Você está na página 1de 15

07/02/2017

Curso Engenharia
Mecânica Geral - Estática

Aula 1
Introdução

PALAVRAS-CHAVES DESTA AULA:


Estudo da Mecânica;
Conceitos Fundamentais;
Leis do movimento de Newton;
Lei dos Senos e Lei dos Cossenos;
Vetores;
Exercícios.

1
07/02/2017

Estudo da Mecânica:

A mecânica é um ramo das ciencias físicas que trata de repouso ou


movimento de corpos sujeitos à ação das forças. Em geral, esse assunto
é subdividido em três áreas:

Mecânica dos corpos rígidos;


Mecânica dos corpos deformáveis;
Mecânicas dos fluídos.

Neste curso, estudaremos a mecânica dos corpos rígidos, uma vez que
este é um requisito básico para o estudo das outras áreas. Além disso,
ela é de grande importancia para o projeto e a anásile de vários tipos de
membros estruturais, componentes mecânicos ou dispositivos elétricos
encontrados na engenharia.

Mecânica dos corpos rígidos divide-se:


Estática;
Dinâmica.

Estática :

Trata do equilíbrio dos corpos, ou seja, aqueles que estão em repouso ou


em movimento, com velocidade constante;

Dinâmica:

Preocupa-se com o movimento acelerado dos corpos. Pode-se considerar


a estática como um caso especial da dinâmica em que a aceleraçao é igual
a zero.

2
07/02/2017

Histórico:

Arquimedes (287-212 a.C.) - Matemático e inventor


grego seus escritos que tratam do principio da
alavanca, roldanas, espiral de Arquimedes, etc.

Galileu Galilei (1564-1642) - Astrônomo, físico e


escritor nascido em Pisa, Itália foi um grande
colaborador para a física da estática e da cinemática.

Isaac Newton (1564-1642) foi um cientista inglês, mais


reconhecido como físico e
matemático, astrônomo, alquimista,
filósofo natural e teólogo, conhecido por sua
formulação das três leis fundamentais do movimento e
a lei universal da atração gravitacional.

Conceitos Fundamentais (1):

Comprimento:
Localiza a posição de um ponto no espaço, logo devemos definir uma
unidade padrão;

Tempo:
É concebido como uma sucessão de eventos (dinâmica);

Massa:
É quantidade de matéria que é usada para comparar a ação de um corpo
com a de outro;

De um objeto é uma medida de inércia do objeto.


A massa de um corpo surge como medida da sua resistência à
variação da sua velocidade. É uma grandeza física escalar.
INÉRCIA → É a tendência de um objeto em repouso de permanecer em
repouso, e de um objeto em movimento em continuar em movimento com o
vetor velocidade inalterado.

3
07/02/2017

Conceitos Fundamentais (2):

Força:
É um empurrão ou um puxão exercido sobre um corpo.
É uma quantidade vetorial, tendo intensidade, direção e sentido.
Sobre um objeto produz uma aceleração no objeto no mesmo sentido da
força, e inversamente proporcional á massa do objeto.

Modelos:

São utilizados na mecânica para simplificar a aplicação da teoria:


Partícula:
Uma partícula possui massa, mas em um tamanho que pode ser
desprezado. Por exemplo o tamanho da Terra comparado ao tamanho de
sua órbita. Quando um corpo é modelado como uma partícula, os princípios
da mecânica reduzem-se a uma forma muito simplificada, uma vez que a
geometria do corpo não estará envolvida na análise do problema.
Corpo Rígido:
Pode ser considerado a combinação de um grande número de partículas que
permanecem a uma distância fixa umas das outras, tanto antes como depois
da aplicação da carga. As propriedades dos materiais do corpo assumido
como rígido não precisam ser consideradas.
Força Concentrada:
Representa o efeito de uma carga que supostamente age em um ponto do
corpo. Podemos representar uma carga por uma força concentrada, desde
que a área sobre a qual ela é aplicada seja pequena, comparada com o
tamanho total do corpo.

4
07/02/2017

As Leis do movimento de Newton (1):

A mecânica para engenharia é formulada com base nas três leis do


movimento de Newton, cuja a validade é baseada na observação
experimental.

Primeira Lei:
Uma partícula originalmente em repouso ou movendo-se em linha reta,
com velocidade constante. Tende a permanecer nesse estado, desde que
não seja submetida a uma força em desequilíbrio.

As Leis do movimento de Newton (2):

Segunda Lei:
Uma partícula sob a ação de uma força
em desequilíbrio F sofre uma aceleração
α que possui mesma direção da força e
intensidade diretamente proporcional à
força.

5
07/02/2017

As Leis do movimento de Newton (3):

Terceira Lei:
Uma partícula originalmente em repouso ou movendo-se em linha reta,
com velocidade constante. Tende a permanecer nesse estado, desde que
não seja submetida a uma força em desequilíbrio.

Lei da Gravitação Universal (1)

Para um corpo sobre ou próximo da superfície da Terra, duas grandezas


estreitamente relacionadas são a força gravitacional exercida no corpo pela
Terra e o peso do corpo.

m A ⋅ mB
FBA = − FAB = −G
r2
G → constante de Gravitação Universal
G = 6,67 x 10-11 N ⋅ m 2 ⋅ kg − 2
Unidade no SI : N ⋅ m 2 ⋅ kg − 2

6
07/02/2017

Peso:

No caso de uma partícula localizada sobre ou próxima à superfície da Terra, a única


força da gravidade com intensidade considerável é aquela entre a Terra e a
partícula. Conseqüentemente, essa força, denominada peso será a única força da
gravidade considerada em nosso estudo da mecânica. A equação desenvolvida
abaixo se aproxima para encontrar o peso W.

m⋅Me
W= G Onde :
r2
GM e
Adotando : g = ; resulta;
r2 m ⇒ Massa do Corpo.
W = mg M e ⇒ Massa da Terra.

Unidades de medida:

As quatro quantidades básicas – comprimento, tempo, massa e força, não são


todas independentes umas das outras; na verdade, elas estão relacionadas pela
segunda lei do movimento de Newton, F = m.a.

Unidades do SI

Nome Distância Tempo Massa Força


Sistema Internacional Metro Segundo Quilograma Newton
de Unidades
(SI) (m) (s) (kg) (N)
Kg.m.s-2

g = 9,81 m/s2

7
07/02/2017

VETORES :

O conceito de vetor pode ser bem assimilado com auxílio da representação


matemática de grandezas físicas.

Há dois tipos de Grandezas Físicas → Escalares


→ Vetoriais
Escalares - temperatura,
pressão, massa, potência e
outras podem ser
completamente definidas por
um único valor numérico.

Vetoriais - velocidade,
aceleração, força, etc
precisam, além do valor
escalar, de uma direção e
graficamente são
representadas por um
segmento de reta com seta.

Soma Vetorial Regra do Paralelogramo:

Lei dos cossenos e senos:


Lei dos cossenos :

C= A 2 + B 2 − 2 A ⋅ B ⋅ cos c
A c B
Lei dos senos :
b a
C A B C
= =
sen a sen b sen c

8
07/02/2017

Força Resultante

Adição de várias forças

Quando os problemas envolvem a adição de mais de duas forças, pode-se


aplicar de modo sucessivo a regra do paralelogramo ou o triângulo de
vetores de modo a se obter a força resultante.

9
07/02/2017

Exercícios Resolvidos:

1. O gancho mostrado na figura está sujeito a duas forças F1 e F2.


Determine o módulo e a direção da força resultante.

Resolução (1):

150 N
650
1150
100 FR
900 + 10 + 150 = 1150

θ
100 N
150 i. Aplicando a Lei dos cossenos:

900 - 250 = 650


C= ( A)2 + (B )2 − 2( A)(B )cos c
FR = (100)2 + (150)2 − 2(100)(150) cos1150
FR = 10 000 + 22 500 − 30 000(−0,4226)
FR = 213N

10
07/02/2017

Resolução (2):
ii. Aplicando a Lei dos senos:

150 212,6
=
senθ sen1150
150
FR
senθ =
212,6
(
sen1150 )
150 N

1150
θ = 39,80
θ
∅ 100 N
150
iii. Determinação da direção ∅ de FR:

φ = 39,80 + 150 = 54,80

2. Decomponha a força horizontal de 600 N da figura abaixo nas


componentes que atuam ao longo dos eixos u e v e determine as
intensidades dessas componentes.

11
07/02/2017

Resolução:

i. Aplicando a Lei dos senos:

Fu 600
0
=
sen120 sen300

Fu = 1039 N

Fv 600
=
sen300 sen300

Fv = 600 N

3. Determine a intensidade da força componente F na figura abaixo e a


intensidade da força resultante FR estiver direcionada ao longo do eixo y
positivo.

12
07/02/2017

Resolução:
i. Aplicando a Lei dos senos:

F 200
0
=
sen60 sen450

F = 245 N

FR 200
0
=
sen75 sen450

FR = 273N

Exercícios para o lar:

1. O parafuso mostrado na figura está sujeito a duas forças F1 e F2.


Determine o módulo e a direção da força resultante.

Respostas: FR = 298,25 N e θ = 9,06° com relação ao eixo x positivo.

13
07/02/2017

2. Duas lanchas rebocam um barco de passageiros que se encontra com


problemas em seus motores. Sabendo-se que a força resultante é igual a
30 kN, encontre suas componentes nas direções AC e BC.

Respostas: FCA = 20,52 kN e : FCB = 15,96 kN

3. A caminhonete mostrada é rebocada por duas cordas. Determine os


valores de FA e FB de modo a produzir uma força resultante de 950 N
orientada no eixo x positivo, considere θ = 50º.

Respostas: FA = 775 N ; FB = 346 N

14
07/02/2017

4. É necessário que a força resultante que age sobre a argola na figura


abaixo seja direcionada ao longo do eixo x positivo e que F2 tenha uma
intensidade mínima. Determine essa intensidade, o ângulo θ e a força
resultante correspondente.

Respostas: = 900 ; FR = 400 N ; F2 = 693 N

5. Determine o ângulo φ (00 ≤ φ ≤ 900) entre os tirantes AB e AC, de modo


que a força horizontal de 800 N tenha uma componente de 1200 N que
atue para a esquerda, na direção de B para A. Considere θ =300.

Respostas: FAC = 646 N ; φ = 38,30

15