um pouco acolhedor.
Eu escolhi o T-Pose, porque fornece um ajuste perfeito para transmitir esses dois sentimentos
diferentes.
16.78
Uma vez no posição T-Pose, perguntei a noiva a se envolver com o noivo diretamente. Para ser
exato, eu perguntei a ela se envolver com as sobrancelhas, mas não olhar para seus olhos. A razão
para isso é criar um pedido estranho que ela nunca imaginou fazendo antes. Isso fará com que eles
reagem com o riso. Perguntei o noivo para olhar para o chão e manter olhando para ele,
independentemente do que acontece. Quando a noiva começou a rir de olhar para as sobrancelhas
por tanto tempo, ele reagiu com uma resposta similar. empatia precisar amor!
Durante um tiro em Los Angeles com Brittany e Eric para suas primeiras fotos de aniversário, que
viajou para o local onde Eric proposto para a Bretanha. A pose é semelhante ao que emFigura
16.78, Mas para esta variação, coloquei clavícula de Brittany enfrentando diretamente para a
câmera e as mãos envolvidas com os braços quase em linha reta para baixo (Figura16,79). Sua
interação tinha que ser diferente, porque a diferença de altura não permitiria que a mesma interação
como na foto anterior. I necessário para manter as costas o mais reto possível (Capítulo 1,
“compreensão e Levantamento da Espinha“). Então, ao invés de olhar para a sobrancelha, pedi-lhe
para olhar para sua cabeça. Isso fez com que a sua auto-consciente e fez com que ela reage com
uma gargalhada bela e contagiante. Mesmo que a fotografia é colocada, as reações e expressões em
seus rostos são tão reais quanto ele ganha.
16,79
Durante meu irmã Sarah e logo-a-ser irmão engajamento sessão de fotos de Neal, eu queria criar
uma outra imagem do divertimento usando a opção T-Pose (ver Figura 16,80). Desta vez, eu
levantei os olhos de Neal completamente fechada e lhe pediu para cheirar o cabelo dela. Eu tive
que colocar olhos de Sarah ter certeza de que eles ficaram fixos na posição certa, apenas no caso de
ela riu tanto que ela iria mover seu rosto eolhos para fora de louco. Os braços visíveis foram feitas
um lado mais elevado do que o outro (Capítulo 9, “Evite Mirroring“). Tudo foi criado. Para a
expressão, perguntei Neal para descrever-me o seu cabelo cheirava. Todo mundo começou a rir!
16,80
dicas
Os pedidos você pedir a seus clientes deve ser feita com confiança! Não duvide de si mesmo quando
perguntando. Quando posando com a T-Pose, experiência com a posição das mãos. Vai dar as suas
fotos um olhar muito diferente, como demonstrado nos exemplos mostrados aqui.
Uma última palavra
o melhor maneira de se divertir durante uma sessão é para ser hábil o suficiente para que você não
sente nenhuma ansiedade ou dúvida sobre quão eficaz está. As poses apresentados neste capítulo
cobrem quase todas as maneiras que você pode representar um casal, com a exceção de se deitar.
Deixei deitado fora do gráfico de propósito. O risco de pedir a seus clientes a mentir sobre um piso
sujo ou na grama é demais para a maioria das situações. Se suas roupas ficar manchado ou sujo,
poderia inviabilizar a sessão de fotos, dando-lhes uma experiência ruim. Naturalmente, sinta-se
livre para implementar as lições deste livro e representar seus casais deitado. Mas você deve aceitar
os riscos, mesmo se o casal lhe dá permissão.
Não é realista para representar todas as combinações de cada uma das poses em um livro-na
verdade, seria
impossível. Use os exemplos neste capítulo como uma referência. Criar suas próprias variações de
cada uma das poses. Deixe o seu estilo brilhar através de suas poses, e dar a seus súditos uma nova
apreciação da arte de posar!
Conclusão

Eu gostaria de poder dizer-lhe que há uma maneira fácil e sem esforço para aprender uma
habilidade, mas eu não quero mentir. Levantando é uma habilidade. E uma habilidade deve ser
respeitado, praticado, e alimentada. Aqui está a realidade: Se você tomou o tempo para comprar e
ler este livro, eu assumir que tem um profundo desejo de aprender sobre posando pessoas. Se for
esse o caso, ler o livro pela segunda vez. Mas leia cada capítulo devagar e com cuidado. Certifique-
se que você não se apressar através de quaisquer conceitos. As habilidades que você aprende ao ler
este livro será extremamente útil, mas a princípio suas habilidades recém-adquiridas residirá em
memória de curto prazo do seu cérebro. A única maneira de garantir o seu cérebro vai transferir
suas novas habilidades para a memória de longo prazo é explorar cada conceito em seu próprio
país, com um amigo, ou com alguém que possa ajudá-lo, posando para você. Seu cérebro precisa de
reforço constante de uma habilidade especial para o considerem importante. Lendo os capítulos é
apenas o primeiro passo. Experimentar os conceitos é o segundo passo. Analisando suas fotografias
com base nas P3S sistema posando que você aprende neste livro é o terceiro passo.
Quando você se envolver em profundamente focada e prática deliberada, seu entorno e distrações
desaparecem, e você é capaz de se concentrar exclusivamente na tarefa em mãos. Para atingir este
nível de foco, você simplesmente tem que reservar 15 minutos ou assim quando você se dedicar a
uma tarefa que tem um claro ponto de partida e um ponto final claro. A clareza das pequenas metas é
crucial para o processo, e você deve repetir as mesmas tarefas frequentemente e corretamente. Tenha
isso em mente, porque esta prática de alto nível é algo que qualquer um pode fazer. Portanto, não
pense por um segundo que você não é capaz disso, porque você definitivamente é!
Antes de começar a colocar qualquer um, eu recomendo que você primeiro definir o propósito da
pose. Por exemplo, é o objetivo da pose para chamar a atenção para as roupas do modelo ou o rosto
do modelo? As respostas a esses tipos de perguntas vai ditar o que as escolhas que você faz em cada
um dos pontos de decisão P3s. Não só você deve saber qual é o propósito da postura é, mas você
também deve tentar visualizar a pose em sua cabeça. Visualizando uma pose é difícil se você nunca
tentou fazê-lo, porque ele requer o seu cérebro para formar ou imaginar uma foto que ainda não foi
visto. previsualização prática representa a partir de agora, e você vai testemunhar o processo se
tornando mais fácil. Agora que você tem o propósito da pose definida e a visão da pose está na sua
cabeça,
Bem, meus amigos, chegamos ao final do livro. É meu desejo sincero que você tome posando em
suas próprias mãos. Levantando é nada mais do que uma habilidade que pode ser aprendida.
Ninguém nasce com o gene posando. Grande posar não é um talento natural, mas uma habilidade
que exige dedicação, vontade de aprender e prática deliberada constante. Se você deseja dominar a
arte de posar, em seguida, fazê-lo!
posando feliz.

-Roberto Valenzuela
Índice

combinações de 3 pontos,
43-54 aplicados a fotos,
50-51 gráficos ilustrando,
49
exemplos de trabalho com, 45-48
Flash Cards em usar, 44, 45
representar exercícios de análise
on, 52-54 ângulos de 90 graus, 29
braços dobrados em, 32-
35 casal posa e, 33-34
Flash Cards sobre, 36, 38
importância de, 29
representar exercícios de análise on,
39-42 força transmitida através, 34-35,
36 pulsos / dedos dobrados em, 36-38
UMA
Baseados em ação fotos casal, 258-259
ângulos obtusos vs. aguda, 36
gótico americano pintura (Wood),268
analisando coloca. Vejorepresentar
análise ângulos
De 90 graus, 29, 32-
38 aguda versus
obtuso, 36 tiroteio,
154, 155
braços
equilíbrio criado com, 66
dobrado em ângulos de 90 graus,
32-35 conexões feitas com, 85
poses casal e ângulo de, 33-34
finessed representar usando, 36
Flash Card no levantamento,36
sujeitos utilizando moldação, 65-66, 67, 70-
74 sistema HCS para posar, 63-92
o armazenamento de objectos
usando, 74-80 espelhamento das
mãos e, 123-136 posicionamento
único, 65 problemas com o
posicionamento, 64
descansando ou descansando em posição para, 66-69
Veja também mãos
postura assertiva, 21-22
atenção, concentrando-se, 13
B
pé para trás
pé da frente sobreposição sobre, 251
inconstante peso corporal, 18-19, 21,
23
fundo
posando casais em primeiro plano e, 283-
286 colocação assunto em, 140, 148
Bakich, Sydney, 70, 207, 231
equilibrar
braços criando sentido de,
66 proporção sujeito,
165-176
fotografia de beleza, 44
Bespoke, Armine,205
Blum, Sylvie, xx
linguagem corporal,
43, 85 peso corporal
indivíduos sentadas e, 24
técnicas para a mudança, 18-23
Veja também peso
distribuição
fotografia boudoir, 44, 46
cérebro
reforço habilidade e, 301 tarefas
sujeitas envolvendo, 224-227
respiração, 6
noivas
Nota do autor, xviii
levanta com movimento, 217-218
brilho
combinando a enfatizar poses, 196-198
ênfase assunto relacionado, 194-198, 209
C
câmera sorriso, 213
retratos cândidos
Nariz X-factor para a criação, 180, 182
descansando ou descansando em
posição para, 68-69
espinha cervical, 4, 5, 11
gráficos
combinação de 3 pontos, 44-54
pontos de decisão P3s, xiv
P3S posando para casais,
238
crianças
simétrica levanta por, 45
distribuição de peso para,
18
queixos
3-ponto e combinações, 45-49
ajustando iluminação para, 44
escondendo com as mãos,
107-108 olhar
cinematográfico, 283, 285,
286
reconstituições clichê,260, 270,
284 fechar e reabrir os olhos, 228
clavícula
3-ponto e combinações, 45-49 de
posicionamento em par t-Pose, 297,
298
Colon, Julie, 275, 280
Colon, Mike, 20, 275, 280
elementos de composição
ênfase composto utilizando, 204, 206-207, 209
distância poses casal separado e, 277-278
ênfase simples usando, 204, 205, 207
ênfase composto, 204, 206-207, 209
conectando através do toque, 85-88
contraste
distanciar além poses e, 277
ênfase assunto usando, 206
contando técnica, 226-227
poses casal, 239-300
90 graus em ângulos, 33-34
cliché reconstituições em, 260, 270, 284
distância que os separa, 276-
278 de posicionamento em
cotovelo, 127-128 encarando
um ao outro, 287-289 com ela,
294-296
com ele, 292-293
fundo plano,283-286 mãos e
dedos em, 103-108 atrás dele,
246-249
-lo atrás dela, 243-245
de mãos dadas, 104-107, 261-263
abraçando, 130, 279-282
interpretativo, 272-275
antecipação beijo, 290-291
se beijando, 253-255
deitado, 300
espelhamento em, 126-130
em movimento, 258-259
sobre visão geral, 239-
240 gráfico P3S para,
238 brincalhão, 256-259
sentado, 264-267
lado a lado, 268-271
proporção sujeito em,
165-176 T-pose, 297-
299
tradicional, 240-242
andando, 250-252
questão mãos assustadores, 113,
118 recorte
uso criativo de, 85, 167
Relacionado com a sujeitar
razão, 167
cruzou os pés, 18-20
D
poses defensivas
região tronco bloqueado,
32 a posição da mão, 66
detalhes, olho por, 12-13
direcção da luz, 199-203
mãos desencarnadas / dedos. Vejoorigem de mãos /
dedos distância casal separado poses, 276-278
P3S aplicado a, 277-278
representam base para,
276 dicas relacionadas
com, 278
queixo duplo, 107-108
E
Edmonson, David, xii
cotovelos
abraçando poses e, 156, 158, 279-280
ponto de primeiro contacto e, 156, 157-
158 posicionando para casais, 127-128
emoções. Vejosentimentos / emoções
enfatizando o assunto. Vejoênfase assunto
energia de fotos
3-ponto e combinações, 45-48
emoções / sentimentos
relacionados a, 43
expressão, sentimento e movimento, 230-233
pálpebras, 222, 223
olhos
3-ponto e combinações, 45-49
tarefas cerebrais para posar,224-
227 fechar e reabrir, 228-229
enfatizando nas fotos, 44, 153
orientação para controlar, 221
importância de posar, 220-221
ponto de primeiro contacto e, 153,
154 técnicas de levantamento,
224-229 três partes, 222-223
F
rostos
interacções próximas, envolvendo139, 146
enquadramento com braços / mãos, 65-66,
67, 70-74 Nariz X-Factor e, 177-192
Veja também cabeças
virada para cada outro coloca-,
287-289 P3S aplicado a, 287-
289
representam base para,
287 dicas relacionadas
com, 289
sorrisos falsos, 214, 289
retratos de família. Vejoretratos de
grupo fotografia de moda, 45, 46
sentimentos / emoções
associada com a linguagem corporal, 43, 85
combinando movimento e expressão com, 230-233
correspondência em interacções sujeitos, 141
pés
cruzados, 18-20
direcção dos dedos do pé e, 21,
22, 23 descansando sobre
suportes, 21-22 uncrossed, 21-23
Veja também
pernas
indivíduos do
sexo feminino
Pares que levantam com, 294-296
mão posando sugestões para, 95-
99
proporção assunto relacionado
com, 166-167 dedos
dobrados em ângulos de 90 graus, 36-38
sugestões casal posando para, 103-108
Flash Card no levantamento,38
interligada de, 104-105
posição natural de, 37
origem das mãos e, 113-122
importância fotográfica de, 93
colocando para casais, 103-
104 indicação com as mãos e,
81-84
representar exercícios de análise on, 109-112
Veja também mãos
toques finais, 213-236
combinando sensação, movimento e expressão, 230-233 posando
photojournalistic, 213, 214-220
representar exercícios de análise,
234-236 posando os olhos, 220-
229
primeiro ponto de contacto. Vejoponto de
primeiro contacto lábios de peixe, com
beijando, 253
Flash Cards
em combinações de 3 pontos,
44, 45 em ângulo das
articulações, 36
em fechar e reabrir os olhos, 228
em controlar os olhos, 221
sobre o levantamento do joelho com um suporte, 22
no tempo máximo para a realização de
poses, 220 no nariz conceito X-Factor,
184, 188
na origem de problemas de mão, 117
em partes da coluna vertebral e poses, 11
em resposta a instruções posando, 158
no assunto interação / colocação, 139, 141, 145
em relação sujeito, 172
em punho e dedos poses, 38
fluidez das poses, 30-31
foco
fundo plano, 283
seletivo, 205, 206, 207, 296
focalizando sua atenção, 13
primeiro plano
posando casais no fundo e, 283-286
colocação assunto em, 140, 148 fundo plano poses
casal, 283-286
P3S aplicado a, 284-286
representam base para,
283 dicas relacionadas
com, 286
enquadramento
braços / mãos usados para, 65-66, 70-74
segurar objectos, combinados com, 75, 76, 79
apontando combinado com, 81, 82, 84
ênfase assunto através, 206, 209
Diversão poses casal, 256-259
P3S aplicado a, 256-259
representam base para,
256 dicas relacionadas
com, 259
G
lacunas, 55-62
a criação de aparência natural,
56-57 Flash Card na criação, 59
iluminação usado para enfatizar,
58 representar exercícios de
análise on, 61-62 razões para a
criação, 55, 56, 59 curva “S”
para enfatizar, 60 silhuetas
sujeitos e, 80
paredes para enfatizar, 59
Gauguin, Paul, xii
Ghionis, Jerry, xiii, 44
segurando as mãos, 104, 105, 106-
107 retratos de grupo
evitando espelhamento em, 131-133
Nariz técnica X-factor para, 186-188
posturas de pessoas em, 23
H
Sistema Contexto mão / braço (HCS), 63-
92 conectando opção, 85-88
opção de enquadramento
em,70-74 opção segurando
em, 74-80, 261
Conceitos de Execução chave de, 65-
66 visão geral e finalidade de, 64-65,
88 opção apontando em, 81-84
representar exercícios de análise on, 89-92
descansando ou descansando em
opção, 66-69 mãos
atenção dirigida através,38
dobrados em ângulos de 90
graus, 37-38 problemas comuns
com posando, 95
ligar por meio do toque utilizando, 85-
88 diretrizes casal posando para, 103-
108 criando lacunas utilizando, 56-57
questão mãos assustadores, 113
fêmea posando sugestões para, 95-
99 Flash Card no levantamento, 38
sujeitos utilizando moldação, 70-74
agarrando problema com, 104, 105, 106-
107 sistema HCS para posar,63-92
se escondendo um queixo duplo com, 107-
108 segurando em tiros casal, 104-
107,261-263 importância de posar, 93
convidando vs. defensiva, 66
masculino posando sugestões para,
100-101 espelhamento de armas e,
123-136 curvatura natural, 37
objetos realizada em, 74-80
origem dos dedos e, 113-122
apontando com os dedos e, 81-84
representar exercícios de análise on,
109-112 problemas de
posicionamento, 64
colocando em bolsos, 100-101
descansando ou descansando em
posição para,66-69 Levantamento de
um único, 65
Veja também braços;
dedos luz dura,202-203
HCS. Vejo Sistema Contexto mão /
braço cabeças
3-ponto e combinações, 45-49
interacções próximas, envolvendo 139, 145, 146
efeitos de inclinao, 45, 47, 48, 180
Veja também rostos
atrás dele pose, 246-249 P3S
aplicado a, 246-249
representam base para, 246
dicas relacionadas com,
249
se escondendo
mãos desencarnadas, 117
queixo duplo com as mãos, 107-
108 movimentos de alta energia,
72-73, 74
áreas de alto risco, 215
-lo atrás dela pose,243-245
P3S aplicado a, 243-245
representam base para, 243
dicas relacionadas com,
245
quadris e coluna lombar, 7
de mãos dadas, 104-107, 261-263
P3S aplicado a,261-262, 263
representam base para, 261
dicas relacionadas
com, 262 segurando
objetos, 74-80
enquadrar motivos por, 75, 76,
79 esforço percebido de, 74-76
poses aperto, 279-282
evitando espelhamento em, 127,
130 P3S método aplicado para,
279-282
ponto de primeiro contacto em, 156,
158, 159 representam base para, 279
dicas relacionadas com, 282
hunching / curvar, 4-5
Eu
Revisão de imagem, 23
olhar infinito, 224
interacção / colocação de sujeitos, 137-152
falha de, 142-147
Flash Cards sobre, 139, 141, 145
impacto fotográfica de, 138-141
representar exercícios de análise on,
149-152 reagir a variações de, 139-
141 storytelling através, 148
dedos entrelaçados, 104-105 casal
interpretativa poses, 272-275
P3S aplicado a, 272-275
representam base para,
272 dicas relacionadas
com,275
Inverso Lei Praça da Luz, 200
convidativo poses
a posição da mão, 66
região tronco aberto,
32
íris do olho, 222, 223
isolamento, 205, 206, 207-209
J
queixo, 44
articulaçõe
s
ângulos de 90 graus, de 32-38
inclinando-se para evitar a
rigidez, 30-31 experimentar em
enrijecimento, 30
representar exercícios de análise on, 39-42
K
Kim, Kenny, 88
beijo antecipação poses, 290-
291 P3S aplicado a, 290-291
representam base para,
290 dicas relacionadas
com, 291
beijando poses casal, 253-255
P3S aplicado a, 253-254, 255
representam base para, 253
dicas relacionadas
com,254 joelhos
levantamento com os suportes, 21-22
ponto de primeiro contacto e, 153, 154
eu
linhas principais,
206 pernas
ponto de primeiro contacto e,
160-161 distribuição de peso
assentado e, 24 Veja tambémpés
iluminação
ajuste para queixo / queixo, 44
brilho nível relacionado, 194-198
direcção da luz e, 199-203 lacunas
enfatizou através, 58
luz solar forte usado para, 202-203
Inverso Lei Praça da Luz e, 200 sol do
meio dia para retrato, 199
posando clientes que usam, 203
áreas de baixo risco, 215
espinha lombar, 7-11
curvatura, 7, 8, 10-11
quadris relacionadas com,
7
deitado poses, 300
M
indivíduos do sexo masculino
destaque em poses casal, 292-293
mão posando sugestões para, 100-
101 proporção assunto relacionado
com, 166-167
Sol do meio dia,
199 ponto
médio
ajustando poses com base em, 169-
173 tiro ângulo relacionado,168
proporção sujeito e, 168-169
reflexões de espelho, 209
espelhamento, 123-136
casal posa e, 126-130 retratos
de grupo e, 131-133 posturas
individuais e, 124-126
representar exercícios de análise on,
134-136 modelos
Nota do autor, xviii
levanta com movimento, 215-216
movimento
combinando sentimento e expressão com, 230-
233 brincalhão casal posa com, 258-259
Levantamento sujeitos com, 215-218
N
luz natural. Vejo luz solar
ângulos de noventa
graus, 29 braços
dobrados em, 32-35
casal posa e, 33-34 Flash
Cards sobre, 36, 38
importância de,29
representar exercícios de análise on,
39-42 força transmitida através, 34-35,
36 pulsos / dedos dobrados em, 36-38
Nariz X-Factor, 177-192
retratos íntimos e, 180, 182
exemplos de implementar, 178-179
explicação sobre, 177, 178-179
Flash Cards em usar, 184, 188
retratos de grupo e, 186-188
narizes paralelas e, 183-185
estilo fotográfico e, 188
representar exercícios de análise, 190-
192 detectar equívocos relacionados a,
188, 189 Variações sobre a utilização,
180-182
O
obtuso comparada ângulos
agudos, 36 Em seus
próprios exercícios
em combinações de 3 pontos,
52-54 em ângulo das
articulações, 39-42
em retoques, 234-236 na
criação de lacuna, 61-62
no levantamento mão / dedo,
109-112 no método HCS, 89-
92
no espelhamento, 134-136
no nariz X-Factor, 190-192
na origem das mãos / dedos, 119-
122 no ponto de primeiro contacto,
162-164 no levantamento da
coluna vertebral, 14-16
na ênfase assunto,210-212
no assunto interação / colocação, 149-152
em relação sujeito, 174-176
na distribuição do peso, 25-28
Veja também representar análise
abrir-terminou interpretação, 272-
273 origem de mãos / dedos, 113-
122
Flash Card em trabalhar com, 117
representar exercícios de análise on,
119-122 soluções para mostrar, 116-
118 visibilidade, 114-115
retratos ao ar livre, 199
out-of-focus assuntos,
283 ponto de
sobreposição
ajustando poses com base em, 169-173
proporção sujeito e, 168-169
P
método P3S. VejoCenário Perfect System
Levantando narizes paralelas, 183-185
Lobo parietal, 226
Penny, Jonathan, 272
esforço percebido, 73, 74-75
espaço pessoal, 139, 145
estilo fotográfico, 188
fotografias
rever o seu próprio, 23
usado neste livro, xvii
fotojornalismo
capturar momentos em, 214
criando a sensação de, 214, 215
colocada, 214-220
ênfase assunto em, 204
Picture Perfect Levantando System (P3S)
baseando casal levanta em, 238, 239,
240 decisão por pontos gráfico, xiv
como ele trabalho, xv-xvi
fins servido por, xvi o que
é e não é, xx-xxi
Imagem prática perfeita (Valenzuela), 216, 224, 239
colocação / interacção de sujeitos, 137-152
falha de, 142-147
Flash Cards sobre, 139, 141, 145
impacto fotográfica de, 138-141
representar exercícios de análise on,
149-152 reagir a variações de, 139-
141 storytelling através, 148
brincalhão poses casal, 256-
259 P3S aplicado a, 256-
259 representam base para,
256 dicas relacionadas
com, 259
bolsos, mãos nos, 100-101
ponto de primeiro contacto,
153-164
breve explicação de,153
cotovelos e, 156, 157-158
olhos enfatizado como, 154, 155
abraçando coloca e, 156, 158,
159 exemplos ilustrados de,
154-156 instruções para clientes
em, 158
joelhos / pernas e, 153, 154, 160-161
representar exercícios de análise on,
162-164 indivíduos sentadas e, 264
ângulo de tiro e, 154, 155
ombros e, 158, 160 indicação
dedos / mãos usados para, 81-84
enquadrando combinado com, 81,
82, 84
fotografia de retrato
fotos espontâneas em, 68-69,
180, 182 categorias principais de,
213-214
Veja também retratos de
grupo representar análise, 11
de combinações de 3 pontos,
52-54 de ângulo de
articulações,39-42
de retoques, 234-236 de
criação de hiatos, 61-62
das mãos e dedos, 109-112 do
método HCS, 89-92
de espelhamento, 134-136
Nariz de X-Factor, 190-192
de origem de mãos / dedos, 119-
122 de ponto de primeiro
contacto, 162-164 de posição da
coluna vertebral, 12-13, 14-16 de
ênfase assunto, 210-212
do assunto interacção / colocação, 149-
152 de razão sujeito, 174-176
de distribuição de peso, 22-23, 25-28
Veja também Em seus próprios
exercícios colocam fotos de
fundação, 240
fotojornalismo colocada, 214-220
noiva posou com movimento, 217-218
modelo posou com movimento, 215-216
razões para o fracasso de, 219-220
posando
combinações de 3 pontos para, 43-
54 casais com sistema P3S, 239-
300 fluidez alcançado através, 30-
31 focalizar a atenção sobre,13
aprender a habilidade de, 301,
302 máximo de tempo eficaz para,
220
movimento usado em, 215-
218 perceber detalhes sobre,
12-13
aplicação intencional de, 55-56, 302
rever suas imagens para, 23
postura espinal relacionada com, 3
ênfase assunto relacionado, 193-212
distribuição de peso e, 17-28
posando instruções
respostas do cliente para,
158 tarefas sujeitos como,
224-227
posando limite, 3 postura
adequada, para fotos, 6
coluna torácica e, 5
beicinho, 253
poses previsualização,302
suportes, o levantamento do joelho
usando, 21-22 reflexões poça, 274,
275
Q
Quigg, Dylan, 203, 232
R
reflexões de
espelho,
209
poça água, 274, 275
elementos repetitivos, 209
descansando ou descansando sobre as
mãos, 66 revendo suas próprias
imagens, 23 website
robertovalenzuela.com, xvii romance,
criando uma sensação de,180, 181
S
"Curva S, 60
esclera, 222, 223
poses casal sentado, 264-267
P3S aplicado a, 265-266
representam base para, 264
dicas relacionadas com,
266-267
voluntários sentados
casal posa com, 264-267
distribuição de peso, 24
foco seletivo,205, 206, 207, 296
retratos superiores, 45
deslocando o peso corporal, 18-
23 cruzando os pés e, 18-20
não cruzando os pés e, 21-23
ângulo de tiro
ponto médio como guia para, 168
ponto de primeiro contacto e, 154,
155 ombros
caindo para baixo e para trás, 6
ponto de primeiro contacto e, 158,
160 lado-a-lado par coloca, 268-271
P3S aplicado a, 268-271
representam base para,
268 dicas relacionadas
com, 271
silhuetas
criar lacunas para, 80
distância além posa
para,278
ênfase simples, 204, 205, 207
tamanho, a ênfase assunto e,
205 curvar / hunching, 4-5
luz suave, 202
coluna vertebral, 3-16
cervical, 4, 5, 11
Flash Card no
levantamento,11 importância
de, 3
lombar, 7-11
partes visão geral, 4-11
avaliação foto exerce sobre, 14-
16 representar a análise de, 12-
13, 14-16
alongamento,5-6
torácica, 4-7
rigidez
dobrar juntas para evitar, 30-31
distribuição de peso igual e, 18
narrativa
abrir-terminou interpretação como,
272-273 sujeito a colocação /
interacção como, 148
força
transmitida através ângulos de 90 graus, 34-35, 36
que levanta as mãos dos homens para, 100
alongamento, da coluna vertebral, 5-6
estilo, fotográficos, 188
ênfase assunto, 193-212 brilho de
sujeito e, 194-198
técnicas de composição e, 204-209
ênfase composto, 204, 206-207, 209
direcção da luz e, 199-203
isolando principais sujeitos para,
207-209 representar exercícios de
análise, 210-212 ênfase simples,
204, 205, 207 três diretrizes
para,193-194 trabalhando com
levanta e que, 193
proporção sujeito, 165-176
ajustando posa para, 169-
173 Flash Card sobre o uso,
172 ponto médio e, 168-173
ponto de sobreposição e,
168-173
representar exercícios de análise,
174-176 relacionado a homens e
mulheres, 166-167
luz solar
direcção da luz a partir de,199, 200, 202-
203 efeito dramático de dura, 202-203
retratos ao ar livre em meio-dia, 199
Veja também iluminação
T
tarefas
cérebro-envolvendo, 224-227
contando,226-227
coluna torácica, 4-7, 11
slouching relacionado a, 4-5
técnicas de alongamento, 5-6
combinações de três pontos, 43-
54 aplicados a fotos, 50-51
gráficos ilustrando, 49
exemplos de trabalho com, 45-48
Flash Cards em usar, 44, 45
representar exercícios de análise on,
52-54 inclinando a cabeça, 45, 47, 48,
180
dedos do pé
direção de, 21, 22, 23
Veja também pés
tocar, conectando através,85-88
T-Pose para casais, 297-299
P3S aplicado a, 298-299
representam base para,
297 dicas relacionadas
com, 299
casal tradicional pose, 240-242
P3S aplicado a, 241-242
representam base para, 240-
241 dicas relacionadas com,
242
você
pés descruzadas, 21-23
V
van Gogh, Vincent, xii
Victoria, Monique, 204, 215, 226
contradições visuais, 70
poses visualizar, 302
W
andar poses casal, 250-252 P3S
aplicado a, 251
representam base para,
250 dicas relacionadas
com, 252
paredes, lacunas enfatizado usando,
58 reflexões poça água, 274, 275
website de autor, xvii
casamento e Retrato Photographers International (WPPI), 100 peso
distribuição, 17-28
cruzou os pés e,18-20
Flash Card sobre, 22
avaliação foto exerce sobre, 25-
28 representar a análise de, 22-
23, 25-28 suportes utilizados
para, 21-22
rever suas imagens para, 23
indivíduos sentadas e, 24
deslocando o peso do corpo para, 18-23
pés descruzadas e, 21-23
mulheres. Vejoindivíduos
do sexo feminino Wood,
Grant, 268
pulsos
dobrados em ângulos de 90 graus, 36-38
Flash Card no
levantamento, 38
curvatura natural, 37 Veja
também braços; mãos
Y
Yanez, Tony, 67

Interesses relacionados