Você está na página 1de 6

Filosofia 11.

º ano
Lógica aristotélica

1. Seleciona a única opção que permite obter uma afirmação correta.


Para Aristóteles, a compreensão de um termo:

a) Varia de forma convergente com a extensão.


b) É o conjunto dos indivíduos ao qual se aplica.
c) É a propriedade ou conjunto de propriedades que convêm ao termo e o
descrevem.
d) É uma propriedade das proposições.

2. Seleciona a única opção que permite obter uma afirmação correta.


O silogismo categórico «Todos os basquetebolistas são altos. Alguns
chapeleiros são altos. Por conseguinte, alguns basquetebolistas são
chapeleiros»:

a) Viola a regra segundo a qual a conclusão segue sempre a parte mais


fraca.
b) Em três fases (fase normal, fase crítica, fase revolucionária).
c) Viola a regra segundo a qual de duas premissas afirmativas nada se
pode concluir.
d) Viola a regra segundo a qual o termo médio tem de ocorrer distribuído
nas premissas pelo menos uma vez.

3. Seleciona a única opção que permite obter uma afirmação correta.


«Alguns gatos são gulosos» é:

a) Uma proposição do tipo I.


b) Uma proposição do tipo O.
c) Uma proposição do tipo E.
d) Uma proposição do tipo A.

4. Completa os espaços com as opções corretas de modo a obteres afirmações


verdadeiras.

A lógica de Aristóteles estuda as proposições _________. Estas


proposições são frases __________ que em termos de qualidade podem
ser _________ ou __________ e em termos de quantidade podem ser
_____________ ou ____________.

Opções: categóricas; declarativas; afirmativas; negativas; universais; particulares.


Filosofia 11.º ano

5. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F)


relativas aos silogismos.

A. No silogismo «Todos os livros são interessantes. Algumas pessoas são


interessantes. Logo, algumas pessoas são livros», o modo é o segundo e
a figura é AII.
B. No silogismo «Todos os portugueses são filósofos. Alguns portugueses
não são patos. Logo, alguns patos não são filósofos», o modo é AOI e a
figura é a primeira.
C. No silogismo «Algumas frutas são ácidas. Algumas pessoas são ácidas.
Logo, algumas pessoas são frutas», o modo é o segundo e a figura é III.
D. No silogismo «Todo os bebés são chorões. Nenhum bebé é malabarista.
Logo, alguns malabaristas não são chorões», o modo é AEO e a figura é a
primeira.
E. No silogismo «Nenhum cavalo é professor de economia. Todos os
professores de economia são pessoas estudiosas. Logo, algumas pessoas
estudiosas não são cavalos», o modo é EAO e a figura é a quarta.
F. No silogismo «Todos os objetos afiados são perigosos. Alguns objetos
afiados são lápis. Logo, alguns lápis são perigosos», o modo é AII e a
figura é a terceira.
G. No silogismo «Nenhum friorento é surfista. Alguns surfistas são
noruegueses. Logo, alguns noruegueses não são friorentos», o modo é
EAO e a figura é a quarta.
H. No silogismo «Todos os racistas são burros. Alguns budistas não são
racistas. Logo, alguns budistas não são burros», o modo é AOO e a figura
é a primeira.
I. No silogismo «Algumas cidades são agradáveis. Algumas pessoas são
agradáveis. Logo, algumas pessoas são cidades», o modo é III e a figura
é a segunda.
J. No silogismo «Todos os metais são pesados. Alguns metais são coisas que
enferrujam. Logo, algumas coisas que enferrujam são pesadas», o modo
AII é e a figura é a terceira.
Filosofia 11.º ano

6. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F)


relativas aos silogismos.

A. O silogismo «Todos os doces conventuais são deliciosos. Alguns bolos de


abóbora não são doces conventuais. Logo, alguns bolos de abóbora não
são deliciosos» infringe a regra segundo a qual nenhum termo pode ser
mais extenso na conclusão do que nas premissas.
B. O silogismo «Alguns objetos de trabalhos são martelos. Alguns objetos de
trabalho não são pregos. Logo, alguns pregos não são martelos» infringe
a regra segundo a qual pelo menos uma premissa tem de ser universal.
C. O silogismo «Todos os OVNI são brilhantes. Alguns artistas não são
brilhantes. Logo, todos os artistas são OVNIS» infringe a regra segundo a
qual a conclusão segue sempre a parte mais fraca. Logo, algumas
pessoas são frutas», o modo é o segundo e a figura é III.
D. O silogismo «Todos os preguiçosos são criativos. Alguns criativos são
escritores. Logo, alguns escritores são preguiçosos» infringe a regra
segundo a qual a conclusão não pode conter o termo médio.
E. O silogismo «Nenhum palácio é redondo. Algumas bolas de râguebi são
redondas. Logo, algumas bolas de râguebi não são palácios» infringe a
regra segundo a qual um silogismo não pode ter mais do que três termos.
F. O silogismo «Alguns programa de televisão não são educativos. Todos os
livros escolares são educativos. Logo, alguns livros escolares não são
programas de televisão» infringe a regra segundo a qual de duas
premissas afirmativas não se pode tirar uma conclusão negativa.
G. O silogismo «Alguns tapetes voadores são mágicos. Algumas bolas de
cristal não são mágicas. Logo, algumas bolas de cristal não são tapetes
voadores» infringe a regra segundo a qual uma das premissas tem de ser
afirmativa.
H. O silogismo «Nenhuma janela é opaca. Algumas decisões são opacas.
Logo, algumas decisões não são janelas» infringe a regra segundo a qual
a conclusão não pode conter o termo médio.
I. O silogismo «Todos os jardins são floridos. Alguns chapéus não são
floridos. Logo, alguns chapéus não são jardins» infringe a regra segundo
a qual o termo médio tem de ocorrer distribuído nas premissas pelo
menos uma vez.
J. O silogismo «Todos os pássaros são aves. Alguns automóveis não são
aves. Logo, alguns automóveis não são pássaros» infringe a regra
segundo a qual nenhum termo pode ser mais extenso na conclusão do
que nas premissas.
Filosofia 11.º ano
7. Classifica as seguintes afirmações como verdadeiras (V) ou falsas (F)
relativas às proposições.

A. Na proposição «Nenhuma camisola é azul», o predicado não está


distribuído.
B. Na proposição «Alguns desportistas não são saudáveis», o sujeito está
distribuído.
C. Na proposição «Alguns carteiros são barbudos», o predicado está
distribuído.
D. Na proposição «Todos os navegantes são aventureiros», o sujeito não
está distribuído.
E. Na proposição «Todos os cachecóis são pirosos», o sujeito está
distribuído.
F. Na proposição «Nenhuma flor é comestível», o sujeito está distribuído.
G. Na proposição «Alguns estudantes são brilhantes», o sujeito não está
distribuído.
H. Na proposição «Algumas cadeiras não são confortáveis», o predicado está
distribuído.
I. Na proposição «Todos os unicórnios são bailarinos», o predicado não está
distribuído.
J. Na proposição «Nenhuma nuvem é amarela», o predicado está
distribuído.

8. Estabelece a correspondência entre os conceitos e as respetivas definições


das colunas abaixo.

1. Alguns seres humanos são seres A. Proposição do tipo I.


pensantes.
B. Proposição do tipo E.
2. Nenhum ser humano é um ser
pensante. C. Proposição do tipo O.

3. Alguns seres humanos não são D. Proposição do tipo A


seres humanos.

4. Todos os seres humanos são seres


pensantes.
Filosofia 11.º ano

9. Estabelece a correspondência entre os conceitos e as respetivas definições


das colunas abaixo.

1. Uma proposição categórica é A. Sujeito, predicado e cópula.


composta por:
B. Premissa maior, premissa
2. Um silogismo categórico é menor e conclusão.
composto por:
C. Extensão e compreensão.
3. Um termo tem como propriedades:
D. A, E, I, O.
4. Uma proposição categórica pode
ser classificada como:

10. Estabelece a correspondência entre os conceitos e as respetivas definições


das colunas abaixo.

1. Silogismo da primeira A. Todas as árvores são plantas. Algumas


figura. nogueiras são árvores. Logo, algumas
nogueiras são plantas.
2. Silogismo da segunda
figura. B. Algumas plantas não são árvores.
Nenhuma nogueira é árvore. Portanto,
3. Silogismo da terceira algumas nogueiras não são plantas.
figura.
C. Todas as árvores são plantas. Algumas
4. Silogismo da quarta árvores não são nogueiras. Por
figura. conseguinte, algumas nogueiras são
plantas.

D. Nenhuma planta é árvore. Algumas


árvores são nogueiras. Logo, algumas
nogueiras não são plantas.
Filosofia 11.º ano
Lógica aristotélica Soluções

1. c)

2. d)

3. a)

4. categóricas; declarativas; afirmativas; negativas; universais; particulares.

5. A – F; B – F; C – F; D – F; E – V; F – V; G – V; H – V; I – V; J – V.

6. A – V; B – V; C – V; D – V; E – F; F – F; G – F; H – F; I – F; J – F.

7. A – F; B – F; C – F; D – F; E – V; F – V; G – V; H – V; I – V; J – V.

8. 1 – A; 2 – B; 3 – C; 4 - D.

9. 1 – A; 2 – B; 3 – C; 4 – D.

10. 1 – A; 2 – B; 3 – C; 4 – D.