Você está na página 1de 5

PLANO DE ENSINO

CURSO: Psicologia
SÉRIE: 9º semestre
DISCIPLINA: Ética Profissional
CARGA HORÁRIA SEMANAL: 1,5 horas/aula
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas/aula

I - EMENTA

Estudo da Ética Profissional no campo da Psicologia enquanto ciência e profissão


e como um domínio da Filosofia. Aquisição de uma postura proativa e contínua no
processo de formação e no exercício profissional como compromisso ético-social.
Regulamentação da Profissão em 1962. Surgimento do Conselho Federal de
Psicologia e dos Regionais, e sua atuação. A Comissão de Orientação e
Fiscalização, e a Comissão de Ética do Conselho Regional de Psicologia. O
Código de Ética do Psicólogo.

II - OBJETIVOS GERAIS

 Examinar as disposições que regulamentam a profissão de Psicólogo.

 Promover a reflexão e a crítica sobre a natureza e os fundamentos da ética


e moral e a ética profissional.

 Levar os alunos ao aprimoramento de uma consciência moral e à formação


de uma postura ética como cidadão, cientista e profissional comprometido
com o social.

 Discutir o exercício profissional do psicólogo e sua responsabilidade social


no contexto da realidade brasileira.

 Acompanhar o debate atual de temas relacionados à formação e ao


exercício profissional dos psicólogos.

 Respeitar a ética nas relações profissionais com clientes e usuários, com


colegas, com o público, com instituições e na produção e divulgação de
pesquisas de forma ética e compromissada com as normas Institucionais.

III - OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Tais competências serão desenvolvidas a partir das seguintes habilidades:


 Articular a Ética e a moral a partir de responsabilidade moral com os
princípios éticos da prática psicológica, sendo esta a base para discussão
filosófica do Código de Ética Profissional do Psicólogo.
 Analisar, descrever e interpretar os dilemas éticos da prática psicológica.
 Promover a articulação dos conhecimentos e técnicas psicológicas com o
seu uso em diferentes contextos.
 Adquirir uma postura proativa e contínua no processo de formação e no
exercício profissional como compromisso ético-social, desde os estágios
curriculares obrigatórios desenvolvidos nas diversas áreas de atuação.
 Ler, interpretar e utilizar adequadamente informação bibliográfica em
livros, periódicos e outras fontes especializadas através de meios
convencionais e eletrônicos.

IV - CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

UNIDADE 1 - ÉTICA MORAL E ÉTICA PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO.


ÉTICA E SUBJETIVAÇÃO
Essa unidade tem o objetivo de identificar a diferença entre Ética e Moral; definir a
origem da Moral e sua importância para as sociedades humanas; identificar como
a racionalização do mundo diferencia a Ética. Responsabilidade moral.

UNIDADE 2 - A REGULAMENTAÇÃO DA PSICOLOGIA COMO CIÊNCIA E


PROFISSÃO NO BRASIL
Essa unidade tem como objetivo apresentar as condições sociais, históricas e
políticas da regulamentação da Psicologia como ciência e profissão na década de
1960 no Brasil. Também tem como finalidade contextualizar o surgimento do
Conselho Federal de Psicologia e dos Regionais, e a atuação da Comissão de
Orientação e Fiscalização e da Comissão de Ética.

UNIDADE 3 - CÓDIGO DE ÉTICA PROFISSIONAL DO PSICÓLOGO - DILEMAS


ÉTICOS
Essa unidade tem como objetivo tratar dos dilemas éticos inerentes à prática
psicológica, e as principais questões temáticas no exercício da profissão de
psicólogo em suas diversas áreas de atuação como: questões éticas na pesquisa
com seres humanos, a quebra de sigilo profissional, deveres e valores quanto ao
sigilo das informações a que temos acesso, a dimensão ética na elaboração de
dos documentos escritos produzidos pelo psicólogo (declaração, atestado,
relatório, laudo e parecer), relações psicólogo/cliente, relações coma justiça, a
publicidade profissional.

UNIDADE 4 - TEMAS EMERGENTES: ASPECTOS ÉTICOS COM O USO DA


INTERNET, O USO DO COMPUTADOR, TRABALHOS DE PESQUISA X
DIVULGAÇÃO
Essa unidade tem como objetivo propor uma reflexão sobre o compromisso com a
formação profissional de psicólogo e sobre as faltas éticas envolvidas no
comportamento de postar e/ou divulgar trabalhos acadêmicos realizados na
Universidade e/ou em outros contextos.

V – ESTRATÉGIA DE TRABALHO

O curso será desenvolvido por meio de:


・ Leitura e análise de textos.
・ Realização online de exercícios teóricos e práticos.

VI – AVALIAÇÃO
・ Duas provas bimestrais de aplicação do conteúdo exposto.
・ A média do semestre será calculada de acordo com o Regimento da IES.
(As avaliações e o critério de aprovação seguem o determinado pela
instituição, que por sua vez estão divulgados no manual do aluno).

VII - BIBLIOGRAFIA

BÁSICA

BRASIL, Conselho Federal de Psicologia. Código de Ética profissional do


Psicólogo. Resolução nº 10, de 27 de agosto de 2005.

ROMARO, R. A. Ética na psicologia. São Paulo: Ed. Vozes, 2006.

VÁSQUEZ, Adolfo Sánchez. Ética. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

COMPLEMENTAR

ANTUNES, M. A psicologia no Brasil: leitura histórica sobre sua constituição.


São Paulo: Ed. Unimarco, EDUC, 2005.

ASSEMBLÉIA GERAL DAS NAÇÕES UNIDAS. Declaração Universal dos


Direitos Humanos, 1948.

BRASIL, Conselho Federal de Psicologia. Resolução CFP 007/2003. Manual de


elaboração de documentos escritos produzidos pelo psicólogo decorrentes da
avaliação psicológica, 2003.

BRASIL. Conselho Federal de Psicologia. Psicólogo Brasileiro: construção de


novos espaços. São Paulo: Ed. Alínea, 2010.
YAMAMOTO & GOUVEIA (Orgs.). Construindo a Psicologia Brasileira: desafios
da ciência e prática psicológica. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.

OUTRAS INDICAÇÕES BIBLIOGRÁFICAS:

BRASIL, Conselho Federal de Psicologia. Resolução CFP 008/2010. Dispõe


sobre a atuação do psicólogo como perito e assistente técnico no Poder Judiciário,
2010.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 466/12 do CNS que trata de


pesquisas em seres humanos e atualiza a resolução 196/1996, 2012.

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 510/16 do CNS que trata de


pesquisas na área das Ciências Humanas e Sociais, 2016.

BRASIL, Conselho Federal de Psicologia. Os dilemas da avaliação psicológica.


Revista Diálogos, ano 2, Vol 3, dezembro/2005. Disponível em
http://site.cfp.org.br/publicacoes/revistas-dialogos/, acesso em junho/2016.

MAIORINO, F. A intertextualidade ética para além do Código de Ética do


Psicólogo. Texto mimeo, 2005.

PELLINI & LEME. A ética no uso de testes no processo de Avaliação Psicológica.


IN AMBIEL e outros (org). Avaliação Psicológica: Guia de consulta para
estudantes e profissionais da Psicologia. São Paulo: Ed. Casa do Psicólogo,
2011. Cap. 7 (163-180)

PELLINI, M. C. B. Maciel. Elaboração de documentos escritos com base em


avaliação psicológica: cuidados técnicos e éticos. IN BARROSO, S. M. (org)
Avaliação Psicológica: da teoria às práticas. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 2015.
Cap. 2 (44-57)

SOARES, Antonio Rodrigues. A Psicologia no Brasil. Psicol. cienc. prof. [online].


2010 vol.30, Caderno Especial, pp. 8-41.

BASE DE DADOS BIBLIOGRÁFICOS (PERIÓDICOS, TESES, ARTIGOS ETC):

 INDEX PSI http://www.bvs-psi.org.br/


 SCIELO http://www.scielo.br
 SABER USP http://www.saber.usp.br/
 LATTES CNPQ http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/index.jsp
 BIBLIOTECA VIRTUAL TEMÁTICA http://www.prossiga.br/bvtematicas/
SITES RELACIONADOS À PSICOLOGIA E ÉTICA:

 BIOETICA http://www.bioetica.ufrgs.br/
 CFP - http://site.cfp.org.br/
 CRP/SP - http://www.crpsp.org.br
 CRP/SP - http://www.crpsp.org.br/memoria/ (Videos e documentaries)
 Declaração Universal Direitos Humanos - http://www.dudh.org.br/
 Projeto Memória da Psicologia Brasileira, disponível em
http://site.cfp.org.br/multimidia/projeto-memorias-da-psicologia-
brasileira/videos/, acesso junho/2016.
 Estatuto da Criança e do Adolescente, disponível
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm, acesso junho/2016.
 A Declaração dos Direitos Humanos, disponível
http://portal.mj.gov.br/sedh/ct/legis_intern/ddh_bib_inter_universal.htm,
acesso em
junho/2016.
 Constituição Federal do Brasil, disponível
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm, acesso
junho/2016.
 Código Civil, disponível em
http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/l10406.htm, acesso
junho/2016.

Você também pode gostar