Você está na página 1de 49

CADERNO DE QUESTÕES

ENEM
ATUALIDADES

45 questões
INÉDITAS E
EXCLUSIVAS
PARA USAR COMO
PROVA OU SIMULADO
Material de divulgação da Editora Moderna
Caro professor
Este material faz parte da coleção Caderno de Questões ENEM Atualidades
e traz 100% de questões inéditas e exclusivas. Oferecemos um material
de trabalho prático, produzido por especialistas em avaliação da Avalia
Educacional, que tem como objetivo proporcionar ao aluno uma vivência
significativa de preparo para o Enem. Com os quatro cadernos, a escola
poderá realizar um grande simulado com 180 questões, além de escolher
entre uma das seis propostas de redação. Além disso, o professor
pode explorá-lo para criar atividades e avaliações processuais,
a partir de temas da atualidade.

Esperamos levar até você uma forma prática de promover uma


revisão dos conteúdos e acompanhar o desempenho dos alunos,
de maneira conectada com as demandas da atualidade.

APROVEITE!

CONHEÇA A ESTRUTURA DO CADERNO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA

1ª- PARTE
PARA O ALUNO
Essa parte traz o caderno de avaliação,
idêntico ao formato do Enem, para ser
fotocopiado e aplicado em sala de aula.
Acompanha folha de resposta.

2ª- PARTE
PARA O PROFESSOR
O gabarito traz comentários para cada alternativa,
baseados nos distratores e descritivos do binômio
competência-habilidade. Assim, o professor poderá
visualizar com clareza a utilização da matriz de
referência do Enem na produção das questões.
Um diferencial em relação aos materiais tradicionais
é que mapeamos os temas trabalhados em cada
questão e indicamos links para aprofundamento.

Acesse gratuitamente os cadernos


das outras áreas do conhecimento em
www.moderna.com.br/modernamigos
CADERNO DE QUESTÕES

ENEM
ATUALIDADES
SIMULADO DO EXAME NACIONAL
DO ENSINO MÉDIO

enem
EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO
UM ENSINO PARA A VIDA

PROVA DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS

Leia atentamente as instruções seguintes


1. Este caderno de teste contém 45 questões numeradas de 1 a 45, relativas à área de Ciências da
Natureza e suas Tecnologias;
2. Não dobre, não amasse, nem rasure a Folha de Respostas. Ela não pode ser substituída.
3. Para cada uma das questões objetivas, são apresentadas 5 opções, identificadas pelas letras
A, B, C, D e E. Apenas uma responde corretamente a questão.
4. Na Folha de Respostas, marque, para cada questão, a letra correspondente à opção escolhida para a
resposta, preenchendo todo o espaço da alternativa, com caneta esferográfica de tinta azul ou preta,
conforme o exemplo abaixo:
A B C D E

Você deve, portanto, assinalar apenas uma opção em cada questão. A marcação em mais de uma
opção anula a questão, mesmo que uma das respostas esteja correta.
5. O tempo disponível para esta prova será determinado pelo professor aplicador.
6. Reserve os 15 minutos finais para marcar sua Folha de Respostas. Os rascunhos e as marcações
assinaladas neste caderno não serão considerados na avaliação.
7. Quando terminar a prova, devolva sua Folha de Respostas para o aplicador.
8. Você será excluído do exame caso:
a. utilize, durante a realização da prova, máquinas e/ou relógios de calcular, bem como rádios,
gravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;
b. se ausente da sala de provas levando consigo o caderno de questões e/ou a Folha de Respostas
antes do prazo estabelecido;
c. aja com incorreção ou descortesia para com qualquer participante do processo de aplicação das
provas;
d. se comunique com outro participante, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma.
Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Questão 1 qUESTÃO 2

A descoberta de substâncias derivadas de Na capital da segunda maior economia mun-


medicamentos e de cocaína na água da Baía de dial, diversos triciclos percorrem as ruas carrega-
Santos pode ser um alerta para o descarte inade- dos de resíduos para serem vendidos nos cen-
quado e o consumo exagerado de drogas lícitas tros de reciclagem dos arredores, uma imagem
e ilícitas pela população da cidade e de São Vi- curiosa que pode estar com os dias contados. O
cente. (...) O estudo foi realizado por uma equipe mercado de Fuyouxinyuan, na China, dedicado
de pesquisadores liderada pelo ecotoxicologista principalmente a papelão, plástico e lixo eletrô-
Camilo Seabra. “A grande presença de moléculas nico, absorvia até 25% dos resíduos recicláveis
de anti-inflamatórios, anti-hipertensivos, analgési- desta aglomeração de 21,7 milhões de habitantes
cos e estimulantes no mar indica que as pessoas e dava emprego a cerca de 30 mil pessoas, mas
estão consumindo essas substâncias de maneira as autoridades decidiram fechar o local, que está
descontrolada, além de descartar inadequada- em fase final de demolição. Entre os escombros
mente os medicamentos”, afirma. (...) Foi quantifi- dos pequenos edifícios do local, de quase 90 mil
cada a concentração de sete substâncias e, entre metros quadrados, é possível encontrar CDs que-
os fármacos mais presentes, estão os anti-infla- brados, garrafas vazias, revistas velhas e amian-
matórios e os anti-hipertensivos. (...) O tratamento to, que é altamente cancerígeno.
de esgoto também precisa melhorar em Santos. Disponível em: <https://noticias.terra.com.br/ciencia/recicladores-
de-pequim-temem-pelo-futuro-da-profissao,ecc5aa4802a
(...) Deve-se também combater a carga orgânica f862840a0bd2ed067baf6pv729w63.html>. Acesso em: 15 jan. 2017.
e química com tratamentos mais avançados a fim
de eliminar diversos poluentes”.
Considerando que a composição química dos CDs
Disponível em: <http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-
detalhe/cidades/estudo-constata-presenca-de-residuos-de- apresenta policarbonato (PC), termoplásticos facil-
remedios-e-cocaina-na-baia-de-santos/?cHash=d3b2e
116355460a73b13046275eafeea>. Acesso em: 15 jan. 2017. mente moldáveis, qual a fórmula molecular química do
monômero 4,4-dihidroxi-2,2-difenilpropano, também
conhecido como bisfenol A, que dá origem ao PC?
Com o intuito de eliminar poluentes orgânicos como
A C13H16O
fármacos e drogas ilícitas, seriam necessários procedi-
mentos avançados como b C15H8O2
A filtração simples para remoção de compostos iô- c C15H16O2
nicos e processos químicos para tratar compostos d C13H8O
inorgânicos. e C13H15O2
b remoção de compostos orgânicos variados utili-
zando filtração de carvão ativado. QUESTÃO 3
c filtração simples para remoção de sólidos e filtra-
ção empregando carvão ativado para tratar com-
Com o objetivo de resolver um histórico pro-
postos iônicos.
blema ambiental, a Companhia de Saneamento
d floculação para remoção de compostos inorgâni- Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) lançou
cos, com utilização de sulfato de alumínio. um edital para construir uma estação de geração
e filtração simples para remoção de compostos iôni- de energia elétrica a partir do biogás que é natu-
cos e remoção de compostos orgânicos variados ralmente produzido durante o processo de trata-
utilizando filtração simples. mento de esgoto e, com isso, eliminar o volume
de lodo descartado no aterro sanitário – 500 tone-
ladas por dia.
A empreitada será feita por meio de um contra-
to de concessão de 30 anos com a iniciativa priva-
da na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de

Pág. 2 Ciências da natureza e suas tecnologias


qUESTÃO 4
Barueri, a maior da Grande São Paulo. Nela são
tratados mais de 20 bilhões de litros de esgoto por
mês de 4,4 milhões de pessoas da região, incluin- Instalada no distrito Engenheiro Passos, em
do parte da capital. A Sabesp vai fornecer o lodo e Resende, a Indústrias Nucleares do Brasil (INB)
o biogás gerados na ETE e a empresa entrará com busca alcançar uma nova fase na exploração e
a tecnologia para gerar energias térmica e elétrica. enriquecimento do urânio. O país é detentor da
O biogás é um combustível gerado no proces- sexta maior reserva deste minério e a estatal está
so de biodigestão para a secagem do lodo que à espera de recursos do governo federal para re-
fica na estação após o tratamento do esgoto e tornar a exploração em novas minas existentes
pode virar energia. Só que hoje esse potencial na cidade de Caetité, no interior da Bahia. O país
energético é queimado na própria ETE e lançado tem atualmente a capacidade de enriquecer so-
na atmosfera, enquanto o lodo seco é transporta- mente 16% do urânio. O restante é importado.
do até o aterro de Caieiras, na Grande São Pau-
Segundo o superintendente da estatal, Ézio Ri-
lo, onde sofre decomposição. "Essa tecnologia é
beiro, o foco no momento é aumentar a produ-
muito conhecida e traz benefícios ambientais e
ção do combustível nuclear no Brasil a partir da
econômicos. A decomposição do lodo no aterro
tecnologia do enriquecimento feito na fábrica da
emite gases de efeito estufa danosos ao meio am-
INB em Resende. “Tornando-nos autossuficien-
biente", explica o químico Biagio Fernando Gian-
netti, especialista em sustentabilidade. tes, deixaremos de importar o urânio enriquecido
Disponível em: <https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/ de outros países, gerando economia,” disse. Com
ultimas-noticias/ag-estado/2016/07/29/lodo-e-esgoto-serao-
usados-para-produzir-energia-eletrica-em-sp.htm>.
os investimentos, a INB daria início à execução
Acesso em: 16 jan. 2017. (Adaptado) da segunda fase de enriquecimento do urânio,
suficiente para abastecer por completo as usinas
Dois dos principais constituintes do biogás citado já em operação de Angra 1 e 2, além de Angra 3,
no texto são o metano e o gás carbônico. Quais be- ainda sem previsão de início de operação. A es-
nefícios econômicos e ambientais a utilização de lodo tatal já estaria, inclusive, armazenando o chama-
e biogás na produção de energias térmica e elétrica do elemento combustível para abastecer a tercei-
proporciona? ra usina.
A Produção de energias elétrica e térmica sem cus- Disponível em: <http://avozdacidade.com/site/noticias/
economia/56246/>. Acesso em: 19 jan. 2017.
to do combustível usado no processo, diminuição
de produção de gases causadores do efeito estu-
fa e diminuição do volume de lodo descartado nos O elemento urânio é encontrado na natureza, na
aterros sanitários. forma combinada. O isótopo mais abundante de urâ-
b Produção de energias elétrica e térmica sem cus- nio (238U) não possui um grande poder de fissão. Mas
to do combustível usado no processo, aumento de sabemos que o isótopo de urânio (235U) possui um
produção de gases causadores do efeito estufa grande poder de sofrer fissão nuclear.
e diminuição do volume de lodo descartado nos A propriedade química do urânio que permite esse
aterros sanitários. elemento ser enriquecido e posteriormente ser utiliza-
c Produção de energias elétrica e térmica com cus- do como combustível em usinas nucleares é
to do combustível usado no processo, diminuição A ser um elemento metálico não radioativo e sua fu-
de produção de gases causadores do efeito estu- são nuclear não liberar quantidade de energia.
fa e aumento do volume de lodo descartado nos
b ser um elemento metálico radioativo e sua fusão
aterros sanitários.
nuclear liberar grande quantidade de energia.
d Produção de energias elétrica e térmica com cus-
c ser um elemento metálico não radioativo e sua fis-
to do combustível usado no processo, aumento de
são nuclear liberar grande quantidade de energia.
produção de gases causadores do efeito estufa e
aumento do volume de lodo descartado nos ater- d ser um elemento metálico radioativo e sua fissão
ros sanitários. nuclear liberar grande quantidade de energia.
E Produção de energias elétrica e térmica com cus- E ser um elemento metálico não radioativo e sua fis-
to do combustível usado no processo, diminuição são nuclear não liberar quantidade de energia.
de produção de gases causadores do efeito estu-
fa e diminuição do volume de lodo descartado nos
aterros sanitários.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 3


QUESTÃO 5 d ao meio ambiente, pois a lama impede a oxigena-
ção e entrada de luz na água do rio, provocando
O rompimento de duas barragens da Samar- morte de peixes e plantas aquáticas, e à popula-
co em Mariana, na região central de Minas, ga- ção, podendo causar distúrbios apenas em indiví-
nha números que dão a dimensão da catástrofe duos com doenças preexistentes.
ambiental. Amostras da enxurrada de lama que e ao meio ambiente, apesar de não prejudicar a oxi-
foram coletadas cerca de 300 km depois do dis- genação nem a entrada de luz na água do rio, pro-
trito de Bento Rodrigues apontam concentrações vocando morte de peixes e plantas aquáticas, e à
absurdas de metais. população, podendo causar distúrbios em indivídu-
A quantidade de manganês presente na água os saudáveis e agravar doenças preexistentes.
em quantidade adequada para tratamento é 0,1 mg,
mas os técnicos encontraram 29,3 mg pela ma- QUESTÃO 6
nhã e 118 mg (1.180 vezes acima) durante a
cheia da tarde. O alumínio aparece com 0,1 mg,
mas estava disponível em 13,7 mg e 64,5 mg,
respectivamente (6.450 vezes superior). A con-
centração tolerada de ferro é 0,03 mg, mas as
amostras continham 133 mg e 410 mg. O nível de
turbidez regular é 1 000 uT, mas chegou a 80 mil uT
na passagem da enchente.
Segundo o chefe do Centro de Assistência To-
xicológica do Hospital das Clínicas da USP, An-
thony Wong, a concentração mais preocupante é “Sais de banho” é uma droga sintética que teve
do manganês. – É um metal tóxico que, por ser influência em atos de agressão extrema e canibalismo
nos Estados Unidos.
mais pesado, devia estar depositado no fundo.
Pode provocar alterações nas contrações muscu- As legal highs são fármacos criados ou modi-
lares, problemas ósseos, intestinais e agravar dis- ficados em laboratórios a partir de alterações na
túrbios cardíacos. O alumínio não traz riscos para estrutura molecular de substâncias ilegais, que
a população em geral, mas nestas quantidades reproduzem os efeitos das drogas comuns, sem
pode trazer riscos para diabéticos, pessoas com perder os efeitos psicotrópicos. O problema é que
tumores ou problemas renais crônicos. O organis- esses compostos não são listados como produ-
mo mais ácido absorve mais alumínio. Já o ferro tos controlados pela lei, facilitando o acesso dos
não é considerado tóxico. usuários.
Disponível em: <http://noticias.r7.com/minas-gerais/lama-
contaminada-tem-concentracao-de-metais-ate-1300000-acima-do- A mefedrona apareceu como novidade, fabri-
normal-12112015>. Acesso em: 17 jan. 2017. cada por laboratórios caseiros e vendida pela in-
ternet. Nos Estados Unidos, a substância se po-
A alta concentração de metais encontrados na pularizou com um novo produto apelidado de “sais
lama após o rompimento das barragens da Samarco, de banho” devido à aparência de cristais que lem-
empresa brasileira de mineração, traz riscos bram os sais convencionais usados em banheiras.
O mais surpreendente: esses sais de banho
A apenas ao meio ambiente, pois a lama impede a
não traziam substâncias ilegais, mas reproduziam
oxigenação e entrada de luz na água do rio, pro-
efeitos semelhantes a narcóticos proibidos. Ou
vocando morte de peixes e plantas aquáticas, não
seja, são “drogas disfarçadas”, feitas a partir de
prejudicando a população.
produtos químicos permitidos pela lei e vendidas
b apenas à população, podendo causar distúrbios em
pela internet.
indivíduos saudáveis e agravar doenças preexis- Disponível em: <https://vestibular.uol.com.br/resumo-das-
tentes e não prejudicando o meio ambiente. disciplinas/atualidades/legal-highs-mais-destruidora-nova-
geracao-de-drogas-sinteticas-exige-novas-estrategias-
c ao meio ambiente, pois a lama impede a oxigena- de-combate.htm>. Acesso em: 17 jan. 2017.

ção e entrada de luz na água do rio, provocando


morte de peixes e plantas aquáticas, e à popu- A produção de novas drogas sintéticas, como a
lação, podendo causar distúrbios em indivíduos mefedrona, a partir de substâncias vendidas legal-
saudáveis e agravar doenças preexistentes. mente

Pág. 4 Ciências da natureza e suas tecnologias


A dificulta o processo de síntese, pois necessita de A 3,40 × 10–2.
laboratórios especializados em sua elaboração e b 2,94 × 101.
síntese.
c 1,56 × 10–1.
b torna essas substâncias menos perigosas que as
d 2,34.
drogas convencionais, pois a venda legal de com-
E 2,53.
postos não caracteriza periculosidade.
c permite o uso como sais de banho e consequen-
qUESTÃO 8
temente causa efeitos psicotrópicos semelhantes
aos das drogas convencionais.
cientistas descobrem como reciclar plástico
d tem ocasionado a comercialização pela internet
em combustível
em frascos disfarçados para dificultar o rastrea-
Plásticos são uma parte fundamental da vida moderna,
mento, apreensão e controle.
mas seu uso sem limites tem criado sérios
E dificulta o rastreamento, apreensão e controle, problemas ambientais
pois sua síntese utiliza substâncias não controla-
das pela lei, implicando riscos à sociedade. São Paulo – Todos os dias, milhares de tone-
ladas de garrafas, embalagens e sacolas plásti-
cas terminam em aterros sanitários, onde demo-
qUESTÃO 7
ram centenas de anos para desaparecer, e, não
raro, poluem os oceanos, com efeitos assustado-
quanto custa uma medalha de ouro – e por res sobre a vida marinha. Mas uma nova pesquisa
que as do Rio-2016 são diferentes publicada na revista científica Science Advances
Elas são os objetos mais desejados nesses aponta que todo esse resíduo plástico poderia ga-
dias no Rio de Janeiro, o reconhecimento com o nhar vida nova.
qual 10.500 atletas de 206 países sonham para Pesquisadores da Universidade da Califórnia
coroar anos de treinamento. Os organizadores em Irvine, nos EUA, e do Instituto de Química Or-
dos Jogos Olímpicos de 2016 encomendaram gânica de Xangai, na China, descobriram como
2.488 medalhas para recompensar seus atletas, dissolver os fortes laços de plástico de polietile-
das quais 812 são de ouro. Mas quanto vale uma no, a forma mais comum comercialmente dispo-
medalha de ouro da Rio-2016? nível de plástico, para gerar combustível e outros
produtos.
Para estimar um valor, a primeira coisa a con-
A técnica inovadora baseia-se no uso de alca-
siderar é que no caso de medalhas olímpicas,
nos (ou parafinas), um tipo específico de molé-
nem tudo que reluz é ouro. Sua composição atual
culas de hidrocarboneto, para romper as cadeias
é de 92,5% de prata, 6,16% de cobre e apenas
químicas do polímero e transformá-lo em novos
1,34% de ouro.
compostos úteis, como combustível líquido e ce-
O Comitê Olímpico Internacional estabelece
ras de uso industrial.
que cada medalha de ouro deve conter pelo me-
Não é de hoje que os cientistas têm procurado
nos 6 gramas de ouro 24 quilates. reciclar lixo plástico. Mas a maior parte dos mé-
As da Rio-2016 pesam cerca de 500 gramas. todos são tóxicos e demanda grande quantidade
Seu valor, calculado com base na sua composi- de energia. Uma abordagem comum, por exem-
ção, é de cerca de US$ 600, de acordo com esti- plo, inclui o uso de produtos químicos cáusticos
mativas do Conselho Mundial de Ouro. e aquecimento a mais de 300 graus Celsius para
As últimas medalhas douradas feitas inteira- quebrar as ligações químicas dos polímeros.
mente de ouro foram entregues nos Jogos Olím- Nessa técnica recém-descoberta, porém, a
picos de 1912. equipe degrada plásticos de forma mais suave
Disponível em: <http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37016908>. e mais eficiente através de um processo conhe-
Acesso em: 16 jan. 2017.
cido como metátese cruzada com alcano, e as
substâncias necessárias para o novo método são
Com base nas informações apresentadas, qual a subprodutos da refinação de petróleo, facilmente
quantidade de matéria em mol contida em uma meda- disponíveis.
lha de ouro? “Plásticos sintéticos são uma parte funda-
mental da vida moderna, mas o uso deles em
(Dados: massa molar do ouro 197 g ? mol–1)

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 5


Em relação às bombas citadas no texto,
grande volume tem criado sérios problemas
A a bomba de hidrogênio funciona por meio da fis-
ambientais”, disse o químico Zhibin Guan, da
Universidade da Califórnia. “Nosso objetivo com são de átomos de hélio e essa tecnologia pode
esta pesquisa foi resolver o problema da polui- ser adaptada para gerar energia elétrica.
ção do plástico, bem como criar uma nova fonte b na bomba atômica ocorre fusão de átomos de
de combustível líquido.” urânio e pode ser utilizada para reciclar o lixo
Disponível em: <http://exame.abril.com.br/tecnologia/ nuclear.
cientistas-descobrem-como-reciclar-plastico-em-combustivel/>.
Acesso em: 17 jan. 2017. c na bomba de hidrogênio há a fusão de átomos
de hidrogênio em uma reação semelhante à que
Segundo o texto, a reciclagem de plásticos ocorre no Sol.
A é um processo benéfico para a sociedade, pois en- d a bomba atômica funciona por meio da combus-
volve métodos que não agridem o meio ambiente. tão de gás hidrogênio, podendo ser utilizada para
b é desnecessária, já que este material se degrada produzir água potável.
rapidamente na natureza por ação de microrga- e na bomba atômica ocorre a fusão nuclear, en-
nismos. quanto na bomba de hidrogênio ocorre a fissão
c é sustentável, já que pode produzir alcanos e ou- nuclear.
tros hidrocarbonetos a partir de fontes renováveis.
d pode trazer benefícios para o meio ambiente, des- QUESTÃO 10
de que utilize processos com baixo impacto am-
biental.
Sabão vegetal
e deveria ser abandonada por se tratar de um mate-
Químicos sintetizaram uma nova molécula de
rial que pode ser facilmente substituído por outros
sabão que eles batizaram de "sabão perfeito".
mais sustentáveis.
O composto é feito a partir de fontes renová-
veis, o que permitirá reduzir drasticamente o nú-
QUESTÃO 9
mero de produtos químicos em produtos de hi-
giene e limpeza, diminuindo seu impacto sobre o
Coreia do Norte anuncia teste de bomba de
meio ambiente.
hidrogênio de ‘miniatura’
Disponível em: <http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/
A Coreia do Norte anunciou nesta quarta-feira noticia.php?artigo=sabao-perfeito-vegetal&id=010125161028>.
Acesso em: 17 jan. 2017. (Adaptado)
que realizou com sucesso o primeiro teste com
uma bomba nuclear de hidrogênio, muito mais po-
tente que a atômica, em uma demonstração de Gorduras e lipídios não interagem com água.
que o regime prossegue com o programa nuclear, Desta forma, quando estes constituem sujeiras ou
apesar da proibição da comunidade internacional. é desejável removê-los de algum recipiente, torna-
O anúncio foi recebido com grande ceticismo por -se necessária a presença de algum composto
especialistas e por condenações imediatas em que tenha caráter “híbrido” e seja capaz de pro-
todo o planeta. mover a retirada do composto que não se deseja.
Disponível em: <http://veja.abril.com.br/mundo/coreia-do-
norte-anuncia-teste-de-bomba-de-hidrogenio-de-miniatura/>. Estas substâncias são os sabões ou os detergen-
Acesso em: 17 jan. 2017. tes. Vejamos suas estruturas para entender me-
lhor como agem na limpeza de objetos.
Saiba qual a diferença entre a bomba de
hidrogênio e a bomba atômica
Coreia do Norte anunciou que testou “com su-
cesso” uma bomba de hidrogênio em miniatura,
que seria muito mais potente que uma bomba atô-
mica. SO3–Na+ SO3–Na+

Disponível em: <http://veja.abril.com.br/ciencia/saiba-qual-a- CO2–Na+


diferenca-entre-a-bomba-de-hidrogenio-e-a-bomba-atomica/>.
Acesso em: 17 jan. 2017. Disponível em: <http://educacao.globo.com/quimica/
assunto/quimica-organica/oleos-gorduras-saboes-e-detergentes.
html>. Acesso em: 17 jan. 2017. (Adaptado)

Pág. 6 Ciências da natureza e suas tecnologias


Qual o termo técnico que pode substituir a palavra
no projeto. De acordo com a universidade e o Ins-
“híbrido” no texto anterior e a função orgânica identifi-
tituto Presbiteriano Mackenzie (IPM), o investimen-
cada na estrutura dos detergentes, respectivamente?
to foi de 100 milhões de reais.
A Caráter anfótero; os detergentes são sais de áci-
O MackGraphe vai investigar as proprieda-
dos carboxílicos.
des do grafeno e de outros nanomateriais com
b Caráter anfifílico; os detergentes são sais de áci-
aplicação na engenharia. Derivado da grafite, o
dos sulfônicos.
grafeno é flexível, fino e cem vezes mais resis-
c Caráter anfiprótico; os detergentes são sais de
tente que o aço. É um ótimo condutor de calor e
ácidos carboxílicos. eletricidade, ideal para a fabricação de produtos
d Caráter anfipático; os detergentes são sais de fe- eletrônicos. O material foi descoberto em 2004
nóis. por dois pesquisadores de origem russa: Andre
E Caráter anfótero; os detergentes são sais de áci- Geim, nascido na Rússia, mas cidadão holandês,
dos sulfônicos. e Konstantin Novoselov, que tem cidadania britâ-
nica. Esse feito rendeu o Prêmio Nobel de Física
qUESTÃO 11 de 2010 para a dupla.
Disponível em: <http://veja.abril.com.br/educacao/mackenzie-
inaugura-primeiro-centro-da-america-latina-especializado-em-
Entre as baterias recarregáveis, a principal tec- pesquisas-do-grafeno/>. Acesso em: 17 jan. 2017.

nologia é a de íon de lítio, por fornecer alta densi-


dade de energia, não ter efeito memória e descar- O grafeno é um cristal bidimensional formado
regar muito pouco quando não está em uso. por ligações entre átomos de carbono, com hexá-
Disponível em: <http://www.bbc.com/portuguese/brasil-37016908>.
Acesso em: 17 jan. 2017 gonos que formam algo parecido com uma rede
de arame ou a rede de um gol. Ele é, portanto,
As reações que ocorrem durante o funciona-
mais um alótropo sintético do carbono, sendo pro-
mento de uma bateria de lítio podem ser repre-
veniente de um de seus alótropos naturais, a gra-
sentadas por:
fite, a mesma usada nos lápis para escrever.
Semirreação do ânodo: 2 Li(s) → 2 Li+(s) + 2e–
Semirreação do cátodo: 1 I2(s) + 2e– → 2 I–(s)
Disponível em: <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/pilhas-
baterias-litio.htm>. Acesso em: 17 jan. 2017.

De acordo com as informações apresentadas, du-


rante o consumo de uma bateria de lítio
A há conversão de energia elétrica em energia quí-
mica.
b sucede a oxidação do lítio metálico.
Disponível em: <http://brasilescola.uol.com.br/quimica/grafenouma-
c acontece a reação global: Li(s) + I2(s) → Li+(s) + I–(s). revolucao-tecnologica.htm>. Acesso em: 17 jan. 2017.
d ocorre redução de íons iodeto.
E os elétrons migram do polo positivo para o polo
negativo. Com base nas informações apresentadas, o grafe-
no é um composto
qUESTÃO 12 (Dado: número atômico do carbono: 6)
A iônico, pois é formado pela união de átomos não
Mackenzie inaugura primeiro centro da
metálicos.
América Latina especializado em pesquisas
do grafeno b iônico, uma vez que apresenta elevada condutibi-
lidade elétrica.
A Universidade Presbiteriana Mackenzie, no
bairro de Higienópolis, em São Paulo, inaugura c metálico, devido à flexibilidade e à alta resistência.
nesta quarta-feira (2) o primeiro centro de pesqui- d molecular, no qual cada átomo de carbono faz
sas do grafeno da América Latina. O MackGraphe, três ligações covalentes.
como foi chamado, tem setes andares e abriga la- E covalente, podendo ser utilizado em circuitos ele-
boratórios para quinze pesquisadores envolvidos trônicos.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 7


Questão 13 e 657 plantas em extinção já registradas, 1 140 plan-
tas já condenadas à extinção após o desmatamen-
Se o índice de desmatamento do cerrado brasi- to e 139 plantas possivelmente perdidas até 2050.
leiro se mantiver como é hoje – cerca de 2,5 vezes
maior do que na Amazônia – o mundo pode re- Questão 14
gistrar a maior perda de espécies vegetais da his-
Leia os textos I e II sobre alopecia androgenética
tória. A tese é de um artigo de pesquisadores do
(calvície):
Instituto Internacional para a Sustentabilidade (IIS)
e de outras instituições nacionais e internacionais,
divulgado nesta quinta-feira na revista científica Texto I
Nature. Para conseguir estimar o número de es- A calvície está com seus dias contados?
pécies perdidas pelo desmatamento nos próximos Socialmente tolerada, mas temida, a alopecia
trinta anos com o mesmo ritmo atual, os pesquisa- androgenética, vulgarmente conhecida como cal-
dores combinaram os dados mais recentes da Lis- vície, surge, geralmente, ao redor dos 20 anos de
ta Vermelha de Espécies em Extinção (referentes idade, atingindo, aproximadamente, 50% dos ho-
a 2014) com projeções das mudanças no uso do mens até os seus 50 anos de idade. Entre as mu-
bioma. Das 1140 que podem ser perdidas, 657 já lheres, cerca de 10% delas são afetadas até os 30
são consideradas condenadas à extinção. anos de idade, 50%, até os 50 anos e 75%, até os
Disponível em: http://g1.globo.com/natureza/noticia/em-30-anos-
cerrado-brasileiro-pode-ter-maior-extincao-de-plantas-da- 65 anos. Os fatores que lhe dão origem são os hor-
historia-diz-estudo.ghtml Acesso em: 23 mar. 2017. mônios sexuais e a predisposição genética. Entre
os hormônios androgênicos, ou seja, que conferem
algum tipo de ação masculina no nosso corpo, a
testosterona é o mais potente. Ele é o hormônio
que atua de forma decisiva na gênese da calvície:
seu derivado metabólico, a di-hidrotestotesterona
(DHT), age nos receptores androgênicos existen-
tes no folículo piloso, fazendo-o cair. Alterações
hormonais causam avidez desses receptores por
esses hormônios, o que provoca a queda dos fios
e isso é determinado geneticamente.
De acordo com um recente estudo publicado
Fonte: http://g1.globo.com/natureza/noticia/em-30-anos-cerrado-brasi
leiro-pode-ter-maior-extincao-de-plantas-da-historia-diz-estudo.ghtml
por pesquisadores da Tokyo Medical and Dental
University, com o passar dos anos o DNA das
células-tronco do folículo piloso se danifica, razão
O gráfico acima, utilizado no artigo, apresen- pela qual, a partir dos 55 anos, os folículos pilo-
ta a estimativa de extinção atual entre as plantas sos das pessoas são menores. Esse DNA danifi-
ameaçadas do cerrado após o desmatamento e a cado permitiria a destruição do colágeno 17 (tam-
projeção da extinção até 2050. As colunas A, B e bém conhecido por Col17a1), importante para a
C do gráfico, segundo o texto, indicam, respecti- manutenção dessas células.
vamente, Medicamentos de uso oral e tópico combatem
A 139 plantas já condenadas à extinção após o des- a calvície, aparentemente, atuando sobre as célu-
matamento, 657 plantas em extinção já registradas las, melhorando o fluxo sanguíneo no fio capilar.
Disponível em: <http://veja.abril.com.br/blog/letra-de-medico/
e 1 140 plantas possivelmente perdidas até 2050. a-calvicie-esta-com-seus-dias-contados/>. Acesso em: 19 jan. 2017.
b 139 plantas em extinção já registradas, 657 plantas
já condenadas à extinção após o desmatamento e Texto II
1 140 plantas possivelmente perdidas até 2050.
Tratamento contra a calvície inova ao identificar
c 657 plantas possivelmente perdidas até 2050, 1 140
e combater a origem da queda dos cabelos.
plantas já condenadas à extinção após o desmata-
mento e 139 plantas em extinção já registradas. Entre as notícias mais lidas na última semana
pelos internautas está um tratamento contra calví-
d 1 140 plantas possivelmente perdidas até 2050, 657
cie que está chamando a atenção dos homens no
plantas já condenadas à extinção após o desmata-
Brasil por ir na contramão de seus antecessores.
mento e 139 plantas em extinção já registradas.

Pág. 8 Ciências da natureza e suas tecnologias


Em vez de simplesmente tentar recuperar a malha Os meninos devem tomar duas doses, com seis
capilar e fazer crescer novos fios, o método, de- meses de intervalo entre cada uma. Para os porta-
senvolvido nos Estados Unidos e recém-chegado dores do HIV entre 9 e 26 anos, o esquema vacinal
ao Brasil, ataca a origem do problema. é de três doses – intervalo de 0, 2 e 6 meses.
Pesquisadores americanos identificaram que as A vacina disponibilizada para os garotos é
principais causas da queda de cabelo nos homens quadrivalente, a mesma que, desde 2014, é ofere-
ocorrem pelo fator genético, pelo estresse, por conta cida pelo SUS somente para as meninas. O imu-
de uma alimentação desregrada e pelo excesso de nizante protege contra quatro subtipos do vírus
tintura – cada vez mais comum entre os homens. HPV (6, 11, 16 e 18) e possui 98% de eficácia.
O tratamento promete combater a calvície au- A definição da faixa etária para a vacinação visa
mentando o fluxo vascular no couro cabeludo por proteger as crianças antes do início da vida sexual
conta de suas propriedades antioxidantes e anti- e, portanto, antes do contato com o vírus. A decisão
-inflamatórias, promovendo rejuvenescimento ca- de ampliar a imunização contra o vírus para o sexo
pilar que impulsiona o fim da queda e possibilita masculino segue recomendações das Sociedades
o crescimento constante de cabelo ao longo dos Brasileiras de Pediatria, Imunologia, Obstetrícia
próximos meses. e Ginecologia, além de DST/AIDS, e do Advisory
Disponível em: <http://topnews.blog.br/prem?utm_term=gensc_
TNp_Outbrain_1909-2_1&utm_source=Outbrain&utm_medium= Committee on Imunization Practices (órgão consul-
JP&utm_campaign=Top_News_Prem>. Acesso em: 19 jan. 2017. tivo de imunização dos Estados Unidos).
Disponível em: <http://veja.abril.com.br/saude/meninos-
comecam-a-ser-vacinados-contra-hpv-pelo-sus/>.
De acordo com os textos, o fator genético é fun- Acesso em: 19 de jan. 2017.
damental para determinação da calvície. Por essa
razão, a recuperação dos fios capilares pelos trata-
A vacina é a principal medida no combate ao papi-
mentos citados
lomavírus humano. É correto afirmar que é um tipo de
A altera o genótipo das células foliculares, impedin-
imunização ativa
do a manifestação da calvície.
A terapêutica, pois combate diretamente o vírus, au-
b afeta o fenótipo das células foliculares, aumentan-
xiliando a produção de anticorpos pelas células
do a produção dos fios.
de defesa.
c aumenta a produção de hormônios masculinos
b profilática, pois é de ação rápida, proporcionando
responsáveis pela produção dos fios.
cura gradativa do indivíduo a curto prazo.
d altera o fenótipo do indivíduo, por promover maior
c experimental, pois sua eficácia ainda é duvidosa,
produção de fios pelos capilares.
por essa razão a ampliação gradativa da faixa
E aumenta a produção de células-tronco capilares, etária vacinal.
promovendo maior número de fios.
d terapêutica, por ajudar o organismo na fabricação
de antígenos, impedindo infecções futuras.
qUESTÃO 15
E profilática, por induzir a produção de células de
memória, protegendo o indivíduo contra infecções
Meninos de 12 e 13 anos já podem ser vaci- futuras.
nados contra o HPV nos postos de vacinação de
todo o país. Até o ano passado, a imunização no
qUESTÃO 16
Sistema Único de Saúde (SUS) era feita somente
em meninas. A expectativa do Ministério da Saú-
cientistas descobrem causa do sumiço
de é proteger 3,6 milhões de meninos este ano.
de abelhas
Foram adquiridos seis milhões de doses ao custo
de R$ 288,4 milhões. Você já deve ter ouvido falar sobre o sumiço
De acordo com o Ministério da Saúde, a faixa das abelhas. Não é lenda ou teoria da conspira-
etária será ampliada para meninos entre 9 e 13 ção: nos últimos seis anos nos EUA, mais de 10
anos até 2020, gradativamente. Segundo tabela milhões de colmeias foram dizimadas, causando
divulgada pela pasta, no ano que vem, a oferta um prejuízo de mais de US$ 2 milhões e danos
da vacina incluirá meninos de 11 anos. Em 2019, incalculáveis ao ecossistema. Além disso, a popu-
garotos de 10 anos passarão a ser imunizados lação norte-americana de Apis mellifera, a abelha
também; e em 2020, os de 9. europeia, bem comum no Brasil, é fundamental

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 9


A maior necessidade do uso de fungicidas específi-
para a polinização das produções agrícolas e,
cos para Nosema ceranae.
portanto, é responsável por boa parte da comida
b novas pesquisas para identificação e uso de
que chega às nossas mesas.
agentes polinizadores para aumentar a produtivi-
Nos últimos anos, inúmeros cientistas tentam
dade agrícola.
descobrir as causas da CCD (a sigla em inglês
para o fenômeno, que é conhecido como Desor- c diminuição potencial da agricultura devido ao
dem de Colapso de Colônias). Um novo estudo comprometimento dos agentes polinizadores.
parece ter descoberto a razão do problema. Rea- d novas políticas de preservação dos ambientes
lizado por cientistas da Universidade de Maryland naturais dos agentes polinizadores, como as abe-
e pelo Departamento de Agricultura dos EUA, ele lhas Apis mellifera.
identificou que uma combinação de pesticidas e e proibição do uso de defensivos agrícolas na pro-
fungicidas está contaminando o pólen coletado dução estadunidense, visando à preservação das
pelas abelhas para alimentar as colmeias. As abe- abelhas.
lhas contaminadas com essa mistura se tornam
muito mais vulneráveis a uma infecção por um pa-
Questão 17
rasita chamado Nosema ceranae, que é um dos
maiores responsáveis por CCDs identificadas em
O aumento de casos suspeitos de febre ama-
outros momentos da história. O pólen analisado
rela em Minas pode estar relacionado à tragédia
no estudo, coletado de colmeias na costa oeste
de Mariana, em 2015, segundo a bióloga da Fio-
dos EUA, estava contaminado com uma média de
cruz Márcia Chame. A hipótese tem como ponto
nove pesticidas e fungicidas, destes, cerca de oito
de partida a localização das cidades mineiras que
estão associados a maiores riscos de infecção das
identificaram até o momento casos de pacientes
abelhas pelo parasita, de acordo com o estudo.
com sintomas da doença. "Com a destruição dos
Para ser mais preciso, abelhas alimentadas com
ambientes naturais, os animais não têm espaço
pólen contaminado têm três vezes mais chances
para viver, migrando para áreas próximas de cen-
de serem infectadas pelo Nosema ceranae.
tros urbanos, aumentando o risco de transmissão
De acordo com os cientistas responsáveis pela
de doenças", afirmou a bióloga.
pesquisa, as descobertas lançam uma nova luz
Embora exista vacina eficaz para febre amare-
sobre a discussão do uso de pesticidas e fungi-
la, para a coordenadora da Fiocruz, o imunizante,
cidas, da interação entre eles e das orientações
embora seguro, deve ser aplicado de acordo com
que devem seguir nos rótulos dessas substâncias,
as recomendações de autoridades sanitárias e,
já que a pesquisa também descobriu que os quí-
em caso de pacientes com doenças que afetam o
micos estão contaminando inclusive espécies pró-
sistema imunológico, de acordo com a orientação
ximas aos locais onde os pesticidas estão sendo
do médico.
aplicados diretamente.
Disponível em: <http://saude.estadao.com.br/noticias/geral,para-
Disponível em: <http://revistagalileu.globo.com/Revista/ biologa-surto-de-febre-amarela-pode-ter-relacao-com-tragedia-
Common/0,,EMI340662-17770,00-CIENTISTAS+DESCOBREM+ de-mariana,10000100032>. Acesso em: 19 jan. 2017.
CAUSA+DO+SUMICO+DE+ABELHAS.html>.
Acesso em: 19 jan. 2017.

Tendo em vista o problema do surto de febre ama-


Polinização pode ser entendida como o transporte
rela nessas áreas, seria uma medida adequada a ser
do grão de pólen da antera para o estigma, nas flo-
adotada, a curto prazo,
res das angiospermas, e do microsporângio para a
A reforçar a vacinação nas áreas de risco.
micrópila, nos estróbilos das gimnospermas, poden-
do se dar naturalmente através do vento, da água ou b remover esses animais dos centros urbanos.
dos animais, especialmente dos insetos, ou pode ser c recuperar as unidades de conservação.
realizada intencionalmente pelo homem. Os poliniza- d desenvolver uma vacina eficaz para essas locali-
dores fornecem um serviço essencial ao ecossistema dades.
e trazem inúmeros benefícios à sociedade, através do
e tratar os doentes para evitar novas transmissões.
seu papel na produção de alimento e da agricultura.
Nesse contexto, é correto afirmar que o uso indiscri-
minado de defensivos agrícolas resultou para a agri-
cultura estadunidense em

Pág. 10 Ciências da natureza e suas tecnologias


qUESTÃO 18 forma, o desmatamento prejudica os produtores pri-
mários, alterando os níveis tróficos subsequentes.
desmatamento dispara na Amazônia c As árvores absorvem grandes quantidades de
O Acordo de Paris, que visa reduzir as emis- CO2 para realização de fotossíntese, que é o ní-
sões de gases do efeito estufa (GEE) em escala vel final de energia em um ecossistema. Dessa
global e foi recentemente ratificado pelo Brasil, já forma, o desmatamento não prejudica os produ-
enfrenta uma grande ameaça com mais um au- tores primários, alterando apenas os níveis trófi-
mento na taxa de desmatamento na Amazônia. cos subsequentes.
Desta vez, o desmatamento no período de agosto d As árvores liberam grandes quantidades de CO 2
de 2015 a julho de 2016 foi de 7 989 km², 29% para realização de fotossíntese, que é o proces-
maior que o período anterior. so de entrada de energia em um ecossistema.
A estimativa é de que essa destruição tenha Dessa forma, o desmatamento apenas prejudica
liberado na atmosfera 586 milhões de toneladas os produtores primários, não alterando os níveis
de carbono equivalente – o mesmo que 8 anos de tróficos subsequentes.
emissões por todos os automóveis no Brasil. Isso E As árvores absorvem grandes quantidades de
faz com que o país se distancie das ações neces- CO2 para realização de fotossíntese, que é o nível
sárias para limitar o aquecimento do planeta em final de energia em um ecossistema. Dessa for-
no máximo 1,5 ºC e evitar graves consequências ma, o desmatamento prejudica os produtores pri-
das mudanças climáticas. mários, alterando os níveis tróficos subsequentes.
Disponível em: <http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/
Desmatamento-dispara-na-Amazonia-/?gclid=Cj0KEQiA-
HDBRD2lomhoufc1JkBEiQA0TVMmiig7_ZB3eMn5BDw39c6gtp
3aLWww6y_5Xy4MhmrmvwaAo7a8P8HAQ>. qUESTÃO 19
Acesso em 19 jan. 2017.

O ciclo do carbono Dióxido de carbono Na Unidade 2 da Vale Fertilizantes, em Cuba-


liberado na atmosfera
Plantas absorvem
dióxido de carbono
Dióxido de carbono
na atmosfera
durante a queima
de combustíveis fósseis tão, um dos tanques da empresa explodiu, provo-
cando um grande vazamento de nitrato de amônia.
Oceanos absorvem
dióxido de carbono A fumaça emitida, resultado da queima de nitrato,
de cor laranja avermelhada, era tóxica.
Usina termelétrica A equipe da Cetesb avalia se o lançamento de
efluente líquido (resíduos descartados após o pro-
Plantas em decomposição
Animais
expiram dióxido
cesso industrial) da empresa no rio Mogi e no cór-
e dejetos animais
liberam carbono
de carbono
rego do Índio provocou mortandade de peixes. O
no solo
Mar levantamento inicial não mostrou danos, porque o
volume despejado, segundo a Cetesb, foi pequeno.
Os efluentes foram contidos em uma lagoa de
equalização do sistema de tratamento.
Entretanto, a água usada pelo Corpo de Bom-
Camada de carvão
Combustíveis fósseis são
formados principalmente
beiros no combate às chamas vazou para o siste-
de caborno
ma de tratamento e para a Lagoa Pulmão, o que
Fonte: <http://www.sobiologia.com.br/conteudos/bio_ecologia/
ecologia29.php>. Acesso em: 19 jan. 2017. pode ter gerado contaminação.
Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/
2017-01/cestesb-emitira-laudo-sobre-impactos-ambientais-do-
Como o desmatamento acelerado interfere no ciclo incendio-na-vale-em-cubatao>. Acesso em: 19 jan. 2017.
(Adaptado)
biogeoquímico do carbono e quais desequilíbrios po-
dem causar no fluxo de energia de um ecossistema?
A As árvores liberam grandes quantidades de CO2 Caso tenha ocorrido a contaminação da Lagoa Pul-
para realização de fotossíntese, que é o processo mão pela água usada pelos bombeiros no combate às
de entrada de energia em um ecossistema. Dessa chamas, o oxigênio dissolvido na água da lagoa irá
forma, o desmatamento prejudica os produtores A diminuir, pois o nitrato presente na água contami-
secundários, alterando os níveis tróficos anteriores. nada poderá provocar eutrofização na lagoa.
b As árvores absorvem grandes quantidades de CO2 b aumentar, pois o nitrato presente na água poderá
para realização de fotossíntese, que é o processo modificar o pH da lagoa, aumentando a quantida-
de entrada de energia em um ecossistema. Dessa de de matéria orgânica.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 11


c permanecer constante, mesmo que haja eutrofiza- variados níveis de salinidade, assim como molus-
ção por presença de nitrato na água. cos e crustáceos que vivem em estuários de rios,
d diminuir, pois o nitrato presente na água poderá onde a salinidade varia de acordo com as marés.
modificar o pH da lagoa, diminuindo a quantidade e manter o comportamento celular das brânquias
de matéria orgânica. para que possa sobreviver em ambientes com va-
e permanecer constante, pois o nitrato presente na riados níveis de salinidade, assim como moluscos
água poderá modificar o pH da lagoa, aumentan- e condrictes que vivem em estuários de rios, onde
do a quantidade de matéria orgânica. a salinidade varia de acordo com as marés.

Questão 20 Questão 21

“A região de Santa Fé do Sul (SP) é uma das Pesquisadores japoneses descobriram uma
maiores produtoras de tilápias em tanque rede do espécie de bactéria capaz de quebrar as ligações
país. São cerca de 20 mil toneladas por ano. O moleculares de um dos plásticos mais usados do
piscicultor Emerson Esteves cria 250 mil tilápias mundo – o polietileno tereftalato, também conhe-
no canal do Rio Paraná, em Rubineia (SP). Ele cido como PET.
contou para o Nosso Campo que está voltando à A descoberta, publicada nesta semana na re-
atividade depois que parou de criar peixes após vista Science, pode levar a novos métodos que
um longo período de seca.” ajudem a ‘digerir’ a sopa plástica de mais de 50
Disponível em: <http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/ milhões de toneladas deste tipo particular de plás-
nosso-campo/noticia/2016/04/criacao-de-peixes-e-retomada-
no-rio-parana.html>. Acesso em: 19 jan. 2017. (Adaptado) tico produzido globalmente a cada ano.
Parte do apelo do PET é que ele é leve, incolor
e resistente. No entanto, ele também é notoria-
“Muitas espécies e linhagens de tilápia são
mente resistente ao que os especialistas chamam
eurialinas, o que lhes confere a capacidade de
de “biodegradação”, o processo de decomposição
adaptação a ambientes de diferentes salinidades,
de materiais por ação de seres vivos.
podendo ser cultivadas tanto em água doce, salo- Disponível em: <http://exame.abril.com.br/tecnologia/
bra ou salgada.” cientistas-descobrem-bacteria-que-se-alimenta-de-plastico/>.
Disponível em: <http://www.panoramadaaquicultura.com.br/ Acesso em: 19 de jan. 2017.
Paginas/Revistas/88/TilapiaAguaSalgada88.asp>.
Acesso em: 19 jan. 2017.

O processo citado no texto é a biorremediação ou


A capacidade adaptativa da tilápia em diferentes biotecnologia ambiental, uma técnica baseada no uso
ambientes se dá pela capacidade dessa espécie em de organismos vivos para remover ou diminuir a polui-
ção em ambientes contaminados, como solos, águas
A mudar o comportamento celular das brânquias
subterrâneas e lençóis freáticos, e para tratar resídu-
para que possa sobreviver em ambientes com va-
os e efluentes industriais. Com relação ao exemplo do
riados níveis de salinidade, assim como condrictes
texto, essa técnica
e crustáceos que vivem em estuários de rios, onde
a salinidade varia de acordo com as marés. A pouco influencia a necessidade de reduzir a pro-
dução e o consumo de PET.
b mudar o comportamento celular das brânquias
para que possa sobreviver em ambientes com b resolveria o problema de acúmulo de PET nas
variados níveis de salinidade, assim como mo- cidades e ambientes naturais.
luscos e todos os osteíctes que vivem em estuá- c é perigosa por introduzir microrganismos no am-
rios de rios, onde a salinidade varia de acordo biente.
com as marés. d é muito onerosa e só deve ser empregada em ca-
c manter o comportamento celular das brânquias sos extremos.
para que possa sobreviver em ambientes com e dispensa o emprego de plásticos biodegradáveis.
variados níveis de salinidade, assim como molus-
cos e crustáceos que vivem em estuários de rios,
onde a salinidade varia de acordo com as marés.
d mudar o comportamento celular das brânquias
para que possa sobreviver em ambientes com

Pág. 12 Ciências da natureza e suas tecnologias


qUESTÃO 22 Considerando as etapas do método científico, a
conclusão dos amigos é
Pesquisadores da Universidade Johns Ho- A incorreta, pois não foi utilizado um grupo controle.
pkins, nos Estados Unidos, criaram mosquitos b incorreta, pois a hipótese levantada não era pas-
geneticamente modificados que são resistentes à sível de ser testada.
dengue. O estudo foi publicado nesta quinta-feira c incorreta, porém o experimento atendeu às nor-
(12), na revista científica plos. mas do método científico.
Em entrevista ao G1, George Dimopoulos, que d verdadeira, pois seguiram as normas do método
é autor principal do trabalho, disse que a pesquisa científico.
é “um primeiro passo para controlar a transmissão E verdadeira, porém o experimento não foi realizado
da doença”. Os mosquitos com os genes altera- adequadamente.
dos produziram menos ovos e cópias dos vírus no
corpo e glândulas salivares. qUESTÃO 24
“Acreditamos que, por meio da engenharia gené-
tica, nós vamos poder fazer um sistema imunológico
Um estranho animal que viveu no fundo do
dos mosquitos tão forte que vá bloquear completa-
oceano há 500 milhões de anos finalmente achou
mente o vírus. Em seguida, nós temos que desen-
seu lugar entre as espécies, resolvendo um misté-
volver mosquitos que podem suprimir a infecção pelo
rio de longa data. A criatura tem escapado à clas-
vírus da dengue para um nível que garanta a redu-
sificação científica desde a descoberta, há 175
ção da transmissão para os seres humanos”, disse.
Disponível em: <http://g1.globo.com/bemestar/noticia/
anos, do primeiro fóssil.
aedes-resistente-ao-virus-da-dengue-e-criado-por-pesquisadores- O hyolitha, como foi chamado, tem uma con-
dos-eua.ghtml>. Acesso em: 19 jan. 2017.
cha em forma de cone, tentáculos para alimen-
tação e apêndices que agiam como "pés". Várias
publicações disseram que ele parece "um sorvete
De acordo com o estudo, tal modificação genética no
com tentáculos".
Aedes aegypti em relação ao zika e à chikungunya pode
Joseph Moysiuk, da Universidade de Toronto,
A ser eficiente, pois o sistema imunológico dos mos- fez a descoberta após analisar mais de 1.500 es-
quitos modificados seria mais forte. pécimes escavados de rochas no Canadá e nos
b ser eficiente, devido à maior produção de anticor- EUA: "Os hyolithas são pequenos animais em for-
pos dos mosquitos modificados. ma de cone que habitam os mares, conhecidos
c ser eficiente, pois os mosquitos modificados dei- de todo o mundo, principalmente pelos fósseis de
xariam de transmitir esses vírus. suas conchas", disse.
d não ser eficiente, pois o vírus iria se tornar resis- A pesquisa, publicada na revista Nature, ana-
tente aos mosquitos modificados. lisou os tecidos moles preservados em "fósseis
E não ser eficiente, pois o sistema imunológico muito especiais" de um local no Canadá conheci-
apresenta alta especificidade aos vírus. do como Burgess Shale.
Ao colocar os hyolithas em sua casa legítima,
compreendendo como eles viveram, os cientistas
qUESTÃO 23
agora têm uma melhor imagem da vida nos ma-
res antigos. Isto dá uma visão sobre o impacto de
Dois adultos resolveram produzir cerveja arte-
eventos de extinção em massa, como a extinção
sanal sem fins comerciais. Para isso, compraram em massa do Permiano-Triássico, que aniquilou a
toda a aparelhagem e matéria-prima necessárias maior parte da vida animal, incluindo os hyolithas.
para confeccionar a bebida. Na tentativa de pro- "Compreendendo os efeitos de tais extinções
duzir um produto com mais qualidade, resolveram em massa na ecologia e na diversidade, é parti-
produzir a bebida em um quarto fechado, ilumi- cularmente importante à medida que procuramos
nado 24 horas por lâmpadas artificiais. Para sur- avaliar e mitigar as implicações do atual evento
presa deles a bebida produzida foi de excelente de extinção em massa provocado pela atividade
qualidade. Concluíram que essas eram as melho- humana", disse Smith.
res condições para produzir a cerveja e, a partir Disponível em: <http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/
apos-quase-2-seculos-cientistas-solucionam-misterio-de-
daí, passaram a produzi-la sempre nas mesmas criatura-estranha-que-viveu-ha-500-milhoes-de-anos.ghtml>.
condições. Acesso em: 19 jan. 2017.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 13


Evolução é o processo por meio do qual ocorrem QUESTÃO 26
mudanças ou transformações nos seres vivos ao
longo do tempo, dando origem a novas espécies. O Cientistas avançam na busca para converter
registro fóssil é uma das principais evidências desse CO2 em combustível
processo, sendo fundamental a classificação desses
Um dos principais gases causadores do efeito
seres vivos para compreender todo o processo evolu-
estufa, o dióxido de carbono (CO 2) é alvo de di-
tivo. Sobre as características gerais dos filos animais,
versas estratégias que procuram reduzir sua con-
é correto afirmar que os hyolithas compartilham a pre-
centração na atmosfera para combater o aqueci-
sença de
mento global. Uma delas é justamente convertê-lo
A concha e pés com os artrópodes. de volta nos combustíveis de cuja queima ele se
b concha e corpo mole com os moluscos. originou, como a gasolina e o óleo diesel, numa
c pé muscular e corpo mole e pés com os cnidários. espécie de “reciclagem”. Este processo, no entan-
d pé muscular e exoesqueleto com os equino- to, enfrenta dois grandes obstáculos: o alto custo
dermos. e a baixa eficiência; isto é, normalmente se gasta
muito mais energia para completá-lo do que a que
e pé muscular e corpo mole com os anelídeos.
será fornecida pelo combustível resultante. Assim,
nos últimos anos, grupos de cientistas espalhados
QUESTÃO 25 pelo mundo têm buscado formas de tornar esta
reação mais eficiente e barata, como mostram
Energias renováveis: Camilo sanciona Fundo dois estudos publicados recentemente nas revis-
de Incentivo à Eficiência Energética tas científicas Nature e Science. […]
O governador Camilo Santana sancionou, no Já outra equipe de cientistas, da Universidade
início da tarde desta sexta-feira (13), no Palácio de Illinois, em Chicago, nos EUA, foi buscar inspi-
da Abolição, a lei que cria o Fundo de Incentivo ração nas plantas por um processo mais eficiente
à Eficiência Energética e Geração Distribuída para esta conversão de CO2 em combustível. E a
(FIEE). O objetivo é incentivar o desenvolvimento escolha não é por menos, já que há milhões de
e financiamento de projetos de eficiência energé- anos os vegetais fazem isso, transformando o di-
tica e de micro e minigeração de energia elétri- óxido de carbono que tiram do ar e a água que
ca como estímulo à energia com base nas fontes sugam do solo em açúcares com ajuda da luz do
renováveis, bem como no apoio à modernização Sol, na conhecida fotossíntese. Assim, eles cria-
das instalações elétricas dos órgãos e entidades ram o que apelidaram de “folhas artificiais”, um
da administração pública. modelo de células solares que agem de forma
Disponível em: <http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/ integrada na captação de energia, CO 2 e água
noticias/19157-sancao-energia>. Acesso em: 19 jan. 2017.
para novamente reduzir o gás do efeito estufa em
monóxido de carbono e fornecer o chamado syn-
gas (sigla em inglês para “gás de síntese”), uma
É considerada renovável e compatível com os fa-
inflamável mistura de CO e hidrogênio que pode
tores físico-químicos brasileiros, a energia
ser queimada diretamente ou transformada nos
A eólica, que tem potencial para ser aproveitada em
combustíveis propriamente ditos, como metano,
todo o território brasileiro.
etanol e diesel, por meio de processos químicos
b termoelétrica, já que o Brasil apresenta as maio- adicionais com água.
res reservas naturais de gás natural do mundo. Disponível em: <http://oglobo.globo.com/sociedade/sustentabili
dade/cientistas-avancam-na-busca-para-converter-co2-em-
c hidrelétrica, apesar do elevado custo e do baixo combustivel-19970086>. Acesso em: 19 jan. 2017.
potencial para ser explorada no Brasil.
d nuclear, uma vez que o Brasil apresenta grandes O método de conversão de CO2 em combustível
reservas de plutônio.
A produz os mesmos produtos que o processo de
e solar, que tem apresentado grandes avanços em fotossíntese realizada pelos vegetais.
relação ao custo e eficiência.
b é sustentável, uma vez que pode gerar combustí-
veis a partir de fontes renováveis de energia.
c é altamente poluidor, pois gera CO que agrava o
efeito estufa e ataca a camada de ozônio.

Pág. 14 Ciências da natureza e suas tecnologias


d é equivalente ao processo de quimiossíntese rea- E é extremamente preocupante para a vida aquá-
lizado por algas marinhas. tica, porém não há chances de contaminar seres
E é uma reação de oxirredução, pois há conserva- humanos em grande escala.
ção do nox das substâncias envolvidas.
qUESTÃO 28
qUESTÃO 27
cientistas identificam genes que continuam
A lama é ou não tóxica? ativos após a morte do organismo
O rompimento das barragens de Fundão e Nesta semana, duas pesquisas divulgaram
Santarém despejou 62 milhões de metros cúbicos evidências de que algumas partes do corpo hu-
de rejeitos de minério de ferro no meio ambiente mano continuam a funcionar após morrer. As des-
– a lama que podemos ver nas muitas imagens cobertas poderiam mudar a relação com doação
chocantes feitas após o desastre. Segundo a Sa- de órgãos e horário da morte. Após um estudo
marco, essa lama não é tóxica. Ela é composta prévio identificar que determinados genes em ca-
principalmente de sílica, um tipo de areia, e de dáveres humanos continuam ativos por mais de
ferro. 12 horas após a morte, a equipe da Universidade
Isso, ao menos, é o que a mineradora diz. Mas de Washington, liderada por Peter Noble, pesqui-
sempre tem um porém. Segundo o Jornal Hoje, sou atividades dos genes de ratos e peixes-zebra
o serviço autônomo de água e esgoto de Go- mortos. Ao contrário do que se pode pensar, em
vernador Valadares, uma das cidades atingidas vez de encontrarem genes que levavam mais
pela lama, fez uma análise química da água do tempo para de “desligar", eles, na verdade, au-
rio Doce. A análise encontrou alto índice de ferro, mentavam as suas atividades.
Disponível em: <https://canaltech.com.br/noticia/geek/cientistas-
o que era esperado, mas também "uma grande identificam-genes-que-continuam-ativos-apos-a-morte-do-
quantidade de mercúrio". O mercúrio é altamente organismo-70939/>. Acesso em: 19 jan. 2017.

tóxico. Segundo o Ministério do Meio Ambiente,


ele pode "afetar o cérebro, o coração, os rins e Segundo os conceitos biológicos, gene é caracte-
pulmões e o sistema imune dos seres humanos". rizado como
Isso se as pessoas forem expostas a grandes
A um segmento de molécula de DNA que pode ser
quantidades de mercúrio e por tempo prolongado.
transcrito em RNA mensageiro.
Ainda não é certo que o mercúrio tenha vindo es-
b uma molécula de RNA mensageiro que pode ser
pecificamente da lama de rejeitos, mas essa é
traduzida em proteína.
uma possibilidade que precisa ser analisada.
Disponível em: <http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-do- c um segmento de aminoácidos responsável por
planeta/noticia/2015/11/estes-sao-alguns-dos-danos-ambientais-
causados-pela-lama-da-barragem-da-samarco.html>. uma característica do indivíduo.
Acesso em: 19 jan. 2017
d uma molécula de DNA que pode ser traduzida em
proteína.
A presença de mercúrio na lama na região de Ma-
E uma molécula formada por uma pentose ligada a
riana (MG), em decorrência do rompimento de duas
uma base nitrogenada e um fosfato.
barragens,
A é motivo de preocupação, pois o mercúrio é tó- qUESTÃO 29
xico, mas só afeta a vida de peixes e outros ani-
mais aquáticos.
Paraná é o segundo no plantio de transgênicos
b tem consequências de baixo impacto, pois, ape-
O Paraná termina 2016 com a segunda maior
sar de tóxico, é rapidamente metabolizado pelos
área de transgênicos plantados no país, atrás
seres vivos.
apenas do Mato Grosso, segundo informações do
c é alarmante, uma vez que o mercúrio é um metal Serviço Internacional de Aplicações em Biotecno-
pesado e pode se acumular nas cadeias alimen- logia Agrícola. O estado acumula cerca de sete
tares. milhões de hectares com o cultivo de organis-
d é irrelevante, pois, apesar de tóxico, o mercúrio mos geneticamente modificados. Apenas em soja
é um metal altamente solúvel na água e deve ser transgênica, são mais de quatro milhões de hec-
dispersado rapidamente no mar.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 15


d é necessário que automóveis passem pelo trajeto
tares, o que corresponde a cerca de 94% da área
em velocidades mais altas, fazendo que o conta-
total cultivada. No Paraná, o cultivo de sementes
to entre as ranhuras e os pneus emita sons mais
geneticamente modificadas é mais representativo
graves, o que facilita sua audibilidade pelos seres
do que em países de produção agrícola expressi-
humanos.
va, como China, Paraguai, Paquistão e África do
e é necessário que os automóveis passem pelo
Sul. Na avaliação da diretora-executiva do Conse-
trajeto em velocidades muito baixas, facilitando
lho de Informações sobre Biotecnologia, Adriana
a formação de ondas estacionárias com menor
Brondani, essa tecnologia representa aumento de
número de harmônicos, o que facilita a sua au-
produtividade e preservação do meio ambiente.
Disponível em: <http://paranaportal.uol.com.br/economia/ dibilidade.
parana-e-o-segundo-no-plantio-de-transgenicos/>.
Acesso em: 19 jan. 2017.
Questão 31
O cultivo de organismos geneticamente modificados
Sem dúvida, uma das preocupações em cons-
A é realizado no Brasil, enquanto em outros países,
truir uma moradia é a execução correta das ins-
como nos EUA, é proibido.
talações elétricas, que privilegiem durabilidade,
b deve ser incentivado, uma vez que são mais pro-
bom funcionamento, conforto e segurança. Ter
dutivos e mais saudáveis para o consumidor.
todas as tomadas no lugar apropriado, interrupto-
c é mais sustentável, pois descarta o uso de defen- res suficientes e um disjuntor bem dimensionado
sivos agrícolas e fertilizantes sintéticos. que não desarme fora das situações de risco são
d deve ser rigorosamente testado para não causar os requisitos mínimos para o bom funcionamento
reações adversas nos consumidores finais. da instalação elétrica e só podem ser alcança-
e tem custo maior, já que são utilizadas áreas mais dos, em sua plenitude, através de um planeja-
extensas e só podem ser colhidos manualmente. mento prévio, o Projeto de Instalações Elétri-
cas Residenciais.
Disponível em: <http://www.sabereletrica.com.br/projeto-de-
QUESTÃO 30 instalacao-eletrica-residencial>. Acesso em: 16 jan. 2017.

Cientistas no Japão desenvolveram uma estra-


da que toca notas musicais quando é percorrida
pelos carros, segundo jornais japoneses, britânicos
e australianos. A equipe do Instituto de Pesquisa
Hokkaido Industrial Research baseou seu sistema
de "estradas musicais" em ranhuras colocadas em
intervalos específicos na superfície da estrada.
Disponível em: <http://www.estadao.com.br/noticias/geral,
cientistas-japoneses-criam-estrada-que-toca-melodias,80371>.
Acesso em: 15 jan. 2017.

Para que a estrada seja realmente “musical”,


A deve haver um equipamento que seja ligado no
momento em que os carros iniciam o trajeto, emi-
tindo o som da melodia, terminando no momento
em que passa pela última ranhura.
b os automóveis devem passar pela estrada em
determinada velocidade e ranhuras na pista emi-
tirão, em contato com os pneus, sons com fre-
quência específica, permitindo que determinada
melodia seja escutada.
c basta que os automóveis passem pela pista em
qualquer velocidade, pois as ranhuras, em con- Disponível em: <http://wiki.sj.ifsc.edu.br/wiki/index.php/
tato com os pneus, emitirão sons na frequência Instala%C3%A7%C3%B5es_El%C3%A9tricas_Residenciais>.
Acesso em: 16 jan. 2017.
da melodia.

Pág. 16 Ciências da natureza e suas tecnologias


Para uma correta instalação elétrica residencial,
de refrigeração que permite o rápido resfriamento
A é necessário que os pontos principais estejam em
dos discos.
paralelo e suas ramificações, em série. Disponível em: <http://fisicaenlatada.blogspot.com.br>.
Acesso em: 17 jan. 2017. (Adaptado)
b é necessário que todos os pontos principais es-
tejam em paralelo, com suas ramificações tam-
bém em paralelo e que os pontos ligados às No caso em questão, quando toda a energia ciné-
tensões de 127 V possuam equipamentos com tica for transferida para o sistema de freios, cujo calor
maior potência. específico é da ordem de 600 J/kg ºC, qual será a sua
variação de temperatura?
c é necessário que todos os pontos principais este-
jam em paralelo, com suas ramificações em série A 37,5 °C.
e que os disjuntores tenham amperagem alta, jus- b 486,0 °C.
tamente para preservar a ligação em série. c 150,0 °C.
d é necessário que todos os pontos principais d 9,4 °C.
estejam em paralelo, com suas ramificações
E 2,5 °C.
também em paralelo, e recomenda-se que equi-
pamentos com alta potência sejam ligados no
sistema bifásico, o que acarreta economia na fia-
qUESTÃO 33
ção desses sistemas.
Na última Olimpíada, Thiago Braz conquistou a
E é necessário que todos os pontos principais este-
segunda medalha de ouro do Brasil na Rio-2016,
jam em paralelo, com suas ramificações também
ao fazer o melhor salto de sua carreira: 6,03 me-
em paralelo, e normalmente se ligam os equipa-
tros, novo recorde olímpico. Já a melhor marca que
mentos com alta potência no sistema monofásico,
Lavillenie (atleta que conquistou o segundo lugar)
gerando economia na fiação desses sistemas.
conseguiu alcançar na disputa foi de 5,98 metros.
Emocionado, o atleta comemorou o ouro enrolado
qUESTÃO 32
na bandeira do Brasil e foi ovacionado pelo público
no Engenhão.
Você está em um carro cuja massa total, in- Disponível em: <http://veja.abril.com.br>.
cluindo passageiros e bagagens, é de 1.000 kg a Acesso em: 17 jan. 2017. (Adaptado)

108 km/h. O carro é freado, sem que os pneus


derrapem, até parar. O que foi feito da energia ci-
nética do carro? Quando se freia um carro e as
rodas não derrapam, o que ocorre no sistema de
freios ABS? Essa energia cinética vai sendo re-
duzida por causa do atrito entre as pastilhas de
um freio a disco e o próprio disco, até se anular,
quando o carro está parado. Se as rodas derra-
parem, parte da energia cinética do veículo será
transferida para os pneus e o chão. Se um carro
estiver equipado com freios ABS nas quatro rodas
e a massa total daquilo que vai esquentar (basi-
camente as pastilhas, os discos e outras peças
que mantêm contato íntimo com o disco) for da
ordem de 20 kg, a conclusão prática a que se
chegará é que logo depois de parar um veículo, Thiago Braz da Silva durante a prova de salto com vara,
nos Jogos Olímpicos Rio-2016 (Fabrice Coffrini/AFP).
evite tocar nos discos do freio, pois estarão muito
quentes. É claro que após algum tempo esfriarão,
por irradiação e por condução para outras peças Supondo não haver dissipação de energia, du-
ou para o ar a sua volta. Por sinal, a rapidez com rante um salto com vara, ocorre(m) a(s) seguinte(s)
que os discos de um freio a disco esfriam é muito transformação(ões) de energia:
importante para o seu bom desempenho e alguns A Energia cinética → energia potencial gravita-
sistemas de frenagem têm um sistema especial cional.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 17


b Energia cinética → energia potencial elástica →
te obter imagens mais ou menos frequentemen-
energia potencial gravitacional.
te. Por exemplo, os satélites da família Landsat,
c Energia cinética → energia potencial gravitacional
pela sua órbita e possibilidade de imagear na sua
→ energia potencial elástica.
vertical, têm um ciclo orbital de 16 dias e infalivel-
d Energia potencial elástica → energia cinética → mente imageam o mesmo local a cada 16 dias.
energia potencial gravitacional. Veja um exemplo no Pará, onde foi monitorado
e Energia cinética → energia potencial elástica o desmatamento de uma área, sendo detectado
em energia cinética → energia potencial gravi- inclusive um incêndio, nas imagens de data de
tacional. 01-06-2014, 03-07-2014, 04-08-2014 e 20-08-2014.

Questão 34

Vários dos avanços até hoje reconhecidos


pela humanidade se devem aos egípcios, den-
tre eles alguns sistemas de transporte. Na na-
vegação, há fortes indícios de que alguns dos
louros atribuídos aos fenícios precisam ser di-
vididos com os egípcios. Os egípcios foram
os primeiros a projetar barcos pensando pre-
viamente no destino que eles teriam. Modelos
militares eram diferentes dos cargueiros, que,
por sua vez, não se pareciam com os utilizados
para lazer ou cerimônias religiosas. Os arma-
dores egípcios conheciam as propriedades de
expansão da madeira, rigidez e durabilidade.
Tais conhecimentos eram vitais na construção
de embarcações capazes de sustentar blocos
de pedras com mais de 80 toneladas. Até ago-
ra não foram encontrados registros sobre como
eles colocavam uma rocha de 80 toneladas
numa balsa sem que adernasse durante a ope-
ração, somente suposições. Mas que eles con-
seguiam, conseguiam.
Disponível em: <http://super.abril.com.br/ciencia/a-fantastica-
ciencia-do-antigo-egito/>. Acesso em: 18 jan. 2017. (Adaptado)

Supondo ser a embarcação egípcia citada uma


simples balsa de madeira de 4 toneladas e a densida-
de da água 1 g/cm3, qual deveria ser o mínimo volu-
me da balsa para que a rocha não afundasse?
A 8,0 m3.
b 4,0 m3. Disponível em: <http://www.engesat.com.br>.
Acesso em: 18 jan. 2017.
c 80,0 m3.
d 8,4 m3.
Satélites como o citado anteriormente, de monito-
e 84,0 m3. ramento, são
A corpos naturais que já orbitam ao redor da Terra
Questão 35 e, por sinais eletromagnéticos enviados por ór-
gãos especializados, reenviam informações à Terra,
A resolução temporal é a medida que temos utilizando-se dos princípios de reflexão.
para medir a capacidade de revisita de um satélite b equipamentos artificiais levados por ônibus espa-
sobre um mesmo local da Terra, o que lhe permi- ciais ou por foguetes, tendo que atingir determina-

Pág. 18 Ciências da natureza e suas tecnologias


da altitude com determinada velocidade. A partir Suponha que uma viagem de ônibus de São Pau-
daí, o satélite orbita exclusivamente pela força lo a Santiago seja feita a uma velocidade média de
gravitacional existente entre a Terra e o satélite, o 70 km/h. Se a mesma viagem for feita de avião, cuja
que possibilita que passe pelo mesmo ponto em distância é de aproximadamente 2.560 km e a veloci-
intervalos de tempos iguais. O monitoramento é dade média é de 800 km/h, a diferença de tempos de
feito a partir da emissão de sinais eletromagnéti- chegada será
cos feita pelos satélites. A 1 dia, 22 h e 48 min.
c equipamentos artificiais levados por ônibus espa- b 7 dias, 1 min e 12 s.
ciais ou por foguetes, tendo que atingir determina-
c 1 dia, 22 h e 80 min.
da velocidade. A partir daí, o satélite orbita exclu-
d 1 dia e 57 min.
sivamente pela força gravitacional existente entre
a Terra e o satélite, o que possibilita que passe E 1 dia, 8h, 13 min e 30 s.
pelo mesmo ponto em intervalos de tempos iguais.
d corpos específicos, que naturalmente orbitam ao qUESTÃO 37
redor da Terra. As informações que tais corpos
captam se dão pelo fato de algumas regiões, como Um novo tom de neve percebido no Ártico é
a citada na figura do texto, possuírem emissores a neve cor-de-rosa. Esse fenômeno é natural –
de sinais eletromagnéticos, que, por reflexão, retor- são apenas algas vermelhas que vivem na neve.
nam à região quando da passagem dos satélites. Então, por que os cientistas estão confusos com
E equipamentos artificiais levados por ônibus espa- isso? Porque esse fenômeno tem causado o ace-
ciais ou por foguetes, tendo que atingir determina- leramento do degelo do Ártico. Essas algas ver-
da altitude com determinada velocidade. Nessas melhas, que florescem no final da primavera e no
condições, possuem um período fixo. A partir de verão, quando hábitats gelados começam a derre-
sinais ultrassônicos, emitidos pelo satélite, pode- ter, estão ajudando a neve a derreter mais rápido.
-se captar as imagens anteriores. A razão para isso tem relação com um processo
de mudança de clima chamado de efeito albedo
qUESTÃO 36 (coeficiente de reflexão). Quanto maior é o efeito
albedo, maior é a reflexão da radiação incidente.
Era promessa de futuro. Rapidamente está vi- Você já deve ter ouvido como as geleiras man-
rando passado. Empurrados pela crise econômi- têm nosso planeta gelado ao refletir o sol. Com a
ca, imigrantes haitianos que vieram ao país tentar ação das algas vermelhas, as geleiras derretem,
reconstruir suas vidas após o terremoto de 2010 passam a exibir o solo escuro ou a superfície do
estão deixando o Brasil. Saem pelas mesmas oceano – superfícies com menos albedo.
Disponível em: <http://gizmodo.uol.com.br/neve-cor-rosa/>.
portas às quais entraram em cidades como São Acesso em: 18 jan. 2017. (Adaptado)
Paulo e Curitiba: as rodoviárias, onde chegaram
aos milhares após ingressarem no país pelo Acre.
A presença da neve cor-de-rosa
Agora, perseguem uma nova promessa de futuro,
do outro lado da cordilheira dos Andes, no Chi- A faz aumentar a superfície escura, facilitando, as-
le, onde o salário mínimo supera o brasileiro em sim, a reflexão, aumentando o efeito albedo, o
cerca de US$ 100. O fluxo pode ser medido nos que diminui a temperatura da superfície da região.
guichês das duas empresas que ligam São Paulo b faz diminuir a superfície refletora, aumentando,
a Santiago semanalmente. A distância entre São assim, o efeito albedo, diminuindo a temperatura
Paulo e Santiago, via ônibus, é de aproximada- do planeta.
mente 3.500 km. Há semanas em que, em cada c faz aumentar o degelo do Ártico e, consequente-
ônibus, são 20 haitianos. Em outras, 15, o que mente, favorece a diminuição da temperatura do
está longe de significar que o mesmo número vá planeta, já que a água é um bom condutor de ca-
pisar em solo chileno, pois partir é mais fácil que lor, diminuindo o efeito albedo.
chegar, devido à falta de documentação necessá-
d faz aumentar a superfície escura, facilitando, as-
ria na fronteira chilena.
sim, a absorção de calor pela superfície da Terra
Disponível em: <http://m.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/05/
1768958-para-fugir-da-crise-haitianos-trocam-o-brasil-pelo-chile. e, consequentemente, aumentando a temperatura
shtml#operate/modal>. Acesso em: 18 jan. 2017. (Adaptado)
da superfície e diminuindo o efeito albedo.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 19


e não traz nenhuma diferença de temperatura, pois
de furos microscópicos no papel. Um dos lados
a taxa refletida pelas superfícies restantes anula
foi revestido com cobre e posto sobre uma folha
a taxa absorvida pelas áreas mais escuras, o que
de igual tamanho de Teflon. Finalmente, as duas
mantém constante o efeito albedo.
folhas foram unidas pelas laterais, para que não
se separem. As ondas sonoras fazem as duas
Questão 38
folhas vibrarem de modo diferente, levando-as a
se tocar e se separar continuamente. Isso gera
O “sonho de um oceano poderoso”. Foi assim uma carga elétrica, da mesma forma que aconte-
que a China definiu a construção de sua nova ce quando você esfrega um balão em seu cabelo.
base naval, que vai ficar no fundo do mar. O pro- Essa carga elétrica pode, então, ser encaminhada
jeto está entre as prioridades do ministério da para uma finalidade útil. A potência gerada pelo
ciência chinês para os próximos 5 anos. A des- microfone depende do seu tamanho, mas fica ao
crição lembra a de um submarino gigante: uma redor de 120 miliwatts por metro quadrado.
embarcação móvel, a 3 mil metros de profundi- Disponível em: <https://www.google.com.br/?gws_rd=cr,ssl&ei=
f-GAWIDWK8mXwASC55eQDQ#q=microfone+gerador>.
dade, capaz de abrigar dezenas de funcionários Acesso em: 19 jan. 2017. (Adaptado)
debaixo d’água, em turnos de um mês. Em um
comunicado oficial, o ministério disse que, para
Suponha dois resistores, um de 900 Ω e outro
a construção da base naval, estão sendo estu-
de 300 Ω, em série, submetidos a uma tensão total
dadas tecnologias de estações espaciais, como
de 120 V. Se, no lugar dessa fonte de tensão, fosse
materiais leves e resistentes. O objetivo inicial do
possível ligar o microfone citado, seriam necessários
projeto é explorar recursos minerais no fundo do
quantos metros quadrados desse microfone para se
Mar da China Meridional, mas na apresentação
obter o mesmo efeito?
do projeto, o ministro da ciência disse que não
descarta o uso militar da base submarina. O fato A 10–1 m2. d 105 m2.
de a estrutura já ser planejada para ser móvel é b 102 m2. e 10–7 m2.
um indicativo dessa possibilidade. c 10–4 m2.
Disponível em: <http://super.abril.com.br/tecnologia/china-
vai-construir-superbase-militar-no-fundo-do-mar/?utm_
source=redesabril_jovem&utm_medium=facebook&utm_ QUESTÃO 40
campaign=redesabril_super>. Acesso em: 19 jan. 2017. (Adaptado)

Os testes de colisão para automóveis comu-


Supondo que a densidade da água seja de 103 kg/
mente denominados crash tests são extrema-
m e que os funcionários, em seus turnos de um
3
mente importantes para verificar os itens de se-
mês, fiquem sujeitos à pressão de 1 atm, que equiva-
gurança dos veículos em caso de acidente, além
le a 105 Pa, qual deverá ser a pressão suportada pela
de tentar contribuir para eventuais melhorias des-
base naval?
ses itens. A velocidade máxima no momento da
A 301 ? 105 Pa. d 299 ? 105 Pa. colisão, nesses testes, é de 64 km/h. Apesar de
b 302 ? 105 Pa. e 298 ? 105 Pa. os automóveis atingirem velocidades muito aci-
c 300 ? 105 Pa. ma dos 64 km/h, estudos indicam que a maioria
dos acidentes com vítimas ocorre em situações
envolvendo até essa velocidade. Além disso, é
QUESTÃO 39
bom ficar claro que, quando um carro que trafega
a 100 km/h bate num obstáculo à frente, raramen-
Gritar com a bateria do seu celular quando
te o momento do impacto é a 100 km/h. Antes da
ameaça deixá-lo na mão logo poderá ajudar a,
colisão, o veículo acaba freando, o que vai reduzir
pelo menos, diminuir o problema. Pesquisadores
a velocidade para algo mais próximo dos 64 km/h.
desenvolveram um microfone do tamanho de um
Quanto aos impactos totalmente frontais, não
selo postal que captura energia acústica e gera
constituem número significativo na vida real. Na
eletricidade, que pode, então, ser usada para re-
maioria dos acidentes, quando dois automóveis
carregar uma bateria. Xing Fan, do Instituto de
batem de frente, pelo menos um deles tenta des-
Tecnologia da Geórgia, nos Estados Unidos, criou
viar a trajetória, o que faz com que só uma par-
o microfone a partir de um pequeno pedaço de
te da dianteira atinja o outro veículo. Por isso, a
papel. Ele usou um laser para traçar uma matriz

Pág. 20 Ciências da natureza e suas tecnologias


maioria dos crash tests é de impactos frontais co- grande parte dos povos indígenas. No esporte,
lidindo apenas 40% da parte dianteira, chamado cada atleta tem direito a três arremessos. A técni-
de “Offset 40”, que é o padrão adotado por Euro ca corporal é muito importante para conseguir im-
NCAP, Latin NCap e NHTSC (EUA). pulso. Quanto maior a distância alcançada, maior
Disponível em: <http://quatrorodas.abril.com.br/auto-servico/ é a pontuação.
por-que-os-crash-tests-sao-realizados-so-ate-os-64-kmh/>.
Acesso em: 19 jan. 2017. (Adaptado) Disponível em: <http://www.ebc.com.br/esportes/2015/10/
conheca-modalidades-esportivas-dos-jogos-mundiais-indigenas>.
Acesso em: 20 jan. 2017. (Adaptado)

Suponha dois carros, de mesmo formato: um fa-


bricado com estrutura de aço rígida e maciça, repre- Um índio consegue impulsionar a lança de forma
sentando os carros antigos; o outro fabricado com que ela saia com uma velocidade de 20 m/s. Despre-
estruturas em aço com pontos de deformação, para- ze a resistência do ar e qualquer tipo de atrito, consi-
-choques e para-brisas de plástico, representando os dere a gravidade como 10 m/s2 e despreze também a
carros atuais. Em dois crash tests com ambos os car- altura inicial de lançamento. Sabendo que lançamen-
ros, nas mesmas condições, a 64 km/h, tos feitos com inclinação de 45º com a superfície ho-
A o carro antigo será mais seguro, pois o impacto rizontal são os de maior alcance, qual seria a máxima
de uma estrutura de aço, muito resistente, preser- distância alcançada pela lança?
va os passageiros no interior do veículo. A 80 m.
b o carro atual será menos seguro, pois a troca de b 40 m.
materiais de aço dos carros antigos por materiais c 28 m.
de plástico e aço deformável dos carros atuais foi
d 20 m.
uma medida utilizada pelas indústrias para a oti-
E 10 m.
mização de custos. Os materiais atuais são muito
menos seguros.
qUESTÃO 42
c o carro antigo, na comparação entre suas estru-
turas de aço rígidas e as estruturas de aço ma-
A imagem por ressonância magnética (IRM)
leáveis dos carros atuais, é menos seguro. No
é, resumidamente, o resultado da interação do
entanto, o fato de ter para-choques de aço, em de-
forte campo magnético produzido pelo equipa-
trimento dos para-choques de plástico dos atuais,
mento com os prótons de hidrogênio (em quan-
no saldo, ainda torna os antigos mais seguros.
tidade abundante) do tecido humano, orientan-
d não haverá diferença nas colisões. A segurança do-os em uma determinada direção. Envia-se,
será a mesma. então, um pulso de radiofrequência que reorien-
E o carro atual, por ter estrutura em aço maleável tará a direção do campo magnético do hidro-
e outras estruturas de plástico, será mais segu- gênio. Depois da passagem da radiofrequência
ro, pois essas estruturas amortecerão o impac- pela área a ser analisada, percebe-se que uma
to, diminuindo a intensidade da desaceleração nova variação do campo magnético ocorre em di-
e, consequentemente, a força que ocorrerá nos ferentes tempos, sendo os sinais elétricos induzi-
passageiros. dos coletados por meio de uma bobina ou antena
receptora. Os diferentes tempos em que ocorrem
qUESTÃO 41 as variações dos campos magnéticos revelam as
diferenças das estruturas internas do corpo. Em
No período de 23 de outubro a 1o de novembro nenhum outro método de imagem os conceitos
de 2015, ocorreram, na cidade de Palmas (TO), físicos estão tão atrelados à rotina de realização
os jogos mundiais indígenas. A competição reuniu de exames e operação do equipamento que em
diferentes modalidades e as disputas estão dividi- ressonância magnética (RM). Desta forma, a ne-
das entre Jogos de Integração, que são esportes cessidade de entender os conceitos é primordial
tradicionais praticados pela maioria dos povos in- para a execução com qualidade dos exames e
dígenas brasileiros, e os Jogos de Demonstração, o benefício que este trará para o diagnóstico de
que são específicos de cada etnia. Uma das pro- importantes patologias.
vas disputadas foi o arremesso de lança. Esse é Disponível em: <http://rle.dainf.ct.utfpr.edu.br/hipermidia/images/
documentos/Principios_fisicos_da_ressonancia_magnetica.pdf>.
um instrumento de caça e também de defesa para Acesso em: 20 jan. 2017. (Adaptado)

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 21


Conclui-se que a lei física necessária para a forma-
de 0 a 60 mph (milhas por hora), ou aproximada-
ção das imagens por ressonância magnética é a de
mente 28 m/s, em 4,4 s.
A Lenz. d Kirchhoff.
b Ohm. e Coulomb.
c Faraday.

QUESTÃO 43

A DHL, considerada a maior empresa de logís-


tica do mundo, anunciou esta semana a inclusão,
na sua cadeia de distribuição, da terceira geração
do seu projeto ‘Parcelcopter’, uma iniciativa que Disponível em: <http://quatrorodas.abril.com.br/testes/tesla-
automatiza a entrega de encomendas por meio de model-s/>. Acesso em: 19 jan. 2017.

drones. A tecnologia foi concebida para as entre-


gas de encomendas em regiões alpinas e durante Se o Tesla possui 2 toneladas, quanto vale, apro-
o primeiro trimestre de 2016 já foi testada, na co- ximadamente, a potência média desse carro?
munidade de Reit im Winkl, onde os clientes DHL
A 178,2 kW. d 178,2 MW.
foram convidados a enviar as suas encomendas
até o planalto Winklmoosalm, ambos na Alemanha. b 56,0 kW. e 56 MW.
De acordo com a DHL, “durante esse período de c 2,3 MW.
testes, foi realizado um total de 130 percursos de
carga e descarga, totalmente automatizadas, atra- Questão 45
vés de um Packstation – Parcelcopter Skyport –
especialmente desenvolvido para o efeito.
O campus da Fundação Paulista de Tecnolo-
Disponível em: <http://www.logisticaetransporteshoje.com/
dhl-automatiza-entregas-com-drones/>. Acesso em: 20 jan. 2017. gia e Educação (FPTE), entidade mantenedora da
(Adaptado)
Universidade de Lins e outras instituições, passa-
rá a ser autossuficiente em energia elétrica já a
Em um teste, um drone foi usado para transportar partir de agosto deste ano, com a instalação de
uma encomenda de um ponto A a um ponto B, em uma usina de energia solar no campus. O projeto
um ambiente repleto de obstáculos. Para evitá-los, desenvolvido em parceria com a Eudora Energia,
o drone executou o seguinte percurso: deslocou-se Grupo Leros e a Construpesa será integrado ao
10 km ao leste, 5 km ao norte, 8 km ao leste, 10 km sistema de abastecimento de energia elétrica da
ao sul e 6 km a oeste. Considerando que todos os Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL). Das
movimentos do drone ocorreram no plano xy do sis- plantas solares instaladas em universidades, ela
tema de coordenadas cartesiano, o módulo do seu será a maior do País. No estado de São Paulo,
vetor deslocamento resultante vale continua em primeiro. Em segundo, no ranking da
A 39,0 km. Agência Nacional de Energia Elétrica (Anel), está
b 24,5 km. a USP. De acordo com as informações da Fun-
c 19,2 km. dação, o sistema é composto de 1,7 mil módulos
d 28,3 km. fotovoltaicos de 330 W, cada um, com geração
média de 80 mil kWh/mês, o suficiente para aten-
e 13,0 km.
der à demanda de 510 residências.
Disponível em: <http://isebvmf.com.br/>. Acesso em: 15 jan. 2017.
QUESTÃO 44 (Adaptado)

Os carros elétricos vêm ganhando mais espa-


De acordo com as informações anteriores, se tais
ço no cenário mundial. O que antigamente pare-
painéis funcionam todos os dias do mês, é certo que
cia ser ficção hoje é realidade. Colocar um carro
funcionam, em média,
para abastecer na tomada de casa? Sim, isso é
possível. A potência desses carros impressiona. A 8,08 h. d 4,75 h.
A autonomia, nem tanto. Um dos vários modelos b 1,56 h. e 5,95 h.
existentes é o Tesla Model S, que pode acelerar c 8,55 h.

Pág. 22 Ciências da natureza e suas tecnologias


Simulado – Enem
Nome:

Turma: Número:

Ao terminar de responder as questões, preencha a Folha de Respostas com caneta preta ou azul.
Importante: se houver rasura na Folha de Respostas, a respectiva questão será anulada.

FOLHA DE RESPOSTAS – ENEM

A B C D E A B C D E
01 24
02 25
03 26
04 27
05 28
06 29
07 30
08 31
09 32
10 33
11 34
12 35
13 36
14 37
15 38
16 39
17 40
18 41
19 42
20 43
21 44
22 45
23

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 23


CADERNO
DO
PROFESSOR

Pág. 24 Ciências da natureza e suas tecnologias


Ciências da Natureza e suas Tecnologias

qUESTÃO 1 qUESTÃO 2

Entender métodos e procedimentos próprios Apropriar-se de conhecimentos da química


c5 das ciências naturais e aplicá-los em para, em situações-problema, interpretar,
c7
diferentes contextos. avaliar ou planejar intervenções
científico-tecnológicas.

Avaliar métodos, processos ou procedimentos Utilizar códigos e nomenclatura da química


das ciências naturais que contribuam para H24 para caracterizar materiais, substâncias ou
H19
diagnosticar ou solucionar problemas de transformações químicas.
ordem social, econômica ou ambiental.

Gabarito: C
Gabarito: B
Temas da atualidade: Reciclagem.
Temas da atualidade: Qualidade da água. Conta-
Estude mais: Processos de reciclagem. Nomen-
minação de ambientes aquáticos. Uso de fármacos.
clatura, fórmulas estruturais e fórmulas moleculares
Estude mais: Métodos de tratamentos de água. de compostos orgânicos. Polímeros.
Formas de contaminação aquática.
Link: http://www.terra.com.br/noticias/tecnologia/
Link: http://www.atribuna.com.br/noticias/no- infograficos/sucata-eletronica/
ticias-detalhe/cidades/estudo-constata-presenca-
Análise dos distratores:
-de-residuos-de-remedios-e-cocaina-na-baia-de-
-santos/?cHash=d3b2e116355460a73b13046275eafeea As alternativas (A), (B), (D) e (E) estão com quanti-
dades de átomos diferentes.
Análise dos distratores:
Sendo a fórmula estrutural do 4,4-dihidroxi-2,2-dife-
A Incorreta. Não é possível filtrar compostos iônicos,
nilpropano:
pois são solúveis, e fármacos e drogas ilícitas são
compostos orgânicos. CH3
HO OH. Sua fórmula molecular é
b Correta.
CH3
C15H16O2
c Incorreta. Carvão ativado é utilizado para remo-
ção de compostos inorgânicos, e fármacos e
drogas ilícitas são classificados como compostos qUESTÃO 3
orgânicos.
d Incorreta. Floculação não remove compostos or- Apropriar-se de conhecimentos da química
gânicos. para, em situações-problema, interpretar,
c7
avaliar ou planejar intervenções
E Incorreta. Não é possível realizar a filtração sim- científico-tecnológicas.
ples, pois compostos iônicos são solúveis, ainda
que fármacos e drogas ilícitas sejam compostos Avaliar propostas de intervenção no meio
orgânicos. H27 ambiente, aplicando conhecimentos químicos,
observando riscos ou benefícios.
Dentre as alternativas, o procedimento mais ade-
quado e eficaz para remoção de poluentes orgâ- Gabarito: A
nicos da água é a filtração empregando carvão Temas da atualidade: Produção de energia. Fon-
ativado. tes renováveis. Poluição ambiental. Reaproveitamen-
to de resíduos. Sustentabilidade.
Estude mais: Compostos orgânicos. Benefícios de
energia renovável. Processos de produção de energia.
Link: https://noticias.uol.com.br/meio-ambiente/
ultimas-noticias/ag-estado/2016/07/29/lodo-e-esgo-
to-serao-usados-para-produzir-energia-eletrica-em-
-sp.htm

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 25


Análise dos distratores: Análise dos distratores:
a Correta. a Incorreta. O urânio é radioativo e sofre fissão, e
apenas alguns átomos pequenos sofrem fusão.
b Incorreta. A produção de gases de efeito estufa
diminui com a redução de lodo decomposto nos b Incorreta. O urânio sofre fissão e apenas alguns
átomos pequenos sofrem fusão.
aterros.
c Incorreta. O urânio é um elemento metálico radioa-
c Incorreta. Não há custo com o combustível utili-
tivo.
zado, visto que será doado pelas estações de
d Correta.
tratamento de esgoto. O lodo destinado a aterros
e Incorreta. O urânio é radioativo e a reação de fis-
sanitários diminuirá nesse processo de geração
são libera grande quantidade de energia.
de energia.
d Incorreta. Não há custo com o combustível utiliza- O urânio é um metal radioativo e pelo seu elevado
do, visto que será doado pelas estações de trata- tamanho sofre fissão, originando dois novos núcleos,
mento de esgoto. A produção de gases de efeito dois nêutrons livres e grande quantidade de energia.
estufa diminui com a redução de lodo decomposto
nos aterros. O lodo destinado a aterros sanitários Questão 5
diminuirá nesse processo de geração de energia.
e Incorreta. Não há custo com o combustível utiliza- Associar intervenções que resultam em
degradação ou conservação ambiental
do, visto que será doado pelas estações de trata- C3
a processos produtivos e sociais e a
mento de esgoto. instrumentos ou ações científico-tecnológicos.

O principal constituinte do biogás gerado na de-


composição do lixo nos aterros sanitários é o metano. Avaliar impactos em ambientes naturais
decorrentes de atividades sociais ou
O biogás é utilizado como combustível na produção H12
econômicas, considerando interesses
de energias térmica e elétrica e, por ser naturalmente contraditórios.
produzido pela decomposição do lixo, não apresenta
custo. Além do metano, a decomposição do lodo gera Gabarito: C
gás carbônico, um gás de efeito estufa, portanto a uti- Temas da atualidade: Desastre ambiental. Conta-
lização desse lodo diminui a produção de gases de minação de ambientes aquáticos com metais tóxicos.
efeito estufa, assim como o volume de lixo acumulado Estude mais: Impactos ambientais. Característi-
nos aterros. cas de corpos d’água.
Link: http://noticias.r7.com/minas-gerais/lama-con-
Questão 4 taminada-tem-concentracao-de-metais-ate-1300000-
-acima-do-normal-12112015

Entender métodos e procedimentos próprios Análise dos distratores:


C5 das ciências naturais e aplicá-los em
a Incorreta. Segundo o texto, a lama também preju-
diferentes contextos.
dica a população.
b Incorreta. A lama prejudica também o meio am-
Relacionar propriedades físicas, químicas
ou biológicas de produtos, sistemas ou biente, principalmente organismos aquáticos de-
H18
procedimentos tecnológicos às finalidades a vido à falta de oxigenação e de incidência de luz
que se destinam. no rio contaminado com a lama.
c Correta.
Gabarito: D
d Incorreta. Segundo o texto, a lama prejudica tam-
Temas da atualidade: Usinas nucleares. Energia bém pessoas sadias, causando contrações mus-
nuclear e economia. Extração de elementos radioa- culares, problemas ósseos e intestinais.
tivos.
e Incorreta. A presença da lama no rio torna a água
Estude mais: Radioatividade. Compostos radio- muito túrbida, reduzindo drasticamente a quanti-
ativos. Usinas nucleares. Reações nucleares. dade de oxigênio dissolvido e impedindo a passa-
Link: http://avozdacidade.com/site/noticias/econo- gem de luz, causando, assim, morte de animais e
mia/56246/ plantas aquáticas.

Pág. 26 Ciências da natureza e suas tecnologias


O candidato deve ter conhecimento de que a qUESTÃO 7
lama no rio torna a água muito túrbida, reduzindo
drasticamente a quantidade de oxigênio dissolvido Entender métodos e procedimentos próprios
e impedindo a passagem de luz, causando, assim, c5 das ciências naturais e aplicá-los em
diferentes contextos.
morte de plantas e animais aquáticos. Segundo o
texto, a alta concentração de metais prejudica a po-
pulação sadia e piora a situação de indivíduos com Relacionar informações apresentadas
em diferentes formas de linguagem e
problemas de saúde. representação usadas nas ciências físicas,
H17
químicas ou biológicas, como texto discursivo,
gráficos, tabelas, relações matemáticas ou
qUESTÃO 6 linguagem simbólica.

Apropriar-se de conhecimentos da química Gabarito: A


para, em situações-problema, interpretar,
c7 Temas da atualidade: Olimpíadas Rio-2016. Me-
avaliar ou planejar intervenções
científico-tecnológicas. dalhas olímpicas.
Estude mais: Aplicação de metais. Mol e massa
Caracterizar materiais ou substâncias, molar.
identificando etapas, rendimentos ou Link: http://www.bbc.com/portuguese/bra-
H25
implicações biológicas, sociais, econômicas
sil-37016908
ou ambientais de sua obtenção ou produção.
Análise dos distratores:
Gabarito: E A Correta.
Temas da atualidade: Drogas sintéticas. Tráfico. b Incorreta. A massa molar do ouro foi dividida pela
Produção de entorpecentes. sua massa.
Estude mais: Uso de substâncias orgânicas. Ca- c Incorreta. A porcentagem do cobre (6,16%) foi er-
racterísticas de compostos orgânicos. roneamente utilizada no cálculo.
Link: https://vestibular.uol.com.br/resumo-das- d Incorreta. A porcentagem da prata (92,5%) foi er-
-disciplinas/atualidades/legal-highs-mais-destruidora- roneamente utilizada no cálculo.
-nova-geracao-de-drogas-sinteticas-exige-novas-es-
E Incorreta. A massa total da medalha foi utilizada
trategias-de-combate.htm
para calcular a quantidade de matéria do ouro.
Análise dos distratores:
Cada medalha tem uma massa de 500 g, sendo
A Incorreta. As novas drogas podem ser produzidas
1,34% desse valor equivalente à massa de ouro, então,
em casa, sem necessidade de grandes laborató-
rios especializados. 500 g × 1,34/100 = 6,7 g
b Incorreta. As novas drogas têm efeitos semelhan- Para transformar a massa em mol, deve-se dividi-
tes aos narcóticos proibidos. -la pela massa molar, portanto:
c Incorreta. Apenas têm aparência de sais de ba-
6,7 g/197 g ? mol–1 = 3,4 × 10–2 mol
nho, não usadas como tais.
d Incorreta. São comercializadas, sim, pela internet,
mas não disfarçadas como sais de banho. São qUESTÃO 8
apenas parecidas por terem estrutura de cristais.
E Correta. Apropriar-se de conhecimentos da química
para, em situações-problema, interpretar,
c7
Segundo o texto, a síntese de drogas sintéticas avaliar ou planejar intervenções
científico-tecnológicas.
ilegais a partir de substâncias comercializadas legal-
mente se torna um problema no controle do tráfico,
pois compostos cuja venda não é controlada por lei Caracterizar materiais ou substâncias,
identificando etapas, rendimentos ou
são difíceis de rastrear e apreender. A dificuldade H25
implicações biológicas, sociais, econômicas
no controle dessas novas drogas traz grande risco ou ambientais de sua obtenção ou produção.
à sociedade.
Gabarito: D

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 27


Temas da atualidade: Lixo. Aterros sanitários. matéria-prima que as usinas nucleares, e não
Reciclagem de plásticos. Contaminação de ambien- seus rejeitos.
tes aquáticos. b Incorreta. Na bomba atômica ocorre fissão de
Estude mais: Petróleo. Polímeros. Poluição. átomos de urânio e ainda não há um método
Link: http://exame.abril.com.br/tecnologia/cientis- para aproveitar o processo na geração de ener-
tas-descobrem-como-reciclar-plastico-em-combustivel/ gia elétrica.
c Correta.
Análise dos distratores:
d Incorreta. A bomba atômica utiliza a fissão de áto-
a Incorreta. Os métodos convencionais de recicla-
mos de urânio ou plutônio e não produz água no
gem envolvem processos poluidores.
processo.
b Incorreta. A maioria dos plásticos demora séculos
e Incorreta. A bomba atômica é de fissão nuclear,
para se degradar no meio ambiente.
enquanto a bomba de hidrogênio é de fusão nu-
c Incorreta. A técnica citada no texto utiliza alcanos,
clear.
e não os produz.
d Correta. Toda explosão é um processo que libera ener-
gia, portanto exotérmico; além disso, na bomba de
e Incorreta. Já existem métodos de reciclagem de
hidrogênio, ocorre um processo de fusão nuclear de
plásticos com baixo impacto ambiental e ainda
átomos de hidrogênio, enquanto na bomba atômica
não há materiais que possam substituir os plásti-
convencional ocorre um processo de fissão nuclear
cos em grande escala.
de átomos de urânio ou plutônio.
Os plásticos são materiais que geralmente demo-
ram séculos para serem degradados naturalmente e,
portanto, sua reciclagem é benéfica desde que utilize Questão 10
processos que gerem pouca poluição.
Entender métodos e procedimentos próprios
C5 das ciências naturais e aplicá-los em
diferentes contextos.
Questão 9

Apropriar-se de conhecimentos da química Relacionar propriedades físicas, químicas


para, em situações-problema, interpretar, ou biológicas de produtos, sistemas ou
C7 H18
avaliar ou planejar intervenções procedimentos tecnológicos às finalidades a
científico-tecnológicas. que se destinam.

Avaliar implicações sociais, ambientais e/ Gabarito: B


ou econômicas na produção ou no consumo Temas da atualidade: Contaminação de ambien-
H26 de recursos energéticos ou minerais,
identificando transformações químicas ou de tes aquáticos. Substâncias biodegradáveis. Matérias-
energia envolvidas nesses processos. -primas renováveis.
Estude mais: Caráter anfifílico. Interações inter-
Gabarito: C moleculares. Funções orgânicas.
Temas da atualidade: Coreia do Norte. Energia Links: http://www.inovacaotecnologica.com.br/
nuclear. Armas nucleares. noticias/noticia.php?artigo=sabao-perfeito-vegetal
Estude mais: Radioatividade. Fusão e fissão nu- &id=010125161028
clear. http://educacao.globo.com/quimica/assunto/quimi-
Links: http://veja.abril.com.br/mundo/coreia-do- ca-organica/oleos-gorduras-saboes-e-detergentes.html
-norte-anuncia-teste-de-bomba-de-hidrogenio-de- Análise dos distratores:
-miniatura/
a Incorreta. Caráter anfótero caracteriza uma subs-
http://veja.abril.com.br/ciencia/saiba-qual-a-diferen- tância que tem comportamento ácido e básico e
ca-entre-a-bomba-de-hidrogenio-e-a-bomba-atomica/ não polar e apolar. Os detergentes são sais de
Análise dos distratores: ácidos sulfônicos.
a Incorreta. Na bomba de hidrogênio ocorre fusão b Correta.
de átomos de hidrogênio e esta utiliza a mesma c Incorreta. Caráter anfiprótico caracteriza uma

Pág. 28 Ciências da natureza e suas tecnologias


substância que tem comportamento ácido e bási- qUESTÃO 12
co e não polar e apolar. Os detergentes são sais
de ácidos sulfônicos. Entender métodos e procedimentos próprios
d Incorreta. Os detergentes são sais de ácidos sul- c5 das ciências naturais e aplicá-los em
diferentes contextos.
fônicos.
E Incorreta. Caráter anfótero caracteriza uma subs-
Relacionar propriedades físicas, químicas
tância que tem comportamento ácido e básico e ou biológicas de produtos, sistemas ou
não polar e apolar. H18
procedimentos tecnológicos às finalidades a
que se destinam.
Os sabões e detergentes apresentam uma região
polar ou hidrofílica e uma região apolar ou hidrofóbi-
Gabarito: E
ca, o que lhes confere um caráter anfifílico ou anfi-
pático. Os detergentes são sais de ácidos sulfônicos Temas da atualidade: Nanotecnologia. Nanotu-
com a seguinte fórmula geral: bos de carbono.
Estude mais: Alotropia do carbono. Ligação co-
R

SO Na
+ valente.
3
Links: http://veja.abril.com.br/educacao/macken-
zie-inaugura-primeiro-centro-da-america-latina-espe-
cializado-em-pesquisas-do-grafeno/
qUESTÃO 11
http://brasilescola.uol.com.br/quimica/grafenouma-
Entender métodos e procedimentos próprios -revolucao-tecnologica.htm
c5 das ciências naturais e aplicá-los em
diferentes contextos. Análise dos distratores:
A Incorreta. O grafeno não é um composto iônico,
Relacionar informações apresentadas pois não apresenta metal ligado a ametal.
em diferentes formas de linguagem e b Incorreta. O grafeno não é um composto iônico,
representação usadas nas ciências físicas,
H17 pois não apresenta metal ligado a ametal.
químicas ou biológicas, como texto discursivo,
gráficos, tabelas, relações matemáticas ou c Incorreta. O grafeno não é um composto metálico,
linguagem simbólica. pois não apresenta metal em sua composição.
d Incorreta. No grafeno, cada átomo de carbono faz
Gabarito: B
duas ligações simples e uma ligação dupla, totali-
Temas da atualidade: Baterias de lítio. Pilhas e zando quatro ligações covalentes.
baterias recarregáveis. E Correta.
Estude mais: Pilhas e baterias.
O grafeno é formado pela união, por ligação cova-
Links: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-370
lente, de átomos de carbono, um elemento não me-
16908
tálico, portanto é um composto covalente. Pode ser
http://brasilescola.uol.com.br/quimica/pilhas-bate-
utilizado em circuitos eletrônicos por se tratar de um
rias-litio.htm
material condutor de eletricidade.
Análise dos distratores:
A Incorreta. Durante o consumo de uma pilha ou qUESTÃO 13
bateria, ocorre conversão de energia química em
elétrica. Associar intervenções que resultam em
degradação ou conservação ambiental
b Correta. c3
a processos produtivos e sociais e a
c Incorreta. A reação global da bateria é 2Li(s) + I2(s) instrumentos ou ações científico-tecnológicas.
→ 2Li+(s) + 2I–(s).
d Incorreta. No cátodo é o iodo [I2(s) ] que sofre re- Avaliar impactos em ambientes naturais
decorrentes de atividades sociais ou
dução. H12
econômicas, considerando
E Incorreta. Na pilha e na bateria, os elétrons sem- interesses contraditórios.
pre se movimentam do ânodo (polo negativo) para
o cátodo (polo positivo). Gabarito: B

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 29


Temas da atualidade: Desmatamento. Preserva- TNp_Outbrain_1909-2_1&utm_source=Outbrain&
ção ambiental. utm_medium=JP&utm_campaign=Top_News_Prem
Estude mais: Ecologia. Biomas brasileiros. Análise dos distratores:
Link: http://g1.globo.com/natureza/noticia/em-30- a Incorreta. Genótipo é a composição genética da
-anos-cerrado-brasileiro-pode-ter-maior-extincao-de- célula. Os tratamentos propostos não alteram os
-plantas-da-historia-diz-estudo.ghtml genes das células.
Análise dos distratores: b Incorreta. O fenótipo alterado, no caso, é o do in-
divíduo calvo.
a Incorreta. Segundo o gráfico, a coluna A indica as
139 plantas já registradas como extintas, e não as c Incorreta. Embora haja interferência hormonal na
condenadas à extinção após o desmatamento. A calvície, os tratamentos propostos não afetam tais
coluna B indica as 657 plantas que estão já con- hormônios.
denadas à extinção. d Correta.
e Incorreta. Os tratamentos propostos não afetam o
b Correta.
número de células-tronco capilares.
c Incorreta. A coluna A indica as 139 plantas já re-
gistradas como extintas, e não 657 plantas possi- Os tratamentos proporcionam uma alteração feno-
velmente perdidas até 2050. A coluna B indica as típica, que é a manifestação visível ou detectável de
657 plantas que já estão condenadas à extinção. uma característica.
A coluna C indica o número de plantas que, caso
não cesse o desmatamento, serão perdidas pos-
Questão 15
sivelmente até 2050.
d Incorreta. A ordem das colunas está invertida. Compreender interações entre organismos e
e Incorreta. A coluna B indica as 657 plantas con- ambiente, em particular aquelas relacionadas
C4 à saúde humana, relacionando conhecimentos
denadas à extinção, e não as plantas em extinção
científicos, aspectos culturais e
já registradas. A coluna C indica as 1 140 plantas características individuais.
possivelmente perdidas até 2050, e não as já con-
denadas à extinção após o desmatamento.
Identificar padrões em fenômenos e processos
O gráfico indica na coluna A 139 plantas em ex- vitais dos organismos, como manutenção
H14
tinção já registradas, a coluna B mostra 657 plantas do equilíbrio interno, defesa, relações com o
ambiente, sexualidade, entre outros.
já condenadas à extinção após o desmatamento e a
coluna C indica que, se o desmatamento continuar no
mesmo ritmo atual, 1 140 plantas possivelmente serão Gabarito: E
perdidas até 2050. Temas da atualidade: Desenvolvimento de vaci-
nas.
Estude mais: Imunologia.
Questão 14
Link: http://veja.abril.com.br/saude/meninos-come-
Compreender interações entre organismos e
cam-a-ser-vacinados-contra-hpv-pelo-sus/
ambiente, em particular aquelas relacionadas Análise dos distratores:
C4 à saúde humana, relacionando conhecimentos
a Incorreta. Vacina é um tipo de imunização ativa
científicos, aspectos culturais e
características individuais. e profilática, já o soro é um tipo de imunização
passiva e terapêutica.
b Incorreta. Medidas profiláticas têm ação lenta e
Reconhecer mecanismos de transmissão da
H13 vida, prevendo ou explicando a manifestação duradoura.
de características dos seres vivos. c Incorreta. A vacina é eficiente e a ampliação da
faixa vacinal visa à cobertura do público-alvo, e
Gabarito: D não à experimentação.
Temas da atualidade: Tratamentos de condições d Incorreta. A vacina estimula a produção de anti-
hereditárias. corpos a longo prazo.
Estude mais: Genética. e Correta.

Links: http://veja.abril.com.br/blog/letra-de-medico/ A vacinação é um tipo de imunização ativa artificial


a-calvicie-esta-com-seus-dias-contados/ que induz a formação de células de memória e imuni-
http://topnews.blog.br/prem?utm_term=gensc_ zação duradoura.

Pág. 30 Ciências da natureza e suas tecnologias


qUESTÃO 16 Link: http://saude.estadao.com.br/noticias/geral,
para-biologa-surto-de-febre-amarela-pode-ter-rela-
Apropriar-se de conhecimentos da biologia cao-com-tragedia-de-mariana,10000100032
para, em situações-problema, interpretar,
c8 Análise dos distratores:
avaliar ou planejar intervenções
científico-tecnológicas. A Correta.
b Incorreta. O combate ao mosquito transmissor,
Interpretar experimentos ou técnicas que embora eficaz, é uma medida a médio prazo, pois
utilizam seres vivos, analisando implicações requer inúmeras intervenções dos órgãos respon-
H29 para o ambiente, a saúde, a produção de
sáveis, como conscientização da população. Além
alimentos, matérias-primas ou
produtos industriais. disso, animais que servem de reservatório natural
para o vírus da febre amarela não se encontram
Gabarito: C nos centros urbanos.
c Incorreta. A recuperação das áreas afetadas, em-
Temas da atualidade: Preservação ambiental e
produtividade. bora essencial, é uma medida a longo prazo.
d Incorreta. Já existe vacina eficaz para febre ama-
Estude mais: Botânica e relação ecológicas.
rela. O texto não menciona um novo vírus.
Link: http://revistagalileu.globo.com/Revista/
E Incorreta. Tratamento dos doentes é uma medida
Common/0,,EMI340662-17770,00-CIENTISTAS+DES paliativa cara que não resolveria o problema cen-
COBREM+CAUSA+DO+SUMICO+DE+ABELHAS.html. tral, que é a destruição das áreas naturais. Além
Análise dos distratores: disso, não há tratamento específico para febre
A Incorreta. Embora a morte da abelha ocorra pela amarela, apenas para seus sintomas.
ação do fungo, isso não justifica o uso de mais A vacinação é a medida mais eficaz a curto prazo,
defensivos agrícolas. por ser uma vacina eficiente, segura e os órgãos res-
b Incorreta. Embora a falta de agentes polinizadores ponsáveis já possuírem medidas de cobertura vacinal
seja um problema, o texto menciona uma pesqui- elaboradas.
sa para preservação de Apis mellifera.
c Correta. qUESTÃO 18
d Incorreta. O texto relaciona o declínio das abelhas
por ação de um fungo, e não do desmatamento, Associar intervenções que resultam em
degradação ou conservação ambiental
que seria outra explicação para o declínio. c3
a processos produtivos e sociais e a
E Incorreta. Embora a diminuição do uso de defen- instrumentos ou ações científico-tecnológicos.
sivos agrícolas seja uma necessidade imediata na
agricultura, pouco se tem feito em relação a isso. Compreender a importância dos ciclos
biogeoquímicos ou do fluxo de energia para
A manutenção dos agentes polinizadores é funda- H9 a vida, ou da ação de agentes ou fenômenos
mental para nossa segurança alimentar e nutricional. que podem causar alterações
nesses processos.

qUESTÃO 17
Gabarito: B
Apropriar-se de conhecimentos da biologia Temas da atualidade: Desmatamento. Aqueci-
para, em situações-problema, interpretar, mento global.
c8
avaliar ou planejar intervenções
Estude mais: Ciclos biogeoquímicos. Fluxo de
científico-tecnológicas.
energia. Ecologia.
Links: http://www.greenpeace.org/brasil/pt/Noticias/
Avaliar propostas de alcance individual ou
Desmatamento-dispara-na-Amazonia-/?gclid=Cj0KE
coletivo, identificando aquelas que visam à
H30 QiA-_HDBRD2lomhoufc1JkBEiQA0TVMmiig7_ZB3eMn5
preservação e à implementação da saúde
individual, coletiva ou do ambiente. BDw39c6gtp3aLWww6y_5Xy4MhmrmvwaAo7a8P8HAQ
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/bio_ecologia/
Gabarito: A ecologia29.php
Temas da atualidade: Desequilíbrio ambiental de Análise dos distratores:
origem antrópica. A Incorreta. No processo de fotossíntese ocorrem
Estude mais: Imunologia, parasitologia e ecologia. absorção de CO2 e liberação de O2.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 31


b Correta. orgânica em decomposição por seres aeróbicos dimi-
c Incorreta. Em um fluxo de energia, a fotossíntese nui a quantidade de oxigênio dissolvido na água.
é o processo de entrada de energia, prejudicando,
sim, os produtores primários. Questão 20
d Incorreta. No processo de fotossíntese, ocorrem
Apropriar-se de conhecimentos da biologia
absorção de CO2 e liberação de O2. Com os pro-
para, em situações-problema, interpretar,
dutores primários prejudicados, isso afetará os C8
avaliar ou planejar intervenções
níveis tróficos subsequentes, já que a energia é científico-tecnológicas.
transferida de um nível a outro.
e Incorreta. Em um fluxo de energia, a fotossíntese Associar características adaptativas dos
organismos com seu modo de vida ou
é o processo de entrada de energia.
H28 seus limites de distribuição em diferentes
ambientes, em especial em
As árvores absorvem grandes quantidades de CO2
ambientes brasileiros.
para realizar fotossíntese. Em um fluxo de energia, a
fotossíntese é o processo de entrada de energia. Des- Gabarito: D
sa forma, o desmatamento prejudica os produtores
Temas da atualidade: Adaptação animal para fins
primários, alterando os níveis tróficos subsequentes.
econômicos.
Estude mais: Genética. Adaptação genética.
Questão 19
Link: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jun-
Associar intervenções que resultam em diai/nosso-campo/noticia/2016/04/criacao-de-peixes-
degradação ou conservação ambiental -e-retomada-no-rio-parana.html
C3
a processos produtivos e sociais e a
instrumentos ou ações científico-tecnológicos. Análise dos distratores:
a Incorreta. Condrictes, peixes gelatinosos, não
Avaliar impactos em ambientes naturais conseguem se adaptar a diferentes salinidades.
decorrentes de atividades sociais ou
H12
econômicas, considerando interesses
b Incorreta. Apenas algumas espécies de osteíctes
contraditórios. conseguem se adaptar a diferentes salinidades.
c Incorreta. Para a adaptação em diferentes salini-
Gabarito: A dades, é necessário mudar, e não manter o com-
Temas da atualidade: Desastres ecológicos. Im- portamento celular das brânquias.
pactos ambientais. d Correta.
Estude mais: Contaminação da água. Processo e Incorreta. Para a adaptação em diferentes salini-
de eutrofização. Demanda de oxigênio dissolvido. dades, é necessário mudar, e não manter o com-
Link: http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noti- portamento celular das brânquias. Condrictes,
cia/2017-01/cestesb-emitira-laudo-sobre-impactos- peixes gelatinosos, não conseguem se adaptar a
-ambientais-do-incendio-na-vale-em-cubatao diferentes salinidades.
Análise dos distratores: Os teleósteos, como a tilápia, são caracterizados
a Correta.
como eurialinos, ou seja, modulam o comportamen-
b Incorreta. O oxigênio dissolvido na água diminuirá
to celular branquial para sobreviver em ambientes
pelo aumento de matéria orgânica. Ocorrerá mu- com variações de salinidade. Os músculos adutores
dança de pH, porém esse não é o motivo para o e abdutores presentes nas brânquias dessas espé-
aumento da matéria orgânica.
cies têm papel importante no processo de respira-
c Incorreta. O oxigênio dissolvido na água diminuirá
ção. Animais como moluscos e crustáceos também
pelo aumento de matéria orgânica.
são considerados eurialinos, pois vivem em estuá-
d Incorreta. O nitrato presente na água aumentará a
rios de rios, onde a salinidade varia de acordo com
quantidade de matéria orgânica.
as marés.
e Incorreta. O oxigênio dissolvido na água diminuirá
pelo aumento de matéria orgânica.
O excesso de nutrientes, como nitrato, em corpos
d’água, provoca eutrofização. O aumento de matéria

Pág. 32 Ciências da natureza e suas tecnologias


qUESTÃO 21 Link: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/aedes-
-resistente-ao-virus-da-dengue-e-criado-por-pesqui-
Associar intervenções que resultam em sadores-dos-eua.ghtml
degradação ou conservação ambiental
c3 Análise dos distratores:
a processos produtivos e sociais e a
instrumentos ou ações científico-tecnológicos. A Incorreta. A afirmação genérica do texto: "sistema
imunológico mais forte" faz referência especifica-
Identificar etapas em processos de obtenção, mente ao vírus da dengue.
transformação, utilização ou reciclagem de b Incorreta. Os anticorpos não seriam específicos
H8 recursos naturais, energéticos ou matérias- aos vírus da chikungunya e zika.
-primas, considerando processos biológicos,
c Incorreta. Os mosquitos geneticamente modifica-
químicos ou físicos neles envolvidos.
dos continuariam a transmitir chikungunya e zika.
d Incorreta. Mutações aleatórias sob ação da se-
Gabarito: A
leção natural levam ao aparecimento de novas
Temas da atualidade: Biotecnologia ambiental.
variedades de vírus.
Estude mais: Engenharia genética e biotecnologia. E Correta.
Link: http://exame.abril.com.br/tecnologia/cientis-
As células de defesa produzem anticorpos especí-
tas-descobrem-bacteria-que-se-alimenta-de-plastico/
ficos para cada tipo de vírus, sendo diferentes para os
Análise dos distratores: quatro tipos de vírus da dengue, da chikungunya e zika.
A Correta.
b Incorreta. Essa técnica, mesmo empregada em qUESTÃO 23
largas escalas, não seria suficiente para eliminar
Compreender interações entre organismos e
todo o PET produzido. ambiente, em particular aquelas relacionadas
c Incorreta. Os microrganismos utilizados estão pre- c4 à saúde humana, relacionando conhecimentos
sentes no próprio ambiente e deixam de proliferar, científicos, aspectos culturais e
características individuais.
uma vez que não há mais matéria-prima disponível.
d Incorreta. A biorremediação é um dos processos Interpretar modelos e experimentos para
mais baratos para descontaminação ambiental. explicar fenômenos ou processos biológicos
H15
em qualquer nível de organização dos
E Incorreta. O uso de plásticos biodegradáveis elimi-
sistemas biológicos.
na a necessidade de despoluição por PET.

A biorremediação é um processo paliativo que Gabarito: A


deve ser empregado para resolver problemas am- Temas da atualidade: Aplicação de experimenta-
bientais. O uso abusivo de PET ainda é o principal ção científica em processos de produção.
problema ambiental a ser solucionado. Estude mais: Construção do conhecimento cien-
tífico.
qUESTÃO 22 Link: http://brasilescola.uol.com.br/quimica/meto-
do-cientifico.htm
Compreender interações entre organismos e Análise dos distratores:
ambiente, em particular aquelas relacionadas
c4 à saúde humana, relacionando conhecimentos
A Correta.
científicos, aspectos culturais e b Incorreta. A hipótese dos amigos pode ser testada
características individuais. experimentalmente.
c Incorreta. O experimento não atende aos passos
Identificar padrões em fenômenos e processos do método científico.
vitais dos organismos, como manutenção
H14
do equilíbrio interno, defesa, relações com o
d Incorreta. Não foram atendidos todos os requisitos
ambiente, sexualidade, entre outros. de metodologia científica.
E Incorreta. A conclusão dos amigos não foi elabora-
Gabarito: E da com base em experimento científico adequado.
Temas da atualidade: Doenças emergentes no Os experimentos devem ser comparados a um
Brasil e desenvolvimento de vacinas. grupo controle para elaboração de uma conclusão
Estude mais: Imunologia e viroses emergentes. científica: lei ou teoria.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 33


Questão 24 Link: http://www.ceara.gov.br/sala-de-imprensa/
noticias/19157-sancao-energia
Compreender interações entre organismos e
ambiente, em particular aquelas relacionadas
Análise dos distratores:
C4 à saúde humana, relacionando conhecimentos a Incorreta. A energia eólica só é eficiente em regi-
científicos, aspectos culturais e ões que apresentam um regime de ventos cons-
características individuais.
tante e intenso.
b Incorreta. A energia termoelétrica não é renová-
Compreender o papel da evolução na
vel, pois utiliza combustíveis fósseis e o Brasil não
H16 produção de padrões, processos biológicos ou
na organização taxonômica dos seres vivos. apresenta grandes reservas desses combustíveis.
c Incorreta. A energia hidrelétrica apresenta custos
Gabarito: B mais baixos que a termoelétrica, por exemplo.
Temas da atualidade: Evolução e organização ta- Além disso, o Brasil tem grande potencial para
xonômica. Classificação biológica e filogenia. explorar esse tipo de energia.
Estude mais: Classificação dos seres vivos e d Incorreta. O plutônio não é um elemento natural,
zoologia. portanto não existem reservas desse material.
Link: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/ e Correta.
apos-quase-2-seculos-cientistas-solucionam-misterio- A energia solar é considerada renovável, pois de-
-de-criatura-estranha-que-viveu-ha-500-milhoes-de- pende apenas de radiação solar. Além disso, seu cus-
-anos.ghtml to tem diminuído consideravelmente, enquanto sua
Análise dos distratores: eficiência tem aumentado.
a Incorreta. Artrópodes não apresentam concha,
mas sim exoesqueleto de quitina, como insetos Questão 26
e aracnídeos.
Associar intervenções que resultam em
b Correta.
degradação ou conservação ambiental
C3
c Incorreta. Cnidários não apresentam pé muscular. a processos produtivos e sociais e a
São animais primitivos, como as águas-vivas. instrumentos ou ações científico-tecnológicos.

d Incorreta. Equinodermos possuem pés ambulacrá-


rios e endoesqueleto calcário, como estrelas-do-mar. Identificar etapas em processos de obtenção,
transformação, utilização ou reciclagem de
e Incorreta. Anelídeos são animais de corpo cilín- H8 recursos naturais, energéticos ou matérias-
drico e anelado, sem pé muscular, como minho- -primas, considerando processos biológicos,
cas e sanguessugas. químicos ou físicos neles envolvidos.

Os moluscos são animais que apresentam cor- Gabarito: B


po mole, pé muscular e concha, como caramujos e
Temas da atualidade: Combustível químico. Sus-
caracóis.
tentabilidade.
Estude mais: Fotossíntese. Poluição do ar.
Questão 25
Link: http://oglobo.globo.com/sociedade/sustenta-
Associar intervenções que resultam em bilidade/cientistas-avancam-na-busca-para-converter-
C3
degradação ou conservação ambiental -co2-em-combustivel-19970086
a processos produtivos e sociais e a
instrumentos ou ações científico-tecnológicos. Análise dos distratores:
a Incorreta. Os produtos da fotossíntese são gás
Identificar etapas em processos de obtenção, oxigênio e glicose, enquanto os produtos gerados
transformação, utilização ou reciclagem de pelo processo são CO e H2.
H8 recursos naturais, energéticos ou matérias-
-primas, considerando processos biológicos, b Correta.
químicos ou físicos neles envolvidos. c Incorreta. O CO é um gás altamente tóxico para
os mamíferos, mas tem pouca ação sobre o efeito
Gabarito: E estufa e a camada de ozônio.
Temas da atualidade: Energias renováveis. d Incorreta. A quimiossíntese sintetiza compostos
Estude mais: Energia e poluição. orgânicos a partir do dióxido de carbono, graças à

Pág. 34 Ciências da natureza e suas tecnologias


utilização da energia derivada de reações quími- qUESTÃO 28
cas; é realizada por alguns tipos de bactérias.
Compreender interações entre organismos e
E Incorreta. É uma reação de oxirredução, pois no
ambiente, em particular aquelas relacionadas
processo o nox do carbono é alterado de +4 no c4 à saúde humana, relacionando conhecimentos
CO2 para +2 no CO. científicos, aspectos culturais e
características individuais.
Trata-se de um processo sustentável, pois parte
de uma matéria-prima renovável (CO–2 atmosférico)
Reconhecer mecanismos de transmissão da
para produzir combustíveis como etanol e diesel. H13 vida, prevendo ou explicando a manifestação
de características dos seres vivos.

qUESTÃO 27 Gabarito: A
Temas da atualidade: Engenharia genética. Bio-
Associar intervenções que resultam em
degradação ou conservação ambiental tecnologia.
c3
a processos produtivos e sociais e a Estude mais: Ácidos nucleicos. Duplicação, trans-
instrumentos ou ações científico-tecnológicos.
crição e tradução.
Link: https://canaltech.com.br/noticia/geek/cientis-
Analisar perturbações ambientais,
tas-identificam-genes-que-continuam-ativos-apos-a-
identificando fontes, transporte e(ou) destino
H10 -morte-do-organismo-70939
dos poluentes ou prevendo efeitos em
sistemas naturais, produtivos ou sociais. Análise dos distratores:
A Correta.
Gabarito: C
b Incorreta. Gene é um segmento de molécula de
Temas da atualidade: Desastre ambiental de Ma-
DNA, e não RNA.
riana. Contaminação da água e do solo.
c Incorreta. Gene é um segmento de molécula de
Estude mais: Poluição. Metais pesados.
DNA, e não um segmento de aminoácidos.
Link: http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/blog-
d Incorreta. Uma molécula de DNA não pode ser
-do-planeta/noticia/2015/11/estes-sao-alguns-dos-da-
traduzida, somente replicada ou transcrita.
nos-ambientais-causados-pela-lama-da-barragem-da-
-samarco.html E Incorreta. Essa é a descrição de um nucleotídeo;
gene é um segmento de molécula de DNA.
Análise dos distratores:
A Incorreta. Todos os seres vivos que entram em O gene é um segmento de molécula de DNA que
contato com o mercúrio sofrem seus efeitos tó- pode ser convertido em RNA mensageiro pelo pro-
xicos. cesso de transcrição.

b Incorreta. O mercúrio é um metal pesado de difícil


metabolização. qUESTÃO 29
c Correta.
Associar intervenções que resultam em
d Incorreta. A solubilidade do mercúrio na água é degradação ou conservação ambiental
c3
variável e este está na lama e dificilmente será a processos produtivos e sociais e a
instrumentos ou ações científico-tecnológicos.
transportado para o mar.
E Incorreta. O mercúrio pode facilmente contaminar
Reconhecer benefícios, limitações e aspectos
os seres humanos que entram em contato com a
éticos da biotecnologia, considerando
água e se alimentam de animais contaminados. H11
estruturas e processos biológicos envolvidos
em produtos biotecnológicos.
O mercúrio é um metal pesado e extremamente
tóxico, que é dificilmente metabolizado pelos seres
Gabarito: D
vivos e, por esse motivo, pode se acumular nas ca-
deias alimentares. Temas da atualidade: Transgênicos.
Estude mais: Biotecnologia.
Link: http://paranaportal.uol.com.br/economia/pa-
rana-e-o-segundo-no-plantio-de-transgenicos/

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 35


Análise dos distratores: d Incorreta. Com velocidades mais altas, haverá a
a Incorreta. Outros países, inclusive os EUA, culti- formação de sons mais agudos, pois a frequência
vam largamente transgênicos. aumentará.

b Incorreta. O incentivo à produção de transgênicos e Incorreta. Como a faixa de frequências audíveis


vai de 20 Hz a 20 000 Hz, tal informação é incor-
está relacionado à sua maior produtividade, e não
reta. Frequências altas são também audíveis,
por serem necessariamente mais saudáveis.
além disso, o item não contempla a questão.
c Incorreta. Normalmente, nas lavouras de plantas
transgênicas, também são empregados defensi- Para que determinada melodia seja executada, é
vos agrícolas e fertilizantes. necessária uma frequência específica, o que só po-
derá ocorrer com velocidade específica. Tais pistas
d Correta.
são compostas de ranhuras espaçadas em intervalos
e Incorreta. Pode ter um custo maior, mas não ne- específicos, para que, ao entrarem em contato com
cessita de áreas maiores para o cultivo e pode ser os pneus dos automóveis, emitam sons que formam
colhido mecanicamente. uma melodia. Mas é necessário que o carro passe em
determinada velocidade, pois só assim a frequência
Antes de serem efetivamente plantados, os trans-
emitida será específica para que ocorra o som dese-
gênicos devem passar por rigorosos testes para ava-
jado. Velocidades acima gerarão sons mais agudos e
liar impactos negativos na saúde das pessoas e no
velocidades mais baixas gerarão sons mais graves,
meio ambiente.
impedindo que ocorra a melodia.

Questão 30
Questão 31
Compreender as ciências naturais e as
tecnologias a elas associadas como Identificar a presença e aplicar as tecnologias
construções humanas, percebendo seus C2 associadas às ciências naturais em
C1 diferentes contextos.
papéis nos processos de produção e no
desenvolvimento econômico e social
da humanidade.
Relacionar informações para compreender
manuais de instalação ou utilização de
H6
Reconhecer características ou propriedades aparelhos, ou sistemas tecnológicos
de fenômenos ondulatórios ou oscilatórios, de uso comum.
H1
relacionando-os a seus usos em
diferentes contextos. Gabarito: D
Temas da atualidade: Construções residenciais.
Gabarito: B
Estude mais: Eletrodinâmica. Leis de Ohm. Po-
Temas da atualidade: Pistas que “cantam”. tência de equipamentos.
Estude mais: Princípios fundamentais da ondu- Links: http://educacao.globo.com/fisica/assunto/
latória. eletromagnetismo/resistores-e-leis-de-ohm.html
Links: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/ https://aprendafisica.wordpress.com/2016/03/24/
ondulatoria.htm aplicacoes-da-lei-de-ohm-em-circuitos-serie-e-paralelo/
http://www.infoescola.com/fisica/ondulatoria- http://www.sabereletrica.com.br/como-fazer-insta-
-ondas/ lacao-eletrica-residencial
http://www.revistaencontro.com.br/app/noticia/atu-
Análise dos distratores:
alidades/2016/11/25/noticia_atualidades,158070/ja-
-ouviu-falar-em-asfalto-que-toca-musica.shtml a Incorreta. Em circuitos residenciais, não deve ha-
ver ligações em série.
Análise dos distratores:
b Incorreta. As ligações são realmente feitas em pa-
a Incorreta. Não há um equipamento que se liga na
ralelo, mas equipamentos ligados em 127 V são
pista.
normalmente os de potências menores.
b Correta. c Incorreta. Não deve haver ligações em série e os
c Incorreta. Com velocidades diferentes, haverá a disjuntores não devem possuir entrada para cor-
formação de sons com frequências diferentes, im- rente alta por serem ligados a uma associação
pedindo a formação da melodia. em série.

Pág. 36 Ciências da natureza e suas tecnologias


d Correta. No entanto, foi utilizada apenas a massa de um
E Incorreta. Ligação em paralelo nos circuitos resi- dos quatro componentes do sistema de freios, ou
denciais, mas os equipamentos de potência alta seja, 5 kg.
devem ser ligados em sistemas bifásicos. d Incorreta. A energia cinética é transformada em
calor sensível, que aquecerá o sistema de freios.
De acordo com as Leis de Ohm, sabe-se que a No entanto, foi apenas utilizado um quarto da
ligação residencial básica e correta ocorre predomi- massa do carro na energia cinética, ou seja,
nantemente com associações em paralelo, e equipa- 250 kg, mas no calor que foi transmitido para os
mentos de baixa potência utilizam, normalmente, o freios, utilizada a massa total, ou seja, 20 kg, o
sistema monofásico, enquanto equipamentos de po- que invalida a alternativa.
tências mais altas, o sistema bifásico. A utilização de
E Incorreta. Transformação equivocada de quan-
sistemas bifásicos exige, de acordo com a equação
tidade de movimento (Q = m.v) em calor, o que
U2
da potência elétrica P = [ ] , fios com resistência invalida a alternativa.
R
maior, que podem ser conseguidos, de acordo com Na freada, de acordo com o texto, toda a energia
P×L
a segunda Lei de Ohm R = [ ] , diminuindo sua cinética do carro se transformará em calor que aque-
A
cerá o sistema de freios.
área de corte, ou seja, utilizando fios mais finos e,
consequentemente, mais baratos. Logo:
Ecin = Q

qUESTÃO 32 (mcaro ? v2)


2 = mfreios ? c ? ΔT
Apropriar-se de conhecimentos da física para,
c6 em situações-problema, interpretar, avaliar ou (1000 ? 302)
planejar intervenções científico-tecnológicas. 2 = 20 600 ? ΔT

Caracterizar causas ou efeitos dos


ΔT = 37,5 ºC
H20 movimentos de partículas, substâncias,
objetos ou corpos celestes.
qUESTÃO 33
Gabarito: A
Apropriar-se de conhecimentos da física para,
Temas da atualidade: Sistema de freios ABS. c6 em situações-problema, interpretar, avaliar ou
Estude mais: Energia cinética. Calor sensível. planejar intervenções científico-tecnológicas.
Processos de conversão de energia.
Links: http://www2.fc.unesp.br/experimentosdefi- Avaliar possibilidades de geração, uso ou
transformação de energia em ambientes
sica/mec35.htm H23
específicos, considerando implicações éticas,
http://brasilescola.uol.com.br/fisica/as-modalida- ambientais, sociais e/ou econômicas.
des-energia.htm
https://www.tecmundo.com.br/veiculos/88202-veja- Gabarito: E
-acontece-carro-f1-freada-brusca-video.htm Temas da atualidade: Jogos Olímpicos Rio-2016.
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/calor- Estude mais: Tipos de energias mecânicas e
-especifico.htm seus processos de transformação. Sistemas conser-
Análise dos distratores: vativos e não conservativos.
Links: http://www.infoescola.com/fisica/forcas-
A Correta.
-conservativas-e-nao-conservativas/
b Incorreta. A energia cinética é transformada em
http://www.sofisica.com.br/conteudos/Mecanica/
calor sensível, que aquecerá o sistema de freios.
Dinamica/energia2.php
No entanto, a velocidade não foi transformada no
sistema internacional, ou seja, a conta foi feita Análise dos distratores:
com 108 km/h, o que invalida a alternativa. A Incorreta. Não há apenas a transformação de
c Incorreta. A energia cinética é transformada em energia cinética em potencial gravitacional. Du-
calor sensível, que aquecerá o sistema de freios. rante o salto, há outras transformações.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 37


b Incorreta. Depois da energia potencial elástica, ain- e Correta.
da haverá sua transformação em energia cinética.
Para que a pedra possa ser transportada pela bal-
c Incorreta. A energia cinética se transforma, ini-
sa, é necessário haver uma força que sustente tan-
cialmente, em energia potencial elástica, o que já
to seu peso quanto o peso da balsa. Essa força é o
invalida a alternativa.
empuxo feito pela água. Supor o mínimo volume da
d Incorreta. A energia inicial durante o salto é a balsa é supor que toda a balsa esteja afundada, mas
energia cinética, e não a potencial elástica, invali- a pedra não (situação-limite).
dando a alternativa.
Ppedra + balsa = E
e Correta.
(mpedra + balsa) ? g = dágua ? Vsubmerso ? g
Em uma prova de salto com vara, é importante
que os atletas tenham a máxima velocidade possível. Simplificando os termos das equações por g e utili-
A partir daí, sua energia cinética será transformada zando a densidade da água no SI (1 000 kg/m3):
em energia potencial elástica da vara, quando esta é
84 000 = 1 000 ? Vsubmerso
encaixada no chão. A energia potencial elástica, en-
tão, transformar-se-á novamente em energia cinética Vsubmerso = 84 m3
e, para a subida do atleta, essa ainda se transformará
em energia potencial gravitacional. Se não houvesse
perdas, em resumo, pode-se dizer, basicamente, que Questão 35
salta mais alto o atleta que corre mais.
Compreender as ciências naturais e as
tecnologias a elas associadas como
Questão 34 C1
construções humanas, percebendo seus
papéis nos processos de produção e no
desenvolvimento econômico e social
Compreender as ciências naturais e as
da humanidade.
tecnologias a elas associadas como
construções humanas, percebendo seus
C1
papéis nos processos de produção e no Avaliar propostas de intervenção no ambiente,
desenvolvimento econômico e social considerando a qualidade da vida humana
da humanidade. H4
ou medidas de conservação, recuperação ou
utilização sustentável da biodiversidade.
Confrontar interpretações científicas com
H3 interpretações baseadas no senso comum, ao Gabarito: B
longo do tempo ou em diferentes culturas.
Temas da atualidade: Satélites de monitoramento.

Gabarito: E Estude mais: Gravitação universal. Fenômenos


da ondulatória.
Temas da atualidade: Sistemas de transporte.
Links: http://brasilescola.uol.com.br/fisica/satelite-
Estude mais: Hidrostática. Teorema de Arquimedes.
-orbita.htm
Links: http://www.sofisica.com.br/conteudos/Me-
http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisica/sateli-
canica/EstaticaeHidrostatica/empuxo.php
tes.htm
http://www.infoescola.com/fisica/empuxo/
http://www.infoescola.com/fisica/ondulatoria-on-
Análise dos distratores: das/
a Incorreta. No momento de igualar o peso ao em-
Análise dos distratores:
puxo, não foi utilizada a gravidade na equação do
peso e nem também a massa da balsa. a Incorreta. Satélites de monitoramento são artificiais
e seus sinais partem do satélite, não da Terra.
b Incorreta. No momento de igualar o peso ao em-
puxo, não foi utilizada a gravidade na equação do b Correta.
peso nem também a massa da pedra. c Incorreta. Os satélites têm que atingir determina-
c Incorreta. No momento de igualar o peso ao em- da velocidade, mas tal valor tem de ocorrer em
puxo, não foi utilizada a massa da balsa. determinada altitude, o que não é citado.
d Incorreta. No momento de igualar o peso ao em- d Incorreta. Não são as regiões monitoradas que
puxo, não foi utilizada a gravidade na equação emitem os sinais. Esses sinais são emitidos pelos
do peso. satélites, que não são naturais.

Pág. 38 Ciências da natureza e suas tecnologias


E Incorreta. As informações sobre velocidade, alti- ram utilizadas no sistema internacional, ou seja,
tude e período são corretas. No entanto, os sinais transformadas em m/s (ou divididas por 3,6), e as
emitidos pelos satélites não são ultrassônicos (on- distâncias foram utilizadas em quilômetros, o que
das mecânicas), e sim eletromagnéticos, o que in- invalida a alternativa.
valida a alternativa. c Incorreta. Todas as passagens foram feitas de for-
ma correta. No entanto, no final da conversão do
Os satélites de monitoramento, assim como quais-
tempo, houve um equívoco, pensando-se que 0,8 h
quer outros satélites ao redor da Terra (ou ao redor
valia 80 min, ou seja, foi feita a multiplicação por
de outro astro), orbitam exclusivamente pela força
100 e não por 60, como deveria ser.
gravitacional existente entre o corpo que orbita e o
d Incorreta. Todas as passagens foram feitas de for-
corpo que é orbitado. Essa força tem o papel de uma
ma correta. No entanto, no final, o resultado 0,95
resultante centrípeta, que mantém o satélite num mo-
dia foi convertido equivocadamente, não sendo
vimento circular e uniforme. Igualando a força gravi-
multiplicado por 24 h e sendo já multiplicado por
tacional à força resultante centrípeta que ocorre no
60 min, encontrando-se 57 min.
satélite, obtemos a expressão:
E Incorreta. As passagens foram pensadas de for-
GM
v=[ ] ½ ma correta. No entanto, na viagem de ônibus foi
r
utilizada a velocidade do avião e na viagem de
Tal expressão é a velocidade orbital do satélite, avião foi utilizada a velocidade do ônibus. A par-
que depende da constante de gravitação univer- tir daí, o tempo da viagem de ônibus foi de apro-
sal (G), da massa do corpo que é orbitado (M) e da ximadamente 4,375 h e o da viagem de avião
distância entre os centros dos dois corpos (r), o que foi de 36,6 h. Fazendo-se a diferença de tem-
orbita e o que é orbitado. Portanto, para determina- pos, encontrou-se o resultado de 32,225 h. Esse
da altitude, haverá uma velocidade específica. Já os resultado equivale a 1 dia e 8,225 h. 0,225 h,
sinais emitidos pelos satélites para o monitoramento multiplicado por 60 min equivale a 13,5 min. 0,5
são sinais eletromagnéticos. min, multiplicado por 60 s equivale a 30 s. Logo,
a diferença de tempos de percurso foi 1 dia, 8 h,
13 min e 30 s.
qUESTÃO 36
A viagem São Paulo – Santiago pode ser feita de
Compreender as ciências naturais e as duas formas:
tecnologias a elas associadas como
construções humanas, percebendo seus Via ônibus:
c1
papéis nos processos de produção e no Utilizando a equação:
desenvolvimento econômico e social
da humanidade. ΔS
v=
Δt
Associar a solução de problemas de 3 500
70 =
H3
comunicação, transporte, saúde ou outro, com Δt
o correspondente desenvolvimento científico
e tecnológico.
Δt = 50 h

Via avião:
Gabarito: A ΔS
v=
Temas da atualidade: Condições do povo haitiano. Δt
Estude mais: Cinemática escalar. 2 560
800 =
Links: http://brasilescola.uol.com.br/fisica/cinema- Δt
tica-escalar.htm Δt = 3,2 h
http://alunosonline.uol.com.br/fisica/conceitos-ba-
A diferença de tempos de percurso (50 – 3,2) h
sicos-cinematica.html
vale 46,8 h.
http://www.infoescola.com/mecanica/cinematica/
O tempo de 46,8 h equivale a 1 dia mais 22,8 h.
Análise dos distratores: Multiplicando-se 0,8 h por 60 min, chegamos a
A Correta. 48 min.
b Incorreta. Todas as passagens foram feitas de Portanto, a diferença de tempo de percursos foi de
forma correta. No entanto, as velocidades fo- 1 dia, 22 h e 48 min.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 39


Questão 37 Questão 38

Apropriar-se de conhecimentos da física para, Compreender as ciências naturais e as


C6 em situações-problema, interpretar, avaliar ou tecnologias a elas associadas como
planejar intervenções científico-tecnológicas. construções humanas, percebendo seus
C1
papéis nos processos de produção e no
desenvolvimento econômico e social
Compreender fenômenos decorrentes da da humanidade.
interação entre a radiação e a matéria em
H20 suas manifestações em processos naturais
ou tecnológicos, ou em suas implicações Associar a solução de problemas de
biológicas, sociais, econômicas ou ambientais. comunicação, transporte, saúde ou outro, com
H2
o correspondente desenvolvimento científico
e tecnológico.
Gabarito: D
Temas da atualidade: Derretimento das geleiras. Gabarito: C
Estude mais: Cor de um corpo. Temas da atualidade: Expansão da China. Novos
Links: http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/fisi materiais para construções.
ca/a-cor-um-corpo.htm Estude mais: Hidrostática. Pressão em líquidos.
http://www.geocities.ws/galileon/1/optica/optica3. Teorema de Stevin.
htm Links: http://www.fisica.net/hidrostatica/pressao_
Análise dos distratores: liquidos_stevin.php
a Incorreta. O aumento da superfície escura dificulta http://www.sofisica.com.br/conteudos/Mecanica/
a reflexão, o que diminui o efeito albedo e aumen- EstaticaeHidrostatica/pressao.php
ta a temperatura da superfície. Análise dos distratores:
b Incorreta. A diminuição da superfície refletora di- a Incorreta. Na alternativa, foi utilizada somente a
minui o efeito albedo. pressão externa, mas a pressão suportada pela
c Incorreta. O aumento do degelo faz aumentar a base deve ser a diferença entre as pressões ex-
temperatura. terna e interna.
d Correta. b Incorreta. Foi feita a soma das duas pressões, ex-
terna e interna, o que não é correto.
e Incorreta. Se há um aumento de regiões escuras,
para que não houvesse variação de temperatura, c Correta.
deveria haver também o mesmo aumento das ge- d Incorreta. É feita a diferença entre a maior e a me-
leiras, o que não está ocorrendo. nor pressão. No entanto, na pressão externa, não
foi somada a pressão feita pelo ar, que é a pres-
De acordo com o texto, a presença das algas ver-
são atmosférica.
melhas está diminuindo a reflexão da radiação inciden-
te e aumentando a quantidade de superfícies escuras, e Incorreta. É feita a diferença entre a maior e a me-
o que favorece a absorção da radiação solar, com con- nor pressão. Mas a pressão do ar, que deveria
sequente aumento da temperatura da superfície, acar- ser somada à pressão do líquido, é equivocada-
retando mais derretimento e assim por diante. Com mente somada à pressão interna da base naval.
isso, o efeito albedo, que é maior com mais reflexão A pressão externa que a base naval sofrerá deve-
da radiação e menor com a absorção, está diminuindo. rá ser a pressão da água somada à pressão feita pelo
ar sobre a água, que é a pressão atmosférica.
Logo:
Pexterna = Plíquido + Patmosférica
Pexterna = d ? g ? h + 105
Pexterna = 103 ? 10 ? 3 000 + 105
Pexterna = 301 ? 105 Pa

Já a pressão interna na base naval deve ser a


pressão atmosférica, ou seja, Pinterna = 105 Pa.

Pág. 40 Ciências da natureza e suas tecnologias


Portanto, a pressão suportada pela base naval Logo, para se obter 12 W de potência, seriam ne-
deve ser a diferença entre a maior e a menor pres- cessários 100 m2 desse microfone.
são.
Logo: qUESTÃO 40
ΔP = Pexterna – Pinterna
ΔP = 301 ? 105 – 1 ? 105 Identificar a presença e aplicar as tecnologias
c2 associadas às ciências naturais em
ΔP = 300 ? 105 Pa ou 300 atm diferentes contextos.

qUESTÃO 39 Selecionar testes de controle, parâmetros


ou critérios para a comparação de materiais
Identificar a presença e aplicar as tecnologias H7 e produtos, tendo em vista a defesa do
c2 associadas às ciências naturais em consumidor, a saúde do trabalhador ou
diferentes contextos. a qualidade de vida.

Dimensionar circuitos ou dispositivos elétricos Gabarito: E


H5
de uso cotidiano. Temas da atualidade: Desenvolvimento da indús-
tria automobilística.
Gabarito: B
Estude mais: Quantidade de movimento. Impulso.
Temas da atualidade: Novas fontes de energia. Teorema do impulso.
Estude mais: Leis de Ohm. Associação de resis- Links: http://www.sofisica.com.br/conteudos/Me-
tores. Potência elétrica. canica/Dinamica/impulso.php
Links: http://www.sofisica.com.br/conteudos/Ele- http://rived.mec.gov.br/atividades/fisica/variacao/
tromagnetismo/Eletrodinamica/associacaoderesisto- atividade2/atividade2.htm
res.php
http://fisicaevestibular.com.br/novo/eletricidade/ Análise dos distratores:
eletrodinamica/potencia-eletrica-energia-eletrica/ A Incorreta. O impacto dessas estruturas de aço
Análise dos distratores: causa um amortecimento menor, o que é mais in-
seguro.
A Incorreta. A passagem física é correta. No entan-
to, não houve a transformação de mW para W. b Incorreta. Em termos de amortecimento, muito
importantes em impactos, os materiais atuais são
b Correta.
mais seguros.
c Incorreta. Todas as passagens corretas, mas o
c Incorreta. Primeira parte da afirmação, correta.
mW foi equivocadamente transformado em 103 W.
Mas a segunda parte, sobre os para-choques, in-
d Incorreta. Todas as passagens corretas, mas o mW correta.
foi equivocadamente transformado em 10–6 W.
d Incorreta. Os carros atuais são mais seguros.
E Incorreta. Todas as passagens corretas, mas o
E Correta.
mW foi equivocadamente transformado em 106 W.
Nas colisões dos dois carros, o carro antigo, por
Na associação em série de resistores, deve-se so-
possuir estrutura maciça, pouco maleável, será me-
mar as resistências (R eq = 900 + 300 = 1 200 Ω). A
nos seguro, pois não haverá um bom amortecimento
partir daí, com o cálculo da potência elétrica, pode-se
mediante o amassamento das estruturas. A partir daí,
descobrir a potência dissipada:
o tempo em que a colisão ocorre é menor, o que au-
U2 menta a intensidade da desaceleração e, consequen-
P=
R temente, da força que ocorre nos passageiros. Já nos
1 202 carros atuais, as estruturas são mais maleáveis e
P=
1 200 amassam mais justamente para que o amortecimento
P = 12 W aumente o tempo de contato, diminuindo a intensida-
de da desaceleração e também a força que ocorrerá
De acordo com o texto, cada metro quadrado do
nos passageiros.
microfone pode gerar uma potência de 120 mW =
= 0,12 W.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 41


Questão 41 A partir daí, calcula-se a altura máxima atingida,
por meio do eixo vertical (MUV):
Apropriar-se de conhecimentos da física para, vy = v0y + a ? t
C6 em situações-problema, interpretar, avaliar ou
planejar intervenções científico-tecnológicas. 0 = 10 ? √w 2 – 10 ? t
t = √w 2 s
Caracterizar causas ou efeitos dos
H20 movimentos de partículas, substâncias, Se o tempo de subida é igual ao tempo de desci-
objetos ou corpos celestes. da, então o tempo total do lançamento foi de 2 ? √w 2 s.
Para a determinação do alcance, utiliza-se o eixo
Gabarito: B horizontal (MU):
Temas da atualidade: Jogos mundiais indígenas. ΔS
vx =
Estude mais: Balística – lançamento horizontal e Δt
lançamento oblíquo. ΔS
10 ? √w 2 =
Links: http://fisicaevestibular.com.br/novo/mecani- 2 ? √w 2
ca/cinematica/lancamento-horizontal/ ΔS = 40 m
http://fisicaevestibular.com.br/novo/mecanica/cine-
matica/lancamento-obliquo/ Questão 42
Análise dos distratores:
Apropriar-se de conhecimentos da física para,
a Incorreta. Não houve a decomposição da velocidade
C6 em situações-problema, interpretar, avaliar ou
nos eixos vertical e horizontal. Tanto no eixo y quan- planejar intervenções científico-tecnológicas.
to no eixo x, foi utilizada a velocidade de 20 m/s.
Deveria ter sido usado o valor 10 ? √w 2 m/s para as
Utilizar leis físicas e (ou) químicas para
velocidades iniciais. interpretar processos naturais ou tecnológicos
H20
b Correta. inseridos no contexto da termodinâmica e (ou)
do eletromagnetismo.
c Incorreta. Foi encontrada a altura máxima, a partir
do eixo vertical, com a equação de Torricelli, vy2 =
Gabarito: C
= v0y2 + 2 ? a ? Δh (02 = 202 – 1 ? 10 ? Δh). Foi en-
Temas da atualidade: Física nos tratamentos de
contrada, de forma equivocada, a altura de 20 m.
saúde.
A partir daí, também equivocadamente, o alcance
foi encontrado, fazendo-se uma simples relação Estude mais: Eletromagnetismo. Indução eletro-
seno, tomando-se a altura encontrada por cateto magnética. Lei de Faraday.
oposto e o alcance por hipotenusa. Link: http://fisicaevestibular.com.br/novo/eletrici-
dade/eletromagnetismo/fluxo-magnetico/
d Incorreta. O tempo de subida, encontrado correta-
mente a partir do eixo vertical, não foi somado ao Análise dos distratores:
tempo de descida. Sendo assim, o valor do alcan- a Incorreta. A Lei de Lenz indica que o sentido da
ce encontrado foi metade do valor correto. corrente elétrica induzida tem sempre sentido
e Incorreta. O tempo de subida, encontrado correta- oposto à variação do fluxo magnético indutor.
mente a partir do eixo vertical, em vez de ser so- b Incorreta. As leis de Ohm tratam de tensão e cor-
mado ao tempo de descida, foi equivocadamente rente elétrica, submetidas a uma resistência cons-
dividido por 2. A partir daí, o alcance encontrado tante, além do cálculo de resistores.
foi um quarto do valor correto. c Correta.
No lançamento, a velocidade inicial deve ser decom- d Incorreta. As Leis de Kirchhoff tratam da utilização
= ) e no eixo horizontal (vox
posta no eixo vertical (voy = ). No de circuitos elétricos complexos e também sobre
eixo vertical, ocorrerá um movimento uniformemente a radiação térmica.
variado, e no eixo horizontal, um movimento uniforme. e Incorreta. A Lei de Coulomb trata da interação en-
Se o ângulo de lançamento é de 45º, decompon- tre partículas eletricamente carregadas.
do-se a velocidade inicial, tem-se que:
O texto mostra que, ao ligar o equipamento, há um
v0y = v0 ? sen 45º = 10 ? √w 2 m/s
campo magnético que atua nos prótons de hidrogênio
v0x = v0 ? cos 45º = 10 ? √w 2 m/s e o envio de uma radiofrequência reorienta esse cam-

Pág. 42 Ciências da natureza e suas tecnologias


po. Quando o equipamento é desligado, haverá uma Esboçando o percurso vetorialmente, temos:
variação do campo magnético. As diferentes varia-
8 km
ções de campo magnético em diversos intervalos de
tempo, conforme o texto, revelarão imagens detalha-
5 km
das da estrutura interna do corpo humano. Portanto, é 10 km 10 km
A
necessário que ocorra a variação do fluxo magnético,
y
o que é explicado pela Lei de Faraday. VR 6 km
B

qUESTÃO 43 x

Compreender as ciências naturais e as Com base no esboço, é fácil notar que o módulo
tecnologias a elas associadas como do vetor resultante representa a hipotenusa do triân-
construções humanas, percebendo seus
c1 gulo retângulo de catetos (10 + 8 – 6 = 12) e (10 – 5 =
papéis nos processos de produção e no
desenvolvimento econômico e social = 5). Aplicando-se o teorema de Pitágoras, obtemos:
da humanidade.
VR2 = 122 + 52
VR = 13 km
Associar a solução de problemas de
comunicação, transporte, saúde ou outro, com
H2
o correspondente desenvolvimento científico
e tecnológico.
qUESTÃO 44

Apropriar-se de conhecimentos da física para,


Gabarito: E c6 em situações-problema, interpretar, avaliar ou
Temas da atualidade: Drones. planejar intervenções científico-tecnológicas.

Estude mais: Grandezas escalares e vetoriais.


Operações com vetores. Avaliar possibilidades de geração, uso ou
transformação de energia em ambientes
Links: http://brasilescola.uol.com.br/fisica/opera- H23
específicos, considerando implicações éticas,
coes-com-vetores.htm ambientais, sociais e/ou econômicas.
http://fisicaevestibular.com.br/novo/mecanica/cine-
matica/vetores-diferencas-entre-grandezas-escalares- Gabarito: A
-e-grandezas-vetoriais/ Temas da atualidade: Fontes de energia.
Análise dos distratores: Estude mais: Trabalho e variação da energia ci-
A Incorreta. Foi feita a simples soma escalar de to- nética.
dos os deslocamentos, e não a soma vetorial. Links: http://www.sofisica.com.br/conteudos/Me-
b Incorreta. No eixo x, o deslocamento de 6 km foi canica/Dinamica/energia.php
somado, em vez de ser subtraído, obtendo-se http://brasilescola.uol.com.br/fisica/trabalho-forca-
24 km no eixo x e 5 km no eixo y. Então, foi utili- -resultante-energia-movimento.htm
zado o teorema de Pitágoras.
Análise dos distratores:
c Incorreta. No eixo y, o deslocamento de 10 km foi
A Correta.
somado ao deslocamento 5 km, em vez de ser
subtraído, obtendo-se 15 km no eixo y e 12 km no b Incorreta. Em vez de ser feita a variação da ener-
eixo x. Então, foi utilizado o teorema de Pitágoras. gia cinética, foi feita a variação da quantidade de
movimento.
d Incorreta. No eixo x, o deslocamento de 6 km foi
somado, em vez de ser subtraído. No eixo y, o c Incorreta. Apesar de as passagens físicas esta-
deslocamento de 10 km foi somado ao desloca- rem corretas, houve um equívoco na utilização
mento 5 km, em vez de ser subtraído. Obtiveram- da velocidade, que foi utilizada em km/h (ou seja,
-se 24 km no eixo x e 15 km no eixo y. Então, foi multiplicada por 3,6).
utilizado o teorema de Pitágoras. d Incorreta. Apesar de as passagens físicas esta-
E Correta. rem corretas, houve um equívoco na utilização da
massa, que não foi utilizada em quilograma, mas
sim em grama.

cIÊNcIAS dA NATUREZA E SUAS TEcNOLOGIAS Pág. 43


e Incorreta. Não foi utilizada a variação da energia Questão 45
cinética, e sim a variação da quantidade de movi-
mento, além de ter sido utilizada a massa do car- Associar intervenções que resultam em
ro em grama. degradação ou conservação ambiental
C3
a processos produtivos e sociais e a
Como o carro acelera de 0 a 28 m/s em 4,4 s, bas- instrumentos ou ações científico-tecnológicos.

ta calcular a sua variação de energia cinética e dividir


essa variação pelo tempo de aceleração: Identificar etapas em processos de obtenção,
transformação, utilização ou reciclagem de
ΔEcin H8 recursos naturais, energéticos ou matérias-
P=
Δt -primas, considerando processos biológicos,
químicos ou físicos neles envolvidos.
Ecinf – Ecini
P=
Δt
Gabarito: D
Como a energia cinética inicial do carro é nula:
Temas da atualidade: Energias renováveis.
m ? v f2
Estude mais: Grandezas elétricas: tensão, cor-
2
P= rente e potência elétrica e sua utilização por meio de
Δt
fontes renováveis.
2 000 ? 282 Links: http://www.portal-energia.com/fontes-de-
2 -energia/
P=
4,4 http://www.sofisica.com.br/conteudos/Eletromagnetis-
P ~ 178,2 kW mo/Eletrodinamica/consumo.php
Análise dos distratores:
a Incorreta. Não foram utilizados os 1 700 painéis
solares. Foi usado apenas 1 painel.
b Incorreta. Não foi utilizada a potência dos painéis.
c Incorreta. A informação do tempo de 30 dias não
foi usada e ainda, no resultado final, foi multiplica-
do por 60, pensando em converter para minutos.
d Correta.

e Incorreta. Em vez do tempo de um mês (30 dias),


foi utilizado o tempo de um dia (24 horas).

De acordo com a equação de potência e consumo


de energia:
E
P=
Δt
8 ? 108
1700 ? 330 = (já que é o consumo mensal)
t ? 30
t = 4,75 h

Pág. 44 Ciências da natureza e suas tecnologias


Anotações
Otimizar seu tempo é o nosso compromisso!

MKT • MODERNA
Planejamento Prática Avaliação Valorização
pedagógica e formação
continuada

Criamos um ambiente digital


com soluções práticas e
ferramentas eficientes, desde o
planejamento até a avaliação, a fim
de facilitar o seu dia a dia.

Tudo gratuito e prático para o professor.

Conheça em:
moderna.com.br/modernamigos