Você está na página 1de 1

O JOGO, A MATEMÁTICA E O INFINITO

CEF 206/ Regional de Ensino Recanto das Emas


INTRODUÇÃO
Jogos fazem parte do cotidiano, a distração o lúdico, uma breve fuga da rotina acelerada da cidade ou
mesmo um momento de proza para quem se deita antes das seis, o fato é, nós jogamos, nos entretemos
com outros empregando forças mentais em desafios que por fim, tem mais interesse na aproximação dos
sujeitos do que no resultado final das partidas. O jogo é também, tudo o que entretém, diverte, retira o
corpo e a mente do locus cotidiano e nos transporta para qualquer outro lugar, ainda que faça isso com
apenas um indivíduo. Se há interação entre sujeito e objeto há jogo

OBJETIVO
A matemática está em tudo, no entanto essa é constantemente distanciada da ideia de diversão, de
relaxamento, de algo que seja leve e prazeroso, é sobre isso que se debruça o trabalho dos
estudantes da 8°A do EJA do 206. Trazer a lógica misteriosa dos cálculos dos jogos a luz é
transformá-los em objetos não apenas distrativos, mas agora também, capazes de modificar a
percepção do que constitui a própria matemática. O objetivo central não é dar evidencia a
matemática existente incondicionalmente nos jogos, mas trazendo essa à tona, torna-la também parte
da diversão, mostrando como essa aprimora a percepção, e assim, transmuta o conhecimento
matemático de algo maçante, em matéria que entretém sozinha quem domina a linguagem, o jogo
com o outro torna-se um jogo com o outro e consigo, podendo esse outro ser um objeto com o qual se
interage sozinho, em um outro nível participa invariavelmente a lógica como ser ativo e integrante do
diálogo.
MATERIAIS E MÉTODOS
Todos os jogos foram construídos com materiais recicláveis, pedaços de canos, vidro, espelhos quebrados,
luzes de natal.
Foi realizada uma pesquisa sobre jogos que podem ser construídos com materiais caseiros, feita essa,
professores e estudantes escolheram aqueles que acreditavam ser os mais interessantes esteticamente e
mais complexos de serem construídos. Havia um profundo interesse em ver quais as dificuldades em
construir objetos de alto grau de complexidade.
RESULTADOS
Foram construídos objetos, jogos estéticos que independem de um outro participante.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Todos os jogos construídos possuem alto nível de elaboração, suas produções tornaram-se parte do
próprio jogo, como um quebra-cabeças cujo modelos encontramos na internet, mas as peças precisavam
ser feitas por nós.
REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS
http://vocepodesempre.com/como-fazer-teleprompter-caseiro-passo-passo/
http://www.manualdomundo.com.br/2015/07/oculos-de-realidade-virtual-caseiro-google-cardboard/
http://pt.wikihow.com/Fazer-um-Espelho-Infinito
https://www.manualdomundo.com.br/2013/07/como-fazer-um-caleidoscopio-em-casa/