Você está na página 1de 9

A sílaba tônica no alemão

Alemão tem fama de ser idioma difícil para lusófonos. Agora trataremos de um item onde
esse idioma é mais simples do que português, espanhol, inglês e francês. Para o azar desse
idioma, a tônica tão pouco dinâmica o prejudica ao ponto de ser quase impossível compor
uma letra de música para certos estilos rock. Há unanimidade de que para declarações de
amor igualmente não é a língua mais apropriada.

Pois a tônica em alemão é simplesmente a primeira sílaba. Por isso, acentos gráficos não
fazem falta nem para o estudante estrangeiro deste idioma. Há apenas duas exceções,
fáceis de memorizar:

a) A regra vale apenas para palavras de origem germânica e não para palavras como

Polizei, Plantage, Zivilist, Konkurrent, telefonieren, suggestiv, Soldat, Nation,


Berlin (topônimo eslavo), Tarif, Vitamine, Atlantik etc.

Note: Parte dos estrangeirismos foi tão perfeitamente assimilada pelo vocabulário
cotidiano que a tônica deslocou-se à primeira sílaba: Motor, Ananas, Telefon etc.

b)Os prefixos verbais germânicos (os latinos você reconhece e entende) que são
inseparáveis nunca são tônicos:

be-, ge-, emp-, ent-, er-, miss-, ver- , zer-

Note: "miss-" normalmente é tônico em substantivos e, excepcionalmente, nos


verbos missbehagen e missbilden. Prefixos tônicos e separáveis perdem a tônica e
permanecem inseparáveis quando seus verbos são empregados em sua acepção
figurativa: durch-, hinter-, über-, unter-, um-; (durchbrechen; hinterlegen; übersetzen;
untersuchen; umstellen etc.)

B) Notas sobre algumas pronunciações de vogais, consoantes e dígramas

Este item comumente é amplamente exposto nos livros didáticos de alemão como
segunda língua. Por essa razão restrinjo-me a tratar dos mais freqüentes vícios do falante
lusófono, que persistem ao falarem alemão.

-ng

Ao final das palavras, corresponde absolutamente ao som do m na palavra brasileira um:


Fang, Dung, eng, Klang, Ring, Gong. Não se escuta qualquer som do g comum.
Entre as sílabas, se assemelha muito ao som do digrama nh brasileiro: Mangel, Kungelei,
Engel. Evite pronunciar o g como tal. Ele em absoluto não aparece no som desse digrama.

-tion

Palavras como Nation, Konföderation, Lektion, Fraktion, Situation, Absolution. Esse t,


que em portugês está substituido pelo ç, o alemão fala como o seu z, que tem o som tss.
É um som muito freqüente.

Vogais breves e longas e a ortografia das palavras alemãs

A grafia foi definida artificialmente e reflete a lógica nada perfeita do pensar humano.
O inglês, o francês, o português e o alemão: todos sofrem essa mesma crítica.

a - As vogais

Vogal breve

Várias consoantes após a vogal indicam que a vogal é breve. Se houver apenas uma
consoante, esta é duplicada: fallen, fällt, Feld, Griff, Gift, Held; offen, oft; können, Kunst.

Exceções representam algumas palavras curtas, de uma só sílaba:


an, am, in, im, um, bis, hin, was, das, es, des, man, bin, hat ... Porém: wann, wenn, dann,
denn.

Vogal longa

Conseqüentemente, têm fonema longo as vogais em todos os demais casos,


nomeadamente:

Após a vogal há apenas uma consoante: Schaf, Weg, Bote, Flur, Tür, kam, zog, schlug ...

Duplica a vogal. Este grupo consiste de poucas palavras. As letras u e i nunca são
duplicadas: Haar, Waage, Heer, Boot ...

Acrescenta um h quando segue l, m, n ou r: Stahl, Fehler, hohl, Stuhl, Ruhm, Bahn,


fahren, mehr, Mohr, Uhr. Há exceções: Maler, selig, holen. Por não serem de origem
germânica, palavras comoName, nämlich, Öl não são afetadas pela regra.

Para prolongar a letra i, é-lhe agregada um e: Liebe, Lied, Sieg, biegen, wieder, nie ...
Essas regras têm exceções no vocabulário genuinamente germânico, pois são longas
igualmente: mir, dir, wir, es gibt, wider, Augenlid.

Convenções: Em lugar de zz e kk escreve-se tz e ck: Platz, Hitze, Schutz, Mütze, Acker,


Ecke, Stock ... (Observe: uma separação de sílabas que afeta o ck: Ek-ke)

Quando "e" e quando "ä"? Quando "eu" e quando "äu" ?


ä e äu ocorrem apenas quando a raiz da palavra - em sua forma básica ou em sua
proveniência semântica - tem
um a ou au: fängt de fangen; Wälder de Wald, läuft de laufen; Ärmel de Arm; häuslich
deHaus; träumen de Traum ...

Por serem forma original e não haver a possibilidade de fazer a contraprova supra
proposta, merecem atenção as palavras Ähre, Bär, Käse, Träne, Lärm, Märchen, schräg,
spät, vorwärts, Säule.

b - As consoantes:

Consoantes mudas e sonoras

Sonoras as consoantes são apenas entre vogais. Ao precederem consoantes ou ao fim de


palavra, normalmente são mudas: lesen - las - ihr last; geben - gab - er gibt; flog, stand.

Por não haver sonoridade de consoante ao final de palavras, é preciso recorrer a uma
prova para determiná-la com precisão: Rat provém de raten - mas Rad forma seu
plural Räder. Liegt determinamos pelo infinitivo liegen. Se prolongarmos as palavras,
sempre nos é fácil determinar a grafia
correta: Burg - Burgen; Wald - Wälder; Grab - Gräber; Land - Landes ou Länder; endlic
h de Ende; möglich de mögen; jemand - jemanden; mittlerweile de Mitte.

s - ss - ß - sp - st

s é sonoro antes de vogais. Nos demais casos é surdo.

sp tem som de "chp" (como o carioca fala "espaço")


st tem som de "cht" (como o carioca fala "estou")

ss é som surdo e indica que a vogal anterior é


breve: Wasser; essen; Schlosser; wissen; müssen

ß (chamada de Eszet; abolida pela recente reforma ortográfica que a substitui por ss.) É
um s mudo e se encontra entre vogais, quando a primeira vogal é longa: Stoß, stoßen,
schießen, heißen, Füße. Observe a família da palavra para determinar sua escrita: vergißt,
vergiß de vergessen; ißt, iß de essen; vergaß, aß de essen; Schuß de schießen; läßt,
ließ de lassen.

f ou v ?

São muito freqüentes, porém poucas, as palavras alemãs de origem germânica ainda
escritas com o v falado como "f" brasileiro. Vater, Vetter, Vogel, Volk, voll, von, vorn,
viel, vier, ver-. Dentre os empréstimos de outras línguas, temos Nerv, Vers, Veilchen,
Pulver.

Em palavras de origem latina, a letra v mantém seu som original: Verb, Vokal, Vulkan,
Venedig.

Maiúsculas

Uma peculiaridade da grafia alemã é todo o substantivo ou qualquer palavra usada como
tal ser obrigatoriamente maiúscula: der Blinde; der Deutsche; das Nichts; mit Ja und Nein
antworten; das Wenn und Aber; von A bis Z; das A und O ...

A ordem das palavras na oração e frase alemãs

A ordem das palavras na oração alemã é bem mais dinâmica do que comumente se explica
aos estudantes desse idioma. Ao mesmo tempo, é muito criteriosa, o que permite também
ao novato formar frases complexas, sem ferir o ouvido germânico. Não tenho dúvidas de
que já ao iniciar seus estudos as poucas orientações necessárias são plenamente
assimiláveis ao curioso estudante e não se lhe deve recusá-las.

A oração afirmativa alemã tem uma âncora que nos presta sumo auxílio na determinação
da liberdade de formulação: o verbo e seus complementos imediatos
(predicado/predicativo).

Observe para a

oração afirmativa (não subordinada): (exemplo segue após explanações) :

Na oração não subordinada, o verbo em sua forma finita e pessoal sempre ocupa
a segunda posição. Todos seus possíveis componentes - como outros verbos no infinitivo,
particípios, prefixos separáveis e mesmo outras classes de palavras - encerram a oração.

O sujeito da oração incondicionalmente acompanha a verbo em sua forma finita. Na


oração sem ênfase especial, ocupa a primeira posição. Em todos os demais casos,
evidentemente só pode ocupar a terceira posição, logo após a forma finita. Se a oração
principal for precedida de uma subordinada, a subordinada representa a primeira posição.

Dentre os demais segmentos presentes na oração - objetos, complementos circunstanciais


- qualquer um, porém isoladamente, pode ocupar a primeira posição, dependendo
exclusivamente da ênfase que queiramos dar.

Os segmentos entre o sujeito e o desfecho pelo predicativo normalmente seguem a ordem


seguinte:

objetos: primeiro objetos indiretos e depois objetos diretos;(ocorre a inversão quando o


objeto direto é expresso em pronome)

modalidades circunstânciais: temporal, causal, modal, local.

oração subordinada:

A oração subordinada tem seus verbos sempre ao final.

oração interrogativa:

A ordem é: 1 - verbo em sua forma finita, 2 - sujeito, 3 - campo intermediário, 4 -


possíveis componentes verbais como outros verbos no infinitivo, particípios, prefixos
separáveis e mesmo outras classes de palavras. Quando houver pronome interrogativo,
este precede o verbo, sem alterar a ordem descrita.
A hierarquia da ênfase na oração alemã
Basicamente vale: Informações conhecidas vêm primeiro. Informações novas - a razão
da formulação da oração - tendem ao fim da oração. Antes do predicativo, que encerra a
oração, fica o lugar de maior ênfase. Quando há uma ênfase mais emocional que
intelectual, esta tende a introduzir a oração ou frase.

Primeiro exemplo:
A - Wir mussten in den letzten Monaten mehrere Mahnungen an diese Firma schicken,
da sie nicht zahlte.
B - In den letzten Monaten mussten wir an diese Firma mehrere Mahnungen schicken, da
sie nicht zahlte.
C - An diese Firma mussten wir in den letzten Monaten mehrere Mahnungen schicken,
da sie nicht zahlte.
D - Mehrere Mahnungen mussten wir in den letzten Monaten an diese Firma schicken, da
sie nicht zahlte.
E - Da sie nicht zahlte, mussten wir in den letzten Monaten mehrere Mahnungen an diese
Firma schicken.
F - Schicken mussten wir in den letzten Monaten mehrere Mahnungen an diese Firma, da
sie nicht zahlte.
G - Mehrere Mahnungen schicken mussten wir in den letzten Monaten an diese Firma, da
sie nicht zahlte.

Comentos:

A representa a afirmação neutra, sem ênfase especial. A frase provavelmente foi


formulada para passar a informação nova mehrere Mahnungen. Diese indica referência a
discurso anterior, portanto não é nova informação. Se tivesse ênfase, introduziria a frase.

B sugere resposta à pergunta: Wann mussten Sie die Mahnungen schicken?

C sugere resposta à pergunta : An wen mussten Sie die Mahnungen schicken?

D sugere reposta à pergunta : Was mussten Sie an diese Firma schicken?

E sugere resposta à pergunta : Warum mussten sie die Mahnungen schicken?

F é um caso muito especial, que aqui não faz muito sentido, porém é perfeitamente
permissível pela gramática. A construção é usada quando há uma contraposição ao
conteúdo do verbo: >> Schicken? Warum hat die Firma die Mahnungen
nicht abholen lassen? Die Firma ist doch im selben Gebäude wie unsere! <<

G é uma variante da F: Was mussten Sie (tun)? Repare na diferença para a situação em
D, onde o was é especificado : was schicken?

Segundo exemplo

Die Passagiere / müssen sich / heute / mindestens 45 Minuten / vor dem Abflug / am
Terminal / melden.

Heute müssen sich die Passagiere mindestens 45 Minuten vor dem Abflug am
Terminal melden.

Mindestens 45 Minuten müssen sich die Passagiere heute vor dem Abflug am
Terminal melden.

Mindestens 45 Minuten vor dem Abflug müssen sich die Passagiere heute am
Terminal melden.

Am Terminal müssen sich die Passagiere heute mindestens 45 Minuten vor dem
Abflug melden.

Melden müssen sich die Passagiere heute mindestens 45 Minuten vor dem Abflug am
Terminal. Melhor:

Am Terminal melden müssen sich die Passagiere heute mindestens 45 Minuten vor dem
Abflug.

A regência dos verbos alemães

Creio que regência verbal é outro item onde o grau de dificuldade para os falantes nativos
de alemão e de português possa ser maior para o lusofalante do que para o germânico.
Para a redação de um texto português de alto padrão, o nativo lusófono certamente
precisará ter ao seu alcance um dicionário de regência verbal. Já o falante alemão não
precisará desse instrumento. A explicação pode ser a existência de uma certa lógica
inerente à regência verbal alemã, que aqui exponho:

Verbos que requerem objeto direto

Encontramos nesta categoria do acusativo

a maior parte dos verbos que expressam o fazer : machen, verfertigen, herstellen,
bauen, braten, bereiten, essen, lesen, schreiben etc.

os verbos que expressam o pôr, botar, colocar: stellen, legen, setzen, hängen, fällen,
tränken etc.

os verbos com os prefixos sempre inseparáveis be-, er-, ver-, zer- (exceções:
begegnen, bekommen, vertrauen, verschweigen, verzeihen, erwidern.)

verbos com os prefixos durch-, hinter-, über-, unter- em acepção figurativa e, portanto,
não tônicos nem separáveis. (durchbrechen, hintergehen, übersetzen, unternehmen,
umgehen etc.)

muitos verbos impessoais: es gibt; es freut mich; es ärgert mich; es langweilt mich; es
wundert mich; es betrübt mich etc.

Verbos que requerem objeto indireto

Encontramos nesta categoria do dativo

verbos que expressam algo útil, nocivo, feliz, doloroso, gentil, hostil: nützen, schaden,
dienen, helfen, beistehen, bekommen, gefallen, gehören, fehlen, schmecken, genügen,
glücken, gehorchen, drohen, vertrauen, glauben, trotzen etc.

verbos que expressam aproximação, distanciamento, igualdade, desigualdade: nahen,


sich nähern, folgen, begegnen (exceção:treffen), weichen, entkommen, entgehen,
gleichen, ähnelnetc.

verbos que expressam um dizer (exceções: fragen e rufen) sagen, antworten, erzählen,
entgegnen, widersprechen, zureden, zustimmen, gratulieren, fluchen, raten, abraten,
befehlen etc.
alguns verbos impessoais: es gelingt mir, es glückt mir, es schmeckt mir, es gefällt mir,
es genügt mir, es widerstrebt mir, es liegt mir daran, es kommt mir billig / teuer, es
kommt mirdarauf an, es ist mir, es scheint mir, es fällt mir ein, es geht mir gut, es passt /
sitzt / steht mir gut etc.

Verbos que requerem simultaneamente objeto direto e indireto

Nesta categoria encontramos os verbos

do dar, do privar e do comunicar: geben, leihen, nehmen, stehlen, entziehen, sagen,


antworten, mitteilen, schreiben, erlauben, verbieten etc.

Verbos que requerem dois objetos diretos

Nesta categoria encontramos apenas os verbos :

nennen, heissen, rufen, schelten, schimpfen, taufen, lehren, kosten

Verbos que requerem o genitivo

Nesta categoria encontramos poucos verbos, entre eles :

gedenken, sich erinnern, bedürfen (estilo reservado à escrita de alto padrão)

torneios freqüentes :
der Ansicht sein; der Meinung sein; guter Laune sein; guter Stimmung sein; anderen
Sinnes sein; anderen Sinnes werden; es lohnt sich der Mühe; es lohnt der Mühe; es lohnt
sich; das spottet jeder Beschreibung.

Verbos que requerem preposição

Trata-se de categoria extensa e complexa. Exemplos: denken an; warten auf, danken für,
sich beschäftigen mit; bitten um; leiden an; zweifeln an; sich fürchten vor; rechnen auf;
sorgen für, glauben an; sich sehnen nach.